Para outras versões do personagem, veja Barry Allen (desambiguação).
Para outros usos da palavra "Flash", veja Flash (desambiguação).
Barry Allen
Civil - O Flash

Barry Allen.png

Informação
Ocupações Pré-Crise
Líder do Time Flash (em segredo)
Cientista forense do Departamento de Polícia de Central City
Proprietário dos Laboratórios S.T.A.R.
Vigilante (em segredo)
Integrante d'A Trindade
Investigador particular (anteriormente)
Membro da Equipe Arqueiro (em segredo; realidade alterada; anteriormente)
Membro do Gêmeos do Gatilho (realidade alterada; anteriormente)
Pós-Crise
Líder do Time Flash (em segredo)
Cientista forense do Departamento de Polícia de Central City
Vigilante (em segredo)
Fundador e líder do Time Crise
Estado atual Vivo
Família Desconhecido (bisavô)
Desconhecido (bisavó)
Desconhecido (avô materno)
Henry Allen (mãe; morta)
Henry Allen (pai; morto)
Iris West-Allen (esposa)
Nora West-Allen (futura filha; apagada da existência)
Joe West (sogro)
Francine West (sogra; morta)
Wally West (cunhado)
Universo de origem Terra-1 (pré-Crise)
Terra-Prime (pós-Crise)
Intérprete Grant Gustin
Scott Whyte (voz; Freedom Fighters: The Ray)
Logan Williams (jovem; 1ª-2ª temporada)
Liam Hughes (jovem; 3ª temporada-presente)
Voz no Brasil Alexandre Drummond
Alter ego O Flash
Codinome Paragon do Amor
Fonte
"Aquele Flash, o Flash da Terra-90, ele era igualzinho ao meu pai, Henry Allen. Ele era um homem resiliente. Ele passou anos na prisão pelo assassinato da minha mãe, um crime que um dos meus inimigos cometeu e incriminou ele. E, durante tudo isso, ele nunca perdeu a luz. Em momentos assim, eu tento ser igual a ele."
—Barry Allen para Jefferson Pierce[fonte]

Bartholomew Henry "Barry" Allen[1] (nascido em 14 de Março de 1989)[2] é um cientista da Divisão de Ciência Criminal e Forense do Departamento de Polícia de Central City. Ele é o filho dos falecidos Henry e Nora Allen, o filho adotivo que virou genro de Joe West, o esposo de Iris West-Allen, o cunhado de Wally West, melhor amigo de Cisco Ramon e amigo próximo de Caitlin Snow, Felicity Smoak, John Diggle, Kara Danvers, Ralph Dibny, Sara Lance e do falecido Oliver Queen. Ele também é um amigo de Kate Kane e Jefferson Pierce.

A mãe de Barry foi assassinada quando ele tinha 11 anos na noite de 18 de Março de 2000, e a culpa do crime foi injustamente colocada em seu pai. Ele foi adotado por Joe e dedicou sua vida para provar a inocência de seu pai. Após a explosão do acelerador de partículas do Laboratórios S.T.A.R., Barry foi atingido por um raio e caiu em um coma por nove meses. Quando despertou, Barry descobriu que havia desenvolvido a habilidade de velocidade sobre-humana e várias outras capacidades derivadas disto. Usando esses poderes para proteger Central City, ele começou a operar como o super-herói meta-humano conhecido como o Flash (referido inicialmente pela mídia como Máscara Vermelha, o Raio, Raio Vermelho e o Borrão[3]), estilizado como Velocista Escarlate.[4][5]

Barry passou os meses seguintes lutando contra o crime, derrotando meta-humanos e outros criminosos com a ajuda do Time Flash. Ele também trabalhou com Joe para conseguir tirar Henry da prisão, e com Harrison Wells, que o ajudava a desenvolver suas habilidades. Barry descobriu que aquele Wells era na verdade Eobard Thawne, um velocista maligno do futuro que havia roubado a identidade do verdadeiro Wells após matá-lo, e também o responsável por matar sua mãe. Em sua batalha final, Eobard ofereceu Barry uma chance de desfazer o que havia feito, e em troca ele lhe ajudaria a voltar para sua época. Barry decidiu não fazer isso, fazendo com que um ancestral de Eobard se matasse para poder apagá-lo da existência.

Meses depois, Barry finalmente pôde ver seu pai ser libertado da prisão após um vídeo de Eobard se responsabilizando pelo assassinato de Nora ser enviado a polícia. Barry também começou a ser atacado por meta-humanos da Terra-2, liderados por Zoom, outro velocista do mal que precisava da velocidade de Barry para prevenir-se que morresse. Eventualmente, Barry foi forçado a entregar sua velocidade para salvar Wally West, tornando-se um homem normal temporariamente até que o Time Flash descobrisse um modo de como devolver sua velocidade. Após recuperar sua velocidade, Barry derrotou Zoom, mas não antes de ver seu pai ser morto pelo Demônio Velocista. Devastado, Barry voltou no tempo salvou sua mãe, impedindo-a de ser assassinada, resultando na criação de outra linha do tempo.

Após Barry desfazer o Ponto de Ignição, um loop do tempo foi criado e em um possível futuro Iris morreria em frente de Barry. Um resquício do tempo de Barry foi criado, e após ser exilado pelo Time Flash por não ser o verdadeiro Barry, ele se tornou um velocista conhecido como Savitar, que desejava permitir sua criação ao assassinar Iris e levar sua versão jovem a loucura e fazê-lo realizar as circunstâncias que lhe criou. Ele foi apagado da existência após seu plano falhar. Contudo, esta vitória foi curta pois Barry foi forçado a permanecer na Força de Aceleração por um tempo indefinido para salvar o mundo.

Barry foi eventualmente libertado de sua prisão graças aos esforços do Time Flash, apesar deste processo criar mais meta-humanos acidentalmente. Barry então teve de enfrentar Clifford DeVoe, que desejava reverter o cérebro humano para uma antiga época usando sua tecnologia. Neste meio tempo, Iris e Barry se casaram e enfrentaram invasores da Terra-X. Após derrotar DeVoe, o Time Flash conheceu Nora West-Allen, a filha do futuro do casal que havia voltado no tempo para ajudá-los a enfrentar Cicada. Embora o conflito tenha surgido quando descobriram que Nora estava trabalhando com Eobard Thawne em segredo, os três se tornaram extremamente próximos. No entanto, quando Cicada II foi derrotado, uma nova linha do tempo foi formada, resultando em Nora sendo apagada da linha do tempo, deixando Barry e Iris arrasados.

Quando Barry foi "possuído" por Ramsey Rosso/Hemoglobina, após as células de Allen serem infectadas enquanto ele salvava a vida de Ralph,[6] Cisco o apelidou de Flash Negro. Barry foi restaurado ao normal quando Allegra Garcia usou seus poderes para curar todos infectados por Rosso.[7]

Índice

Biografia

Pré-Crise

Vida pregressa

Filho único de Henry e Nora Allen, Barry nasceu em 14 de Março de 1989.[2]

Aos seis anos, Barry pediu para que seus pais levassem-o a uma exibição científica em Midway City. Durante o caminho, o pneu de seu carro estourou e o automóvel teve de ser levado a uma garagem em Masonville, onde a família ficou lá o dia inteiro. Barry e seus pais comeram sorvete e batata frita como jantar em uma pequena lanchonete, e passaram a noite assistindo a exibição de fogos de artifício. Barry considera isto uma das memórias mais feliz que teve com seus pais.[8]

Quando estava chovendo durante a noite, Barry e sua mãe assistiam musicais de Fred Astaire e Frank Sinatra juntos.[9]

Em algum momento, Barry conheceu Iris West na escola e os dois se tornaram melhores amigos. Aos 10 anos,[10][11] Barry começou a gostar dela. O pai de Iris, Joe West, e seus pais estavam cientes do sentimento romântico de Barry por Iris.

Em 18 de Março de 2000,[1] quando Barry tinha 11 anos, ele correu para casa depois de se envolver em uma briga com alguns valentões. Apesar de não ser rápido o bastante, sua mãe lhe assegurou que Barry tinha um bom coração, e que seu pai estava orgulhoso por ele ter vencido a briga.[12] Na noite, Barry foi confortado por sua mãe quando ele admitiu estar com medo do escuro. Nora convenceu-o de que ele não tinha medo do escuro, mas sim estar sozinho nele. Ela então desejou-o boa noite e saiu.[13]

Morte de Nora Allen

Barry, de 11 anos, sozinho em uma rua.

Na mesma noite de 18 de Março, Barry acordou no meio da noite. Ele desceu as escadas de sua casa e viu sua mãe cercada por raios amarelos e vermelhos. Barry tentou se aproximar e ir até sua mãe, mas ela alertou-o para ficar longe. Entre os raios, Barry viu "o Homem de Amarelo" por um breve momento. Seu pai apareceu e avisou-o para correr. Naquele mesmo instante, Barry foi estranhamente levado a 20 quarteirões de sua casa e deixado sozinho em uma avenida.

Barry vendo o corpo de sua mãe

Barry voltou para casa e viu seu pai ser preso pela polícia, sendo alertado por ele para não entrar dentro da casa. Apesar do aviso de seu pai, Barry entrou de mesmo modo e viu Joe próximo de um corpo. Quando West se afastou, Barry se aproximou do cadáver e descobriu, para seu horror, que aquela era sua mãe. Após o ocorrido, Barry foi adotado por Joe e Iris.[12] Isso também causou um inibidor entre Barry e Iris, pois crescer na mesma casa impedia que seus sentimentos (pelo menos do lado de Iris) amadurecessem além do amor entre irmãos.[14]

Inicialmente, Henry pediu a Joe que não deixasse Barry vê-lo. Não sabendo disto, Barry tentou inúmeras vezes fugir de sua casa para ver seu pai em Iron Heights, embora fosse parado por Joe toda vez. Em um momento, Barry o confrontou sobre isto, dizendo que ele não era seu pai e que o odiava. Eventualmente, Barry chegou a Iron Heights antes que Joe conseguisse impedi-lo. Ao encontrar seu pai, Henry lhe disse que não queria que ele o visse na prisão. Apesar disto, Barry implorou para que seu pai fosse solto, insistindo que o homem de amarelo havia matado sua mãe e não Henry. Seu pai disse que ele não poderia ajudar e pediu para que ele deixasse Joe cuidar dele. Henry foi levado embora, e Barry começou a aceitar Joe como seu novo guardião.[15]

Seis meses após o assassinato de sua mãe, Barry ainda estava deprimido e irritado com todos. Vendo isso, Joe entendeu que Barry estava agindo com raiva porque não queria deixar a dor da tristeza entrar, temendo que seu pai e sua mãe ficassem desapontados com ele se o fizesse. Joe garantiu a Barry que não havia problema em deixar a dor entrar. Barry finalmente se permitiu sentir a dor e chorou, com Joe confortando Barry e prometendo que sempre estaria lá para ele.[1]

Durante seu primeiro ano em que morou na casa de Joe, Barry tentou impressioná-lo e construiu um robô com rodas para sua feira de ciências. Sua invenção quase incendiou a escola e feriu sua professora, Sra. Dumas.[16] Na escola, Barry era constantemente zombado por Tony Woodward. Joe notou isto e fez Barry entrar em aulas de luta com Iris, que o derrotava facilmente. Joe disse a Barry que se um dia entrasse em uma luta que não conseguiria vencer, estava tudo bem em fugir.[4]

Aos 12 anos, Barry foi para um acampamento pago por Joe.[17] Na sétima série, Barry decidiu misturar glicerol com um agente oxidante para sua feira de ciências, acreditando que iria vencer caso começasse um fogo químico. Barry recebeu um 10, mas foi suspenso.[18] Quando adolescente, Barry, de acordo com si mesmo, "vivia pelo perigo". Ele fumou cigarro uma vez, o que foi uma experiência desagradável.[19]

No ensino médio, Barry fez um teste para entrar no time de futebol, mas falhou horrivelmente e fez Joe jurar para nunca conversar sobre isso.[20] Ele também namorou com Becky Cooper, que, aparentemente, era um "pesadelo de namorada".[21] Aos 16 anos, ele e Iris mudaram de quartos para que Iris pudesse fugir pela janela após seu toque de recolher, que era às oito da noite. Eles disseram a Joe que trocaram pelo motivo de Barry não gostar do barulho da rua.[22] Em algum momento, Barry e Iris pegaram o conversível de Joe para dar um passeio, mas acabaram batendo-o em uma árvore.[23]

Barry se formou na faculdade com especialização dupla em física e química.[13] Foi com esta habilidade que motivou Barry a estudar criminologia na Universidade de Central City[24] na esperança que pudesse provar a inocência de seu pai.[25] Barry foi contratado pelo Capitão David Singh no Departamento de Polícia de Central City.[26] Ele foi o CSI Junior em um caso de assassinato onde a vítima, Judy Gimlin, foi esfaqueada até a morte e seu esposo, Reagan, era o principal suspeito. Seu superior, o Detetive Ralph Dibny, provou que Reagan era culpado ao encontrar a faca usada para matar Judy, que continha suas digitais. Percebendo as circunstâncias semelhantes ao assassinato de sua mãe, Barry decidiu se aprofundar mais na investigação e testou a faca. A faca não era parte da cena do crime e não foi usada para matar Judy. Barry reportou Ralph, que foi demitido por plantar evidências. Isto então causou uma tensão entre os dois.[27]

Visita a Starling City

Conhecendo Oliver e ajudando-o em um caso

Barry conhecendo Oliver pela primeira vez.

Um ano depois, em Dezembro de 2013, quando ele tinha 24 anos de idade,[28] Barry chegou a Starling City. Ele não foi capaz de chegar mais cedo por ter perdido um trem. Ele então foi ignorado por um motorista de táxi, que não parou para levá-lo. Ele chegou na Consolidações Queen para investigar uma invasão misteriosa como um CSI de Central City, dizendo que havia ocorrido um caso semelhante em sua cidade. Ele conheceu Oliver Queen, John Diggle, Quentin Lance e Felicity Smoak (pessoa na qual teve uma conexão ao vê-la pela primeira vez) e começou a explicar suas teorias sobre o acidente que havia acontecido na noite passada.

Barry questionando Felicity sobre o Arqueiro.

Sendo convidado por Felicity, Barry foi até o prédio da Consolidações Queen. Quando Oliver o viu e chamou-o de "detetive", Barry o corrigiu e explicou que ele não é um e que nem carrega uma arma consigo. Barry e Felicity voltaram a cena do crime e ele começou a investigar, procurando vestígios que o ladrão possa ter deixado alguma pista para sua localização. Enquanto testava a prova que havia encontrado, Barry começou a fazer perguntas a ela a respeito do vigilante da cidade, o Arqueiro. Ele então começou a especular sobre o Arqueiro e sua história, dizendo que acreditava que ele havia treinado em um local em aberto. Ele continuou com suas teorias sobre os tipos de flechas que ele usava, e que ele tinha parceiros que o ajudavam, incluindo alguém especializado em informática. Depois que Felicity o questionou sobre sua obsessão pelo Arqueiro, Barry disse que sua mãe foi assassinada quando criança e que o verdadeiro culpado não havia sido capturado. A conversa foi interrompida quando o computador com os resultados chegaram, dizendo que a terra encontrada no sapato do ladrão era açúcar.

Barry ouvindo um trovão no lado de fora.

Quando Oliver e Diggle retornaram, Barry e Felicity explicaram o que haviam encontrado. Durante isto, eles descobriram que um caminhão foi usado para roubar um banco de sangue. Depois de descobrir isto, Barry alertou-os para passar a informação para a polícia, mas Oliver o acalmou dizendo que iria resolver isto. Ele tentou explicar sobre o "caso semelhante" ocorrido em Central City, o que não convenceu Oliver. Enquanto investigava junto de Felicity, Barry comentou que alguns produtos químicos guardado ao lado do outro era extremamente perigoso e se assustou quando um trovão fez a luz da sala piscar por alguns segundos. Ele ficou surpreso quando Felicity pediu sua ajuda para investigar uma amostra de sangue de uma flecha que ela recebeu de suas "ligações". Barry então se animou por estar trabalhando no mesmo caso que o Arqueiro. Felicity o convidou para uma festa na Mansão Queen. Barry perguntou-a se ele teria que dançar, explicando que tem "dois pés esquerdos".

Barry explicando sua história para Oliver.

No dia seguinte, Barry e Felicity ouviram sobre a notícia da ligação do acelerador de partículas do Laboratórios S.T.A.R. em Central City, o que ele demonstrou estar animado para isto. A conversa nerd dos dois foi interrompida pela chegada de Oliver, que havia descoberto que Barry havia mentido sobre tudo (que ele é apenas um assistente, que não há caso semelhante em sua cidade e que seus chefes não sabem que ele está em Starling City) e o confrontou, pedindo para que ele falasse a verdade. Barry então explicou sua história e o assassinato de sua mãe, que havia sido morta por algo impossível e que seu pai foi injustamente aprisionado pelo crime. Ele prosseguiu dizendo que ela havia sido assassinada por um borrão, e que este era o motivo para se tornar o que é: investigar coisas impossíveis que ninguém acredita e para libertar seu pai.

Barry é atingido por um dardo tranquilizador.

À noite, Oliver ligou para Barry e o convidou para a festa em sua mansão. Barry foi até lá e enquanto dançava com Felicity, se desculpou por ter mentido sobre quem era. Depois da festa, Barry foi contatado por seu chefe, que mandou que ele retornasse a Central City caso ele ainda desse valor a seu emprego. Antes de partir, ele explicou para Felicity que o sedativo encontrado era cetamina, dizendo que isto era fácil de rastrear. Barry foi até a estação de trem o mais rápido que pôde, mas perdeu o trem que o levaria até Central City a 10 minutos atrás. Ele sentou-se em um dos bancos para esperar pelo próximo trem, que iria sair pela manhã. De repente, ele foi atingido por um dardo tranquilizador e desmaiou no banco da estação.

Barry descobrindo que Oliver é o Arqueiro.

Quando acordou, Barry percebeu que estava na base de operações do Arqueiro, chegando a esta conclusão depois de ver diversas flechas em amostra e também um manequim onde o traje do vigilante deveria estar. Ele também descobriu que Oliver era o vigilante, e que ele estava deitado desmaiado e completamente trajado como o Arqueiro, com seu corpo sendo vigiado por Diggle. Felicity se aproximou de Barry e pediu sua ajuda para salvar seu amigo.[25]

Salvando o Arqueiro

Barry sendo enforcado por Oliver.

Enquanto corria para salvar a vida de Oliver, Barry revelou a Diggle e Felicity que ele tinha uma teoria de quais produtos havia colocado Queen naquele estado. Inicialmente sabendo que conhecia quatro possíveis motivos, eles foram diminuindo rapidamente. Ele ordenou que os dois segurassem-o e Diggle fizesse uma massagem cardíaca em Oliver. Barry descobriu que o sangue de Oliver estava coagulando. Ele usou um veneno de rato para afinar seu sangue e fazê-lo funcionar novamente. Alguns minutos depois, Oliver despertou e começar a enforcar Barry.

Barry se intrometendo na discussão de Oliver e Felicity.

Diggle se aproximou e separou os dois e depois de recuperar seu fôlego, Barry explicou o que havia acontecido. Apesar de ter quase morrido, Oliver não agradeceu Barry por salvar sua vida, mas ficou zangado por Felicity por ela ter revelado seu segredo. Durante a discussão entre os dois, Barry descobriu que a mãe de Oliver atirou nele. Barry acalmou e assegurou Oliver que iria manter seu segredo seguro e que não iria contar pra ninguém, mas que ele deveria agradecer Felicity e também chamou-o de "idiota". Depois disso, Oliver teve que sair para lidar com uma situação. Antes de partir, Barry tentou explicar sobre o homem que o atacou, mas foi ignorado.

Barry admirando o arco do Arqueiro.

Na base de operações de Oliver, Barry ficou admirando o local e os objetos que estavam lá. Quando chamou Oliver de "vigilante", Diggle o corrigiu para chamá-lo de "Arqueiro". Barry então relembrou alguns dos inimigos que eles já enfrentaram, dizendo que Diggle e Felicity se meteram em encrenca quando concordaram em ajudar Oliver. Instantes depois, Queen voltou e questionou Barry se o veneno de rato que ele havia colocado em sua veia havia efeito colateral. Barry confirmou, dizendo que ele poderia ter alucinações e suar excessivamente. Oliver revelou que estava tendo alucinações com uma garota que conheceu na ilha em que ficou preso. Barry pediu para que pudesse tirar uma amostra de sangue de Oliver para testar, e conversou com ele demonstrando sua animação por estar certo que o vigilante havia treinado em uma ilha. Barry também sugeriu que ele usasse uma máscara ao invés de tinta para cobrir seus olhos. Depois disso Oliver e Diggle saíram para observar Cyrus Gold, o homem que Barry identificou ao retirar amostras de digitais no pescoço de Queen.

Barry e Felicity assistindo a uma reportagem do acelerador de partículas.

Barry conversou com Felicity na base do Arqueiro, dizendo que não levaria muito tempo para descobrir sobre as alucinações de Oliver. Ele disse que iria entender caso ela tivesse uma paixão secreta por Oliver, explicando que ele é um "bilionário de dia e salva a cidade de noite", o que Felicity riu. Usando sua própria experiência com Iris, Barry explicou que entende como é gostar de alguém que não sente o mesmo por você. Ele olhou para o relógio e ligou o computador em um noticiário, onde uma repórter fazia uma cobertura sobre a ligação do acelerador de partículas. Barry então disse que não iria conseguir voltar a tempo. Algum tempo depois, Oliver voltou para a base querendo passar um tempo sozinho. Barry e Felicity saíram para assistirem a contagem regressiva do acelerador de partículas no Big Belly Burguer. Depois de retornarem da lanchonete, Barry e Felicity descobriram o local destruído, pois Oliver havia enfrentado outra alucinação. Neste instante, o resultado do exame de Oliver foi concluído e ele revelou que não havia nada de errado com Oliver, e que seu sangue está limpo. Barry explicou que o problema de suas alucinações não é devido ao veneno, mas sim psicológicos.

Barry retornou a Central City, mas deixou uma máscara de presente para Oliver, para que usasse-a em campo ao invés de uma tinta verde em seu rosto.[29]

Inauguração do acelerador de partículas

Barry analisando uma amostra de fezes.

Em um trem de volta a Central City, Barry se encontrou com Martin Stein e os dois discutiram sobre física e o acelerador de partículas de Harrison Wells e como ele iria mudar o mundo.[30] Após sair do trem, Barry foi direto ao trabalho e chegou tarde em uma cena de crime. Ele foi capaz de identificar o carro de fuga do roubo, e também pegou uma amostra de fezes de animais no chão. Ele voltou ao seu laboratório para analisá-la e também foi visitado por Iris. Barry conversou sobre o acelerador de partículas com ela, dizendo que estava animado por isto estar além da capacidade atual de ciências. Depois que Joe chegou, Barry explicou o resultado e disse que ele tinha uma amostra química em quatro diferentes fazendas ao redor da cidade, sugerindo visitá-las. Barry pediu se podia ir a inauguração, o que Joe permitiu.

