Arrowverso Wiki
Advertisement
Para outros usos de "Alex", veja Alex (desambiguação).
Alex Danvers
Civil - Sentinela

Alex Danvers.png

Informação
Ocupações Pré-Crise
Diretora do D.O.E.
Agente do D.O.E. (anteriormente)
Bio-engenheira do D.O.E. (anteriormente)
Doutora do D.O.E. (anteriormente)
Membro dos Superamigos (em segredo)
Pós-Crise
Diretora do D.O.E. (anteriormente)
Membro dos Superamigos (em segredo)
Vigilante (em segredo)
Estado atual Viva
Família Sem nome (avó materna; morta)
Jeremiah Danvers (pai; morto)
Eliza Danvers (mãe)
Kara Danvers (irmã adotiva)
Kelly Olsen (esposa)
Esme (filha)
Universo de origem Terra-38 (pré-Crise)
Terra-Prime (pós-Crise)
Intérprete Chyler Leigh
Jordan Mazarati (jovem; 1ª-2ª temporada)
Olivia Nikkanen (3ª temporada-presente)
Voz no Brasil Fátima Noya (1ª temporada)
Adriana Torres (2ª temporada-presente)
Alter ego Supergirl (Obsidiana Platina)
Alter ego Sentinela
Fonte
"É o nosso trabalho nos arriscar. Corremos pra linha de fogo, enfrentemos inimigos que mais ninguém deste planeta tem coragem de enfrentar."
—Alex Danvers para J'onn J'onzz[fonte]

Dra. Alexandra "Alex" Danvers (nascida em 1989)[1][2] é uma bio-engenheira e a antiga diretora do D.O.E.. Ela é a filha de Eliza Danvers e do falecido Jeremiah Danvers, a irmã adotiva de Kara Danvers, a ex-noiva de Maggie Sawyer, a esposa de Kelly Olsen e a mãe de Esme. Ela é também uma amiga próxima de J'onn J'onzz e uma boa amiga de James Olsen, Lena Luthor, Winn Schott, Querl Dox, Nia Nal e Samantha Arias.

Quando Alex era uma adolescente, sua família adotou Kara a pedido do Superman. Apesar de terem um começo turbulento, Alex se tornou uma guardiã e aliada de sua irmã com o passar dos tempos. Em sua vida adulta, ela foi recrutada por "Hank Henshaw" para entrar no D.O.E. e combater ameaças extraterrestres, e eventualmente se tornou sua mão-direita. Quando Kara se tornou a Supergirl, Alex a ajudou treiná-la no D.O.E. e auxiliou sua irmã na luta contra alienígenas fugitivos do Forte Rozz, liderados por sua tia, Astra. Alex passou a suspeitar de "Henshaw" depois de descobrir a afiliação involuntária de seu pai com o D.O.E., e descobriu que ele é na verdade J'onn J'onzz, um marciano verde que seu pai se sacrificou para salvar. Alex foi forçada a fugir com J'onn depois que a verdade foi exposta, e eles decidiram investigar o Projeto Cadmus depois de descobrirem que Jeremiah estava vivo. Porém, eles voltaram à National City para ajudar a impedir Miríade, e consequentemente receberam o perdão presidencial.

Alex se assumiu lésbica depois de se apaixonar por Maggie Sawyer. Durante isto, o D.O.E. entrou em conflito com Cadmus e Lillian Luthor, conflito durante o qual Alex foi forçada a impedir seu pai depois que ele traiu sua família e foi coagido a trabalhar com o Cadmus. Depois de impedir a invasão Daxamita, ela pediu Maggie em casamento, mas o casal rompeu seu relacionamento após uma discussão sobre se deveriam ou não ter filhos. Alex começou a questionar sua maternidade depois de desenvolver uma amizade com Samantha e Ruby Arias. Quando J'onn decidiu sair do D.O.E. depois da guerra contra as destruidoras de mundos, Alex se tornou a nova diretora da organização.

Alex liderou o D.O.E. contra novas ameaças em National City, como os Filhos da Liberdade e a Elite. Para proteger a identidade de sua irmã de Lauren Haley, J'onn apagou as memórias de Alex sobre Kara ser a Supergirl. Porém, ela recuperou suas memórias depois de uma batalha de Kara contra a Filha Vermelha. Depois da derrota dos Filhos da Liberdade e Lex Luthor, Alex começou a namorar Kelly Olsen.

Alex foi morta durante a Crise nas Terras Infinitas, mas foi ressuscitada depois dos Paragons e o Espectro criarem um novo multiverso. Na Terra-Prime, enquanto enfrentavam o Leviatã, Alex se demitiu do D.O.E. por não aceitar que Lex fosse o novo dono da organização. Quando seu pai foi morto, Alex recuou para a Obsidiana Platina e adotou a identidade de Supergirl, mas conseguiu se libertar com a ajuda de Kelly. Alex decidiu se tornar uma vigilante e, usando um novo traje, se tornou a Sentinela.

Índice

Biografia

Pré-Crise

Vida pregressa

Filha dos cientistas Jeremiah e Eliza Danvers, Alex nasceu em 1989 na pequena cidade de Midvale.[3] Quando ela tinha seis anos, Alex e seus pais visitaram Nagano, no Japão, durante o verão. Alex começou a sentir saudades de casa, e então, em uma noite, uma garota da aldeia local ajudou-a ir até um dos templos antigos. Lá, Alex escreveu um desejo e o colocou em uma rachadura na parede, esperando que ele se tornasse realidade. A garota também ensinou uma rima para Alex, "yubikiri genman, uso tsuitara", que significa "juro de dedinho".[4] Quando ela tinha oito anos, Alex conheceu e se tornou a melhor amiga de Josie.[5]

Desde sua infância, Alex demonstrou ser extremamente inteligente e tinha muita habilidade quando o assunto se tratava de ciência. Quando adolescente, ela foi matriculada na Midvale Junior High, onde sempre tirava notas altas.[6] Quando Kara Zor-El chegou na Terra em 2003 e foi adotava por sua família, Alex começou a sentir ciúmes de sua irmã adotada, devido a suas habilidades alienígenas e também pelo fato de Kara ter entendido matemática e ciência muito rápido na escola.[5] Alex ficou contente, embora secretamente, quando Kara decidiu não usar seus poderes para se tornar uma heroína.[3]

Alex e Kara na escola.

Apesar de inicialmente se sentir irritada pela "garota estranha" que entrou de repente em sua vida, e que também a seguia na escola constantemente e lhe fazia sentir-se envergonhada na frente de seus amigos.[7] Alex começou a gostar de Kara eventualmente, e começou a agir como sua irmã mais velha, até mesmo confortando-a quando ela se sentia com medo ou triste.[3] Em algum momento, Alex pegou catapora.[8]

Em uma noite, Kara levou Alex para voar, apesar dela ser ter sido contra a ideia no começo. Durante esta aventura, Alex contou para Kara sobre sua viagem de verão até Nagano e ensinou a rima que aprendeu para sua irmã.[4] Ao voltarem, elas foram repreendidas por seus pais. Eliza criticou Alex duramente, dizendo que ela é a irmã mais velha e ela quem deveria saber melhor. De repente, naquela noite, o D.O.E. foi até a casa dos Danvers. Eles forçaram Jeremiah a trabalhar para eles em troca de não levarem Kara. Um ano depois, Jeremiah "morreu" protegendo um alienígena do diretor Hank Henshaw,[6][9] mas Eliza disse para Alex e Kara que ele havia morrido em um acidente de avião.[1]

Adolescência problemática

Alex começou a frequentar a Midvale High School, onde sua relação com Kara se tornou problemática, já que ela a culpava pela morte de seu pai e não gostava de ser a "embaixadora terrestre" de sua irmã adotiva. Alex decidiu se focar nos estudos e vida social, e acabou se tornando uma garota popular junto de Josie. No ensino médio, ela conheceu e se tornou amiga de Vicki Donahue, que também se tornou uma garota popular.

Em 2007, Alex começou a falhar em cálculo, mas estava muito envergonhada para dizer isto a sua família e amigos. Seu colega de classe, Kenny Li, ofereceu ser seu tutor em segredo, o que ela aceitou. Alex e Kenny começaram a estudar juntos em uma floresta próxima, e com o passar do tempo se tornaram amigos próximos. Porém, Alex nunca o reconheceu como amigo fora de suas aulas, e sempre o chamava de "amigo de Kara", atitude na qual ela viria a se arrepender futuramente.

Quando Kenny foi assassinado, Alex e Kara trabalharam juntas para investigar sua morte. Durante isto, elas descobriram que Josie estava tendo um caso com Samuel Bernard, um professor de história no colégio onde estudavam. Apesar de Josie implorar para que não o fizesse, Alex reportou o caso para as autoridades. Enquanto ela e Kara caminhavam para a escola em uma noite, as duas quase foram mortas por um carro, que acelerou para cima delas. Elas acreditaram que o indivíduo por trás do volante era o Sr. Bernard, mas descobriram que Josie esteve com o homem na hora do ataque, e que ele não era o culpado. Alex foi até o Xerife Ronald Collins, o verdadeiro assassino de Kenny, e ele apontou uma arma em Alex. Quando Kara tentou chamá-la, Alex foi capaz de dizer que estava na escola antes do homem retirar o celular de suas mãos. Collins levou Alex para a caldeira, onde pretendia matá-la, mas ela não demonstrou nenhum medo pois sabia que Kara iria salvá-la. Naquele momento, Kara chegou e nocauteou Collins, salvando a vida de Alex. Depois do homem ser preso, a amizade de Alex com Josie se desfez e ela foi expulsa do "grupo popular", mas Alex não se importou muito com isso. Naquela tarde, enquanto almoçavam juntas pela primeira vez, Kara revelou para Alex que Kenny tinha uma foto dela voando, mas havia mantido-a em segredo.[5]

Apesar de seu desentendimento com Josie, a amizade com Vicki permaneceu por algum tempo. Alex amava dormir na casa de Vicki, e elas sempre dividiam a cama na hora de dormir. Porém, eventualmente, Alex começou a desenvolver sentimentos românticos por ela, o que a deixou confusa. Como resultado, ela começou a se afastar de Vicki, começando discussões por tudo, até que a amizade acabasse. Essa memória feriu tanto Alex que ela a reprimiu em seu subconsciente pro anos, e apenas se assumiu lésbica anos depois.[10]

Com o passar dos anos, a relação de Alex e Kara se tornou tão forte que nenhum das duas conseguiriam imaginar como seria sua vida sem elas.[7]

Depois de se formar, Alex conseguiu um MD/PhD na Universidade de National City.[6] Na escola de medicina, ela teve um namorado chamado Capraro, que sempre escrevia poemas sobre suas discussões com ela. Alex diz que este foi o motivo por terem terminado.[11] Alex também fez pesquisas em engenharia genética em Stanford.[1]

ligação=Arquivo:Alex_conhecendo_%22Hank_Henshaw%22.png

Apesar de sua inteligência e grande resultados acadêmicos, Alex foi uma jovem adulta que sempre festejava que usava a bebida para afogar suas mágoas e esconder suas inseguranças e problemas, como o estresse por esconder e negar sua homossexualidade e a perda de seu pai. Isso atingiu o ponto em que ela começou a ficar para trás na escola e foi colocada em liberdade condicional acadêmica. Em 2012, depois de uma noite de bebedeira e boates que levou a sua prisão, Alex foi visitada por "Hank Henshaw". Ele ofereceu a ela uma posição no D.O.E., garantindo a Alex que ela é especial assim como Kara e apontou que ela devia a seu pai ser a pessoa que "Hank" sabia que ela poderia ser.[6]

Trabalhando para o D.O.E.

Antes que pudesse entrar em campo, Alex passou por um ano de treinamento.[12] Apesar de sua ligação próxima de Kara ser um dos motivos principais para sua contratação no D.O.E., Alex se provou como uma das melhores agentes da organização, e se tornou rapidamente a segundo-em-comando de "Hank".[3]

Frequentemente, Alex lutava contra o namoro e romance, suprimindo inconscientemente qualquer sentimento que ela desenvolvesse por outras mulheres. Como resultado, Alex logo começou a dedicar quase todo o seu tempo ao trabalho.[10]

Miríade

Ajudando Kara

Alex confrontando Kara sobre ela se revelar.

Em 2015, Alex tinha que ir para uma conferência em Geneva, mas o Voo 237, no qual ela estava viajando, havia sido sabotado por Vartox na tentativa de matar ela e outros agentes do D.O.E. que estavam abordo. Apesar do avião ter sido salvo por Kara, que impediu-o de se colidir com o chão, Alex criticou sua irmã por fazer isto. Ela disse que havia se revelado ao mundo, e agora não tinha como desfazer isto. Porém, Kara disse que não queria. Ela mais tarde foi capturada pelo D.O.E. e levada para sua base, onde Alex revelou que era uma agente da organização. Depois que Kara foi derrotada e quase morta apor Vartox, Alex a salvou, e revelou que a única forma dos fugitivos de Forte Rozz se vingarem por terem sido presos por sua mãe era através de Kara. Mais tarde, Alex foi ao apartamento de Kara, onde se desculpou e encorajou sua irmã a se tornar uma heroína. As duas voltaram para a base no D.O.E., onde convenceram o diretor "Henshaw" a permitir que Kara derrotasse Vartox.[3]

Uma semana depois, Alex e outros agentes do D.O.E. testaram as habilidades de Kara, disparando misseis na Supergirl enquanto ela voava pelos céus. Depois disso, Alex debateu com Kara sobre a necessidade de seus testes antes dela sair para lidar com um incêndio no Porto de National City. Dias depois, o D.O.E. investigou um roubo e assassinato em uma fábrica de produtos químicos, onde Alex chamou sua irmã para ajudá-los na investigação. Mais tarde, no treinamento do D.O.E., Alex foi capaz de derrotar Kara em uma sessão, onde as duas estavam em uma sala que emitia radiação baixa de kryptonita. Ela mais tarde foi ao apartamento de Kara, onde questionou-a se contar seu segredo para James Olsen e Winn Schott foi uma boa ideia. Ela também se desculpou com Kara pela forma que lidou com as coisas. Alex recebeu uma ligação do D.O.E., que pediu para ela voltar à base, e disse para Kara que ligaria mais tarde.

Alex e Hank seguindo um caminhão com DDT.

No D.O.E., Alex e o diretor "Henshaw", junto do agente Hartmann, chegaram na conclusão de que um Hellgrammite estava comendo o DDT que estava roubando. Percebendo que o governo estava destruindo os estoques, ele o alienígena estava ficando sem comida. O D.O.E. fez uma armadilha para o Hellgrammite, usando um caminhão para transportar tanques com DDT, enquanto Alex, "Henshaw" e outros agentes do D.O.E. seguiam-o em outro veículo. O Hellgrammite atacou e sequestrou Alex e levou-a até Astra, que revelou sua identidade verdadeira depois de ser confundida com Alura. Alex foi localizada por Kara, que usou sua super-audição para encontrá-la. Uma luta entre Kara e Astra começou, enquanto o Hellgrammite atacou Alex, que tentava entrar em contato com o D.O.E., mas foi capaz de vencê-lo usando-o contra si mesmo. De volta a base do D.O.E., Kara pediu para que Alex a treinasse, e ela prometeu que iria torná-la melhor do que ela. Alex mostrou para Kara uma sala que continha a inteligência artificial de Alura, e que somente ela poderia abri-la.[12]

Quando Ben Krull/Reactron foi à National City com a intenção de matar a Supergirl, em seu objetivo de fazer o Superman sofrer, Alex decidiu ajudar sua irmã apesar do homem não ser do interesse do D.O.E., já que ele não era um alienígena. Eventualmente, sua teimosia e determinação convenceu "Hank Henshaw" a ajudá-las também.[13]

Descobrindo a verdade sobre "Hank Henshaw"

No Dia de Ação de Graça, Alex ligou para Kara, que estava lidando com um alienígena em fuga do D.O.E., para que voltasse até seu apartamento, já que sua mãe iria visitá-las para o festival. Quando sua irmã chegou, Alex demonstrou estar nervosa com a visita de Eliza, dizendo estar preocupada com o que ela iria dizer sobre Kara ter se tornado a "Supergirl". Depois que ela chegou, as duas abraçaram-a. Mais tarde, a família Danvers ouviu Leslie Willis criticar a Supergirl em seu programa de rádio. No Noonan's, Alex disse que Eliza estava fingindo e que sua mãe estava zangada por ela ter permitido que Kara se tornasse a Supergirl, porém sua irmã adotiva a tranquilizou, dizendo que estava tudo bem e a aconselhou revelar a verdade; incluindo ser uma agente do D.O.E.. Quando um helicóptero começou a cair do céu, Alex esvaziou a rua, mandando que as pessoas fossem a um lugar seguro. Ela também viu a Supergirl voar em direção do helicóptero.

Alex discutindo com Eliza.

No dia seguinte, Alex e Eliza viram a notícia da Supergirl salvando Leslie, porém sua mãe mandou desligar a televisão. Alex percebeu que Eliza estava zangada com ela por ter permitido que Kara se tornasse uma super-heroína. Ela se defendeu dizendo que Kara já é uma adulta e que pode tomar suas próprias decisões, e que a culpa não é dela caso sua irmã fizesse algo que a deixasse irritada. Contudo, Eliza continuou firme com suas palavras. Alex, não querendo discutir, disse que tinha que terminar um trabalho e foi embora. No jantar, que contava com a presença de Winn, o clima estava tenso entre Alex e Eliza. Kara tentou quebrar o clima, mas suas tentativas falharam repetidamente. Alex revelou a verdade de que trabalhava no D.O.E. afim de sua mãe não lhe culpar por colocar Kara em perigo, e Eliza não aceitou isto de forma alguma. Alex reconheceu que Kara é uma heroína, mas quando faz a mesma coisa, ela está sendo a errada. Alex então saiu do apartamento.

Alex e Eliza se abraçando.

Quando a energia por toda National City foi derrubada, Alex voltou ao apartamento de Kara, preocupada pela segurança de sua mãe. As duas se sentaram no sofá, onde se desculparam por suas palavras, com Eliza reconhecendo que sua filha sempre protegia os outros em primeiro. Alex, em lágrimas, perguntou porque tudo que ela fazia não era bom o bastante, e Eliza explicou que foi mais dura com Alex porque queria que ela fosse melhor. Ela segurou seu rosto, dizendo que ela sempre foi sua Supergirl. As duas se abraçaram e se desculparam. Eliza disse que tinha que contar algo para ela e Kara, mas Alex recebeu uma ligação e teve que ir. Sua mãe disse para tomar cuidado, o que Alex afirmou que sempre o fazia. No D.O.E., Alex e o D.O.E. entregaram um dispositivo que ajudaria a derrotar Curto-Circuito. Alex disse que Leslie havia absorvido muita energia, e que esta energia poderia matá-la.

No dia seguinte, Eliza demonstrou seu orgulho pelas irmãs Danvers, com Alex reconhecendo que aquele era o melhor dia de sua vida. Eliza então revelou que Jeremiah, seu pai, também trabalhou no D.O.E., e que o homem havia morrido em um trabalho para a organização. Essa informação deixou Alex e Kara chocadas. Na base do D.O.E., "Hank" parabenizou a Supergirl por capturar Curto-Circuito. Quando o homem se distanciou, Alex afirmou que tinham que descobrir o que aconteceu com Jeremiah, o que Kara concordou.[1]

Alex e "Hank" questionando Maxwell.

No D.O.E., Alex examinou um drone que estava seguindo Kara, que também acusava "Hank" de espioná-la. Contudo, ninguém sabia de quem era a tecnologia. Alex garantiu a sua irmã que ela poderia confiar em "Hank". Depois que a Supergirl impediu um prédio de cair, Alex examinou o drone e a bomba usada para destruir o edifício, e acabou descobrindo que os dois eram compostos pela mesma tecnologia. Eles descobriram que Maxwell Lord, da Lord Tecnologias, estava por trás dos ataques. Kara disse que eles não poderiam confrontar Maxwell, mas Alex afirmou que sim, e mostrou seu distintivo do D.O.E. sendo alterado para uma projeção do FBI. As duas irmãs conversaram sobre Lucy Lane, e Alex garantiu que ela poderia conseguir namorar com James. Alex e "Hank" foram até Maxwell Lord, que não demonstrou preocupação por sua tecnologia ter sido usado para atos terroristas. Alex então foi encarregada de proteger Maxwell. Durante sua tarefa, o homem, que não confiava no governo, questionou os motivos de Alex trabalhar para o "FBI", com ela afirmando estar protegendo a todos do país. Ao chegarem no laboratório, Alex e Maxwell encontraram uma bomba. Eles cortaram um dos fios no dispositivo, acreditando que a contagem iria parar, mas ela apenas se acelerou. Alex ligou para Kara e a avisou sobre a bomba. Quando a heroína chegou, ela entregou a bomba, aconselhando-a sair da cidade.

Alex e "Hank" vendo a bomba.

No D.O.E., Alex visitou Kara depois que ela foi exposta na explosão, que a fez desmaiar. As irmãs foram informadas de que Ethan Knox havia construído a bomba. Quando Kara tentou ir encontrá-lo, Alex disse que sua irmã deveria descansar. Alex voltou até a Lord Tecnologias para alertar Maxwell sobre Ethan, que pretendia atacar o lançamento de seu super-trem. O homem, contudo, não acreditou em suas palavras, apesar da agente continuar insistindo. No D.O.E., Alex e a organização começaram a monitorar o evento, mas não encontraram Knox. Kara apareceu e disse que iria até lá, e Alex pediu para que sua irmã tomasse cuidado. Uma bomba foi encontrada no aeroporto de National City, enquanto outra também estava no trem. Alex e o D.O.E. foram até o aeroporto enquanto a Supergirl lidava com a bomba no trem. Ao chegarem, Alex e "Hank" foram até a bomba. Ela tentou usar um dispositivo para desativá-la, mas o aparelho não funcionou. "Hank" ordenou que ela saísse, e embora hesitou por um instante, Alex obedeceu as ordens. No lado de fora, um dos agentes perguntou se ele conseguiria. Alex disse para que ele se protegesse. Porém, a explosão não aconteceu e "Hank" caminhou para fora do aeroporto carregando a bomba. Alex se aproximou e perguntou como ele conseguiu desativá-la, mas "Hank" afirmou que a bomba era de mentira. De volta ao D.O.E., Alex examinou a bomba. Porém, durante isto, ela descobriu que "Hank" havia mentido sobre a bomba ser falsa.[14]

Alex, Supergirl e "Hank" vendo General Lane chegar.

Depois de saber a verdade sobre "Hank", Alex e Kara começaram a desconfiar do homem. Ela visitou sua irmã na CatCo, onde pediu para que Winn invadisse os servidores do D.O.E. para descobrir o que "Hank" escondia, mas ele negou a fazer isso. As duas explicaram a situação de Jeremiah, afirmando que queria descobrir o que aconteceu com seu pai. Apesar de recusar inicialmente, Winn concordou em ajudá-las. As duas foram chamadas por "Hank". Ao chegarem na localização, Alex ouviu o General Sam Lane demandar que a Supergirl fosse recrutada para seu batalhão. Ele e Lucy demandaram que a Supergirl enfrentasse um androide de combate, o Tornado Vermelho. No dia seguinte, Alex tranquilizou sua irmã, dizendo que ela iria ganhar. Ao entrar em uma tenda junto com outros agentes, Alex apostou 40 dólares de que Kara iria ganhar. Quando a Supergirl começou a danificar o androide, Alex tentou avisá-la pelos comunicadores que havia vencido o combate, mas a heroína não parou e continuou a socá-lo. Depois de derrubar seu braço, o Tornado Vermelho fugiu. No D.O.E., Alex e os outros ouviram o General Lane confrontar T.O. Morrow.

Alex foi à Lord Tecnologias. Ao entrar no prédio, Maxwell a cumprimentou, dizendo que não era um vilão. Alex afirmou que ele poderia provar isto e entregou o braço quebrado do Tornado Vermelho, com o homem rapidamente percebendo que o membro havia sido retirado com o sopro congelante da Supergirl, fazendo-a sorrir. Alex pediu para que ele a ajudasse localizar o Tornado Vermelho, mas o homem recusou, dizendo que estava muito ocupado. Ela pegou a maleta contendo o braço e foi embora. Depois que a Supergirl lutou contra o Tornado Vermelho na televisão, Maxwell ligou para Alex. Ao voltar para o prédio da Lord Tecnologias, Alex se deparou com um jantar, com Maxwell explicando que gostaria de conhecê-la melhor caso fossem trabalhar juntos. Os dois começaram a conversar sobre seus pais e suas respectivas mortes. Maxwell revelou que o Tornado Vermelho não agia sozinho, e explicou que alguém estava o controlando. Alex percebeu que T.O. Morrow era o culpado. Ela agradeceu pela dica e foi embora.

Alex e Kara conversando sobre Jeremiah.

No D.O.E., Alex explicou a situação para Kara e "Hank". Ela sugeriu que atraíssem o androide e então localizariam o homem controlando-o. Usando uma projeção holográfica do General Lane, o D.O.E. foi capaz de localizar Morrow. Alex foi até ele, onde descobriu que, para desativar o Tornado Vermelho, ela teria que matá-lo, já que suas funções neurais era o que controlavam o androide. Alex não quis fazer isto e os dois começaram a lutar. Apesar de não querer matá-lo, Alex usou sua arma e disparou contra ele (sem saber, salvando a vida de Kara, que estava sendo enforcada pelo Tornado Vermelho). Contudo, o androide não se desligou, e Alex explicou que o androide havia adquirido sua própria consciência. Felizmente, a Supergirl foi capaz de destruí-lo usando sua visão de calor, sobrecarregando-o e fazendo-o explodir. Mais tarde, Alex foi chamada ao apartamento de Kara. Winn explicou que "Hank" apagou alguns arquivos sobre uma missão na América do Sul, onde ele e Jeremiah estavam atrás de um alienígena hostil. Quando Kara questionou do motivo de "Hank" ter deletado os arquivos, Alex estava certeza de que foi ele quem matou seu pai.[15]

Depois que Kara perdeu seus poderes, Alex e o D.O.E. a examinaram. Sua irmã ficou louca sobre isso, mas Alex acreditava que era algo bom, aconselhando-a sair pelo mundo e viver como é "ser humana por um dia". "Hank" pediu para que Alex o ajudasse a conversar com Jemm, o que ela concordou. Depois que o homem saiu, Alex e Kara começaram a conversar sobre ele, afirmando que não podia confiar mais nele e tinha certeza de que ele escondia algo. Alex e "Hank" foram até a cela do alienígena, onde ela o ouviu o prisioneiro afirmar que iria expor "Henshaw". Ele pediu para que a cela fosse limpa, o que Alex afirmou que iria fazer isto. Quando um terremoto misterioso atingiu toda National City, os sistemas do D.O.E. ficaram offline, permitindo que Jemm escapasse da cela. "Hank" ordenou que Alex fechasse a base para preveni-lo de fugir. Ela hesitou inicialmente, mas seguiu o comando. Alex ligou para Kara e contou que estava presa na base com "Hank", e pediu para que ela ligasse quando seus poderes voltassem.

Alex questionando a autoridade de "Hank".

Alex, "Hank" e outros agentes foram até uma sala, onde ouviram a inteligência artificial de Alura dizer que eles não seriam capazes de derrotar Jemm. Quando "Hank" recrutou dois agentes para acompanhá-lo na busca pelo alienígena, Alex se aborreceu pelo fato de não ter sido chamada. O homem afirmou que precisava de alguém que confiava para vigiar os outros agentes. Alex e os outros agentes assistiram a missão através dos monitores, contudo eles acabaram perdendo o contato visual. Dois agentes acabaram morrendo, mas "Hank" desapareceu. Alex mandou os outros agentes se prepararem para saírem em uma missão, mas "Hank" apareceu e a impediu de sair. Ele disse que Jemm leu a mente dos outros soldados e sabia como abrir as celas dos outros prisioneiros. Alex disse para outro agente que aquela não era a primeira missão no qual "Hank" foi o único sobrevivente. Quando ele questionou o que fariam, Alex disse que eles sairiam no lado de fora, embora sem os inibidores neurais.

Alex apontando uma arma para "Hank".

Alex e o outro agente caminharam pelo corredor, onde encontraram os corpos dos outros dois soldados que acompanharam "Hank" inicialmente. Ela pegou um dos inibidores e descobriu que ele funcionava, apesar de "Hank" afirmar que ambos dispositivos haviam sido destruídos por Jemm. Alex ordenou que o agente colocasse o inibidor, mas Jemm o afetou com seus poderes. Ela viu o agente apontar uma arma em direção dela, percebendo que o homem estava sendo controlado pelo alienígena. Alex então saiu correndo. Alex foi puxada para uma sala por "Hank", que a confrontou por ela estar em campo. Alex e "Henshaw" começaram a discutir, mas foram interrompidos por Donovan, que pediu para se encontrar com Alex. "Hank" a interrompeu, pois percebeu que aquele era Jemm. Quando "Hank" ordenou que fossem para um lugar seguro, Alex levantou sua arma contra o homem e mandou que ele jogasse sua arma no chão. "Hank" afirmou que ele não era o inimigo, e então Alex, não conseguindo mais se segurar, disse que sabia a verdade sobre Jeremiah. Ela então entregou algemas e o mandou colocar-se sobre algumas barras. Alex usou o comunicador para chamar por Jemm, oferecendo-se para abrir as celas dos outros prisioneiros.

Alex vendo J'onn J'onzz pela primeira vez.

No encontro, Alex se escondeu e disparou contra o alienígena, que a chamava. Ela também ativou um explosivo plantado próximo de Jemm, e em seguida usou uma escopeta para atacá-lo. Porém, nenhum de seus ataques surgia efeito no alienígena, que a derrubou com um único golpe. De repente, "Hank" apareceu e começou a lutar contra Jemm, matando-o ao estalar seu pescoço. Alex assistiu ao confronto no chão, e quando as luzes voltaram, "Hank" afirmou que ele não era o inimigo. Depois que tudo voltou ao normal, Alex ligou para Kara depois de ver que os poderes de sua irmã haviam voltado. Alex seguiu "Hank" até uma sala. O homem perguntou se ela queria saber a verdade, mas que não poderia contar nem mesmo para Kara. Alex afirmou que sim. "Hank" disse que ele não era Hank Henshaw, e que o homem havia morrido na mesma noite que Jeremiah. Ela descobriu que o homem à sua frente era o alienígena que seu pai e o verdadeiro Hank estavam procurando anos atrás, e também quem Jeremiah salvou, sacrificando sua vida. Ele revelou sua verdadeira forma: um marciano verde chamado J'onn J'onzz, que jurou para Jeremiah proteger ela e Kara.[9]

Comandante de emergência

Depois que Astra atacou Kara, Alex a treinou na sala de kryptonita. Ao perceber que sua irmã se segurou, Alex a confrontou e questionou-a se ela estaria disposta a matar sua tia. Depois que a kryptoniana foi presa e levada ao D.O.E., Alex ligou a Kara para informá-la que Astra havia acordada, mas conversaria apenas com ela. Depois que Astra atacou Kara, Alex a treinou na sala de kryptonita. Ao perceber que sua irmã se segurou, Alex a confrontou e questionou-a se ela estaria disposta a matar sua tia.

Alex consolando Kara.

Depois que a kryptoniana foi presa e levada ao D.O.E., Alex ligou a Kara para informá-la que Astra havia acordada, mas conversaria apenas com ela. Depois que Kara descobriu que foi usada por sua mãe, Alex a acompanhou até a sala onde sua inteligência artificial estava guardada, e ouviu-a confrontá-la, porém a programação respondia apenas com "não fui programada para responder a isso". Depois que Kara usou sua visão de calor contra o holograma e começou a chorar, Alex desativou-a, consolando sua irmã, que estava enfurecida por não receber uma resposta direta, dizendo que aquela não era a Alura de verdade. Alex tentou ajudá-la, dizendo que Kara não sabia o que havia acontecido naquela época, mas apenas através das palavras de Astra. Porém, ela saiu da sala. No D.O.E., Alex e J'onn reviram as gravações da luta da Supergirl e Astra. Ambos perceberam que Astra queria estar lá e apenas perdeu por vontade própria. Os dois foram confrontá-la, com Alex dizendo que entraria na cela para arrancar a informação caso fosse necessário. Quando os kryptonianos atacaram a Lord Tecnologias, Alex e outros agentes do D.O.E. foram até lá. Quando estava prestes a ser morta por Non, a Supergirl apareceu e começou a enfrentá-lo.[16]

Depois do confronto com os kryptonianos, J'onn acabou sendo capturado por Non. Alex confrontou Maxwell, que estava tentando voltar ao trabalho depois do ataque. Ela insistiu que aquilo era uma cena de crime e que deveria deixar a área, mas Lord dispensou isto e expulsou a organização, afirmando que sua parceria havia acabado. No D.O.E., Kara perguntou quem lideraria a organização agora que "Hank" havia desaparecido. Porém, eles descobriram que era Alex quem seria a "comandante de emergência", com Kara comentando que os dois haviam superado seu conflito bem rápido. Alex ordenou que a agente Vasquez vasculhasse a cidade inteira na procura pelo homem, e que fosse atualizada de 10 em 10 minutos. Na sala de armas, Alex garantiu para sua irmã que "Hank" sabia se virar por conta própria. Ela então permitiu que Kara interrogasse Astra para descobrir onde "Hank" havia sido levado.

Alex e Supergirl conversando com Non.

Kara levou comida para Alex, com ela afirmando que sua irmã era sua "pessoa favorita". As duas foram interrompidas por uma gravação de Non, que estava disposto a trocar "Hank" por Astra. Alex não acreditou nisto e demandou ter uma prova de que "Henshaw" estava vivo. Ao vê-lo, "Hank" a elogiou por sua promoção, o que a fez sorrir. Alex afirmou que iria resgatá-lo e levá-lo de volta ao D.O.E.. Non deu vinte e quatro horas para entregarem Astra, senão "Hank" morreria. Alex conversou com Kara sobre a situação, dizendo que se não obedecesse as ordens, "Hank" iria morrer, e caso o fizesse ela libertaria Astra; de qualquer modo, seria uma derrota. As irmãs Danvers descobriram que o General Sam Lane havia recebido a autorização para liderar o D.O.E., o que não agradou Alex e Kara. Porém, elas concordaram deixá-lo liderar.

Quando encontraram uma possível localização de "Hank" depois que Astra revelou-a (após ter sido torturada pelo General Lane), Alex avisou para a Supergirl sobre a missão. Porém, ao chegarem, eles descobriram que era uma armadilha. A Garota de Aço foi capaz de salvar Alex e outro agente, usando sua capa para proteger sua irmã da explosão. Sem tempo sobrando, Alex e a Supergirl decidiram aceitar a troca. Quando estavam levando Astra, as duas foram interceptadas pelo General Lane e outros militares, que apontaram suas armas em direção das mulheres. Alex ordenou que deixasse-a passar, relembrando-o de que suas ordens eram de trazer "Hank" de volta, afirmando que ela iria fazer isso. No ponto de encontro, Astra percebeu que Alex não era a favor da troca. Ela afirmou que, se dependesse dela, iria deixá-la "apodrecer naquela cela", mas queria mostrar aos outros kryptonianos que existem pessoas melhores que o General Lane. A troca foi realizada, mas Non emboscou a todos e estava prestes a atacar os agentes do D.O.E.. Alex, percebendo que estavam em desvantagem, disse para J'onn que ele tinha que se transformar. Porém, Astra impediu o ataque. No D.O.E., Alex e J'onn revelaram para Kara que ele é um marciano, o que a deixou surpresa.[17]

Jantar com Max

Alex e Maxwell Lord em um jantar.

Depois do ataque dos kryptonianos na Lord Tecnologias, Alex, que em investigações anteriores se tornou próxima de Maxwell, aceitou o convite do homem para jantar com ele, onde iria interrogá-lo. Depois de descobrir que o prato de entrada que comiam eram ovos de cobra (que custavam 100 dólares cada), Alex cuspiu-os em um guardanapo e começou a questioná-lo sobre o que os alienígenas queriam de seu laboratório. Max relembrou que a Supergirl é uma alienígena também, mas Alex respondeu dizendo que ela é uma alien que salvava vidas. Max questionou-a qual era sua ligação com a heroína, e Alex esclareceu que a Supergirl trabalhava para a organização no qual era empregada, e que ela é uma funcionária muito competente. Finalmente, Maxwell disse que os alienígenas não roubaram nada de seu laboratório e propôs um brinde à Alex. Sem seu conhecimento, o homem havia colocado um escuta em sua bolsa, e, naquela mesma noite quando Alex foi ao apartamento de Kara, ele descobriu que as duas eram irmãs.[18]

Alex prendendo Maxwell Lord.

Depois da aparição de Bizarro em National City, Alex foi visitar Max, dizendo que sabia que ele era o responsável. O homem, embora indiretamente, confessou que criou Bizarra, e ameaçou Alex dizendo que iria expor sua família caso ela contasse a verdade. Apesar disto, Alex ordenou que os agentes do D.O.E. o levassem preso. Quando ela foi ameaçada novamente, com Max dizendo que iria expor a verdadeira identidade da Supergirl, Alex o jogou contra a mesa, afirmando que ninguém nunca iria acreditar nele. Ela o levou ao D.O.E., onde foi criticada por J'onn, que disse que ela não deveria ter o prendido já que o homem não é uma alienígena. Alex se sentiu ofendida, dizendo que ele deveria entendê-la por estar fazendo o que é necessário para proteger sua família.[19]

Salvando Kara e matando Astra
"Eu estou tentando te lembrar da verdade. A vida não é perfeita. Eu sei que é difícil e solitário, principalmente pra você. Você sacrificou e perdeu tanta coisa. Eu queria que você pudesse ter tido uma vida com a sua família, mas mesmo que tivesse Kara, não seria assim. Porque isso... isso não é real. No fundo você sabe. Eu não posso te prometer uma vida sem dor nem perdas, porque a dor é parte da vida. É o que nos torna quem somos. O que faz de você uma heroína. Você luta todos os dias pra garantir que ninguém mais sofra como você sofreu. Eu sei que você consegue lembrar, por favor. Por favor, tente Kara. Porque a Terra precisa da Supergirl."
—Alex Danvers para Kara Zor-El[fonte]

Alex atacando Maxwell.

