Arrowverso Wiki
Advertisement
Para outras versões do personagem, veja Cisco Ramon (desambiguação).

"É que eu adoro uma boa referência à cultura pop em um momento de crise."
—Cisco Ramon para Dinah Drake[fonte]

Francisco Baracus "Cisco" Ramon[1][2] (nascido em 1991),[3] apelidado de Vibro por Barry Allen,[4] é o filho mais novo do Sr. Ramon e da Sra. Ramon, o irmão mais novo do falecido Dante Ramon, o ex-namorado da falecida Cynthia e o atual namorado de Kamilla Hwang. Ele é o melhor amigo de Barry Allen e Caitlin Snow e um amigo próximo de Felicity Smoak, Ray Palmer, Iris West-Allen, Kara Danvers, Ralph Dibny, Josh e Chester P. Runk. Ele foi um amigo de Eobard Thawne/Flash Reverso até o momento da revelação de sua verdadeira identidade. Cisco é também um membro fundador da Equipe Flash.

Após derrotarem o Flash Reverso, Cisco descobriu que ele também foi afetado pela explosão do acelerador de partículas. Com isso, ele se tornou um meta-humano com o poder de controlar a energia vibracional da realidade. Com o passar do tempo, Cisco foi aprendendo a controlar seus poderes e passou a ajudar a Equipe Flash no campo de batalha como um vigilante. Após anos de aventuras ao lado de seu amigos, Cisco, depois que a Equipe Flash derrotou a Cicada, decidiu tomar a cura meta-humana, desistindo de seus poderes para poder viver uma vida normal com sua namorada, Kamilla. Durante a Crise nas Terras Infinitas, o Monitor restaurou seus poderes. No entanto, ele os perdeu novamente ao chegar em seu novo universo.

Cisco saiu temporariamente da Equipe Flash para poder explorar a Terra-Prime, e ao voltar ele ajudou a equipe em sua luta contra o Buraco Negro e Eva McCulloch. Para poder restaurar os poderes de Barry, a equipe criou uma Força de Aceleração artificial usando as informações no diário de Nora West-Allen. Eles não foram capazes de criá-la, mas após um encontro com um clone de Godspeed, Cisco percebeu o que faltava para a criação e saiu para encontrá-la. Com a ajuda de um portal Atlântico, Cisco e os outros resgataram Iris da Dimensão Espelhada. Depois que Barry e Iris restauraram a Força de Aceleração, Cisco criou um traje que replicava as capacidades de seus antigos poderes e, ao lado de Nevasca, ajudou Barry na batalha final contra a Monarca dos Espelhos.

Após capturarem Abra Kadabra, o vilão revelou que, no futuro, Cisco passaria a operar como o herói Mecha-Vibro.[5] Em um encontro com Psych, o hospedeiro da Força da Sabedoria, Cisco teve um vislumbre de seu pior medo; continuar trabalhando nos Laboratórios S.T.A.R. enquanto todos ao seu redor haviam seguido em frente com suas vidas. Depois de derrotarem as Forças da Natureza, Cisco recebeu a oportunidade de se tornar o diretor da divisão de Tecnologia e Ciências da A.R.G.U.S. em Star City, o que ele aceitou. Após uma última missão com a Equipe Flash, ele entregou suas responsabilidades para Chester e partiu de Central City com Kamilla.[6]

Biografia

Pré-Crise

Vida pregressa

Cisco é filho do Sr. Ramon e da Sra. Ramon, e também tinha um irmão mais velho chamado Dante. Durante o ensino médio, os dois dividiam um quarto juntos.

Durante seus anos escolares, ele conheceu Jake Puckett, quem fazia bullying com ele a menos que Cisco permitisse que Jake copiasse sua lição de casa.[7] Quando Dante tinha 15 anos, ele devia a um apostador, mas não conseguiu pagá-lo, então Cisco deu a ele todo o dinheiro que ganhou entregando pizzas naquele ano para pagar a dívida.[8] Em algum momento, Cisco conheceu Melinda Torres, a quem ele chamou de o amor de sua vida. Melida também gostava de Cisco, mas seu relacionamento nunca se tornou romântico pois Dante mentiu para ela, dizendo que Cisco queria se tornar um padre.[9]

