Arrowverso Wiki
Advertisement

Átropos foi a irmã de Cloto e Láquesis, as três Moiras. Átropos foi a responsável por cortar o fio do destino do Tear do Destino, assim encerrando a vida dos humanos e também lhe concedendo a habilidade de reanimar os mortos. Ela foi morta pelas Lendas ao utilizá-la para destruir o Tear do Destino.

Biografia[]

Decidindo o destino[]

Em tempos antigos, as Moiras, compostas por Átropos e suas irmãs, costumavam a tecer os fios do Tear do Destino. Átropos era responsável por determinar o fim da vida e, de acordo com Clotho, ela terminava a vida das pessoas com prazer. Eventualmente Clotho destruiu o Tear e espalhou seus pedaços pelo multiverso, desejando que os mortais decidissem seus próprios destinos. Isto diminuiu os poderes de sua irmã, e permitiu que Clotho escapasse.[1]

Retorno[]

Após a Crise e a fusão de universos do multiverso para o que hoje é conhecido como Terra-Prime, os pedaços do Tear agora existem no mesmo plano, e restaurou os poderes de Átropos. Ela começou a sussurrar na cabeça de Clotho, interferindo em sua mudança de forma e ameaçando matar todas as pessoas que amava.[1]

Procurando pelo Tear do Destino[]

Átropos atacou um concerto onde a banda The Smell performava, sabendo que Cloto (agora chamada de Charlie) era sua cantora principal. Átropos massacrou cada integrante da banda, com exceção de um. Ela descobriu que Charlie havia saído da banda dois dias atrás, e Átropos revelou sua forma verdadeira e o matou.

No Inferno, Átropos informou Láquesis sobre o que havia descoberto. Láquesis revelou que, através de Astra Logue, Charlie havia se unido com uma equipe viajante do tempo conhecido como Lendas, e que agora estava na companhia de John Constantine. Láquesis revelou que possuía a alma de Constantine, assim poderia localizá-lo para que Átropos caçasse Charlie. Átropos foi até a Colúmbia Britânica em 2020 e atacou John, que procurava a segunda parte do Tear. Ao chegar ela destruiu a Jump ship das Lendas e massacrou a equipe de produção da série Sobrenatural. Após isto, ela foi confrontou Charlie telepaticamente, persuadindo-a abandonar seus amigos.

Charlie encontrou Átropos , que a repreendeu por sua traição, e foi encontrada por Constantine e Sara Lance. Átropos confrontou Sara, mas Constantine a convenceu levar Charlie para encontrar o Tear enquanto ele a distraía. Átropos consegue vencê-lo e o esfaqueia duas vezes, mas não soube que ele havia previsto isso e que um de seus feitiços havia salvo sua vida. Deixando-o para morrer, Átropos utilizou suas habilidades meta-morfas para se transformar em John e alcançar Sara e Charlie. Após isto, Átropos ressuscitou a equipe de Sobrenatural como zumbis após Charlie encontrar o segundo pedaço do Tear. Porém, Sara e Charlie enfrentaram-os e recuperaram o segundo pedaço. Átropos revelou sua forma verdadeira para matar Sara, e esfaqueou Charlie para fazê-la soltar o fragmento do Tear.

Usando o fragmento para encontrar a outra parte, Átropos foi até a Waverider. Ela encontrou Behrad Tarazi, e ameaçou ferir sua irmã, Zari, caso não saísse de seu caminho. Behrad pegou uma espada e atacou Átropos, mas ela o imobilizou. Ela sentiu que ele estava destinado a morrer antes das Lendas alterar a linha do tempo. Assim, Átropos cumpriu seu destino e o matou, tirando sua força vital. Com ambos pedaços, Átropos foi até compartimento de carga logo quando a nave decolou para a zona temporal. Sara emboscou Átropos, que surpreendeu-se por ela ter visto sua forma verdadeira e sobrevivido. Após outro confronto com Sara, na onde Lance descobriu que ela era imune à Espada do Inferno, ela ordenou que Gideon abrisse as portas e fez com que Átropos fosse sugada para fora. Porém, ela foi capaz de agarrar o tornozelo de Sara. Charlie chega e pega a espada, e arranca a mão, que continha os pedaços do Tear, de sua irmã.[2]

Criando um apocalipse[]

Junto de Láquesis e Astra Logue, Átropos entraram na Waverider. Ela não viu nenhuma utilidade para Astra, e propôs matá-la, mas Logue tinha imortalidade temporária naquele momento, então realizar isto seria impossível. Enquanto as duas mulheres conversavam, Átropos utilizou seu anel do Tear do Destino para criar um apocalipse zumbi na Inglaterra para manter as Lendas ocupados.