Barry e Iris na ativação do acelerador de partículas.

Após isto, Barry e Iris foram até a revelação e o ligar do acelerador de partículas. Ele tentou dizer sobre seus sentimentos por ela, mas Iris simplesmente não entendeu. Eles começaram a ouvir um discurso de Harrison Wells, que disse que o acelerador de partículas iria levá-los a um futuro maravilhoso. Enquanto ouviam, um ladrão roubou a bolsa de Iris, junto com seu computador lá dentro. Barry correu atrás dele para tentar pará-lo, mas foi nocauteado pelo ladrão. Não muito tempo depois, ele foi pego pelo detetive Eddie Thawne. Na estação de polícia, Iris e Barry zombaram de Eddie, um novo recruta de Keystone City.

Barry depois de ser atingido por um raio causado pelo acelerador de partículas do Laboratórios S.T.A.R..

Em seguida, Barry retornou ao seu laboratório e assistiu às notícias do acelerador de partículas de lá, descobrindo que o acelerador tornava-se instável a cada instante. O acelerador de partículas enviou uma onda de choque através da cidade inteira, e segundos depois Barry foi atingido por um raio amarelo através do telhado do laboratório. Ele foi arremessado a uma prateleira de produtos químicos e desmaiou.[29] Ele foi levado rapidamente ao Hospital de Central City, onde foi colocado em um suporte de vida devido ao seu coma.[12]

Coma

Barry em um coma.

Nas cinco semanas seguintes, Felicity visitava Barry frequentemente no hospital enquanto ele estava em coma, e só saiu para ajudar Oliver.[31] Barry constantemente parecia nivelar, mas Harrison Wells (que também começou a visitá-lo) concluiu que o coração de Barry estava batendo tão rápido que a máquina não conseguia captá-lo.[12] Quando a condição de Barry começou a piorar, ele foi movido ao Laboratórios S.T.A.R. para ser monitorado. Ele também era frequentemente visitado por Iris West.[32] Quando Iris veio visitá-lo um dia, ela recebeu um choque elétrico ao segurar na mão de Barry.[33]

Tornando-se o Flash

Descobrindo seus poderes

Barry acordando depois de nove meses.

Ao acordar de seu coma de nove meses, Barry conheceu o Dr. Wells, Cisco Ramon e a Dra. Caitlin Snow. Ele descobriu sobre seu coma e que ele foi causado pela explosão do acelerador de partículas. Para a irritação dos três, Barry decidiu sair do local, dizendo que sentia-se normal. Ele visitou Iris em seu trabalho, onde os dois se abraçaram enquanto ela estava animada por vê-lo acordado e andando. Enquanto conversavam, Barry notou que o tempo havia desacelerado antes de voltar ao normal. Iris pegou seu casaco e eles foram ver Joe no departamento de polícia. Joe se alegrou ao ver Barry, mas ele foi chamado para impedir um assalto a um banco. O detetive Thawne o seguiu, também expressando sua felicidade por ver Barry acordado.

A mão de Barry vibrando pela primeira vez.

Enquanto eles saíam, Barry notou um detido que rapidamente pegou a arma de um policial. Antes que o oficial pudesse agarrá-lo, Barry correu até ele e voltou, impedindo-o de fazer qualquer coisa. Assustado pelo incidente, Barry prometeu que iria ligar para Iris à noite e saiu do prédio. No lado de fora, Barry notou sua mão vibrando em uma velocidade incrível. Ele também, acidentalmente, correu tão rápido que quebrou a janela de um carro de polícia. Percebendo suas novas habilidades, Barry saiu correndo para testar sua velocidade. Mas, ele acabou batendo na parte traseira de uma van.

Barry prestes a testar sua velocidade.

Imediatamente após isto, Barry foi até Wells, Cisco e Caitlin para pedir ajuda. Algum tempo depois, o trio foi até um campo aberto para que Barry pudesse testar sua velocidade. Ele vestiu um traje justo e se preparou para correr. O Dr. Wells alertou para a contenção, ao que Barry começou a correr a toda velocidade. Durante seu teste de velocidade, ele começou a se lembrar da noite do assassinato de sua mãe, especificamente vendo um homem dentro de um raio que cercava sua mãe. Distraído pela memória, Barry acabou caindo e fraturou seu pulso. De volta ao Laboratórios S.T.A.R., eles descobriram que o pulso de Barry havia se curado em três horas, o que os surpreendeu. Dr. Wells o perguntou o que aconteceu e Barry explicou o que havia se lembrado: um homem dentro de um raio. Barry levantou uma pergunta e questionou-os se havia mais pessoas como ele, mas Harrison rejeitou a ideia, dizendo que Barry era único.

Barry saindo de um carro.

Após isto, Barry foi visitar Iris no CC Jitters. Ele viu Iris e Eddie se beijando, e sua presença logo foi notado por ela. Enquanto caminhavam, Iris explicou sobre seu relacionamento com o detetive, pedindo para que Barry não contasse para seu pai. Depois de alguns instantes, uma perseguição policial teve fim quando o carro da polícia teve um acidente. Barry usou sua velocidade para tirar Iris do caminho enquanto o veículo atingia a parede de uma ponte. Enquanto o outro carro passava, Barry reconheceu seu motorista como sendo Clyde Mardon, que deveria estar morto. Barry perseguiu o carro e conseguiu entrar nele. Antes que Clyde pudesse tirar sua arma, Barry agarrou o volante, fazendo o carro tombar de lado e cair. Mardon saiu do veículo, relativamente ileso, e Barry o seguiu rapidamente.

Barry em meio de uma névoa.

Ele chamou a atenção de Mardon, mas logo a área foi poluída por uma névoa, aparentemente criada por Clyde, fazendo com que um carro colidisse com um já capotado, forçando Barry a correr para um pedaço de grama próximo por segurança. Paramédicos chegaram ao local com a polícia, incluindo Joe, que discutiu com Barry por ter colocado Iris em perigo e por ela ter se envolvido. Barry deixou a crítica de Joe de lado e disse que o carro estava sendo dirigido por Clyde, que aparentemente havia sobrevivido a explosão do avião e que, de algum modo, adquiriu a habilidade de controlar o clima. Apesar de provas, Joe não acreditou nele. Frustado com as fantasias de Barry, Joe explicou que isso era impossível, inclusive o homem dentro dos raios e que sabia que o assassino era o pai de Barry. Joe então pediu para que Barry fosse realista, o que deixou Barry chateado e o fez sair de lá.

Barry discutindo com o Dr. Wells.

Ele voltou ao Laboratório S.T.A.R, irritado com Wells por ele ter mentido para ele e que havia outras pessoas afetadas pela explosão. O Dr. Wells afirmou não estar totalmente certo, já que havia inúmeras quantidades de radiação incluindo antimatéria, matéria escura e elementos x, todos aparentemente teóricos antes do evento. Apesar de serem apenas teoria até aquele ponto, Wells afirmou que Barry era a prova do contrário. Ele entrou em mais detalhes, explicando que eles estavam procurando por mais "meta-humanos", um termo que cunharam para pessoas como Barry. Barry mencionou Clyde Mardon, a quem eles têm de parar antes que ele machucasse alguém novamente. Wells alertou Barry para se manter seguro, já que Barry tinha o potencial de desbloquear vacinas, remédios e avanços científicos anteriormente desconhecidos, mas ele queria se colocar na linha e "bancar o herói". O Dr. Wells não o viu como nada especial, apenas um menino que foi atingido por um raio.

Barry conversando com o Arqueiro em Starling City.

Depois da discussão com Wells, Barry ligou para Oliver Queen, na esperança de receber algum conselho do vigilante.[34] Ele correu até Starling City, onde se encontrou com Oliver no topo de um prédio. Barry explicou o que havia acontecido e como descobriu seus poderes, acreditando que Wells estava certo. Apesar disto, o Arqueiro disse que Barry pode inspirar as pessoas de uma forma que nunca pôde, e ser o guardião de sua cidade e que pode "salvar as pessoas em um flash". Antes de partir, o Arqueiro disse para Barry usar uma máscara. Quando ele usou suas flechas para sair do topo do edifício, Barry ficou surpreendido e disse que aquilo era "maneiro", sem saber que, enquanto corria, Oliver dizia a mesma coisa.

Barry olhando para seu traje.

Barry correu de volta a Central City e foi ao Laboratórios S.T.A.R., onde se desculpou com Caitlin e Cisco. Ele disse que entendia que eles perderam algo na explosão, mas crimes pela cidade havia crescido severamente, presumivelmente devido a criação de meta-humanos. Os dois concordaram em ajudar, e Cisco sugeriu usar um traje que ele havia criado, inicialmente para o corpo de bombeiros, mas acreditava que aquele iria cair bem em Barry. Cisco então explicou algumas funções do traje, e Caitlin revelou a localização de onde Mardon estava. Barry vestiu seu traje e foi até uma fazenda, localizada ao oeste de Central City.

Barry correndo ao redor do tornado.

Ao chegar na fazenda, ele salvou Joe e Eddie, que haviam ido ao local para investigar, de serem atingidos por um destroço. Com um tornado criado por Mardon indo em direção da cidade, Barry sugeriu que ele corresse ao redor dele para desfazê-lo. Apesar de Caitlin e Cisco acreditarem que Barry não seria capaz de aguentá-lo, ele começou a correr ao redor do tornado. Antes que pudesse correr rápido o bastante, Mardon o nocauteou. Acreditando que ele era forte demais, Barry começou a dizer que não conseguiria derrotá-lo. Contudo, o Dr. Wells começou a se comunicar com ele. Com sua confiança aumentada, Barry foi capaz de correr a 700 mph e desfazer o tornado.

Barry visitando seu pai na prisão.

Depois de ser derrubado, Clyde e Barry se levantaram. Clyde apontou uma arma em Barry, dizendo que eles eram a mesma pessoa, apesar de Barry discordar fortemente. Antes que ele pudesse atirar em Barry, Joe interviu. Na manhã seguinte, na cena do crime, Joe e Barry conversaram sobre os poderes e Joe se desculpou por não acreditar nele, e que também acreditava que seu pai não era um assassino. Barry também prometeu não dizer nada a Iris para mantê-la segura. Não muito tempo depois, Barry visitou seu pai na Prisão Iron Heights, garantindo-o que ele ainda acreditava nele e que estava orgulhoso por ser filho dele. Após isto, Barry voltou ao Laboratório S.T.A.R. e descobriu que o símbolo de um raio havia sido adicionado no peito de seu traje. Barry corrue pelas ruas de Central City e salvou um homem de ser atropelado.[12]

Dias iniciais como super-herói

Barry com tontura.

Barry continuou a salvar habitantes da cidade de Central City. Ao descobrir que havia um incêndio na cidade, Barry correu até lá, apesar de inicialmente errar o local por seis quarteirões. Ele então entrou no prédio em chamas e retirou os residentes restantes de lá de dentro enquanto o corpo de bombeiros cuidava do fogo. Depois disto, Caitlin, que era contra Barry ser um super-herói, demandou que Barry retornasse ao Laboratórios S.T.A.R. imediatamente. Antes de correr, ele expressou uma tontura, mas ignorou-a e saiu correndo para encontrar-se com Cisco e Caitlin. No Laboratórios S.T.A.R., Caitlin repreendeu Barry e Cisco. Ela disse que isto poderia colocá-lo em perigo e que não podia correr pela cidade como um bombeiro, e que eles concordaram em ajudá-lo a procurar meta-humanos que foram afetados pela explosão do acelerador de partículas, mas não houve nenhum encontrado desde Mardon.

Barry usando sua velocidade para acelerar a análise.

Barry recebeu uma ligação de Joe, pedindo para que ele fosse para a cena de um novo crime. Durante seu trabalho como forense no DPCC, Barry investigou um estranho assalto, onde as câmeras do local confirmavam que havia apenas um homem presente, mas a evidência que coletaram indicava que havia ao menos seis pessoas presentes. Posteriormente, ele fez uma observação casual de que as pegadas do criminoso eram quase do mesmo tamanho que as do capitão Singh, mas foi repreendido por isso por Joe, que o lembrou de não contar a Iris sobre sua habilidade. Barry levou uma amostra para seu laboratório e usou sua velocidade para acelerar a análise dela. Alguns instantes depois, Iris apareceu, relembrando-o do compromisso que os dois tinham.

Barry correndo na esteira de Cisco.

Barry e Iris foram até as Indústrias Stagg, onde Simon Stagg iria receber um prêmio da Universidade de Central City. Iris estava cobrindo o evento para seu curso de jornalismo e precisava da ajuda de Barry a respeito do tópico científico de sua matéria. No evento, ladrões armados começaram a saquear o local. Enquanto fugiam, Barry foi atrás dele, mas acabou desmaiando em beco. Ele foi até o Laboratórios S.T.A.R. para investigar o motivo de sua perda de energia. Ele correu em uma esteira criado por Cisco, mas acabou desmaiando novamente. Depois de despertar, ele descobriu que tinha hipoglicemia aguda, uma condição que desenvolveu por causa de seu metabolismo acelerado e poderia ser curada por um plano de alimentação mais extenso. Joe então chegou ao laboratório e o confrontou por seus atos heroicos desnecessários. Barry então disse que ele não era seu pai e que não precisava ouvir sua opinião. Depois disso, Barry saiu do Laboratório.

Barry confrontando Danton.

Apesar disto, Barry perdeu a confiança em si mesmo. Quando enfrentou Danton Black, o meta-humano que se infiltrou no evento do Stagg, Barry percebeu que não tinha a habilidade para lutar contra todos. Depois disto, Iris continuou a insistir que Barry contasse a ela o que estava acontecendo com ele e que ela queria ajudá-lo de alguma forma. Logo quando ele, momentaneamente, abandonou sua parceria com Wells e o Laboratórios S.T.A.R., Iris revelou que seu novo tópico seria sobre o "máscara vermelha", o super-herói que os habitantes de Central City apelidaram. Caitlin ligou para Barry e o pediu para que fosse ao Laboratórios S.T.A.R., pois haviam encontrado uma forma de derrotar Danton. Joe convenceu Barry a ir atrás dele.

Barry depois da morte de Danton.

Seguindo o conselho de Joe, Barry seguiu Danton até as Indústrias Stagg, onde o homem pretendia matar Stagg uma vez por todas. Com a ajuda de Joe e das pessoas do Laboratório S.T.A.R., Barry foi capaz de isolar o verdadeiro Danton das centenas de seus clones e ele foi capaz de nocauteá-lo. Quando Danton recuperou sua consciência, ele tentou atacar Barry, mas acabou errando e caiu pela janela. Barry tentou salvá-lo, mas Danton, que não queria ser salvo, usou um clone extra para puxá-lo da mão de Barry e caiu no chão. Barry voltou ao Laboratórios S.T.A.R. e demonstrou sua decepção, mas seu grupo acabou o apoiando. Depois disso, Barry se desculpou pelo que disse a Joe e os dois se perdoaram.[15]

Barry enfrentando o névoa.

Quando foi ao cinema com Iris, Cisco e Caitlin informaram-o sobre uma perseguição. Usando sua velocidade, Barry parou o assalto e retornou antes que Iris percebesse que havia saído. No dia seguinte, Barry e Joe investigaram a morte de um dos membros da família Darbinyan, uma família de criminosos. Notando que suas vítimas foram envenenadas por gás, todos presentes teriam que ter morrido ao mesmo tempo, mas alguns conseguiram escapar. Isto fez Barry perceber que estavam lidando com um meta-humano que controla gás. No Laboratórios S.T.A.R., Joe levantou o assunto de uma prisão para meta-humanos. Wells e Cisco decidiram que aprisioná-los no acelerador de partículas seria a melhora forma até que pudessem encontrar um meio de curá-los e retirar seus poderes. Caitlin, que se lembrou da morte de Ronnie, seu esposo, ficou em silêncio. Barry percebeu isto e a convidou para ajudá-lo a testar o gás que haviam encontrado. Em seu laboratório, os dois conversaram sobre Ronnie até que o resultado fosse finalizado. Quando o resultado chegou, os dois descobriram que o gás dentro das vítimas também tinha um DNA de alguém. Ouvindo sobre a morte de Theresa Howard no rádio da polícia, Barry saiu para ir até lá apesar de Caitlin pedir que não. Ao chegar na cena, Barry perseguiu o meta-humano responsável pelo assassinato. Antes que pudesse enfrentá-lo, o homem se transformou em um gás e forçou Barry a inalá-lo.

Barry depois de ter o gás extraído de seu corpo.

De volta ao Laboratórios S.T.A.R., seus amigos foram capaz de extrair o gás de dentro de Barry com uma agulha. Apesar de ser dito para descansar, Barry foi conversar com Joe e revelou que foi incapaz de salvar alguém. Barry também disse sobre sua tentação de tirar seu pai da prisão à força, mas Joe lhe disse que Henry seria um fugitivo, e que, apesar de suas habilidades, Barry não seria capaz de salvar a todos de vez em quando. Em seguida, Barry se desculpou com Caitlin por preocupá-la, mas ela revelou que aquelas foram as exatas últimas palavras de Ronnie antes de morrer. Barry então decidiu ajudá-la a superar seu medo de entrar no acelerador de partículas, que havia sido construído por Ronnie.

Barry salvando Joe.

Depois de superar seu medo, Caitlin agradeceu Barry e os dois se abraçaram. Wells e Cisco chamaram-os e revelaram que um sedativo também foi encontrado no gás. Barry disse a Cisco para que verificasse se alguém havia sido executado na noite da explosão do acelerador de partículas, já que os dois produtos químicos eram usados para executar prisioneiros no "corredor da morte". Eles identificaram o meta-humano como Kyle Nimbus, um antigo empregado da família Darbinyan, traído pelos mesmos e preso por Joe e julgado pela juíza Theresa Howard. Barry se vestiu e foi até a prisão Iron Heights para salvar Joe, que estava visitando o pai de Barry. Depois que Joe foi infectado pelo gás de Kyle, Barry o salvou entregando-o uma cura para isto.

Barry se relembrando de seus primeiros passos.

Barry então foi atrás do Névoa, apelidado orgulhosamente por Cisco. Barry o derrotou cansando-o, já que sua fadiga iria forçá-lo a retornar para sua forma humana. Depois do confronto, Barry visitou seu pai e lhe disse que sentia saudades de sua mãe. Henry o confortou e lhe contou a história sobre seus primeiros passos. Barry percebeu que para honrar as memórias de sua mãe, ele teria de continuar a correr, assim como sempre o fez.[19]

Barry jogando tênis de mesa com Cisco.

Barry treinou a velocidade de sua mente ao fazer múltiplas tarefas ao mesmo tempo, como jogar xadrez com Wells, um jogo de Operação com Caitlin e um jogo de tênis de mesa com Cisco. Barry derrotou Cisco e Caitlin, mas havia feito um erro com Wells e acabou perdendo a partida com ele. Logo após isso, eles receberam um alerta de crime sobre um assalto em andamento, no qual Barry respondeu rapidamente. Na cena, Barry desmascarou Leonard Snart, o líder de sua gangue. Após um guarda ser ferido, Barry levou-o rapidamente para um hospital e retornou para a cena do crime para seu trabalho no DPCC. Quando o Capitão Singh notou que o guarda havia dito que houve três assaltantes, Barry corrigiu-o e disse que eram quatro, justificando rapidamente que este trabalho teria que ser para algo de quatro homens. Singh agradeceu Barry sarcasticamente e Joe questionou-o se ele havia visto algo que pudesse ajudar no caso, o que Barry lhe disse que havia visto o rosto de um dos homens. Barry identificou-o como Snart, descobrindo que seu pai era um policial corrupto.

Barry conversando com Felicity.

Quando Iris levou café para Barry, ele descobriu que ela havia começado a escrever um blog sobre o Raio. Barry tentou convencê-la do contrário, dizendo que isto iria atrair trolls e esquisitos, mas isto não adiantou em nada. Ao chegar em seu laboratório, Barry se surpreendeu ao ver Felicity esperando-o por ele. Ele a apresentou para Iris e depois os dois saíram para conversar, onde descobriu que ela havia ouvido a conversa de Barry com Oliver no telhado. Ele lhe mostrou seus poderes e levou-a aos Laboratórios S.T.A.R.. Ao ser questionado se poderiam confiar nela, Barry os garantiu que sim e revelou que ela trabalha com o Arqueiro. Barry tentou impressioná-la e demonstrou seus poderes novamente ao correr de costa na esteira de Cisco, mas acabou se atrapalhando e caiu. Quando Barry levou Felicity ao Jitters, Iris convidou-os para irem à noite de jogos com ela e Eddie.

Barry desviando dos disparos de Snart.

Quando Iris questionou Barry do motivo de não estar namorando Felicity, com ela dizendo ser a garota ideal para ele, Barry disse que eles são apenas amigos. Na noite de jogos, Barry e Felicity responderam grande parte das perguntas de forma corretamente. Iris então puxou Barry de lado de novo e pediu para que ele chamasse Felicity novamente, garantindo que ela estava a fim dele pelo modo que ela havia se vestido. Depois de Snart ser encontrado, Barry saiu e pediu para Felicity cobri-lo, apesar dela não ter nenhuma desculpa que funcionasse para ele. Barry chegou a tempo e salvou Joe e outros policiais, mas ele foi atingido por uma arma de gelo e começou a ficar lento, sendo incapaz de salvar um segurança.

Barry conversando com Felicity em um trem.

Barry confrontou Cisco por ele ter construído esta arma, o que causou a morte de um homem. Barry sentiu-se traído por não ter sido notificado sobre a existência dela e, por isto, estava despreparado. Ele descobriu que Cisco construiu a arma para que fosse usado em Barry caso algum dia ele perdesse o controle. Depois que o time encontrou Snart, Barry decidiu enfrentá-lo sozinho e desligou suas comunicações. Quando Barry o confrontou, Snart notou que sua fraqueza era seu altruísmo, sua necessidade de salvar as pessoas ao invés de ir atrás dos vilões. Snart congelou a roda do trem e então fugiu. Sem nenhuma escolha, Barry optou por resgatar os passageiros, mas acabou sendo atingido por Snart. Antes que Leonard pudesse finalizá-lo, ele foi salvo por Cisco, Caitlin e Felicity. No Laboratórios S.T.A.R., Barry se despediu de Felicity, apesar dele a ter perseguido até um trem. Os dois conversam sobre um relacionamento e se beijaram.[35]

Barry visitou Iris como o Raio e tentou convencê-la a parar de escrever sobre ele. No entanto, ela ignorou seu pedido e, em vez disso, tentou descobrir mais sobre ele. Ela então perguntou como ela deveria chamá-lo, com Barry alegando que qualquer coisa seria melhor do que "o Raio". A conversa foi interrompida quando ouviram sirenes. Correndo para a cena do crime, Barry salvou uma criança que estava prestes a ser atropelada. Barry descobriu que o homem que quase atropelou a criança era um meta-humano quando o ele arrancou a porta de um carro que ele havia roubado e jogou nele. Barry se esquivou e atacou o homem, apenas para sua pele se transformar em uma substância parecida com aço, resultando em Barry ferindo sua mão e o homem brutalmente devolvendo-o. Espancado, Barry escapou, mas não antes que o criminoso lhe dissesse que ele "nasceu para levar uma surra", frase que lhe parecia familiar. Correndo de volta para o Laboratórios S.T.A.R., Barry desmaiou no chão.

