Arrowverso Wiki
Advertisement
Para outras versões, veja Acelerador de partículas (desambiguação).

O acelerador de partículas dos Laboratórios S.T.A.R., apelidado de Pipeline, foi um dispositivo criado pelos Laboratórios S.T.A.R.. Após sua destruição, ele foi transformado em uma prisão para os meta-humanos criados pela explosão.

História[]

Linha do tempo original[]

Em 2020, Harrison Wells e sua esposa, Tess Morgan, inauguraram o acelerador de partículas. Diferente da linha do tempo atual, o acelerador não explodiu, mas ele pode ter sido a causa de Barry Allen ter sido atingido por um raio e, consequentemente, se tornar o Flash.[1]

Primeira explosão[]

Após ficar preso no século 21, Eobard Thawne/Flash Reverso matou Wells e Tess e roubou a identidade do cientista.[1] Ele então fundou os Laboratórios S.T.A.R. e deu início a construção do acelerador de partículas anos antes do que planejado.[2] Durante a construção, Thawne sabotou o projeto para garantir que o acelerador explodisse e espalhasse a matéria escura sobre Central City, com o objetivo de criar um raio que acertaria Barry Allen e liberaria seu acesso para a Força de Aceleração.[3]

Explosão do acelerador de partículas dos Laboratórios S.T.A.R.

O acelerador de partículas explode.

Eventualmente, o acelerador foi finalizado e Eobard, como Wells, iria inaugurá-lo em 11 de dezembro de 2013 em Central City,[4] apesar dos protestos de pessoas que eram contra sua ativação.[5][6] Após ativá-lo, o acelerador funcionou por 45 minutos, mas depois acabou explodindo. A explosão afetou uma tempestade que já acontecia na cidade, e Barry Allen acabou sendo atingido por um raio em seu laboratório no DPCC.

A explosão acabou resultando na morte de dezessete pessoas, além de inúmeras terem sido feridas.[7] Segundo Clifford DeVoe, 2,600 pessoas foram transformadas em meta-humanos naquela noite.[8]

Após a explosão, o Laboratório S.T.A.R. foi classificado como um local perigoso de classe quatro e não esteve totalmente operacional desde então, enquanto o acelerador de partículas foi abandonado por nove meses.[7]

Transformando em uma prisão[]

Acelerador de partículas transformado em uma prisão

Acelerador de partículas transformado em uma prisão.

Depois que Barry se tornou o Flash, ele e sua equipe perceberam que não poderiam matar meta-humanos após derrotá-los. Como Iron Heights não era capaz de apreendê-los, "Wells" e Cisco Ramon sugeriram usar o acelerador abandonado como uma prisão temporária. Cada cela usa um eletroímã supercondutor de 8,3 Tesla em sua barreira, o que torna a cela 100.000 vezes mais forte que o campo magnético da Terra,[9] o que significa que ele pode conter meta-humanos com super força.

Depois que o Flash derrotou Kyle Nimbus, ele se tornou o primeiro prisioneiro do pipeline.[9]

Após ter sido derrotado por Barry, Tony Woodward foi preso no pipeline.[10] Ele acabou sendo libertado por "Wells" para que pudesse enfrentar Farooq Gibran, que havia invadido os Laboratórios S.T.A.R. atrás dele. Os dois acabaram sendo mortos, e o corpo de Farooq foi posto em uma cela. Mais tarde, Wells foi até sua cela e coletou uma amostra de seu sangue.[11]

Após causar o caos por Central City com seus poderes, Roy Bivolo foi preso no pipeline depois de ter sido derrotado pelo Flash e o Arqueiro.[12]

Hartley Rathaway foi posto no pipeline brevemente antes de escapar.[3] Cisco modificou o vidro da cela de Shawna Baez para preveni-la de usar seus poderes para escapar de sua cela.[13] Após viajar no tempo para impedir que o tsunami de Mark Mardon destruísse Central City, Barry usou seu conhecimento do futuro para encontrá-lo e apreendê-lo antes que pudesse prosseguir com seu plano.[14]

Jake Simmons foi preso no pipeline após ter sido derrotado pelo Átomo.[4]

Barry e Caitlin encarando Hannibal

Barry e Caitlin encarando Hannibal Bates.

