Arrowverso Wiki
Advertisement

"O seu discursinho... só tinha uma coisa errada. Ela não é a melhor coisa da sua vida, porque quer dizer que você a ama. E amar significa ser fraco... e fraqueza significa morte."
—Carrie Cutter para Oliver Queen[fonte]

Carrie Hartnell Cutter (nascida em 21 de novembro de 1987),[1] também conhecida como Cupido, é uma antiga policial do Departamento de Polícia de Starling City. Depois de ter sido salva pelo Arqueiro, Carrie desenvolveu uma obsessão pelo vigilante e passou a treinar arquearia, usando flechas com pontas de coração. Para poder chamar sua atenção, Cupido começou a matar e ameaçar pessoas através da cidade, mas acabou sendo derrotada pelo homem com o qual idolatrava.

Após ser presa, Carrie entrou para o Esquadrão Suicida de Amanda Waller. Com o passar do tempo, ela foi capaz de reduzir sua sentença e foi libertada da custódia da A.R.G.U.S., mas ao invés de colocar sua vida nos eixos, Carrie voltou a matar mais uma vez. Depois de ser derrotada pela Equipe Arqueiro, ela foi devolvida para a A.R.G.U.S. e entrou para uma nova versão do Esquadrão Suicida.

Biografia[]

Vida pregressa[]

Filha de Oscar e Isabel Cutter, Carrie nasceu em 21 de novembro de 1987 em Starling City. Ela teve uma infância normal com pais amorosos. Durante seus estudos, Carrie participou de muitas competições de ginástica, e também venceu várias delas. De 2004 até 2008, ela frequentou a Universidade de Starling. Lá, ela conheceu e se apaixonou por Jesse Ruckert, e eventualmente se tornaram noivos. No entanto, não muito tempo após a formatura, Jesse desapareceu.[1]

Trabalho como policial[]

Em 2008, Carrie entrou para o Departamento de Polícia de Starling City.[1] É possível que, durante seu trabalho, ela tenha apreendido Rene Ramirez ao menos uma vez.[2] Dois anos depois, Carrie se tornou o primeiro membro feminino de sua unidade da S.W.A.T.. No início de 2011, sua unidade foi chamada para resolver uma ameaça de bomba nos Glades, que acabou sendo uma armação e eles foram forçados a envolver a gangue criminosa Culebra. Durante o encontro, Carrie foi protegida do tiroteio inimigo por Jonathan Greer.

Posteriormente, Carrie ficou obcecada por Jonathan, obrigando o DPSC a colocá-la em serviço limitado. Quando sua obsessão continuou, Carrie foi suspensa da delegacia com pagamento integral e recebeu terapia do Dr. Avery Pressnall no Hospital St. Walker. Após três meses, ela foi diagnosticada com transtorno de apego.[1]

Obsessão com o Arqueiro[]

Carrie olhando para uma flecha

Carrie olhando para uma flecha.

Quando o exército de Slade Wilson atacou Starling City, Carrie foi emboscada por um de seus soldados, aprimorados pelo Mirakuru. O Arqueiro desceu de uma van e salvou Carrie disparando flechas nos indivíduos, e a apressou para que se escondesse. Depois que o vigilante partiu, Carrie olhou para uma de suas flechas deixadas para trás.

Após isso, Carrie desenvolveu uma obsessão pelo Arqueiro e passou a treinar arquearia. Ela também montou um mural para ele, onde mantinha fotos e pedaços de flechas.[1]

Seis meses depois, Carrie foi até outro lugar onde o Arqueiro havia sido avistado. Ela passou por Laurel Lance e, mais tarde, passou perto da van onde John Diggle estava durante uma missão do Arqueiro. Naquela noite, Carrie atacou dois policiais que escoltavam Isaac Stanzler. Quando Isaac questionou quem ela era, Carrie se apresentou como a Cupido antes de disparar uma flecha e matá-lo.[3]

Carrie vestiu Isaac com um traje semelhante ao do Arqueiro e o deixou nas ruas para que o verdadeiro o encontrasse. Ela incluiu uma carta com o endereço de seu apartamento na ponta da seta. Enquanto o Arqueiro e John vasculhavam o apartamento de Carrie, ela os observava de um prédio próximo. Carrie ligou para um celular que ela deixou lá e disse ao Arqueiro que queria estar com ele e ajudá-lo a combater o crime. Ela também enviou uma foto de um chefe da máfia que havia capturado anteriormente e sugeriu que eles deveriam puni-lo juntos.