Depois que Winn e James a informaram que Kara não estava na CatCo, Alex percebeu que alguma coisa estava errada, já que ela também não estava em uma missão do D.O.E.. O trio foi até o apartamento de Kara. Ao chegar, James perguntou se Alex havia levado a chave. Ela afirmou que sim e chutou a porta, ao entrar, eles encontraram Kara desmaiada no chão com um organismo preso em seu peito. Eles a levaram ao D.O.E., onde começaram a examinar Kara. Alex informou a J'onn que o corpo dela estava desligado. Alex foi até a cela de Maxwell e começou a atacá-lo, acreditando que ele foi o responsável por atacar a Garota de Aço, mas o homem negou seu envolvimento. Porém, Alex foi retirada de cima dele por J'onn. Enfurecida, ela saiu da sala. Alex voltou até Kara e tentou remover o organismo à força, porém, ao fazer isso, Kara começou a convulsionar. Eles perceberam que não podiam removê-lo, afirmando que Kara morreria casso o fizessem.

Ao ouvir J'onn gritar com uma agente, Alex pediu para que ele não descontasse sua raiva com os outros agentes. Ela então pediu para que J'onn se passasse por Kara e fosse até a CatCo, já que Cat Grant havia ameaçado demiti-la. Alex visitou a sala que continha a inteligência artificial de Alura Zor-El e começou a descrever o alienígena para o holograma, mas o dispositivo não foi capaz de reconhecer. Alex se enfureceu, dizendo que ela quer proteger Kara e que a amava tanto. Ela se abriu e disse que devia ter sido uma irmã mais velha melhor, afirmando que ela era sua família e ela precisava de sua ajuda. Contudo, o holograma apenas afirmou o que disse anteriormente, que não tinha informações suficientes para reconhecer a espécie.

Alex confrontando Astra.

Alex voltou ao apartamento de Kara, onde começou a ver uma foto dela ao lado de sua irmã. Ao perceber que Astra havia entrado, Alex sacou sua arma e começou a atirar contra a mulher, porém, as balas apenas ricochetearam no corpo dela. Astra segurou-a pelo pescoço, dizendo que queria ajudar Kara e não lutar. Astra revelou que o organismo preso em Kara se chama Clemência Negra, que prendeu Kara em uma fantasia e que apenas ela poderia despertar. Ela afirmou que poderia ajudá-la, mas teria que confiar nela. Alex se aproximou, dizendo firmemente que na última vez que fez isto, seis soldados foram mortos. Astra notou uma fotografia de Alex com Kara, dizendo que sabia que as duas tinham uma ligação apenas do que uma mera amizade. Alex disse que elas eram irmãs. Astra perguntou o que elas são, já que sua sobrinha é a irmã de Alex, mas ela afirmou que não eram nada. Na CatCo, Alex sugeriu para J'onn que entrasse na mente de Kara e a ajudasse recusar a alucinação. Ela continuou insistindo que isto iria funcionar, mas se surpreendeu quando ele concordou com o plano, já que acreditava que iria negá-lo.

Alex em "Krypton".

No D.OE., Alex pediu para que tirassem Maxwell de sua cela. Ela conversou com J'onn sobre o plano e seus riscos. Quando Lord chegou, Alex pediu para que ele construísse um modo de poder entrar na mente de Kara. Antes de começar a missão, Alex pediu um favor a James: para que ele não deixasse J'onn retirá-la da mente de sua irmã, afirmando que voltaria com ela ou não voltaria mais. Ao entrar na sala, Maxwell explicou como o capacete especial que construiu funcionava. Ela então foi deitada ao lado de Kara e o capacete ligado. Ao acordar, Alex chamou pelo nome de Kara, mas não encontrou ninguém. Depois de se levantar, ela percebeu que estava em "Krypton".

Com uma arma em suas mãos, Alex começou a caminhar pelos corredores. Ao ouvir algumas vozes, Alex a seguiu e encontrou Kara com sua família (Alura, Zor-El e Kal-El). Ela se aproximou de Kara, mas ela não a reconheceu. Quando disse ser sua irmã, Kara afirmou que não tinha irmã. Alex explicou o que estava acontecendo, afirmando que estava lá para levá-la para casa. Porém, Kara disse que já estava "em casa" e usou um objeto para nocautear Alex. Ao despertar, Alex descobriu que estava em julgamento, e sua pena era exílio na Zona Fantasma. Quando começou a ser levada, Alex disse para Kara que precisava dela. Ela conseguiu derrubar os agentes e se aproximou de Kara, implorando para que ela despertasse e voltasse para casa com ela. Ao dizer que o mundo precisava da "Supergirl", Kara começou a se lembrar. Alex disse que não podia fazer a escolha, ela teria que realizá-la sozinha, e continuou dizendo que precisava de sua irmã.

Alex depois de matar Astra.

Quando estava prestes a tocar na mão de Kara, Alex despertou no mundo real. Ao perceber o que havia feito, ela confrontou J'onn e James, acreditando que havia sido retirada da mente de sua irmã. Porém, Alex saiu porque Kara havia rejeitado a fantasia, e instantes depois a Supergirl se levantou da mesa. Quando a heroína perguntou quem havia feito aquilo com ela, Alex disse que foi Non. Quando os kryptonianos se reuniram para iniciar a próxima fase de seu plano para conquistar a Terra, eles decidiram usar os satélites da Tecnologias Lord e conectá-los ao seu dispositivo. Alex atirou em Astra de um helicóptero e a distraiu da ativação do dispositivo. Uma luta entre elas começou. Alex insistiu que ela não queria lutar com Astra, sabendo que ela ainda amava sua sobrinha porque ela teve muitas oportunidades de matar Kara e Alex, mas não o fez. Alex ofereceu a Astra uma chance de se render, mas elas foram interrompidas por J'onn, que começou a lutar com ela. Enquanto Astra derrotava o marciano, alegando que lhe daria uma "morte honrosa", Alex esfaqueou Astra nas costas com uma espada de kryptonita, matando-a. Quando Kara chegou, J'onn encobriu Alex, alegando que ele matou Astra porque não conseguia ver nenhuma outra maneira de derrotá-la.

No D.O.E., Alex questionou J'onn do porque ele mentiu sobre a morte de Astra. Ele explicou que não queria mudar o fato de que Kara via sua irmã como sua heroína. Mais tarde, Alex, Winn e James comemoraram com Kara em seu apartamento, confortando-a sobre a morte de sua tia e tudo que passou com a Clemência Negra. Alex tentou contar a verdade, mas mudou de ideia e disse sobre J'onn ter se passado por ela na CatCo.[7]

Alex e Supergirl libertando Maxwell Lord.

Enquanto passava a noite com Kara, Alex tentou novamente contar a verdade para sua irmã, mas foi interrompida pela chegada de Non. No D.O.E., depois de ver Kara agindo de forma fria com J'onn, Alex disse que não aguentava mais esconder o segredo, mas o marciano insistiu que continuasse com a mentira. Alex liderou uma equipe de agentes até um alienígena, fugitivo do Forte Rozz, mas encontraram-o acorrentado. Ela e os outros agentes começaram a atacar um indivíduo de armadura que se revelou, e viram-o ir embora com o alienígena saindo voando. Na DPNC, Alex e J'onn descobriram que o indivíduo estava matando os alienígenas. Alex descobriu que o indivíduo matava os alienígenas conforme eles foram presos no Forte Rozz, e mais tarde Alex informou Kara que o criminoso era um policial corrupto. As duas foram confrontá-lo, mas Alex acabou sendo baleada. Felizmente, ela foi protegida devido ao seu colete, mas Kara foi levada pelo alienígena. Alex ficou desesperada para encontrar sua irmã, e durante sua busca, descobriu que o indivíduo que assassinava os prisioneiros era um antigo guarda de Forte Rozz. Alex e outros agentes do D.O.E. foram até uma cabana onde o homem se encontrava, descobrindo que ele realizava as execuções em sua nave abaixo do lugar. Alex e os outros agentes foram capazes de resgatar a Supergirl e outro alienígena capturado, que era um professor na Terra. O D.O.E. decidiu libertar Maxwell Lord, já que ele não era um alienígena, e Alex o alertou que iria expor seus crimes caso ele revelasse a identidade secreta da Supergirl.[20]

Depois que Kara se demitiu do D.O.E.,[20] Alex visitou o apartamento de sua irmã para lhe entregar uma caixa de rosquinhas, como um pedido para que voltasse a organização. Ela continuou insistindo que ela voltasse, se apoiando na mentira de que J'onn foi quem matou Astra. Depois que Kara mencionou que Astra estava começando a se tornar do bem, e que estava conseguindo fazê-la ver a luz, Alex começou a se sentir culpada. Antes que pudesse respondê-la, Kara saiu para trabalhar. Alex treinou com J'onn no D.O.E., onde revelou que sentia saudades de Kara. Ela acreditava que a Supergirl era uma parte integral da organização, mas J'onn acreditava que o D.O.E. ficaria normal, e seu relacionamento com Kara ficaria normal. Alex perguntou como ficaria sua relação com a kryptoniana, mas o marciano disse que já estava acostumado a perder as pessoas.

Kara consolando Alex.

No D.O.E., Alex e J'onn rastrearam um sinal alienígena vindo do apartamento de Kara. Ao chegarem, a dupla encontrou Brainiac-8 enforcando Winn e James, mas ela fugiu, se materializando no computador. O D.O.E. recrutou Winn para ajudá-los a localizar Indigo. Todos descobriram que a coluana pretendia lançar um míssil contra National City. Quando ele foi disparado, Alex disse que iria enviar uma equipe ao Forte, mas Winn avisou que os agentes não chegariam rápido o bastante. Ela atendeu uma ligação da presidente, que declarou uma evacuação. Felizmente, a Supergirl foi capaz de derrubar o míssil e retirá-lo da rota. Enquanto treinava com J'onn novamente, Kara apareceu e disse que estava disposta a voltar para a organização. Alex estava prestes a sair da sala, mas começou a contar a verdade. Embora J'onn pedisse para que parasse, ela continuou, e revelou que matou Astra com a espada de kryptonita. Acreditando que sua irmã a odiava, Alex começou a chorar, mas Kara apenas a abraçou.[21]

Se tornando uma fugitiva

Alex observando Kara.

Alex aconselhou Kara sobre James ter terminado com Lucy, dizendo que ela não era o motivo pelo término e que ela deveria tomar uma atitude antes que "outra Lucy Lane apareça". Elas descobriram que a Senadora Miranda Crane estava aumentando o orçamento do D.O.E. em sua batalha contra Non. Depois que a Supergirl apagou um incêndio, Alex e outros agentes do D.O.E. ouviram J'onn contar sobre um fugitivo do Forte Rozz; K'hund. Porém, Kara estava agindo de forma estranha. Depois que a missão de captura ao K'hund fracassou, no qual Kara disse ter lutado contra o alienígena mas ele conseguiu escapar, Alex e J'onn conversaram com a Supergirl em particular. Ela ouviu Kara confrontá-lo, dizendo que ele poderia capturar o criminoso por conta própria e que é tão poderoso quanto ela. Depois que Kara saiu enfurecida, Alex observou seus passos, sabendo que havia algo errado.

Mais tarde, Alex e outros agentes do D.O.E. foram capazes de capturar o K'hund. Ao ser vista chegando na base por "Hank", o homem comentou que ela "teve mais sorte que a Supergirl", com Alex afirmando que já havia lidado com coisas piores. Quando o alienígena começou a dizer que a Supergirl permitiu que ele escapasse, Alex mandou que o criminoso fosse levado. Enquanto conversavam, Alex e J'onn foram interrompidos por Winn e James, que disseram que Kara estava agindo de forma estranha. Alex concordou com isso, e contou a eles sobre o ocorrido com o K'hund. J'onn pediu para que Alex buscasse pelas últimas missões da heroína, e ao fazer isso, encontrou uma leitura de uma sintética no prédio no qual a Supergirl apagou o incêndio. Enquanto se questionavam quem poderia ter feito aquilo, Maxwell Lord apareceu, revelando que foi ele o culpado. Alex o colocou em uma cela, onde o homem revelou que pretendia fazer uma armadilha ao Non e matá-lo, mas a Supergirl apareceu. Alex então demandou que Maxwell criasse uma cura. Não só por seu próprio bem, mas pela cidade.

Alex ouvindo Kara confrontá-la.

À noite, Alex visitou o apartamento de sua irmã. Ao chegar, ela percebeu que a porta estava aberta e sacou sua arma. Ao entrar, ela olhou pelo reflexo de um espelho e avistou sua irmã usando um traje tático de guerra. Kara disse que havia escolhido sua própria vestimenta e usou sua visão de calor para incendiar suas roupas. Alex usou um extintor de incêndio para apagar as chamas, e em seguida começou a conversar com Kara, tentando apelar para sua humanidade. Porém, como seu cérebro havia sido alterado pela Kryptonita Vermelha, Kara não ouviu as palavras de Alex e começou a dizer seus piores pensamentos, como elas nunca foram irmãs e que Alex tinha inveja de seus poderes. Alex ficou em silêncio, em lágrimas, vendo sua irmã sair voando do apartamento.

Alex prestes a ser atacada pela Supergirl.

Ao voltar para o D.O.E., Alex perguntou a Max se a cura já estava pronta, o que o homem respondeu com um simples "quase". J'onn perguntou como Kara estava, e Alex afirmou que aquela não era sua irmã e temia do que ela seria capaz de fazer. A Senadora Crane apareceu e demandou que a Supergirl fosse derrubada. Depois que J'onn mandou uma equipe encontrar a Supergirl, Alex recebeu a arma que retiraria a kryptonita vermelha do sistema de Kara. No campo de batalha, a Supergirl passou voando por perto dos agentes, fazendo-os cair e derrubarem suas armas. O mesmo aconteceu com Alex, que acabou tendo seu braço quebrado. No chão, Alex suplicou para que a sua irmã não a atacasse. Ela estava prestes a ser morta, mas J'onn, que revelou sua forma de marciano verde ao mundo, começou  lutar contra a Supergirl. Com a heroína no chão, derrotada por J'onn, Alex usou a arma contra ela, retirando a kryptonita vermelha de seu sistema. Vendo que J'onn ainda estava lá, Alex o apressou para que fosse embora, mas o marciano apenas se rendeu aos agentes do D.O.E. que o cercava.

Alex e J'onn.

Depois que Kara acordou no D.O.E., livre do controle da kryptonita sintética, ela perguntou se havia matado alguém, mas Alex disse que não. Ela então notou seu braço quebrado e começou a chorar, mas Alex a tranquilizou dizendo que ossos se curam, e o dela também vai. Kara se desculpou pelo que disse mais cedo, e Alex, apesar de perdoá-la, sabia que haviam certas verdades no que ela disse, garantindo a ela que iriam resolver seu problema juntas. Mais tarde, Alex visitou J'onn, que havia sido aprisionado. Ela perguntou do porque não ter fugido, o que o marciano disse que passaria mil anos em uma cela apenas para manter ela e Kara seguras.[22]

Alex e Supergirl confrontando Jim Harper.

Alex visitou a cela de J'onn novamente, comentando que ele não parecia tão perigoso comendo chocolate. Ele então a aconselhou mentir, mas Alex negou, dizendo que nunca iria mentir sobre conhecê-lo. Em seguida, Alex e a Supergirl descobriram que o Coronel Jim Harper e a Major Lucy Lane iriam interrogar os membros da organização. Enquanto J'onn era interrogado, Alex pediu para que Kara usasse sua super audição para ouvir a conversa, mas sua irmã disse que havia sido "bloqueada" para fora da sala. Enquanto o marciano era escoltado, Alex e a Supergirl interceptaram o caminho. Alex disse que J'onn havia salvo suas vidas milhares de vezes, e que enquanto comandava o D.O.E. o mundo nunca foi colocado em risco. Harper então disse que ela seria a próxima pessoa a ser interrogada.

Alex conversando com Kara sobre Jeremiah.

Conectada a um polígrafo, que detectaria suas mentiras, Alex mandou que ligasse o dispositivo, dizendo que não tinha nada a esconder. Ela então começou a contar sobre seu passado com J'onn, contando que ele havia lhe dado um lar e um propósito, e que tinha orgulho disto. Harper questionou Alex se ela sabia se "Hank" era um alienígena, mas ela negou, sendo capaz de enganar o polígrafo. Porém, quando estava prestes a sair da sala, Lucy percebeu que Alex estava mentindo e a levou presa. Enquanto era levada por Lucy, Alex deu uma última olhada para Kara, que questionava Jim Harper sobre o que era o Projeto Cadmus, que era para onde ela e J'onn seriam levados. Enquanto J'onn e Alex eram levados, Harper disse para ela se acomodar, já que era "propriedade do Cadmus agora". Depois que conseguiram se libertar, J'onn entrou na mente de Jim e descobriu que Jeremiah estava com Cadmus. Enquanto J'onn e Alex eram levados, Harper disse para ela se acomodar, já que era "propriedade do Cadmus agora". Depois que conseguiram se libertar, J'onn entrou na mente de Jim e descobriu que Jeremiah estava com Cadmus. No lado de fora, Alex disse para Kara que ela e J'onn iriam deixar National City e ir atrás de Jeremiah.[6]

Ativação de Miríade

Alex dizendo para J'onn e Eliza que irá ajudar Kara.

Enquanto estavam indo ao Cadmus, a dupla decidiu ir para Midvale, com Alex usando uma peruca loira e J'onn transformado em uma criança. Quando dois policiais entraram no ônibus na procura deles, Alex começou a retirar a arma de sua bolsa, mas colocou-a de volta assim que a oficial se aproximou. Eles então desceram do veículo, e Alex sorriu aliviada. A dupla chegou até Midvale, onde se encontraram com Eliza. Quando J'onn se revelou, Alex tranquilizou sua mãe, dizendo que o marciano havia sido salvo por Jeremiah. Depois de descobrirem o que estava acontecendo National City, Alex ligou para Kara, que informou-a que Cat e Maxwell estavam protegidos dos efeitos de Miríade. Quando J'onn disse que iria voltar, Alex respondeu a mesma coisa, mas o marciano disse que não. Apesar de J'onn negar seu envolvimento, Alex decidiu ir da mesma forma, dizendo que ele poderia protegê-la usando seus poderes. Ela então prometeu que iria tentar voltar, e tentou dizer a verdade sobre Jeremiah, mas foi impedida por J'onn.

Alex tentando convencer Non a desistir de seu plano.

Ao chegarem em National City, Alex notou que J'onn estava fraco, e ele explicou que era por usar seus poderes para protegê-la, já que o sinal de Miríade era muito forte. Ela perguntou porque não a deixou contar a verdade, mas J'onn explicou que não podia dizer nada até derrotarem Non. De repente, Alex foi derrubada por Indigo. J'onn começou a lutar contra Brainiac-8, mas estava muito fraco para vencer a batalha. A coluana segurou Alex pelo pescoço e a ameaçou matá-la. Contudo, Alex não temeu diante das palavras aterrorizantes da antiga prisioneira de Forte Rozz, e disse para J'onn encontrar a Supergirl e salvarem a cidade juntos. O marciano caiu no chão, e com isso o cérebro de Alex foi exposto a Miríade. Alex foi levada até o esconderijo dos kryptonianos, onde foi confrontada por Non enquanto a relembrava do assassinato de Astra. Ela tentou convencer Non a deixar seu plano de lado, insistindo que não era o que Astra queria, mas Indigo foi capaz de manipulá-lo. Ele então usou Alex, equipada com um exoesqueleto de kryptonita, e a enviou até Kara, afim de matá-la.[23]

Alex começou a lutar contra Kara e estava prestes a matá-la, mas quando Eliza apareceu, tendo sua mente protegida por J'onn, e começou a dizer que acreditava nela, Alex foi capaz de se livrar do controle mental da Miríade antes de matar Kara com a mesma espada de kryptonita que usou para matar Astra. Mais tarde, Alex contou para sua mãe que Jeremiah estava vivo, e que ela e J'onn pretendiam ir salvá-lo do Projeto Cadmus. Depois que Non decidiu usar a programação da Miríade para matar a todos do planeta Terra, Kara decidiu levar a fonte do programa, o Forte Rozz, ao espaço. Porém, ao chegar lá, ela perdeu sua consciência e desmaiou. Felizmente, Alex usou a cápsula de sua irmã para ir ao espaço e resgatá-la. Alex esteve presente na festa de celebração no apartamento de Kara, porém, uma cápsula passou voando pela janela e a Supergirl e J'onn foram atrás dela.[24]

Cadmus e invasão Daxamita

Visita de Superman

Quando o Superman foi até National City depois que ele e a Supergirl impediram um acidente, Alex notou que havia uma tensão entre ele e J'onn. Ela tentou descobrir o que aconteceu, e soube que o Superman já ajudou o D.O.E. a encontrar um asteroide composto por um minério kryptoniano e, apesar de pedir para J'onn destruí-lo, ele decidiu guardar o meteorito, fazendo com que os dois alienígenas se desentendessem. No dia seguinte, depois de ter sobrevivido dois atentados, Lena Luthor realizou a cerimônia de nomeação da Luthor Corp para "L-Corp". Porém, no momento em que começou seu discurso, diversas bombas começaram a serem detonadas, fazendo-a fugir. John Corben, que estava disfarçado como um policial, tentou matá-la a mando de Lex Luthor, mas Alex interviu e começou a lutar contra ele. A agente acabou perdendo o confronto e foi levada como refém pelo assassino, mas, antes que pudesse ir embora, ele foi baleado pro Lena, libertando Alex do homem.[25]

Supergirl e Alex vs Metallo.

Depois que Corben retornou como um ciborgue chamado "Metallo", Alex e Winn perceberam que o estoque de kryptonita do D.O.E. havia sido roubado por um agente infiltrado: J. McGill. Querendo prendê-lo em ação, Alex ordenou que um estoque de kryptonita fosse retirado da organização. Porém, antes que pudesse apreendê-lo, Alex acabou sendo baleada por um agente do Projeto Cadmus e foi nocauteada pelo mesmo. Ao acordar, uma mulher, que apenas se chamava de "Doutora do Cadmus" se apresentou a Alex e lhe ofereceu um lugar ao seu lado no Cadmus, afirmando que ela morreria caso não aceitasse a oferta. Alex é capaz de lutar contra alguns agentes, e em seguida foi salva pela Supergirl. Mais tarde, Kara e Alex (que usava o exoesqueleto de kryptonita) enfrentaram o Metallo juntas e foram capazes de derrotar o ciborgue, que foi derrotado depois que Alex usou um pedaço de cano para perfurar seu coração de kryptonita.[26]

Conhecendo Maggie Sawyer

Alex conhecendo Maggie.

Depois de uma tentativa de assassinato a Presidente Olivia Marsdin, Alex encontrou a Detetive Maggie Sawyer coletando evidências no aeroporto e a questionou o que ela fazia em sua cena do crime. Maggie disse que era membro do Departamento de Polícia de National City, e seu trabalho era investigar assuntos relacionados a alienígenas. Alex tentou retirá-la da investigação, mas Maggie provou que seu intelecto era semelhante ao seu, culminando em uma troca de palavras entre as duas, que finalmente terminou com Alex se afirmando severamente.

As duas se encontraram novamente quando Alex liderou uma equipe de agentes do D.O.E. a um armazém, onde um kryptoniano rebelde se escondia, onde Maggie já estava graças a seus contatos na rua. O equipamento e equipe que Alex liderava fez Maggie deduzir que ela era uma agente do D.O.E., o que deixou Alex surpresa. Mais tarde, depois de levar uma bronca de Kara por ter ido até o kryptoniano sem ela, Maggie convidou Alex ao Bar do Al para tentar descobrir onde estava Mon-El, já que todos acreditavam que foi ele quem atacou a presidente. Ao chegarem, uma garçonete, Darla, comentou que Maggie havia "seguido em frente". Confusa, Alex perguntou a Sawyer se a garçonete era um Roltikkon, o que Maggie confirmou, junto com o fato de que ela e Darla eram um casal, fazendo Alex perceber que ela foi confundida pela alienígena como a nova paixão de Maggie.

No dia seguinte, Alex e Maggie compareceram ao evento onde a Presidente Marsdin assinaria o ato de anistia alienígena. Durante a cerimônia, Scorcher tentou assassinar a presidente novamente. Alex e Maggie tentaram impedi-la, mas a mulher conseguiu escapar e sequestrou Maggie, e levou-a até uma fábrica abandonada. Em seguida, a Supergirl e Alex foram resgatar Maggie, que ajudou-as lutar contra a alienígena terrorista. Depois de ser checada pelos médicos do D.O.E., Maggie agradeceu Alex por salvar sua vida e foi embora, dizendo que tinha um encontro com uma mulher.[27]

Alex e Maggie no clube de luta.

Alguns dias depois, Maggie levou Alex até uma cena de crime, onde encontraram o cadáver de um alienígena. Depois de analisarem seus punhos, elas chegaram na conclusão de que antes de sua morte, ele lutou contra um alienígena e foi morto pelo mesmo. Mais tarde, elas foram até a casa de um suspeito, mas apenas o viram ser capturado e levado até uma van escura. À noite, elas se infiltraram em um clube de luta ilegal em National City, dirigido por uma mulher chamada Roleta, onde alienígenas são forçados a lutar até a morte por dinheiro. Na primeira batalha, Miss Marte lutou contra o alienígena capturado, e quando estava prestes a matá-lo, a Supergirl apareceu. Alex e Maggie atiraram para o alto, afim de fazer as pessoas presentes irem embora.

Mais tarde, no D.O.E., Alex e Kara contaram para J'onn que viram M'gann no clube de luta ilegal. Depois que ambos marcianos foram capturados, Alex informou para Kara onde a luta aconteceria, mas não encontrou nada ao chegar lá. Porém, depois que a Supergirl descobriu o novo endereço, Alex e Maggie organizaram a polícia e foram capazes de prenderem Roleta. Infelizmente, a mulher foi capaz de ser solta graças a seus "amigos nos lugares altos". Antes que entrasse em sua limousine, Alex disse para Roleta que sua hora chegaria. Depois disso disto, Alex convidou Maggie para beber junto com ela, mas a detetive recusou e saiu com sua namorada. Ao ver o casal indo embora, Alex sentiu um pouco de ciúmes.[28]

Algum tempo depois, Alex e Maggie estiveram jogando em um bar quando a detetive revelou que havia terminado com sua namorada. Alex tentou animá-la, e então as duas partiram para uma loja onde um diamante havia sido roubado. Depois de lidarem com a situação, Alex convidou Maggie para irem a outro lugar juntas. Interpretando isso como um convite a um encontro, Maggie disse que não sabia que Alex era "afim de garotas". Chocada, Alex começou a negar isso, mas Maggie disse que algumas mulheres gay que conhecia haviam feito a mesma coisa. Alex então foi embora.

Alex dizendo para Maggie que pode ser lésbica.

Começando a perceber sua homossexualidade, Alex foi ao apartamento de Kara e lhe disse que estava confusa com algo, mas ao ver Kara entristecida, ela perguntou o que aconteceu. Sua irmã explicou que Mon-El não levava o trabalho a sério, e Alex aconselhou Kara a encontrar algo que Mon-El se interessava, para que assim ele pudesse fazê-lo de forma séria. Depois disso, Kara perguntou a Alex se ela queria dizer algo, mas antes que pudesse falar, Lena entrou e pediu para que arranjasse um encontro com a Supergirl. Alex se desculpou e foi embora. Na mesma noite, Alex encontrou Maggie no Bar do Al e se desculpou por seu comportamento anteriormente. Ela disse que nunca havia considerado que fosse lésbica, mas admitiu que não conseguia parar de pensar nisso e acreditava que podia verdade.[29]

Se assumindo

No dia seguinte, Maggie aconselhou Alex a se assumir para sua família, e prometeu que elas sairiam juntas assim que ela fizesse isso. No D.O.E., Alex e Winn mostraram para J'onn um vídeo de uma Estação de Pesquisa na Noruega, onde um dos cientistas que trabalhava lá pedia por ajuda. Alex e J'onn foram até o local para investigar, mas encontraram todos os cientistas mortos, com exceção de Rudy Jones, a quem levaram de volta a National City.

Kara conversando com Alex sobre sua homossexualidade.

Na manhã seguinte, Alex pediu para conversar com Kara em particular. Andando pelas ruas, Alex admitiu que estava desenvolvendo sentimentos por Maggie, e se assumiu que era lésbica. Alex comentou que era complicado para Kara e explicou sua situação. Quando sua irmã perguntou se Maggie gostava dela, Alex disse que não sabia e foi embora. Mais tarde, Alex e a Supergirl foram até Rudy Jones depois do D.O.E. teorizar que o homem foi responsável pela morte dos cientistas. Porém, o homem, que tinha um alienígena parasita dentro de si, absorveu seus poderes. No D.O.E., Alex perguntou se ela deveria investigar, mas Kara dispensou. Mais tarde, Alex visitou Kara em seu apartamento, acreditando que ela estava decepcionada e desapontada com ela. Porém, Kara explicou que nunca iria ficar decepcionada com ela e que estava tudo bem com ela ser lésbica, e se desculpou por apenas falar sobre si mesma e nunca deixá-la falar sobre sua vida. As duas começaram a conversar sobre Maggie, e depois que Alex recebeu um alerta sobre um alienígena, Kara disse que ela iria lidar com ele enquanto ela iria "conseguir a garota", fazendo Alex rir.

Alex e outro agente do D.O.E. acompanhou a Supergirl e o Caçador de Marte em uma missão ao confrontar o Parasita, mas Jones absorveu os poderes de ambos alienígenas, fazendo-os perder a consciência. Ao levá-los no D.O.E., Alex disse que Kara iria ficar bem, mas a situação de J'onn era mais severo. Alex foi ao bar alienígena, onde pediu para M'gann ajudar com a situação de J'onn. Lá, ela encontrou Mon-El se embebedando e confrontou o daxamita por estar escondido em um bar enquanto um alienígena ameaçava a cidade, chamando-o de "covarde". No D.O.E., M'gann se recuou a doar seu sangue para a transfusão, mas Alex foi capaz de convencê-la a fazer isto.

Kara consolando Alex depois de ser rejeitada por Maggie.

Depois que a situação com o Parasita foi resolvido, Alex foi ao bar alienígena, onde se encontrou com Maggie e disse que se assumiu para Kara. Ela a beijou, dizendo que queria muito fazer aquilo. Porém, depois do beijo, Alex percebeu que Maggie agia de forma estranha e perguntou se estava tudo bem. A mulher disse que queria que Alex aproveitasse a experiência de estar com uma mulher primeiro, e não queria iniciar um relacionamento com alguém que acabou de se assumir, afirmando que essas relações nunca dão certo no final. Depois de ouvir isso, Alex saiu do bar arrasada, sentindo-se humilhada e de coração partido. Ela voltou ao seu apartamento e começou a beber. Eventualmente, Kara foi até lá depois que sua irmã faltou ao trabalho. Alex contou que Maggie a rejeitou e começou a chorar. Kara a abraçou, dizendo que se orgulhava dela.

Alex dizendo para Maggie que elas não são amigas.

Alguns dias depois, Alex, Kara, Winn e James sentaram-se no Bar do Al, onde conversaram sobre o surgimento de um novo vigilante em National City. Quando Maggie apareceu e perguntou como ela estava, Alex fingiu que não se sentiu ofendida pelo o que ocorreu na última vez que se encontraram, dizendo que estava tudo bem com a rejeição. No dia seguinte, Alex descobriu através de Winn de que James é o Guardião, e concordou em não contar nada para Kara. Alex foi até Maggie, que estava com um mandado de prisão para o vigilante, onde pediu para que ela parasse de buscar pelo vigilante. Maggie concordou com isso, dizendo que eram amigas, mas Alex disse que não eram, e contou que ficou magoada com ela por não querer ficarem juntas. Ela disse que se sentiu com medo inicialmente, mas depois teve orgulho de se assumir.

Alex retornou ao D.O.E. e perguntou se havia alguma notícia de Kara, mas o marciano negou. De repente, ele apontou uma arma a um dos agentes (que, devido a uma alucinação, acreditava ser um Marciano Branco). Alex conseguiu tirar a arma de suas mãos, e J'onn pediu para que ela o examinasse. Depois dos testes, Alex e J'onn descobriram que suas células estavam sendo alterada. Alex e Maggie foram até um armazém onde estava tendo um tiroteio. Ao chegarem, as duas encontraram o Guardião sobre um homem caído, que era o verdadeiro assassino. Ao voltar para o D.O.E., Kara, que havia conseguido escapar do Projeto Cadmus, disse que Jeremiah a ajudou a fugir. Alex e outros agentes do D.O.E. voltaram até a instalação, mas não encontraram nada.

Mais tarde naquela noite, na celebração pelo retorno de Kara e Mon-El, Maggie contou para Alex que ela preza a amizade delas e esperava que elas pudessem se tornar amigas, porque ela não queria imaginar sua vida sem ela. Alex concordou em encontrá-la e jogar sinuca. De volta ao apartamento, Alex percebeu que Kara tinha ouvido sua conversa, então ela disse que ela e Maggie escolheram permanecer amigas. Então Kara prometeu a ela que iriam encontrar Jeremiah.[30]

Alex e os Superamigos vendo uma brecha.

No Dia de Ação de Graças, James e Winn revelaram que pretendiam contar para Kara sobre seu segredo, mas Alex foi contra a ideia, já que pretendia se assumir para todos naquela mesma noite e não queria que seu assunto fosse desfocado pro isto. Durante o jantar, Alex tentou se assumir, mas seu discurso foi interrompido depois que uma brecha dimensional se abriu no centro da mesa. No dia seguinte, no D.O.E., Alex e Kara conversaram sobre a brecha com Winn. Depois que J'onn apareceu, os Superamigos começaram a conversar sobre o plano de Lillian Luthor e o Cadmus. Apesar de Kara dizer que conversaria com Lena, Alex instruiu Winn a invadir as contas da jovem Luthor e descobrir o possível.

Depois que Mon-El foi infectado por uma toxina, o D.O.E. prendeu-o em uma cela, e descobriram que o Hank Henshaw verdadeiro foi quem espalhou o vírus. Alex contou que o vírus matou todos os alienígenas no bar, com exceção de humanos, e sugeriu que Eliza a ajudassem a descobrir qual toxina é aquela. Quando Kara quis partir para a ação, Alex a impediu. Depois que Eliza examinou as células de Mon-El, Eliza descobriu que o vírus é de Krypton. Quando Kara voltou da Fortaleza da Solidão, eles descobriram que Mon-El era resistente ao vírus devido a sua fisiologia semelhante aos dos kryptonianos. Quando Kara entregou as informações do Vírus Medusa, Alex disse que ela e Eliza iriam trabalhar na cura.

Alex prestes a se assumir para Eliza.

Enquanto trabalhavam na cura, Eliza percebeu que Alex estava distante e perguntou se ela queria contar-lhe algo. Alex, nervosa, negou tudo, mas logo perguntou como ela sabia sobre isso. Eliza perguntou se isso tinha haver com Maggie, dizendo que ela a citava muito. Alex disse que tinha medo de decepcioná-la, o que fez sua mãe lhe perguntar do porque ser lésbica ela iria deixá-la decepcionada. Eliza continuou, dizendo que ela era especial e que a amava do jeito que é. As duas então se abraçaram. Depois de algum tempo, Alex e Eliza descobriram que Cadmus pretendia lançar o vírus pela cidade usando um dispositivo da L-Corp. Alex ligou para Maggie e pediu para que enviasse uma tarefa policial até o prédio da companhia.

Alex e Maggie se beijando.

Porém, durante a missão, o Superciborgue estava lá e acabou ferindo Maggie com seu olho cibernético. A mulher foi levada ao D.O.E., onde ela cuidou de seus ferimentos. Alex revelou para ela que havia se assumido para Eliza, e a agradeceu por ter aberto seus olhos a respeito sobre sua sexualidade, dizendo que finalmente se entendia. No dia seguinte, Alex e Eliza conseguiram criar uma cura para o vírus Medusa, curando Mon-El da toxina e revertendo as células de J'onn de volta ao normal. Naquela noite, Alex recebeu a visita de Maggie. A mulher disse que havia sido "burra" por negar Alex, mas percebeu, depois das palavras dela na noite anterior, que tinha sentimentos por ela. As duas se beijaram, e então começaram a namorar.[31]

Relacionamento com Maggie

Alex começou a passar mais tempo com Maggie enquanto as duas exploravam seu novo relacionamento. Quando Kara começou a investigar o caso de uma garota desaparecida, chamada Izzy Williams, Kara insistiu que ela não precisava de ajuda e que podia lidar com isso por conta própria. Contudo, depois dela e Mon-El desaparecerem, Alex rastreou a localização de Kara e descobriu que ela estava no planeta Maaldoria, onde, devido a um sol vermelho, sua irmã não tinha super poderes. Alex então se tornou histérica, se culpando pelo ocorrido e dizendo que estava distraída com seu novo relacionamento, e por isso ela não protegeu sua irmã. Quando Maggie chegou, Alex disse que ela não poderia mais vê-la, já que a Supergirl havia desaparecido e que isso era culpa sua. Maggie ficou confusa com isso, mas Alex disse que tinha que se focar em salvar a Supergirl e saiu.

Alex e Winn chegando em Maaldoria.

Quando Winn ajudou a ativar um portal que os levariam até Maaldoria, Alex liderou uma equipe de resgate até uma fortaleza, e chegou bem a tempo para encontrar Kara e Mon-El, junto de outros humanos capturados, sendo vendidos como escravos para outros alienígenas. Todos voltaram até o portal, mas uma nave atacou a eles e Izzy foi pega por um Maaldoriano. Alex jogou uma granada de sol amarelo, que permitiu que Kara recuperasse seus poderes por tempo suficiente para destruir a nave e salvar Izzy. Todos voltaram para a Terra, onde Maggie visitou Alex e disse que sabia que Kara era a Supergirl, o que deixou Alex surpresa, porém sua namorada explicou que os óculos não enganam ninguém. Maggie disse que não iria a lugar nenhum, e que Alex deveria ser feliz.[32]

Alex, Supergirl e Maggie conversando sobre Curto-Circuito.