Após se passar por muitas pessoas de Central City, Hannibal Bates foi derrotado por Barry e preso no pipeline.[15] No entanto, ele foi solto por Eobard em troca de impersonificá-lo para enganar a equipe de Barry, que sabiam sobre sua farsa como Harrison Wells. Depois de sequestrar Eddie Thawne, Eobard o levou para seu esconderijo secreto abaixo do acelerador de partículas.[2]

Mais tarde, Eobard fez com que Grodd liberasse Wade Eiling, controlado mentalmente, em Central City. Depois que Barry o derrotou, o general entrou em estado vegetativo e foi preso no acelerador de partículas. No entanto, depois que Grodd foi derrotado, a equipe liberou Eiling. Naquela noite, Eobard deixou seu covil embaixo do acelerador e entrou no Pipeline, ligando-o com a "chave" que havia criado em seu covil.[16]

Reativação[]

Cisco encontra a fonte energética de Thawne

Cisco encontra a fonte energética de Thawne.

A equipe logo percebeu que Eobard estava lentamente reconstruindo o acelerador de partículas e se escondendo embaixo dele. Ele deixou seu esconderijo, libertando Shawna de sua cela para distraí-los A equipe conseguiu recapturar Shawna e depois de colocá-la de volta em sua cela, também encontraram Eddie. Quando o levaram de volta ao córtex, perceberam que Eobard iria ligar o acelerador de partículas novamente.

A equipe debateu o que fazer com os metas aprisionados, já que Barry não queria deixá-los morrer quando o acelerador fosse reativado. Eles decidiram mover as metas para Lian Yu. Barry negociou com Leonard Snart e sua irmã, Lisa Snart, para fornecer proteção, e os dois concordaram. A equipe sedou os metas com gás em suas celas, e então os moveram para um caminhão, com inibidores de poderes.

Os metas acordaram e começaram a brigar. No entanto, os Snarts sabotaram o caminhão e os metas escaparam, com Mardon derrubando o avião que deveria levar os metas para Lian Yu. Na batalha que se seguiu, os meta lutaram com o Flash e sua equipe. Simmons foi aparentemente morto ao ser baleado pela arma fria de Leonard, Nimbus e Shawna fugiram do local, enquanto Leonard recrutou Mardon e Bivolo para a Galeria de Vilões.

Naquela noite, Eobard retornou aos Laboratórios S.T.A.R. e foi "derrotado" pelo Flash, Arqueiro e o Nuclear. Ele então foi preso no pipeline, embora afirmasse para sua antiga equipe que havia deixado ser derrotado pois queria retornar para lá.[17]

Portal aberto no acelerador de partículas

Portal aberto no acelerador de partículas.

Barry visitava Thawne para interrogá-lo. Para sua surpresa, ele revelou poderia salvar sua mãe caso voltasse no tempo. Eobard explicou que poderia correr ao redor do acelerador de partículas e alcançar Mach-2. Quando a partícula colidisse com uma partícula de hidrogênio, um portal do tempo seria aberto. Mais tarde, Barry fez como instruído e correu ao redor do acelerador. Apesar de ter aberto o portal e voltado a 2000, ele retornou para o presente e impediu que Thawne voltasse para o futuro ao destruir sua esfera do tempo.

Os dois começaram a lutar, mas Barry acabou perdendo. Para salvá-lo, Eddie cometeu suicídio e morreu, apagando Eobard da existência. O portal acabou se fechando, mas foi reaberto acima de Central City.[18] Ele foi fechado graças ao Flash e o sacrifício de Ronnie Raymond.[19]

Usado pela Equipe Flash[]

Depois que Iron Heights, com a ajuda de Cisco, construiu uma ala especial para meta-humanos, a Equipe Flash parou de usar o acelerador como uma prisão. No entanto, após derrotar Henry Hewitt com o novo Nuclear, Barry e sua equipe prenderam-o no pipeline.[20]

Após derrotarem a Dra. Luz da Terra-2, Barry e a equipe prenderam-a no pipeline.[21] Eles pretendiam usá-la como isca para atrair Zoom, mas ela usou seus poderes para se tornar invisível e escapou.[22]

Russell Glosson foi derrotado pelo Flash e foi preso no Pipeline para que a equipe pudesse usar seus poderes para potencialmente encontrar uma maneira de desacelerar e parar Zoom. Posteriormente, porém, Harry Wells injetou em Glosson um dispositivo semelhante a uma broca para obter uma amostra de seu tecido cerebral, matando-o.[23]

Flash-s2-11

Barry e Eobard prestes a correrem ao redor do acelerador de partículas.