Cupido conversando com o Arqueiro

Cupido conversando com o Arqueiro.

Eventualmente, a ligação de Carrie foi rastreada. Quando o Arqueiro e Arsenal invadiram seu esconderijo, Carrie atacou o Arsenal, nocauteando-o. Ela usou seu comunicador para provocar e flertar com o Arqueiro, embora sem sucesso. Ela manteve o chefe da máfia como refém, fazendo-o ficar em pé em uma cadeira com um colete antibomba e um detonador com fio em volta do pescoço. Quando o Arqueiro recusou seus avanços, ela chutou a cadeira para longe e fugiu do local enquanto o Arqueiro salvava o chefe da máfia. Visitando Kirby Bates, um hacker que ela contratou, Carrie descobriu que a Verdant era a base das operações do Arqueiro. Ela começou a beijar Kirby e então o matou apunhalando uma flecha em seu pescoço. Carrie compareceu à grande reabertura do Verdant e passou por Roy sem que ele a reconhecesse. Depois de pedir uma bebida para Thea Queen, Carrie foi chamada por Oliver e ela brincou sobre usar um clube como sua base. Oliver tentou persuadi-la a encontrá-lo em outro lugar para afastá-la de Thea. Carrie concordou, mas avisou que mataria todos no clube se ele não aparecesse.

Cupido se encontra com o Arqueiro

Cupido se encontra com o Arqueiro.

Encontrando-se no local onde o Arqueiro a salvou pela primeira vez, Carrie mais uma vez expressou seu desejo de que eles se tornassem amantes. Ele tentou dizê-la que ela não estava bem, mas Carrie se recusou a ouvir. O Arqueiro tentou simpatizar com Carrie, explicando que ele entendia como era amar alguém com quem você não pode estar. Irritada com sua rejeição, Carrie o atacou e os dois começaram uma briga feroz. Após ser derrubada, Carrie chutou e quebrou a trava de uma grade de metal e os dois caíram, aterrissando em um trilho de trem, com o Arqueiro perdendo o arco durante a queda. Carrie rapidamente conteve e algemou o Arqueiro nos trilhos, afirmando que se ela não pudesse tê-lo, ninguém o teria. O Arqueiro tentou argumentar com ela, mas Carrie se preparou para que eles morressem juntos enquanto um trem se aproximava deles. O Arqueiro então deslocou o polegar para escapar das algemas e puxou Carrie bem a tempo, salvando-a novamente, para seu choque e alegria.

Após ser presa, Carrie foi entregada para Amanda Waller.[1]

Parte do Esquadrão Suicida[]

Cupido conversando com Pistoleiro

Cupido conversando com o Pistoleiro.

Carrie viajou para a República da Kasnia com Lyla Michaels e Floyd Lawton em uma missão para resgatar o senador dos Estados Unidos, Joseph Cray, que foi feito refém ao abrir um hospital. Diggle decidiu ir junto para ajudar Lyla, pois eles haviam acabado de se casar. Carrie, John, Lyla e Floyd desceram de páraquedas em Kasnia e, enquanto se preparavam, Carrie perguntou a Lyla sobre seu casamento recente. Carrie explicou como seria seu casamento com o Arqueiro, ela gastaria menos com as flores para economizar mais dinheiro para o vestido e logo, eles iriam "fazer bebês fortes e lindos". Floyd disse a Carrie que uma vida amorosa e uma família não são possíveis para pessoas que fazem o que fazem, mas John discordou.

Enquanto Floyd derrubava os guardas com seu rifle de precisão, Carrie, John e Lyla invadiram o hospital e mataram os terroristas em um tiroteio. Enquanto se preparavam para libertar os reféns, o senador Cray de repente sacou uma arma e atirou em Carrie, mas Floyd a protegeu, levando a bala por ela. Carrie ficou visivelmente emocionada quando o Esquadrão escapou, apaixonando-se por Floyd. Pelo rádio, o senador Cray revelou que a situação do refém era apenas um teatro para torná-lo um herói e, eventualmente, permitir que ele concorresse à presidência. Floyd garantiu a John e Lyla que eles sobreviveriam para voltar para a filha. Seu discurso pareceu despertar Carrie, que fez alguns comentários de flerte com ele.