Depois que M'gann sofreu um ataque telepático de um Marciano Branco, que a deixou em um estado de coma, Alex começou a tomar conta dela. Alex e Maggie investigaram uma cena de crime, no qual Leslie Willis/Curto-Circuito escapou da prisão depois de matar sua terapeuta. As duas apostaram quanto tempo Kara seria mantida fora da cena, com Alex dizendo 5 segundos, enquanto Maggie afirmava que levaria no mínimo 10 segundos, já que ela é "muito educada". Caso Maggie vencesse, Alex provaria sorvete vegano, e caso ela vencesse, Maggie teria que passar a noite em seu apartamento. Alex ganhou a aposta e 5 segundos depois, Kara apareceu. Mais tarde, Alex informou a J'onn que M'gann estava morrendo lentamente, e sugeriu que ele usasse o vínculo entre os marcianos para ajudá-la, mas ele recusou. Alex visitou J'onn novamente, dizendo que M'gann o ajudou naquele momento em que ele mais precisou, mesmo sabendo que sua identidade como marciana branca seria exposta. Depois de suas palavras, J'onn se convenceu a ajudá-la. Depois que a situação com a Curto-Circuito foi resolvida, Alex e Maggie conversaram com a Supergirl sobre o ocorrido, já que Kara havia permitido que a criminosa escapasse, que alegava que Leslie tinha um lado bom dentro dela ainda.[33]

Alex ouviu Kara conversar com Mon-El no bar alienígena, e debochou da situação quando sua irmã disse que Mon-El gostava dela. Kara começou a falar sobre seu aniversário na Terra, mas Alex disse que iria perder a celebração por Maggie ter lhe surpreendido com um par de ingressos para um show. Ela perguntou se poderia trocar a comemoração para outra data, o que deixou Kara chateada. Maggie apareceu e disse que um conhecido dela havia trocado os ingressos para VIP. Alex perguntou mais uma vez se podia ir, o que Kara deixou. As duas se abraçaram e então ela e Maggie foram embora. Antes do início do show, Alex e Maggie voltaram ao seu apartamento, onde começaram a conversar sobre concerto que iriam. Alex estava distraída, já que não estava tão animada para o evento por ter dispensado Kara em seu aniversário terrestre. Maggie percebeu isso e disse para ela ir conversar com Kara. Alex se animou e a beijou, e saiu de seu apartamento logo em seguida.

O D.O.E. se questionando quem é o marciano branco.

No D.O.E., Alex se desculpou com Kara por não celebrar seu aniversário naquela data, e queria ter certeza por sua irmã não ter ficado com raiva com ela, dizendo que sentia-se culpada sobre se divertir. Alex disse para M'gann que ela tinha muita coragem de ajudá-los a encontrar os marcianos brancos. Porém, os Superamigos viram outra M'gann descer as escadas. Alex sacou sua arma e apontou-a para a falsa M'gann, que tentou fugir. Porém, depois de uma luta com J'onn, o alienígena conseguiu escapar. J'onn então prendeu a todos no prédio, e o marciano branco poderia ser qualquer um entre eles. Quando um dos agentes acreditou que Vasquez era o marciano branco, o homem sacou sua arma. Alex fez a mesma coisa, mas o agente virou sua arma para ela, fazendo a Supergirl entrar em sua frente para defendê-la. M'gann os informou que Armek era seu esposo. Depois disso, todos os presentes colocaram sua mão sobre o fogo, para revelar sua pele. Ao chegar na vez de Winn, foi revelado que aquele era o marciano branco. Depois de atacá-los, o alienígena conseguiu escapar novamente.

Alex e Kara comemorando seu aniversário na Terra.

Em algum momento depois disso, um outro marciano branco atacou Alex e assumiu seu lugar. Ela foi encontrada algum tempo depois por J'onn e M'gann. Apesar de estar desacordada naquele momento, Alex ouviu a conversa que Kara teve com o marciano, onde sua irmã disse que tinha medo de ser abandonada novamente. Após despertar, Alex usou sua arma para nocautear o alienígena branco. Depois de perceber que havia passado horas presa no prédio, Alex saiu para ligar para Maggie e explicar o que houve. Mais tarde, Alex foi ao apartamento de Kara com um bolinho. Quando a porta foi aberta, ela pediu para que Kara assoprasse a vela, mas calmamente. Ao entrar, ela explicou que Maggie havia entendido o motivo de ter perdido o show. Em seguida, Alex disse que tinha tido "sonhos" de uma conversa com Kara, mas não sabia se era real ou não. Ela afirmou que nunca iria abandoná-la, e que seu relacionamento com Maggie não significaria que ela iria deixá-la de lado. As duas conversaram sobre Mon-El, e Alex aconselhou que Kara corresse "um risco romântico", garantindo que possa valer a pena.[34]

Alex reuniu os Superamigos no bar alienígena para contar uma notícia importante. Ao chegar, ela apresentou Maggie para todos, dizendo que ela era sua namorada. J'onn disse que já sabia sobre sua homossexualidade e Alex perguntou do porque ele nunca ter lhe contado, e o marciano explicou que não cabia a ele dizer sobre isso, mas a parabenizou por ter se encontrado e por seu novo relacionamento, o que fez Alex sorrir. Ela apresentou Maggie para Mon-El, que agiu naturalmente e perguntou se relacionamento entre pessoas do mesmo sexo não era normal na Terra. Alex explicou que nem todos apoiavam isso, e Mon-El disse que as coisas são diferentes em Daxam. James a abraçou, parabenizando-a.

Superamigos procurando por Metallo.

Depois que John Corben/Metallo ajudou a tirar Lillian Luthor da prisão, Alex e a Supergirl começaram a se questionar como o homem conseguiu outro coração de kryptonita, já que o Superman tinha levado tudo. Maggie então disse para as irmãs que Lena havia visitado John, e possivelmente entregou a kryptonita a ele. Quando James foi ferido depois de tentar impedir Metallo de tirar Lena da prisão, Alex cuidou dele do D.O.E. e ouviu Kara argumentar com todos, já que eles acreditavam que Lena era culpada, enquanto sua irmã achava que a jovem Luthor era inocente. Mais tarde, os Superamigos foram capazes de encontrar Metallo, que irradiava radiação devido a sua kryptonita sintética instável, que iria explodir. Alex sugeriu que sua irmã voltasse, já que a explosão liberaria uma nuvem de kryptonita, mas a Supergirl se recusou. Felizmente, a Supergirl foi capaz de salvar Lena e fugir antes que a kryptonita de Metallo explodisse.[35]

No Dia de São Valentim, Alex entregou o café da manhã para Maggie, comentando que era "nojento". Ela então viu que sua mãe havia lhe mandado uma carta, e deu para que sua namorada pudesse lê-lo. Alex ouviu, em silêncio, Maggie dizer que odiava a comemoração, e ela riu, mentindo e dizendo que pensava o mesmo. Alex visitou Kara, que lhe contou da situação com um imp da Quinta Dimensão chamado Mxyzptlk, que estava a provocando tentando namorá-la. Ao entrar no apartamento de sua irmã, Alex viu diversas flores. Kara tentou entregar algumas para que ela pudesse dá-las para Maggie, mas ela disse que precisava de ajuda om algo. Ela explicou que Maggie odiava o Dia de São Valentim, e expressou o que sentia e seu desejo de comemorar o evento pela primeira vez com uma namorada depois de passar anos sozinha. Kara então sugeriu criar um "dia de São Valentim sob-medida" e que reinventasse o feriado. As duas ouviram o Parasita causando caos nas ruas da cidade, fazendo-as questionar como o alienígena estava vivo.

Alex e Maggie comemorando o Dia de São Valentim.

Seguindo o conselho de Kara, Alex preparou uma surpresa para Maggie em seu apartamento. Porém, ao chegar, ela encontrou sua namorada furiosa e foi confrontada por ela. Alex perguntou do porque ela odiava a comemoração, e descobriu que uma amiga de Maggie na escola havia contado aos pais dela de que era lésbica, e eles acabaram expulsaram-a de casa. Ela lamentou pelo ocorrido e perguntou do porque não ter lhe contado sobre isso, mas Maggie foi embora. No dia seguinte, depois que Kara contou para Maggie sobre a importância da data, ela decidiu montar uma surpresa para Alex. Ao chegar em seu apartamento, Alex encontrou uma caixa com um bilhete. Ao abri-lo, ela encontrou um vestido vermelho e um endereço. Ao chegar no lugar endereçado, Maggie disse que aquilo era um "baile de são Valentim atrasado", e disse que a única pessoa que poderia fazê-la gostar da data era Alex. As duas então começaram a dançar juntas.[2]

Reencontrando e traição de seu pai

Alex se reencontrando com Jeremiah.

Enquanto trabalhava no D.O.E., Mon-El anunciou que ele estava namorando com Kara. Alex e J'onn disseram que eles tinham que conversar com o departamento de RH e comparecer a aulas obrigatórias sobre assédio sexual. Depois de que uma missão da Supergirl a fez resgatar Jeremiah, Alex abraçou seu pai quando sua irmã retornou ao D.O.E. com ele. Ela então cuidou de seu pai ouvindo histórias dele no Cadmus. Alex contou que o machucado em sua mão era muito severa, mas Jeremiah garantiu que faria tudo de novo para proteger ela e Kara. Os Superamigos descobriram que o Cadmus tinha uma bomba que explodiria National City. Alex e Kara viram sua mãe, Eliza, se reencontrar com Jeremiah, sorrindo enquanto via o encontro. Mais tarde, todos decidiram fazer uma festa para celebrar o retorno de Jeremiah. No apartamento de sua irmã, Alex apresentou Maggie para Jeremiah, dizendo que ela era sua namorada, e ficou feliz por seu pai ter aceitado seu relacionamento.

No dia seguinte, no D.O.E., Alex, Jeremiah e J'onn continuaram procurando pela bomba projetada por Cadmus, mas não encontraram nada. Quando Kara pediu para conversar com Jeremiah, Alex descobriu que seu pai havia entrado nos sistemas do D.O.E. para ver arquivos antigos, explicando que os acessou apenas para ver o que Alex e a Supergirl fizeram nos últimos 24 meses. Ela então acusou Mon-El e Winn de serem "ridículos", mas sua surpresa verdadeira foi com Kara, dizendo que ela era "inacreditável". Chateada com sua irmã, Kara tentou conversar com Alex sobre o ocorrido. Alex acreditou que Kara havia sido manipulada por Mon-El, e investigou Jeremiah apenas pela vontade de Mon-El. Ela continuou dizendo que não o culpava por ler artigos antigos, mas Kara continuou a insistir que Jeremiah era suspeito de algo. Alex se chateou com isso, dizendo que sua irmã havia "escolhido um lado", afirmando que ela "fazia parte da família ou não faz". Kara disse que ele também era seu pai, e Alex, em um tom furioso, demandou que ela agisse como uma filha.

Alex e Supergirl confrontando Jeremiah e Cadmus.

Depois que a bomba de fusão foi encontrada, Alex, Supergirl, Mon-El e outros agentes do D.O.E. foram até a localização do dispositivo. Ela pediu por instruções a seu pai, e garantiu que iriam desativá-la antes que fosse detonada. Contudo, ao entrarem, eles encontraram um armazém vazio. Alex tentou se comunicar com Jeremiah e J'onn, mas nenhum dos dois lhe respondiam. Percebendo que havia algo errado, a equipe decidiu voltar ao D.O.E.. Porém, Alex e Supergirl chegaram tarde demais. As irmãs encontraram J'onn ferido e descobriram que Jeremiah havia traído o D.O.E. a favor do Projeto Cadmus. O marciano revelou que Jeremiah tinha um braço cibernético, e disse a Alex que ele não era mais o mesmo homem. Alex e a Supergirl foram confrontar Cadmus e Jeremiah, conseguindo sua localização graças a um rastreador colocado no antigo agente por Schott. Ao chegarem, a Supergirl teve que sair para salvar um trem, cujos trilhos haviam sido detonados por Hank Henshaw. O Superciborgue derrubou uma árvore e ele, Lillian e Jeremiah fugiram pela floresta. Alex encontrou seu pai e o confrontou, dizendo que iria prendê-lo, mas o homem disse que não iria levá-lo vivo. Ele ergueu seus braços e disse para atirar contra ele. Alex ergueu sua arma, pronta para atirar, mas não foi capaz e deixou que ele fugisse.

Maggie consolando Alex sobre a traição de Jeremiah.

Ao voltar no D.O.E., Alex, decepcionada pelo ocorrido, foi conversar com Eliza sobre a situação. Ao voltar para seu apartamento, Alex começou a beber. Ela então foi visitada por Maggie, que perguntou o que aconteceu. Quando tentou encher seu copo, sua namorada a parou e pediu para que fosse honesta. Alex então começou a chorar e sua namorada começou a abraçá-la, dizendo que tudo ficaria bem.[36]

Depois que foi revelado que Jeremiah roubou o registro de alienígenas do país,[36] o Projeto Cadmus começou a sequestrar diversos alienígenas. Alex ouviu J'onn dizer que Jeremiah era um inimigo e que deveria ser preso. Ele perguntou se estava tudo bem com isso, e ela afirmou que sim. Kara disse que iria publicar um artigo para alertar os alienígenas, e Alex perguntou se Snapper Carr concordaria, o que ela afirmou. Enquanto se divertia com Maggie no bar alienígena, Alex estava distante, distraída pelo que aconteceria caso o D.O.E. encontrasse Jeremiah. Apesar de seu pai ter feito tantas coisas ruins, Alex ainda acreditava que ele era um homem bom e que havia um motivo por trás de sua traição. Quando o Projeto Cadmus atacou o bar alienígena, Alex e Maggie lutaram contra os soldados. Alex foi capaz de usar um taco de sinuca para derrubar diversos agentes, e em seguida lutou corpo-a-corpo contra eles. Alex tentou impedir que Lyra Strayd, a namorada de Winn, fosse capturada, mas foi encurralada por um agente do Cadmus.

No D.O.E., Alex tentou acalmar Winn, garantindo-o que iriam encontrar Lyra, mas o homem perdeu o controle e começou a culpar Jeremiah. Com um agente do Cadmus capturaado, Alex desceu até sua cela. O homem se recusou a dizer algo, e então ela entrou e começou a espancá-lo, demandando saber onde o Projeto Cadmus estava. O homem disse que não sabia, afirmando que eles iriam matá-lo. Alex colocou-o contra a parede, afirmando que seria ela quem iria matá-lo. Ela continuou a socá-lo, mas foi impedida por J'onn e retirada da sala. Ela disse que iria parar antes de matá-lo, e disse que queria encontrar todos os alienígenas antes que Cadmus fizesse algo. Alex garantiu que estava tudo bem e saiu.

Alex conversando com Kara sobre ter sido testada por J'onn.

Alex voltou ao seu apartamento e encontrou Jeremiah, dizendo que precisava de sua ajuda para salvar os alienígenas. Depois de ouvi-lo, Alex concordou em ajudá-lo e roubar um dispositivo do D.O.E.. Porém, ao se virar, ela percebeu que aquele era J'onn transformado em seu pai. Alex realizou que havia sido testada, e em seguida tentou se explicar, mas o marciano não quis ouvi-la e a suspendeu do trabalho. Alex ligou para Kara e disse para ela conversar com J'onn, dizendo que o modo de ter sido testada foi "injusto e traição". Sua irmã concordou com ela, mas Kara também acreditava que J'onn estava certo e se recusou a fazer isto. Alex tentou insistir que Kara a ajudasse, mas ela continuou firme com suas palavras. Em seguida, ela saiu. Alex perguntou para Maggie se ela concordava com sua irmã, mas ela recusou. Alex perguntou se ela iria ajudá-la, e Maggie concordou.

Alex e Maggie foram até um alienígena no outro lado da cidade e o casal conseguiu salvá-lo antes que fosse capturado pelo Cadmus. Depois de usar a alma alienígena de Alex, Maggie comentou que ela precisava emprestá-la mais vezes, o que ela riu. Alex entrou na van e baixou os endereços da onde van passou anteriormente, dizendo que tinha conseguido a localização de Cadmus. Maggie perguntou se ela queria que fosse junto, mas Alex negou e disse que teria que fazer isso sozinha. As duas se beijaram e o alienígena disse que queria ter o que o casal tem, fazendo Alex e Maggie apressarem-o para ir embora. Maggie então devolveu sua arma alienígena.

Alex vendo a Supergirl tentar impedir a nave.

Ao chegar no lugar da Cadmus, Alex começou a lutar contra os agentes, porém foi encurralada. Jeremiah apareceu e disse que estava com ele. Ela foi criticada por seu pai, dizendo que ela poderia ter sido morta. Alex descobriu que os alienígenas da Terra seriam expulsas da Terra, ideia dada pelo próprio Jeremiah, já que Lillian queria matá-los inicialmente. Ela se chateou com seu pai, que afirmava que estava protegendo ela e Kara. Quando estavam prestes a lançar a nave, Alex revelou que havia plantado 10 detonadores através da instalação. Lillian duvidou de sua palavra, e Alex ativou alguns deles. Os agentes apontaram suas armas contra ela, gritando que iria detonar o resto caso tentassem matá-la. Alex pediu para que seu pai voltasse para seu lado, mas Lillian ameaçou declarar guerra contra sua família caso aceitasse. Depois de hesitar, Jeremiah concordou e, junto de Alex, eles derrotaram os agentes. Lillian disse que Alex deveria largar o detonador, mas ela o ativou. Ela avisou a seu pai que iria desativar a nave por dentro. Alex libertou Lyra da sua cela e a instruiu a tirar todos da nave. A nave começou a decolar e Alex ligou ao D.O.E. para pedir ajuda. Porém, nada funcionava. A Supergirl apareceu e a nave começou a disparar contra ela. A heroína começou a usar sua super força para desacelerar a nave, mas ela não estava conseguindo. Alex começou a encorajá-la, dizendo que ela conseguia impedir a nave de ir ao outro lado do espaço. Felizmente, a Supergirl conseguiu impedir que a nave usasse um super-salto.

No D.O.E., Alex disse que o que J'onn havia feito não foi legal. Apesar do marciano acreditar que o que fez foi aceitável, ele se desculpou pelo que fez, explicando que queria protegê-la e não magoá-la. Alex o abraçou, e pediu para que parassem de "fazer as coisas erradas pelos motivos certos". Alex conversou com Maggie, que perguntou a ela se havia recuperado seu emprego. Ela afirmou, e Maggie disse, brincando, que "não namorava com desempregadas preguiçosas".[37]

Conhecendo Emily

Enquanto passava a noite com Maggie, a Terra recebeu uma transmissão, demandando que Mon-El fosse entregue ou senão a Terra iria sofrer. No D.O.E., Alex e os Superamigos conversaram sobre o que eles queriam com um "guarda daxamita". No dia seguinte, a Supergirl voou até a nave alienígena. Quando Mon-El disse que iria se entregar, Alex disse que um raio de teletransporte iria levá-lo abordo da nave, e que estavam pronto para ajudá-lo caso necessário. Quando Winn foi preso por Maggie depois que ele e Lyra invadiram a Galeria de Artes durante a noite, Alex e James foram até a delegacia, onde ela disse para Maggie não interferir em seu trabalho que ela não fazia o mesmo com o seu. No D.O.E., os Superamigos descobriram que a espécie de Lyra não aparece em vídeos, e que ela havia armado para ele. Alex pediu para que Kara não fizesse a missão depois de perceber que sua irmã estava chateada depois de descobrir que Mon-El havia mentido sobre sua identidade. Ela acreditava que mentiu porque queria recomeçar. A Rainha Rhea se teletransportou no D.O.E., e Alex e outros agentes apontaram suas armas para ela.

Alex, Winn e James foram a um bar alienígena, onde ameaçaram um outro alien para informações sobre Lyra. Ela o pressionou contra mesa, demandando que respondesse suas perguntas, mas o homem não cedia. Ele concordou em revelar em troca de ingressos para um musical, o que Alex concordou. Winn perguntou como ela iria conseguir ingressos a um musical, e ela explicou que conhecia um ator que devia algo em troca. Ao irem até o endereço de Lyra, Winn e o Guardião foram atacados pelos reforços de Lyra. Alex ajudou James a lutar contra os homens, e foi salva pelo Guardião quando uma van quase a atropelou. Ela entrou no trailer de Lyra e recuperaram o quadro roubado por ela na noite anterior. Depois que o irmão de Lyra foi salvo pelo D.O.E., Alex ouviu J'onn anunciar um novo prisioneiro da organização. Ela então viu sua irmã ser hipnotizado pelo Music Meister. Alex sacou sua arma e disse para ele se entregar, mas ele usou um extrapolador interdimensional e fugiu para a Terra-1.[38]

Alguns dias depois, Alex e Maggie foram até uma aula de ioga. Enquanto voltavam para casa, o casal acabou se encontrando com a ex-namorada de Maggie e Alex se apresentou a ela. Depois que a mulher foi embora, Alex sugeriu que elas jantassem com Emily naquela noite, dizendo que estava tudo bem. No D.O.E., os Superamigos descobriram que o alienígena que a Supergirl havia derrotado era um caçador de recompensas atrás da heroína. Kara disse que poderia derrotar qualquer um que aparecesse, e Alex, apesar de não duvidar da capacidade de sua irmã, recomendou que ela se escondesse, já que milhares brigas contra caçadores de bebida não seria bom para a segurança pública. Alex disse que poderia cancelar seu jantar com Maggie e Emily para ajudar na busca por mais informações, mas Kara foi contra isto. Em um restaurante, Alex e Maggie aguardaram por Emily, mas ela não apareceu. Maggie revelou que o término entre elas não foi muito bem, no qual a mulher desejou que ela "não fosse feliz", o que deixou Alex surpresa. Elas então decidiram ir embora.

Alex conversando com Emily.

Quando um alienígena foi capturado, que tentou controlar Mon-El para matar Kara, os Superamigos prenderam-o em uma cela no D.O.E., mas o indivíduo não revelou nenhuma informação. Alex pediu por uma chave inglesa, dando a entender que entraria na cela para fazê-lo falar, mas J'onn leu a mente do alienígena e descobriram que foi Rhea (mãe de Mon-El) que fez a recompensa. Alex sugeriu que os atacassem como resposta, mas J'onn disse que a Presidente Marsdin havia o avisado para não atacarem. Em seguida, Alex foi ao hotel onde Emily estava hospedada. Ela a confrontou sobre o que havia dito para Maggie anos atrás, e descobriu que o motivo de terminarem foi porque Maggie a traiu com outra pessoa. Alex, sem palavras, se desculpou por ser grosseira, já que não sabia disto. Ela então disse que iria embora.

Alex voltou ao seu apartamento e contou para Maggie o que havia feito, e também o que descobriu. Maggie disse que ela queria ofendê-la por trazer um assunto à tona de anos atrás, mas Alex disse que todos cometem erros, mas queria conversar sobre as mentiras que ela contou durante sua relação. Alex disse que, depois que ela foi expulsa da casa de seus pais, ela havia parado de confiar nas pessoas, e garantiu que poderia confiar nela e que não iria julgá-la por nada. As duas então se abraçaram, mas o momento foi interrompido por uma ligação de Kara e ela teve que voltar ao D.O.E.. Ao voltar, ela encontrou Kara ferida, dizendo que Mon-El havia ido com seus pais para salvá-la. Apesar de Alex ser contra Kara atacar a nave, ela permaneceu confiante de seguir com o plano.

Os Superamigos se reuniram e decidiram usar o portal para Kara se teletransportar até a nave daxamita, mas o cálculo tinha que ser certeiro, caso contrário Kara iria parar no vácuo do espaço. Alex e Kara assistiram J'onn lutar contra os guardas daxamitas, mas ele começou a perder o confronto. Kara perguntou se o portal estava com as coordenadas da nave, e Alex afirmou. Depois que Mon-El foi salvo, Alex levou Maggie para conversar com Emily. Depois disso, as duas se beijaram e voltaram ao apartamento.[39]

Sequestrada

Alex Danvers presa em uma sala.

Apesar de perder seu pai novamente, a relação de Alex e Kara permaneceu forte, e continuou a se fortalecer mais do que nunca. Porém, Alex acabou descobrindo que Maggie e Kara tinham problemas para se entender devido a impulsividade de Kara, que não conseguia esperar. Ela tentou organizar um jantar para que as duas pudessem se entender, mas elas começaram a discutir, com Maggie dizendo que muitos criminosos usam a "defesa Supergirl" em julgamento, permitindo que eles escapassem. Alex se cansou e foi embora, mas, ao entrar no elevador de seu prédio, acabou sendo sequestrada por Rick Malverne. Ela foi colocada em uma cela e tentou usar seu treinamento do D.O.E. para tentar escapar, mas a cela começou a encher-se de água. Alex conversou com Kara e Maggie depois que elas capturaram Rick, e disse para elas não desistirem. Alex foi capaz de manter-se viva por tempo suficiente, e eventualmente foi encontrada pela Supergirl e Maggie, que conseguiram salvá-la antes que se afogasse. Antes que a mente de Rick fosse apagada, já que ele sabia da identidade de Kara como Supergirl, Alex o socou, e pediu para J'onn ter certeza que ele se lembrasse disto.[8]

Enfrentando os daxamitas

No D.O.E., Alex e J'onn revisaram a gravação de um "ataque terrorista" alienígena, e os dois temeram que isso faria com que uma "caça às bruxas" começasse na procura pela mulher. Porém, descobriram que a raça alienígena é pacífica e não é capaz de ferir ninguém. Depois que o Guardião levou uma criança ao D.O.E., a filha da alienígena que atacou o centro de National City, Alex conversou com o garoto na sala de interrogatório, mas ele não falou nada. Ela começou a comer um hambúrguer para convencer o menino a falar, mas isso também não adiantou. Alex disse que queria ajudar ele e sua mãe, e explicou que as autoridades estavam atrás dela, mas o D.O.E. podia ajudá-la. Eles descobriram que o garoto tinha uma conexão com James, e Alex decidiu usá-lo para contar onde sua mãe estava, dizendo que precisavam encontrá-la antes que outro ataque fosse feito. Depois que Marcus quase destruiu a CatCo, o garoto foi colocado em uma cela no D.O.E. para que não perca os controles de seus poderes novamente. Alex e o D.O.E. descobriram que Marcus havia perdido o controle depois que o clima da Terra havia sido alterada. Foi revelado que a alteração climática foi causada por um portal construído por Rhea e Lena, que havia sido enganada pela rainha daxamita a construí-lo. [40]

Alex atirando contra um daxamita.

Quando os daxamitas começaram a invadir National City, todos da cidade foram pegos de surpresos pelo ataque. No D.O.E., enquanto analisava uma transmissão da rainha Rhea, Alex recebeu uma ligação de Maggie, que a avisou que os daxamitas invadiram a polícia da cidade. A ligação caiu, e nesse instante diversos daxamitas se teletransportaram para a base da organização. Alex sacou sua arma e atirou contra um alienígena, que estava prestes a atirar em Winn. Ela ordenou que a sede fosse evacuada, e usou seus comunicadores para alertar a Supergirl, que disse que já estava a caminho. Percebendo que não havia outra opção, Alex começou a correr em direção da sacada, atirando contra os daxamitas que via pela frente. Ela então pulou, mas acabou sendo pega pela Supergirl antes que pudesse tocar no chão.

Alex, Supergirl e Winn ouvindo a história de Olivia Marsdin.

Os Superamigos se reuniram no bar alienígena, onde J'onn estava em um coma. Depois que Kara disse não ter conseguido entrar em contato com seu primo, Alex sugeriu que o Superman estava na cidade ajudando-os. Maggie apareceu e disse que não havia visto nada. Alex correu e a beijou, feliz por sua namorada estar segura. Lillian apareceu e disse que queria ajudá-los, Alex e os Superamigos sacaram suas armas para ela e Hank Henshaw. Alex se aproximou e ordenou que ela erguesse suas mãos, mas a mulher negou. Ela então perguntou onde estava seu pai, mas nem Lillian sabia sua localização. Lillian sugeriu que trabalhassem juntos para salvar a cidade, mas Alex e todos se recusaram. Depois que a líder do Cadmus disse o que planejava, Alex insistiu que ela fosse embora. Alex e os Superamigos ouviram a Presidente Olivia Marsdin e Cat Grant discutir com Rhea, enquanto iam National City confrontá-la pessoalmente. Depois que a presidente Marsdin (que é uma alienígena) e Cat foram salva pela Supergirl, Alex e os outros ouviram a história de Olivia, garantindo a ela que iriam guardar segredo. Alex então foi nomeada a diretora interina do D.O.E., e foi mandada a destruir a nave de Rhea, embora Lena e Mon-El estivessem a bordo dela.

Alex enviou Olivia para Washington acompanhada por dois agentes. Kara conversou com ela sobre a ordem que foi dada, algo que sua irmã não concordava. Alex disse que não tinha outra opção, e que J'onn concordaria em explodir a nave. Ela tentou se desculpar por ter que segui-la, mas Kara saiu do bar. Depois que Kara aceitou trabalhar com Lillian, Alex discutiu com sua irmã sobre isso, mas concordou em seguir com isto. Lillian sugeriu que usassem o projetor da Zona Fantasma da Fortaleza da Solidão para transportar a Supergirl e Lillian à nave daxamita e salvar Lena e Mon-El. Antes da missão começar, Alex pediu para que Kara fosse rápida para sair da nave antes de explodi-la.

Alex e Maggie se infiltraram no D.O.E. novamente, onde usariam o canhão para destruir a nave. Alex preparou o canhão enquanto Maggie protegia suas costas. A presidente Marsdin disse para disparar contra a nave quando tivesse uma mira clara, Alex concordou e, em um tom baixo, disse para Kara se apressar. Algum tempo depois, Alex recebeu uma ligação de Lillian, dizendo para atirar. Ela concordou e começou a carregar o canhão. Porém, Mon-El alertou Alex que a Supergirl ainda estava abordo da nave e ela pediu por mais tempo para a presidente, mas a mulher continuou insistir que disparasse. Alex hesitou em apertar o botão que ativaria o canhão, mas antes que pudesse tomar uma decisão, alguém destruiu a arma.[41]

Alex, Supergirl e Superman lendo um arquivo da Fortaleza da Solidão.

Depois que o canhão foi destruído, o D.O.E. detectou uma grande leitura de kryptonita no centro da cidade. Alex e Maggie se apressaram até o lugar certo, onde viram a Supergirl lutar contra o Superman. Depois que sua irmã derrotou o Homem de Aço, Alex correu para o lado de Kara, que desmaiou devido a exaustão. Alex levou os dois kryptonianos até a Fortaleza da Solidão, onde ele se recuperaram do combate. Procurando por uma forma de derrotar os daxamitas, Alex, Kara e Clark usaram o computador da Fortaleza para descobrir mais informações, e souberam da existência de um ritual de combate chamado Dakkum Or. O trio voltou ao D.O.E., onde descobriram que os daxamitas haviam começado a recarregar suas armas. Depois que a Supergirl desafiou Rhea a um desafio de combate, as armas foram desativadas.

Alex foi até J'onn, que ainda estava em coma, e disse para o marciano desacordado que precisavam de sua ajuda. De repente, J'onn despertou, o que alegrou Alex. Ele perguntou onde M'gann estava, mas Alex explicou que ela ainda estava em Marte. Ele perguntou o que aconteceu, e ela disse que "tudo". Depois que Kara e Clark foram chamados por Lillian, Alex perguntou o que as Luthors queriam, e os dois explicaram que elas tinham uma forma de expulsar os daxamitas da Terra; espalhando chumbo na atmosfera do planeta e fazê-los irem embora à força, incluindo Mon-El. Quando Rhea começou a atacar National City durante o julgamento de combate contra a Supergirl, J'onn e o Superman foram às ruas para defender a cidade. Enquanto saia, o marciano deixou o D.O.E. no comando de Alex, com Maggie dizendo que iria ajudá-la. Quando liberaram chumbo na atmosfera, Kara conseguiu vencer Rhea, mas Mon-El foi afetado. Sua irmã perguntou o que poderia fazer, mas Alex disse que não tinha nada a ser feito.

Alex conversando com Kara.

Depois que Mon-El teve que ser tirado da Terra, Kara ficou muito chateada com a situação. Depois do fim da invasão daxamita, Alex foi conversar com Kara sobre o que ela teve que fazer. Ela disse para Kara que, naquele ano, ela ficou perdida, mas Kara a ajudou a se reencontrar. Ela então disse as mesmas palavras que sua irmã disse uma vez: que ela se orgulhava dela. Alex perguntou se queria que passasse a noite em seu apartamento, mas Kara negou, dizendo para ela passar tempo com Maggie. Ela perguntou se precisava de algo, mas Kara disse para "não se afastar dela". Depois disso, ela saiu voando. Quando Maggie apareceu, Alex a pediu em casamento.[42]

Régia e as destruidoras de mundos

Perdendo Maggie

Depois que Mon-El foi embora, Kara mudou de personalidade radicalmente e se tornou uma pessoa exilada de seus amigos. Em uma noite em National City, Alex e Maggie perseguiram um caminhão com produtos roubados. Quando um homem estava prestes a matá-las, a Supergirl interviu. Apesar disso, ele conseguiu escapar. No D.O.E., Alex agradeceu sua irmã por salvar ela e sua noiva. Ela então perguntou se Kara gostaria de ajudá-las a provar o cardápio de entrada para o casamento, que estava chegando. Kara disse que iria se não tivesse ocupada e foi embora. Depois disso, Winn comentou que Kara parecia Alex, o que a deixou sem palavras.

Na noite seguinte, Alex e os outros se reuniram no bar alienígena, onde conversaram sobre Kara. J'onn disse que tinha que dar mais tempo para Kara lidar com o luto. Alex saiu e foi até a jukebox para mudar de música, onde disse para Maggie que sentia saudades de sua irmã. Ela percebeu que Alex estava desanimada e perguntou do motivo, mas Alex não soube explicar. No D.O.E., os Superamigos descobriram que o nome do homem que a Supergirl procurava era Robert DuBois. Alex e os outros descobriram que Robert pretendia construir uma bomba não indetectável, nem mesmo pela Supergirl.

Depois de receber uma ligação de James e descobrir que Kara havia se demitido da CatCo, Alex foi até o apartamento de sua irmã para confrontá-la. Ela disse que "Kara Danvers não desistia" das coisas, e que se Cat a visse agora, ela ficaria decepcionada. Kara disse que a Supergirl salvou muitas vidas e que "ela tá ótima", enquanto a vida de sua alter ego "tá um saco". Kara disse que Alex ficaria péssima caso Maggie desaparecesse, o que ela concordou. Alex disse que estava tudo bem ficar dessa forma, mas Kara afirmou que não estava. Depois que ela afirmou que "Kara Danvers foi um erro", Alex disse que Kara Danvers é sua melhor amiga que a salvou milhares de vezes, muito mais que a Supergirl.

Alex pedindo para que J'onn a levasse ao altar.

No dia seguinte, os Superamigos protegeram o evento de inauguração da estátua da Supergirl, já que suspeitavam que DuBois poderia atacá-lo. Durante a missão, Maggie perguntou a Alex se ela não queria mais se casar com ela, o que negou. Alex disse que não queria um "casamentão" porque seu pai não estaria lá, já que ele estava se escondendo, e Maggie disse que iria ajudá-la na forma necessária. Quando uma criança, Ruby, passou por Alex e acabou se colidindo com ela, Samantha Arias a fez se desculpar. Quando um tremor atingiu o evento, Alex ajudou as pessoas a evacuarem o lugar. Depois que a situação foi resolvida, Alex foi ao D.O.E. e perguntou para J'onn se ele gostaria de levá-la até ao altar. Sem palavras, o marciano concordou e os dois se abraçaram.[43]

Alex conversando com Kara sobre seu ataque de pânico.

Uma semana depois, Alex e Maggie discutiram sobre se o casamento deveria ter DJ ou banda. Depois que J'onn concordou com o uso de DJ, Alex comemorou, já que esta é sua escolha. Em seguida, os Superamigos assistiram gravações de um roubo a banco. Depois que Kara teve um ataque claustrofóbico causado por uma telepata, Alex e o D.O.E. a examinaram. Kara disse que isso era um problema humano, mas Alex disse que ela tinha ataques claustrofóbicos quando mais jovem. Quando a Supergirl foi enfrentá-la novamente, a heroína foi vítimas dos poderes psíquicos da mulher novamente. Winn revelou que a meta-humana se chamava Gayle Marsh/Psi. Kara teve um ataque de pânico no elevador da CatCo, mas ela não a avisou. Alex a encontrou na enfermaria com Winn, e depois que sua irmã saiu, ela fez Winn contar o que estava acontecendo. Mais tarde, Alex foi ao apartamento de Kara, onde as duas começaram a conversar sobre isso. Sua irmã disse que sentia como Psi estivesse tirando a Supergirl dela depois que perdeu Kara Danvers. Ela perguntou o que sobraria se isso perdesse isto, e Alex disse que ainda a teria. As duas então se abraçaram. Quando Kara foi enfrentar Psi novamente, ela teve outro ataque de pânico. Alex foi ao campo, onde encontrou sua irmã chorando sobre Mon-El. Alex garantiu a ela que o daxamita estava vivo, assim como Aura havia feito com ela em Krypton. Kara foi capaz de se recuperar e enfim derrotou Psi. À noite, Alex e Kara assistiram ao O Mágico de Oz juntas.[44]

Alex e Maggie jantando com Eliza.

Enquanto preparavam seu chá de panela, Alex reclamou sobre a "cafonice" que Eliza estava transformando o evento para Kara. J'onn apareceu no apartamento e disse que iria até Marte depois que M'gann pediu por sua ajuda, e pediu para que as irmãs Danvers cuidassem do D.O.E. em sua ausência. As duas demonstraram serem contras a ideia, já que ele era o último marciano verde vivo. Alex disse que Kara iria ajudá-lo, o que J'onn não gostou, mas ela insistiu, dizendo que iria até o planeta pessoalmente para ajudá-lo caso pudesse. Mais tarde, Alex e Maggie jantaram com Eliza. Quando sua mãe perguntou há quanto tempo Maggie não falava com sua família, Alex tentou desviar do assunto, mas sua noiva disse que estava tudo bem. Quando Maggie contou a história sobre ter sido expulsa de casa, Alex a abraçou para confortá-la.