Quando uma versão mais jovem do Flash Reverso apareceu em 2016, Barry conseguiu dominá-lo e aprisioná-lo no pipeline. Enquanto estava preso, Barry descobriu porque Eobard o odiava tanto a ponto de matar sua mãe, e Cisco se vangloriou de que seus poderes foram o que o levou à prisão. No entanto, a captura de Eobard resultou em uma ruptura na linha do tempo que ameaçava matar Cisco, então a equipe foi forçado a ajudar o Flash Reverso a retornar ao futuro. Ambos os velocistas correram ao redor do acelerador de partículas em paralelo até que um buraco de minhoca se abriu para a passagem de Eobard.[24]

Depois que a equipe descobriu que Harry estava trabalhando roubando a velocidade de Barry para Zoom, Joe West, enfurecido, o jogou em uma cela para evitar matá-lo. No entanto, a equipe decidiu libertá-lo e seguir para a Terra-2 para resgatar sua filha, Jesse.[25]

Quando Trajetória invadiu os Laboratórios S.T.A.R. para obter mais Velocidade-9, ela jogou Barry em uma cela para impedi-lo de interferir em seus planos. Assim que ela obteve a droga e escapou, Cisco liberou Barry para persegui-la.[26]

Após a revelação da identidade de Zoom, Barry decidiu viajar no tempo para seu primeiro encontro com Hartley Rathaway e pedir para Eobard Thawne ensiná-lo a ficar mais rápido. No entanto, após retornar, seu objetivo se complicou quando ele chegou mais cedo do que o esperado e um fantasma do tempo o perseguiu. Depois de adquirir o que precisava de Thawne, Barry correu ao redor do pipeline para retornar ao seu tempo, mas o fantasma do tempo tentou pegá-lo. Felizmente, seu eu mais jovem foi capaz de parar o fantasma por tempo suficiente para que o Barry do futuro escapasse.[27]

Segunda explosão[]

Depois que Barry entregou sua velocidade para Zoom, Harry sugeriu criar outra explosão de acelerador de partículas para restaurar sua velocidade.[28]

Barry durante a segunda explosão do acelerador de partículas

Segunda explosão do acelerador de partículas.

Tendo estudado os dados de Eobard da primeira explosão, Harry estava confiante de que poderia conter a explosão de matéria escura para apenas no interior dos Laboratórios S.T.A.R.. Embora hesitante, Barry apenas consentiu quando Zoom iniciou um reinado de terror na Terra-1. Recriando as circunstâncias, Harry injetou em Barry os produtos químicos de seu laboratório enquanto Cisco usou a varinha do Mago do Tempo para criar uma tempestade elétrica. Quando Barry foi atingido pelo raio, ele foi transportado para a Força de Aceleração, enquanto a matéria escura inundou os corredores do prédio, atingindo Jesse Wells e Wally West, que haviam deixado o Cofre do Tempo.[29]

Depois de derrotarem Laurel Lance/Sereia Negra, a Equipe Flash a prendeu no pipeline ao invés de alertar a Equipe Arqueiro.[30]

Pós-Ponto de Ignição[]

Em 2016, Barry usou o pipeline para ajudar no treinamento de Jesse, que havia adquirido poderes após a segunda explosão do acelerador de partículas. Durante o treino, Jesse acabou tropeçando e caiu.[31]

Prometheus e Sereia Negra

Prometheus no pipeline.

Naquele mesmo ano, como parte de sua vingança contra Oliver, Adrian Chase/Prometheus invadiu os Laboratórios S.T.A.R. e libertou a Sereia Negra. Ao fazer isso, Prometheus não disparou nenhum alarme, e a Equipe Flash veio descobrir o ocorrido apenas alguns dias depois.[32]

Quando uma nova meta-humana, Becky Sharpe, usou seu poder de manipulação quântica para se dar boa sorte enquanto causava uma quantidade crescente de azar para aqueles ao seu redor, a onda de má sorte atingiu tais alturas que o acelerador de partículas reativou brevemente. No entanto, o campo gerado fez contato e cancelou o campo de manipulação quântica de Becky, pois a carga liberada de uma colisão hidrogênio-elétron neutralizou o campo por tempo suficiente para o Flash prendê-la.[33]

Quando nazistas de um universo paralelo atacaram o casamento de Barry e Iris West, os heróis conseguiram derrotá-los. Graças a Alex Danvers e Sara Lance, elas foram capazes de derrotar o Prometheus da Terra-X e prenderam-o no pipeline.[34] Para a surpresa de todos, o Prometheus nazista era o sósia de Tommy Merlyn. Durante o interrogatório com Oliver, ele acabou cometendo suicídio. Quando Oliver/Arqueiro Negro atacou os Laboratórios S.T.A.R., ele derrotou a Equipe Arqueiro, Mick Rory e Nevasca e os prenderam no pipeline.[35] Os heróis presos no pipeline foram soltos quando o restante das Lendas apareceram para salvá-los.[36]

