Arrowverso Wiki
Advertisement
Arrowverso Wiki
Andrea Rojas
Civil - Acrata

Andrea Rojas.png

Informação
Ocupações Pré-Crise
Empresária
Chefe da Obsidiana do Norte
Proprietária e editora-chefe da CatCo Mídia Mundial
Assassina de Leviatã
Pós-Crise
Empresária
Chefe da Obsidiana do Norte
Proprietária e editora-chefe da CatCo Mídia Mundial
Assassina de Leviatã (anteriormente)
Estado atual Viva
Família Bernardo Rojas (pai)
Elon Musk (tio)
Sem nome (mãe)
Universo de origem Terra-38 (pré-Crise)
Terra-Prime (pós-Crise)
Intérprete Julie Gonzalo
Alexa Najera (jovem)
Alter ego Acrata
Fonte
"Se continuar errando comigo, não vai só me dever uma história. Você vai ser a história."
—Andrea para Lena Luthor[fonte]

Andrea Rojas é a filha de Bernardo Rojas e uma mulher sem nome. Ela é uma residente de National City, a ex-melhor amiga de Lena Luthor, a CEO bilionária da Obsidiana do Norte e a proprietária e editora-chefe da CatCo Mídia Mundial.

Na Terra-38, Andrea era uma agente trabalhando para o Leviatã, usando o nome de Acratas para realizar seu trabalho sujo. Quando invadiu o D.O.E. para salvar Russell Rogers, ela foi apelidada de a Sombra por Kara Danvers.[1] Na Terra-Prime, ela ainda continuou a trabalhar para o Leviatã, mas não como uma assassina. Ela eventualmente tornou-se a Acrata quando "Gemma Cooper" ordenou que ela matasse a Supergirl. Lena conseguiu fazê-la desistir do assassinato, fazendo-a se tornar uma aliada ao invés de uma inimiga.

Biografia

Pré-Crise

Vida pregressa

Andrea é a filha de Bernardo Rojas e de uma mulher sem nome, sendo parte de uma família de ricos. Seus pais são divorciados, pois sua mãe havia largado seu pai por um Lorde Britânico. Quando jovem, Andrea foi enviada para um internato onde conheceu Lena Luthor. As duas garotas conversaram sobre suas famílias problemáticas. Depois de convencer Lena a ser mais aventureira, as duas beberam em um bar enquanto Lena revelou o sonho de sua mãe em encontrar o Medalhão de Acrata.[1]

Em busca do Medalhão de Acrata

Depois de muitos anos, Andrea e Lena continuaram amigas. A companhia de seu pai, a Obsidiana do Norte, estava perdendo dinheiro, e ela e seu pai poderiam perdê-la. Em uma conversa com seu pai, Andrea acabou sendo demitida, pois o homem acreditava que isto iria poupá-la da dor. Andrea e Lena se reencontraram para beber e a decadência de ambas companhias de sua família, pois seu irmão e a Luthor Corp estavam obcecados pelo Superman. Enquanto buscava por algo, Lena revelou que havia encontrado a localização do Medalhão, propondo que as duas fossem até lá para procurar o objeto.

Leviatã conversando com Andrea.

Lena e Andrea, junto de um grupo de pesquisadores, chegam à floresta da Costa Rica. Elas chegaram a um local sem saída, mas Lena é capaz de encontrar um meio de sair de lá. Enquanto observava uma flor, o chão ao redor de Andrea se desfaz e ela caiu em uma caverna, onde o Medalhão estava. Um homem se aproximou, no qual ela acreditou em ser uma alucinação. O estranho homem citou que esteve lá ao mando de Leviatã, e explicou que caso obedecesse a organização, seu pai ficaria saudável e bem. Sua primeira obrigação, era tomar o Medalhão de Acrata e, com hesitação, Andrea o cumpriu. O homem a ameaçou, dizendo que se contasse disto para alguém, todos que amam, e ela, morreriam. Ele também disse que em algum dia ela seria chamada, e que deveria se preparar para tal.[1]

Perdendo sua amizade com Lena e conhecendo Russell

Andrea conversando com Lena depois que ela viu o Medalhão em seu pescoço.

De volta à sua casa, Andrea esteve com o medalhão em suas mãos quando recebeu um telefonema de seu pai. Ele avisou que os telefones da Lord Tecnologias estavam explodindo, e por isso os aparelhos telemóveis de sua empresa começariam a vender mais. Ela se animou e, lembrando do aviso do homem que encontrou na caverna do medalhão, falou para seu pai que tudo melhoraria para eles agora. Então, Andrea foi para uma conferência em Londres, utilizando o medalhão como um colar. Lá, ela é aproximada por Lena, e Rojas demonstra sua surpresa ao encontrá-la no local. Lena nota o "novo colar" de Andrea, e logo chega a uma realização: ela foi traída. A jovem Luthor raciocinou rapidamente e demandou que Andrea respondesse o porque de tê-la traída, mas, lembrando da ameaça do homem, ela responde que não pode dizer a verdade. Naquele momento, Lena terminou sua amizade com Andrea.

Andrea conversando com um membro do Leviatã.