Mais tarde, Carrie, John e Lyla derrubaram a maioria dos mercenários no hospital, mas Cray ameaçou ativar algumas bombas. Floyd se posicionou no telhado e atirou o detonador de sua mão. Após uma curta luta, o Esquadrão derrotou a maioria dos mercenários e começou a guiar os reféns para fora do prédio. Carrie e John pediram a Floyd que descesse, pois o prédio explodiria em breve. No entanto, Floyd revelou que mentiu e cobriria sua fuga do telhado para que eles pudessem sair vivos. Floyd os apoiou enquanto Carrie, John e Lyla lutavam para sair do prédio e colocar os reféns em segurança. Quando o prédio explodiu, matando Floyd, Carrie gritou em desespero. Ela tentou correr em direção aos destroços em chamas, mas John a segurou.[4]

Após realizar múltiplas missões para a A.R.G.U.S., Carrie foi liberada de sua custódia.

Desistindo do amor[]

Cupido conversando com seus reféns

Cupido conversando com seus reféns.

Ainda tentando lidar com a morte de Floyd, assim como seu fracasso em encontrar um amor verdadeiro, Carrie se convenceu de que o amor era uma mentira e se tornou decidida em provar isso para as pessoas. Após se instalar em um armazém abandonado, Carrie começou a procurar por casais famosos que iriam se casar em breve. Ela sequestrou Blaine e Shannon. Após obrigá-los a confessar seu amor um para o outro, Carrie os matou. Ela então abandonou seus cadáveres na rua, posicionados em um formato de coração, com um bilhete que afirmava que o "amor está morto".

Em seguida, Carrie foi atrás de Allison Lee e Robert Joyce. Após o casamento, Carrie os amarrou e os levou embora em seu carro, provocando-os sadicamente. Logo, Carrie notou que o Arqueiro Verde e Speedy estavam a perseguindo. Na perseguição que se seguiu, Speedy conseguiu embarcar em seu carro. No entanto, Carrie atravessou a parede de um armazém, derrubando-a. Bloqueando o volante, Carrie saltou do carro e emboscou o Arqueiro Verde por trás, derrubando-o. Ela apontou uma flecha para ele, mas ele bloqueou o tiro e eles começaram a lutar. Carrie proclamou que o Arqueiro Verde não era nada como o Arqueiro. O Arqueiro Verde usou uma flecha para prendê-la e cuidou de seus reféns. Carrie se soltou e escapou escalando a parede com uma flecha de gancho.

Carrie ouvindo Felicity

Carrie ouvindo Felicity.

Após descobrir que Oliver iria se casar com Felicity, Carrie decidiu ir atrás deles. Após sabotar o Hotel Hochman com explosivos, ela ouviu a cerimônia do casal antes de confrontá-los. Carrie provocou Oliver, afirmando que o amor havia o deixado fraco e disparou uma flecha no peito dele. No entanto, Oliver revelou que vestia um colete kevlar por debaixo de suas roupas. Carrie se preparou para explodir o prédio, mas Felicity fez um discurso emocionante de como o amor dela e de Oliver foi a melhor coisa que já aconteceu com ela e afirmou que mesmo que ela morresse hoje, ela nunca se arrependeria disso. Carrie se emocionou com sua fala e Speedy aproveitou para disparar o detonador de sua mão. Carrie lutou simultaneamente com Speedy e Espartano, acabando por dominá-los. Ela então foi para o detonador, mas foi enredada por uma flecha. Enquanto ela tentava se libertar, Oliver usou a arma de Espartano para atirar em Carrie com um dardo que a deixou atordoada.[5]

Novas aliadas[]

Enquanto esteve presa em Iron Heights, Carrie conheceu Chien Na Wei e Liza Warner. O trio decidiu se unir para roubar o dinheiro de Tobias Church. Com o passar do tempo, as três conseguiram escapar da prisão e começaram a matar pessoas, mas, desta vez, seus alvos principais eram gangues afiliadas a Church. Primeiro, o trio atacou a Tríade Chinesa, massacrando diversos membros dela.