Para proteger os metas do ônibus do Pensador, a Equipe Flash decidiu deixá-los no pipeline. No entanto, DeVoe invadiu os Laboratórios S.T.A.R. e conseguiu roubar os poderes de todos, incluindo o corpo de Ralph Dibny.[37]

Nora e Barry correndo

Barry e Nora correndo ao redor do acelerador de partículas.

Depois que sua filha do futuro, Nora West-Allen, disse que precisava de ajuda para voltar a sua época, Barry e Nora correram ao redor do acelerador de partículas. Embora conseguissem abrir um portal do tempo, Nora não conseguiu entrar nele. Ela revelou a Barry a verdadeira razão pela qual ela voltou ao passado e confessou sua conspiração: pode passar um tempo com seu pai.[38]

Após derrotarem Joslyn Jackam, a Equipe Flash decidiu guardar seu cajado no pipeline.[39]

Quando tentou prender Raya Van Zandt, Barry começou a vibrar incontrolavelmente. Nora foi capaz de pará-lo por tempo suficiente para levá-lo de volta aos Laboratórios S.T.A.R.. Quando eles perguntaram ao resto da equipe o que deveriam fazer, Cisco sugeriu posicionar Barry em um determinado local no chão e, em seguida, fazer com que Nora o soltasse, fazendo com que ele descesse em um dos oleodutos do pipeline, onde seus poderes seriam ser negado pelos amortecedores até que descobrissem o que poderiam fazer. Depois que seu corpo parou de vibrar, Barry foi solto.[40]

Quando Nora tentou dizer a Equipe Flash que ela estava trabalhando secretamente com Eobard Thawne para parar Cicada, Harrison Sherloque Wells interrompeu e os informou sobre o que ela estava fazendo. Sentindo que ela os havia traído, Barry a trancou no pipeline,[41] mas foi solta logo em seguida.[42]

Túnel do Tempo[]

Depois que Mar Novu entregou o Livro do Destino para John Deegan, ele usou os poderes do objeto místico para alterar as vidas de Barry e Oliver. Os dois tentaram informar a Equipe Flash sobre o que estava acontecendo, mas ninguém acreditou neles e decidiram prendê-los no pipeline. Iris soltou os dois para que pudessem ir até a Terra-38.[43]

Supergirl presa no pipeline

Supergirl presa no pipeline.

Depois que Novu devolveu o Livro do Destino para Deegan, ele alterou a realidade mais uma vez. Ele roubou a aparência e os poderes do verdadeiro Superman e transformou os Laboratórios S.T.A.R. em sua base secreta. Ele também prendeu Kara Danvers/Supergirl no pipeline após enfraquecer seus poderes. Quando tentou escapar, ela foi interrompida por Deegan e uma sósia de sua irmã adotiva, que havia sido encarregada de vigiá-la.

Eventualmente, Kara conseguiu convencer a sósia de Alex a soltá-la e escaparam. Depois que John Diggle e Nevasca, que haviam sido transformados em capangas de Deegan, foram derrotados por Oliver, Kara e Alex os prenderam no pipeline.[44]

Vítimas conhecidas da primeira explosão do acelerador de partículas[]


Vítimas conhecidas da segunda explosão do acelerador de partículas[]

Prisioneiros conhecidos[]

Prisioneiros atuais[]

  • Philip Master

Prisioneiros anteriores[]


Aparições[]

Arqueiro[]

2ª Temporada

3ª Temporada

5ª Temporada

6ª Temporada

7ª Temporada


Flash[]

1ª Temporada

2ª Temporada

3ª Temporada

4ª Temporada

5ª Temporada

6ª Temporada


Vixen[]

1ª Temporada[]

Supergirl[]

1ª Temporada[]

3ª Temporada[]

4ª Temporada[]

Lendas do Amanhã[]

2ª Temporada[]

3ª Temporada[]

Por de trás das câmeras[]

  • Nas histórias em quadrinhos da DC Comics, "Pipeline" era como a ala de segurança máxima da Penitenciária Iron Heights era chamado, onde abrigava os meta-humanos mais perigosos.

Referências[]

Advertisement