Caitlin examinou suas feridas e disse que ele havia diversas fraturas, concussão e um baço machucado. Ela continuou dizendo que as feridas eram tão sérias que até mesmo as habilidades curativas de Barry iria levar algumas horas para fazê-lo recuperar-se por completo. Barry disse sobre as habilidades do meta-humano e os questionou como ele era capaz de enfrentar um homem de aço. Dr. Wells e Caitlin e Cisco lhe garantiram que iriam encontrar um jeito. No dia seguinte, Barry confirmou ao DPCC que o homem era de fato um meta-humano. Joe disse que iria colocar Eddie no caso para explicar o que Barry havia visto.

Barry então descobriu que o "homem de aço" que enfrentou era Tony Woodward, um antigo valentão da escola de Barry que costumava perturbá-lo durante sua infância. Depois disto, Barry e Eddie se encontraram com Iris. Eddie questionou-o o que estava acontecendo entre ele e Iris, mas Barry disse que tudo estava bem. No Laboratórios S.T.A.R., Cisco apresentou um boneco de Tony construído para que Barry pudesse aprender a derrotá-lo. Enquanto treinava, Barry foi derrotado e teve seu ombro deslocado. Momentos após isto, Eddie ligou para Barry e lhe disse sobre outro carro roubado. Ao chegar, Barry foi questionado novamente por Eddie sobre o que estava acontecendo entre ele e Iris, com Barry revelando que eles haviam discutido.

Depois de questionar alguns homens na cervejaria, o antigo local onde Tony trabalhava, um homem correu, Barry e Eddie o perseguiram. Barry correu na frente dos dois, onde o homem deu um soco em Barry, embora isso o tenha retardado o suficiente para Eddie derrubar o homem. Eles então descobriram que Tony havia morrido em um acidente, embora tenham revelado que ele estava vivo. Barry visitou Iris em Jitters novamente, onde disse a ela que Tony é um exemplo de por que ela deveria parar de escrever sobre ele. Quando os policiais chegaram, Barry correu para o esconderijo de Tony.

O Raio prestes a dar o soco super-sônico em Tony Woodward.

Barry foi facilmente derrotado por Tony. Depois de retornar ao Laboratórios S.T.A.R., Wells discutiu com Barry, dizendo que eles ainda estavam procurando por uma forma de derrotá-lo. Ele então descobriu que haviam encontrado um modo de derrotá-lo, e que seria atingi-lo em 837 km/h. Algum tempo depois, Barry e Eddie descobriram que Iris havia sido sequestrada por Tony. Depois dela disparar um alarme de incêndio em sua antiga escola, Barry descobriu onde eles estavam. O Raio foi até lá e enfrentou Tony, mas foi facilmente derrotado. Barry correu para longe da escola, 5.3 milhas, e correu em direção de Tony, quebrando a barreira do som e socando-o, conseguindo nocauteá-lo.

Barry comemorando por ter prendido seu inimigo de infância.

Barry então aprisionou Tony no acelerador de partículas no Laboratório S.T.A.R., onde revelou sua identidade e disse que a explosão havia transformado quem eles são de verdade. Depois de se afastar da prisão, Barry celebrou por ter conseguido sua vingança com Tony. Barry foi até Iris no Jitters e a cumprimentou, onde os dois se desculparam e reconciliaram sua amizade. Quando Iris disse a Barry mais sobre "o Raio", ela lhe disse que ele ia e vinha em um piscar de olhos. Barry a interrompeu, dizendo que ele faz isso "em um Flash".[4]

Flash contra Arqueiro

O Flash entrando em um banco.

Barry chegou em um banco onde Roy Bivolo, um meta-humano, estava o assaltando, mas encontrou todas as pessoas de lá atacando umas as outras. Barry salvou um homem de ser atingido enquanto todos os outros recuperavam o controle. Quando Joe e outros policiais chegaram na cena, Barry sugeriu que as pessoas estavam sendo controladas. No precinto, Barry percebeu que Eddie agora acreditava na existência do Flash, apesar dele acreditar que ele seja uma ameaça e que planejava formar uma força-tarefa contra ele. Barry roubou o almoço do Capitão Singh antes de voltar ao Laboratório S.T.A.R. para discutir sobre o novo meta-humano. Momentos após isto, Iris chamou o Flash através de seu blog. Antes de partir, Caitlin lhe disse para não se envolver no relacionamento de Eddie e de Iris, pois ele poderia ser responsável pelo término. Quando Barry chegou no Jitters, o Flash disse que seu nome era "Ralph", o que Iris não acreditou.

Barry analisando o bumerangue entregue.

Iris alertou o Flash que Eddie pretendia prendê-lo. Depois disso, ele foi até um armazém onde Roy estava se escondendo e salvou Joe de ser morto por um dos policias controlado pelos poderes de Bivolo. Neste instante, o Flash foi cumprimentado pelo Arqueiro, que chegou a tempo para salvar um outro policial. Barry foi até uma pequena cabana abandonada onde se encontrou com Felicity e Diggle. Quando chegou, ele disse que havia dado a Oliver uma chance de meia hora, mas conseguiu chegar primeiro na mesma forma. Barry os questionou o que faziam em Central City, descobrindo que eles estavam investigando com um homicídio envolvendo um bumerangue que pode estar envolvido com um evento ocorrido em Central City. Barry sugeriu que as duas equipes se unissem, mas Oliver recusou pois não queria que mais pessoas soubessem de seu segredo.

Barry e Oliver apertando as mãos.

Felicity, que se voluntariou a ser a ponte entre as duas equipes, foi levada ao Laboratórios S.T.A.R. por Barry. Apesar de ser seu amigo, Wells e Joe sugeriram que Barry não confiasse em Oliver, pois temiam que ele pudesse ser muito perigoso. No dia seguinte, Barry se encontrou com Oliver e Felicity no Jitters, onde Barry descobriu que Oliver havia conseguido o nome do meta-humano que estava atrás. Preocupado, Barry questionou se ele havia matado alguém. Instantes depois, Iris pegou Barry pelo braço e levou-o para longe, questionando-o da onde ele conhecia Oliver Queen. Ela disse que os braços de Queen são duas vezes maiores que os de Barry e que ele estava em sua lista de 3 pessoas com quem pudia trair Eddie. Depois da conversa, Oliver concordou em ajudar Barry e também a treiná-lo.

Barry discutindo com Oliver.

No dia seguinte, Barry, apesar de sua velocidade, chegou atrasado para seu treino com Oliver. Lhe foi dito que Barry sempre corria cegamente para algo, e que tinha muito a aprender. Oliver disse para Barry correr para longe e pegar uma flecha que ele iria disparar. Barry correu e conseguiu pegar a flecha, mas recebeu um disparo pelas costas. Disseram, novamente, para Barry não confiar no Arqueiro, mas ele continuou a defendê-lo dizendo que, sem ele, eles não teriam o nome de Bivolo. Ele então decidiu ir atrás de Bivolo sozinho, mas acabou sendo atacado pelos poderes do meta-humano. Ele voltou ao Laboratórios S.T.A.R. para descobrir se havia sido afetado pelos poderes de Roy, o que não foi inicialmente revelado. Ele então começou a discutir com todos, incluindo citar a morte de Ronnie para Caitlin. Ele depois se encontrou com Oliver, e disse a Queen que ele deve estar com ciúmes de seus poderes. No DPCC, Barry discutiu com o Capitão Singh, mas Joe o cobriu.

O Flash amarrado por uma corda.

Algum tempo depois, Barry, como o Flash, atacou Eddie e o arrancou para fora do carro de Iris. A garota saiu do veículo e tentou fazer o herói de Central City a parar com isto, dizendo que aquele não era ele, mas não suas palavras não surgiram efeito em Barry, que ignorou o pedido de Iris. Quando estava prestes a atacá-lo, o Arqueiro disparou uma flecha no Flash, amarrando-o e jogando-o ao chão. Com Barry temporariamente incapacitado, o Arqueiro demandou que Iris e Eddie fugissem. O Flash se levantou e segurou a corda da flecha e começou a puxá-la, arrastando o vigilante de Starling City até um beco.

O Flash correndo ao redor do Arqueiro.

Quando o vigilante disparou duas flechas, o Flash desviou, acreditando que Oliver havia errado de mira, mas não percebeu que ele estava mirando em uma caixa elétrica atrás dele. O Arqueiro usou uma de suas flechas para injetar dois mil miligramas de tranquilizante para cavalos na perna do Flash, apesar de seu metabolismo queimá-los rapidamente. Barry começou a correr ao redor de Oliver, que tentou usar uma de suas flechas para ir até o telhado. Barry chegou ao telhado primeiro e soltou a flecha, fazendo Oliver cair no chão. Os dois então começaram a lutar, com o Flash desviando dos golpes do Arqueiro e conseguindo atacá-lo diversas vezes.

Arqueiro fazendo o Flash encarar as cores para reverter o efeito dos poderes de Bivolo.

O Arqueiro disparou duas flechas no Flash, mas o velocista o pegou. Aproveitando que Barry estava distraído, Oliver disparou uma flecha na perna do Flash e segurou seu soco, forçando-o a virar-se e começou a segurá-lo para Joe e Wells usarem cores para reverter os efeitos dos poderes de Bivolo. Quando voltou ao normal, Barry se desculpou pela briga com Oliver. Os dois então foram atrás de Bivolo e, depois de derrotá-lo, o aprisionaram no acelerador de partículas no Laboratórios S.T.A.R.. No dia seguinte, Barry se desculpou mais uma vez com Oliver. À noite, o Flash visitou Iris no Jitters e tentou explicar que havia sido afetado por um meta-humano que alterou suas emoções. Apesar de suas explicações, Iris disse que nunca mais queria vê-lo depois do que ele havia feito a Eddie. Barry também descobriu que o Capitão Singh havia aprovado uma força-tarefa para derrotá-lo e prendê-lo. Depois disto, Barry saiu correndo pela noite.[36]

Ajudando o Arqueiro com o "assassino do bumerangue"

O Flash salvando o Arqueiro.

Algum tempo depois, o Flash foi até Starling City, onde salvou o Arqueiro de ser atingido por dois bumerangues. Os vigilantes voltaram para a base de Oliver, onde Barry usou a escada de salmão em super velocidade na frente de Caitlin e Felicity. Depois de terminar o exercício, Barry disse que estava com fome e saiu para comprar sushi com sua velocidade. Ao retornar, ele estava sem sua máscara na frente de Lyla Michaels, a quem ele achou ser a esposa de Diggle. Barry ofereceu sua ajuda com o caso, mas Oliver lhe disse que as coisas seriam diferentes.

Flash vendo Arqueiro torturar Klays Markos.

Barry disse a Oliver que começou a examinar os casos mais cuidadosamente ao invés de corrê-los cegamente em direção deles. Oliver aceitou a ajuda de Barry, dizendo que precisavam remontar o bumerangue, o que Barry fez rapidamente. Ele e Oliver visitaram Quentin, onde o detetive havia esquecido seu nome e chamou-o de "Bart" e disse que acreditava que ele havia sido atingido por um ônibus ao invés de um raio, mas Barry o corrigiu. Barry questionou-o sobre Klays Markos, e se surpreendeu ao descobrir que Oliver foi parte da Bratva, mas lhe foi dito que não era mais um membro. No esconderijo da Bratva, o Flash foi capaz de subjugar os membros antes que Oliver chegasse. Depois de que o Arqueiro torturou Klaus, o Flash levou-o ao Departamento de Polícia de Starling City.

Barry discutindo com Oliver sobre seus métodos.

Quando retornaram, Barry admitiu que deveria ter ouvido a Wells e Joe. Oliver disse que as coisas em Starling City não são "tão alegres", e que sua família e amigos foram assassinados. Barry o interrompeu, dizendo que viu sua mãe ser morta em sua frente e que não usava sua tragédia pessoal para torturar alguém quando estivesse estressado. Oliver esclareceu que se seu método de lidar com criminosos era tão pesado, ele tinha que ir embora. Quando acreditavam terem encontrado Digger Harkness, o Flash e Arqueiro foram até a localização, mas haviam sido enganados. Quando retornaram, eles encontraram Lyla em uma condição séria. Barry levou-a ao hospital. Depois que Oliver começou a se culpar, Barry garantiu-o que não era sua culpa.

O Flash olhando para a bomba.

Quando Oliver disse a Barry que tudo que passou havia esgotado sua humanidade, Barry lhe garantiu que sua humanidade é o que o ajudou a passar por tudo. Quando o Flash e o Arqueiro chegaram a estação de trem onde encontraram Digger, ele disse que os heróis poderiam impedi-lo ou impedir que 5 bombas detonassem através de Starling City. O Flash saiu para desativar as bombas enquanto o Arqueiro cuidava de Digger. Quando Barry chegou na primeira bomba, a equipe percebeu que as bombas estão conectadas e, caso uma fosse desativada, as outras iriam explodir. Cisco disse a Barry para que ele desativasse todas as cinco bombas ao mesmo tempo. Incapaz de estar em 5 lugares ao mesmo tempo, Barry pegou Felicity, Caitlin, Roy Harper e Cisco, colocando-os nas outras quatro bombas para desativá-las. Juntos, eles foram capazes de desativá-las.

Flash segurando duas flechas.

Depois de voltarem a base de operações, Barry ficou surpreso que ele também havia um manequim no local para guardar seu traje para caso precisasse ir a Starling City ajudar Oliver. Quando Oliver disse que ainda daria as cartas, Barry disse que eles cuidariam disso. O Flash e o Arqueiro foram até um armazém para descobrir de uma vez por todas quem ganharia em uma briga: experiência ou velocidade. Antes do duelo, Barry disse a Oliver que ele podia inspirar as pessoas, mas como Oliver Queen. Barry pegou duas flechas que Oliver havia disparado com suas mãos. Ele correu em direção do Arqueiro enquanto ele disparava múltiplas flechas, e Barry desviava de todas.[37]

Conhecendo o Flash Reverso

Barry segurando o presente de Natal que havia recebido de Iris.

Barry retornou a Central City e foi à casa de Joe para o Natal. Quando ele arrumou a árvore de Natal usando sua velocidade, Joe pediu para que ele desfazasse o que havia feito, dizendo que o único homem de vermelho que queria ver naquela casa era Kris Kringle. Momentos depois, Iris chegou com gemadas feitas usando a receita de sua avó. Barry e Iris trocaram presentes, e Barry entregou-a uma réplica do anel de casamento de sua mãe, já que ela havia perdido o original em um passeio escolar. Iris havia dado um microscópio a Barry, no que ela disse que achava que era meio medíocre, mas Barry a acalmou dizendo que havia amado. Eles foram interrompidos pela chegada de Eddie, que ajudou-os a enfeitar a árvore. Barry foi ao Laboratórios S.T.A.R., onde entregou presentes para sua equipe e a gemada feita por Iris.

Barry dizendo que não gosta de Iris.

Depois de um ataque no Laboratórios Mercury, eles descobriram que o "Homem de Amarelo" havia sido o responsável. Barry quis ir atrás dele, mas Joe disse que o velocista havia pego todas as evidências e ameaçado matar Iris. Em seu laboratório no departamento de polícia, Barry se relembrou do assassinato de sua mãe enquanto encarava seu quadro sobre o "Homem de Amarelo". Iris o visitou, chamando-o por seu nome múltiplas vezes e revelou que Eddie havia pedido para ela se mudar com ele, no que ela respondeu que "sim". Ela então perguntou se Barry gostava dele, já que Eddie havia lhe dito que acreditava que sim. Barry negou rapidamente.

Barry enfrentando o Homem de Amarelo.

Depois que Iris saiu, Barry avistou o homem de amarelo no lado de fora observando-o. Barry perseguiu o velocista e começou a questioná-lo do motivo de ter matado sua mãe. O homem de amarelo não respondeu o motivo, mas disse que se Barry gostaria de saber a verdade, ele teria de pegá-lo. Os dois correram em um estádio onde se enfrentaram, mas Barry foi facilmente superado e derrotado. Barry questionou-o quem ele realmente é, mas o homem disse que Barry já sabia quem ele é e que se enfrentavam por anos. Quando Barry tentou revidar, o homem de amarelo subjugou-o e disse que é seu destino morrer nas mãos dele, assim como sua mãe. No dia seguinte, Barry disse a sua equipe o que havia acontecido. Depois que Barry acreditou que não poderia pegá-lo, Wells lembrou que os campos de força são impermeáveis a velocistas

Barry dizendo o que sente por Iris.

Barry e Joe são visitados por Tina McGee, que trouxe um mandado não assinado. Barry chantageou Tina para entregar o protótipo táquion em uma hora. Joe e Wells disseram a Barry que é melhor para ele ficar longe enquanto eles capturam o homem de amarelo. Barry argumentou que é a luta é dele, embora eles ainda o tenham impedido. Barry visitou seu pai e disse-lhe que havia encontrado o homem que assassinou Nora. Quando ele se desculpou por não ter conseguido pegar o homem, seu pai assegurou-lhe que não era culpa dele. Barry foi então instruído a parar de perseguir aquele homem, pois tudo o que aconteceu a Barry foi influenciado pelo assassinato. Seu pai notou que ele havia desistido de estar com Iris porque estava muito consumido com o que aconteceu. Seu pai então disse a Barry para não deixar o homem tirar mais dele. Barry então foi visitar Iris e confessar seus sentimentos, deixando Iris em lágrimas.

Barry conversando com Iris e Eddie.

Algum tempo depois, Barry recebeu uma mensagem de Caitlin, dizendo que o homem de amarelo estava atacando o Laboratórios S.T.A.R.. Quando o Flash chegou, Barry foi rapidamente derrotado por seu adversário novamente. Prestes a ser morto pelo homem de amarelo, Barry foi salvo por Ronnie, que estava em chamas e vivo. Antes que pudesse conversar com ele, o homem havia fugido rapidamente. De volta, Barry e Joe recontam os primeiros dias da mudança de Barry. Joe afirmou que Barry mudou a atmosfera da casa e pediu a Barry para voltar a morar lá. Eles então voltaram para a casa de Joe para uma festa de Natal, onde ele expressou sua felicidade para Eddie e Iris.[13]

A vingança do Capitão Frio

Flash fugindo de um míssil em seu treinamento.

Triste por não ter conseguido capturar o Flash Reverso em seu primeiro encontro, Barry treinou para aprimorar sua velocidade. Ele pediu para que Cisco disparassem nele com algumas armas de um drone, o que ele conseguiu desviar facilmente, mas acabou tropeçando e caiu. Ele pediu para que Cisco disparasse um míssil, o que Barry conseguiu segurá-lo e arremessá-lo em direção ao drone. Depois de terminar seu treino, Barry quis prosseguir, mas depois que Cisco disse que um dos drones tinha lasers, Caitlin e Wells não permitiram que o treinamento continuasse.

Barry analisando um pedaço de destroço.

Algum tempo depois, Barry e o DPCC foram até uma garagem de carros depois de descobrirem que o local havia sido invadido. Contudo, o dono lhes disse que nada havia sido roubado. Barry começou a analisar os destroços no chão, e disse que o "aço se despedaçou igual a vidro". Depois de segurar um pedaço de metal, Barry percebeu que ele havia sido congelado e disse o que havia descoberto a Joe, percebendo logo em seguida que Snart havia voltado. Barry e Joe perceberam que Leonard estava preparando uma armadilha para o Flash. Barry voltou ao Laboratórios S.T.A.R. e contou sobre o retorno de Snart para seu amigos. Wells disse que o foco de Barry deveria ser melhorar sua velocidade para enfrentar o Flash Reverso, e que ele e Joe poderiam cuidar de Snart enquanto Barry se focava no Flash Reverso.

Barry conversando com Joe sobre Snart.

No dia seguinte, Barry encontrou Joe em seu laboratório e disse a ele que iria afastar-se do caso de Snart para focar-se no Flash Reverso. Ele foi até a casa de Joe, onde Iris lhe entregou uma antiga mochila que usava em sua infância. Barry revelou a Joe o que sentia por Iris e depois usou seus poderes para limpar a bagunça que Iris havia feito. No Laboratórios S.T.A.R., Barry e Caitlin conversaram sobre Ronnie. Ele percebeu que "Nuclear", a última coisa que Ronnie havia dito a Caitlin, não era uma palavra, mas um acrônimo. Barry foi até o DPCC onde descobriu que Snart estava com um novo parceiro, que utilizava um "lança-chamas portátil" e se desculpou por não ter ouvido.

Barry vendo a mensagem de Snart.

Barry voltou ao Laboratórios S.T.A.R., onde Wells disse que esperava Barry culpá-lo por tê-lo convencido a treinar ao invés de ir atrás de Snart. Barry disse que já é adulto e que ele toma suas próprias decisões, e que ficou feliz por ele ter o incentivado a melhorar. A conversa deles foi interrompida pela chegada de Cisco, que havia descoberto uma forma de neutralizar as armas de Snart e de seu parceiro caso os raios de suas armas se cruzassem. Barry recebeu uma ligação de Joe e foi até o estacionamento do Jitters, onde descobriu que Caitlin havia sido sequestrada por Snart. No DPCC, Barry descobriu que o parceiro de Snart era alguém chamado Mick Rory. Alguns instantes depois, uma mensagem de Snart começou a ser exibida, demandando que o Flash encontrasse com ele para resgatar Caitlin.

Flash enfrentando o Onda Térmica e Capitão Frio.

O Flash enfrentou Capitão Frio e o Onda Térmica, apelidado por Cisco, nas ruas de Central City, onde a existência do Velocista Escarlate foi revelada ao público. Depois de ser derrubado, o Flash conversou com Wells através dos comunicadores quando o Onda Térmica usou sua arma de fogo para explodir o carro onde Barry estava atrás, mas saiu correndo de lá ileso. Barry continuou a luta com a dupla de vilões, mas acabou sendo atingido por um dos disparos de Snart. O Flash desacelerou sua velocidade e conseguiu fazer os raios das armas de Snart e Rory se cruzarem, explodindo as armas e derrotando-os. No DPCC, Barry viu Snart e Rory sendo presos enquanto ouvia os policias chamarem o Flash de herói.[38]

Suspeitando de Harrison Wells

Investigando Wells

Barry contando para Caitlin e Cisco o que Iris lhe disse sobre Wells.