Carrie, China e Liza encontram o dinheiro

Carrie, China e Liza encontram o dinheiro.

Em seguida, elas planejaram atacar a família criminosa Bertinelli, mas acabaram sendo confrontadas pelo Arqueiro Verde. Carrie e suas aliadas mais tarde visariam outros indivíduos que sabiam a localização do dinheiro. Depois disso, elas contrataram muitos criminosos para defendê-las caso alguém os interrompesse. Quando a Equipe Arqueiro apareceu para impedir sua fuga, uma luta se iniciou, durante a qual Carrie conseguiu ferir Rene e Curtis Holt. Ela só parou quando a unidade anti-crime chegou e a prendeu.[2]

Iniciativa Fantasma[]

Em algum momento, Carrie foi devolvida para a custódia da A.R.G.U.S..[6]

Reunião da Iniciativa Fantasma

Carrie em uma reunião da Iniciativa Fantasma.

Anos depois, Lyla Michaels decidiu reativar o Esquadrão Suicida e recrutou Carrie, China, Joe Wilson e Ricardo Diaz para fazer parte do grupo. O quarteto foi então levado para outra sala, onde Curtis Holt injetou as micro-bombas em seus organismos.[7] Semanas mais tarde, Carrie treinou junto com os outros membros. Em seguida, Lyla e Diggle organizaram uma reunião onde explicaram a missão do grupo. Em seguida, Carrie e a Iniciativa Fantasma se encontraram com um associado de Dante. No entanto, aquilo era uma emboscada para sequestrar Diaz. Carrie e os outros lutaram contra seus adversários e os derrotaram. Após isso, Carrie e seus companheiros de equipe voltaram para a sede da A.R.G.U.S..[8]

Carrie foi morta quando a Terra-1 foi destruída por uma onda de antimatéria durante a Crise nas Terras Infinitas em 10 de dezembro de 2019.[9] No entanto, seu destino pós-crise permanece desconhecido.

Personalidade[]

Carrie faz de tudo para satisfazer seu desejo de estar com o Arqueiro, incluindo matar. Ela parecia construir todo o seu mundo em torno do vigilante, afirmando explicitamente que não tocou no Arsenal e até matou Kirby Bates quando ele tentou ficar íntimo dela. Carrie se referiu ao Arqueiro como seu "amante" e "namorado", acreditando que eles foram feitos um para o outro. Ela parecia ignorar as leis e os limites morais.

Avery Pressnall a diagnosticou com transtorno de apego. Carrie não tem a capacidade de formar relacionamentos genuínos com os outros e os afasta, fixando-se em uma única pessoa que ela sente que reflete seu estado emocional. Carrie deseja honestidade e sinceridade, percebendo sempre que as pessoas mentem para ela.

Como resultado de ser colocada na Força-Tarefa X, sua personalidade e comportamento pareceram muito mais estáveis, embora Carrie ainda acreditasse que poderia ter um futuro com o Arqueiro. Depois que Floyd Lawton levou um tiro por ela, Carrie rapidamente se afeiçoou e mudou seus desejos para ele.

Após a morte de Floyd, Carrie ficou com o coração partido e arrasada, ficando desiludida com o amor. Ela começou a acreditar no mantra de Floyd de que a emoção era "uma bala no cérebro" e sentiu que, se ela não pudesse encontrar o amor, ninguém poderia. Para deixar claro, Carrie começou a matar casais no dia do casamento a sangue frio, acreditando que seus assassinatos eram para um bem maior. No entanto, depois de conversar com Felicity Smoak, que destacou os pontos fortes do amor verdadeiro, Carrie ficou profundamente comovida e começou a duvidar de sua postura.