Após descobrir que os anéis do Tear haviam desaparecido, Astra revelou que o responsável foi Gary Green. Ele foi capturado e Astra foi ordenada a torturá-lo para revelar a localização dos anéis e, após isto, matá-lo. Astra desobedeceu suas ordens e propôs trair as irmãs e fugir da nave com Gary e os anéis. Após descobrir isto, Átropos matou ambos. Após o assassinato, ela e Láquesis viram Cloto, em posse do Tear, aparecer e dizer que havia trabalho "a ser feito".[3]

"Mundo ideal"[]

Logo após adquirirem o Tear do Destino, as Moiras transformaram completamente a Terra-Prime. O livre arbítrio era algo considerado ofensivo e consequência de punição, e todos deveriam comer mush e louvar as Moiras. Átropos fez um acordo com Cloto, onde as Lendas poderiam viver mas separadamente como personagens de televisão.

Átropos disse para os trabalhadores de uma fábrica para eliminar qualquer presságio na história que demonstrasse o livre arbítrio. Um dia, Átropos apareceu em uma das telas conversando com o supervisor do local. Ela disse que seu tempo na fábrica havia acabado e cortou seu fio, matando-o instantaneamente.[4]

Morte[]

Após as Moiras reunirem todos os cidadãos para serem louvadas e garantir desejos para aqueles que pareciam "merecedores", já que a maioria só queria coisas simples como mais comida, Átropos notou alguém utilizando o casaco de John Constantine e percebeu que as Lendas iriam atrás do Tear. Após alcançá-los, Átropos colocou uma de suas adagas sob a garganta de Sara Lance, que tocou em sua mão para prever o próximo passo da Moira. Enquanto as duas lutavam, Sara foi capaz de vencer. De repente, Behrad e Zari Tarazi utilizaram o Totem do Ar para lançar Átropos à sala do Tear. Sara puxou o fio da vida de deusa e colocou-o junto dos diversos outros fios que o Tear já manipulava. A Moira gritou enquanto ela e o objeto explodiam.[5]

Poderes e habilidades[]

Poderes[]

  • Fisiologia de Divindade: Atropos é uma Moira, no qual permite-a performar atos sobrenaturais.
    • Conexão com o Tear do Destino: Os poderes de Átropos são ligadas diretamente com o Tear do Destino. Quando os pedaços estão juntos, ela pode utilizar seus poderes em capacidade máxima. Quando separado e espalhados em diferentes dimensões e/ou universos, seu poder é drasticamente reduzidos. Quando os pedaços estão quebrados mas estão no mesmo plano/universo/dimensão, seus poderes estão quase em sua capacidade máxima.[1]
      • Laço de irmã: Átropos pode se comunicar com sua irmã, Cloto, através de sussurros. Isto só pode ser realizado quando os pedaços do Tear do Destino estão no mesmo plano/dimensão/universo.[1]
    • Mudança de forma: Átropos foi capaz de se transformar em John Constantine.[2]
    • Formação de armas: Átropos é capaz de criar armas feitos de seus ossos.[2]
    • Imortalidade: Como uma deusa, Átropos não pode morrer, mesmo que seja esfaqueada com a espada do Inferno de Genghis Khan.
    • Indução de morte: Revelando sua forma verdadeira, Átropos pode matar um mortal que a veja. De algum modo, Sara Lance viu a forma verdadeira de Átropos e não morreu. De acordo com Cloto, o trabalho de Átropos era cortar os fios do Tear, assim terminando a vida da pessoa em uma data já escolhida.[2]
    • Fator de cura acelerado: Átropos pode-se curar de um ataque através de seu estômago, e continuar lutando como se nada tivesse acontecido.[2]
    • Reanimação: Através de meios desconhecidos, Átropos pode reanimar os vivos e transformá-los em zumbis.[2]

Habilidades[]

  • Combate corpo-a-corpo/Artista marcial: Átropos é altamente treinada em combates corpo-a-corpo, sendo capaz de enfrentar Sara Lance, uma mestre de combate e artista marcial por direito próprio com relativa facilidade.

Aparições[]

Lendas do Amanhã[]

3ª Temporada[]

5ª Temporada[]

Por de trás das cenas[]

  • Na mitologia Grega, Átropos é, assim como na série, a Moira responsável por cortar o fio da vida. Assim como também mencionado na série, ela e suas irmãs são tipicamente descritas como senhoras.

Referências[]

Advertisement