Mais tarde, em seu apartamento, Alex conversou com Maggie sobre a história que contou, comentando que ela nunca havia contado a história completa. Alex perguntou se ela queria ligar para ele alguma vez, e ela afirmou que sim, mas mudou de ideia depois de descobrir que ele e sua mãe haviam a tirado de todas as fotos em família. Alex disse que os pais fazem "coisas muito idiotas quando reparam em alguma coisa que não entendem", e sugeriu que chamassem-o pra o chá de panela. Maggie foi contra, mas Alex tentou convencê-la do contrário, dizendo que eles podem ter mudado. Alex acordou de madrugada depois de ouvir Maggie ligar para seu pai, convidando-o para o chá de panela.

Alex conversando com Oscar.

No dia seguinte, durante o chá de panela, Alex ficou contente quando Eliza disse que Maggie seria quem iria responder algumas perguntas sobre ela. Porém, James disse para ela não se alegrar por muito tempo, já que ela seria a próxima. Quando sua noiva começou a acertar as perguntas, Alex sorriu. Quando Oscar Rodas, pai de Maggie, entrou no apartamento, Alex foi cumprimentá-lo na porta. Quando ele perguntou se era ela em um quadro com fotos antigas, Alex confirmou, dizendo que não sabia do porque acreditava que usar macacão na escola era legal. Oscar então percebeu que Alex era a noiva de sua filha, e Maggie apareceu para cumprimentá-lo. Alex sorriu quando Oscar colocou uma foto de Maggie quando bebê no quadro depois de perceber que não havia nenhuma foto dela lá. Quando Winn disse que Alex era a próxima no jogo, ela demonstrou sua infelicidade, mas foram interrompidos por Eliza, que disse a elas que iriam abrir os presentes. Alex e Maggie se sentaram no sofá, e se beijaram em felicidade. Quando Oscar foi embora depois do beijo, Alex tentou impedir Maggie de ir atrás dele.

Mais tarde, depois que Maggie se despediu de seu pai, Alex tentou conversar com Maggie sobre terem filhos, mas sua noiva ainda não queria tê-los, embora Alex desejasse muito ser uma mãe.[45]

Alex falando para Kara que Maggie não quer ter filhos.

Algumas semanas depois, Alex e Maggie compareceram a uma reunião de mulheres no apartamento de Kara, com Lena e Sam Arias. Elas conversaram sobre seus relacionamentos, e Alex perguntou como Sam cuidava de Ruby como mãe solteira. Com uma expressão chateada, ela revelou que não pretendiam ter filhos, com Maggie se referindo a elas como as "tias maneiras". Mais tarde, quando Thomas Coville planejou explodir um estádio com uma bomba, Alex reparou que o lugar estava cheio. Através de seus comunicadores, Alex revelou que não conseguiriam evacuar o estádio a tempo. Alex desceu ao porão e encontrou Coville, e o mandou deitar no chão. Em seguida, Alex viu a Supergirl usar seu calor abrir um buraco no chão, e pediu para que sua irmã e Coville empurrassem-a para lá. Depois que tudo se resolveu, Alex, Kara e Lena compareceram a uma apresentação de Ruby em sua escola. Enquanto a criança cantava, Alex se emocionou e foi embora. No lado de fora, Kara perguntou o que estava acontecendo, e Alex revelou que Maggie não queria ter filhos. Ela explicou que havia se convencido de que ter uma vida com Maggie era o bastante, mas ela queria ter as mesmas experiências que Eliza teve; como levar sua filha para escola, ensiná-la a ler e etc. Alex então começou a chorar, perguntando para sua irmã o que iria fazer. Durante a noite, Alex ficou acordada, pensando no que iria fazer a respeito da situação em que se encontrava.[46]

Alex conversando com Maggie sobre terminarem.

Alex e Maggie tiveram uma conversa sobre terminarem sua relação, com Alex pedindo por um tempo para pensar. Ao voltar para seu apartamento, Maggie expressou que não queria terminar, mas Alex disse que estava cansada de só conversarem sobre filhos. Alex então perguntou se Maggie, em algum momento, gostaria de ter algum. Ela não respondeu, e disse apenas que a queria. Alex disse que sabia, mas ela queria muito ter um filho. Maggie disse que ela tinha que dizer aquelas palavras. Alex, depois de hesitar, então falou: "não podemos ficar juntas". Depois disso, Maggie, em lágrimas, saiu do apartamento.

Mais tarde, Alex ajudou Maggie a empacotar suas coisas. As duas então começaram a dançar, e em seguida se deitaram da cama uma última vez. Depois do sexo, Maggie perguntou o que estavam fazendo, o que Alex concordou, dizendo que "foi uma loucura". Maggie perguntou se ela queria mesmo terminar seu relacionamento, dizendo que o motivo era uma "noção abstrata" sobre ser mãe. Alex explicou os motivos de porque queria ser uma mãe. Ela explicou que embora sua vida tivesse sido confusa, a parte de ser mãe sempre foi "muito clara" para ela, e disse que se "se sentiria vazia para sempre" caso desistisse de ser uma mãe. Maggie disse que gostaria de mudar de ideia, o que Alex concordou.

Alex se despedindo de Maggie.

Mais tarde, quando Maggie estava prestes a ir embora, Alex começou a se despedir de sua ex-noiva. Ela disse que não teria conseguido ser feliz, ou ter se aceitado, sem sua ajuda. As duas então se abraçaram, chorando no ombro uma da outra. Antes de sair, Maggie disse "a gente se esbarra, Danvers". Antes de fechar a porta, a mulher disse que ela seria uma mãe muito boa. Depois que Maggie foi embora, Alex se encostou na porta e começou a chorar. Alex ligou para Kara e contou o que aconteceu. As duas se encontraram no bar alienígena, onde Alex recontou o que sua irmã havia lhe dito anteriormente; dizendo que ela estava certa que, quando perdesse Maggie, ela iria para um bar beber. Kara beijou sua testa e disse para Alex que iriam passar alguns dias em Midvale.[47]

Alex e Kara em Midvale.

Ao chegarem em Midvale, Alex abraçou Eliza e entrou dentro da casa. Enquanto estava sentada na cama, Alex perguntou porque estavam lá. Kara disse que precisavam dormir, explicando que sempre dormiam bem lá. Alex zombou da situação e ficou zangada com sua irmã, dizendo que ela havia ficado 6 meses "fechada" com os outros depois que Mon-El foi embora mas estava forçando ela a conversar. As duas então começaram a discutir, e Alex se desculpou por ter quebrado as "regras imaginárias" de um fim de semana que nem queria. Kara disse que não iria mais ajudá-la e então ambas foram dormir. No dia seguinte, Alex e Kara conversaram sobre Kenny Li. As duas então se desculparam pela discussão que tiveram noite passada. Antes de voltarem para National City, Alex disse que era ela quem iria dirigir desta vez, reclamando das habilidades de Kara quanto no volante.[5]

Depois de voltarem a National City, Alex descobriu que os Superamigos haviam encontrado Mon-El. Ela perguntou a todos como ele estava respirando no planeta, já que ele a atmosfera ainda estava com chumbo. Eles começaram a fazer perguntas ao daxamita, mas ele não conseguiu responder a todos, já que estava muito cansado. J'onn começou a mandar que fizessem buscas na nave, mas Alex e Winn garantiram que a nave estava segura, e seus passageiros estavam em hiper-sono. Alex então sugeriu que ele passasse algum tempo com seu pai, M'yrnn J'onzz. Alex então examinou uma mulher, Imra, que também despertou de seu hiper-sono. Depois de descobrirem que Mon-El havia vindo do futuro, Alex disse que não contava com isso.[48]

Crise na Terra-X

Alex e Kara conversando sobre o casamento de Barry e Iris.

Depois que a Supergirl derrotou um Dominador, Mon-El perguntou se ela estava bem. Alex afirmou que sim, dizendo que "ela é a Supergirl". À noite, Alex e Kara passaram a noite juntas assistindo filmes e comentando sobre seus relacionamentos passados. Quando se levantou para pegar mais bebida, Alex encontrou um convite de para o casamento de Barry Allen e Iris West, mas descobriu que Kara não iria para a cerimônia. Alex disse que iriam ficar lamentando pelos términos no sofá, mas Kara se levantou e usou seu extrapolador interdimensional para abrir uma brecha. Alex perguntou o que elas iriam fazer, o que Kara afirmou que iriam ao casamento. No dia seguinte, Alex foi até a Terra-1 com Kara.

Mais tarde, Alex compareceu ao jantar de ensaio do casamento, onde cumprimentou Barry e Iris com um abraço. Enquanto bebia, Alex começou a conversar com Sara Lance. Alex revelou que tinha terminado seu noivado, e quando Sara perguntou se ela havia pegado "ele" a traindo, Alex a corrigiu, dizendo que era uma "ela". Sara disse que estar no casamento no "casal mais feliz do mundo" era um pouco difícil, o que Alex concordou. As duas continuaram a beber, sem perceberem que Kara e Barry as assistiam de cima. Enquanto Joe West fazia um discurso para Barry e Iris, Alex e Sara se beijavam no lado de fora do CC Jitters.

Alex e Sara sendo confrontadas por Prometheus.

Alex então passou a noite com Sara, na onde transaram três vezes. Ao acordar no dia seguinte, ela percebeu que havia uma mão em sua barriga. Ao olhar para trás, ela percebeu a mulher deitada ao seu lado. Alex então tentou sair da cama, mas acabou caindo no chão. Ao se levantar, ela pegou suas coisas e foi embora, com vergonha do que tinha acabado de fazer. Ao se encontrar com Kara na porta da igreja, Alex disse que tinha ido fazer uma coisa, mas quando Sara chegou, ela logo entendeu o que aconteceu. Quando a mulher entrou na igreja, Alex mostrou estar desesperada por isso, com Kara a tranquilizando, dizendo que estava tudo bem. Alex e Kara se sentaram perto de Harrison Wells. Quando Kara começou a cantar "Runnin' Home to You" enquanto Iris andava no altar acompanhada por Joe, Alex ouviu sua irmã, sorrindo enquanto ela cantava. Porém, o casamento foi interrompido por nazistas. Depois que os civis foram retirados, os heróis começaram a lutar. Alex rasgou seu vestido e, ao lado de Sara, começou a lutar contra os nazistas, e em seguida Prometheus.

Depois disso, os nazistas recuaram, mas deixaram Prometheus para trás. Depois do ocorrido, os heróis voltaram para os Laboratórios S.T.A.R. e aprisionaram o vilão no pipeline. Eles começaram a discutir como os nazistas conseguiram atacá-los no século 21.[49] Eles então descobriram que o Prometheus era o Tommy Merlyn. Enquanto Oliver conversava com ele, Alex e os outros heróis continuavam a conversar no córtex. As Lendas sugeriram que Tommy era um anacronismo (alguém deslocado de seu período de tempo), mas Alex concordou com o argumento de Iris e começaram a questionar do porque nazistas atacariam seu casamento, acreditando que eles iriam enfrentar os militares. Porém, Harry Wells explicou que aquele não era o Tommy Merlyn da Terra-1, mas sim de outra terra do multiverso. Ele explicou que a Terra-X era a quinquagésima terceira Terra, mas ninguém nunca a visitava devido ao seu estado; já que o universo havia sido dominado completamente pelos nazistas.

Mais tarde, Alex se encontrou com Sara nos corredores da instalação. Apesar de Sara agir normalmente, Alex, porém, estava completamente nervosa. Alex então conversou com Kara, onde admitiu que não sabia como se sentia depois de ter dormindo com Sara, e começou a se questionar se terminar com Maggie havia sido uma boa ideia. Kara tentou consolá-la, mas Alex ainda estava certa de que cometeu um erro ao dormir com Sara e terminar com Maggie. Quando Kara, Barry e Oliver Queen voltaram de um confronto contra os nazistas, eles revelaram uma flecha de kryptonita. O trio explicou que os líderes nazistas eram sósias de Kara e Oliver da Terra-X. Alex, confusa, perguntou como poderia existir outra Kara. Harry explicou que como havia 53 Terras pelo multiverso, consequentemente havia 53 Kryptons e 53 Karas. Alex analisou o sangue e percebeu que havia uma alta radiação solar nele, o que permitiu que eles localizassem a Overgirl.

Alex ameaçando Overgirl.

Quando a equipe conseguiu encontrar a localização da Overgirl, Alex e Sara começaram a se preparar para o confronto. Sara perguntou se estava tudo bem com ela, com o que Alex confirmou. Ao chegarem no armazém abandonado, Alex e os outros heróis começaram a enfrentar os nazistas, conseguindo dominá-los com extrema facilidade. Alex tentou atirar contra Eobard Thawne/Flash Reverso, mas o velocista correu ao seu redor e a jogou no ar, felizmente ela foi pega pelo Flash antes que caísse no chão. Apesar de estarem com a vantagem, tudo mudou depois que o Metallo apareceu, conseguindo derrotar a Supergirl e o Nuclear com muita facilidade. Alex e os outros heróis foram nocauteados e presos em uma corrente. Ao acordarem, eles descobriram que a Overgirl estava morrendo por excesso de radiação solar em seu corpo, planejando substituir seu coração pelo da Supergirl. Alex disse que iria matá-la caso tentasse ferir sua irmã, o que a Overgirl riu, dizendo que sua própria irmã tentou matá-la. Metallo os nocauteou e, quando acordaram, estavam presos na Terra-X sem Kara.[50]

Alex e os heróis da Terra-1 prestes a serem executados.

Os heróis perceberam que todos estavam sem poderes, mas Alex questionou do porque ela e Sara usavam tais coleiras que bloqueava as habilidades meta-humanas, já que elas não tinham alguma. Alex notou que Kara iria ser morta, mas Barry a tranquilizou, dizendo que iriam salvá-la. Os heróis foram visitados pelo Sturmbannführer, a sósia da Terra-X de seu pai, Quentin Lance. Quando levados para serem executados, Alex, antes de morrer, se desculpou com Kara por falhar em salvá-la. Felizmente, antes que os soldados começassem a atirar, todos foram salvos por Leo Snart e Ray Terrill. Alex perguntou quem era ele, e Ray fez a mesma pergunta para todos.

Alex conversando com o General Winn Schott.

Ao serem levados para o quartel-general dos Defensores da Liberdade, em Star City Alex e os outros heróis descobriram que haviam um portal que poderia levá-los de volta. Porém, o General Winn Schott (a sósia da Terra-X de Winn) apareceu dizendo que iria explodir a instalação onde o portal se encontrava. Alex ficou surpresa ao vê-lo, e ela foi contra detonarem o portal (pretendendo prender a Overgirl, Arqueiro Negro e o Flash Reverso na Terra-1), explicando que precisava salvar sua irmã. Alex então foi conversar com o General Schott, afim de tentar convencê-lo de não destruir o portal. Ela explicou ao Ray, que tentou impedi-la, que em seu universo, os dois eram como família. Alex se aproximou do General Schott, onde tentou suplicar para que lhe dessem apenas algumas horas para entrarem no portal, não para se renderem. Ela explicou como a Supergirl e o Winn da Terra-38 eram próximos, mas o homem não quis ouvi-la.

Alex então decidiu invadir a instalação por conta própria. Ela foi procurar por armas para poder atacar os nazistas, e explicou para Sara que não importava quantos nazistas haviam naquele lugar, ela não iria desistir de salvar Kara. Sara disse que ela não ia conseguir lutar contra um exército sozinha e com medo. Alex disse que não estava com medo, mas Sara disse que se referia ao medo por sua irmã. Alex disse que "se distraiu" com Sara e podia ter feito mais por Kara. Sara disse que perdeu sua irmã, e Alex, chocada com a revelação, se desculpou, já que não sabia sobre isto. Ela garantiu que o mesmo não iria acontecer com Kara. Depois de algum tempo, o General Schott concordou em dar algumas horas para os heróis voltarem para a Terra-1. Alex e os outros se reuniram em uma mesa para discutir o que iriam fazer. Antes de partir para a missão, Alex agradeceu o general pela oportunidade.

Leo revelou aos heróis que o general Schott mudou de ideia e enviou o Tornado Vermelho para destruir a instalação. Com pouco tempo restando, Alex, Canário Branco, Arqueiro Verde, Nuclear e Leo invadiram a instalação, usando as armas que conseguiram para matar os nazistas que viam pela frente. Alex e Sara trabalharam juntas novamente e derrotaram diversos nazistas, enquanto os outros heróis faziam a mesma coisa. No lado de fora, o Flash e O Ray tentavam, de alguma maneira, impedir o Tornado Vermelho.[51] Depois que Martin Stein foi gravemente ferido ao tentar ligar o portal, Alex foi até seu socorro, onde informou a Sara e Jax que o homem não tinha muito tempo de vida, e que era muito perigoso movê-lo. Depois disso, todos passaram pelo portal e retornaram à Terra-1.

Alex e Kara se reencontrando depois de escaparem dos nazistas.

Na Waverider, Alex e Kara se reencontraram. As irmãs se abraçaram, felizes por vê-las vivas. Kara comentou que queriam "fugir de tudo", e Alex concordou, dizendo que um "casamento em outra Terra" não iria resultar em coisa boa. Kara disse que pelo menos esqueceram das coisas, e Alex, como resposta, disse que ela era a única pessoa que conseguia ver aquilo de uma maneira positiva. Depois que Stein morreu, o Arqueiro Negro da Terra-X fez uma chamada de vídeo com a Waverider. Com todos os heróis reunidos, o vilão disse que retornariam para a Terra-X contanto que entregassem a Supergirl. O Arqueiro Verde recusou, e então Alex, Supergirl e os heróis da Terra-1 se prepararam para o combate final contra os nazistas da Terra-X.

Em seguida, Alex e a Supergirl se aliaram aos heróis da Terra-1 em uma última batalha contra os nazistas nas ruas de Central City, na qual saíram vitoriosos (com Eobard deserdando o Novo Reich e a Overgirl e o Arqueiro Negro morrendo). Antes de voltar para casa, Alex se despediu de Sara e a abraçou. Ela disse que iria confiar em seus instintos, dizendo que havia alguém por aí para ambas. Ela então viu a Waverider decolar para longe. Alex e Kara se despediram de Barry, Iris, Oliver e Felicity. Kara abriu uma brecha e então ela e Alex o atravessaram.[52]

Surgimento de Régia

Ao voltarem para a Terra-1, Alex, junto de Kara, Winn e J'onn, ouviram Mon-El e Imra Ardeen contarem sobre o futuro, com Imra revelando a eles que criaram uma equipe de super-heróis chamada Legião dos Super-Heróis. Alex compareceu a festa de Natal de sua irmã, onde ela conversou com Kara sobre Mon-El e Imra. Alex disse que não tinha planejado passar o Natal sem Maggie, mas não queria ficar se lamentando sobre isso. Alex começou a conversar com Ruby Arias sobre a Supergirl, afim de distrair a garota para que Sam pudesse se divertir um pouco, incluindo beber. Quando símbolos kryptonianos misteriosos começaram a aparecer ao redor de National City, Alex e o D.O.E. descobriram que tais símbolos eram equivalente ao diabo de Krypton. Quando a Supergirl estava prestes a ir enfrentar Régia, Alex disse para que sua irmã abraçasse seu lado alienígena, pois tinha muito medo dela. A Supergirl o fez, mas foi derrotada por sua adversária, até mesmo desmaiando pós-combate. Alex chegou ao campo de batalha e levou Kara de volta ao D.O.E., onde tentou mantê-la viva depois de sua luta brutal contra Régia.[53]

Depois de sua luta contra Régia, Kara entrou em um estado de coma. Para ajudá-la a despertar, Mon-El acordou Querl Dox de seu hiper-sono. Imra disse que Kara ficaria bem, já que o tanque onde estava tinha propriedades curativos. Alex perguntou a Mon-El se ele saberia se aquilo iria acontecer, mas o daxamita negou. Com a Supergirl ausente, Régia começou a causar o caos por National City. Alex e o D.O.E. tentaram convencer a Legião a ajudá-los, mas eles não estavam dispostos a interferir. Mon-El disse que, eventualmente, Régia iria embora e a Supergirl acordaria, mas Alex não se animou com isto, já que a vilã poderia matar diversas pessoas antes de partir. J'onn recomendou que iniciassem o Protocolo Sun Down. Alex foi a favor, mas pediu por um tempo para conversar com Thomas Coville sobre como derrotariam Régia. Na prisão, o homem disse que não tinha como derrotá-la, apesar de Alex acreditar o contrário.

Alex e J'onn em uma armadilha para Régia.

Kara foi retirada do tanque, mas não acordou na vida real, para desespero de Alex. Em uma tentativa de tentar capturar Régia, Alex, J'onn e o D.O.E. armaram um assalto ao banco, no qual a kryptoniana chegou em cena para matar os assaltantes. Porém, ao se revelarem, Régia hesitou em atacá-los. Alex jogou uma bomba de sol vermelho em Régia, permitindo que o D.O.E. usasse sua tecnologia para incapacitar a destruidora de mundo. Com ela no chão, Alex se aproximou e colocou uma coleira de kryptonita em seu pescoço, mas Régia resistiu e conseguiu escapar, e usou a coleira como chicote para quebrar a perna de Alex. Na nave da Legião, Alex foi tratada por Querl. Alex sugeriu que injetassem kryptonita na própria Régia. Com uma perna quebrada, Alex ficou fora da missão e decidiu ficar com Kara. Ao lado de sua irmã desacordada, Alex conversou com Kara, que expressou sua saudades. Quando a Legião e J'onn foram confrontar Régia, Kara finalmente acordou. Alex estava lá para cumprimentá-la, e insistiu que ela ficasse na nave, já que ela ainda estava muito fraca. Porém, a Supergirl insistiu em ajudar seus amigos. Apesar de conseguirem vencê-la, Régia conseguiu escapar. Mais tarde, Alex e Kara se reuniram em seu apartamento, onde as duas conversaram sobre os eventos recentes.[54]

Alex na casa de Erika Morrison.

Quando Sam foi visitá-la em seu apartamento, Alex se ofereceu para ser a babá de Ruby, apesar de dizer que não era uma das melhores. Quando Kara e Sam saíram, Alex disse que elas iriam assistir O Iluminado. Alex e Kara começaram a jogar um jogo de tabuleiro, onde ela demonstrou surpresa pela criança saber de tudo. Alex se levantou do sofá e foi até a cozinha para pegar algo para comer. Enquanto ia até lá, Ruby a avisou que havia recebido uma mensagem de Maggie. Depois de Ruby perceber que ela estava distraída, Alex revelou que Maggie era sua ex-noiva, e a mensagem que havia enviado era apenas pedindo por seu passaporte. Alex revelou para a garota que ainda estava triste pelo término, apesar de acreditar que havia superado. Ao descobrir que uma garota da escola de Ruby começou a fazer cyber-bullying com ela, Alex resolveu lidar com isto pessoalmente. Fingindo ser uma agente do FBI, Alex visitou a casa de Erika Morrison, onde disse que a garota infringiu a lei ao postar aquelas coisas sobre Ruby. Alex conseguiu intimidar a garota e fazê-la pedir desculpas para Ruby. Alex e Ruby passaram o dia todo juntas, e quando Sam chegou, as duas se despediram. Alex perguntou como havia sido a viagem de negócios de Sam, mas ela não se lembrava de que tinha que fazer isso. Sam então pediu ajuda de Alex com sua falta de memórias.[55]

Com sua perna completamente curada, as duas usaram uma ala médica do prédio da L-Corp. Alex conversou com Sam sobre seu passado como médica, e a colocou em uma máquina de ressonância. Sam disse o que havia pesquisado na internet, temendo que estava passando pelo pior, mas Alex a tranquilizou, dizendo que iria encarar o resultado juntas. Durante o resultado, Alex descobriu que não havia nada de errado em seu cérebro. Ela então tirou uma amostra de seu sangue, e considerou que Sam contasse a verdade para Lena. Quando Kara levou Lena no D.O.E., que havia sido envenenada, Alex deduziu que Lena havia sido envenenada por cianeto. Ela pediu para que Kara usasse seu sopro congelante para mantê-la viva. Mais tarde, Alex esteve presente quando Sam contou a verdade para Kara e Lena. Quando Lillian Luthor retornou, usando um Lexotraje, para atacar Morgan Edge, Alex disse que iria até o campo de batalha, mas Mon-El apareceu e disse que não daria tempo. No dia seguinte, Alex, Kara e Lena aguardaram os resultados dos exames de Sam. Porém, quando retornou, não havia nada de errado com ela. Alex disse que iria ajudá-la descobrir o que estava acontecendo com ela.[56]

Procurando pelas outras destruidoras

Depois que a Supergirl localizou uma outra destruidora de mundos, Julia Freeman, Alex, Kara, J'onn, Mon-El e diversos agentes do D.O.E. foram até a residência da mulher. Porém, ao chegarem, encontraram a moça cantando uma canção. Quando chamou sua atenção, a Supergirl percebeu que a mulher estava assustada e mandou que Alex e os outros abaixassem as armas. Apesar de hesitar, Alex seguiu a ordem. Quando Julia tentou tocar em Kara, Alex apontou sua arma para ela, mandando-a deitar no chão. Julia então usou seus poderes para atacar os heróis, mas J'onn conseguiu prendê-la ao colocar algemas inibidoras de poderes. Vendo que a situação havia se resolvido, Alex comentou que "a situação podia ter sido pior".

Alex confrontando Pureza.

De volta ao D.O.E., Alex analisou um cristal kryptoniano encontrado na casa de Juia. Ela percebeu que Kara estava com um olhar diferente e pediu para que ela fosse examinada pelos médicos da organização. Enquanto observavam Julia em sua cela, Alex ouviu sua irmã dizer que acreditava na possibilidade de que Julia não é tão má quanto aparenta ser. Alex riu da ingenuidade de sua irmã e a relembrou da visão que teve, estando certeza de que "aquilo" na cela não iria poupar nenhuma vida. Kara sugeriu que tentassem conversar com Julia, o que Alex concordou, mas disse que, assim que este método falhasse, elas iriam fazer de sua forma. Durante o interrogatório, a kryptoniana, que se apresentou como Pureza, disse que a Supergirl não a entendia, mas afirmou que Alex sim. A agente se aproximou da cela, dizendo que iria "descascá-la toda" depois de passar meses por trás da cela.

Alex continuou a ouvir sua irmã tentar apelar pela humanidade de Julia, e começou a perder a paciência pela demora, já que Pureza não respondia nenhuma das perguntas que eram feitas. Quando ela começou ameaçar Kara, Alex começou a confrontá-la, dizendo que havia "oito agências do governo disputando para dissecar [você]". Enquanto era retirada da sala, Alex afirmou que ela não é uma deusa, apenas alguém feita de carne e osso. Em outra sala, Alex disse que o método de interrogatório de Kara era inútil e que estavam perdendo tempo com seus sentimentos. Alex disse que agora iriam tentar interrogá-la de sua forma. Alex voltou para a cela de Pureza, que não quis respondê-la. Ela notou que não era o "público certo" para a kryptoniana, e que apenas via um "bicho atrás de uma cela". Pureza então começou a dizer que Alex é fraca e que perdeu a chance de felicidade. Sentindo as palavras da mulher, e sabendo que era verdade, Alex saiu da sala. Ela começou a chorar, e Winn tentou consolá-la com um abraço.

Alex conversando com Julia através de Pureza.

Depois que Pureza escapou da custódia do D.O.E., os Superamigos a encontraram no metrô. Antes de partirem, Kara disse que não iria subestimá-la, o que Alex agradeceu. Nos trilhos, os Superamigos encurralaram a kryptoniana. Pureza tentou usar seus poderes para derrubá-los, mas, graças a fones protetores contra seu grito sônico, isto não surgiu efeito nos heróis. Sem para onde escapar, Pureza abriu um buraco no chão, levando o confronto até um estação de trem. Enquanto J'onn e Mon-El seguravam a estrutura, impedindo-a de cair, Alex começou a evacuar os civis. Alex percebeu que Kara estava certa e que Julia ainda estava em Pureza. Ela correu até a kryptoniana, que enforcava a Supergirl, e começou a apelar pelo lado humano da mulher assim como sua irmã o fez. Alex se desculpou e disse que iria ajudá-la. Com suas palavras, Julia retomou o controle e soltou a Supergirl, mas Régia apareceu nesse instante. Alex começou a disparar contra a vilã, mas foi facilmente derrubada pela mesma. Régia começou a pisar no peito de Alex, mas Julia se entregou para que a vida da agente fosse poupada.

No D.O.E., Alex foi examinada pelos médicos, dizendo que tinha duas costelas quebradas, mas estava tudo bem. Winn informou que perderam a localização de Régia e Julia assim que elas saíram da estação. Mais tarde, em um bar, Alex disse que ainda não conseguiu superar Maggie apesar de acreditar que sim, dizendo que estava se forçando a superá-la imediatamente. Ela disse que havia perdido as esperanças, e por isso não conseguiu ver Julia da mesma forma que ela fez. Quando Kara disse que ela iria encontrar alguém e de ser uma mãe, Alex sorriu, firmando que gostava de ver o lado esperançoso de sua irmã.[57]

Algumas semanas depois, Alex compareceu a uma noite de karaokê no bar alienígena junto com os Superamigos. Alex conversou com J'onn e M'yrnn, dizendo que eles nunca a convidaram para o apartamento em que moravam, e recomendou que fizessem uma festa para inaugurá-lo. Quando Winn estava prestes a cantar, Alex e os outros viraram seus olhos para a televisão, onde descobriram que Winslow Schott Sr., pai de Winn, havia sido encontrado morto na prisão. No funeral de Winslow Sr., Alex e Kara viram Winn se reunir com sua mãe, Mary McGowan, a quem ele não conversava há 20 anos. Quando o caixão de Winslow Sr. explodiu, a Supergirl apareceu e mandou todos se abaixarem. No D.O.E., Alex examinou Mary, e avisou a todos que ela estava bem, e também disse para Winn que ela queria conversar com ele. Quando M'yrnn pediu pizza, pois se esqueceu de que iriam cozinhar o jantar com Alex e Kara, ela levou o marciano de volta para o apartamento, dizendo que iriam pré-aquecer o forno.

Alex em um jantar com J'onn e M'yrnn.

Depois que o D.O.E. foi atacado por um exército de macacos de brinquedos, Alex recebeu uma ligação de um dos agentes. Ela informou a J'onn que houve uma "pequena confusão", mas tudo havia sido resolvido. Durante o jantar com J'onn e M'yrnn, Alex elogiou M'yrnn e suas habilidades com o karaokê. Eles então conversaram sobre o racismo nos Estados Unidos. M'yrnn tentou perguntar se ela gostaria de mais vinho, mas não terminou sua frase por se esquecer do que estava dizendo. Enquanto J'onn cuidava da sobremesa, Alex conversou com M'yrnn, que expressou seu desejo de ter netas. Alex estranhou o que o marciano disse, já que J'onn tinha duas filhas. Quando Alex mencionou sua avó com demência, M'yrnn, que sabia que estava perdendo suas memórias, pediu para que não contasse nada a J'onn. Alex tentou convencê-lo a contar para J'onn, mas M'yrnn se recusou e expulsou Alex do apartamento.

No D.O.E., J'onn perguntou para Alex o que aconteceu. Ela disse que M'yrnn era incrível, mas J'onn ainda queria saber o que aconteceu. Alex disse que ele deveria conversar com seu pai, já que não deveria ser ela revelar seu segredo, mas disse que havia se divertido no jantar. Em uma outra noite de karaokê, Alex disse para Kara que Mary e Winn não estavam cantando tão ruim assim. Quando viu J'onn entrar pela porta, Alex percebeu automaticamente que ele havia descoberto o segredo de seu pai. Ela se aproximou do marciano e os dois se abraçaram.[58]

Algum tempo depois, Alex compareceu a uma noite de jogos organizado por Kara em seu apartamento. Quando M'yrnn, durante o jogo de mimica, começou a se transformar, J'onn o acusou de roubar. Alex disse que não tinha problema, já que ela e Kara estavam ganhando de todos. Porém, a diversão foi interrompida quando Alex recebeu um alerta de problemas. Kara disse que iria até lá e começou a desabotoar sua camiseta, o que deixou Alex e a todos surpresos. Kara explicou que estava fazendo aquilo porque gostava daquela camiseta. No D.OE., Alex, Kara e J'onn descobriram que a espécie alienígena da mulher que sua irmã levou era Kalanoriana, uma espécie telepática.

Quando Winn e outro agente começaram a brigar, Alex interviu na luta e derrubou o outro agente. Winn tentou atacá-la, mas Alex o prendeu no chão e começou a segurá-lo com seu joelho. Kara a tirou de cima do homem e deixou Alex furiosa. J'onn usou seus poderes psíquicos para criar uma barreira mental ao redor da mente de todos, e explicou que aquilo foi uma anomalia psíquica. Alex e Kara, acreditando que o responsável pelo ataque foi a alienígena kalanoriana, descerem até as celas. Enquanto caminhavam, Kara disse que socou Mon-El durante seu treinamento depois que ele começou a falar sobre "os velhos tempos". Alex perguntou se ela havia sido afetada pela anomalia psíquica, ou se o socou apenas por não terem resolvido seus problemas do passado. Ao chegarem na cela, as duas encontraram a Kalanoriana tendo um ataque cardíaco. A mulher parou de se mexer e começou a dizer algo. Confusa, Kara questionou o que ela estava dizendo, Alex disse que não sabia, mas tinha certeza que era marciano.

Alex e Kara conversando com J'onn sobre M'yrnn.

Kara e Alex se encontraram com J'onn, que explicou que seu pai estava a usar uma técnica marciana para transferir suas memórias para a parte saudável de seu cérebro. Ele continuou dizendo que isso consumia muita força de si, e que vazamentos psíquicos poderiam acontecer, e que outras espécies telepatas poderiam detectá-la. J'onn disse que não poderiam usar amortecedores de poderes porque isso seria necessário que seu pai se tornasse dependente dele, e que isso tiraria a única coisa que os Marcianos Brancos não conseguiram. Alex explicou algo que havia acontecido com sua avó, tentando motivar J'onn. Kara recitou algo que seu tio, Jor-El, havia lhe dito uma vez: "o filho se torna o pai, e o pai se torna o filho". Quando M'yrnn estava realizando tal técnica marciana, ele começou a ter outro vazamento psíquico. Desta vez, Alex não foi afetada por isto, uma vez que ela estava usando os inibidores psíquicos. Ela foi até a sala de treinamento, onde encontrou Kara confrontando Mon-El, e entregou um bloqueador psíquico para sua irmã. Devido ao vazamento psíquico, todos os agentes começaram a lutar um contra os outros. Alex começou a enfrentar os agentes e a nocauteá-los, e também colocando os inibidores psíquicos em sua cabeça.[59]

Alex infectada pela Pestilência.

Depois que Kara e Mon-El encontraram diversos pombos mortos, Alex analisou um dos pássaros, mas não encontrou nenhum tipo de vírus que poderia matá-lo. Porém, Imra e Mon-El revelaram que aquilo era obra de Pestilência. Quando pessoas da prefeitura começaram a adoecer, Alex e a Supergirl foram até o prédio para investigar. Alex e Winn conversaram com a Dra. Grace Parker, onde descobriram que as pessoas doentes foram arranhadas pela Pestilência. De volta no D.O.E., Alex conversou com Kara sobre a atitude de Imra, que queria matar Pestilência antes que a kryptoniana se transformasse em Blight. Quando o nariz de Winn começou a sangrar, Alex e o D.O.E. descobriram que ele havia sido infectado pela Pestilência. Porém, algum tempo depois, Alex também sucumbiu à doença e foi colocada nos cuidados do D.O.E.. Ela tentou voltar a campo apesar de sua situação, mas Kara e J'onn disseram para ela descansar. Quando descobriram que Grace era a Pestilência, a Supergirl e a Legião conseguiram retirar uma amostra de sangue dela, permitindo que eles criassem uma cura para sua doença. Alex, curada, acordou e viu Kara ao seu lado e perguntou o que aconteceu, mas sua irmã disse que estava tudo bem. J'onn disse que não conseguiria imaginar estar sem Alex ao seu lado, mas ela garantiu que não iria a lugar nenhum.[60]

Alex, Supergirl e Lena no Vale Sombrio.

Depois que descobriram que Lena estava fazendo testes com Sam, a Supergirl levou Alex até o laboratório da L-Corp onde a Luthor estava realizando tais testes. Em seguida, Lena foi interrogada no D.O.E., onde Alex disse que, quando a testou pela primeira vez, não havia encontrado nada "extraordinário" nela. Quando um eclipse começou, Kara desmaiou. Alex foi até sua irmã, e quando ela acordou, perguntou o que aconteceu. Alex, Kara e Lena descobriram que o eclipse era o resultado de um ritual das três destruidoras. Kara explicou aos Superamigos que havia sonhado com Sam em Juru e pediu para Brainy levar ela e Alex até Juru, o que Lena também se voluntariou a ir. No cruzador da Legião, antes do início da missão, Alex confrontou Lena do motivo de não ter contado a verdade, o que ela explicou que era um segredo de Sam e não cabia a ela contar para todos. O trio então acordou dentro do Vale Sombrio, e Alex equipou a todas com pedaços de madeira para se defenderem. Elas também encontraram o cadáver de Grace Parker, e Alex sugeriu que encontrassem Sam e Julia rapidamente. Alex e a Supergirl conversaram com Lena sobre ela usar kryptonita em seus experimentos com Régia, e em seguida foram atacados por demônios kryptoniano, mas os fantasmas foram embora rapidamente.

Alex vendo sua nova arma.