Habilidades[]

  • Pico da condição física humana: Como ex-policial, Carrie mostrou estar em sua melhor condição física. Durante suas lutas contra o Arqueiro, ela exibiu feitos incríveis de velocidade e destreza. Apesar de cair mais de 12 pés, Carrie se levantou e continuou lutando sem nenhum ferimento visível.
    • Acrobacia: Como ex-ginasta, Carrie é muito ágil, tendo desenvolvido habilidades de corrida livre e parkour. Ela pode cair de uma altura de vários metros sem se machucar.
  • Arqueira: Carrie é uma arqueira habilidosa, capaz de disparar uma flecha com precisão no peito de Isaac Stanzler e acertar dois policiais nas pernas com tiros de precisão. Enquanto trabalhava para a Força-Tarefa X, Carrie continuou usando arco e flecha em vez de armas de fogo, que ela usava para matar mercenários fortemente armados.
  • Mestre em combate corpo-a-corpo/Artista marcial: Carrie se destaca no combate corporal, provando ser uma lutadora criativa e perigosa ao usar seu corpo, flexibilidade e velocidade a seu favor. Como um ex-policial, ela tem experiência em fazer prisões difíceis e lidar com criminosos perigosos, muitas vezes incorporando técnicas de contenção contra seus oponentes. Carrie foi capaz de derrotar facilmente o Arsenal e se defender contra o Arqueiro, apesar de lutar contra ele desarmada enquanto ele usava seu arco. Depois que o Arqueiro perdeu seu arco, Carrie conseguiu contê-lo e algemá-lo. Mais tarde, ela também foi capaz de acompanhar Speedy e Espartano, até mesmo subjugando brevemente ambos antes de ser derrubada pelo Espartano.
  • Intelecto de alto nível/Estrategista especialista: Carrie é uma excelente estrategista, capaz de projetar planos complexos. Ela foi capaz de sequestrar um chefe da máfia fortemente guardado e atrair o Arqueiro até sua localização, deixando rastros de pistas, prevendo suas ações exatas. Carrie também é altamente adepta de usar o ambiente a seu favor. De acordo com seu psiquiatra, Carrie pode sentir quando as pessoas mentem para ela.
    • Especialista em explosivos: Possivelmente devido ao seu treinamento, Carrie tem excelente experiência com explosivos, usando um colete de bomba e um detonador com fio para manter um refém chefe da máfia.
    • Manipulação/Enganação: Carrie é hábil em manipular os outros, seduzindo Kirby Bates para ajudá-la. Ela também usou uma fachada sem noção para distrair um oficial de correção, permitindo que Liza Warner o matasse.
  • Furtividade: Carrie tem experiência em furtividade enquanto persegue outras pessoas, misturando-se com o ambiente para evitar ser notada. Ela foi capaz de acompanhar a Equipe Arqueiro e Ted Grant rastreando Isaac Stanzler sem ser vista.

Equipamento[]

  • Traje de Cupido: Enquanto opera como Cupido, Carrie usa um traje simples. Ele é composto por calças pretas justas, um top verde escuro e uma jaqueta comprida.
  • Arco customizado: Carrie usa um arco customizado enquanto opera como Cupido.
  • Aljava: Carrie usa uma aljava nas costas para carregar suas flechas.
    • Flechas customizadas: Como Cupido, Carrie customizou suas próprias flechas. As pontas delas foram feitas de polímero reforçado com fibra, e são no formato de um coração vermelho.
  • Flechettes: Carrie carrega pequenas flechettes arremessáveis nas mangas de seu traje. Assim como suas flechas normais, elas também são no formato de coração.
  • Flechas especiais: Carrie possui, ao menos, uma flecha especial, que usou para escapar do Arqueiro Verde.

Aparições[]

Arqueiro[]

3ª Temporada

4ª Temporada

5ª Temporada

7ª Temporada


Flash[]

3ª Temporada[]

Lendas do Amanhã[]

3ª Temporada[]

Curiosidades[]

  • Carrie possui algumas semelhanças com Evelyn Sharp/Artemis:
    • Ambas foram as melhores estudantes em suas respectivas escolas.
    • Ambas foram ginastas.
    • Ambas são arqueiras cujas identidades secretas foram baseadas em entidades grego/romana.
    • Ambas possuem um rancor pessoal contra Oliver Queen.
    • Ambas entraram para um grupo de vilões durante a quinta temporada.

Por de trás das câmeras[]

Referências[]

Advertisement