Barry levou Linda Park para um jogo de boliche, onde eles encontraram Iris e Eddie. Os dois juntaram-se a Barry e Linda, mas Eddie e ele tiveram de sair após um alarme silencioso ser disparado. Barry saiu na frente para investigar a cena do crime antes de retornar para o mesmo local como CSI, enquanto corria ele viu outro Flash correndo ao seu lado. Depois de escutar uma gravação, ele descobriu que foi Mark Mardon quem atacou o local. No dia seguinte, enquanto Barry e Joe discutiam sobre o crime enquanto dirigiam, os dois são atacados por Mardon, mas Barry conseguiu levar Joe para a segurança a tempo. Barry e Iris foram ao CC Jitters, onde ela revelou suas suspeitas de que Wells podia estar envolvido com o assassinato de Stagg. Barry disse a Iris que Wells é um homem bom, e que ela não encontrará nada para esta história. Barry disse a Cisco e Caitlin sobre o que Iris lhe disse, mas ainda negou que Wells pudesse estar envolvido com o desaparecimento de Stagg. Depois de Mark atacar, Barry correu para impedi-lo, apesar dele ter conseguido escapar. No dia seguinte, Barry conversou com Mason Bridge sobre Wells.

O Flash correndo ao redor da tsunami criada pelo Mago do Tempo.

Barry questionou a Mason que evidência ele tinha sobre Wells, mas o repórter disse que ele teria que esperar para ler assim como todos. Depois de Joe ser sequestrado e mantido refém por Mardon, o homem ligou para Iris e pediu para encontrarem-se perto do porto. Barry ajudou Iris e enquanto ia, ele se deparou com Linda, que havia ido lá para conversar com Barry, mas ele dispensou-a dizendo que algo importante estava acontecendo. No porto, percebendo o perigo de uma tsunami iminente, Barry pediu para Iris sair do local e ir para um lugar seguro, o que ela dispensou. Iris confessou seu amor por Barry e os dois se beijaram. Momentos depois, Barry revelou seu alter-ego para Iris. Para impedir que a onda de Mark destruísse a cidade, Barry correu ao redor do tsunami criado. Enquanto fazia isso, ele viajou no tempo e assistiu o seu eu de horas atrás correndo para investigar uma cena do crime. Barry então voltou para a noite passada, antes do crime cometido por Mardon.[21]

Barry conversando com Wells sobre sua viagem no tempo.

Na cena do crime, Barry esteve confuso pelo que estava acontecendo, sendo capaz de resolver tudo em questões de segundos por já ter vivido aquele momento antes. No Laboratórios S.T.A.R., Barry terminou as sentenças de todos os outros, fazendo Wells perceber que Barry havia viajado no tempo. Wells alertou para Barry não alterar nenhum evento, grande ou pequeno, pois isto poderia causar um cataclismo. Ignorando as instruções de Wells, Barry rastreou Mark e levou-o a prisão do aceledor de partículas no Laboratórios S.T.A.R.. Wells disse que mesmo Barry tenha salvo milhares de vidas, o tempo encontraria um meio de se consertar. Barry tentou correr rápido como fez anteriormente, mas não conseguiu. No Central City Picture News, Linda disse a Barry que sabia sobre os sentimentos dele por Iris e ela terminou com ele, desejando-o boa sorte. Barry disse a Mason que sabia que ele suspeitava de Wells. Barry tentou conversar sobre seus sentimentos com Iris, o que, para sua surpresa, acabou descobrindo que ela não sentia o mesmo por ele. Barry e Cisco foram a um bar para beberem algo, e saiu para deixá-lo com uma garota.

Barry descobrindo que Mason Bridge desapareceu.

Após descobrir que Snart estava em um casino, Barry correu até lá e fez a irmã de Leonard, Lisa Snart, como refém. Snart alertou ao Flash para deixá-la ir, já que ele tinha Cisco como refém. Depois que saiu, Barry retornou ao departamento de polícia onde foi socado por Eddie, que descobriu que Barry havia tentado conquistar Iris mais cedo. No dia seguinte, Cisco apareceu no Laboratórios S.T.A.R. e disse que sentia-se culpado, pois ele revelou a identidade de Barry como Flash a Snart. Mesmo com o apoio de Barry, Cisco continuou a sentir-se culpado. Barry e Caitlin perceberam que o casino não era o alvo, mas um meio de transferir dinheiro. Barry perseguiu Leonard, Lisa e Mick, conseguindo capturar Leonard. Barry disse a ele que iria prendê-lo para sempre, mas Leonard disse que se ele fosse preso, não haveria como impedir uma gravação que ele havia feito ir ao ar, onde ele revelaria a identidade do Flash. Barry disse a Leonard que se ele é tão bom quanto diz, ele não precisaria matar alguém. Barry disse a ele que se ele ferisse alguém próximo dele, ele iria atrás dele, não importasse a quem Leonard havia contado sua identidade. No Jitters, Eddie se desculpou com Barry por bate-lo, pois havia descobrido através de Caitlin que Barry tinha "psicose do raio". Barry foi até Wells para questioná-lo sobre Stagg e seu desaparecimento, mas antes que pudesse perguntar algo, ele percebeu uma reportagem de que Mason havia desaparecido. Barry ligou para Joe e admitiu que havia algo errado com Wells.[39]

Barry e Joe investigando Wells.

Barry e Joe conversaram sobre Wells, e Barry revelou que acreditava que ele podia ser o Flash Reverso. Joe disse a Barry que a amostra de sangue encontrado na casa não era compatível com o dele. Barry teve que finalizar sua conversa com Joe devido a um ataque terrorista causado por Axel Walker, que se auto-apelidou de Trapaceiro. Eles descobriram que Axel é uma cópia de James Jesse, que havia matado 10 civis e 2 policias anos atrás e agora enfrentava pena perpétua em Iron Heights. Barry e Joe foram até a prisão onde James estava preso e começaram a questioná-lo, descobrindo que é possível que Axel havia encontrado seu antigo esconderijo. Enquanto saiam, Barry parou pela cela de seu pai e lhe disse que estava próximo de finalizar o caso sobre o assassinato de sua mãe. Iris chamou o Flash para pedir sua ajuda em sua investigação a respeito do desaparecimento de Mason Bridge. Axel revelou que plantou bombas em algum lugar de Central City. Quando Barry não encontrou a bomba, Wells lhe disse que aquilo era um truque, mas Barry não quis escutá-lo. Enquanto procurava pelas bombas, a teoria de Wells provou-se certa pois Axel havia ajudado James a fugir da prisão e sequestrou Henry, mantendo-o como refém.

Barry revelando sua identidade para Eddie.

Entristecido pelo sequestro de seu pai e sua possível morte, Barry foi confortado por Joe. Embora Barry não confiasse mais em Wells, Joe lhe disse que não importava o motivo dele ter o ajudado, mas o que importa é que ele ajudou. Após encontrarem os Trapaceiros, o Flash correu até lá. Contudo, Axel plantou uma bomba cinética em Barry. Caso o Flash não corresse or mais de 600 mph, a bomba iria ser detonada. Wells disse para Barry vibrar por uma parede, mas ele recusou-se a ouvi-lo. Wells disse a Barry para sentir o poder e a eletricidade, dizendo que ele agora é parte de uma força de aceleração. Barry correu através de um caminhão, conseguindo retirar a bomba e retornou a Prefeitura. Barry foi resgatar seu pai e impediu que facas caíssem sobre ele, descobrindo também que Henry sabia sobre a identidade de Barry como o Flash, confirmando a teoria que seu pai estava na cabeça para ele. No Laboratórios S.T.A.R., Henry agradeceu Wells por ter tomado conta dele, apesar de Barry não parecer muito feliz. Os dois se abraçaram e Henry foi levado de volta a Iron Heights. No departamento de polícia, Barry revelou a Eddie que era o Flash, e pediu para que ele convencesse Iris a parar de investigar o desaparecimento de Mason. Depois de analisar o discurso de Wells, Barry deduziu que ele era de fato o Flash Reverso.[40]

Ajudando o Átomo

Flash e Joe depois de prenderem alguns criminosos.

Em uma noite em Central City, o Flash ajudou Joe e Eddie durante uma perseguição. Ele entrou no carro onde os dois estavam e colocou outro ladrão que havia capturado anteriormente. Como o carro da polícia não tinha muito espaço, Barry colocou Joe no carro dos criminosos e colocou algemas nas pessoas que estavam no veículo. No outro lado da cidade, o Flash ajudou a impedir um assalto a uma joalheria. No dia seguinte, os três foram até a Universidade Hudson para investigar um caso, onde Lindsay Kang havia sido picada até a morte. Barry disse que iria pegar uma amostra de sangue e investigá-la em seu laboratório no departamento, dizendo que seria estranho ficar no Laboratórios S.T.A.R. por acreditar que Wells é o Flash Reverso. Joe tentou convencê-lo a fingir, mas Barry continuou insistindo que deveriam dizer algo para Caitlin e Cisco, o que Joe foi contra, teorizando que os dois pudessem estar ajudando Wells e não estarem no lado de Barry.

Time Flash conhecendo Ray Palmer.

Barry levou uma amostra de sangue ao Laboratórios S.T.A.R., onde descobriu que Kang havia sido morta por abelhas. Wells disse que o meta-humano com quem estavam lidando não só controlava os animais, mas também sua capacidade tóxica. Todos se depararam com a chegada surpresa de Felicity, dizendo algo que havia descoberto no canal History Channel. Quando Barry questionou-a o que fazia na cidade, ela levou todos para o lado de fora. Depois de alguns instantes, eles viram o namorado de Felicity, Ray Palmer, aterrizar com uma armadura em frente deles. Barry disse que ela deveria ter ligado antes, dizendo que aquela não era uma boa hora para uma visita. Ele e Felicity saíram para ir ao Jitters conversarem enquanto Cisco, Wells e Caitlin ajudavam Ray.

Barry conversando com Felicity no CC Jitters.

No Jitters, Felicity disse que havia saído de uma tensão para cair em outra, o que Barry reafirmou que aquela não era uma boa hora para uma visita. Ela questionou-o se o motivo dele estar aflito era porque havia revelado sua identidade para Ray, o que Felicity o segurou dizendo que ele era de confiança. Barry disse que não era sobre aquilo, mas antes que pudesse dizer algo eles são interrompidos pela chegada de Eddie, que disse que mentir sobre a identidade de Barry como Flash está causando uma intriga em seu relacionamento com Iris. Felicity ofereceu que saíssem para jantar igual antigamente, o que Eddie e Barry aceitaram.

O Flash vendo as abelhas assassinas.

Sua equipe nos Laboratórios S.T.A.R. avisou-o que a as abelhas assassinas estavam atacando novamente na Holston Tech. O Flash acabou encontrando um cadáver em um escritório. Quando perguntando onde as abelhas estavam, ele disse que não sabia. Alguns instantes depois, elas começaram a sair do corpo morto. Barry correu pelo edifício procurando por uma saída, mas acabou sendo cercado pelas abelhas. Ele conseguiu escapar, mas acabou sendo atingido por elas. Ele começou a ter um ataque cardíaco, ficando sem pulso durante o processo, mas foi reanimado por levar choques de dentro de seu traje. No Laboratórios S.T.A.R., Felicity brincou dizendo que Cisco queria "matá-lo", pois as plantas do prédio estavam desatualizadas, o que nunca havia ocorrido antes. Lembrando-se das palavras de Joe, da possibilidade de Cisco e/ou Caitlin estarem trabalhando com Wells, Barry perguntou-a sobre o que ela quis dizer com isto, mas ela o assegurou de que era apenas uma brincadeira. Depois de Caitlin lhe dizer que as toxinas saíram de seu corpo e que ele estava se recuperando, Barry se vestiu para seu jantar com Eddie, Iris, Felicity e Ray. Embora todos demonstrassem preocupação, ele assegurou a todos que estava bem, e com fome.

Barry e Felicity conversando sobre seus problemas.

O trio foi a um restaurante, onde se encontraram com Eddie e Iris. Enquanto caminhavam até sua mesa, Iris parou Barry e perguntou-o como havia conseguido reservas no estabelecimento, dizendo que estava tentando fazer isso a meses. Barry disse que não sabia, já que foi Ray o responsável por isto. Eles acabaram descobrindo que Palmer havia comprado o restaurante. Depois de ouvir o elogio de Ray a Wells, Barry ficou nervoso e se retirou da mesa. Ele foi seguido por Felicity, que questionou-o novamente sobre o que está acontecendo e porque ele está agindo de forma estranha. Barry então revelou que Wells é a pessoa que havia matado sua mãe, o que deixou Felicity confusa. Ela o perguntou se acreditava se Cisco e Caitlin estavam trabalhando com ele, o que Barry não soube responder. Eles foram interrompidos pela chegada de Ray, que avisou-os que a comida estava na mesa. Ao voltarem, eles encontraram Eddie e Iris discutindo. Instantes depois, ele recebeu uma emergência e voltou ao Laboratórios S.T.A.R.

Barry e Felicity conversando sobre Cisco e Caitlin.

Barry retornou ao Laboratórios S.T.A.R. e salvou Wells de ser picado por uma das abelhas assassinas, que estava escondida em seu traje. Ele ignorou o agradecimento de Harrison e seguiu Cisco e Caitlin, descobrindo que a abelha era cibernética. Eles descobriram que as duas vítimas das abelhas assassinas trabalhavam no Laboratórios Mercury. Algum tempo depois, Barry, Joe e Wells foram até o prédio Mercury para conversarem com Tina McGee, que lhes disseram para procurar por Brie Larvan. Eles ofereceram proteção, mas Tina recusou-se. Barry foi ao Jitters e atualizou Felicity sobre o caso, descobrindo que ela havia o chamado lá para convencê-lo de que Caitlin e Cisco não estão trabalhando com Wells, dizendo que não sabia o que fazer. Felicity descreveu seu auxílio a Oliver antes de descobrir que ele era o Arqueiro, falando que ela o ajudava apesar das mentiras que lhe contava, dizendo que os dois não são diferentes.

Barry e Iris conversando sobre Eddie.

Ele voltou para a casa de Joe e se surpreendeu ao encontrar Iris lá, já que ela havia se mudado junto de Eddie. Ela o perguntou se Eddie estava a traindo, pois sabia que ele escondia um segredo, que era a identidade de Barry como Flash. Barry negou, dizendo que ele "não é esse tipo de cara". Ele sentou-se ao lado de Iris e a relembrou de quando Joe voltava do trabalho com uma "expressão fria" quando criança, dizendo que trabalhar na polícia e estar na cena de um crime "pode ser um trabalho muito desagradável", falando que Eddie pode estar escondendo um segredo para o bem dela. Depois de Iris dizer que estava surpresa por Barry estar defendendo-o, ele diz que é porque ele lhe faz feliz.

Flash depois de algemar Brie Larvan.

No Laboratórios S.T.A.R., Barry descobriu que Brie havia enviado suas abelhas para atacar Tina no prédio do Laboratório Mercury. Com o desfibrador do traje do Flash estava queimado, Barry não seria capaz de ir até Tina para protegê-la. Com isso, Ray vestiu seu exoesqueleto e foi até Tina, enquanto o Flash iria atrás de Brie. O Flash encontrou Brie e pediu para que ela parasse o que estava fazendo, dizendo que também entendia a dor de uma traição. Porém, ela não o ouviu e enviou diversas abelhas para atacá-lo. Quando estava prestes a ser atacado novamente, Felicity conseguiu invadir a frequência dos robôs e começou a controlá-las. Felicity e Brie entraram em uma disputa pelo controle das abelhas, mas Smoak acabou saindo por melhor e conseguiu desativá-las. Flash usou sua velocidade e algemou Brie em sua cadeira, pedindo para que chamasse a polícia.

Barry conversando com Tina sobre Wells.

Barry recebeu um alerta de Ray, dizendo que Cisco havia sido picado por uma das abelhas robóticas de Brie. Ele correu até lá e esfregou suas mãos em uma nas outras, simulando um desfibrador, e colocou-as no peito de Cisco, que despertou devido ao choque em seu corpo. Em seu laboratório no departamento de polícia, Barry foi visitado por Tina, que se desculpou por ter recusado a ajuda quanto a Brie. Barry disse que como eles perderam o protótipo de táquions de Tina, ele entendia o motivo de não confiar neles. Antes dela partir, Barry questionou-a sobre Wells, dizendo que havia sentido uma "tensão" entre eles, e pediu para que ela pudesse explicar o que havia acontecido. Ela explicou que eles eram inseparáveis, mas que ele mudou depois que Tess morreu, dizendo que Wells havia se tornado uma "pessoa completamente diferente". Enquanto ela saia, Joe entrou e perguntou-o sobre Cisco, o que Barry disse que ele está bem.

Barry conversando com Cisco e Caitlin sobre Wells, e também mostrando algumas informações que reuniu sobre "Harrison Wells".

No Jitters, Barry se encontrou com Felicity e Ray antes que eles voltassem para Starling City. Ele agradeceu Palmer por ter ajudado-o em sua missão e disse que esperava que ele resolvesse o problema de seu traje, o que ele já havia resolvido. Felicity o perguntou se estava bem, no que Barry disse que iria ficar e agradeceu por seu conselho. À noite, Barry ligou para Caitlin e Cisco e pediu para que encontrassem-o em seu laboratório no departamento de polícia. Depois de mostrar algumas investigações sobre o assassinato de sua mãe e o Flash Reverso, ele mostrou sua investigação a respeito de Wells, revelando que ele e o Flash Reverso são a mesma pessoa. Depois que Caitlin disse que não acreditou, Barry e Joe tentaram convencê-la do contrário. Quando ela pediu ajuda de Cisco, ele revelou que estava tendo "sonhos" de Wells matando-o.[41]

Descobrindo a verdade
"A Doutora McGee disse que, depois do acidente, o Wells parecia uma pessoa totalmente diferente. Isso porque ele é outra pessoa."
—Barry Allen[fonte]

Barry correu até Coast City e retornou a Central City com pizzas. Na casa de Joe, o grupo se reuniu para discutirem sobre "Wells", informando que Joe e Cisco iriam para Starling City investigar o acidente de carro que havia matado Tess 15 anos atrás. Quando Caitlin questionou o motivo, Barry a disse que Tina havia lhe dito que, depois do acidente, Wells havia "se tornado uma pessoa diferente", coisa que Caitlin disse que "um luto pode mudar uma pessoa". Barry e Eddie investigaram um crime sobre o roubo de joias, que havia sido roubado por uma mulher que, segundo ela, não era ela quem havia cometido o crime.

Flash procurando por um meta-humano.

Barry foi ao Laboratórios S.T.A.R., onde tentou convencer Caitlin de que Wells era o Flash Reverso, o que não estava adiantado, pois ela ainda acreditava que o homem era uma boa pessoa e que havia salvo a vida de Barry milhares de vezes. A conversa foi interrompida pela chegada de "Wells", fazendo com que Barry mudasse de assunto e falasse que havia encontrado outro meta-humano. Quando ele perguntou de Cisco, Caitlin mentiu dizendo que ele havia saído para ajudar o irmão. Barry recebeu uma ligação de Eddie, reportando que um homem estava tentando vender as joias roubadas na noite anterior, e pediu a ajuda do Flash. Porém, Barry acabou perdendo-o de vista pois o meta-humano era um transmorfo.

Barry voltou ao Laboratórios S.T.A.R. e reportou o que havia visto a Caitlin e Wells, ambos estando surpreso pelo novo inimigo. Eles disseram que se o meta-humano tocasse em Barry, ele poderia roubar sua identidade e expô-lo como o Flash, mas não sabiam se ele também conseguiria usar as habilidades velocistas dele, sendo recomendado a não tocá-lo e não deixá-lo tocar nele. Wells sugeriu que procurassem pela primeira pessoa em que o meta-humano se transformou depois de adquirir seus poderes, e Barry disse para procurarem por crimes onde as pessoas não o cometeram apesar de serem vistos fazendo-o. "Wells" encontrou um incidente a respeito de Jacob Fisher, que havia sido armado por Hannibal Bates. Barry agradeceu e saiu para investigar mais.

Barry, percebendo que Caitlin ainda estava esperançosa quanto a Wells, seguiu-a. Ele a encontrou na casa de Harrison e tocou a campainha. Antes que o homem pudesse atendê-la, Barry usou sua velocidade para tirá-la de lá e levou-a para uma estrada. Ao estarem seguros, Caitlin o confrontou e disse que queria ver se conseguia algumas respostas. Caitlin prosseguiu dizendo que os 9 meses em que Barry estava em coma foram um inferno, mas foi Wells que a manteve inteira, falando que se tudo que Barry estivesse falando for correto, o tempo em que ela trabalhou no Laboratórios S.T.A.R. teria sido uma mentira. Ele a pediu para que deixasse em segredo, até que Joe e Cisco voltassem de Starling City, o que Caitlin concordou.

Eddie e Barry foram até a casa da Sra. Bates, onde estavam procurando por Hannibal. Depois de algum tempo, eles perceberam que a idosa havia fugido e começaram a procurar por ela e chegaram na conclusão de que Hannibal estava se passando por sua avó. Barry ligou para Caitlin e Wells, perguntando-os o que deveria fazer para que sua identidade não fosse exposta, e então foi forçado a "correr como uma pessoa normal". Barry começou a persegui-lo, mas acabou perdendo-o de vista. Ao ouvir tiros, ele usou sua velocidade para chegar ao local dos disparos rapidamente, encontrando dois policiais feridos. No dia seguinte, Barry e Singh descobriram, através de uma câmera, que "Eddie", no caso, Hannibal, havia disparado nos dois policiais e o verdadeiro Eddie foi aprisionado em Iron Heights. Imediatamente após isso, Iris visitou-o no departamento, desejando ver Eddie na prisão. Barry disse que ela não conseguiria vê-lo, e a acalmou dizendo que iria provar o contrário. Enquanto Eddie era interrogado pela promotora Cecile Horton, Barry interrompeu a interrogação para mostrar o resultado de um teste que Eddie havia feito, dizendo que as mãos dele não continham nenhum traço da arma que ele supostamente havia segurado, porém ela não se convenceu. Barry levou-o para fora, mas foi convencido por Eddie a levá-lo de volta.

Barry desmaiado.