Ao terminar sua amizade de longa data com Lena, Andrea esteve em um bar bebendo quando um homem se aproximou. Os dois conversam sobre suas decepções, com o homem citando ter sido dispensado enquanto Andrea comenta sobre uma importante reunião que perdeu. Eles se apresentam, e Andrea nota que este é Russell Rogers, a reunião que havia cancelado. Ele então a recruta para sua empresa. Alguns meses depois, Andrea e Russell comemoraram seus seis meses de namoro. Ela é aproximada por uma idosa, mas Andrea diz que não há dinheiro. Ao tentar sair, a mulher relembra Andrea de algo: sua promessa à Leviatã. Ela entregou um cartão com endereço e nome, demandando que Rojas assassinasse o nome escrito nele. Andrea recusou, mas a mulher ameaçou Rojas dizendo que se ela não fizesse isto, coisas horríveis aconteceriam com seu pai. A idosa então diz para Andrea bater no medalhão três vezes.[1]

Primeiro trabalho para Leviatã

Andrea em sua primeira missão para o Leviatã.

À noite em sua casa, Andrea faz o que foi lhe requisitado e deu três toques no objeto místico. Em questões de segundos, ela foi envolvido por uma sombra, cobrindo-a por inteira. Ao abaixar, ela está com um traje todo preto. Teleportando-se através das sombras, Andrea chegou no local e faz o que lhe foi mandada sem nenhuma hesitação. Ela estalou o pescoço do homem e fugiu pelo mesmo modo que entrou. Russell notou que Andrea está estranha há semanas, e a questionou o que houve. Andrea recusou-se a responder, dizendo que era algo privado e familiar. Andrea encontrou seu namorado sendo atacado por integrantes do Leviatã, por conta do mesmo ter encontrado o Medalhão de Acrata. A mesma idosa de antes a criticou, dizendo que o segredo quase foi exposto. Andrea implorou para que eles parassem, mas a integrante do Leviatã não dá ouvidos e demandem que terminem o trabalho. Ela conseguiu fazer com que eles parassem, convencendo a idosa de que Russell pode ser útil para o Leviatã devido a seu sucesso.[1]

Gerenciando a CatCo

"As notícias não são sobre os cliques."
"TUDO é sobre cliques.
"
Kara Danvers e Andrea Rojas[fonte]

Andrea e Lena conversando sobre a venda da CatCo.

Algum tempo depois, Andrea foi chamada por Lena para ir à L-Corp em National City. As duas se cumprimentam, dizendo que fazia anos que se não viam. Lena então revelou para Andrea uma novidade: ela venderia a CatCo Mídia Mundial para Andrea, citando sobre a necessidade de uma nova sede da Obsidiana do Norte. Rojas concordou, dizendo que seria legal estar novamente na mesma cidade que a jovem Luthor. Lena abriu uma garrafa de vinho, dizendo para que ambas começassem a conversar sobre a negociação.[1]

Andrea conhecendo Kara Danvers.

Em 2019, Andrea apareceu na sede da CatCo e foi até uma das salas, admirando a paisagem. Ela foi encontrada por Kara Danvers, que a cumprimentou. Andrea comentou que o escritório precisava de uma cortina e se apresentou para Kara, dizendo que era uma fã da jornalista. Kara estranhou a presença de Andrea na CatCo, dizendo que a sede da Obsidiana era mais abaixo. Andrea, contudo, percebeu que Lena não contou as novidades. Logo quando estava prestes a revelar, James Olsen entrou na sala e disse para ele que o homem teria um lugar na companhia. Ela revelou que havia comprado o prédio, assim como a CatCo, e que seria a nova editora-chefe.

Andrea fazendo um discurso para os jornalistas da CatCo.

Na sede da Obsidiana, Andrea apresentou o local para Kelly Olsen, que havia sido contratada recentemente por Andrea. Ela foi visitada por Lena, que pediu para conversarem em particular. Porém, Andrea foi confrontada por ter ido à CatCo antes da hora planejada. Andra questionou-a sobre um furo de reportagem exclusivo, o que Lena garantiu que ela receberia no dia seguinte. Andrea fez um discurso para os jornalistas da CatCo, onde explicou que a empresa passaria por algumas mudanças. Quando James ameaçou sair caso isto ocorra, Andrea disse que todos presentes estão sob um contrato de 3 anos, e qualquer demissão antes do fim do acordo iria resultar na pessoa não conseguir nenhum trabalho em nenhum lugar no ramo de jornalismo.

Andrea discutindo no telefone.

No dia seguinte, Andrea apresentou William Dey para Kara, dizendo que contratou-o para ajudar Kara a escrever as matérias, e que ele iria reescrever uma matéria dela. Andrea foi confrontada por Kara, mas manteve sua calma conversando com ela. Depois da entrega do prêmio Pulitzer para Kara, Andrea discutiu com uma pessoa através do telefone pois não recebeu o furo que Lena havia lhe prometido. James entrou na sala e Andrea questionou-o onde estão as fotos do estranho evento que aconteceu na festa pós-premiação. Depois de conversarem, James revelou que estava se demitindo, o que surpreendeu Andrea pois o homem estava determinado a enfrentar as consequências de nunca mais poder ser um jornalista.[2]

Personalidade

Andrea em sua forma civil.