Elas entraram em uma caverna, onde encontraram Julia encolhida em um canto. Alex e a Supergirl tentaram se comunicar com ela, mas a mulher não respondeu aos seus chamados. Logo em seguida, o trio encontrou Sam, que resmungava "eu matei eles" enquanto sentada no chão. Sam percebeu as mulheres lá, e ao invés de reagir positivamente, ela acreditou que havia matado elas. Elas conseguiram fazer Sam despertar, mas com isso trouxeram Régia ao vale sombrio. A vilã agarrou Lena pelo pescoço e estava prestes a matá-la quando as três foram retiradas do vale por Brainy, depois que Sam havia conseguido mandar sua localização para os heróis. No cruzador da Legião, Alex foi parada por Winn, mas ela disse que estava com pressa. Porém, ela mudou de ideia ao descobrir que Schott estava lhe entregando seu próprio traje especial, para sua felicidade. Com um sorriso em seu rosto, Alex disse que iria vesti-lo imeditamente.

Junto com os outros Superamigos, Alex participou da batalha contra as destruidoras de mundos. Alex usou sua nova arma para derrubar Régia, que estava prestes a atacar a Supergirl, mas sua irmã a apressou para ir lutar contra as outras kryptonianas. Alex se encontrou com Pureza e tentou apelar para que Julia assumisse o controle, mas a kryptoniana a atacou. Vendo que o eclipse havia chegado ao seu total, a Supergirl perdeu seus poderes. Alex tentou usar sua arma para derrubar Régia novamente, mas a vilã a agarrou pelo pescoço e a jogou para longe. Alex e Kara começaram a chamar por Julia, e felizmente seus pedidos funcionaram e Julia retomou o controle de seu corpo. Ela usou seus poderes para atacar Régia, mas foi atacada e morta por Pestilência, mas Julia também conseguiu matá-la. Quando a fortaleza das destruidoras começou a desabar, Alex e os outros voltaram ao cruzador da Legião.

No D.O.E., Kara elogiou o traje de Alex, o que ela agradeceu a Winn. Ela mandou indireta para J'onn, dizendo que pedia por um traje novo há anos, mas ele nunca lhe dava nada.[61]

Protegendo Ruby e enfrentando Régia

Alex com Ruby na mansão de Lex.

Com Pureza e Pestilência derrotadas, a Legião estavam prontos pra voltar ao futuro. Alex e os Superamigos foram até o cruzador para se despedirem da equipe. Quando Lena foi atacada por Régia, Alex e os outros descobriram que a kryptoniana estava atrás de Ruby Arias. Alex pediu para que fosse até Ruby, mas Lena foi contra isso. Eventualmente, ela cedeu a localização da mansão invisível de Lex Luthor. Alex se encontrou com Ruby, que começou a fazer perguntas sobre sua mãe para ela. Alex mentiu e disse que não sabia o que estava acontecendo. Para mudar de assunto, ela pediu para que Ruby lhe mostrasse a mansão. Alex passou o dia com Ruby, e à noite recebeu a ligação de alguém. Ruby começou a, novamente, fazer perguntas sobre sua mãe, mas Alex disse que estava tudo bem. Ela então saiu para se preparar para um filme.

Alex protegendo Ruby.

Sem seu conhecimento, Ruby usou seu celular para ligar para Sam. Ao voltar, Alex perguntou se estava tudo bem, o que a criança afirmou que sim. Porém, ao ver seu celular na mesa, ela logo percebeu o que aconteceu. Quando um alarme começou a tocar pela casa, Ruby perguntou o que estava acontecendo. Alex disse que Régia estava lá e a apressou para ir ao último nível da mansão. Alex vestiu seu traje e começou a levar Ruby para um cofre. Quando as duas estavam prestes a entrar, Régia apareceu e usou sua visão de calor contra as duas, mas a porta bloqueou o ataque. Alex disse para Ruby se agachar, e apontou sua arma em direção da porta. Régia passou pela porta e uma metralhadora se abaixou do teto, e começou a atirar contra a kryptoniana. Alex começou a fazer a mesma coisa, mas Régia usou o grito sônico (poder absorvido de Pureza) para derrubar a arma. A Supergirl e Mon-El apareceram e começaram a lutar contra Régia. Quando a máscara da vilã caiu e Ruby descobriu que sua mãe e Régia eram as mesmas pessoa, Alex foi até a criança. Depois que Régia foi derrotada, Alex abraçou Ruby.

Em seu apartamento, Alex consolou Ruby da verdade. Ela disse que Régia e Sam, apesar de terem o mesmo corpo físico, não eram a mesma pessoa. Ela se desculpou por ter escondido a verdade, reconhecendo que havia sido um erro, e prometeu que iria protegê-la.[62]

Alex e Ruby.

Ruby passou a ficar alguns dias com Alex. Um dia, Alex convidou Ruby para passear na moto que tinha acabado de comprar, mas a garota, desmotivada, recusou. Alex sugeriu fazer outras coisas, como adotar algum animal de estimação ou jogarem algo, mas Ruby continuou a dispensar tudo e pediu para ficar sozinha. Alex entendeu e se levantou. No D.O.E., Alex começou a ler alguns livros para ajudá-la na situação, afim de querer ajudar Ruby com seu trauma. Ela expressou o que sentia para J'onn e as dificuldades que estava passando. Alex levou Ruby a um fliperama, enquanto J'onn também levou M'yrnn. Enquanto estavam lá, Alex pediu para que Ruby a deixasse a ajudar, mas a garota continuava a se afastar de toda ajuda possível. Ruby, porém, pediu para que fosse levada de volta para casa. Quando M'yrnn teve um surto, Alex e J'onn tiraram-o do fliperama. No fim do dia, Alex e J'onn conversaram sobre como o dia havia sido horrível. Ao voltarem, Alex e J'onn viram Ruby e M'yrnn jogando juntos, e os dois sorriram por verem os dois se divertindo. À noite, Alex pintou as mechas do cabelo de Ruby de azul. Ela prometeu que iria ajudá-la, e que "as mentes mais brilhantes do mundo" estão trabalhando para ajudar sua mãe. Alex jurou que, enquanto viver, iria protegê-la.[63]

Alex vendo o arquivo de Ronald Collins.

Enquanto assistiam a um documentário, Alex disse que a Supergirl foi atrás de Harun-El para poder ajudar Sam. Quando Ruby começou a duvidar de que ela chegaria a tempo, Alex disse para ter esperança. Depois de tomarem sorvete, as duas pararam em uma banca, onde Alex quis experimentar um óculos. Ao olhar em um espelho, ela percebeu um homem a observando. Ela tirou Ruby de perto, e quando voltou, o homem começou a atirar contra ela, mas Alex se abaixou e conseguiu desviar dos disparos. Ele jogou uma granada, a qual Alex a pegou e colocou dentro de um lixo. Ela levou Ruby ao D.O.E. para mantê-la segura. Alex disse a J'onn e Winn que ela era o alvo, e demonstrou sua preocupação pela vida de Ruby estar em perigo. Alex e o D.O.E. começaram a procurar por responsáveis que tentariam matá-la. Ela descobriu que Ronald Collins, o homem responsável pela morte de Kenny Li, estava morando em National City depois de ter sido libertado da prisão. Alex pediu para que Winn cuidasse de Ruby enquanto lidava com este assunto.

Alex encontrou Collins bebendo em um bar. Quando o homem tentou sair, ela o empurrou de volta para a cadeira. Ela então disse que estava sendo perseguida, e acreditava que ele era a pessoa querendo matá-la. Porém, quando Ronald começou a falar o que sentia, incluindo o arrependimento por matar Kenny, Alex logo percebeu que ele não era a pessoa que estava tentando matá-la. Quando Alex tentou ligar sua moto, ela descobriu que uma bomba havia sido plantada no veículo. Felizmente, ela conseguiu sair antes que detonasse. Alex disse para J'onn que estava com medo de Ruby ficar sozinha caso ela morresse. Ela então decidiu acabar com isto de uma vez por toda, e disse que queria montar uma armadilha.

J'onn usou seus poderes para se transformar em Alex, enquanto ela mesma observava de um telhado. Ela avistou o homem, contudo, ele se virou e atirou contra Alex, sabendo que a Alex embaixo era o J'onn. Quando o homem começou a correr, Alex foi atrás dele. Quando estava se segurando em um telhado prestes a cair, o homem se revelou. Alex o identificou como o irmão gêmeo de um fugitivo de Forte Rozz. Quando ele estava prestes a disparar, Alex conseguiu se erguer e derrubá-lo. No D.O.E., Alex conversou com J'onn, e disse que acreditava que sua vida como uma agente secreta colocava em risco seu desejo de ser mãe.[64]

Alex e Kara conversando sobre Argo.

Depois que os Superamigos conseguiram separar Sam de Régia, Alex assistiu Ruby se reencontrar com sua mãe no D.O.E.. Mais tarde, no apartamento de Kara, Alex descobriu que Argo City (a cidade natal de Kara no planeta Krypton) e sua mãe, Alura Zor-El, haviam sobrevivido à explosão do planeta. Alex percebeu que Kara planejava voltar para lá, e ouviu sua irmã contar como se sentia na Terra no primeiro dia em que chegou, mas havia considerado o planeta seu lar depois de passar sua vida com ela. Alex disse que não sabia se conseguiria aguentar as coisas sem ela. No dia seguinte, o D.O.E. realizou uma festa de despedida para Kara. Antes de sua irmã ir embora, Alex e Kara deram um último abraço.

Depois que Kara foi embora, Alex foi até o apartamento de J'onn, onde ele a convidou para ir à ópera junto dele e seu pai. Porém, M'yrnn disse que seu tempo estava acabando, e por isso deveria passar suas memórias a J'onn. O marciano pediu para que ele o ajudasse a convencer seu pai a mudar de ideia, mas Alex afirmou que não é papel dela. Alex recebeu um alerta de emergência do D.O.E. e se retirou. Mais tarde, Alex começou analisar possíveis pessoas que possam ter roubado as armas do arsenal do D.O.E.. Ela perguntou a J'onn se ele estava evitando voltar para casa e lidar com a situação com seu pai, mas ele negou. Algum tempo depois, eles conseguiram encontrar as 10 pessoas que compraram a arma, e James identificou Arthur Willis como o homem que o atacou. Alex então foi pedida para reunir uma equipe de ataque.

Alex e J'onn foram até a antiga empresa de advogacia que o homem trabalhava, mas acabou sendo demitido e, por conta disto, planejava matar todos. Alex perguntou para uma mulher se, após a demissão de Willis, eles haviam oferecido ajuda para a saúde mental do homem, ela afirmou que sim, mas ele recusou. No dia seguinte, no D.O.E., Alex ouviu J'onn anunciar que a organização deixaria de usar armas letais. À noite, Alex olhou para as fotos que havia tirado com Ruby quando a garota passou algumas semanas com ela. Querendo levar seu sonho como mãe mais adiante, Alex pesquisou agências de adoção em seu computador. Ao abrir um site, ela sorriu.[65]

Alex se despedindo de M'yrnn.

No D.O.E., Alex continuou a analisar o site quando foi surpreendida pela chegada de J'onn e M'yrnn, que disse estar lá para se despedir. O marciano a agradeceu pelo tempo que passaram juntos, dizendo que ela teria sido uma "ótima marciana verde" e que podia partir em paz sabendo que J'onn tinha uma casa e família na Terra. Alex, em lágrima, agradeceu pelas palavras lindas, dizendo que foi de M'yrnn a quem J'onn herdou sua bondade. Ela perguntou a J'onn se poderia fazer algo para ajudá-los, mas o marciano dispensou, afirmando que era algo que ele tinha que fazer. Em sua ausência, ele deixou Alex encarregada do D.O.E.. Depois que Sam foi levada ao D.O.E., Alex começou a fazer perguntas sobre o que estava acontecendo. Lena revelou que as células dela estavam voltando a ser kryptonianos, e também ficando sem oxigênio. Alex então decidiu usar as câmaras de sol amarelo para carregar suas células.

Alex lutando contra uma bruxa kryptoniana.

Alex e Lena testaram a visão de Sam com um campo refratário. Depois que isto falhou, Alex explicou para Sam que os olhos dela doeriam caso tentasse enxergar através dele, o que não aconteceu, já que ela viu Lena acenando em direção dela quando o campo foi ativado. Winn chamou Alex depois que o holograma da inteligência artificial deu "defeito", mas descobriu que era Kara tentando entrar em contato com o D.O.E. diretamente de Argo, mas havia assumido a aparência do holograma de Alura. Alex foi informada que o Harun-El foi usado para separar Sam de Régia, mas isso fez a destruidora adormecer e ela estava despertando. Alex perguntou se ela tinha um plano, Enquanto trabalhavam para ativar os portais de ambos os lados, as Filhas de Juru começaram a atacar o D.O.E. em busca do sangue de Pureza e Pestilência. Alex usou equipamento de kryptonita e lutou contra Selena e Ayala, mas foi derrotada pelas bruxas kryptonianas.

Depois que as Filhas de Juru foram embora, Alex foi verificar Sam para ver se estava tudo bem e informou Lena o que estava acontecendo. Com a fuga das kryptonianas, os Superamigos se reuniram para discutir o que fazer. Kara perguntou se deveria chamar J'onn, mas Alex foi contra, já que o marciano estava passando os últimos momentos com seu pai, mas disse que o chamaria caso fosse necessário. Lena informou que Sam ficava fraca porque Régia estava se fortalecendo. Alura recomendou usar a Fonte de Lilith para fortalecer Sam e, consequentemente, derrotar Régia. Alex foi apresentada à Alura por Kara. As duas se abraçaram, e Alex disse que Kara ajudou sua família. Quando Sam estava prestes a receber um choque, e consequentemente levada ao Vale Sombrio, Alex disse para Ruby sair da sala, mas a garota se recusou. As duas se abraçaram, e então de repente, a Terra começou a tremer. Os Superamigos foram ao lado de fora, e viram toda National City sofrendo um terremoto, logo descobrindo que as Filhas de Juru estavam planejando fazer uma terraformação.[66]

Alex, Lena e Ruby vendo Sam flutuar.

Enquanto M'yrnn e J'onn resolviam como dar um fim aos tremores, os Superamigos foram às ruas para proteger os civis. Alex subiu em cima de um carro, e usou um campo eletromagnético para proteger o veículo, que continha uma família dentro, de destroços que caiam do céu. Depois que M'yrnn se sacrificou para impedir o terremoto, os Superamigos foram aplaudidos pelo público. No D.O.E., Alex e Kara abraçaram J'onn, expressando suas condolências. Em seguida, Lena elogiou o trabalho que Alex teve com Ruby, dizendo que ela seria uma boa mãe. Ela perguntou se deveria encontrar alguém para adotar uma criança ou ser uma mãe solteira, dizendo para Lena que estava com dúvida. Lena disse que, quando acabassem com a Régia, ela iria dar um jeito de descobrir o que fazer. Enquanto os Superamigos e a Legião dos Super-Heróis foram atrás da Régia e das outras bruxas kryptonianas, depois que Thomas Coville mandou um sinal, Alex ficou com Lena e Ruby no D.O.E.. Quando Sam despertou, Alex ficou surpresa em vê-la flutuar e disse para onde os heróis estavam.

Alex ouvindo J'onn promovê-la a diretora.

Porém, durante a batalha contra as bruxas kryptonianas, os Superamigos tiveram muitas baixas (incluindo as mortes de Imra, Brainy, Alura, Sam e Mon-El) apesarem de terem conseguido vencer Régia. Kara se comunicou com Alex no D.O.E., alertando o que aconteceu e disse que iria voltar no tempo para derrotar Régia de uma nova forma, levando ela, Sam e Régia ao Vale Sombrio usando o Harun-El. O plano funcionou e Régia foi morta. Vitoriosos, Alex recebeu um abraço de Ruby como agradecimento. Em seguida, Alex decidiu se demitir do D.O.E. e foi até J'onn dizer isto. Porém, J'onn a interrompeu e revelou que estaria deixando o D.O.E., mas seria ela quem iria assumir seu cargo como diretora. Alex, agora que não precisava ir a campo todos os dias, concordou. Mais tarde, Alex e todos seus amigos se despediram de Winn, que estava indo embora para o futuro junto com a Legião dos Super-Heróis. Em lágrimas, ela o abraçou.

À noite, Alex conversou com Kara sobre os eventos recentes.[67]

Enfrentando os Filhos da Liberdade

A nova diretora do D.O.E.

Enquanto treinava os novos agentes da organização, Alex foi interrompida por Querl Dox, que avisou sobre a chegada da Presidente Marsdin. Alex, pega de surpresa, questionou quando ela chegaria, o que o coluano respondeu que era "agora". A presidente entrou na sala, fazendo com que Alex saísse de cima de um dos agentes que havia derrubado. Ela foi elogiada por Olivia sobre estar comandando o D.O.E., o que fez Alex sorrir. Depois disso, as duas foram fazer um tour pela instalação. Mais tarde, Alex se aborreceu com Querl e disse que o coluano deveria alertá-la com antecedência caso fosse algo importante. Quando a Supergirl esteve com problemas, Alex disse que iria mandar uma equipe, mas Brainy foi à frente e saiu voando para ajudar a heroína. Quando Brainy voltou ao D.O.E., Alex confrontou Brainy sobre suas ações, dizendo que ou ele "faz muito pouco" ou "faz muito", e o relembrou de que aquilo não era a Legião e ele não podia fazer o que quisesse.Em um jantar com Kara, Alex conversou sobre seu encontro. Ela então demonstrou sua frustração com Brainy, o que Kara lhe disse para ter mais calma, já que ele era novo no século 21. Em seguida, as duas conversaram sobre J'onn, que acreditava que os alienígenas estavam sendo alvos de grupo anti-alienígenas.

Alex contendo a explosão.

Depois que a Supergirl descobriu que os terroristas Mercy e Otis Graves iriam atacar a cúpula alienígena da Presidente Marsdin, Alex fez com que o lugar onde o encontro aconteceria fosse protegido pelo D.O.E.. Quando um pulso eletromagnético apagou todas as luzes, Alex ordenou que todos mantivessem calma. A diretora ordenou que Brainy usasse um dispositivo para reacender as luzes, o que funcionou. Alex pediu para que levassem a presidente para longe. Olivia perguntou se eles estavam dentro do perímetro, o que Alex afirmou que tinha certeza que sim. Mercy, usando um uniforme do D.O.E., apareceu e começou a atirar contra Alex, que usou o ímã de seu traje para desarmá-la. As duas começaram a lutar, e a terrorista jogou uma bomba para Alex. Ela o pegou e criou um escudo ao redor dele, contendo sua explosão. Alex então ordenou que tirassem Olivia Marsdin de lá.

Depois que Otis foi apreendido, Alex disse que ele iria ceder e revelar a localização de Mercy. Ao notar Brainy usando as roupas de Winn, Alex o perguntou o que ele estava fazendo. Depois de que o coluano disse que não era Winn, Alex percebeu que havia sido arrogante com ele, e que isso era por conta de sua saudades por Winn, e que o punia por não ser ele, reconhecendo que não era profissional de sua parte. Alex disse que eles trabalharem juntos não era algo ruim, mas tinham que encontrar apenas seu ritmo. Quando ele tentou tocá-la, Alex desviou sua mão duas vezes.[68]

Quando dois agentes do D.O.E. começaram a discutir sobre Olivia Marsdin ser uma alienígena, Alex interrompeu-os, dizendo que seu trabalho era proteger tanto humanos quanto alienígenas, e que deveriam discutir sobre política fora do lugar de trabalho. Raymond Jensen disse que Otis estava na sala do interrogatório, e Alex agradeceu pelo aviso. A Supergirl chegou e as duas começaram a conversar sobre Otis, onde Alex revelou que expor a presidente era a "Fase 1". Alex mostrou para a Supergirl que o ódio alienígena havia aumentado de um dia para o outro depois que a presidente foi exposta.

Alex interrogando Otis.

Alex tentou interrogar Otis novamente e perguntou onde sua irmã estava escondida. Porém, o criminoso não estava levando a interrogação a sério, o que deixou Alex estressada. A diretora afirmou que iria transformar a vida dele num inferno caso não contasse a verdade. Otis disse que ela era bem cruel. Alex deu as costas para o homem, que tentou atacá-la, mas ela foi capaz de derrubá-lo. Ela ordenou que Jensen levasse o homem de volta para sua cela. Otis disse que "aqueles dois" estavam bem escondido, fazendo Alex perceber que Otis havia revelado uma informação. Alex ligou para Kara e a informou que Mercy estava trabalhando com outra pessoa.

Alex ordenou que os agentes buscassem por Mercy. Ao se virar, ela notou que J'onn estava lá, elogiando-a como diretora, mas ela brincou dizendo que um crachá de visitante não lhe caía bem. Os dois se abraçaram e Alex perguntou como as ruas estão com toda essa situação acontecendo. A conversa foi interrompida por Brainy, que avisou Alex sobre Mercy, mas não encontraram nada. J'onn então disse que iria investigar um caso de pessoa desaparecida por conta própria e foi embora.

Alex recebeu uma ligação de Kara, que disse que o indutor de imagens de Brainy foi hackeado. Ela foi conversar com Querl, perguntando se as 12 pizzas que ele havia comprado era apenas para eles dois ou a equipe toda, mas brincou dizendo que "aceitava o desafio" de comer apenas eles. Brainy revelou que havia 99% de chances de Mercy atacar a L-Corp, onde poderia acessar o mainframe. Alex usou os comunicadores para chamar pela Supergirl, mas Kara, que estava com Lena e Eve em suas roupas civis, alertou que a Supergirl não chegou ainda, fazendo Alex perceber que Kara não conseguiu se trocar ainda. Depois disso, a Supergirl conseguiu prender Mercy e levou-a para ser presa no D.O.E.. As irmãs Danvers começaram a zombar da situação, dizendo que os irmãos Graves são "itens de colecionador" que valem mais se não tirá-los da caixa. Mercy refutou os comentários e disse que o ódio estava se espalhando, com Otis afirmando que ela não conseguiria impedi-los. Alex concordou, dizendo que mudar "corações e mentes" não é seu trabalho, mas sim o da Supergirl, o que ela afirmou que a heroína faz muito bem.

Alex conversando com Brainy.

Alex encontrou Brainy se culpado por dar uma informação errada a Supergirl. Ela o tranquilizou dizendo que todos cometiam erros, mas quando percebeu que o coluano agia de forma estranha, ela perguntou se isso tinha a ver com o que se passou em uma pizzaria (onde ele havia sido atacado pelos funcionários do estabelecimento depois que seu indutor de imagens falhou). Alex o ouviu desabafar sobre o que sentia, decepcionado pelo homem que considerava seu "amigo" tê-lo atacado, e garantiu que nem todos são iguais a ele. Ela também disse que caso alguém o magoasse novamente, ele deveria avisá-la. Brainy então disse que "todos os aliens merecem uma Alex Danvers". A diretora avisou Jensen e perguntou se ele gostaria de conversar, mas o homem negou. Alex pediu para que lhe avisasse de hora em hora. Em seguida, Alex e o D.O.E. ouviram uma transmissão ao vivo da Supergirl.

Mais tarde, enquanto Phil Baker assumia o cargo de presidente, Alex pediu por atualizações sobre Mercy e Otis, porém Jensen não respondeu aos comunicadores. Percebendo algo de errado, Alex pediu para que Brainy puxasse as câmeras da cela. Porém, ela percebeu que a gravação dava um "salto". Aquilo não era um tropeço, era uma falha. Os agentes então perceberam que aquilo era um holograma.[69]

Tendo suas memórias apagadas
"Me deixa te salvar dessa vez."
—Alex Danvers para Kara Danvers[fonte]

Depois que a Supergirl salvou um navio de carga de um alienígena invisível, Alex chegou na cena com a Coronel Haley para investigar e limpar o lugar. Porém, Haley estava preocupada em descobrir a identidade da Supergirl, o que forçou Alex a fazer o impossível para manter a identidade secreta de sua irmã em segurança. No D.O.E., ela reuniu todos os agentes que sabiam da identidade da Supergirl e das intenções de Haley e pediu para que eles mantivessem em segredo, o que todos concordaram em fazer.

Depois que Kara e J'onn descobriram sobre o Projeto Morae, Alex se uniu aos dois para ir até a casa do General Alphonso Tran, um dos comandantes que participaram do projeto. Ele explicou que haviam encontrado três Moraes crianças, e, depois de descobrir sobre sua habilidade de camuflagem, eles foram treinados para se tornar assassinos invisíveis. Porém, os métodos que usaram contra os alienígenas eram muito brutais, e agora os Moraes queriam matar todos os envolvidos na tortura. Os Morais chegaram, e, apesar da tentativa de Alex, Kara e J'onn em proteger o general, os alienígenas conseguiram matar Tran.

Alex voltou ao D.O.E. para questionar Haley sobre o Projeto Morae, já que ela também estava envolvida. Haley admitiu seu envolvimento, mas confessou que não sabia sobre a tortura. Alex ficou muito frustrada por Haley estar transformando o D.OE. em uma força para uma "guerra alienígena", e que estava mais focada em descobrir a identidade secreta da Supergirl do que proteger a Terra. Alex ligou para Kara e disse que não conseguiria trabalhar no D.O.E. enquanto Haley estivesse lá, o que sua irmã lhe aconselhou a continuar e lutar por seus ideais. Depois disso, Alex descobriu que um dos agentes, Reiff, havia revelado a identidade da Supergirl para Haley durante o interrogatório. Haley reprimiu Alex por proteger sua própria irmã, e naquele momento, os Moraes atacaram o D.O.E..

Haley ordenou que usassem armamento pesado contra os Moraes. Eventualmente, os alienígenas cercaram a general em um beco, onde Alex foi capaz de salvá-la com a ajuda da Supergirl. Porém, apesar de ter sido salva pela Garota de Aço, Haley tentou chantagear a Supergirl para fazê-la voltar ao D.O.E. e pudesse controlá-la, ou senão ela iria revelar sua identidade ao mundo. Alex perdeu o controle e atacou Haley, socando-a e a fazendo desmaiar. As irmãs a colocaram dentro de uma cela e chamaram J'onn para apagar sua memória. Apesar de estar relutante com isso, J'onn o fez.

Alex abraçando Kara antes de ter sua memória apagada.

Porém, no dia seguinte, Haley levou um Vertullarian ao D.O.E.. Brainy revelou para Alex que eles eram conhecidos como "Buscadores da verdade", cujas habilidades permitem detectar mentiras. Apesar de ter tido suas memórias apagadas, a memória de Haley em descobrir a identidade secreta da Supergirl não havia sido. Alex foi ao escritório de J'onn, onde ele revelou que não havia nenhuma forma de escapar dos buscadores da verdade, e qualquer pessoa que saiba da identidade da Supergirl iria revelar a verdade. Alex disse que os agentes do D.O.E. concordaram em ter suas memórias apagadas, mas ela também teria que ter para proteger Kara, que foi contra a ideia. Kara saiu do escritório em lágrimas, incapaz de olhar enquanto J'onn apagava as memórias de Alex sobre a identidade de Kara como Supergirl.[70]

Recuperando suas memórias

Alex e Kelly em Portsmouth.

Apesar da lei marcial, Alex estava se exercitando com Kelly, e elas falaram sobre Kara e James. O telefone de Alex tocou. É a agência de adoção dizendo que encontrou um bebê adequado para ela. Ela ficou imediatamente nervosa e com Kara em Kaznia, ela não tinha nenhum apoio emocional. No entanto, Kelly decidiu ir com ela para Portsmouth. No hotel em Portsmouth, Alex começou a ficar mais nervosa enquanto se preocupava se seria uma boa mãe. Kelly tentou acalmá-loa e perguntou o que Kara faria em seu lugar, fazendo Alex entender o que ela estava querendo dizer. Então, o telefone tocou novamente, e Alex descobriu que a mãe havia decidido ficar com o bebê. As duas voltaram para National City, onde Kelly revelou que ela já foi noiva, mas ninguém sabia. Sua esposa foi morta durante uma operação militar. Alex percebeu que ela e Kelly são semelhantes de muitas formas.[71]

Alex teve um sonho de sua adolescência em 2007, onde ela e Kara estavam sentadas em uma montanha em Midvale enquanto ensinava sua irmã a ficar em ritmo com música. Quando Kara bateu suas mãos, ela acabou derrubando ela e Alex da montanha. O sonho acabou nesse instante e Alex se levantou, se perguntando o que esse sonho significava. Ela recebeu uma ligação de Brainy e foi ao D.O.E., onde viu que Ben Lockwood havia usado o soro de Harun-El experimental. Lena chegou e revelou o que ela e Kara descobriram em Kaznia, dizendo que Lex havia um acordo com os kaznianos de invadir os Estados Unidos. Ela também revelou que Lex tinha uma clone da Supergirl, que era a culpada por de trás do ataque na Casa Branca. Alex decidiu sair e encontrar a clone por conta própria.

Kara foi ao D.O.E. para conversar com Alex e alertá-la sobre a Filha Vermelha. A Coronel Haley flagrou as duas conversando, mas a dupla conseguiu convencê-la a ajudá-las encontrar a Filha Vermelha. Haley informou que estava investigando o Claymore. Elas encontraram um lugar em National City e Alex quis ir até lá, mas Kara negou e foi por conta própria. Porém, Alex não obedeceu aos pedidos de sua irmã e foi ao apartamento da Filha Vermelha, e se chocou ao descobrir que ele é uma cópia exata do apartamento de Kara. Alex se questionou do porque a Filha Vermelha se interessar tanto em sua irmã, e começou a suspeitar de algo. Seu telefone tocou e Alex o atendeu, e sua mãe, Eliza, informou que Kara estava lá. Alex e Kara perceberam que aquela é na verdade a Filha Vermelha. As duas decidiram sair e irem até Midvale.

Alex vendo Kara absorver a energia solar.

Alex chegou em Midvale pela noite, onde ouviu a Supergirl e a Filha Vermelha lutarem uma contra a outra. Porém, ela também viu a derrota da Garota de Aço nas mãos de sua clone. Cada golpe que a Supergirl recebia, Alex tinha uma lembrança desbloqueada de sua juventude, incluindo se lembrar que Kara salvou-a depois que caíram daquele penhasco quando adolescentes. Alex se lembrou que Kara é a Supergirl, mas era tarde demais e sua irmã já havia sido derrotada. Alex correu em sua direção, mas os batimentos cardíacos de Kara diminuíam cada vez mais. Eliza chegou, mas Alex disse que ela estava bem e só precisava da luz solar. Ela começou a pegar a grama e o colocou nas mãos de Kara. Inicialmente, não aconteceu nada e Alex começou a chorar, mas então a energia solar absorvida pelo mato começou a ir até Kara. Eventualmente, sua irmã despertou e as duas se abraçaram.

Alex, Kara e Eliza voltaram para a casa. Alex ligou para a Coronel Haley, e descobriu que o satélite Claymore que a Supergirl destruiu era apenas um protótipo, e Lex estava desenvolvendo outra versão que poderia ser ativado por seu Lexotraje. A general avisou para ligar a TV, e Alex, Kara e Eliza viram o Presidente Baker fazer um discurso, disse que Lex salvou a América da invasão kazniana. Ela também ouviram-o culpar a Supergirl, enquanto assistiam Lex carregar o corpo da Filha Vermelha em seus braços.[72]

Batalha na Ilha Shelley

Alex e Kara chegaram no escritório de Lena e se reencontraram com Brainy, que havia recuperado todas as evidências do esquema de Lex. Quando Lena saiu para ir à Casa Branca, Alex apoiou Kara dela escrever um artigo que iria expôr Lex e seus planos. Quando Kara terminou, Alex comentou que seu trabalho era uma obra-prima, e talvez até digno de ganhar um Pulitzer. Brainy, que agia sem suas emoções, teorizou que Nia Nal deveria aparecer no escritório através de uma projeção astral. Quando ela fez isso, Alex e Kara não conseguiram vê-la, mas Brainy respirou na janela e permitiu que Nia escrevesse "Ilha Shelley", revelando que esta era a base dos alienígenas capturados por Lex. Alex e Kara foram até James e, em seguida, foram para a ilha com Brainy.

Quando o quarteto chegou à ilha, eles foram confrontados por Ben Lockwood e seus Filhos da Liberdade, que queriam vingança por Lex tê-los usado apenas como peões e pretendiam matar qualquer alienígena que encontrassem. Uma batalha entre os Superamigos e eles começou, mas os Filhos da Liberdade não foram páreos para os heróis. De repente, Lex apareceu e Kara foi enfrentá-lo, enquanto Alex e James lidavam com o restante dos Filhos da Liberdade. Durante a luta, James e Ben usaram os extratores de Harun-El um no outro, tirando seus super poderes. Depois disso, Alex derrubou Ben ao chão, dizendo que queria fazer aquilo por um bom tempo. A batalha na ilha acabou com a vitória dos Superamigos, enquanto Lex foi derrotado por Kara graças ao sacrifício da Filha Vermelha.

Alex e Kelly se beijando.

Depois da batalha, Alex e Kelly estiveram caminhando para o escritório de J'onn para comemorar com o restante da equipe. Kelly admitiu que seu tempo com Alex a fez se sentir como si mesma novamente, e as duas se beijaram. Elas foram cumprimentadas por Nia e Brainy, que passaram por ela dizendo que não haviam visto nada. Dentro do escritório, todos os Superamigos se reuniram para uma noite de jogos. Quando Kara se levantou para pegar mais bebida, Alex foi atrás dela. Sua irmã disse que não podia mais mentir para Lena e pretendia contar toda a verdade, porém, Alex sugeriu que ela fizesse isto outro momento, já que Lena passou por muitas coisas e queria que ela aproveitasse aquela noite sem distrações.[73]

A ameaça do Leviatã

Caçando Malefic J'onzz

Alex e Kara conversando sobre revelar sua identidade para Lena.

Um mês depois, Alex se reuniu com os Superamigos no Noonan's. Quando J'onn disse aos outros que as pessoas com olhos brilhantes eram alienígenas, Alex o corrigiu, dizendo que aquelas são lentes da Obsidiana do Norte. Kelly prosseguiu e explicou o que são essas lentes, e Alex ouviu Kara reclamar sobre as lentes e o que ela representava. Quando começaram a falar sobre o artigo de sua irmã, Alex a relembrou que seu artigo que expôs o Lex iria ganhar um prêmio Pulitzer. Quando todos saíram, Alex perguntou a Kara como Lena reagiu quando ela contou a verdade. Alex percebeu que sua irmã não contou o segredo e continuou a criticá-la, dizendo que ela tinha que ela tinha que contar a verdade logo.

Na CatCo, as irmãs Danvers foram paradas por Nia e Brainy, que perguntaram a elas qual era o maior vilão dos cinemas. As duas responderam vilões diferentes, e em seguida Alex perguntou se Brainy estava pronto para o trabalho. Em seguida, os dois foram ao D.O.E.. Depois que a Supergirl e J'onn enfrentaram um dinossauro, que roubou a cápsula de Kal-El, os Superamigos reuniram no D.O.E. para discutir sobre o que aconteceu. Eles descobriram que o dinossauro era um metamorfo, e que podia usar a cápsula roubada para construir uma bomba. Eventualmente, os Superamigos encontraram um projetor da Zona Fantasma caseiro, e usaram a cápsula roubada para finalizá-lo. Porém, perceberam que aquilo era uma armadilha. Uma mulher chamada Midnight apareceu e confrontou a todos, querendo vingança por J'onn tê-la prendido na Zona Fantasma. No D.O.E., J'onn explicou a história de Midnight, mas garantiu que podia lidar com ela. Kara pediu para que J'onn se passasse por ela na premiação do Pulitzer para que pudesse procurar a vilã, mas Alex a repreendeu, respondendo que ela iria receber o prêmio em pessoa.

Superamigos atacando Midnight.

Na cerimônia de premiação do Pulitzer, Kara comentou para Alex sobre seu confronto com Andrea Rojas, mas sempre ficava nervosa quando queria contar a verdade para Lena. Sua irmã a tranquilizou dizendo que ela deveria aproveitar a noite e contar a verdade para Lena em outro momento. Depois disso, Alex saiu para dançar com Kelly. Durante a entrega do prêmio, Alex ouviu Lena fazer um discurso em homenagem a Kara. Brainy alertou que Midnight se aproximava deles, mas era tarde demais. As luzes do prédio se desligaram e a mulher se revelou. Alex sugeriu que J'onn saísse de lá e atraísse-a para longe. Os Superamigos, trajados para a batalha, foram ao teatro para confrontar Midnight. Alex, com seus saltos em mãos, perguntou como todos conseguiram trocar de roupa tão rápido. Eles então começaram a atacá-la, mas a vilã conseguiu bloquear os golpes e criou um buraco negro, que sugou J'onn para dentro, forçando a Supergirl ir salvá-lo. Kara conseguiu salvar J'onn e Midnight foi derrotada.[74]

No café da manhã, Alex serviu Kelly, que passou a noite em seu apartamento. Quando revelou que havia feito torta de mirtilo para ela, Kelly revelou que era alérgica, o que deixou Alex chocada, já que não estava ciente disto, e se desculpou com ela, apesar de Kelly garantir que estava tudo bem. Alex foi ao escritório de J'onn para ajudá-lo depois que ele foi atacado por seu irmão, Malefic J'onzz, e ouviu ele explicar uma história antiga dos marcianos verdes. Alex disse que iria fazer os satélites do D.O.E. procurar por um marciano verde em todo o planeta.

No D.O.E., Alex comentou que Brainy estava rápido em seus afazeres. Depois que ele disse sobre seu dia com Nia, Alex revelou que quase matou Kelly com sua alergia a mirtilo. Alex percebeu que não sabia muita coisa sobre Kelly, apesar de namorar com ela. Quando localizaram o irmão de J'onn nos esgotos da cidade, Alex, Brainy e a Supergirl foram até lá para investigar. Porém, um marciano branco apareceu e começou a atacá-los. Depois de um tempo, Malefic apareceu e ajudou o marciano branco a fugir. Depois disso, Alex foi embora para seu apartamento com sua motocicleta, sem saber que estava sendo seguida pelo próprio Malefic.

Alex conversando com Kelly sobre seu relacionamento.