Barry voltou para casa e conversou com Iris no telefone quando a campainha tocou. Ao abrir a porta, ele se deparou com "Eddie". Ele entrou para dentro da casa, dizendo que havia conseguido sair graças ao capitão. Porém, aquele não era o verdadeiro Eddie, e sim Hannibal. Barry acabou sendo nocauteado e colocado dentro de um armário. Depois de algum tempo, Barry foi encontrado por Caitlin. Ele foi até o Laboratórios S.T.A.R., descobrindo que poderia tocá-lo já que Hannibal não consegue absorver memórias ou os poderes dele. Caitlin entregou a Barry uma dose que iria fazer as células do homem parar de se replicar, e assim iria proibi-lo de assumir outra forma. Quando Barry foi tentar abraçá-la, ela recuou. Confuso, Barry disse que não havia problema. Ele então vestiu seu traje e foi até o aeroporto, onde Bates foi localizado.

No aeroporto, Barry perguntou a Caitlin e Wells como iria identificá-lo, já que Bates era capaz de se transformar em qualquer pessoa. Enquanto uma idosa passava por um raio-x, Barry percebeu que uma tela da máquina falhou, chegando a conclusão de que aquele era o meta-humano. Sua teoria provou-se certa quando Hannibal tentou fugir, mas o Flash foi capaz de encontrá-lo. Durante o confronto, Hannibal se transformou em Caitlin, Iris e Eddie respectivamente. Ele então se transformou no próprio Barry utilizando o traje do Flash. Contudo, o Flash verdadeiro usou sua velocidade e foi capaz de injetar o produto de Caitlin em Hannibal. Na forma de Iris, Bates desmaiou em frente de Barry.

Time Flash vendo o corpo do verdadeiro Harrison Wells.

No departamento de polícia, Barry mostrou uma gravação de seu confronto com Hannibal a Cecile, que se surpreendeu ao ver o homem se transformar em múltiplas pessoas. Barry entregou uma lista dos crimes que Bates cometeu e pessoas inocentes foram presas, dizendo que elas teriam de ser inocentadas e soltas. Cecile contou uma história sobre um rápido encontro com o Flash, dizendo que, apesar de curta, foi "muito legal". Na prisão do acelerador de partículas, Barry, Wells e Caitlin viram Hannibal se transformar diante deles enquanto implorava para ser libertado. Quando Wells questionou-o quem era, o homem disse que não se lembrava. No laboratório de Barry no departamento de polícia, ele mostrou uma coisa que Cisco e Joe encontraram em Starling City: o corpo do verdadeiro Harrison Wells, provando que o Wells com quem trabalham é outra pessoa.

Barry, Cisco e Caitlin lendo sobre o desaparecimento do Flash.

Barry, Caitlin e Cisco voltaram ao Laboratórios S.T.A.R. para estudar um modelo 3D, criado por Ramon, do edifício. Enquanto procuravam por algo, os três descobriram que algo não devia estar na estrutura do local. Enquanto investigavam, eles encontraram alguns resíduos de táquions, resultados de viagem no tempo. Barry pressionou sua mão em uma parede e uma porta se abriu. Os três entraram em uma sala secreta e encontraram o traje do Flash Reverso a amostra. Barry encontrou uma matéria de um jornal, que dizia que o Flash havia desaparecido em uma crise.[42]

Barry, Cisco e Caitlin conversando com Gideon.

Barry leu uma parte da matéria para Caitlin e Cisco, descobrindo que ela havia sido escrita em 25 de Abril de 2024 e por Iris, que se chamava Iris West-Allen. Uma voz ecoou pela sala, o que assustou o trio. Quando Barry questionou se havia alguém lá, uma cabeça flutuante apareceu em sua frente, se apresentando como Gideon, uma inteligência artificial. Ela descreveu um pouco sobre a vida futura de Barry, dizendo que ele era o diretor da sessão forense do DPCC e o fundador de uma Liga, mas ela acabou sendo cortada pelo próprio Barry, questionando-a se ela conhecia "Wells". Gideon afirmou que sim, mas não compreendeu com a pergunta de "quem é ele de verdade". Ele descobriu que "Wells" havia vindo do futuro para matá-lo. Eles logo receberam uma notificação de que "Wells" havia entrado no prédio. Barry questionou-a do motivo de ele ter matado sua mãe, com a IA dizendo que "Wells" havia ficado "irritado". Embora houvesse mais perguntas, Barry usou sua velocidade para carregar Cisco e Caitlin e saírem da sala secreta.

O Flash movendo seus braços.

No departamento de polícia, Eddie pediu a Barry para que ele perguntasse a Joe o motivo dele não dar sua bênção para ele pedir Iris em casamento. O time ajudou Cisco a ver seu "sonho" de forma melhor ao construir óculos que permitiram-o vê-lo mais propriamente. Enquanto Cisco estava em seu "sonho", o time descobriu a verdadeira identidade de Harrison Wells, que era chamado de Eobard. Alguns instantes depois, Eobard chamou-os dizendo que havia um incêndio em andamento. O Flash chegou até lá mas não sabia o que fazer, e então Eobard lhe disse para mover seus braços em alta velocidade.

Depois de sua missão, Barry voltou ao Laboratórios S.T.A.R., onde foi parado por "Wells". Ele disse que havia notado hesitação em Barry e o questionou do motivo, com ele dizendo que "estava com medo de não conseguir salvar todo mundo". "Wells" disse que a única pessoa que iria atrapalhar Barry de evoluir seria ele mesmo, e que ele precisava de mais confiança em si mesmo. Barry agradeceu e voltou para a casa de Joe, dizendo para seu pai adotivo que é estranho olhar para ele, mas que "chega a gostar dele" quando ele é gentil. Barry disse que eles deveriam recriar o "sonho" de Cisco, onde ele havia admitido que havia matado a mãe dele.

No Laboratórios S.T.A.R., onde eles haviam apreendido o Flash Reverso, o time encontrou o holograma do homem de amarelo, dizendo que se eles vissem Eobard e o velocista na mesma sala, eles não iriam suspeitar de que "Wells" era o próprio vilão. Cisco disse que havia revertido o campo de força, e agora nenhum velocista poderia entrar. Ele entrou para dentro e pediu para que Barry tentasse entrar, o que não deu certo e Barry foi arremessado para longe, dizendo que funcionava. Barry perguntou a Joe do motivo de não deixar Eddie a pedir em casamento, descobrindo que ele não queria que sua filha se casasse com o cara errado e que continuasse casada com ele devido a uma promessa, e que ela ama a Barry.

Barry recebeu uma mensagem de emergência de Iris e encontrou-a em seu laboratório no departamento de polícia. Iris lhe disse que tudo que acontecia de estranho na cidade era devido a explosão do acelerador de partículas, teorizando que o Flash havia ganhado seus poderes dessa explosão. Tentando deixá-la longe da verdade, Barry tentou dizer que havia um furo na teoria dela, já que ele foi atingido e "não" ganhou poderes.

Barry discutindo com Eobard.

À noite, o plano do time teve início. Barry e Joe se esconderam enquanto "Wells" confrontava Cisco. Ramon entrou para dentro do campo de força, mas "Wells" conseguiu também. Joe disparou nele e Barry conseguiu pegar quase todas as balas, mas uma conseguiu atingir "Wells". Porém, enquanto observavam o cadáver de "Wells" no chão, eles descobriram que aquele era Hannibal Bates se passando por Eobard. Eles ouviram a voz de Eobard através de um auto-falante, dizendo que ele está "sempre um passo a frente". Barry e o time conversaram com Eobard, que disse a eles que as vidas deles estavam melhores pelo que ele havia feito. Joe tentou obrigá-lo a dizer sua verdadeira identidade, mas Eobard negou-se. Barry tentou convencê-lo a dizer a verdade para a polícia para que seu pai fosse solto, mas Eobard disse que ele não queria matá-lo e que precisava dele, embora admitisse que havia gostado de trabalhar com o time ao longo dos anos. Barry pediu para confrontá-lo, mas Eobard disse que fariam isso em breve.

O Flash conversando com Iris.

Cisco alertou-o de que Eobard estava no Cofre do Tempo e Barry correu até lá, mas não encontrou nada além de sua cadeira de rodas abandonada e o manequim, onde estava o traje do Flash Reverso, vazio. Ele então percebeu que Eobard havia colocado câmeras em todos os lugares, desde o CCPN até o departamento de polícia e no laboratório de Barry, e ele disse que embora acreditassem que eles havia feito uma armadilha para Eobard, foi ele quem havia criado uma armadilha para eles. Barry voltou para o Córtex e revelou sobre as câmeras, e pediu para que Cisco ligasse para ele quando ele encontrasse Iris. Algum tempo depois, o Flash encontrou Eddie e Iris sendo atacados pelo Flash Reverso. No momento que chegou lá, Eobard havia capturado o detetive. Quando o Flash saiu para perseguir seu adversário, ele havia dado um choque elétrico nas mãos de Iris.[33]

Grodd

Barry vendo Iris no Laboratórios S.T.A.R..

Depois do sequestro de Eddie, Barry procurou por ele em toda Central City, mas não foi capaz de encontrá-lo. Quando o Capitão Singh questionou onde Eddie estava, Barry e Joe mentiram dizendo que ele precisava de um tempo de folga para resolver uma questão familiar. Quando um carro de ouro estava sendo atacado por Eiling, o Flash foi até lá, mas acabou sendo controlado pelo seu adversário também. No Laboratórios S.T.A.R., Barry explicou o que aconteceu quando ele e seu time foram pegos de surpresa pela chegada de Iris, que havia descoberto a identidade de Barry na noite anterior. Barry explicou para ela que tentou dizer a ela sobre sua identidade múltiplas vezes, mas acabou não revelando pois Joe estava certo de que saber disto iria botá-la em perigo.

Grodd parando o ataque de Barry.

Mais tarde, Barry e o departamento de polícia fizeram uma armadilha para capturar Eiling. Eles conseguiram capturá-lo e prenderam-o em uma prisão meta-humano, descobrindo que ele estava sendo controlado por Grodd. Com a ajuda de Iris, eles descobriram que alguns trabalhadores que estavam nos esgotos haviam desaparecido, e Barry, Joe e Cisco desceram para procurar pelo gorila. Barry foi controlado e nocauteado enquanto Joe foi sequestrado. Cisco construiu algo para que Barry usasse e prevenisse de que ele fosse controlado por Grodd. Quando Iris gritou com ele dizendo que ele estava mentindo sobre sua identidade, Barry disse que também estava mentindo quanto aos seus sentimentos. Barry cortou a conversa e foi até os esgotos para se encontrar com Grodd. Barry tentou usar o soco super-sônico nele, mas falhou.

Grodd segurando o Flash.

Grodd arremessou o Flash em um trilho, onde a tecnologia que Barry usava para proibir que o gorila lesse sua mente quebrou-se. Grodd entrou na mente de Barry mais uma vez. Quando o trem estava se aproximando, Iris disse a Barry que ele conseguiria derrotar Grodd e salvar Joe. Inspirado pelas palavras de Iris, o Flash conseguiu se libertar do ataque de seu adversário e conseguiu sair da direção do trem a tempo. Ele então desafiou Grodd a atacá-lo e quando o gorila o fez, Barry usou sua velocidade para desviar e fazê-lo ser atingido por outro trem. Barry salvou Joe e libertou Eiling da prisão meta-humana. Barry conversou com Iris dizendo que foi ela quem o conseguiu ajudá-lo. Iris disse que ela tinha sentimentos por ele, mas Eddie é seu namorado e está desaparecido. Barry prometeu que faria de tudo para encontrá-lo.[43]

Pós-Crise

Nova história

Sendo um dos sobreviventes do multiverso pré-Crise, Barry assumiu o lugar de sua sósia na Terra-Prime depois que o multiverso foi restaurado[44] (apesar do traje de sua sósia ser mantido em amostra no Laboratórios S.T.A.R.)[45] como resultado, os moradores da Terra-Prime lembram de eventos que o Flash participou que o próprio Barry não se lembra.

  • Barry aprendeu a arremessar raios um ano antes do que originalmente, possivelmente sendo ensinado por Eobard Thawne ao invés de Hunter Zolomon. Barry usou esta técnica ao enfrentar Hartley Sawyer e Roderick Smith.[46]
  • Vendo que Hartley ainda era um vilão e que ele não se reformou, e a batalha na ponte ainda aconteceu, os eventos de Barry viajando a 2016 e mudando a linha do tempo aconteceu diferente ou nunca ocorreu.[46]

Possíveis futuros

Vários eventos

Dr. Wells explains the fragility of time to Barry.png

"Barry, tempo é algo extremamente frágil. Qualquer desvio, mesmo que pequeno, pode virar um cataclismo."
Eobard Thawne[fonte]


Devido à natureza da viagem no tempo, eventos contidos neste página ou secção estão sujeitos a alterações.


  • No futuro, Barry terá um museu construído em sua homenagem.[14]
  • Em outro tempo não específico, presumivelmente apagado, o Flash se unirá com o Átomo, Capitão Frio ou Leo Snart e Canário Branco para enfrentar uma criatura metálica.[14]
  • Por motivos desconhecidos, Barry criou Gideon, uma inteligência artificial, e se tornou um membro fundador de um grupo desconhecido.[33]
  • Eventualmente, Barry se tornará o diretor da divisão CSI do Departamento de Polícia de Central City.[33]
  • De acordo com Abra Kadabra, o Barry do futuro já enfrentou-o e ambos já se encontraram diversas vezes, o que deixou Kadabra com um pouco de ódio contra ele.[47]
  • De acordo com Eobard, a velocidade de Barry no futuro é ilimitada.[33] Eobard também dá a entender que o Flash é um herói veterano e com muita experiência.[48]

Futuros apagados

Conflito com Savitar

Em um futuro apagado, onde Savitar assassinou Iris West em 2017, Barry, em algum momento após isto, criou múltiplos resquícios do tempo para impedi-lo, apesar do deus velocista matar a todos com exceção de um, que futuramente se tornaria o próprio Savitar. Após aprisioná-lo na Força de Aceleração, Barry, como resultado de inúmeras perdas e da morte de Iris, começou a sofrer de depressão severa e desfez o Time Flash, optando por viver em um Laboratórios S.T.A.R. abandonado sozinho. Consequentemente, Joe e Barry se afastaram.

Quando uma versão de Barry de 2017 viajou a 2024, o Barry mais velho informou sua versão mais nova de que não havia esperança de salvar Iris, embora Barry de 2017 discordasse e o perguntou sobre a identidade de Savitar. Após hesitar inicialmente, Barry disse que não sabe a resposta, indicando que Savitar nunca revelou sua identidade nesta linha do tempo (ou pode ter feito e Barry ter simplesmente mentindo para sua versão mais jovem para protegê-lo da verdade). Em seguida, Barry foi confrontado por sua versão mais jovem no Cofre do Tempo por ter traído a confiança de Iris e abandonado Joe. Barry justificou suas ações ao recontar os eventos da noite em que Iris morreu, explicando que sua esperança havia desaparecido depois de Savitar esfaqueá-la. Determinado a consertar o futuro, a versão mais jovem de Barry reuniu o Time Flash e tentou deter o Mestre dos Espelhos e Peão, apesar de ter sido rapidamente afetado pelos poderes de vertigem de Rosa. Barry de 2024 decidiu ajudar sua versão mais jovem e vestiu o traje do Flash pela primeira vez em anos.[49]

Devido ao sacrifício de H.R. Wells para salvar Iris em 2017, assim apagando Savitar da linha do tempo, este futuro foi apagado.[8]

Crise de 2024

Este evento estava previsto para ocorrer em algum momento em 2019 devido a uma alteração no passado e futuro quando a adaga de Cicada foi destruída, mudança feita devido a Nora West-Allen e a manipulação de Eobard Thawne.[50] Contudo, os eventos listados abaixo são partes do evento da linha do tempo original, onde a Crise aconteceria em 2024.

O evento

À meia-noite de 25 de Abril de 2024, o Flash enfrentou o Flash Reverso com o auxílio do Arqueiro Verde, Átomo e Mulher-Gavião nas ruas de Central City, causando a maior destruição que a cidade já viu. A luta também fez com que o céu se tornasse em uma cor vermelha. O Flash e Flash Reverso se enfrentaram ao redor de dois caminhões, e os raios emitidos do corpo dos velocistas fizeram com que um dos caminhões vazasse seu conteúdo. Cercado por fumaça, ambos velocistas conversaram por um tempo e depois começaram a correr, deixando o Arqueiro Verde, Átomo e Mulher-Gavião para trás. Os dois continuaram sua luta entre uma avenida, e desapareceram sem deixar nenhum rastro.[33]

O Flash do futuro impedindo que sua versão mais jovem prevenisse a morte de sua mãe.

Sem o conhecimento de todos, os dois velocistas viajaram a 18 de Março[1] no ano de 2000, com o Flash chegando momentos depois após Flash Reverso[40] e seguiu seu arqui-inimigo até a casa Allen, onde os dois se enfrentaram ao redor de Nora.[12] Durante a luta, o Flash viu sua versão passada de 2015 durante sua primeira viagem no tempo, e fez um sinal para ele não interferir, possivelmente devido ao Ponto de Ignição.[14] O Flash continuou a lutar com seu inimigo, mas avistou sua versão de 11 anos e o tirou da casa e levou-o para 20 quarteirões de distância, desaparecendo logo em seguida.[40] 25 anos depois da crise, Barry continua desaparecido.[24]

O Destino do Flash

Embora sabemos que Eobard Thawne não foi capaz de retornar ao seu período do tempo depois de matar Nora Allen, e assim passar os próximos 15 anos de sua vida no século 21, o destino do Flash do futuro que o seguiu de 2024, depois que salvou sua versão de 11 anos, é incerta.

  • Uma das possibilidades é que, depois de salvar sua versão de 11 anos, o Flash do futuro voltou a 2024 onde impediu a onda de antimatéria, mas acabou morrendo durante o processo. Isto foi visto em uma visão de Barry em "O Clarão de um Relâmpago" e ao que aconteceu ao Flash da Terra-90 em "Crise nas Infinitas Terras: Parte Três" e na história original de Crise nas Infinitas Terras.
    • Esta possibilidade é apoiada ao fato de que, desde que a data da Crise foi movida a 2019, Barry não foi mais capaz de viajar para o futuro devido a onda de antimatéria,[51] enquanto ele e outros velocistas eram capazes de viajar a 2024 e além quando a Crise ainda ocorreria neste ano. Se o Flash se sacrificou na Crise em 2024 para parar a onda de antimatéria, todas as Terras, ou ao menos a Terra-1, não teria sido destruída e por isto a viagem para além da Crise era possível.
  • Outra possibilidade é que depois de Barry salvar sua versão mais jovem, o plano de Eobard em matar Nora Allen para prevenir que ele se tornasse o Flash tivesse funcionado e ele foi apagado da existência.
    • Isto é apoiado pelo fato de que Eobard perdeu um pouco de sua conexão com a Força de Aceleração para viajar a seu futuro, então teve que recriar o Flash que não iria existir nessa linha do tempo em que ficou preso.[14]
  • É importante notar que na linha do tempo onde Iris West foi morta por Savitar e seu artigo foi escrito por Julie Greer, Barry estava vivo e foi capaz de enviar uma mensagem a Rip Hunter alertando-o sobre o Ponto de Ignição, enviando sua mensagem de 2056 quando estava com 66-67 anos de idade. É possível que ele não foi morto ou apagado da existência, mas sim perdeu seus poderes (devido as ações de Eobard no passado), ficando preso em algum lugar no passado e incapaz de usar a Força de Aceleração para voltar a 2024.[52][53]

Contactando Rip Hunter em 2056

"Desculpa por entrar em contato assim, Capitão Hunter. Mas, eu não posso mais arriscar por mais vidas em perigo. E você também não. Por isso, vai manter o que eu vou te dizer em segredo, até mesmo do resto da sua equipe. Tem uma guerra a caminho, Capitão Hunter. E, em algum momento, você vai ser chamado de volta a Central City pra lutar. Então, tem que saber que enquanto você e sua equipe estão na zona temporal, eu tomei uma decisão que afetou a linha do tempo. Como sabe, quando você altera o passado, essas mudanças afetam o presente e são intensificadas no futuro. Quando voltar, vai estar em uma nova linha do tempo que eu criei, e que o passado e o futuro de todo mundo foi afetado... inclusive o seu. Quando você voltar, não confie em nada e ninguém, nem mesmo em mim."
—Mensagem de Barry do futuro para Rip Hunter

Em algum momento em 2056, um Barry de 67 anos de idade contatou Rip Hunter, antigo Mestre do Tempo e o líder das Lendas. Ele se desculpou por contatá-lo daquela forma, mas disse que não podia colocar mais vidas inocentes em perigo. O que ele iria contar a Rip seria melhor se menos pessoas soubesse disto, e então Barry pediu a ele para manter a mensagem em segredo, até mesmo das Lendas.[52]

Barry disse a Rip que, no futuro, ele iria ser chamado para lutar uma guerra em Central City. Ele também alertou que enquanto ele e as Lendas estavam na zona temporal, ele tomou uma decisão que afetou o presente, e por isto quando Rip voltasse a Central City, ele encontraria algumas coisas diferentes. Barry também pediu para que ele não confiasse em ninguém.[53] Com a possibilidade de Rip se encontrar com Savitar e confundi-lo com si,[2] Barry também pediu para que Rip não confiasse nele também.[53]

Rip manteve a mensagem em segredo e guardou-a em uma sala secreta na Waverider. Contudo, ela foi acidentalmente encontrada por Jefferson Jackson e Martin Stein,[52] e eles mostraram a mensagem para a versão mais nova de Barry em 2016 e também para Oliver Queen durante a invasão Dominadora.[53]

Já que Savitar foi apagado da existência, esta mensagem, junto com o Barry que a enviou, também foram apagados.[8]

Legado

Pré-Crise

Em um futuro possível de onde Eobard é originário, o Flash é um dos diversos heróis relembrados na tão chamada "Era dos Heróis".[54]

Em algum momento antes de 2032, o Museu do Flash foi construído para honrar Barry e o Time Flash por seus atos heroicos. O museu incluía uma exibição de antigos inimigos do Flash (como Flash Reverso, Zoom, Savitar o Pensador e Cicada). Após o desaparecimento de Barry em uma crise, em um futuro agora apagado, Nora, filha de Barry, foi ao Museu para descobrir mais sobre seu pai que nunca conheceu.

Personalidade

Barry em sua roupa civil.

"Eu não escolho ser o Flash em vez de ficar com a minha família. Eu sou o Flash pela minha família. E eu não tenho que ir até o futuro pra entender porque eu me sacrifiquei. Eu faço isso pra te salvar, e a sua mãe, todas as pessoas que eu amo."
—Barry para sua filha, Nora West-Allen[fonte]

Barry é descrito como alguém que complementa o nível de intelecto de Felicity Smoak, tanto quando se trata de ciência forense, como ela afirma que não é seu ponto forte, e ciência em geral. Ele também é alguém que costuma se atrasar, pois perdeu um trem e um táxi para chegar ao armazém da Consolidações Queen e perdeu o último trem de volta para Central City. Ele também é considerado um geek de quadrinhos.

