Arrowverso Wiki
Advertisement

Carrie Bates, apelidada de Pirata do Arco-Íris 2.0. por Cisco Ramon, é uma é um ex-oficial de cobranças que tentou doar dinheiro para Central City.

Biografia[]

Vida pregressa[]

Em algum momento de sua vida, Carrie Bates fez parte de seis agências de cobrança diferentes, onde demitida de cada uma por cancelar, no espaço de três meses, enormes dívidas médicas em vez de cobrar.[1]

Enfrentando a Equipe Flash[]

Mais tarde, ela roubou dez milhões de dólares de um banco, trazendo-a à atenção da Equipe Flash. Depois de perceber que seus poderes eram semelhantes, embora mais poderosos, aos de Roy Bivolo, Cisco Ramon a apelidou de "Pirata do Arco-Íris 2.0". Ela estava saindo de um banco quando Mecha-Vibro e o Flash a confrontaram, embora sua tentativa de usar uma arma projetada contra o Pirata do Arco-Íris original tenha falhado. Carrie então usou seus poderes em um homem próximo, que posteriormente sentiu o desejo de roubar um carro. Embora tenha sido interrompido pelo Flash, Mecha-Vibro foi atingido pelo mesmo ataque, deixando-o extremamente eufórico.

Mais tarde, Carrie foi ao aeródromo de Ferris Air para roubar um de seus dirigíveis, estocando-o com objetos de valor com a intenção de dispersá-los entre os habitantes de Central City. No entanto, tanto Mecha-Vibro quanto o Flash se infiltraram no dirigível com a ajuda de Allegra Garcia, e Carrie defendeu suas ações afirmando que ela estava simplesmente dando fortuna para os menos afortunados, semelhante a Robin Hood, e que o sistema falhou com eles. O Flash simpatizou com sua declaração e disse que ela não iria para Iron Heights, e que, em vez disso, trabalharia para livrar-se da sentença servindo no Comitê de Desenvolvimento Econômico do prefeito Sampson. Em descrença, Carrie agradeceu e saudou o Flash como um herói por sua decisão.

Só então, o dirigível em que eles estavam começou a se desestabilizar devido ao dano à auto-navegação. Quando a Equipe Flash começou a debater as soluções, Carrie prometeu que nunca teve a intenção de machucar ninguém. Cisco decidiu que os outros evacuassem a área e permitam que ele resolva a situação, deixando-o para trás. O Flash então tirou Carrie e Allegra do dirigível para a segurança. O dirigível foi então restaurado e devolvido a Ferris Air graças a Equipe Flash, deixando Carrie trabalhando em sentença mencionada como prometido.[1]

Personalidade[]

Carrie Bates aparenta ter paixão por ajudar os menos afortunados, sendo intransigentemente consciente de como o sistema muitas vezes os falhava. Devido a essa fé inabalável, ela estava disposta a cruzar os limites para atingir seus objetivos, embora tentasse evitar quaisquer possíveis causalidades no processo.

Poderes e habilidades[]

Poderes[]

  • Fisiologia meta-humana: Através de meios desconhecidos, Carrie Bates se tornou uma meta-humana.[1]
    • Patocinese: Muito parecido com Roy Bivolo, Carrie Bates tem a capacidade de manipular as emoções das pessoas fazendo contato visual direto, embora em um ritmo muito mais amplo e forte. Durante um confronto com a Equipe Flash, ela usou seus poderes para fazer o Mecha-Vibro se sentir extremamente feliz e manipulou um homem para roubar um carro.[1]

Aparições[]

Flash[]

7ª Temporada[]

Por de trás das câmeras[]

  • Carrie Bates é uma referência a Cary Bates, um roteirista dos quadrinhos da DC Comics e também o co-criador do Pirata do Arco-Íris original.

Referências[]

Advertisement