Depois de sair do banho, Alex notou "Kelly" (que, na verdade, era Malefic) e perguntou se havia deixado a porta aberta. A mulher afirmou, e Alex pediu para que abrisse um vinho. As duas começaram a beber juntas e Alex agradeceu por ter ajudado J'onn. Quando "Kelly" tocou em sua mão, Alex percebeu que aquela não era sua namorada de verdade. Para testar sua teoria, Alex perguntou se deveriam esquentar as tortas de mirtilo, o que "Kelly" afirmou. Ela então usou um relógio sinalizador para chamar a Supergirl, mas ao se virar, Malefic já estava perto dela. Alex afirmou que ela não é sua namorada e tentou alcançar uma arma, mas foi atacada pelo marciano. Ela foi nocauteada e presa no armário enquanto o marciano assumia sua forma. Alex foi encontrada pela verdadeira Kelly, e escaparam pelo telhado depois que o prédio começou a pegar fogo. Lá em cima, Malefic apareceu e assumiu a forma de Kelly novamente, confundindo Alex. Ela seguiu seu instinto e conseguiu disparar contra Malefic, que em retaliação jogou Kelly do telhado, mas foi salva pela Supergirl. À noite, Alex conversou com Kelly sobre seu relacionamento, dizendo que apesar de não saber muita coisa sobre ela, ela afirmava que gostava bastante dela.[75]

Depois que Kelly foi atacada por Malefic, Alex colocou todos os agentes do D.O.E. para protegê-la. Em um passeio com ela, Kara e James, Alex notou que Kelly não deveria aconselhar todos que encontrasse por aí. Depois que Kelly e James foram embora, as duas começaram a conversar sobre Malefic, mas pararam depois que Alex notou sua irmã devorar dois donuts. Kara explicou que este era o primeiro almoço que teria com Lena depois de contar que era a Supergirl, e que estava nervosa com isso. Alex a tranquilizou dizendo que Lena havia a perdoado e depois saiu para ir ao D.O.E..

Alex e Kara vendo um vídeo.

Alex foi ao apartamento de Kara para jantarem juntas, e ouviu sua irmã reclamar que William Dey, um novo jornalista da CatCo, estava impedindo que ela investigasse uma história. Ela perguntou como foi o almoço dela com Lena, e Kara disse poucas palavras, mas o descreveu apenas como "ótimo", o que não convenceu sua irmã. Ela então disse que se ofereceu para fazer um favor para Lena, e disse que iria invadir uma instalação militar para roubar os diários de Lex. Alex foi contra a ideia, mas Kara tentou se desculpar, explicando seus motivos para se oferecer a fazer aquilo. Ela até mesmo brincou dizendo que infringe a lei o tempo todo, incluir invadir uma prisão de segurança-máxima dois meses atrás, o que Alex disse que ela estava a "trabalho da justiça". Kara então disse que ela aprendeu a quebrar as regras com Alex. Enquanto assistia as gravações da boate no qual Niles estava (imagens o qual Brainy hackeou), as duas reconheceram William nela. Kara encontrou uma mulher com uma tatuagem de aranha indo embora com Niles. Alex disse que não conhecia a mulher, mas sim suas tatuagens.

Alex e Supergirl procurando pelo assassino de Caroline.

No D.O.E., Alex revelou que a "tatuagem" era na verdade um Aurafacian, um organismo alienígena a qual Lex transferiu para fora do quartel-general da organização. Os Superamigos descobriram que a nova hospedeira do alienígena se chamava Caroline O'Connor. A Supergirl e o Guardião foram até o endereço da mulher depois que encontraram algo. Durante a batalha contra Caroline, James acabou sendo infectado pelo aurafacian. Quando Kara e James voltaram, Alex sugou o alienígena da pele de James com um dispositivo. Depois disso, ela levou o organismo para o armazenamento. Depois que Brainy conseguiu descobrir o próximo alvo de Caroline, Alex avisou a Supergirl e foi até o Hospital de National City. Ao chegar, o homem foi atacado por Caroline, mas salvo depois que a Supergirl usou sua visão de calor para queimar uma aranha de seu rosto. Depois de absorver o aurafacian fora da mulher, Alex perguntou para quem ela trabalhava, mas antes que pudesse responder ela foi morta por uma sombra que se mexe, deixando Alex e a Supergirl perplexas enquanto procuravam por seu assassino.

Mais tarde, Alex, Kara e J'onn foram a CatCo depois que Kelly foi atacada por Malefic. Os Superamigos descobriram que Kelly conseguia enxergá-lo mesmo estando disfarçado, o que a colocava em perigo. Alex recomendou que ela saísse da cidade para se proteger. Alex foi se despedir de sua namorada, e garantiu que iria derrotar Malefic para que ela pudesse voltar. Depois que Kelly foi embora com James, Alex revelou para Kara que estava com medo, mas foi tranquilizada por sua irmã.[76]

Os Superamigos enganaram Malefic fazendo J'onn se disfarçar de Kelly. Quando o marciano apareceu, Alex e Brainy se revelaram. Ela ativou seu inibidor psíquicos, dizendo que o marciano não poderia controlar ninguém. Porém, Malefic conseguiu fritar o inibidor de outra agente e a fez atirar contra Alex e Brainy, mas foram salvos pela Supergirl. J'onn usou o projetor da Zona Fantasma contra seu irmão, mas ele conseguiu atravessá-lo. No D.O.E., Alex descontou sua raiva em Brainy e o confrontou do fracasso da missão. Sem nenhuma outra opção, Alex revelou que iria pegar o Detonador Verdex, arma criada pelo verdadeiro Hank Henshaw para destruir os marcianos verdes. Todos foram contra a ideia e Kara pediu por mais tempo para Brainy consertar o inibidor, o que Alex concordou.

Alex sendo controlada por Malefic.

Alex chamou Lena para ajudar Brainy a consertar o projetor. Depois de ouvir J'onn gritar, Alex foi ver o que estava acontecendo. Percebendo que o coluano estava sobrecarregado, Alex informou que iria pegar o Detonador Verdex. Ela foi parada por J'onn, que perguntou como não entendia dele estar defendendo Malefic mesmo depois de tudo que havia feito. Alex disse que queria proteger Kelly a todo custo. Alex recebeu uma ligação da Supergirl e pediu para que um agente preparasse um cela para uma prisioneira. Quando uma outra agente apontou uma arma na direção dela, Alex percebeu que Malefic a estava controlando e pediu para que abaixasse a arma. O marciano recusou e usou seus poderes para começar a controlar a diretora do D.O.E.. Quando a Supergirl apareceu, ela percebeu que sua irmã estava agindo de forma estranha e perguntou para Alex se estava tudo bem. Alex, controlada por Malefic, afirmou que sim. Alex foi confrontar J'onn sobre a verdade, e começou a culpá-lo sobre Kelly estar correndo perigo.

Alex conversando com J'onn sobre Malefic.

Em outro lugar da cidade, J'onn entrou em contato com a mente de Alex. Ela conseguiu se libertar brevemente do controle de Malefic, mas foi posta sobre os comandos do marciano novamente. Alex começou a atacar J'onn com uma arma enquanto o Caçador de Marte se desculpava por ter o banido para a Zona Fantasma. J'onn conseguiu libertar Alex e os dois se abraçaram. Quando Malefic se revelou, J'onn protegeu Alex. Quando os outros civis presentes na exibição de Marte, todos controlados por Malefic, começaram a disparar contra eles, J'onn ativou um escudo, mas Alex notou que ele não iria aguentar com tanto poder de fogo. Eles perceberam que Alex estava com uma bomba amarrada em seu corpo, mas quando o teto começou a desabar, Alex apressou a Supergirl em ir lidar com o problema. Alex ficou surpresa quando James e Kelly voltaram através de um portal, e instruiu Guardião e a Supergirl a pegarem as armas. J'onn usou suas habilidades para remover Alex da bomba, enquanto Kara usou seu corpo para conter a explosão, com J'onn conseguindo usar o projetor da Zona Fantasma para "banir" seu irmão. No D.O.E., Alex conversou com J'onn sobre o que aconteceu.

Durante a comemoração, Kelly pediu para ficarem no apartamento por uns dias relaxando, o que Alex concordou. James então revelou que ia embora de National City para ajudar sua cidade natal, e os Superamigos brindaram em homenagem a ele.[77]

Investigando os Rojas

Alex interrogando uma assassina.

Alex foi informada do possível envolvimento da família Rojas em assassinatos globais. Ela permitiu que Kara e William Dey assistissem-a interrogar uma assassina que a Supergirl havia prendido, e antes de entrarem ela mandou-os seguirem suas ordens. Durante o interrogatório, a assassina, que tinha um buscador da verdade em seu braço, não deu respostas diretas para as perguntas que fazia. Quando William começou a perder o controle, Alex mandou que ele saísse da sala.

Mais tarde, Alex chamou a Supergirl ao D.O.E. para informá-la de que Rip Roar, o assassino do amigo de William, havia invadido um cofre com as armas de Lex e roubou uma arma chamada "Laser Maratona". Alex achou estranho isso ter ocorrido um dia antes do lançamento das lentes da Obsidiana do Norte, mas Kelly havia lhe informado que o lançamento seria virtual, então não faria sentido isso acontecer. Brainy sugeriu usarem o aurafacian para interrogação. Alex e Kara começaram a interrogar o alienígena, que estava no corpo de Brainy, porém ele nunca respondia as perguntas de forma direta, apenas dando pistas. Quando Kara começou a perder o controle, Alex acalmou sua irmã e as duas saíram da sala. Quando a Supergirl disse que ia confrontar Andrea, Alex foi contra isso e disse que precisavam de um plano. Ela disse que precisavam de mais provas antes de fazer algo direto, e também não queria sabotar o emprego de sua namorada na Obsidiana do Norte.

Mais tarde, Alex e Kelly jantaram no D.O.E.. Durante o jantar, depois de contarem sobre seus dias, Kelly revelou que havia feito reservas em um restaurante para comemorar o aniversário de seu relacionamento, o que deixou Alex feliz. Em seguida, Alex informou que Rip Roar foi avistado no Novo México e pediu para que a Supergirl fosse até lá. No dia seguinte, os Superamigos descobriram que o objeto que o vilão roubou não podia ser encontrado. Eles descobriram que Rip Roar estava na Antártica, o que Alex teorizou que ele iria derreter as calotas ao redor do Lago Vostok. Quando a Supergirl e J'onn foram até lá, Rip Roar já havia feito o que tinha planejado. O D.O.E. entrou em alerta máximo e Alex descobriu que uma enchente iria dizimar a costa do pacífico inteira. Alex foi a campo para ajudar os civis enquanto a Sonhadora impedia que uma onda gigante destruísse National City. Felizmente, a situação foi evitada pela Supergirl e J'onn.

Alex entregando um presente para Kelly.

Quando Rip Roar foi levado ao D.O.E., Alex descobriu que o buscador da verdade não fazia efeito nele devido a sua armadura. Ela também informou Kara de que os Rojas não estão envolvidos com os assassinatos, mas havia alguém ainda por de trás dos ataques. Alex garantiu que iria encontrar o responsável, mas iria demorar. À noite, para se desculpar por ter perdido a reserva, Alex fez uma surpresa romântica para Kelly em seu apartamento. Ela entregou um capacete de uma motocicleta como presente, para que pudessem ser "parceiras de moto" juntas. As duas então se abraçaram.[78]

Depois que Rip Roar foi levado ao D.O.E., os Superamigos descobriram que ele é Russell Rogers. Quando as luzes da organização foram apagadas, Alex percebeu que haviam sido invadidos e começou a ordenar os agentes a seguirem o protocolo. Kara alertou-a sobre a "Sombra", mas os disparos de Alex não conseguiram atingi-la. Ela percebeu que a indivídua estava indo atrás de Rip Roar e foi até a sala do interrogatório. Quando a "Sombra" apareceu, Alex disse que aquele era seu prisioneiro, mas foi atacada por ambos Rip Roar e a "Sombra", mas acabou sendo salva pela Supergirl.

Alex e Supergirl observando Rip Roar.

Mais tarde, Alex partiu para pegar uma tecnologia do Projeto Cadmus que pudesse remover o exoesqueleto de Russell sem matá-lo. Enquanto arrumava o objeto, Alex recebeu uma ligação de J'onn, que a informou sobre um ataque psíquico no D.O.E. que se assemelhava a seu irmão. Alex estranhou, já que ele havia sido banido para a Zona Fantasma, mas garantiu que iria tomar cuidado. Ao sair, ela percebeu todos os agentes paralisados e tentou alertar a Supergirl, mas sua comunicação não funcionava. Alex então ativou seu relógio sinalizador e sacou sua arma. Ao chegar nas celas, Alex encontrou a "Sombra" e disparou contra ela. Em seguida, Brainy apareceu e Alex o informou que o D.O.E. foi atacado e que apenas eles dois foram os únicos não afetados. Contudo, o coluano começou a atacá-la, mas Alex foi capaz de se proteger e nocauteá-lo. Quando as coisas começaram a sair errado, Alex gritou pelo nome da Supergirl.

A "Sombra" conseguiu escapar com Rip Roar, o que Alex disse que voltaram para a "estaca zero". Porém, a Supergirl informou que conseguiu um nome de Russell: Leviatã. Alex disse que iria começar a juntar informações naquele instante sobre eles.[79]

Seguindo uma pista

Superamigos conversando sobre Rama Khan.

Quando J'onn gritou de dor durante seu treinamento contra a Supergirl, Alex desceu para conferir o que estava acontecendo. O marciano informou que havia visto visões de Malefic, o que deixou Alex confusa, já que ele havia sido banido para a Zona Fantasma. Alex perguntou para J'onn se Kelly poderia ajudá-lo, mas ele recusou a oferta. Depois que Lena foi atacada por um "dobrador de terra" e salva pela Supergirl, Alex e os Superamigos descobriram que o atacante foi responsável pelos desastres naturais da história, como Pompéia. Alex perguntou como iriam enfrentar um "alienígena de milhares de anos". Depois que Kara sugeriu ir até a Fortaleza da Solidão para buscar por algumas armas de Lex, para que pudessem usá-lo contra seu novo inimigo, Alex disse que iria buscar mais informações sobre ele e a localização de Rip Roar.

Enquanto procuravam pelo "dobrador de Terra", o D.O.E. acabou localizando Rip Roar. Ao chegarem em sua localização, Alex e Brainy notaram que o assassino não se movia. Alex perguntou porque o mataram, mas perceberam que aquilo era uma bomba. Quando o dispositivo explodiu, Alex demonstrou sua frustração por terem caído em uma armadilha. Apesar de afirmar que estava bem, Alex acabou desmaiando.

Alex foi levada ao D.O.E. e posta sobre cuidados médicos, onde recebeu a visita de Kelly. Ela se desculpou por não ter lhe avisado sobre o que aconteceu e quando tentou voltar ao trabalho, sua namorada a impediu. Alex continuou na maca se recuperando de seu ferimento e jogando cartas com Kelly, comentando que passar tempo com a sua namorada era muito melhor do que trabalhar, Alex agradeceu por Kelly estar ao seu lado, mas sua namorada disse que ficou com medo de perdê-la e começou a contar sobre seus medos. As duas foram interrompidas por Brainy, que conseguiu encontrar algo sobre o Leviatã.

Os dois foram até uma casa abandonada, que deveria ser o quartel-general do Leviatã, o que deixou Alex confusa devido a estrutura. Ela ouviu Brainy dizer que seu cérebro havia sido melhorado depois da explosão, e pediu para que o agente se acalmasse depois que ele começou a falar diversas coisas. Ao abrirem a porta, os dois entraram em um elevador. Apesar de Alex tentar dizer não o fazer, Brainy apertou um botão e eles começaram a descer. Ela usou seu comunicador para avisar a Supergirl que encontraram o Leviatã. Porém, ao chegarem no subsolo, os dois não encontraram nada, apenas uma caverna vazia. Alex então sugeriu que fossem embora.

Alex conversando com Kelly sobre se ajudarem.

Mais tarde, na Obsidiana, Alex encontrou Kelly observando a cidade por uma janela. Ela se aproximou e começou a conversar com Kelly sobre o que ela estava dizendo mais cedo no D.O.E. e pediu desculpas por não perceber sua dor, dizendo que iria se esforçar mais para estar lá para sua namorada. Ela continuou, dizendo que ela a ajudou a curar suas feridas e disse que ia ajudá-la se curar das suas. Quando Kelly demonstrou sua dúvida de que isso iria funcionar, Alex garantiu que iria, e que a prova disso era que ela foi curada de suas feridas de antigamente graças ao seu relacionamento com ela. Alex disse que ela era sua casa, o que Kelly respondeu o mesmo, e as duas se beijaram.[80]

Conflito com Lena Luthor
"E quem é a nossa Lena? Por que ela sabia que o Lex tinha saído da prisão, mas não disse nada. Ela manteve a Sam Arias presa num laboratório da L-Corp, sabendo que ela era a Régia, e ela não disse nada. Ela sabe fazer kryptonita, mas manteve isso escondido da gente. A Lena, esse tempo todo, levou uma vida dupla."
"Tá falando dela como se ela fosse uma Luthor."
"Talvez porque ela seja uma. A gente não pode ficar esperando uma chance remota dela fazer a coisa certa, quando... quando cada uma das decisões que ela tomou até agora provam contrário. A gente tem que impedir ela, Kara.
"
—Alex Danvers e Kara Danvers sobre Lena Luthor[fonte]

Depois que Kara não respondeu seus comunicadores, Alex e Brainy foram até a Fortaleza da Solidão, onde a encontraram presa em um gelo com kryptonita. Eles descobriram que Rama Khan havia atacado a Fortaleza, e Alex perguntou como ele conseguiu prendê-la no gelo. Contudo, Kara revelou que não foi Rama Khan o responsável, mas sim Lena, que havia voltado as defesas do lugar contra ela. Depois que a Supergirl encontrou Lena em um bunker do Lex, a heroína voou até lá enquanto Alex e Brainy voltaram ao D.O.E..

Alex e os Superamigos interrogando Malefic.

Quando Kara chegou na organização, Alex questionou sua irmã do motivo de Lena estar em um bunker do Lex, mas não foi respondida. Ela interrompeu a conversa de Kara e Brainy e começou a fazer perguntas, descobrindo que Lena matou Lex e estava mentindo há meses sobre não saber a identidade de Kara como Supergirl. Alex ficou em choque ao descobrir que Lena havia roubado a Miríade. Quando J'onn chegou com Malefic, Alex pegou sua arma e ordenou que os agentes ativassem os inibidores psíquicos, mas J'onn avisou que seu irmão estava lá para ajudá-los. Em uma sala de interrogatório, os Superamigos descobriram que Lena pretendia usar ondas-Q para controlar as mentes das pessoas. Kara acreditava que Lena queria ajudar as pessoas, mas Alex, por outro lado, estava certa de que Lena não pretendia fazer algo favorável a eles, já que havia roubado a Miríade.

Alex usou o holograma da Supergirl, que se projetou no bunker do Lex para conversar com Lena, para implantar um vírus no sistema do Monte Norquay. Depois que o diálogo não funcionou, Alex foi conversar com Kara, que estava chateada por não ter conseguido convencê-la desistir de seu plano. Alex, que entendeu o que sua irmã passava e simpatizou com sua dor, disse que ela escondeu sua identidade por amor e que isto não era mais uma "briga entre amigas", e que o mundo corria perigo. Alex também citou o que Lena fez contra os Superamigos e não contou nada para eles. Alex também revelou que usou o holograma de Kara para infiltrar um vírus no bunker, o que deixou sua irmã visivelmente decepcionada por ter sido usada. Ela explicou caso Lena não desistisse de seu plano, ela pretendia usar o satélite Claymore 3 para destruir o bunker, o que Kara foi altamente contra. Antes de sair, Alex disse que tinham que pensar com a cabeça, e não com o coração.

Mais tarde, o D.O.E. detectou um ataque de Rama Khan. Quando J'onn perguntou se haviam uma localização, Alex negou. Os Superamigos então viram a Sombra aparecer e alertá-los sobre o imortal, mas desapareceu antes que pudesse dizer mais. Em seguida, Alex perguntou para Brainy sobre o bunker, que levaria 11 minutos para as defensas do bunker serem desativado, e descobriu que o objeto que a Sombra segurava era o Cajado do Mundo das Sombras. Todos descobriram que Rama Khan estava tentando refazer Pompéia em National City. Alex ordenou que a Supergirl e J'onn fossem aos poços de piche, mas foi interrompida por Kara e J'onn, que explicaram que Malefic podia usar suas ondas-Q para impedir as da Lena. Alex não ficou nada contente com essa opção e a descartou rapidamente. Quando Kara saiu, Alex conversou com J'onn, dizendo que não confiava em Malefic depois de tudo que ele havia feito, incluindo entrar em sua mente e ameaçar Kelly.

Enquanto a Supergirl e J'onn lidavam com Rama Khan, Alex perguntou para Brainy se Lena havia respondido algum de seus avisos, o que ele negou. Ela perguntou sobre as chances de usar o Claymore e Malefic contra ela. Alex então ordenou que posicionasse o satélite no bunker, mas também preparasse Malefic. Antes do agente sair, Alex disse para ele avisar o marciano de que vários soldados estariam prontos para matá-lo caso decidisse fazer algo. Quando Lena ativou o Miríade, Alex permitiu que Malefic contra-atacasse as ondas. Porém, suas ondas-Q não foram suficientes, e Brainy sugeriu que desativassem seus inibidores psíquicos para dar potência a Malefic. Quando estava ficando sem tempo, Alex ordenou que todos desativassem seus inibidores. Isso permitiu que Malefic superasse as ondas-Q da Miríade de Lena. Com uma batalha vencida, Alex alertou Kara sobre sua vitória.

Mais tarde, Alex avisou para Kara que Eve Teschmacher havia "se passado" por Lena, mas todos sabiam que não era verdade. Alex disse que conseguiram pegar a Miríade, e que sua irmã estava certa sobre salvar Malefic e não usar o satélite em Lena. Alex convidou Kara para ir comer sushi com ela e Kelly, mas sua irmã recusou.[81]

Crise nas Terras Infinitas

Alex, Kara e J'onn vendo que Argo foi destruído.

Quando um tremor começou por todo o globo, os animais de National City começaram a entrar em desespero. Quando a Supergirl voltou, Alex e Brainy informaram a heroína que o motivo do tremor não é de dentro do planeta, mas sim de fora. J'onn apareceu e informou o que Mar Novu lhe disse. Os Superamigos descobriram que a Terra-38 estava em perigo e poderia ser destruído. Alex perguntou se havia algum planeta habitável da onda de antimatéria, e a equipe descobriu que a Cidade de Argo estava em perigo, onde o Superman estava com Lois Lane e Alura. Kara tentou alertá-los da destruição da cidade, mas não conseguiu. Quando viram a destruição de Argo, Alex e J'onn consolaram Kara.

Apesar acabarem de terem perdido Argo, Alex e os Superamigos continuaram motivados a salvar a Terra-38. Ela ordenou que todos os agentes fossem à campo para ajudar os civis. Quando Alex e a Supergirl estavam prestes a saírem, Lyla Michaels/Precursora apareceu diante de todos, causando curto-circuito nas luzes. Acreditando que a mulher fosse uma inimiga, Alex sacou sua arma e ordenou que ela deitasse no chão. A mulher não respondeu, mas teletransportou diversos heróis; incluindo Superman, Lois Lane, Oliver Queen/Arqueiro Verde, Kate Kane/Batwoman e Mia Smoak. Alex sinalizou para que os soldados abaixassem as armas e ouviu Kal-El dizer para Kara que enviaram seu filho, Jonathan, em direção da Terra, mas não conseguiu salvar Alura.

Alex e J'onn conversando sobre evacuar a Terra-38.

Alex, Kara e os heróis da Terra-1 foram reunidos em uma sala, onde ouviram a Precursora contar o plano do Monitor. Alex informou a todos que estavam trabalhando de uma forma em prever quantas horas tinham até que a onda de antimatéria os atingissem. De repente, o chão começou a tremer novamente e os heróis encontraram uma torre emergindo no centro de National City. Lyla retornou com Barry Allen/Flash, Sara Lance/Canário Branco e Ray Palmer/Átomo e explicou que a torre era a única coisa que podia salvar a Terra. Depois disso, Alex conversou com o presidente dos Estados Unidos e revelou que National City seria o ponto de partida da evacuação. Ela demonstrou sua preocupação, já que sair da Terra não iria adiantar já que todo o espaço também iria ser apagado da existência. J'onn revelou que a Terra-1 seria o último universo a ser destruído e sugeriu levá-los para lá, recomendando que Lena construísse um portal para atravessar todos. Alex foi contra isso, já que Lena tentou usar Miríade para controlar a mente de todos.

Apesar de ser contra sua vontade, Alex percebeu que não tinha opção. Ela foi até a L-Corp para pedir ajuda de Lena, que, quando a viu, perguntou se estava lá para matá-la depois de falhar. Alex negou, dizendo que não queria machucá-la, mas sim impedi-la. Lena disse que foi Eve quem usou Miríade e não ela, mas Alex disse que as duas sabem que isso não é verdade. Ela contou o que estava acontecendo e pediu sua ajuda para construir um portal. Alex também se desculpou pelas mentiras que os Superamigos disseram todos os anos. Lena concordou em ajudá-la, mas recusou seu pedido de desculpas.

Alex e Lena construindo um portal.

Através dos comunicadores, Alex informou que Lena concordou em construir o portal. Ela apressou Lena enquanto os heróis lutavam contra os demônios das sombras e protegiam a torre quântica. Quando a jovem Luthor demonstrou estar com dificuldades, Alex sugeriu que ela "usar uma variável inversa para ajudar a calcular o diferencial". Quando destroços começaram a cair, Alex salvou Lena. Eventualmente, Lena conseguiu finalizar o portal e agradeceu por tê-la ajudada, mas isto não mudava o que sentia. Depois que terminaram, Alex e Lena foram às ruas para ajudar na evacuação junto da Sonhadora e Kelly. Alex então embarcou na nave da Legião e deixou a Terra-38 antes que o universo fosse destruído pela antimatéria.[82]

Mais tarde, Alex e Brainy informaram a J'onn que os refugiados da Terra-38 estavam a salvos e contabilizados.[83]

Apesar de escapar da destruição da Terra-38, Alex, assim como todos os seres do multiverso, foi morta quando uma onda de antimatéria atingiu a Terra-1.[83] Porém, graças aos esforços dos Paragons e do Espectro, ela foi restaurada de volta à vida um mês depois em um novo universo.[84]

Pós-Crise

Enfrentando o Anti-Monitor

No primeiro dia da criação da Terra-Prime, Alex visitou Kara em seu apartamento. Quando sua irmã acordou assustada, ela desviou da visão de calor dela. Alex comentou que ela estava dormindo e não queria movê-la para sua cama. Ela a avisou que iria sair com Kelly para um exercício de ioga, e antes de sair Kara disse que a amava, o que Alex também disse que a amava.

Alex e Supergirl no D.O.E. da Terra-Prime.

No D.O.E., Alex disse para a Supergirl que Lex Luthor era o dono da organização. Quando a Bruxa do Tempo começou a atacar National City, Alex começou a preparar alguns soldados para derrubá-la, mas a Supergirl se ofereceu para ir em seu lugar. Mais tarde, Alex teve sua memória restaurada por J'onn e ajudou ele, Kara, Nia, Clark, Espartano, Flash, Canário Branco, Batwoman e o Cão Raivoso a derrotar o Anti-Monitor de uma vez por todas.[85]

Guerra contra o Leviatã

A Terra engarrafada

Depois da derrota do Anti-Monitor, uma semana depois, Alex e Kara viram um comercial do D.O.E., onde a heroína apareceu ao lado de Lex e Lena. Após ouvir sua irmã reclamar sobre isso, sabendo da verdade de Lex, Alex disse que, nesse novo universo, os dois são bem próximos e agradeceu por ter recuperado sua memória e não acredita que o Lex é uma boa pessoa. Ela perguntou se a CatCo estava diferente e depois de Kara reclamar que todos estão elogiando o homem, Alex pediu para que sua irmã tivesse paciência, já que nem todos tiveram suas memórias restauradas. Quando Kara mencionou que tinha que conversar com Lena, Alex foi contra isto, já que nesse novo universo ela e a Supergirl são aliadas e "não quer dominar a mente de metade do planeta".

Alex e Supergirl vendo os sósias de Brainy.

No D.O.E., Nia e Brainy levaram um sósia de Querl Dox. Ao ver o ocorrido, Alex perguntou o que estava acontecendo e perguntou qual era seu Brainy. De repente, outra sósia apareceu, alegando ser a diretora do D.O.E.. Alex a corrigiu, dizendo que a diretora é ela. Alex e os outros Brainys ouviram um sósia alertá-los para não deixá-lo abrir uma garrafa. Alex e a Supergirl reuniram os sósias em uma sala, e ela explicou para sua irmã que uma das outras versões podem ser o próximo alvo. Alex explicou aos sósias que todos são Brainiac-5 e disse que um deles havia sido morto por um "vírus bio-sintetizado", o que um dos sósias explicou ser a equação anti-vida. Alex e Kara foram chamadas por Lex e as duas foram ao seu encontro. O Luthor ofereceu uma "paz" entre o conflito entre eles, comentando que o Leviatã era um inimigo comum que tinham em comum. Porém, as irmãs Danvers recusaram a oferta.

Alex visitou J'onn e lhe contou sobre Lex, onde demonstrou sua frustração quanto a isso e sua dúvida sobre a permanência na organização. Depois que Nia foi atacada por um dos sósias de Brainy, que estava se passando por alguém do bem para chegar até uma garrafa com uma Terra engarrafada, Alex se reuniu com os Superamigos para discutirem sobre seu próximo passo.[86]

Reencontrando Winn e saindo do D.O.E.

Depois que Brainy terminou com Nia, Alex, Kara e Kelly fizeram um banquete "pós-término" para levantar o animo de Nia no apartamento de sua irmã, apesar de Nal garantir que estava bem. Alex disse que ela estava preocupada com Brainy, o que Kara também concordou. Nia perguntou como o D.O.E. estava nesse novo universo, e Alex explicou as novas regras da organização.

Alex e Kara reencontrando Winn.

Quando o D.O.E. recebeu um alerta de que um atirador estava na convenção de brinquedos da cidade, Alex alertou Kara sobre isso e disse que estava chegando com outros agentes. Ao chegar, a diretora ordenou que o lugar fosse evacuado. Enquanto exploravam a instalação, as irmãs encontraram macacos de brinquedo. As duas ficaram confusas e acreditaram que aquilo era obra do Toyman, apesar do homem estar morto. Quando os brinquedos estavam prestes a explodir, a Supergirl usou seu corpo para conter a detonação. Em seguida, as irmãs encontraram o atirador, e se surpreenderam ao perceber que ele era igual a Winn Schott. Quando o indivíduo atirou contra um homem, a bala foi impedida por algo, o que deixou Kara e Alex surpresas. De repente, uma nave apareceu e o verdadeiro Winn Schott saiu, demandando saber onde seu sósia estava, mas as irmãs não souberam responder. A Supergirl foi atrás dele, mas o homem fugiu. Depois disso, Alex e Kara abraçaram Winn, felizes por terem se reencontrado. Ela brincou dizendo que sentiu "pouquinha saudades" dele, e Winn explicou seu motivo de ter voltado para o século 21.

Alex, Kara e Winn foram ao escritório de J'onn quando uma porta secreta se abriu. Ao entrarem, o trio foi apresentado à Torre, o novo quartel-general dos Superamigos agora que o D.O.E. estava em posse de Lex. Alex viu J'onn restaurar as memórias pré-crise de Winn e o ajudou a se recuperar depois de passar mal. Ela então pediu para que ele explicasse sobre seu doppelgänger. Os heróis viram uma transmissão do Toyman e Alex pediu para J'onn localizá-lo, mas o marciano não foi capaz de encontrá-lo. Depois que Brainy chegou, Alex perguntou se poderia encontrá-lo, mas nem o coluano conseguiu. Quando Kara teve que sair, Alex disse que iriam ligar para ela assim que encontrassem algo. Quando Nia foi levada para a Torre e ela começou a conversar com Winn sobre sua tataraneta, Nura, Alex os interrompeu e disse para "trocarem figurinhas depois". Ela então assistiu Nia ter uma visão de um tigre branco.

Alex atacando um tigre robô.

Os heróis conseguiram uma localização do Toyman, mas ao chegarem, o homem já havia fugido. Alex teorizou que na Terra do Toyman, a família Rojas tinha algo haver com a morde de Winslow Schott. Ela queria avisar Andrea Rojas de que ela iria ser atacada, mas a mulher não estava na CatCo. Depois de encontrar Andrea em uma divulgação da Obsidiana Platina na Universidade de National City, Alex e os Superamigos enfrentaram os tigres robôs do Toyman. Depois que ele se explodiu, consequentemente se matando, Alex e Kara foram conferir com Winn para verem se o futuro foi alterado, e descobriram que ele é um homem inocente. Alex abraçou Winn de felicidade. Para comemorar sua vitória, os Superamigos fizeram uma noite de jogos no apartamento de Kara.[87]

No dia seguinte, antes de Winn partir, Alex, Kara e J'onn se reuniram no bar com Schott para uma última despedida. Alex perguntou qual era o alter-ego dele na Legião dos Super-Heróis, e riu ao ouvi-lo dizer que seu nome é "Cara do Computador". Ao ver William Dey entrar, Alex perguntou se ela o havia convidado. Depois disso, ela ouviu sua irmã cantar uma música com ele. Alex revelou para J'onn que havia instalado um programa espião na rede do D.O.E. depois de suspeitar que Lex estava fazendo algo suspeito. Quando o marciano demonstrou sua preocupação, Alex garantiu para não se estressar e disse que sabia se cuidar sozinha. Alex alertou que o D.O.E. estava com problemas e partiu para ajudá-los.

Alex e Supergirl vendo o D.O.E. ser atacado pelo Toyman.

Ao chegarem, Alex, Supergirl e Winn destruíram alguns drones que estavam atacando os outros agentes da organização. De repente, uma música começou a tocar, estranhando a todos. Winn revelou que o Toyman não morreu. O trio voltou ao D.O.E., onde Brainy e Winn explicaram que o Toyman estava vivo através de uma inteligência artificial dentro da própria internet. De repente, o prédio entrou em confinamento e o Toyman apareceu em uma das telas da organização. Ele ativou os sistemas de segurança do prédio e começou a atacar os agentes, incluindo Alex, mas todos foram protegidos pela Supergirl. Depois que Brainy conseguiu desativar, Alex ordenou que todos os agentes retirassem objetos tecnológicos do prédio. Ela perguntou se poderia isolar a inteligência artificial, mas Brainy disse que não e poderia fugir para a internet global e causar o caos pelo mundo. De repente, um telefone antigo começou a tocar e Alex o atendeu. Ela descobriu que era Lex e explicou a situação para ele o que estava acontecendo.

Alex e Supergirl enfrentando os robôs do Toyman.

Mais tarde, Brainy entregou um dispositivo não-tecnológico capaz de encontrar radiação. Enquanto a Supergirl e Winn iam nos servidores da organização, Alex ordenou que Brainy impedisse-o digitalmente enquanto ela impedia que ela usasse a tecnologia contra eles. Alex reuniu os agentes do D.O.E. e passou as ordens. Quando uma agente perguntou se podeira desconectar seu tablet, Alex disse que iria fazer isso por conta própria. Ao tentar recuperar o histórico apagado, ela percebeu que não havia nada lá, porém ela percebeu algo. Ela foi confrontar Brainy, dizendo que ele havia hackeado seu tablet e reescreveu seus comandos. Alex percebeu que ele escondia algo, mas Brainy não quis contar sobre. Ele explicou que a estava protegendo de Lex, mas ela estava disposta a correr os riscos. O prédio começou a ser atacado pelos Lexotrajes e Alex fez parte da equipe que os atacaram. Quando macacos robôs voadores começaram a invadir, Alex e a Supergirl trabalharam juntas para derrotá-los. Ela caminhou em direção de um Lexotraje e atirou em sua cabeça, declarando "fim de jogo".

No dia seguinte, na Torre, Alex avisou aos Superamigos que iria sair do D.O.E.. Ela explicou que não aguentava mais fingir sua lealdade ao Luthor. J'onn ofereceu Alex para que trabalhasse com ele, o que ela concordou. Alex disse para Brainy ir com ela, mas ele se recusou para ser os "olhos e ouvidos" dos Superamigos. Alex e os Superamigos se despediram de Winn, que avisou que seu codinome era "Toyman" ao invés de "Cara do Computador". Alex então foi ao D.O.E. e entregou sua carta de demissão para Lex.

Alex, Kara e J'onn comemorando.

À noite, Alex foi ao apartamento de Kara, onde as irmãs conversaram sobre o relacionamento de Kara com William. As irmãs foram interrompidas pela chegada do Sr. Mxyzptlk.[88] O imp estava lá para fazer as pazes com Kara depois de fazer o caos em sua vida anos atrás, e ofereceu que ela voltasse no tempo e contasse seu segredo para Lena antes de Lex. Depois que sua irmã usou um gravador para mandá-lo à Quinta Dimensão, Alex e J'onn conversaram com Kara sobre ela aceitar a oferta do imp. Quando Kara aceitou, o Sr. Mxyzptlk mandou Alex e J'onn para uma partida de paintball. Depois de Kara descobrir que não importasse quando revelasse sua identidade, tudo iria ao caos, Alex e J'onn foram devolvidos. O trio expressou sua gratidão um pelo outro e em seguida brindaram com suas batatas fritas, dizendo "El mayarah".[89]

Alex, Kara e J'onn conversando sobre Lex.

Depois de se demitir do D.O.E., Alex disse para Kara e Nia que se sentia estranha sem estar com uma arma. Depois que William apareceu com cafés para Kara e Nia, Alex e Kelly foram embora. Na Torre, J'onn entregou arquivos de alienígenas desaparecidos. Alex contou para o marciano que sua liberdade a deixava meio perdida, já que grande parte da sua vida ela seguiu ordens de alguém. A Supergirl apareceu e avisou que Lex havia lhe encarregada de proteger Andrea no lançamento da Obsidiana Platina. Alex ouviu J'onn e Kara conversar sobre Andrea ser atacada por um alienígena com energia rosa, e que ela e J'onn iriam investigar mais sobre isso.