Assim como Oliver Queen, Barry tem um forte senso de justiça; isto é devido ao fato de ele sabia que seu pai, Henry Allen, era inocente apesar de ser acusado culpado de um crime que não cometeu e, por isso, entrou para o departamento de forense para aprender como investigar crimes e estudar casos com elementos inexplicados e provar a inocência de seu pai para libertá-lo. Assim como Felicity, Barry é altamente inteligente e é socialmente desajeitado, pois às vezes fica nervoso e gagueja.

Barry tem bons costumes; por exemplo, ele não gosta de mentir sobre quem ele realmente é, como quando conheceu Oliver Queen, Felicity e Quentin Lance, já que ele disse que era um cientista forense, isso só porque ele sabia que eles não o aceitariam muito seriamente se eles soubessem que ele era apenas um cientista forense assistente (na época) quando Oliver o confrontou, depois que ele descobriu quem Barry realmente é, ele não tentou negar, mas explicou o motivo pelo qual o fez.

Barry também possuí bastante respeito ao vigilante Arqueiro. Quando ele descobriu que Oliver/Arqueiro são a mesma pessoa, ele se surpreendeu. Ele também salvou a vida do vigilante após ele ser ferido por Cyrus Gold e, consequentemente, envenenado, apesar do fato de que ele mal conhecia o homem naquela época. Apesar do respeito de Barry por Oliver, ele não tem medo de confrontá-lo, quando ele disse a ele que ele estava sendo um idiota com Felicity, apesar de dizer isto em uma maneira mais respeitável.

Além disso, como dito várias vezes por Joe West e visto muitas vezes ao longo de sua vida, uma vez que Barry se decida sobre algo, toma uma decisão ou se propõe a algo, é impossível para alguém dissuadi-lo, incluindo Joe, Iris West e até mesmo seu pai, Henry.

Barry como o Flash.

"Quando eu corro, o que quer que eu esteja sentido por dentro, luto, culpa, eu esqueço tudo e me concentro na direção que estou indo: pra Iris, pros meus amigos, pra toda alegria da minha vida. Quando eu estou feliz, eu corro mais rápido. Que nem quando você vibrou antes. Você estava se divertindo."
—Barry Allen para Oliver Queen[fonte]


Quando Barry descobriu seus mais novos poderes, ele queria ajudar indivíduos, como na primeira vez que tentou impedir Clyde Mardon, mas alguém acabou sendo morto devido a suas ações e Barry perdeu sua confiança. Contudo, depois de receber conselho de Oliver Queen, ele recuperou sua confiança e começou a aprimorar suas habilidades. Com o passar do tempo, Barry se tornou mais confiante.

O senso de justiça de Barry ficou mais forte a ponto de usar seus superpoderes recém-descobertos não apenas para ajudar indivíduos, mas também para lutar contra outros meta-humanos que usariam seus superpoderes recém-descobertos para intenções malignas, incluindo o meta-humano que assassinou sua mãe, Nora Allen.

Barry é muito teimoso e (aparentemente) não é provável que aprenda com seus erros até experimentá-los em primeira mão, como visto durante seu treinamento com Oliver, isso levou Oliver a mostrar a Barry uma consequência potencial de não inspecionar seus arredores antes de atacar um inimigo atirando nele com duas bestas de controle remoto. No entanto, apesar de sua teimosia, Barry ainda está disposto a aprender com seus erros, mesmo que não os experimente em primeira mão.

O senso de justiça de Barry ficou mais forte a ponto de usar seus superpoderes recém-descobertos não apenas para ajudar indivíduos, mas também para lutar contra outros meta-humanos que usariam seus superpoderes recém-descobertos para intenções malignas, incluindo o meta-humano que assassinou sua mãe, Nora Allen.

Apesar da aversão de Barry ao crime e aos meta-humanos que usam seus superpoderes para intenções malignas, matar e torturar seus inimigos é uma linha que ele nunca cruzaria, já que ele criticou Oliver por torturar Klaus Markos para obter a localização de Digger Harkness. Barry chegou a afirmar que não usa suas experiências ruins como desculpa para torturar indivíduos em geral que o deixam com raiva.

Barry é altruísta e honrado; por exemplo, quando soube que seu bom amigo Eddie Thawne ia pedir a Iris em casamento, Barry não tentou impedir esse noivado, apesar de ter descoberto recentemente eventos futuros de que Iris se tornará sua esposa, em vez de Eddie. Além disso, ele afastou Patty Spivot em parte porque não queria que ela sacrificasse seu sonho de ser cientista forense por ele.

No entanto, depois que Eddie se sacrificou para que seu descendente nunca tivesse nascido e Ronnie Raymond fez o mesmo para que Central City pudesse ser salva, a personalidade de Barry se tornou um pouco mais sombria; conforme ele se tornava mais recluso, distante e frio com seus amigos, quando ele separou o Time Flash e se tornou o "Lobo Solitário", ele também começou a duvidar de si mesmo como um super-herói, pois não poderia ter salvado Eddie e Ronnie e até mesmo considerado não ir para o Dia do Flash em Central City, mas depois de ser motivado por Iris, ele decidiu ir e reunir seu time novamente. Mesmo com isso, ele ainda permanece um tanto cauteloso, principalmente depois de ser brutalmente espancado por Zoom, ele ficou ainda mais, mesmo em sua vida amorosa, conforme demonstrado com Patty ao apontar que ele a deixou ir para sua própria segurança e felicidade.

Barry também começou a confiar menos me outras pessoas. Quando Hunter Zolomon (passando-se por "Jay Garrick") disse que a Terra-1 estava em perigo por um velocista chamado Zoom, Barry não acreditou, apesar de grande parte de seus amigos sim, devido ao fato de que Jay o relembrava de Eobard Thawne. Eventualmente ele superou suas suspeitas e permitiu que Jay o treinasse para que pudesse derrotar um de seus inimigos. As suspeitas de Barry a respeito de "Jay" logo se tornaram realidade, já que o Time descobriu que Hunter era o super-vilão Zoom.

Barry começou a se tornar menos preocupado com o bem estar de seus inimigos, como ele enganou o Esmaga-Átomo para uma câmera que lhe sobrecarregou de energia nuclear e eventualmente o matou, e também quando solidificou o Demônio da Areia, que também o matou. Contudo, é possível que Barry não esperava que isto matasse-os, ele apenas matou o Esmaga-Átomo por acreditar que ele iria ferir outras pessoas, mas antes dele morrer Barry se desculpou com ele, já que sentiu culpa e remorso, e não demonstrou nenhum sentimento pela morte de Eddie Slick, provavelmente devido ao fato de que este vilão é um maníaco assassino. Ele estava disposto a matar Tony Woodward, que havia sido reanimado e não tinha nenhuma inteligência, mas sentiu isso como uma morte misericordiosa e disse que, apesar de serem inimigos, ele ainda queria que Tony descansasse, enquanto Tony também já estava morto para começar e seu cadáver estava simplesmente reanimado, o que significa que ele não o estava realmente matando.

Poderes e habilidades

Poderes

"Eu passei a vida toda procurando o impossível, sem nunca imaginar que logo eu me tornaria o impossível."
—Barry Allen para Oliver Queen[fonte]
  • A velocidade de Barry é enfatizada por uma trilha de raios amarelos.

    Conexão com a Força de Aceleração/Fisiologia meta-humana: Os poderes de Barry são originários de uma conexão com a Força de Aceleração, adquirida ao ser atingido pela matéria escura e pela exposição de produtos químicos em seu corpo, que alterou seu DNA e sobrecarregou suas células e neurotransmissores, aprimorando sua fisiologia. Seus ossos, juntas e tecido foram melhorados e ele obteve uma estrutura muscular magra bem além do pico da condição humana para lidar facilmente com os rigores de seus poderes, isso inclui resistir a fricção de alto nível, inércia, pressão do ar, oxigênio reduzido, vetores e impacto cinético. Depois de recuperar seus poderes de dentro da Força de Aceleração, sua conexão e entendimento dela também foram consideravelmente aprimorados com um controle instintivo recém-descoberto e eficiência, e seu desempenho natural aprimorado, ele pode executar habilidades mais avançadas por muito mais tempo sem obstáculos. Depois de passar seis meses na Força de Aceleração, todas as capacidades de Barry se desenvolveram para níveis extremamente potentes, alcançando o mais alto desempenho conhecido. Depois que Oliver Queen, como o Espectro, desbloqueou todo o potencial de Barry, aumentando muito seu poder absoluto e várias habilidades; Barry se tornou mais poderoso do que antes. Como um velocista, Barry é extremamente poderoso; tornando-o um dos seres mais poderosos de todo o multiverso. Desde a destruição da Força de Aceleração, os poderes de Barry lentamente começam a se esgotar. No entanto, com a ajuda do diário de Nora West-Allen, Barry e Cisco Ramon, respectivamente, estão tentando criar uma Força de Aceleração artificial a fim de restaurar completamente seus poderes.
    • Fator de cura acelerado: As moléculas de Barry se mexem a taxas aceleradas, curando ferimentos com muito mais rapidez e eficiência do que os humanos normais. Sem tratamento, a maioria dos ferimentos de Barry cicatriza em horas, senão minutos, sem sinais persistentes. Mesmo os danos normalmente permanentes, como a paraplegia, são completamente reparados em dias. Seu corpo pode decompor os alimentos com mais eficiência do que um ser humano normal e, como resultado, expele muito poucos resíduos que ele consegue exalar pela pele. Ele se recupera em segundos se não estiver imune a qualquer doença ou contaminante. Ele ainda tem uma maior resiliência à radiação, sofrendo apenas pequenas queimaduras. 2.000 miligramas de tranquilizante para cavalos apenas o retardaram momentaneamente até que seu corpo queimasse a toxina. Isso também aumenta sua vitalidade, reduzindo drasticamente seu processo de envelhecimento e prolongando sua saúde e longevidade.
      • Imunidade a telepatia: De acordo com Nora West-Allen, Barry, em algum momento no futuro, se tornará tão poderoso ao ponto de que se tornará imune a grande parte, se não todas, as formas de telepatia.
      • Longevidade: Devido ao fator de cura de Barry, ele envelhece mais lentamente que um humano qualquer. Por exemplo, em um futuro apagado no ano de 2024, Barry, que já havia sido o Flash por 10 anos, não envelheceu visivelmente. De acordo com Abra Kadabra, um vilão do século 64, Barry ainda está vivo e é um herói em atividade naquele futuro distante.
    • Projeção astral (temporariamente): Com a ajuda de um protótipo táquion, Barry foi capaz de projetar sua mente na Força de Aceleração e se comunicar com ela.
    • Vibração corporal: Barry pode vibrar seu corpo para vários efeitos. Esta habilidade pode vibrar sua forma e impedi-la de ser vista claramente ou distorcer sua cordas vocais para disfarçá-la. Suas vibrações também podem obrigar qualquer toxina a sair de seu corpo. Ele também pode gerar calor o suficiente para se recuperar e permanecer isolado termicamente do frio extremo. Ofensivamente, ele pode vibrar seus membros para esmagar perfeitamente alvos altamente sólidos, que ele pode usar para ferir ou matar uma pessoa, como ele foi tentado a fazer o Zoom e o Flash Reverso. Alternativamente, ele pode usar isto como arma ao vibrar seu punho através do corpo de uma pessoa e incapacitá-la, assim como fez com Solovar. Durante sua última luta contra Savitar, Barry conseguiu, ao mesmo tempo, retirar seu resquício do tempo de sua armadura e fazer com que apenas ele ficasse nela. Ele também pode passar por um alvo enquanto simultaneamente faz contato inofensivo com outro.
      • Sismocinese: Vibrando em frequências variadas e com diferentes níveis de força, Barry pode criar pequenos tremores para induzir quantidades extremas de sacudida em qualquer alvo que ele toque, até mesmo romper as ligações inter-moleculares e fazer com que se estilhace. Isso pode levar a muitos efeitos, como combustão molecular em contato físico com o alvo. Suas vibrações podem até quebrar alvos em fragmentos, como ele fez com a armadura de Savitar uma vez dentro dela.
      • Intangibilidade: Ao vibrar suas moléculas na frequência do ar, Barry pode fisicamente atravessar matéria sólida, mesmo matéria altamente complexa como a carabina em um universo de natureza vibracional diferente. Ele também pode fazer isso com múltiplos alvos, como usou esta habilidade para salvar um trem com centenas de passageiros e um avião com a ajuda do Kid Flash e XS. Ele também pode passar sem causar danos por indivíduos vivos, como fez para escapar do Esmaga-Átomo.[1] Barry também pode vibrar apenas algumas partes de seu e do corpo de outras pessoas, como vibrou sua mão e o braço de Ralph Dibny para injetar uma agulha no corpo elástico dele.[6]
      • Invisibilidade: Barry pode vibrar seu corpo tão rápido que não pode ser percebido pelo olho humano. Quando Clifford DeVoe prendeu Barry em uma prisão de campo de força que impedia o último de passar por ela, Barry fez isso para "enganar" DeVoe para libertá-lo.[55]
    • Eletrocinese: Barry é capaz de produzir eletricidade amarela, sua energia da Força de Aceleração, de seu corpo. Ela é comumente vista quando ele corre, para poder dar lhe impulso e aumentar sua velocidade a níveis maiores. Com 2,86 bilhões de joules (aproximadamente o poder de três relâmpagos), ele pode gerar força suficiente para causar grandes danos a inimigos sobre-humanos fortes sem causar nenhum dano a si mesmo.[56] Ela também pode ser usada para outros meios. A intensidade de seu raio pode interferir com aparelhos eletrônicos ao redor e sobrecarregar a absorção elétrica. Ele pode focar essa energia em uma parte específica de seu corpo para produzir um forte choque estático em contato com o alvo. Ensinado por Hunter Zolomon, Barry pode aproveitar essa eletricidade direcionando-a para seus braços para lançar relâmpagos para atordoar ou repelir inimigos, e também eletrificar uma superfície. Barry também pode absorver eletricidade de outras fontes, dando-lhe simultaneamente um impulso extra ao correr ou lançar raios.[57] Embora originalmente ele precisasse de muita distância para aumentar seu raio, Barry mais tarde tornou-se capaz de executar essa habilidade de uma posição estacionária.
      • Compartilhamento da Força de Aceleração: Barry pode expandir sua aura da Força de Aceleração para proteger outros enquanto os carrega em super velocidade. Ensinado por Jay Garrick, Barry pode sugar a energia de velocidade de outro velocista para aumentar sua própria velocidade.[58] Depois de escapar da Força de Aceleração, adquirindo um grande conhecimento de seus poderes, ele pode usar essa habilidade de maneira mais passiva. Ao tocar os outros, ele pode compartilhar sua energia, deixando-os se mover, pensar e se curar tão rápido quanto ele, pois isso permitiu que Jesse se recuperasse imediatamente de seu coma. Canalizando energia suficiente, ele pode compartilhar sua velocidade com outros, permitindo que eles se movam independentemente tão rápido quanto velocistas sem exaurir ou afetar seus próprios poderes, até que a energia emprestada se esgote. Barry é atualmente o único velocista conhecido capaz de fazer isso porque depois de passar 6 meses na força de aceleração, ele foi capaz de absorver energia suficiente para compartilhar essa energia com os outros.
      • Aura da Força de Aceleração: Como um usuário da Força de Aceleração, Barry pode construir uma aura protetora com o tempo.[57] Essa capacidade permite que os velocistas resistam a grandes quantidades de força gravimétrica e protege o ambiente dos danos causados por viagens em alta velocidade. Barry até construiu sua aura para ser um bilhão de vezes mais poderosa do que a força de um buraco negro.[59] Esta aura também parece afetar a energia cinética e a inércia, já que Barry foi capaz de desfazer a habilidade do Tartaruga de roubar energia cinética e aumentar a inércia de suas vítimas.[60] Isso também explicaria por que os velocistas podem agarrar as pessoas em alta velocidade sem que seu ímpeto e energia cinética rasgue as pessoas ou serem capazes de sobreviver a impactos com objetos se movendo tão rápido com apenas pequenos ferimentos.
    • Força sobre-humana: A força física de Barry foi aumentada além da dos humanos normais, apesar de seu corpo esguio, ele é capaz de carregar vários indivíduos ao mesmo tempo enquanto se corre com eles. Ao carregar seu ímpeto, ele poderia destruir máquinas com as próprias mãos ou enviar oponentes voando pelo ar sem primeiro correr. Ele pode até parar um carro em movimento sem ajuda. Desde que aumentou seus poderes, sua força bruta também foi aumentada, já que originalmente um soco supersônico não tinha efeito sobre Grodd, um único soco de perto foi capaz de nocautear o enorme gorila (embora isso fosse na paisagem mental).
    • Durabilidade sobre-humana: Barry possui uma resiliência sobre-humana, geralmente vista sem ser afetado pelo aumento de momentum. Ele pode suportar ataques e esforços, até mesmo sobreviver a impactos que matariam facilmente humanos normais. Embora não seja invulnerável nem imune à dor, ele resistiu a raios poderosos, ondas de choque, explosões sônicas e ataques desumanamente fortes, sendo apenas momentaneamente atordoado. Barry também pode permanecer quase ileso ao cair de certas alturas que matariam facilmente humanos normais.
    • Vigor sobre-humano: Barry pode lidar com o estresse de corridas extremas sem angústia perceptível, permitindo que ele corra por muito mais tempo do que os humanos normais sem impedimentos. Sua resistência aprimorada se deve à sua fisiologia aprimorada, que acumula pouco ou nenhum ácido lático ou toxinas de fadiga. Mesmo depois de correr de costa a costa do país para comprar uma pizza, Barry permaneceu imperturbável com a longa corrida. No entanto, embora sua resistência seja maior do que a da maioria dos velocistas, as reservas de Barry não são inesgotáveis. O uso extremo e prolongado de seus poderes mais avançados acabará por esgotá-lo.
    • Processo mental sobre-humano: Os poderes de Barry permitem que seu sistema e processo de pensamentos  sejam capazes de adquirir mais informações rápida e eficiente. Mesmo usando sua velocidade bruta, ele pode claramente pensar, reagir a eventos e fazer movimentos antes mesmo que humanos normais possa percebê-los. Isto o permite que fossa aprender em uma fração de segundos, como demonstrado quando teve de ler um livro para se familiarizar com a ciência da Terra-2 em apenas alguns segundos. Depois de seis meses na Força de Aceleração, o cérebro de Barry se tornou cinco vezes mais rápido do que já era antes. Em 2019, a atividade cerebral de Barry é dez vezes mais rápida do que um humano normal.[51]
      • Percepção sobre-humana: O senso de Barry também foram aprimorados. Isto permite que ele perceba o mundo como se ele estivesse quase congelado. Ele pode ver e ouvir normalmente, mesmo enquanto se move a velocidades mais rápidas do que o som, onde isso normalmente seria impossível. Barry tornou-se capaz de perceber facilmente os ataques de outros velocistas poderosos. Este estado de alerta elevado permite que ele leia instantaneamente e se adapte à situação. Sua percepção do tempo, no entanto, parece variar de acordo com seu estado emocional, como em um exemplo, quando ele estava esperando para sair do trabalho, ele descreveu como se estivesse a horas de distância, enquanto em tempo real eram apenas minutos.
    • Velocidade sobre-humana: Barry pode se mover em velocidades tão vastas que, de acordo com Eobard Thawne, a velocidade de Barry é potencialmente ilimitada. Ele pode correr por estruturas verticais e tetos, sobre mares extensos, pegar projéteis velozes sem esforço, completar suas várias atividades diárias em segundos e até mesmo caminhadas casuais podem passar despercebidas por indivíduos normais. Enquanto alcançava Mach 3.3 por conta própria e mais tarde Mach 13.2 com a ajuda de táquions desde que aumentou sua conexão com a Força de Aceleração e a capacidade de armazenar energia, Barry se tornou tremendamente mais rápido. Depois de passar seis meses na Força de Aceleração, sua velocidade atingiu níveis muito superiores a todos os outros seres super-rápidos conhecidos, indo mesmo muito rápido do que outros velocistas como Nora e Wally. Até o momento, apenas o Flash Reverso é capaz de acompanhar Barry. De acordo com Gideon, a velocidade máxima atual de Barry é de cerca de 2.325 milhas por segundo (8.370.000 milhas por hora/13.470.209,28 quilômetros por hora/Mach 10.908,82) ou 1,25% da velocidade da luz. Depois que Oliver Queen, como o Espectro, desbloqueou todo o potencial de Barry, ele se tornou muito mais rápido do que antes.
      • Agilidade sobre-humana: Barry demonstrou coordenação, equilíbrio e destreza perfeitos. Ele pode mudar de direção com curvas fechadas imediatas sem escorregar ou perder o equilíbrio e parar instantaneamente de correr no local. Ele pode pular e correr ao longo de destroços caindo e se lançar a distâncias tremendas sem acúmulo.
      • Reflexos sobre-humanos: O tempo de reação de Barry foi aumentado para níveis sobre-humanos, permitindo que ele reaja a perigos e eventos muito mais rápido do que humanos normais. Ao receber um tiro no pescoço do lado cego, Barry pegou a bala e minimizou o dano antes que pudesse penetrar totalmente em sua pele. Ele também se tornou capaz de reagir facilmente aos ataques de outros velocistas.
      • Momento sobre-humano: Barry pode gerar grandes quantidades de força física por meio de energia cinética, simulando força sobre-humana, mesmo em uma posição estacionária. Mesmo pequenos esforços com esse acúmulo podem gerar uma força tremenda, capaz de derrubar uma pessoa. Ele pode impulsionar-se a saltar alturas e distâncias tremendas. Ele também pode criar uma força de fricção substancial com qualquer objeto que tocar e exercer força suficiente para lançar as pessoas para o ar. Isso aparentemente anula o peso de seu alvo, capaz de se mover como se os alvos estivessem congelados, mesmo no ar. Isso também permite que ele impulsione e manipule a trajetória de voo dos alvos, incluindo balas lançadas sem perda de força e os lance através de uma barreira poderosa, seguido por uma pessoa. Ele pode remover completamente a força física de ondas gigantescas, estabilizar uma singularidade gigante ou dissipar tornados F3 correndo ao redor deles. Ele também pode estalar os dedos para acender um gás inflamável com o atrito. Depois de escapar da Força de Aceleração, Barry pode gerar força suficiente para quebrar a durabilidade natural de um alvo, enquanto ele quebrava sem esforço seu caminho para fora de sua cela meta-humana. Com impulso suficiente, ele pode gerar um poderoso estrondo sônico através de seu soco, capaz de destruir um satélite em queda.
      • Aerocinese: Barry pode usar sua velocidade para gerar fluxos de ar de vários níveis para diversos efeitos. Ele pode criar vórtices para sufocar pessoas ou apagar fogo, formando-as ao redor de seu alvo. Ele pode gerar enormes e fortes tornados, capaz de repelir alvos enormes. Alternativamente, ele pode usar essa habilidade para lançar-se ao ar e dar-lhe a impressão de que está voando. Iris ensinou Barry, a partir de sua própria experiência como velocista, a usar esse acúmulo para coletar e direcionar água suficiente em uma onda capaz de dispersar um ciclone de fogo gigante com mais de 6.000 graus Fahrenheit.
      • Viagem interdimensional: Barry pode se mover tão rápido que é capaz de abrir portais entre dimensões, permitindo-o viajar entre diferentes universos. Ele também é capaz de levar outras pessoas junto dele, como fez ao levar Harry e Cisco para a Terra-2. Embora originalmente não fosse capaz de controlar isto, já que em sua primeira vez ao fazer isto foi feito por acidente e foi necessário ajuda para voltar para casa, após aprimorar sua conexão com a Força de Aceleração, ele pode abrir portais por conta própria e escolher seu destino, podendo até mesmo ir para a Força de Aceleração.
      • Miragens/Clones de velocidade: Barry pode gerar ilusões de si mesmo para fazer parecer que ele está em muitos lugares ao mesmo tempo, quando na realidade ele está simplesmente saltando para frente e para trás rápido demais para a mente humana perceber a diferença. Ele pode criar dezenas de suas imagens, o que lhe permite desorientar seus inimigos e depois pegá-los desprevenidos. Para os especialistas nessa habilidade, essas miragens fazem com que um velocista esteja temporariamente em dois lugares ao mesmo tempo.
      • Diluição temporal: Gerando energia suficiente, Barry pode se mover tão rápido que o tempo essencialmente diminui em relação a ele, até uma paralisação completa. No entanto, ele deve se concentrar continuamente nessa ação, pois a perda de tal foco irá gradualmente acelerar novamente antes de finalmente retornar ao seu fluxo original. Ele pode puxar outros para este estado, entretanto, os que não praticam a velocidade rapidamente se cansarão disso, já que seus corpos não estão acostumados a se mover em velocidades tão grandes. Outros velocistas também podem não ser afetados por isso, mesmo contanto que retenham resistência suficiente para expandir sua energia da Força de Aceleração.
      • Desaceleração de tempo: Ao correr ao redor da Terra na direção oposta à de Supergirl, em Mach 7, ele foi capaz de gerar força centrífuga suficiente para diminuir a rotação da Terra e seu fluxo de tempo.
      • Viagem no tempo: A velocidade de Barry o permite quebrar a barreira do tempo, permitindo-o entrar em diferentes períodos do tempo. Embora originalmente pudesse realizar esta habilidade por acidente, quando estava em um estresse extremo, Barry aprendeu a controlá-la a sua vontade e chegar a qualquer destino que quisesse. Alternativamente, ele pode inserir linhas do tempo independentes de si mesmo e não ser afetado por suas viagens. Independentemente das mudanças que ele fizer, os poderes de Barry permitem que ele retenha todas as memórias da linha do tempo anterior, além da nova linha do tempo, e diferencie entre elas. Mesmo que Barry não seja responsável pelas alterações de tempo, ele ainda pode permanecer um tanto não afetado por elas; ele lembra que John Diggle e Lyla Michaels tiveram uma filha em vez de um filho na linha do tempo original.
        • Regressão temporal: Com esta habilidade ele pode reverter os efeitos do fluxo temporal enquanto corre a uma certa velocidade, enquanto permanece completamente inalterado. No final das contas, ele pode até mesmo se conceder um tempo para recomeçar, onde ele entra no passado e "se funde" com sua contraparte temporal para estar totalmente imerso na linha do tempo.
        • Criação de resquício do tempo/Duplicata temporal: Barry é capaz de "criar" um resquício do tempo viajando de volta a momentos antes de seu eu atual viajar no tempo, vindo de um futuro que não existe mais. Isso permite que Barry esteja em dois lugares ao mesmo tempo, permitindo-lhe interagir com o mundo por duas ações separadas simultaneamente. Se desejar, Barry pode criar dezenas de remanescentes de tempo de uma vez.
        • Conhecimento temporal: Barry é capaz de, subconscientemente, detectar quando outros velocistas entram na Força de Aceleração para viajarem no tempo. Após descobrir que Nora West-Allen estava trabalhando com seu arqui-inimigo, ele alertou-a e disse que ela sentiria qualquer distúrbio caso ela tentasse voltar para seu tempo.[61] Eobard Thawne confirmou que isto é realmente capaz, sendo isto um dos diversos motivos pelos quais criou a Força de Aceleração Negativa.[62]
      • Conhecimento da Força de Aceleração: Com muita concentração, Barry é capaz de sentir a Força de Aceleração no sistema de outro velocista.