Enquanto crescia, Andrea era uma pessoa muito gentil e atenciosa. Ela demonstrou grande cuidado e preocupação com os problemas dos outros, especialmente de seu pai e de Lena. Ela faria qualquer coisa para ajudar aqueles de quem cuida, apesar dos danos pessoais ou da dor para si mesma, como ir em uma expedição perigosa com Lena pelo medalhão de Acrata, trair Lena pelo bem-estar de seu pai ou se juntar ao Leviatã para salvar seu namorado Russell. Como mulher de negócios, às vezes ela podia soar como superficial e imprudente. Ela tem padrões muito elevados para seus funcionários e muitas vezes faz tentativas sutis e exige que eles correspondam às suas expectativas. Ela mostra ter um lado mesquinho ao ameaçar James legalmente depois que ele deixou CatCo com ela. No entanto, apesar de como ela trata os negócios, no final, ela sempre quer cuidar do bem-estar das pessoas.

Andrea como Acrata.

Andrea trabalhou como uma assassina invisível para o Leviatã, recrutada por esta organização por coerção e medo, assim como Eve Teschmacher havia sido. No entanto, apesar de ter que ser uma assassina, Andrea segue um código estrito sobre não machucar ninguém que ela não precisa. Ela tenta muito se concentrar apenas no alvo e não prejudicar ninguém. Quando confrontada com o plano de Leviatã de matar todas as pessoas em National City, ela rapidamente se voltou contra eles. Em sua Terra pós-Crise, Andrea nunca teve que assassinar ninguém, mas quando ela foi ativada por Leviathan, ela foi convencida por Lena a não seguir o mesmo caminho de antes.

Poderes e habilidades

Poderes

Andrea usando seus poderes para matar Caroline O'Connor.

  • Fisiologia humana aprimorada por magia negra: Por entrar contato com o Medalhão de Acrata, a fisiologia humana de Andrea foi aprimorada. Devido a sua escuridão interior, ela foi capaz de materializar as propriedades místicas do objeto, assim dando-o novos poderes, até mesmo não usando o medalhão.[1] Depois da Crise, Andrea ainda tinha seus poderes, mas não sabia usá-los como anteriormente,[3] mas isto mudou depois que "Gemma Cooper" a ativou.[4]
    • Umbracinese: Andrea possuí o poder de manipular a escuridão e as sombras a sua vontade.
      • Fortalecimento: Andrea pode usar as áreas escuras de algum local para se tornar mais forte e rápida. Isto é notado quando Russell Rogers destruiu as luzes do D.O.E., permitindo que Andrea teletransportasse-o facilmente para o lado de fora da organização.[1]
      • Incorporação de sombra: Andrea pode se transformar em uma sombra para esconder sua aparência física.[1]
        • Intangibilidade: Em sua forma de sombra, Andrea se torna quase intocável, pois pode usar isto para atravessar objetos sólidos e escapar facilmente de golpes.[1]
        • Velocidade sobre-humana: Em sua forma de sombra, Andrea pode se mover em altas velocidades. Ela foi capaz de assassinar Caroline O'Connor tão rápido, surpreendendo até mesmo a Supergirl, e fugir em questões de segundo.[5]
      • Teletransporte: Usando as próprias sombras e a escuridão, Andrea pode se teletransportar para qualquer lugar que desejar.[5]

Habilidades

  • Intelecto de gênio/Grande visão de negócios/Líder: Andrea é uma indivídua altamente inteligente, além de ser uma líder e tática excepcional.[2]
  • Combate corpo-a-corpo: Andrea é uma excelente lutadora de combate corpo-a-corpo.[5][1][6]

Fraquezas

  • Cajado do Mundo das Sombras: Quando próxima deste Cajado, os poderes de Andrea são enfraquecidos, podendo até mesmo matá-la.[6]

Equipamento

Pré-Crise

  • Traje de Acrata: Quando Andrea tocava no Medalhão três vezes, uma sombra a colocava em um traje preto.[1] Depois de que seus poderes foram colocados para dentro de Andrea, ela não precisa do medalhão para invocar o traje.

Equipamento anterior

  • Medalhão de Acrata: Um medalhão que traduz-se como "Leviatã". Andrea acreditava que seus poderes eram originários do medalhão, mas são de sua escuridão interior.[1]

Pós-Crise

  • Traje de Acrata: Assim como na Terra-38, Andrea usa um traje protetor enquanto opera como Acrata, afim de esconder sua identidade secreta de suas vítimas.[4]
  • Medalhão de Acrata: Andrea usa novamente o Medalhão.[4]

Aparições

Supergirl


Lendas do Amanhã

5ª Temporada

Curiosidades

Por de trás das cenas

  • Nas histórias da DC Comics, Andrea Rojas é a super-heroína conhecida como "Acrata".
  • Andrea nasceu e foi criada na Argentina junto de seu pai.[1] Na vida real, Julie Gonzalo, a atriz que interpreta Andrea em Supergirl, nasceu na América do Sul assim como Andrea.

Referências