Alex e J'onn foram ao bar do Al para procurar por pistas. Ao encontrarem um alienígena, ele tentou fugir, e Alex explicou que pode ter intimidado ele "uma ou duas vezes para conseguir pistas". Alex disse que não ia mais prendê-lo, mas precisava de ajuda. Quando J'onn perguntou que procuravam por "alguém com problemas de raiva", o alienígena apontou para Alex, e ela abriu um leve sorriso sarcástico em seu rosto. Depois do alienígena contar sobre o clorofiliano que procuravam, Alex se desculpou por torcer seu braço. Ela ligou para Brainy para pedir informações de um clorofiliano morando perto de uma fazenda, mas ele negou. Apesar de Brainy confirmar que não havia alienígenas morando naquela parte da cidade, ela disse que ainda queria visitar a fazenda.

Alex, Kara e J'onn lendo sobre Todd Sapphire.

Ao chegar, Alex derrubou a porta e J'onn comentou que poderia ter os atravessado. Ela reconheceu isso, mas alegou que estava com saudades de chutar as portas. Eles descobriram que a casa havia sido transformado em uma estufa, e a dupla encontrou um manifesto e projetos de armas. Quando o clorofiliano apareceu, J'onn tentou atacá-lo, mas perdeu. Alex encontrou um pé de cabra e jogou contra o alienígena, mas acabou acertando a caixa de fusível. O alien colocou fogo nos projetos, e Alex usou um relógio sinalizador para chamar pela Supergirl. A heroína chegou e J'onn explicou que seus poderes foram absorvidos pela manopla usado pelo clorofiliano. Alex disse para J'onn que se sentia insegura, já que não tinha poderes para fazer algo, mas o marciano a acalmou. O trio acabou descobrindo que Todd Sapphire, um antigo funcionário da Obsidiana do Norte, cometeu suicídio e sua esposa, Amy, era quem estava atacando Andrea.

Depois que a situação foi lidada, Alex foi à Torre com J'onn. O marciano a entregou um bracelete de presente chamado Mão do soldado, que Alex poderia usar para transformá-lo em qualquer arma, bastando apenas seu usuário mentalizá-lo. Alex ficou sem palavras e abraçou J'onn em comemoração, feliz por receber o presente. No apartamento de Kara, Alex contou a novidade para sua irmã, que ficou feliz com a notícia. Alex leu uma mensagem de William para Kara, e percebeu que o homem ainda gostava dela. Ela então ouviu sua irmã reclamar sobre sua vida amorosa.[90]

Investigando o Palácio da Fuga

Alex usando a mão do soldado.

Alex recebeu uma mensagem de Kara, dizendo que era importante, e foi ao apartamento de sua irmã. Ao chegar, ela perguntou qual blusa deveria usar em seu encontro com William. Alex relembrou que o encontro era naquela noite, e disse para usar uma blusa azul. Quando Kara disse não se lembrar o que deveria fazer, Alex a aconselhou "dar uma risada e pagar metade da conta". As duas conversaram sobre o sucesso de Nia como Sonhadora. Alex disse que estava com saudades do D.O.E. e mostrou a mão do soldado para Kara. Ela usou-o uma vez, mas o bracelete falhou em seguida, notando que o objeto era "super teimosa".

Na Torre, Alex começou a treinar com J'onn, que havia se transformado em um Lexotraje. Porém, quando foi usar um escudo, a mão do soldado não quis obedecer seu comando. Ela perguntou se o objeto vinha com um "manual de instruções", mas J'onn negou e disse que teria que confiar na arma. Em seguida, Alex e J'onn se reuniram com Al, que estava procurando por seu irmão desaparecido, Trevor Crane. O alienígena revelou que o homem estava em uma "Las Vegas virtual", e Alex teorizou que a polícia acreditava que Trevor não estava desaparecido, apenas um encontro virtual, apesar de ter sumido há uma semana.

Alex na Obsidiana Platina.

Alex foi até Kelly, que trabalhava na Obsidiana, para pedir por um par de lentes emprestadas. Sua namorada concordou e entregou lentes atualizadas, e explicou que ela sentiria tudo. Ao colocar as lentes, Alex acordou em um lugar vazio, mas continuava a ouvir Kelly. Diversas realidades virtuais apareceram em sua frente, e Alex procurou pela Las Vegas virtual. Ao acordar, Alex se encontrou em uma Las Vegas antiga. Kelly a recomendou procurar por jogadores, mas não interagir com pessoas com três riscos no pescoço, que eram PNJ (personagens não jogáveis). Alex então entrou em um casino na procura de pistas.

Alex encontrou um jogador, que começou a conversar com ela sobre o bufê. Ela dispensou a oferta e perguntou se o homem sabia sobre um lugar chamado "Palácio da Fuga". O homem apontou para uma casa abandonada no topo de uma montanha, e Alex agradeceu pela informação. Apesar de não confiar naquele lugar, Alex disse que iria investigar para encontrar Trevor. Ao entrar, Alex encontrou duas pessoas em um tanque, se afogando. Ela se lembrou do dia em que foi sequestrado e mantida prisioneira em um tanque, no qual também estava se afogando. Com a ajuda de Kelly, Alex conseguiu se acalmar. Quando o homem pediu ajuda, Alex tentou encerrar a simulação, mas não funcionou. Alex usou a mão do soldado e o transformou em um cassetete, usando-o para destruir os vidros e libertar os homens presos.

Alex tranquilizando Trevor.

Alex encontrou uma porta, mas descobriu que estava trancada ao tentar abri-la. Ela descobriu que Trevor estava tendo um caso com a esposa de Richard, e que esse palácio foi construído para puni-lo. Ela usou a mão do soldado para criar uma chave e abrir a porta. Ao passar, ela foi teletransportada para um corredor, mas perdeu a comunicação com Kelly no mundo exterior. Apesar de sentir que algo ruim iria acontecer, Alex decidiu continuar com a investigação. Ela encontrou Trevor em uma sala, mas quando foi ajudá-lo, o homem explodiu. Segundos depois, ele reapareceu e continuou a pedir ajuda. Trevor alertou Alex e ela, rapidamente, usou a mão do soldado para criar uma arma. Ao se virar, ela foi atacada por Richard, que conseguiu derrubá-la e desarmá-la. Alex usou os ímãs de seu traje e recuperou sua arma e atirou contra ele, nocauteando-o com uma bala de choque. Ela então tranquilizou Trevor e conseguiu acalmá-lo, perguntando-o onde seu corpo físico estava. Depois que Trevor lhe contou sua localização, Alex encerrou a simulação e acordou na vida real, onde atualizou Kelly da situação.

No bar alienígena, Alex e Kelly concordaram que "qualquer romance virtual é traição" e que "tortura virtual é uma tentativa de homicídio real". De repente, Trevor entrou no estabelecimento e Alex foi cumprimentá-lo, dizendo que estava feliz por ele estar bem. O homem agradeceu por ela ter salvo sua vida e ela perguntou se ele gostaria de beber com elas, o que Trevor concordou. Durante seu treinamento na Torre, Alex recebeu uma ligação de sua mãe, Eliza, informando-a que Jeremiah havia falecido. Ela correu até o apartamento de Kara, onde passou a notícia.[91]

Perdendo seu pai e Supergirl por um dia

Alex como Supergirl.

O enterro de Jeremiah era no dia seguinte, mas quando o momento chegou, Alex se recusou a ir. Quando J'onn e Kara foram buscá-la, Alex revelou aos dois que não iria, apesar de ter feito os preparativos para o funeral no dia anterior. Ela foi confrontada por sua irmã, e disse a ela que não iria ao funeral de alguém que, para ela, já estava morto. Kara continuou a insistir que ela deveria ir ao funeral, mas Alex se recusou, dizendo que ele não era seu pai há anos. As duas discutiram sobre o relacionamento de Jeremiah com Kara, enquanto Alex era menosprezada por ele. Ela pegou uma garrafa de bebida, e Kelly tentou consolá-la. Porém, Alex disse que não iria ser julgada por sua namorada e pediu para ficar sozinha. Depois que Kelly foi embora, Alex usou as lentes de contato da Obsidiana Platina para se tornar a Supergirl.

Alex dando uma entrevista.

Enquanto voava por National City, Alex pousou em um shopping, onde estava um homem estava tocando uma guitarra. Alex conheceu Tilly, uma caçadora de tesouros, que explicou a ela como a realidade virtual funcionava. A mulher disse que sua irmã é fã da heroína na vida real, o que Alex deu uma risada vergonhosa. Ela disse que estava se passando por heroína para se distrair do mundo real, e se desculpou por Bonnie não conseguir viajar para ver um parente com câncer. De repente, um dragão começou a atacar e Alex salvou o guitarrista. Alex tentou usar a visão de calor contra o animal, mas falhou na primeira vez, dizendo que "Kara faz parecer isso tão fácil". Ela conseguiu expulsar o dragão usando sua visão de calor e foi aplaudida pelo público. Ao pousar, a Supergirl foi questionada por uma jornalista como se sentia depois de ter derrotado o dragão, o que Alex respondeu dizendo que estava feliz por ter ajudado. Ela então perguntou por um lugar para comer algo.

Em um bar, Alex se reencontrou com Tilly e disse que a torta que comia era igual ao que sua mãe fazia. Ao perceber que Kelly podia comer mirtilo na realidade virtual, ela explicou para Bonnie que ela é sua namorada e que a tratou horrivelmente mais cedo. Alex continuou e explicou sobre seu pai para a mulher, e que, na realidade virtual, ela podia ser um pouco mais livre. Porém, percebeu que não se sente melhor. Ela reconheceu que tinha que voltar "ao mundo real", mas Bonnie a perguntou o que significava. Alex se confundiu, e a mulher não demonstrou nenhum conhecimento sobre o mundo exterior. Ela recebeu um chamada do D.O.E. e foi até lá.

Alex e "J'onn" no D.O.E..

Ao chegar, Alex comentou que a organização virtual podia ser melhor que o verdadeiro. O "Diretor J'onzz" alertou que um míssil balístico foi roubado por terroristas. Depois de ser atualizada da situação, Alex permaneceu quieta e a "Sonhadora" disse que ela devia ir vasculhar a cidade. De repente, Alex começou a ouvir "Hank Henshaw" através de seu ouvido, que usava uma frequência especial para poder conversar unicamente com ela. "Hank" revelou que sequestrou "Kara" e iria matá-la e expor sua identidade ao mundo caso não fizesse o que foi pedido. "J'onn" aconselhou a não deixar suas emoções a atrapalharem.

Alex pegou o que "Hank" pediu e foi ao seu encontro. Ao chegar, ela questionou onde "Kara" estava, o que o homem disse que estava "segura". Porém, "Henshaw" usou uma rede de kryptonita para prender Alex. Ao abrir a maleta, ele percebeu que a ogiva não estava lá. Alex riu e perguntou se ele acreditava que iria entregar uma ogiva ativa para um terrorista. Ele ativou um míssil para explodir o D.O.E., dizendo que ninguém iria salvá-la. Alex disse que não precisava de ninguém para resgatá-la e conseguiu se libertar de suas amarras. Ela conseguiu derrotá-lo e "J'onn" disse que todos estavam seguros, incluindo "Kara".

Alex voltou ao D.O.E., onde "J"onn" disse que "Kara" voltou à CatCo para terminar um artigo. Alex disse para o diretor que estava se esquecendo de algo, mas não se lembrava do que era. Para comemorar sua vitória, Alex saiu com "J'onn" e "Brainy" para o bar alienígena. "Vita" reconheceu Alex como uma kryptoniana. "J'onn" perguntou se Alex estava feliz, o que ela disse que sim. Sem seu conhecimento, Alex, no mundo real, estava entrando em um coma por passar tanto tempo na realidade virtual da Obsidiana, e conforme passava tempo lá dentro, ela se esquecia da realidade (como o que ocorreu com Bonnie).

Alex revelando seu traje.

Alex notou uma mulher usando o primeiro traje de Supergirl e elogiou sua fantasia. Quando a indivídua começou a falar sobre a realidade, Alex ficou visualmente confusa e ficou em dúvida sobre o que estava vivendo. Quando "Brainy" e "J'onn" apareceram, Alex perguntou a eles como haviam "duas Supergirl". Ela ficou nervosa e desejou sair. Ela acordou em seu apartamento, onde retirou as lentes de contato. Depois de responder uma mensagem de "Kelly", Alex recebeu uma comunicação de "J'onn", dizendo que "Psi" havia feito um ataque psíquico que fazia todos duvidarem da realidade. Alex abriu sua camisa e revelou seu traje, dizendo que estava a caminho. Alex ainda não percebeu que estava presa em uma realidade virtual. No mundo real, a condição de Alex piorava, e ela acabou sendo encontrada por Kelly, que tentou acordá-la usando adrenalina, o que não surtiu efeito. Kelly decidiu entrar na realidade virtual e tirá-la de lá pessoalmente.

No D.O.E., Alex jogou "Psi" em uma cela e comentou que "algumas vilãs pensam muito e fazem pouco". Ela foi encontrada pela verdadeira Kelly, que começou a falar da realidade, deixando Alex confusa. Ela acreditou que a "Psi" havia afetado Kelly também, enquanto ela continuava a insistir que Alex deveria encerrar a simulação. A "Sonhadora" apareceu para alertar Alex sobre um assalto acontecendo. Ela se desculpou com sua namorada e partiu para "salvar o dia".

Alex conversando com ela mesma.

Enquanto prendia os criminosos, Alex percebeu que uma das assaltantes sabia seu nome, já que ela sua versão mais nova (que Kelly inseriu dentro da realidade para tentar despertá-la). Alex foi levada a uma recriação da instalação de Cadmus, onde viu seu pai pela última vez. Alex avistou "seu pai" passar à distância e quis ir atrás dele, mas as duas começaram a ser atacadas por "Brainy" e "J'onn", que tentavam convencer Alex a não ir embora da realidade falsa. Depois de fugir, Alex encontrou "Jeremiah". Quando foi confrontá-lo, ele se desfez, simbolizando sua morte. Sua versão mais nova disse que ela não poderia ter o salvado, e Alex ouviu sua versão mais nova tentar convencê-la ir embora. Porém, as duas foram atacados por "Brainy", "J'onn", "Sonhadora" e "Eliza". Quando eles começaram a atirar contra sua versão mais nova, Alex usou sua capa para protegê-la. Ela congelou os PNJ e os destruiu. Percebendo que não podia mais disfarçar seus sentimentos, Alex, enfim, encerrou a simulação.

Alex e Kara no funeral de Jeremiah.

Alex acordou no mundo real em lágrimas e retirou as lentes. Quando Kelly tentou se aproximar, Alex a impediu e perguntou como podia saber que aquilo era real. Sua namorada descreveu o que aconteceu na manhã, convencendo Alex de que ela estava na realidade. Alex disse que a amava e agradeceu por não ter desistido dela. Ela continuou e se desculpou, percebendo que havia sido uma "idiota" e afastou a todos que queriam ajudá-la. Ela então prosseguiu a contar para sua namorada como se sentia. Depois disso, ela alertou Kelly sobre o que estava acontecendo sobre as pessoas ficarem presas na realidade virtual. Depois disso, Alex e Kelly foram a Midvale para o funeral de seu pai. Alex se sentou ao lado de Kara e pediu desculpas pelo que disse, mas sua irmã a tranquilizou.[92]

Reunida com sua irmã e namorada, Alex perguntou se era estranho elas estarem "comendo bolinho como se tudo tivesse normal" apenas alguns dias depois da morte de Jeremiah. Alex demonstrou surpresa por Lena ter entregado um livro como sua forma de condolências. Quando William chegou, eles começaram a conversar sobre Lex e seu possível envolvimento com o desaparecimento das pessoas. Mais tarde, Alex, J'onn e Brainy viram um devorador de sol ir em direção da estrela. Alex tentou alertar a Supergirl, mas sua irmã não a respondia. Depois que o devorador de sol foi derrotado, os Superamigos foram à Fortaleza da Solidão.[93]

Se tornando uma vigilante

Alex e a Supergirl foram até a localização do quartel-general do Leviatã na Terra-38, mas descobriram que eles não usavam mais aquele lugar nesse novo universo. Kara achava havia uma ligação entre Lena aparecer na Fortaleza da Solidão ao mesmo tempo que a Morae, mas Alex acreditava que isto foi uma mera coincidência. Apesar de Rama Khan não ter aparecido na Terra-Prime por décadas, Alex sugeriu que procurassem por um amigo de Kelly que trabalhava na biblioteca do congresso, que podia ter informações do Leviatã.

Alex, Kara e Pete estudando o Leviatã.

Alex e Kara foram a Washington, D.C., onde conheceram o verdadeiro Pete Andrews. Alex entregou uma ficha contendo informações de Rama Khan e o Leviatã, e explicaram o que e quem eles eram. Reunidos, Pete explicou para as irmãs que um símbolo precedia um desastre iminente. Alex ouviu Kara reclamar sobre Lena acusá-la de hipocrisia e teorizar que ela e Lex estão trabalhando com o Leviatã. Kara teve que sair depois de receber uma ligação. Quando Pete voltou, Alex explicou para Pete que sua irmã teve que ir. O homem revelou que teve seu pedido negado para usar uma sala especial. Alex acreditou que isto era o caminho certo.

A dupla foram ao corredor da biblioteca, onde pretendiam invadir a sala de coleções especiais. Alex plugou um dispositivo no cadeado eletrônico, mas os dois começaram a ser atacados. Eles correram para o estacionamento e fugiram com um carro. Seguros, Alex se desculpou por tê-lo arrastado ao perigo. Pete recomendou que ela se escondesse, mas Alex negou, dizendo que continuaria com a investigação do Leviatã. Pete recomendou que ela tinha que deixar sua vida de soldado para trás algum dia, o que ela concordou.

Ao voltar para National City, Alex explicou para Kelly o que aconteceu. Ela disse que não estava acostumada a estar "tão exposta" depois que saiu do D.O.E.. Ela descobriu que Eve Teschmacher trabalhava na Obsidiana do Norte, mas sua vida era diferente que na Terra-38. Kelly recomendou que se ela fosse ser uma vigilante, ela deveria "fazer as coisas direito" e recomendou usar uma máscara.[94]

Superamigos discutindo como defender Kara.

Quando Kara mandou uma mensagem dizendo que Lena Luthor estava em seu apartamento, os Superamigos foram até ela. Alex chutou a porta e apontou uma arma para a Luthor, ordenando que ela se deitasse no chão. Kara, contudo, explicou que Lena estava lá para contar tudo que sabia do Lex e do Leviatã, e que ela queria ajudá-los a derrotá-los. A equipe discutiu sobre os eventos recentes, mas perceberam que a Supergirl não podia operar por enquanto, já que Rama Khan poderia encontrá-la usando seus poderes e matá-la com a kryptonita roubada do D.O.E.. Eles decidiram que J'onn e M'gann M'orzz se disfarçariam de Supergirl e distraíssem Rama Khan e outros dominadores enquanto Lena construía um novo traje anti-kryptonita para Kara. Alex mostrou para Kara seu novo traje, fazendo sua irmã gritar de alegria ao ver a roupa.

Alex se uniu a M'gann para causar a distração. Quando descobriram que Rama Khan estava com a Sonhadora e o Caçador de Marte em outro lugar da cidade, as duas ficaram alegres por um instante, mas M'gann sentiu a presença de outro dominador. Sela então se revelou e atacou Miss Marte, que não se moveu com o ataque. Alex usou a mão do soldado para criar uma bazuca e disparar contra a imortal, mas a alienígena não se rendeu e começou a atacar as duas heroínas com seus poderes elétricos, fazendo com que Alex e M'gann fugissem.

No Laboratório da LuthorCorp, Alex revelou para Kara e Lena que Rama Khan não estava sozinho, e informou que J'onn se feriu em sua luta e que Nia e M'gann estavam cuidando dele. Alex recebeu uma ligação de Kelly, que disse que William seguiu Eve mas não voltou. Quando Kara usou sua super-audição para ouvir a conversa, Alex a repreendeu. Ela garantiu a sua irmã que iriam salvar William e expor Eve, mas tinha que ficar no laboratório até que sua armadura fosse concluída.

Alex lutando contra os jarhanpurianos.

Em seguida, Alex passou pelos lasers da Obsidiana e desativou a segurança. Com tudo seguro, ela abriu a porta para que Kelly pudesse entrar. Depois de ser elogiada por sua namorada, Alex comentou que se sente "tão humana" lutando contra deuses. Quando encontraram o endereço da Eve, elas enviaram-o para que Lena pudesse descriptografá-lo. Depois que a Supergirl salvou William de Eve, os Superamigos se reuniram no laboratório da LuthorCorp para discutir seu próximo passo. Eles decidiram lutar contra Rama Khan e seus aliados enquanto a Supergirl ia para o Festival da União e salvar a todos. Apesar de seus melhores esforços, os Superamigos foram derrotados. Quando estavam prestes a serem atacados, o trio de jarhanpurianos desapareceram misteriosamente.[95]

Ausência de Kara

Depois que os jarhanpurianos foram derrotados, os Superamigos descobriram que foi Brainy quem fez isto. Em seguida, eles foram até a nave do Leviatã, onde salvaram-o e destruíram Gamemnae de uma vez por todas usando a Equação anti-vida. No entanto, os heróis também descobriram que Lex havia absorvido os poderes dos três alienígenas, tornando-o praticamente imortal. Conversando sobre como poderiam tirar tais poderes de Lex, Alex, Kara e Lena foram até a Fortaleza da Solidão para pegar o material necessário. Durante a batalha final contra Lex, eles conseguiram retirar seus poderes, mas o homem, em uma última tentativa de vitória, enviou a Supergirl para a Zona Fantasma. Na Torre, Alex expressou sua tristeza e ansiedade por perder sua irmã. Lá, ela recebeu o codinome de "Sentinela" de J'onn, em homenagem a uma antiga amiga sua de Marte, N'or Cott.[96]

Alex conversando com Kelly sobre Kara.

Sentinela e os Superamigos encontraram Silas White e perguntaram se ele poderia ajudá-los a tirar a Supergirl da Zona Fantasma, já que ele, anteriormente, havia conseguido construir um portal para a dimensão. Na Torre, ele explicou que fazer isto não seria fácil, mas Alex e J'onn quiseram que ele tentasse ao menos. Quando o portal foi construído, os Superamigos descobriram que a Zona Fantasma havia sido alterada pela Crise nas Terras Infinitas, e agora encontrar Kara seria mais complicado do que imaginavam. Alguns Fantasmas começaram a escapar pelo portal, e os Superamigos os derrotaram. Em seu apartamento, Alex teve um colapso emocional, pois acreditava que conseguiram salvar sua irmã e havia preparado uma festa de boas-vindas. Alex expressou para Kelly sua grande tristeza, temendo que teria que viver em um mundo sem sua irmã, que estava sozinha em outra dimensão.[97]

Alex se culpando por não ter salvado Kara.

Alex assistiu ao holograma de Kara, onde sua irmã contava sobre sua história, e começou a chorar ao ouvir as palavras bonitas que Kara disse sobre ela. Kelly entrou com o café da manhã e questionou sua namorada do porque estar assistindo aquele vídeo, relembrando-a de que ambas haviam prometido de que não assistiriam aquilo. Alex explicou que concordou com isso apenas quando acreditou que poderia salvá-la, mas agora, a situação era outra. Kelly se sentou ao seu lado, dizendo que Kara não estava morta. Alex concordou, declarando que ela estava "pior do que morta", se culpando pelo fato de sua irmã estar presa em outra dimensão, e que não sabia mais qual era o sentido de sua vida. Kelly explicou que apesar de seus próprios problemas, incluindo desemprego, ela continuava esperançosa. Alex recuperou suas esperanças e foi até a Torre para ver o que J'onn queria.

Na Torre, Alex cuidou de Silas e aprendeu a origem dos Fantasmas e como Brainy sabia o que era uma "alma". Quando Silas se transformou em um fantasma após perder sua alma, Alex ficou congelada enquanto Brainy e J'onn lutavam contra ele. A mente de Alex lembrou que ver um fantasma sair do portal em vez de sua irmã a quebrou emocionalmente. Depois que Silas foi preso, os Superamigos receberam um alerta de que os fantasmas estavam atacando a cidade. Antes que os heróis pudessem sair, outro Fantasma, que havia arranhado M'gann, conseguiu escapar. Na Torre, Alex ouviu J'onn chorar temendo pela vida da marciana, mas ela o relembrou de que tinha um pedaço de sua alma. Eles decidiram transferir este pedaço de volta para M'gann. Durante o processo de transferência, os Fantasmas começaram a atacar a Torre, fazendo com que Alex, Brainy e Lena defendessem-a. Depois que a situação foi resolvida, Alex visitou Kelly, que estava com suas mãos machucadas. Enquanto lá, ela pediu para que se mudasse para seu apartamento.[98]

Algum tempo depois, Alex mostrou o holograma de Kara para Lena. Ela entregou o cristal para a cientista, que poderia construir um dispositivo para encontrar Kara na Zona Fantasma, sendo a força-vital dela a única coisa que faltava para completar. Quando os Fantasmas começaram a roubar as almas das pessoas da cidade. Lena conseguiu construir um dispositivo para localizar Kara, mas Alex pediu para que o recalibrasse para que pudessem encontrar os cristais para salvar as pessoas cujas almas foram roubadas, assim perdendo a chance de encontrar sua irmã. No entanto, Lena, que também se culpava pelo aprisionamento da Supergirl na Zona Fantasma, não quis entregar o dispositivo quando Alex o pediu. Ela usou suas luvas para chamá-lo à sua mão, dizendo que não podia aceitar um "não" como resposta. Quando a situação foi resolvida, Alex e Lena conversaram, onde a jovem Luthor começou a questionar seu posicionamento nos Superamigos. Alex então a tranquilizou, garantindo-a de que ela merecia estar com eles.[99]

Depois que Brainy e Nia decidiram viajar no tempo para conseguir uma amostra de sangue de Kara, Alex os aconselhou a tomar cuidado com seu passado. Ela contou sobre o meteoro de kryptonita que havia caído em Midvale alguns anos atrás, sendo esta a primeira vez que Kara foi exposta ao minério, e consequentemente sangrou.[100]

Disputa pelos Totens da Pedra Absoluta

Retorno de Kara

Alex tranquilizando Kara.

Alex pediu para que todos mantivessem segredo sobre os ataques dos Fantasmas em National City. Enquanto analisava os sinais de Kara, sua irmã acordou de um pesadelo e Alex foi até seu lado, tentando acalmá-la. Na festa de Kara, Alex se desculpou por Kelly não estar lá. Mais tarde, Alex analisou os lixos descartados na "ilha lixo". Quando Kara voltou da Fortaleza da Solidão com Zor-El, ela perguntou como sua irmã estava, o que ela afirmou estar bem. Em seguida, Alex e os Superamigos viram Kelex, robô a qual Zor-El atualizou para limpar os oceanos da Terra e impedir que o planeta sofresse do mesmo destino que Krypton. Depois de ver "Oscar" em ação, Alex admitiu que aquilo era "impressionante", mas perguntou se o robô aguentaria a limpeza, o que Zor-El disse que sim.

Alex conversando com Kara sobre a Zona Fantasma.

Quando o lixo o qual Oscar limpava se tornou muito, e depois de ter sido infectado por diversas tecnologias (como daxamitas e invenções de Lex) e desaparecer do radar, Alex descobriu que ele poderia explodir igual uma bomba atômica. Brainy sugeriu que destruíssem-o com um vírus, mas Zor-El foi contra. Alex disse que não tinham outra opção e lhe deu um ultimato; ou ele ajudava Brainy com o vírus ou ele se afastava. Zor-El concordou em ajudar com o vírus. Quando encontraram Kelex, Sentinela e a Sonhadora foram evacuar os civis das proximidades. Após Kara cair depois de começar a sofrer pela radiação de kryptonita, Alex, temendo perder sua irmã, correu para seu lado e começou a atirar contra Kelex. À noite, Alex foi ao apartamento de Kara, onde ouviu sua irmã contar pelo que passou na Zona Fantasma. Ela disse que iriam ajudá-la lidar com sua dor juntas, e curar-se juntas.[101]

Alex, Kelly, Kara, Nia e J'onn se reuniram para uma noite de jogos. Alex adivinhou corretamente as charadas de sua namorada, e Kara anunciou o casal como as vencedoras. Quando sua irmã disse que esperava que Lena pudesse encontrar a paz ao ir investigar o passado de sua mãe biológica, Alex concordou, dizendo que ela passou por muitas coisas com o lado Luthor de sua família. Quando Kelly mencionou estar trabalhando em um novo caso para o serviço social, Alex disse que sua namorada sairia muito bem, afirmando que empatia é seu super poder.

Alex conversando com Kelly.

No dia seguinte, Alex ajudou Kara e J'onn analisar o nitrato de amônio roubado. Ela teorizou que podiam usar a assinatura para poder encontrá-lo. Kelly entrou e contou para todos que Orlando, irmão de Joey, pode estar com problemas no programa Segunda Chance da Prisão Van Kull. Kara pediu para que Alex e J'onn rastreassem o nitrato de amônio roubado. Depois de ouvir uma declaração do diretor da prisão Van Kull, Alex disse que precisavam encontrá-los antes que uma bomba radioativa fosse criada. Percebendo sua namorada abalada pela situação, Alex foi conversar com ela. Alex a tranquilizou, dizendo que foi graças a ela que descobriram sobre os prisioneiros sendo abusados e usados para roubarem produtos radioativos. Kelly disse que se sentia impotente, mas Alex disse que ela não é, e que ela é muito poderosa e capaz de tudo.

Mais tarde, Alex encontrou a possível localização da Intergangue. À noite, Alex conversou com Kelly sobre o que ela havia feito para ajudar Joey, e ouviu sua namorada dizer que iria se tornar a nova Guardiã de National City. Alex entregou o antigo capacete de Guardião para sua namorada, afirmando que não havia outra pessoa melhor para assumir o manto senão ela. Alex disse que iriam ver como o traje ficava nela assim que começassem a treinar.[102]

Surgimento da Guardiã

Alex treinou Kelly na Torre. As duas pararam quando Kara apareceu, comentando sobre seus dias de treinamento. Kelly então teve que ir devido a um problema no trabalho. Ainda naquele dia, Alex e os Superamigos descobriram que Mitch sequestrou um alienígena capaz de construir qualquer coisa. Ela disse que acreditava que o D.O.E. tinha o prendido anos atrás, mas J'onn explicou que Lex o libertou algum tempo antes da destruição do quartel-general. Mais tarde, Alex, J'onn e Brainy assistiram Orlando contar sua história na votação da venda do prédio Ormfell. Durante isto, a nave de Mitch apareceu em seus radares. Alex notou que era hora da ação e foram até lá. Ao descobrir que uma bomba criogênica foi construída, Alex e os Superamigos foram até o prédio Ormfell para contar o que descobriram a Supergirl. Porém,  bomba foi ativada e o prédio começou a ser congelado. Sentinela, Brainy e Kelly começaram a evacuar os civis.[103]

Quando Kara e Mxy apareceram na Torre, sua irmã explicou quem era a nova vilã que estavam encarando: Nyxly. Quando Mxy tentou usar seus poderes, Alex e os Superamigos o impediram, já que ele explicou que Nyxly poderia rastreá-los sentindo o poder do imp. Ele então prosseguiu contar a história de Nyxly cantando ao som de "I Will Survive".

No dia seguinte, Alex e os Superamigos analisaram a planta do dispositivo que Nxyly construiu. Alex sugeriu usarem um inibidor de poderes para prender em Nxyly, deixando-a sem poderes para que pudessem sugá-los dele. Quando Mxy, carregando o projetor da Zona Fantasma, sugeriu usarem aquilo para mandá-la à Zona Fantasma novamente, Alex entrou na frente de Kara para protegê-la. Depois que a Supergirl pegou um item necessário, Alex e J'onn começaram a trabalhar para analisá-lo, apesar de estar com um pouco de dificuldade. Mxy apareceu e perguntou se poderia ajudar. Os dois concordaram e perguntaram como conectar a corrente mágica ao componente elétrico. Depois que Mxy sugeriu "ligar e desligar" o dispositivo, Alex sugeriu que ele fosse ver se Nia e Brainy precisavam de ajuda.

Em seguida, Sentinela e os Superamigos foram ao centro de National City depois que Kara alertou que havia detectado grande energia da Quinta Dimensão lá. Ao chegarem, eles se depararam com um gato gigante atacando a cidade. Sentinela usou a mão do soldado e a transformou em uma bazuca, mas, depois que disparou o míssil, o felino apenas pegou e começou a brincar com o mesmo.

Superamigos enfrentando Nylxy.

Depois que o gato foi encolhido por Brainy, Alex e os Superamigos retornaram para a Torre para discutir sobre o prazo dado por Nyxly, que exigia Mxy em duas horas. O imp apareceu junto de um clone seu, dizendo que poderia usá-lo como um "cavalo de tróia" para colocar a pulseira em Nyxly, porém, o clone desabou e voltou para Mxy. Depois que Kara e Nia resolveram agir juntas, plano no qual Nia se disfarçaria de Mxy usando o inibidor de imagens de Brainy, os Superamigos observaram o plano da Torre. Quando o inibidor falhou, Alex e os outros foram a campo para salvar Kara e Nia. Porém, eles também foram capturados e quase foram mortos por um dragão, mas Mxy se rendeu, e foi capaz de colocar as algemas em Nyxly.[104]

Alex atendeu uma ligação de Kelly, que a informou sobre o hospital estar sobrecarregado e pediu ajuda dos Superamigos. Alex, porém, disse que não poderiam naquele momento, mas iriam aos Heights assim que pudesse, mas disse para ela que tinha alguns amigos médicos na cidade e podia levar tanques de oxigênio ao hospital. No dia seguinte, os Superamigos estavam em uma situação precária com o desaparecimento de Nyxly. Kara disse que ela e Alex iriam até a instalação do D.O.E. no deserto para buscarem um localizador de magia da Quinta Dimensão. Antes de ir, Alex retirou o celular de seu bolso e começou a pensar. J'onn perguntou se estava tudo bem, o que Alex afirmou que sim, mas queria ir para casa e ver como Kelly estava. Porém, ela mudou de ideia, dizendo que sua namorada devia estar bem.

Eventualmente, Alex e Kara retornaram para a Torre, onde contaram a Brainy que não encontraram o que precisavam mas trouxeram algo que poderia ajudá-los. Então, uma grande presença de energia da Quinta Dimensão foi detectada no prédio Ormfell. Alex e os Superamigos foram até lá, mas encontraram Kelly e John Diggle, que estavam investigando. Alex perguntou se estava tudo bem, o que Kelly afirmou que sim, dizendo que era bom vê-la.

Superamigos ouvindo Kelly.

Enquanto analisavam os destroços do prédio Ormfell, os Superamigos foram interrompidos por Kelly, que revelou a eles que Rankins era o problema no qual procuravam. Ela então começou a dizer sobre como se sentia ignorada por eles, e Alex tentou intervir, mas Kelly apenas gesticulou para que não falasse nada. Ela continuou dizendo que os Superamigos estavam ignorando o problema causado pela destruição do Ormfell, o que afetou profundamente a comunidade. Depois que foi embora, Alex e Kara tentaram ir atrás dela, mas foram impedidas por Nia, que pediu a dupla para que desse tempo à ela.

Depois de ouvir as palavras de Kelly, Alex foi refletir. J'onn apareceu, e ela disse que acreditava que estava a ouvindo. J'onn disse que, com seus poderes, ele poderia escolher qualquer forma para assumir, mas escolheu aquela, e disse que se sentia mais como um alienígena do que qualquer outra coisa. J'onn a tranquilizou, dizendo que Kelly iria se abrir com ela na hora certa. Em seguida, Sentinela e os Superamigos foram confrontar Rankin junto com a Guardiã.

Alex conversando com Kelly sobre como poderia ajudá-la.

Depois que a situação foi resolvida, Alex conversou com Kelly. Alex disse para sua namorada que queria ser uma aliada, de todas as formas possíveis. Ela ouviu, silenciosamente, Kelly contar o que sentia. Alex então perguntou como poderia ajudá-la, reafirmando que a amava e que ficava machucada a vendo daquela forma. Kelly disse que ela poderia deixar o tempo trabalhar, dizendo que ela não precisava "entender todas as suas experiências". Porém, ela afirmou, em lágrimas, que poderia abraçá-la naquele instante. Alex o fez, e segurou sua namorada em seus braços.[105]

Totem da Coragem

Depois de despertarem, Alex tomou café com Kelly. Ela perguntou como sua namorada dormiu, e ela respondeu que foi "melhor que das últimas noites", e Kelly agradeceu pelo espaço dado por Alex com seus assuntos pessoais, dizendo que tinha uma visão melhor do que queria. Alex recebeu uma mensagem da Torre, e leu para Kelly que os Superamigos tinham uma pista sobre os totens. Ela perguntou se Kelly gostaria de acompanhá-la, mas ela disse que não, pois iria ajudar com as consequências da explosão do prédio Ormfell. Elas se beijaram e Alex saiu.

Na Torre, Alex trabalhou com Lena para procurar uma possível ligação de objetos com o totem da coragem. Depois que Nyxly foi encontrada no Museu de Ciência e Tecnologia, Sentinela e os Superamigos foram confrontá-la. Lá, a Supergirl acabou partindo o totem da coragem (o estilingue que Davi usou para matar Golias) em dois, o que acabou resultando numa explosão de magia. Alex e os outros voltaram para a Torre, onde ela e J'onn começaram a trabalhar em uma forma para encontrar a imp.

Por conta de Nyxly ter falhado em seu teste, Alex e os Superamigos foram afetados pela magia do totem, e por isso ganharam um estímulo de "coragem pura e crua". Quando as pessoas no Museu de Ciência e Tecnologia começaram a atacar um aos outros, por conta de Kara também ter falhado no teste do totem, a Sentinela e os outros foram até lá. Ao chegarem, eles encontraram um dragão enorme, e ficou alegre por aquilo. Sentinela avançou e usou a mão do soldado para invocar um chicote, prendendo-o no pescoço do animal. Porém, ele conseguiu se soltar, fazendo Alex voar para o alto, mas a Supergirl conseguiu salvá-lo. Ao se recuperar, Alex agradeceu sua irmã por ter a salvo, e voltou para domar o dragão novamente.