Como Flash Negro

  • Conexão corrompida com a Força de Aceleração/Fisiologia de Irmão de Sangue: Quando Barry aceitou a "cura" de Ramsey Rosso, ele foi infectado pelo sangue que já estava invadindo seu sistema sanguíneo e transformando-o em um Irmão de Sangue, alterando sua fisiologia meta-humana e seus poderes.
    • Conexão mental com Ramsey Rosso: Quando Barry se conectou com Ramsey, ele também iniciou uma ligação telepática com Ramsey, permitindo que o Hemoglobina fizesse o que quisesse com o Flash Negro. Contudo, esta conexão mental funciona de ambos os lados, e Barry foi capaz de conversar com Iris e Cisco através de Ramsey, dando-os mensagens secretas. Barry também fez isso para permitir que Ramsey visse sua mãe uma última vez, fazendo-o baixar sua guarda e permitir que o Flash o prendesse.
    • Força sobre-humana: Assim como outros Irmãos de Sangue, o Flash Negro ganhou um tremendo impulso de força enquanto infectado e controlado por Hemoglobina.

Habilidades

  • Intelecto de gênio/Estrategista/Líder: Um indivíduo perspicaz desde jovem, Barry demonstrou uma compreensão natural e capacidade rápida de aprender, tornando difícil para seu pai adotivo, Joe West, ajudar Barry com seu dever de casa quando tinha 12 anos. Barry também tem muito bem impressionou premiado professor Martin Stein. Depois que Eobard Thawne foi derrotado, Barry foi capaz de manter sua equipe unida e liderá-la bem, a ponto de Eobard (como Harrison Wells) o tornar o novo proprietário do Laboratórios S.T.A.R.. Barry é capaz de se lembrar de tudo o que experimenta com uma recordação perfeita. Quando ele viu o Flash Reverso pela primeira vez, Barry imediatamente o reconheceu como o assassino de sua mãe, apesar de ter apenas 11 anos na época. Ele também consegue estudar rápido, pois depois de ler os vários avanços da física da Terra-2, ele imediatamente começou a fazer uso eficaz desse conhecimento. Barry pode se comunicar com o código de tap 5x5, assim que ele fez com Jay Garrick quando este tinha uma máscara para impedi-lo de falar.
    • Físico/Químico: Barry é altamente habilidoso e possuí um conhecimento em química. Quando Oliver Queen foi atingido por um coagulante de sangue, Barry foi capaz de usar uma pequena porção de veneno de rato para restaurar seu sangue ao normal. Ele também criou uma máscara verde de micro-tecido compressível para Oliver esconder sua identidade de forma mais eficaz sem afetar a visão e a mira dele. O conhecimento de Barry em física possivelmente está entre os melhores da Terra-1 e 2, pois ele foi capaz de aplicar uma ciência recém-descoberta e descobrir como fechar as várias brechas entre os mundos.
    • Investigador especialista/Forense: Como um CSI, Barry é altamente qualificado em perícia. Com um único olhar da cena do crime, ele pode determinar rapidamente muitos dos eventos que ocorreram. Barry pode analisar rapidamente qualquer dado e rapidamente formar teorias precisas sobre a situação dada. Com o Arqueiro, Barry determinou corretamente o histórico de treinamento do vigilante a partir de seu traje verde. Barry também foi o primeiro a deduzir a verdadeira identidade de Savitar, conseguindo juntar tudo a partir das várias coisas que o velocista malvado disse e fez, finalmente concluindo que ele era na verdade um resquício do tempo dele mesmo. Além disso, tendo aprendido com Oliver, Barry é capaz de analisar ambientes e prever cada centímetro deles.
    • Conhecimento da Força de Aceleração: Depois de receber a equação da Força de Aceleração de Eobard, Barry ganhou um grande conhecimento da Força de Aceleração e sobre sua utilização. Após recuperar sua conexão com ela, Barry adquiriu um profundo entendimento de sua natureza. Além disso, ele sabe como anular o poder de outro velocista como fez com Eobard por três meses, o que ele pode ter aprendido na prisão de Zoom. Jay Garrick da Terra-3 também deu a ele um maior conhecimento da tradição, história e lendas da Força de Aceleração.
    • Especialista em computador: Barry é altamente habilidoso quanto a utilização de computadores. Ele foi capaz de escrever um algorítimo para encontrar Curto-Circuito e monitorar manipulações elétricas na rede, o que seus poderes elétricos causavam.
    • Engenharia: Barry tem habilidades muito avançadas em engenharia. Ele é habilidoso o suficiente para recriar, de sua memória, um modelo de fones de ouvido que usou ao enfrentar Hartley Rathaway para ajudar ele e Kara Danvers a enfrentar a Banshee Prateada. Ele também foi capaz de construir uma prisão da qual o Flash Reverso não conseguisse escapar. Em um possível futuro, Barry criou a Gideon, uma inteligência artificial sofisticada cujo sistema é tão complicado que nem Cisco conseguiu descobrir como desligá-la. Barry é muito habilidoso com artesanato e construção, tendo passado semanas consertando pessoalmente Central City após os danos causados pela singularidade de Eobard Thawne.
    • Bilíngue: Além de sua língua materna, após passar 6 meses na Força de Aceleração, Barry aprendeu a falar uma língua desconhecida, escrevendo-a nas paredes quando saiu da Força de Aceleração. Contudo, ele não entende mais esta língua depois de voltar ao normal.[63]
    • Manipulação: Apesar do comportamento um tanto estranho de Barry, ele pode mentir e enganar alguém se necessário. Quando ele viajou de volta no tempo para encontrar uma maneira de ficar mais rápido, Barry continuou agindo como seu eu do passado perto de todos e mesmo quando foi preso por Eobard Thawne, Barry fez ele acreditar que foi capaz de cumprir sua missão de retornar ao seu tempo, quando na verdade ele havia sido realmente apagado da existência.[64] Barry também enganou Remington Meister e Ultravioleta para que eles não lançassem um míssil em Central City fingindo estar bêbado.[65]
  • Artes: Barry possuí algum conhecimento sobre artes. Ele é um desenhista proficiente e foi capaz de desenhar com precisão o rosto de Vandal Savage.[66]
    • Dança: Barry é um excelente dançarino, especialmente em dança de salão e sapateado, como visto na realidade musical de Music Meister.[9]
    • Canto: Embora bastante modesto sobre essa habilidade e nem sempre um fã de apresentações, Barry é um excelente cantor. Sua performance em um karaokê chamou a atenção de Linda Park.[67] Ele também foi capaz de passar-se como um cantor na realidade musical de Music Meister.[9]
  • Culinária: Barry é habilidoso na cozinha, tendo feito refeições chiques para ele e Iris.[68][69]
"Eu nunca vou deixar a dor e a escuridão determinarem quem eu sou. Eu nunca vou ser você."
—Barry Allen para Savitar[fonte]
  • Vontade indomável/Alta tolerância à dor: Barry é conhecido por sua força de vontade. H.R. Wells disse que o verdadeiro poder de Barry é sua esperança, derivada de um reservatório infinito disto.[70] Isto foi comprovado quando ele hesitou em matar Savitar, embora o vilão implorasse para que o fizesse.[8] Oliver Queen disse a Barry que ele poderia viver com os fardos que carrega, exagerando que Barry tem "aço verdadeiro" (coragem verdadeira) nele, permitindo-lhe carregar qualquer fardo lançado em seu caminho (incluindo, mas não se limitando à morte de seus pais, amigos e seus filha). Mar Novu descreveu a determinação de Barry como "sem limites", dizendo que esta é uma de suas maiores qualidades. Além disso, Barry tem um histórico de conseguir mudar o coração e mente de indivíduos, incluindo convencendo alguns de seus inimigos de fazerem a coisa certa. Ele convenceu Magenta de não explodir um hospital ao convencê-la de que ela é uma pessoa boa, ele também conseguiu convencer o Capitão Frio de salvar a si mesmo apesar dele não querer ser salvo e até desafiou Nevasca a matá-lo. Ele também preveniu que Amunet Black matasse Matthew Norvock. Um de seus maiores feitos foi apelar a Cicada e convencê-lo a tomar a cura meta-humana. David Singh honrou o altruísmo, bravura e heroísmo de Barry ao presentea-lo um Prêmio de Honra no Departamento de Polícia de Central City após salvar a cidade de uma ameaça nuclear de Neil Borman. Como notado por Ramsey Rosso, Barry marcha em direção da morte sem nenhum medo, e tira suas forças de seus entes queridos. Durante a Crise nas Terras Infinitas, foi revelado que Barry é o Paragon do Amor, presumivelmente devido a suas emoções positivas.

Habilidades de uma realidade alterada

Depois de ter sua história trocada com Oliver Queen, Barry adquiriu todas as habilidades de Oliver como um vigilante.

  • Pico da condição física humana: Barry está em excelente forma, com uma constituição bem musculosa. Ele é resistente o suficiente para suportar golpes de supervelocidade de Oliver como o Flash. Seu corpo também está bem condicionado para efetivamente deslocar as articulações e recolocá-las para escapar de confinamentos.
    • Acrobacia: Barry é capaz de escalar edifícios e correr de um telhado a outro com facilidade. Ele é manobrável e gracioso, capaz de perseguir e ultrapassar um alvo em vários tipos de terreno sem perda de movimento ou perda de tempo. As habilidades de Barry permitem que ele se esquive e ataque com fluidez de diferentes direções e execute viradas complexas sem perder o equilíbrio.
  • Mestre combatente corpo a corpo/Artista marcial: Barry é um lutador corpo-a-corpo formidável e um excelente artista marcial. Ele pode efetivamente mudar suas táticas de batalha e padrões de ataque para se adequar à situação em um ritmo rápido, o que lhe permite enfrentar e derrotar vários combatentes com habilidades de combate avançadas.
    • Arquearia: As habilidades de tiro com arco de Barry podem acertar alvos com precisão de grandes distâncias. Ele pode atirar em objetos de pessoas sem feri-las e manter sua precisão mesmo quando estiver em movimento rápido. Ele também pode antecipar um projétil inimigo para bloqueá-lo com uma flecha e disparar várias flechas de uma vez. Barry conseguiu atirar no A.M.A.Z.O. em seu olho esquerdo com uma flecha do topo de um edifício à uma boa distância.

Fraquezas

  • Temperaturas baixas: Como a velocidade é produzida pelo aumento de calor nos átomos, Barry é vulnerável a temperaturas extremamente baixas. Sob essas condições, a velocidade de Barry será bastante reduzida. Além disso, a exposição direta a esse frio prejudicará temporariamente suas capacidades de cura. No entanto, desde que aprendeu a regular a temperatura do corpo com um aumento de energia, ele tem uma resiliência muito maior ao frio.
  • Campos de força: Barry possuí uma grande dificuldade para vibrar entre campos de forças.[55]
  • Absorção de energia cinética: Já que as habilidades de Barry são derivadas de movimento, a remoção de energia cinética que ele constrói o deixará em um estado paralítico temporário. Contudo, se ele conseguir fazer energia cinética dentro de si mesmo, o efeito será negado instantaneamente.[60]
  • Amortecedor de poderes: Inicialmente, os poderes de Barry podem ser enfraquecidos, e até mesmo neutralizados, por uma tecnologia especial que afeta seu campo de ressonância. Depois de passar seis meses na Força de Aceleração, a energia que Barry acumulou tornaram seus poderes mais resistentes a este tipo de tecnologia. Contudo, certos poderes meta-humanos e tecnologias avançadas ainda podem enfraquecê-lo.[71]
  • Alterações no tempo: Embora a velocidade de Barry possa romper a barreira temporal, ela também tem suas desvantagens. Além de causar mudanças imprevisíveis e prejudiciais à linha do tempo, tais ações imprudentes podem alertar os Fantasmas do Tempo. Esses guardiões temporais são instintivamente atraídos pelo descuidado do velocista, dirigidos para capturá-lo e atrair a pessoa para a Força de Aceleração. Além disso, usar seus poderes em uma linha do tempo onde ele não os adquiriu irá gradualmente esgotá-los e o fará perder suas memórias da linha do tempo onde ele ganhou seus poderes.
  • Antimatéria: Quando tentou correr para um dia após a crise, uma barreira de antimatéria na Força de Aceleração o bloqueou. Apesar do contato mínimo, Barry ficou ferido. Jay Garrick notou que se não fosse pela cura acelerada de Barry, aquela pequena cicatriz poderia apagá-lo da existência.
  • Infecção do Hemoglobina: A cura acelerada de Barry ajudou-o contra a infecção de Ramsey, mas apenas desacelerou o inevitável. Mesmo com a ajuda da consciência da força de aceleração e da Velocidade-X, Ramsey foi capaz de dominar Barry. Isto assustou até mesmo a Força de Aceleração, o que é algo difícil de se fazer. Embora isto fosse possível que Barry permitiu que Ramsey o dominasse para poder derrotá-lo usando sua conexão contra ele.
  • Conexão com a Força de Aceleração: Os poderes de Barry são derivados de sua conexão com a Força de Aceleração, semelhante a uma bateria sendo carregada. Com isto, se sua conexão com ela for cortada, ele apenas manterá uma pequena quantidade de energia mantida em seu corpo e sua velocidade desaparecerá gradualmente quanto mais usá-la. Esta redução também afeta sua velocidade em geral, já que anteriormente ele podia correr a 1.25% da velocidade da luz (Mach 10,908.82), ele agora tenta alcançar a Mach 5, uma velocidade mínima.
  • Estado emocional: As emoções de Barry podem, às vezes, embaçar seu julgamento. Por exemplo, depois de Hunter Zolomon matar seu pai, Henry Allen, em sua frente, o que ele foi incapaz de prevenir, ele viajou no tempo e impediu que Eobard Thawne matasse sua mãe, Nora Allen, assim prevenindo a morte de Henry por Zoom. Contudo, depois de testemunhar os efeitos desastrosos do Ponto de Ignição, Barry tentou concertar seus erros ao permitir (relutantemente) que Eobard matasse Nora para restaurar as coisas do jeito que eram, coisa no que ele foi parcialmente capaz de realizar. Desde estes eventos, Barry tenta o seu máximo para controlar suas emoções para que não criasse mais desastres. Desde a destruição da Força de Aceleração, quanto mais Barry ficar irritado, mais velocidade ele perderá.

Fraquezas anteriores

  • Absorção elétrica: A biologia do corpo de Barry faz com que ele produza uma grande quantidade de eletricidade, o que carrega suas moléculas para permiti-lo realizar seus movimentos acelerados. Se Barry for drenado desta energia elétrica, ele perderá seus poderes. Contudo, como este poder está geneticamente conectado a seu DNA, ele pode recuperar sua velocidade usando mais eletricidade para ligá-lo. Uma vez que seus poderes tenham sido "iniciados", seus poderes se tornarão mais fortes do que antes, e tentativas de drenar a eletricidade que seu corpo produz são mais prováveis de sobrecarregar a fonte do que desativar sua velocidade.[72]
  • Adaga de Cicada: A adaga de Cicada possuí o poder de desativar e negar os poderes super-humans de meta-humanos, incluindo o de Barry. Desde que este objeto foi destruído, isto não é mais um problema para ele.

Equipamento

Pós-Crise

  • Traje de Flash: Barry usa um traje protetor como seu alter-ego, o Flash, para esconder sua identidade de seus inimigos enquanto luta contra o crime. Criado por Cisco Ramon, o traje é feito de um tri-polímero reforçado e é resistente ao calor e à abrasão. Foi redefinido para ajudar a proteger Barry do vigor de sua velocidade e sobreviver a certos ambientes. Ele também foi atualizado com vários recursos, incluindo sensores para rastrear sinais vitais, localização, potência, nível de velocidade e para permanecer em contato com Laboratórios S.T.A.R..
  • Anel de Flash: Entregado por sua filha do futuro, Nora West-Allen, Barry agora utiliza um anel para guardar seu traje. O anel também possuí um símbolo de raio, semelhante ao emblema no peito de seu traje.
  • Gideon: Barry criou uma versão portátil de Gideon com as partes restantes do pendrive danificado no Cofre do Tempo. Barry conseguiu salvar partes suficientes para ajudar a reconstruir Gideon e conectar-se a ela por meio de um fone de ouvido para que ela pudesse ajudá-lo a viajar para o futuro para testemunhar a crise que se aproximava. Ela revela que ele foi atingido por antimatéria enquanto estava na Força de Aceleração e que Jay Garrick da Terra-3 poderia ajudar Barry, pois ele sabia mais sobre antimatéria.
  • Relógio de velocidade: Depois que a Força de Aceleração começou a morrer devido a ser contaminada pela energia do Espectro durante a Crise, Cisco inventou um relógio para monitorar a velocidade de Barry.[73]

Equipamento anterior

  • Protótipo de táquion: Barry usou este dispositivo para projetar sua mente na Força de Aceleração e comunicar-se com ela.
  • Traje de Flash: Antes de ser substituído pela versão pré-Crise de si mesmo, o Barry da Terra-Prime usou este traje enquanto operava como um vigilante. Ele é uma réplica exata do primeiro e segundo traje que Barry usou na Terra-1.