Ao voltar para a Torre, Alex e J'onn perceberam que tinham sido afetados pelo Totem da Coragem. Mais tarde, quando uma tempestade começou a ameaçar National City, a Sentinela e os Superamigos se reuniram no epicentro. Depois que a Supergirl permitiu com que os totens fossem reunidos, Alex e todos afetados pela magia do objeto acabaram voltando ao normal. Com a ajuda de Kelly, Alex e os Superamigos conseguiram dissipar a tempestade com um ionizador negativo.[106]

Formando uma família

Alex retirou uma peça delicadamente, o que deixou todos animados. Kelly perguntou como ela fez aquilo, e Alex explicou que chama "coordenação de olho e mão". Quando Kara voltou ao seu apartamento, Alex e os outros disseram que estavam fazendo uma noite de jogos para animá-la. Depois de revelarem a Lena que William iria à Torre para uma matéria sobre os Superamigos, Alex e Kara explicaram para a cientista que aquilo era necessário. No dia seguinte, Alex cumprimentou William na Torre. Quando o jornalista começou a se preparar para escrever, Alex disse que eles tinham algumas regras. William disse que não deixa suas fontes guiá-lo em sua escrita, mas a Supergirl apareceu, pedindo que deixasse algumas informações de fora da matéria caso ela prejudicasse a missão. Ele perguntou quais são, e Alex disse que não poderia revelar a localização da Torre ou tentar descobrir a identidade dos heróis, o que ele concordou.

Alex e Kelly indo embora com Esme.

Enquanto lutava contra as pessoas afetadas pelo totem da humanidade, Sentinela conversou com Guardiã sobre sua visita a Esme. Ao revelar a pulseira, Alex a elogiou. Em seguida, J'onn disse que a polícia precisava de ajuda em outro lugar. Mais tarde, Kara revelou seu plano de ampliar a onda de violência, para que Nyxly se sobrecarregasse com as emoções. Alex disse que isso iria causar um caos pela cidade, e sua irmã disse para se espalharem e protegê-la. Durante a luta, Sentinela e Guardiã salvaram Esme, que havia sido trancada no lado de fora por sua família adotiva. Depois, Kelly revelou para Alex que a família adotiva de Esme decidiu retorná-la para os serviços sociais, dizendo que a criança não era para eles. Quando a van chegou, Alex e Kelly decidiram adotá-la e foram embora com a menina.[107]

Alex esteve pintando um mural no quarto de Esme quando Kara apareceu, perguntando se Esme já tinha chegado, o que negou. Alex notou que sua irmã carregava bastante coisa em suas mãos, e disse que ela não precisava ter "comprado toda a loja". Alex começou a entrar em pânico sobre o que estava acontecendo, mas Kara a tranquilizou, afirmando que ela seria uma ótima mãe. Kelly então chegou com Esme, e Alex ficou animada explicando sobre o quarto para a garota. Ela então apresentou Kara e J'onn para Esme. Eles então assistiram Esme atravessar a parede, capaz de fazer isso devido a seus poderes de imitar poderes de outros alienígenas, mas foi resgatada por J'onn. Depois disso, Alex explicou para Esme o que aconteceu.

Depois do ocorrido, Alex e Kelly sentaram-se no sofá para conversar, onde ambas as mulheres afirmaram que não queriam fazer Esme ficar triste. Kelly a tranquilizou, dizendo que ela iria conseguir ajudá-la entender seus poderes. Mais tarde, Alex levou Esme até  Torre, onde a apresentou para Brainy e Lena. Ela então pediu que Brainy as ajudassem entender os poderes de recriação de poderes de Esme.

Quando Kara voltou, Alex pediu para que sua irmã ajudasse-a entender seus poderes kryptonianos. Quando chegou com a Supergirl, sua filha adotiva percebeu rapidamente que Kara e a Supergirl eram a mesma pessoa. Alex então pediu para que mantivesse isso em segredo, e queria ajudá-la a se acostumar com os poderes de sua irmã, já que elas passariam a vê-la bastante vezes. Durante o treino, mesmo com a ajuda de Kara, a super-audição saiu-se sobre melhor de Esme, fazendo a garota ficar estressada e sair de perto das irmãs Danvers, afirmando que Alex era uma pessoa "horrível" por forçá-la a ouvir tudo.

Alex e Kelly entregando um buscador da verdade para Esme.

Quando Kelly foi até a Torre para conversar com Esme, Alex disse para sua namorada que estava completamente arrependida de forçá-la no treino, dizendo que havia notado que ela estava cansada mas mesmo assim continuou. Kelly a tranquilizou, dizendo que ela não poderia se culpar. Ela explicou que Esme tinha medo de se aproximar delas, acreditando que a criança acreditava que seria abandonada como antes. Kelly garantiu que iriam ajudá-la ver a verdade. Mais tarde, Alex e Kelly deram um buscador da verdade de presente para Esme. Lá, Alex e sua namorada disseram, com toda a certeza do mundo, que nunca iriam abandoná-la, afirmando que iriam aprender com seus erros e crescer juntas como uma família.[108]

Alex entregou desenhos que Esme fez aos Superamigos, e explicou que ela e Kelly haviam ido à Calvintown para ter a "experiência Olsen completa", dizendo que talvez iria para lá também, já que não estavam lidando com nada no momento. Alex e Lena conversaram com a Supergirl, Caçador de Marte e Brainiac-5, que estavam perseguindo um monstro de pesadelo. Alex perguntou se J'onn poderia acalmá-lo, mas isso não surgiu efeito e o monstro continuou indo em direção de uma usina nuclear. Ao mando da Supergirl, Alex e Lena ativaram um campo de força ao redor de metade da cidade, prendendo-os, mas mantendo o monstro longe da usina.

Depois disso, Alex conversou com a governadora sobre o ocorrido, que demandava o domo ser abaixado, apesar de Alex afirmar que isso seria pior. Depois que J'onn informou-a sobre a construção de um dispositivo que o mandaria de volta de onde veio, a mulher questionou quanto tempo levaria para finalizá-lo. Alex olhou para Lena e Brainy, que construíam o dispositivo, mas os dois não lhe deram um olhar de certeza. Apesar disso, Alex afirmou que o dispositivo estaria pronto em 24 horas, mas a mulher reduziu para doze. Quando pessoas começaram a protestar ao redor do domo, Alex alertou a Supergirl sobre isso.

Enquanto analisava a situação, Alex, na Torre, ouviu uma reportagem a respeito do domo quando sua irmã voou até lá. Ao vê-la, Alex disse que ela iria se atrasar para sua reunião, mas Kara disse que ainda estava procurando pelo monstro, que ainda não havia sido localizado. Kara, depois de uma ligação de Andrea, disse que se sentia como se "estivesse um passo atrás de tudo". Alex a tranquilizou, dizendo que iriam lidar com o monstro enquanto ela iria para a entrevista. Após isso, J'onn revelou que a governadora lhe deram, no máximo, 1 hora para mandar o monstro de volta a terra dos sonhos antes da intervenção do exército.

Enquanto cuidavam do portal, Alex conversou com Kara, tranquilizando-a e pedindo para se focar na entrevista. Apesar disso, Kara apareceu em campo. Quando o portal foi ativado, o monstro começou a caminhar em sua direção, mas o exército apareceu e começou a atirar contra ele, tirando sua atenção do portal. Sentinela e Brainiac-5 seguraram as colunas que mantinham o portal, enquanto Lena tentava religá-lo. Em seguida, a Supergirl e o Caçador de Marte empurraram-o pelo portal, levando o monstro de volta para a Terra dos Sonhos.[109]

Noivado e sequestro de Esme

Alex mostrando o anel de noivado para Kara e J'onn.

Alex mostrou o anel de noivado que comprou para Kara e J'onn, dizendo que iria pedir Kelly em casamento na noite seguinte, e explicou aos dois como soube que Kelly era a pssoa certa para ela. Ela foi ao Bar do Al com Esme, na intenção de reservar o lugar para o pedido. Porém, ao chegar, ela descobriu que outra pessoa já havia alugado o estabelecimento. Mais tarde, Sentinela e os Superamigos, após conseguirem pensar em um plano, se prepararam para confrontar Nyxly mais uma vez. Enquanto aguardavam, Alex conversou com Kelly sobre sua felicidade por cuidar de Esme. Quando Nyxly apareceu, todos começaram a atacá-la, mas a imp se esquivava dos disparos. Lex Luthor apareceu e usou uma explosão de kryptonita para derrotar os heróis e fugir com a duende.

Após isso, durante uma reunião dos Superamigos, Alex abraçou Kara depois de vê-la recuperada. Eles então começaram a conversar sobre como poderiam impedir Lex e Nyxly, além de descobrirem, através de Brainy, que o Luthor havia ido para o século 31. Brainy sugeriu usarem os totens como arma, mas Alex e os outros foram contra isso, pois os totens poderiam contra-atacá-los e fazê-los perder algo. Mais tarde, Sentinela, Supergirl e Caçador de Marte foram até Portugal após Nia encontrar a localização do Totem do Amor. No entanto, Nyxly apareceu e eles entraram em uma briga pelo totem, que resultou no desaparecimento do objeto.

Alex foi ao escritório de J'onn e começou a ler alguns livros. Enquanto lá, William apareceu e lhe perguntou o que fazia, dizendo que ela teria que estar ficando noiva aquela hora. Alex explicou sobre seu relacionamento anterior que não deu certo, onde propôs para sua namorada por impulsividade, temendo que o mesmo acontecesse com Kelly. Porém, William a garantiu que seu relacionamento com Kelly era o mais forte que todos, e sugeriu que ela cedesse ao seu desejo.

Alex pedindo Kelly em casamento.

Seguindo o conselho de William, Alex foi ao Bar do Al para convencê-lo a alugar o estabelecimento. No entanto, ao chegar, ela percebeu que foi Kelly quem alugou o bar, sendo surpreendida por sua namorada e Esme. Kelly começou a dizer o quanto a amava e se preparou para pedi-la em casamento. Contudo, Alex a interrompeu, dizendo que ela queria fazer aquilo. No entanto, ao tocar em seu bolso, ela percebeu que ela estava com o Totem do Amor. Instantes depois, Nyxly e Lex atravessaram por um portal. Supergirl e o Caçador de Marte apareceram, enquanto Alex e Kelly foram embora com Esme. Depois que Nyxly fugiu, Alex e Kelly voltaram. J'onn perguntou se ele havia destruído o Totem do Amor, mas Alex garantiu que não, pois sentia amor por todos naquela sala. Ela então propôs para Kelly, e ela aceitou alegremente. Depois disso, os Superamigos celebraram o noivado com uma festa na Torre.[110]

William revelou aos Superamigos que Lex pretende construir um exército de Lexotrajes, informação revelada a ele por Otis Graves. Lena revelou para Alex que conseguiu reservar uma suíte VIP para sua festa de despedida de solteira, mas ao descobrir que isso seria naquela noite, Alex não ficou animada com isso. Porém, Kara e os Superamigos a convenceram mudar de ideia. Após receber uma mensagem, no qual Esme se envolveu com problemas na escola, Alex saiu para resolver a situação.

Alex e Kelly encontrando um desenho em Esme.

Em seu apartamento, Alex e Kelly começaram a limpar Esme, que estava suja de tinta, enquanto a criança contava o que houve em sua escola. Durante a limpeza, Alex encontrou o desenho de uma flor em suas costas, o que Kelly afirmou não ter encontrado no dia anterior. Alex e Kelly voltaram à Torre para descobrir o que havia de errado com Esme depois dela perder o controle de seus poderes na escola. Ao chegarem, Kara sugeriu que usassem algo para inibir os poderes de Esme, até que ela pudesse aprendê-los a controlá-los assim como fez quando mais jovem. Alex, no entanto, refutou essa sugestão, dizendo que não iria controlar Esme. Porém, Kara não acreditava nisso como controle, mas apenas como ajuda. Alex então disse que precisariam estabelecer algumas regras, afirmando que, como Esme é sua filha, ela decidiria o que seria melhor para sua proteção.

Alex começou a testar o sangue de Esme, mas não encontrou nada. Kara apareceu e começou a lhe fazer algumas perguntas, mas as duas foram interrompidas por Kelly, que revelou que havia outro alienígena na sala de sua filha, e ele foi o motivo do que aconteceu naquele dia. Mais tarde, Lena contou que os Superamigos tinham agora 5 dos 7 Totens em mãos, e Alex parabenizou a equipe por sua conquista. Sozinha com Kara, as irmãs Danvers se desculparam pela briga que tiveram mais cedo, e então se abraçaram.

Durante a festa, Alex recebeu o resultado do teste sanguíneo de Esme, onde descobriu traços de energia da Quinta Dimensão em seu sangue. Os Superamigos logo teorizaram que a garota era o novo Totem do Amor e eles retornaram para a Torre para procurá-la, mas não encontraram-a, apenas o cadáver de William no chão.[111]

Minutos depois, os Superamigos receberam uma gravação de Lex, que ordenou aos heróis que lhe entregassem os totens em troca de Esme. Após o vídeo acabar, Alex sugeriu que usassem os poderes de Lena para criar totens falsos e enganar Lex, mas todos sabiam que Lex iria perceber que eles eram falsos. Ela então disse que iria levar os totens para trocá-los por Esme, e, em seguida, iria matar Lex com suas próprias mãos, mas Kara a tranquilizou e garantiu que iriam resgatar sua filha. Mais tarde, Alex foi até o arsenal da Torre, onde começou a escolher as armas para confrontar Lex. Quando Kelly apareceu, ela afirmou para sua noiva que se sentia impotente naquele momento, além de se culpar pelo sequestro de Esme. Sua noiva então a tranquilizou, garantindo-a que iriam conseguir resgatar sua filha custasse o que custar.

Alex e Kara discutindo.

Quando Nia revelou a localização do Totem do Destino em Praga, Alex foi até lá. Depois que Kara conseguiu o totem, Alex, como Sentinela, o tomou de suas mãos. Sua irmã perguntou o que estava fazendo, e Alex respondeu que iria resgatar sua filha. Kara insistiu que seguissem seu plano, e então Alex afirmou que caso ele falhasse, ela nunca iria perdoá-la. Ela perguntou se sua irmã tinha certeza se o plano iria funcionar, mas Kara ficou em silêncio. Alex então foi embora com o totem através de um portal.

Mais tarde, Sentinela e Guardiã foram até a ponte, onde aguardaram pela chegada de Nyxly e Lex. Quando a imp apareceu, ela ordenou que os totens fossem deixados no centro da ponte, mas Alex queria sua filha primeiro. As duas fizeram as coisas ao mesmo tempo, e Esme se reuniu com suas mães. Todas assistiram os totens se formarem na Pedra Absoluta. No entanto, Lex e Lillian apareceram, explodindo a ponte no qual todas estavam.

Uma batalha pela Pedra Absoluta começou, e eventualmente a Supergirl, Caçador de Marte e Brainiac-5 se juntaram ao combate. Esme acabou quebrando a Pedra Absoluta em 3 pedaços, e a Supergirl, Lex e Nyxly pegaram um de cada. Depois que os vilões passaram por um portal, os Superamigos assistiram, da Torre, um noticiário reportar o embate dos dois por National City.[112]

Casamento com Kelly

Assim que voltou, Kara contou para todos seu plano. Alex sugeriu empoderarem as pessoas, fazendo com que Lex e Nyxly perdessem seus poderes. Logo em seguida, a Sentinela fez parte do confronto final contra Lex e Nyxly, onde ela enfrentou o Parasita e o Tornado Vermelho. Depois que seus adversários foram derrotados, os Superamigos e a Legião dos Super-Heróis foram confrontar Lex e Nyxly. Lex acabou abrindo um portal para a Zona Fantasma, fazendo com que diversos Fantasmas saíssem por ele. No entanto, os heróis não se moveram, e em seguida os habitantes de National City ficaram ao seu lado. Os Fantasmas cercaram Lex e Nyxly e os levaram para a Zona Fantasma. Assim que o portal se fechou, os heróis saíram vitoriosos de sua última batalha.

No dia seguinte, Alex e os Superamigos compareceram ao funeral de William Dey. Depois que J'onn revelou que recebeu a oportunidade de restaurar o D.O.E., Alex demonstrou incerteza quanto isso, citando que diferenças haviam atrapalhado a organização anteriormente. No entanto, Kara a convenceu que aquela era a coisa certa a se fazer. Quando a Legião estava indo embora, Alex perguntou para Winn se ele iria ao casamento, o que ele afirmou.

Alex e Kara.

Depois que a fornecedora de seu casamento acabou quebrando o braço, Alex se atrasou para se encontrar com Kara. Ao chegar no apartamento de sua irmã, ela percebeu que Kara não tinha arrumado as flores. Ela revelou que recebeu o cargo de editora-chefe de Cat, que comprou a CatCo de volta, o que deixou Alex animada, no entanto Kara revelou que não iria aceitar a proposta. Alex tentou ajudá-la a aceitar a oferta, mas Kara não queria fazer isso, pois teria que ficar saindo escondido para atuar como Supergirl, citando que esse foi o motivo principal por ter se demitido anteriormente. Kara disse que estava perdida, mas Alex lhe garantiu que ela encontraria a resposta certa eventualmente.

Alex e Kelly se casando.

No dia seguinte, em sua cerimônia, Alex vestiu seu terno branco. Ela foi abraçada alegremente por sua irmã e mãe, que parabenizaram-a por estar se casando. Quando a cerimônia começou, Alex foi levada ao altar por J'onn. Depois que Kelly chegou, Alex e Kelly recitaram seus votos. Em seguida, J'onn oficializou o noivado, declarando-as oficialmente esposas. Após a cerimônia, Alex e Kelly pediram para Lena ser a madrinha de Esme, o que ela aceitou alegremente. Em seguida, Alex e sua esposa saíram voando com um carro, que carregava uma placa escrita "recém-casadas".

Algum tempo depois, Alex, Kelly, Esme e os Superamigos se reuniram no apartamento de Kara para uma noite de jogos.[113]

Ajudando a Equipe Flash

Após Despero aparecer em Central City para matar Barry Allen, Caitlin Snow ligou para Alex para ver se havia algum alienígena com esse nome.[114] Algum tempo depois, Alex ligou para a Equipe Flash e permitiu que eles tivessem acesso aos arquivos de alienígenas da Torre. Ela também informou-os que não conseguiu encontrar nenhuma informação sobre Despero quando procurou por ele pelo D.O.E.. No entanto, ela ligou para os heróis novamente para contar sobre a lenda do planeta Kalanor, lar natal de Despero.[115]

Ponto de Ignição Reverso

Em uma linha do tempo alternativa criada por Eobard Thawne/Flash Reverso, Alex esteve em Central City para o jantar de ensaio de Thawne e Iris, no entanto o evento foi interrompido pela chegada inesperada de Barry Allen.[116] Alex se trajou como Sentinela e ajudou a Equipe Flash e Ryan Wilder/Batwoman na batalha contra Barry, que era o "Flash Reverso". Depois disto, ela voltou aos Laboratórios S.T.A.R. e começou a procurar por Barry, que havia fugido. Ela conversou com Allegra Garcia e descobriu que, 10 anos atrás, após passarem uma noite juntoss, Chester P. Runk a abandonou. Antes que pudesse fazer algo, ambas foram atacadas e nocauteadas por Damien Darhk. Quando se recuperou, Alex confrontou Chester, mas descobriu que Allegra havia mentido. Em seguida, ela conversou com Allegra, que admitiu ter mentido e se distanciou de Chester por medo de ser abandonada. Mais tarde, Alex ajudou a Equipe Flash a enfrentar Darhk novamente.

Essa linha do tempo foi desfeita depois que Barry voltou no tempo com a pedra temporal de Damien Darhk.[117]

Personalidade

Alex é uma pessoa corajosa e independente, que enfrenta o perigo de frente. Ela é atenciosa, confiante e obstinada, com a mesma paixão pela bioengenharia que seus pais. Alex dedicou sua vida a proteger sua irmã, Kara Danvers, e raramente encontrava tempo para si mesma desde a adolescência.

Apesar de seus bons traços, às vezes Alex pode ser impulsiva e propensa a tomar decisões difíceis cruzando a linha entre o certo e o errado (alguns podem até classificá-la como moralmente cinzenta); como quando ela esfaqueou Astra pelas costas, ou quando ela atacou uma instalação de Cadmus por conta própria, colocando minas na estrutura para chantagear Lillian Luthor, mesmo que nessas ocasiões fosse para salvar primeiro J'onn J'onzz e depois ela vida do pai.

No entanto, ela tem um grande senso de justiça, pois quando J'onn assumiu a culpa pela morte de Astra, já que ele não queria que Alex perdesse o relacionamento com sua irmã adotiva, sabendo que era errado, ela acabou confessando a Kara seu papel em na morte de Astra, apesar de seu medo de perder Kara.

Depois de muita busca e exploração, Alex encontrou a coragem para se assumi lésbica, primeiro para sua ex-namorada Maggie Sawyer, então Kara, sua mãe Eliza, seus amigos e Jeremiah. As interações de Alex com Maggie mostram um lado mais confuso, estranho e quase bobo de sua personalidade, semelhante ao de Kara.

Acima de tudo, Alex é uma mulher forte, ela luta pelo que acredita e tem dificuldade em desistir. Quando ela foi sequestrada por seu amigo de infância, Rick Malverne, ela nunca parou de tentar escapar e foi capaz de usar seu treinamento do D.OE. para ajudá-la a sobreviver. Ela foi referida como sendo uma "malvada" por muitas pessoas.

Depois de perder Maggie, Alex ficou arrasada por não conseguir lidar com isso e começou a beber muito. Porém, com a ajuda de seus amigos, Alex conseguiu parar de se culpar pelo término com Maggie e seguiu com sua vida.

Alex ama sua irmã, provando isso ao pedir para J'onn apagar suas memórias da identidade de Kara como Supergirl. Alex foi capaz de recuperar essas memórias depois de ver a Supergirl quase morta após uma batalha contra a Filha Vermelha. Ver sua irmã em perigo, mesmo não sabendo disto, a fez reativar as memórias uma vez apagadas, mostrando que se preocupa muito com a saúde de Kara.

Depois que as memórias de Alex sobre a identidade de Kara Danvers como Supergirl foram apagadas por J'onn J'onzz, sua visão sobre os alienígenas mudou completamente; por exemplo, ela estava prestes a matar um alienígena inocente que estava atacando Bobbi Miller (já que ele acreditava que ela era um membro dos Filhos da Liberdade), enquanto ele estava apenas defendendo sua casa, o que forçou Kara a usar sua visão de calor para desarmar Alex. No entanto, mesmo sem suas memórias, Alex ainda se juntou a Supergirl quando a falsa Supergirl atacou a Casa Branca.

Habilidades

"Minha namorada é incrível."
Kelly Olsen[fonte]
  • Pico da condição humana: Como uma das melhores agentes do D.O.E., Alex está no auge de seu treinamento físico, com reflexos, força e durabilidade aprimorados devido ao seu treinamento. Ela regularmente se envolve em exercícios intensos para manter seu condicionamento. Alex foi forte o suficiente para quebrar o nariz de Rick Malverne com um único soco. Alex foi capaz de subjugar Brainy rapidamente e nocauteá-lo com um único soco.
    • Acrobacia: Alex é muito ágil, sendo capaz de cair de uma grande altura sem se machucar.
  • Combatente corpo-a-corpo/Artes marciais: Como uma agente do D.O.E, Alex é altamente treinada em combate corpo-a-corpo e artes marciais. Conforme exigido pela organização, ela passou um ano inteiro em treinamento antes de ser colocada em campo, o que incluiu passar 12 horas por dia durante cinco meses na sala de treinamento do D.O.E.. Alex provou ser capaz de derrotar múltiplos inimigos alienígenas ao mesmo tempo, e com extrema facilidade. Ela foi capaz de lutar de igual a igual com John Corben, um assassino notório, e foi habilidosa o suficiente para vencê-lo. Alex também conseguiu derrotar múltiplos nazistas da Terra-X, e, junto de Sara Lance, foi capaz de derrotar Tommy Merlyn/Prometheus. Alex enfrentou Mercy Graves por um tempo antes de ser puxada para trás. Ela mais tarde conseguiu se equivaler em um combate contra Manchester Black (no qual foi capaz de vencê-lo), e foi capaz de lutar contra Ben Lockwood mesmo quando ele foi transformado pelo Harun-El.
    • Arremesso de facas: Alex praticou luta/arremesso de facas como parte de seu treinamento no D.O.E.. Ao lutar contra os nazistas durante a invasão da Terra-X, ela provou ser capaz de rechaçar os agressores com uma lâmina.
    • Atiradora especialista: Devido ao seu treinamento, Alex é altamente habilidosa no uso de armas de fogo.
    • Espadachim: Alex foi capaz de lutar contra vários kryptonianos com uma espada feita de kryptonita verde. Durante sua luta contra o Tommy da Terra-X, ela conseguiu desarmá-lo de uma de suas katanas e usá-la contra ele.
    • Especialista em luta com bastão: Alex é capaz de usar um bastão em combate de forma talentosa. Ela foi capaz de derrubar vários agentes da Cadmus com uma vara de piscina.
  • Intelecto de nível genial/Estrategista especialista/Liderança: Alex tem um intelecto muito aguçado. Ela buscou um M.D./PhD em uma velocidade acelerada e terminou a parte do PhD[1] em 2012, com 23 anos.[6] Ela também foi a segundo-no-comando do D.O.E., e agiu como a diretora interina da organização quando J'onn J'onzz foi capturado por Non e Astra[17] e também quando ele foi incapacitado durante a invasão daxamita.[41] Eventualmente, quando decidiu se aposentar, J'onn colocou Alex em seu antigo cargo de diretor permanentemente.[67]
    • Mestre cientista: Alex demonstrou um interesse por ciência desde sua infância, demonstrado por sua vontade de participar de múltiplas feiras científicas quando criança.[29] Tendo um PhD em bioengenharia, Alex é também uma especialista em fisiologia alienígena[3] e demonstrou ter conhecimento sobre múltiplas espécies em diversas operações do D.O.E.; como em uma missão para capturar um Hellgrammite, ela teorizou que o alienígena se alimentava de DDT. Alex foi capaz de criar kryptonita azul para incapacitar Bizarro,[19] e conseguiu criar uma cura sintetizada para a kryptonita vermelha ao trabalhar junto de Maxwell Lord.[22] Ela é também uma neurocientista e xenobiologista. Alex disse que poderia ter tido uma carreira medicinal extraordinária caso não tivesse escolhido trabalhar com o D.O.E..[26][56]
    • Conhecimento medicinal: Alex já realizou procedimentos médicos tanto em humanos quanto em alienígenas; ela enfaixou James Olsen depois que ele foi derrotado por um super soldado com os poderes de Curto-Circuito[33] e examinou M'gann M'orzz, que estava em coma, depois que ela sofreu um ataque psíquico, descobrindo que uma união de mente marciana seria a única forma de salvá-la.[33] Alex também realizou uma ressonância magnética em Samantha Arias enquanto estudava seus apagões, e ajudou a salvar Lena Luthor quando ela foi envenenada.[56] Mais tarde, ela e Lena trabalharam juntas para tratar da saúde de Sam depois que ela foi separada de Régia.[66]
    • Interrogação/Tortura: Com seu tempo no D.O.E., Alex se tornou uma interrogadora e torturadora efetiva. Uma vez, ela disse que sabia como torturar alguém de seis formas diferentes usando apenas o dedo polegar.[30] Seu conhecimento em interrogatórios é tão avançado que quando ela foi questionada, com o uso de um polígrafo (também conhecido como um detector de mentiras), Alex foi capaz de passar fingindo suas respostas.[6]
    • Especialista em explosivos: Alex demonstrou ter conhecimento de bombas, demonstrado quando ela ativou diversos dispositivos através de uma instalação de Cadmus.
    • Pilotagem: Alex é uma piloto habilidosa, sendo capaz de dirigir quantos veículos terrestres (como carros ou motos) e espaço-naves.
  • Vontade indomável/Alta tolerância à dor: Alex demonstrou ser capaz de superar uma grande quantidade de dor; quando capturada por Malverne, ela quebrou seu cartão de crédito ao meio e usou a parte quebrada para rasgar sua pele e remover um chip rastreador, demonstrado quase nenhuma reação de dor.[8] Com a ajuda de sua mãe, Eliza Danvers, Alex foi capaz de superar a lavagem cerebral de Indigo.[24] Ela até mesmo lutou contra um exército de nazistas da Terra-X enquanto estava de ressaca.
  • Intimidação: Alex foi capaz de intimidar Winn Schott e fazê-lo revelar a identidade de James Olsen como Guardião. Porém, quando tentou fazer a mesma coisa com Julia Freeman (cujo alter-ego, Pureza, estava no controle naquele momento) dizendo que ela passaria meses presa para que revelasse a identidade de outras destruidoras de mundos, Pureza não se abalou por suas ameaças.

Equipamento

Pré-Crise

  • Exotraje alimentado por kryptonita: Alex usou um exoesqueleto cibernético alimentado por kryptonita de Non, que estava sendo controlada por Miríade, que a permitiu lutar contra Kara Danvers de forma equivalente. Um ano depois, Alex utilizou o exoesqueleto novamente para ajudar a Supergirl enfrentar Metallo. O traje era capaz de disparar um raio de energia de kryptonita capaz de nocautear seus oponentes.
  • Traje protetor: Winn criou um traje protetor especial para Alex utilizá-lo em sua batalha contra as Destruidoras de Mundos. O traje também tinha ímãs, que permitiam que Alex puxasse sua arma de volta a ela durante as batalhas.
    • Ímãs: Os ímãs embutidos no traje podiam ser usados para ataques ofensivos e defensivos, como puxar a arma em sua direção se desarmada. Ela também usou os ímãs do traje para fazer um escudo magnético para se defender ou conter explosivos.
    • Criação de campo elétrico: As luvas de Alex permitiam que ela criasse um campo elétrico ao seu redor.
  • Pistola de laser maaldoriana: Durante uma missão de resgate em Maaldoria, Alex pegou uma pistola alienígena de um alien morto. A pistola mostrou ser bastante poderosa, sendo capaz de enviar seus alvos a milhares de distância, e foi forte o bastante para derrubar um Marciano Branco. Durante os ataques das Destruidoras de Mundos, Winn atualizou a arma e criou não apenas balas normais, mas também outros tipos.
    • Balas de kryptonita: Enquanto lutava contra as Filhas de Juru, Alex usou uma bala de kryptonita contra Selena.
    • Balas elétricas: Enquanto lutou contra alienígenas (que estavam sendo controlados mentalmente), Alex usou uma bala elétrica para reativar o traje protetor da Supergirl.
    • Munição de rede elétrica: Esta bala gera uma rede elétrica. Ela foi capaz de conter brevemente três kryptonianas, mas uma delas usou sua visão de calor para destruir a rede e se libertar.

Pós-Crise

  • Traje protetor de Alex Danvers: Alex usou um traje protetor semelhante ao seu da Terra-38. Porém, uma vez que despediu-se do D.O.E., Alex perdeu acesso à roupa, já que ela era propriedade do governo.
  • O traje de Sentinela de Alex.

    Mão do soldado: Alex recebeu um relógio marciano de J'onn J'onzz. Esse objeto é capaz de se transformar em qualquer arma que ela imaginar (como, por exemplo, armas, facas, soco inglês, etc).
    • Traje de Sentinela: Além da mão do soldado ser capaz de criar quaisquer armas, o objeto é também de materializar um traje especial que Alex utiliza durante suas atividades como Sentinela. O traje é uma roupa azul e escura.[95]

Aparições

Supergirl

1ª Temporada

2ª Temporada

3ª Temporada

4ª Temporada

5ª Temporada

6ª Temporada


Lendas do Amanhã

2ª Temporada

3ª Temporada

5ª Temporada

6ª Temporada

Flash

3ª Temporada

4ª Temporada

5ª Temporada

6ª Temporada

8ª Temporada


Arqueiro

6ª Temporada

Quadrinhos

Adventures of Supergirl

  • This Is My Life
  • Sistery Mystery
  • Wake Up Calls
  • The Strange Case of the Smiling Computer (mencionada)
  • Attack Edge!
  • Nightmares on El Street (sonho)
  • The Next Dream (mencionada)
  • Sistery Mystery (Reprise)
  • Our Backs to the Wall
  • Who is Facet?
  • Pieces
  • End Games
  • Breaking Point


TV Guide Comic-Con edition

  • "Sister Act"

Galeria

Imagens promocionais

Supergirl

1ª Temporada
2ª Temporada
5ª Temporada
6ª Temporada


Crise nas Infinitas Terras

Flash

8ª Temporada

Curiosidades

Por de trás das câmeras

  • Alex Danvers é a primeira personagem principal de Supergirl a não ser originária dos quadrinhos da DC Comics. Ela foi criada exclusivamente para a série de televisão.
    • Nos quadrinhos da DC, a família Danvers possui um filho biológico, mas ele é um garoto chamado Jan.

Referências

  1. 1,0 1,1 1,2 1,3 1,4 "Energética"
  2. 2,0 2,1 "Sr. e Sra. Mxyzptlk"
  3. 3,0 3,1 3,2 3,3 3,4 3,5 "Piloto"
  4. 4,0 4,1 "Túnel do Tempo, Parte 3"
  5. 5,0 5,1 5,2 5,3 "Midvale"
  6. 6,0 6,1 6,2 6,3 6,4 6,5 6,6 "Caçador de Homens"
  7. 7,0 7,1 7,2 "Para a Garota que tem Tudo"
  8. 8,0 8,1 8,2 "Alex"
  9. 9,0 9,1 "Humana por um Dia"
  10. 10,0 10,1 "Mudança"
  11. "Our Backs to the Wall"
  12. 12,0 12,1 "Mais Fortes Juntos"
  13. 13,0 13,1 "Lutar ou Fugir"
  14. "Como Ela Consegue?"
  15. "Combate á Fúria"
  16. "Conquista Inimiga"
  17. 17,0 17,1 "O Sangue nos Conecta"
  18. 18,0 18,1 "Coisas de Menino"
  19. 19,0 19,1 "Bizarro"
  20. 20,0 20,1 20,2 "Verdade, Justiça e o Estilo Americano"
  21. "Solidão"
  22. 22,0 22,1 "Decadente"
  23. "Miríade"
  24. 24,0 24,1 "Melhores Anjos"
  25. "As Aventuras da Supergirl"
  26. 26,0 26,1 "Os Últimos Filhos de Krypton"
  27. "Bem-Vindo à Terra"
  28. "Sobreviventes"
  29. 29,0 29,1 29,2 29,3 29,4 "Fogo Cruzado"
  30. 30,0 30,1 "O Lugar Mais Sombrio"
  31. "Medusa"
  32. "Supergirl Vive"
  33. 33,0 33,1 33,2 "Nós Podemos Ser Heróis"
  34. "As Crônicas Marcianas"
  35. "Luthors"
  36. 36,0 36,1 "Volta Para Casa"
  37. "Êxodo"
  38. "Escrito nas Estrelas"
  39. "Sol Distante"
  40. "Cidade de Crianças Perdidas"
  41. 41,0 41,1 "Resista"
  42. "Mesmo Assim, Ela Persistiu"
  43. "Garota de Aço"
  44. "Gatilhos"
  45. 45,0 45,1 45,2 "Longe da Árvore"
  46. "Os Fiéis"
  47. "Dano"
  48. "Acorde"
  49. "Crise na Terra-X, Parte 1"
  50. "Crise na Terra-X, Parte 2"
  51. "Crise na Terra-X, Parte 3"
  52. "Crise na Terra-X, Parte 4"
  53. "Régia"
  54. "Legião dos Super-Heróis"
  55. "Forte Rozz"
  56. 56,0 56,1 56,2 "Pelo Bem"
  57. "Dos Dois Lados Agora"
  58. "Schott Através do Coração"
  59. "Em Busca do Tempo Perdido"
  60. "De Duas Mentes"
  61. "Trindade"
  62. "Abrigo da Tempestade"
  63. "O Fanático"
  64. "O Lado Escuro da Lua"
  65. "Não é o Kansas"
  66. 66,0 66,1 "Faça Reinar"
  67. 67,0 67,1 "Batalhas Perdidas e Vencidas"
  68. "Aliens Americanos"
  69. "Consequências"
  70. "Desconfiados"
  71. "A Verdadeira Sra. Tessmacher Pode Se Levantar?"
  72. "Amanhecer Vermelho"
  73. "Buscando Pela Paz"
  74. "Evento Horizonte"
  75. "O Estranho ao Meu Lado"
  76. "Linhas Turfas"
  77. "À Plena Vista"
  78. "Ligações Perigosas"
  79. "Mulheres de Confiança"
  80. "Tremores"
  81. "A Ira de Rama Khan"
  82. "Crise nas Infinitas Terras: Parte Um"
  83. 83,0 83,1 "Crise nas Infinitas Terras: Parte Três"
  84. "Crise nas Infinitas Terras: Parte Quatro"
  85. "Crise nas Infinitas Terras: Parte Cinco"
  86. "O Episódio da Garrafa"
  87. "De Volta do Futuro - Parte Um"
  88. "De Volta do Futuro - Parte Dois"
  89. "É uma Super Vida"
  90. "A Segurança"
  91. "Realidade Bytes"
  92. "Alex no País das Maravilhas"
  93. "Deus Lex Machina"
  94. "O Elo Perdido"
  95. 95,0 95,1 "Combate Imortal"
  96. "Renascimento"
  97. "Algumas Mulheres do Bem"
  98. "Ameaça Fantasma"
  99. "Almas Perdidas"
  100. "Prom Night!"
  101. "Bem-vinda, Kara"
  102. "Tecelã dos Sonhos"
  103. "Still I Rise"
  104. "Mxy in the Middle"
  105. "Blind Spots"
  106. "The Gauntlet"
  107. "Magical Thinking"
  108. "Hope for Tomorrow"
  109. "Nightmare in National City"
  110. "I Believe in a thing Called Love"
  111. "Truth or Consequences"
  112. "The Last Gauntlet"
  113. "Kara"
  114. "Armagedom, Parte 1"
  115. "Armagedom, Parte 2"
  116. "Armagedom, Parte 3"
  117. "Armagedom, Parte 4"
  118. "Memória de Sangue"
Advertisement