Pré-Crise

Equipamento anterior

  • Protótipo Táquion: Depois de viajar no tempo, Barry convenceu Eobard Thawne a lhe dar conhecimento para construir uma unidade de táquion, amplificando sua habilidade para absorver a Força de Aceleração em seu sistema. Ao usar sua velocidade enquanto usa o dispositivo, também dá a Barry o benefício extra de reduzir sua taxa de queima de calorias para um nível normal, permitindo que ele se mova por mais tempo sem inconvenientes. No entanto, quando o Harrison Wells da Terra-2 posteriormente "miniaturizou" o dispositivo para caber com segurança sob o emblema do Flash no peito do traje usando o transmissor da Força de Aceleração, este dispositivo se tornou inútil.
  • Transmissor da Força de Aceleração: Ao testar a unidade de táquion, Barry sentiu algumas limitações na máquina, apesar de seus benefícios. Por causa disso, Harry redesenhou o transmissor da Força de Aceleração para transferir os táquions diretamente para Barry. Com seu design menor, ele pode ser escondido sob o emblema do peito do traje de Flash. Ele também retém todos os benefícios da unidade de táquion com a adição de permitir que Barry atue com menos restrição de movimento e sem ser sobrecarregado. Presumivelmente, foi destruído quando Harrison tentou restaurar os poderes de Barry. Devido à sua conexão com a Força de Aceleração sendo aprimorada, Barry foi capaz de vencer o Zoom sem ele.
  • Filtro de voz: Depois de Barry perder seus poderes temporariamente, ele foi incapaz de disfarçar sua voz ao vibrá-la. Ele recebeu um filtro de voz que iria modificá-la ao conversar com outra pessoa, semelhante ao que Oliver Queen usava. Não sabe-se se o dispositivo foi retirado de seu traje após ele ganhar seus poderes ou se permanecesse dentro da roupa para caso Barry perca seus poderes novamente.

Equipamento de uma realidade alterada

  • Traje de Arqueiro Verde: Após trocar de vidas com Oliver Queen, Barry usou o traje de Arqueiro Verde enquanto operava como o Arqueiro Esmeralda e passava-se por Oliver.
  • Arco de Oliver Queen: Após trocar de vidas com Oliver Queen, Barry usou este arco enquanto operava como o Arqueiro Esmeralda e passava-se por Oliver.
  • Motocicleta: Quando a realidade foi alterada e Barry e Oliver trocaram de vidas, Barry usou uma motocicleta como um meio de transporte já que estava sem poderes.[74]

Aparições

Arqueiro

2ª Temporada

3ª Temporada

4ª Temporada

5ª Temporada

6ª Temporada

7ª Temporada

8ª Temporada


Flash

1ª Temporada

2ª Temporada

3ª Temporada

4ª Temporada

5ª Temporada

6ª Temporada


Vixen

1ª Temporada

2ª Temporada


Lendas do Amanhã

1ª Temporada

2ª Temporada

3ª Temporada

4ª Temporada

5ª Temporada


Supergirl

1ª Temporada

2ª Temporada

3ª Temporada

4ª Temporada

5ª Temporada


Batwoman

1ª Temporada

Raio Negro

3ª Temporada

Chronicles of Cisco

Stretched Scene

Quadrinhos

The Flash: Season Zero


Crisis on Infinite Earths Giant

Livros

Galeria

Artes conceituais

Flash

4ª Temporada

Vixen

1ª Temporada

Freedom Fighters: The Ray

2ª Temporada

Imagens promocionais

Flash

1ª Temporada

Crossovers

Flash vs. Arqueiro
Heroes Join Forces
Invasão!
Crise na Terra-X
Túnel do Tempo
Crise nas Infinitas Terras

Curiosidades

  • De acordo com a página no Facebook de Barry, sua música favorita é "Poker Face", de Lady Gaga.[12]
  • As pizzas favoritas de Barry são pepperoni, azeitona e jalapeño.[15]
  • Barry idolatrava tanto o Dr. "Harrison Wells" que pagou por seu autográfo e leu sua autobiografia duas vezes.[72]
  • Quando criança, a comida favorita de Barry foi macarrão com queijo.[1]
  • De acordo com Joe West, Barry queria ser um astronauta.[75]
  • Barry e Cisco Ramon assistiram Star Trek II: A Ira de Khan juntos múltipla vezes. No fim do filme, Cisco sempre diz para Barry que "Eu sempre serei ser seu amigo".[64]
  • Ele gosta de musicais.[9]
  • Segundo Iris West, Barry foi um grande fã de Dragon Ball Z enquanto estudavam, e até mesmo era membro de um clube sobre o anime.[2]
    • Ele também era parte do clube de ciência, astrologia e do anuário.[2]
  • Uma de suas séries favoritas é Game of Thrones.[69]
  • A sobremesa favorita de Barry são duas bolas de sorvete de cookie com confeitos extras da Loja de Sorvete da Família Mason em Happy Harbor, Rhode Island. Os pais de Barry levaram-o até lá quando criança.[24]
  • O café da manhã favorito de Barry é uma banana.[76]
  • Seu filme favorito é Jurassic Park.[76]
  • O tipo sanguíneo de Barry é O negativo (O-).[6]
  • Barry é um grande fã do "Batman" e acredita que ele é real, diferente de Oliver, que acha que o vigilante é um mito. Isto é confirmado mais ainda após ver o Bat-Sinal e disse sobre seu desejo de querer andar no Batmóvel.[77]
  • Em "O Julgamento do Flash", é revelado que Barry já esteve atrasado para o trabalho ao redor de 72 vezes nos últimos dois anos.
  • No livro The Flash: Hocus Pocus, é revelado que Barry não acredita em magia e que ele e Wally West possuem a capacidade de falar tão rápido que ninguém consegue ouvi-los.
    • Contudo, é possível que Wally tenha revelado a Barry que magia existe após ele ajudar as Lendas derrotarem Mallus. Também é possível que Barry possa ter o conhecimento da existência de magia após seu encontro com Vandal Savage.
  • Barry é o primeiro personagem a descobrir que Oliver Queen é o Arqueiro, não o Arqueiro Verde, em sua primeira aparição. Outros personagens que fizeram isso são Carter Hall e Nate Heywood.
  • Apesar da aversão de violência intensa e de mortes, devido ao que passou com sua mãe e com o que o Arqueiro faz,[37] Barry têm de, ocasionalmente, matar seus inimigos por não haver nenhuma opção segura de contê-los naquele momento. Como notado por Hunter Zolomon, Barry nunca matou alguém sem que não houvesse outra opção.[78] Adicionalmente, quando Grodd liderou um ataque à Terra-1, ele diz a Barry, "A sua cidade vai sucumbir, Flash. Só tem uma forma de acabar com isso. Me matando. Mas você não vai fazer isso. Você só se importa com misericórdia." Quando Solovar derrotou Grodd e estava prestes a matá-lo, Barry o pediu para poupar a vida dele.[68] Ademais, durante sua última batalha contra os Nazistas da Terra-X (e seu aliado, Eobard Thawne/Flash Reverso), Barry havia cercado Eobard e ameaçou vibrar sua mão pelo peito de seu inimigo. Thawne demandou que o matasse, mas então disse, "Ah, eu me esqueci. Barry Allen não mata pessoas." Como Thawne esperava, Barry não o matou neste instante, mas o ordenou que saísse de lá.[79]
    • Contudo, Barry esteve disposto a matar um antagonista de cinco temporadas de Flash depois de tal vilão fazer algo ou ameaçar ferir alguém de sua família ou amigos;
      • No final da 1ª Temporada, Eobard, pessoa quem assassinou a mãe de Barry, foi apagado da existência depois de Eddie Thawne se matar. Contudo, quando Barry encontrou um resquício do tempo do Flash Reverso na 2ª Temporada, Barry quase o matou, mas o Time Flash (especialmente Joe) convenceu-o a prendê-lo.[80]
      • No final da 2ª Temporada, depois que Hunter/Zoom matou o pai de Barry, Henry Allen, Barry esteve disposto a matá-lo (apesar disto ser o que o velocista maligno desejava), o que obrigou o Time Flash a prender Barry no pipeline até que se acalmasse.[78]
      • Na 3ª Temporada, Barry acidentalmente viajou ao futuro e viu Savitar matar Iris. Quando Barry descobriu que o Savitar é um resquício do tempo de si mesmo, Barry esteve disposto a se matar para apagar Savitar. Contudo, Savitar disse que isto não funcionou com Eddie. Barry então tentou matar Savitar, mas a armadura dele o atacou e permitiu que o vilão escapasse.[2]
      • Na 4ª Temporada, depois de Clifford DeVoe/O Pensador, aparentemente, matar Ralph Dibny ao dominar seu corpo, Barry esteve pronto e disposto a matar DeVoe sem nenhuma hesitação.[81]
      • Na 5ª Temporada, depois de Orlin Dwyer/Cicada gravemente ferir Nora West-Allen, a filha do futuro de Barry, ele decidiu que iria matar Cicada. Apesar dos avisos de Cecile Horton, Barry teria matado o vilão se sua filha não o tivesse impedido.[56]
  • Barry é destro.[42]
  • Barry já apareceu em quase todas as séries do Arrowverso em ao menos uma vez, incluindo Supergirl e Batwoman. A única série que Barry não apareceu é Constantine.
    • Outro personagem a realizar isto é Oliver.
    • Tecnicamente, Kara Danvers também já realizou isto, apesar de suas aparições em Lendas do Amanhã ser apenas em crossovers. Contudo, Kara não esteve presente em Vixen.
  • Barry já teve quatro interesses românticos, listadas nesta ordem; Iris West, Felicity Smoak, Linda Park e Patty Spivot. Adicionalmente, Stacy Conwell, Caitlin Snow e Becky Sharpe demonstraram interesse nele.
  • De acordo com a filha de Barry, Nora (quanto ao que aprendeu no Museu do Flash em 2032-2049), ele é imune a poderes telepáticos assim como qualquer outro velocista.[82] Isto quer dizer que, em algum momento no futuro, Barry se tornará tão forte que se tornará a qualquer, se não toda, forma de telepatia; semelhante a nos quadrinhos.
  • Barry é, atualmente, um dos dois protagonistas que já esteve em cinco Terras diferentes: Terra-1 (onde vive), Terra-2, Terra-3, Terra-38 e Terra-X.
    • O outro indivíduo a realizar isto é Cisco, que já visitou todas as mesmas Terras que Barry. Adicionalmente, Cisco já viajou a Terra-19 em ao menos duas ocasiões[68][83] e já viajou a Terra-47 ao menos uma vez.[62]
    • Barry também é o primeiro indivíduo a ir dá Terra-1 até a Terra-38, e o primeiro personagem do Arrowverso a conhecer a Supergirl.
  • De acordo com Cisco, não há prisão que consiga deter Barry. Isto quer dizer que a tecnologia que amortece os poderes de meta-humanos não surge efeito em Barry.[71]
    • Contudo, quando Oliver recebeu os poderes de Barry após os dois trocarem de vidas, ele não pode usá-los para fugirem do pipeline devido ao amortecedor de poderes em sua cela.[74] Isto poe dizer que os poderes de velocistas de Oliver não são tão potente quanto aos de Barry, ou porque talvez ele ainda estava se acostumando com os poderes de Barry.[77] Também é possível que os meta-amortecedores no pipeline tenham sido atualizados após Barry escapar sem esforço de uma de suas celas ao ser colocado em espera devido ao seu estado após sua libertação da prisão da Força de Aceleração.[63] A última razão parece a mais provável, dado que depois que Barry começou a vibrar incontrolavelmente ao tentar prender Raya Van Zandt, Nora conseguiu contra-atacar Barry por tempo suficiente para levá-lo de volta ao Laboratórios S.T.A.R. e, em seguida, colocá-lo no pipeline, onde os meta-amortecedores negaram com sucesso seus poderes enquanto seus amigos tentavam encontrar uma maneira de resolver o problema.[84]
  • A ideia de uma linha do tempo original onde Barry se tornou o Flash em 2020 ao invés de 2014 é uma alteração temporal criada por Eobard. No episódio "Os Trapaceiros", da 1ª Temporada, Eobard diz que Harrison Wells e sua esposa, Tess Morgan, ativaram o acelerador de partículas em 2020. Em meados 2016, no episódio "O Retorno do Flash Reverso", um resquício do tempo de Eobard conhece Harry, Cisco e Caitlin pela primeira vez. Harry até apontou que foi assim que ele descobriu sobre todos e sabia quem contratar para construir o acelerador de partículas.
    • Porém, dado que Eobard mudou o curso original da história ao assassinar Nora em 2000, ele não teria sido capaz de fazer isso se não tivesse lutado contra o Flash da linha do tempo original em algum ponto (que não poderia mais existir) assim; a Força de Aceleração provavelmente compensou isso forçando um resquício de tempo de Eobard a aparecer em 2016 e encontrar uma versão anterior da linha do tempo alterada de Barry (um encontro que nunca aconteceu na linha do tempo original) a fim de fornecer a Eobard as motivações para matar Nora em primeiro lugar. Isso indica que, ao matar Nora, Eobard inadvertidamente acabou alterando sua própria história.
  • Barry e Iris se casaram em 28 de Novembro de 2017.[85]
  • Barry é o 16º personagem do Arrowverso a ter seu nome em um título de episódio, antecedido por Sara Lance, Felicity Smoak, Harrison Wells, Oliver Queen, Alex Danvers, Zari Tomaz, Harry Wells, Iris West-Allen, Winn Schott, Ava Sharpe, Nora West-Allen, Gary Green, Nate Heywood, Emiko Adachi e Eve Teschmacher.
  • Na dublagem brasileira, Barry possuí o apelido de "Flash Negro" enquanto era controlado por Ramsey Rosso/Hemoglobina. Hunter Zolomon usa o mesmo nome quando operava como um servente da Força de Aceleração, apesar de ambos personagens serem diferentes nos quadrinhos.

Por de trás das cenas

  • Na DC Comics, Barry Allen foi o segundo herói conhecido como "Flash", assumindo o manto após Jay Garrick. Ele operou principalmente na tão chamada "Era de Prata" e "Era de Bronze" nas histórias em quadrinhos, sacrificando a sua vida durante Crise nas Infinitas Terras para salvar seu universo. Na continuidade atual da Terra Primal, Barry Allen foi novamente o Flash, apesar de outros personagens, como Wally West, terem se tornado recentemente. Barry também é um fundador da Liga da Justiça da América.
  • Barry tende a se atrasar para tudo, uma homenagem ao fato que nos quadrinhos Barry se atrasava para manter sua identidade como Flash em segredo. No Arrowverso, é por causa de sua má sorte.
  • Nas histórias da DC, Barry possuí cabelo loiro e olhos azuis, enquanto na série ele possuí cabelo marrom escuro e olhos cor de avelã.
  • Assim como nos quadrinhos, Barry possuí um metabolismo hiper-acelerado e deve ingerir calorias altas para não perder energia e desmaiar. Para remediar isso, Cisco Ramon criou uma série de barras de proteína com alto teor calórico para Barry comer a fim de evitar a hipoglicemia. Além disso, Barry também come cerca de 30 refeições de Big Belly Burger e pizzas grandes.
  • Apesar de seu traje ser azul, a eletricidade que erradia do corpo de Barry enquanto corre é vermelho, uma outra homenagem a sua versão original dos quadrinhos.
  • Nas histórias da DC Comics, Barry ganhou seus poderes após ser atingido por um raio qualquer e ter produtos químicos derramados por seu corpo. No Arrowverso, Barry ganhou seus poderes devido ao acelerador de partículas, mas também acabou sendo arremessado a uma prateleira com produtos químicos, que caíram sobre seu corpo.
  • Barry e Eobard Thawne, além de usarem máscaras, escondem suas identidades ao vibrar as moléculas de seu corpo. Isto é semelhante ao como Jay Garrick, o Flash original, escondia sua identidade quando seu capacete caia durante suas histórias na Era de Ouro dos quadrinhos.
  • Como nos quadrinhos da DC, de acordo com Eobard, Barry chegará ao ponto em que pode se mover tão rápido quanto quiser e sua velocidade é ilimitada.[33]
    • Gideon disse que os raios de Ultravioleta se movem a 186,000 m/s, 80x do que a velocidade atual de Barry. Isto significa que ele se move a 2.325 m/s, o que é 8.370.000 mph, ou quase 11.000 vezes a velocidade do som. Barry nunca foi visto correndo tão rápido, então isso provavelmente é um erro.
  • Nas histórias da DC, Barry é o Flash mais rápido e é apenas rivalizado por seu sobrinho, Wally West.
  • Nas histórias da DC Comics, Barry usa a Esteira Cósmica para viajar através diferente, diferente da série onde ele pode viajar sem usar tal equipamento.
  • A dinâmica que Barry compartilha com Oliver Queen/Arqueiro Verde é semelhante a amizade de Superman e Batman; um herói superpoderoso de coração leve e um herói taciturno e mais sério que usa aparelhos.
  • Na versão móvel do jogo Injustiça: Deuses Entre Nós, na atualização 2.6, uma versão do Flash baseada em Grant Gustin é colocado ao jogo, referido como "Flash Metahumano". Apesar de seu modelo ser baseado no traje da segunda temporada (com um círculo branco), o movimento especial e ataque passivo usa a versão da primeira temporada (com um círculo vermelho).
    • Ele também é jogável em Injustice 2 Mobile como "Multiverso Flash". Uma de suas habilidades passivas é "Laboratórios S.T.A.R.", o que lhe permite desviar de ataques especiais Tecnológicos. Uma figura com raios vermelhos e roxo pode ser visto o acompanhando enquanto ele corre em super velocidade. O traje que ele usa é a versão da quarta temporada.
  • Uma versão LEGO do personagem fez uma aparição cameo no jogo LEGO Dimensions, de 2015.
    • Ele é um personagem DLC jogável no jogo LEGO DC Super-Villains, de 2018, com sua voz sendo providenciada por Michael Rosenbaum.
  • A habilidade que Barry tem de cantar é uma referência ao papel de Grant Gustin como Sebastian Smythe na série musical Glee, e também como seu papel em Baby John no revival de Amor, sublime, amor.
  • No episódio "Os Melhores do Mundo", crossover entre Flash/Supergirl, Cat Grant refere-se ao Flash como "o Borrão", mesmo depois de Barry sugerir usar o nome de "o Flash". Isto é uma referência a Smallville; quando Clark Kent usa sua habilidade de super-velocidade para esconder sua identidade enquanto luta contra o crime, ele não parece nada além de um borrão que se move.
  • Em "Os Ousados e Os Corajosos", Quentin Lance refere-se a Barry como "Bart Allen". Quando perdeu suas memórias em "Causa e Efeito", ele acredita se chamar de "Bart" ao invés de "Barry". Estas são possíveis referências ao personagem Bart Allen, que nos quadrinhos é o neto de Barry e Iris e o velocista conhecido como Impulso.
  • Em 2014, Flash foi o terceiro personagem a ter sua própria série exibida na The CW, depois de Smallville e Arqueiro.

Referências

  1. 1,0 1,1 1,2 1,3 1,4 1,5 "O Homem Que Salvou Central City"
  2. 2,0 2,1 2,2 2,3 2,4 2,5 "Causa e Efeito"
  3. "Os Melhores do Mundo"
  4. 4,0 4,1 4,2 "Surge o Flash"
  5. "Flash de Dois Mundos"
  6. 6,0 6,1 6,2 "A Última Tentação de Barry Allen, Parte 1"
  7. "A Última Tentação de Barry Allen, Parte 2"
  8. 8,0 8,1 8,2 8,3 "Linha de Chegada"
  9. 9,0 9,1 9,2 9,3 "Dueto"
  10. "A Fúria da Tempestade de Fogo"
  11. "Crise na Terra-X, Parte 1"
  12. 12,0 12,1 12,2 12,3 12,4 12,5 12,6 "Piloto"
  13. 13,0 13,1 13,2 "O Homem de Uniforme Amarelo"
  14. 14,0 14,1 14,2 14,3 14,4 "Rápido o Bastante"
  15. 15,0 15,1 15,2 "O Homem Mais Rápido do Mundo"
  16. "Bloqueado"
  17. "A Goodnight Hiss"
  18. Cena deletada de "Correndo Para Ficar Parado"
  19. 19,0 19,1 "O Que Não Dá para Ultrapassar"
  20. "Acionando Zoom"
  21. 21,0 21,1 "Fórum do Tempo"
  22. "Rua Infantino"
  23. "Correndo Para Ficar Parado"
  24. 24,0 24,1 24,2 "Nora"
  25. 25,0 25,1 "O Cientista"
  26. "O Julgamento do Flash"
  27. "Jornada Alongada"
  28. "O Passado é um Prólogo"
  29. 29,0 29,1 "Três Fantasmas"
  30. "O Homem Nuclear"
  31. "Raio de Explosão"
  32. "O Homem Embaixo do Capuz"
  33. 33,0 33,1 33,2 33,3 33,4 33,5 33,6 "A Armadilha"
  34. "A Calma"
  35. "Ficando Rouge"
  36. "Flash vs. Arqueiro"
  37. 37,0 37,1 "Os Ousados e Os Corajosos"
  38. "A Vingança dos Ladrões"
  39. "O Retorno dos Ladrões"
  40. 40,0 40,1 40,2 "Os Trapaceiros"
  41. "Heróis"
  42. 42,0 42,1 "Quem é Harrison Wells?"
  43. "Surge Grodd"
  44. "Crise nas Infinitas Terras: Parte Cinco"
  45. "Maratona"
  46. 46,0 46,1 "Pay the Piper"
  47. "Abra Kadabra"
  48. "Ponto de Ignição"
  49. "O Flash que Era e o Futuro"
  50. "Legado"
  51. 51,0 51,1 "O Clarão de um Relâmpago"
  52. 52,0 52,1 52,2 "Shogun"
  53. 53,0 53,1 53,2 53,3 "Invasão!"
  54. "Crise na Terra-X, Parte 3"
  55. 55,0 55,1 "Não Corra"
  56. 56,0 56,1 "Seeing Red"
  57. 57,0 57,1 57,2 "Pensa Rápido"
  58. "O Presente"
  59. "Salto no Vazio"
  60. 60,0 60,1 "Potential Energy"
  61. "Vai Com Deus"
  62. 62,0 62,1 "Bando da Neve"
  63. 63,0 63,1 "O Flash Renascido"
  64. 64,0 64,1 "Flash Back"
  65. "Licença Para Alongar"
  66. "Lendas de Hoje"
  67. "Louco Por Você"
  68. 68,0 68,1 68,2 "Ataque em Central City"
  69. 69,0 69,1 "Sinais Confusos"
  70. "Nevasca"
  71. 71,0 71,1 "Verdadeiras Cores"
  72. 72,0 72,1 "Queda de Energia"
  73. "O Exorcismo de Nash Wells"
  74. 74,0 74,1 "Túnel do Tempo, Parte 1"
  75. "Fast Lane"
  76. 76,0 76,1 "Beijo Beijo Brecha Brecha"
  77. 77,0 77,1 "Túnel do Tempo, Parte 2"
  78. 78,0 78,1 "A Corrida de Sua Vida"
  79. "Crise na Terra-X, Parte 4"
  80. "O Retorno do Flash Reverso"
  81. "Criminosa em Fúria"
  82. "Tubarão-Rei vs. Gorila Grodd"
  83. "Portanto, Ela É"
  84. "Flash e Furiosos"
  85. "Processo Nº 11-19-41-73"
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.