Durante o ensino médio, Cisco colecionava revistas de tecnologia[10] e mostrou interesse em mecânica desde jovem, mas seu talento nunca foi reconhecido ou considerado importante por sua família, já que suas atenções eram dadas a Dante. Cisco, mesmo sabendo que estava sendo menosprezado, decidiu continuar perseguindo seu sonho.[9]

No colégio, Cisco foi o colega de quarto de Sebastian Ollins. Cisco afirmou que Sebastian não conseguia ficar acordado durante uma aula de física, e se não tivesse sido por ele, Ollins teria sido reprovado nas provas.[11]

Eventualmente, Cisco se tornou um funcionário nos Laboratórios S.T.A.R., onde respondia as ordens do Dr. "Harrison Wells". Com o passar dos anos, Cisco passou a se distanciar de sua família, e chegou a perder as festas de aniversário de seu irmão.[12]

Carreira nos Laboratórios S.T.A.R.

Durante seu primeiro ano nos Laboratórios S.T.A.R., Cisco, rapidamente, entrou em conflito com seu colega de trabalho Hartley Rathaway. Quando o Dr. Wells apresentou Cisco como o novo membro da equipe, Hartley foi cético quanto a ele, zombando das camisetas que Cisco vestia e até mesmo chamando-o de o "macaco em treinamento" da empresa. Hartley ficou visivelmente incomodado quando "Wells" colocou Cisco no mesmo piso de trabalho que ele.

Enquanto passavam tempo juntos, Cisco e Hartley expressaram abertamente sua antipatia um pelo outro, com Hartley comentando sarcasticamente sobre o jargão de Cisco e Cisco dizendo a Hartley que se ele o achava incompetente, ele deveria tentar provar isso para Wells. Caitlin Snow se apresentou e interveio em sua disputa, provocando Hartley descaradamente ao mesmo tempo, para a apreciação de Cisco. A fim de irritá-lo, Hartley afirmou que Cisco não duraria mais de uma semana nos Laboratórios S.T.A.R., mas foi provado errado.[13]

A certa altura, a equipe dos Laboratórios S.T.A.R. que trabalhavam no acelerador de partículas tinham um prazo muito rigoroso. Cisco, Caitlin, Ronnie Raymond e Hartley trabalharam tarde da noite no revestimento de irídio para o síncotron, e não conseguiram fazer com que o capacitor de dúbnio retivesse uma única carga.[14]

Depois que Hartley foi demitido, Cisco ficou aliviado e esperava que nunca mais fosse vê-lo. Ele também passou a se tornar mais próximo de "Wells", que chegou a considerar Cisco como um "filho que nunca teve". Cisco também se tornou um amigo próximo de Caitlin e seu namorado, Ronnie, que também era um engenheiro, a quem Cisco passou a considerar como uma família.

Quando o Capuz surgiu em Starling City, Cisco tentou descobrir a identidade do vigilante e formou uma lista com possíveis candidatos. A lista foi composta por 150 indivíduos, incluindo Oliver Queen.[15]

Explosão do acelerador de partículas

Cisco e Caitlin na noite da explosão do acelerador de partículas.

Na noite da ativação do acelerador de partículas, Cisco se encontrou com "Wells" nos corredores do complexo. Os dois conversaram sobre o acelerador e tentaram fazer um aperto de mão, o que não deu certo.[16] Quando o acelerador foi ligado, ele funcionou por alguns minutos, mas apresentou falhas em seu funcionamento logo em seguida. Cisco e Ronnie então desceram para desligá-lo. Ao chegarem, Ronnie pediu para que fechasse o acelerador caso não voltasse em 2 minutos. Quando o tempo passou, Cisco foi forçado a fechá-lo, muito para sua aflição. Caitlin apareceu em seguida e Ronnie começou a conversar com eles, explicando que iria fazer a explosão ir por cima ao invés por baixo. Cisco então ajustou os parâmetros de partícula para compensar pela carga.

Durante a explosão do acelerador, Ronnie foi aparentemente morto. A explosão também produziu uma onda de matéria escura que se espalhou pela cidade, afetando inúmeras pessoas de Central City e dando-as poderes especiais.[17] Sem seu conhecimento, Cisco também foi afetado pela explosão, mas não saberia disto até alguns anos à frente.

Durante os eventos da explosão, uma tempestade foi formada e Barry Allen foi atingido por um raio, o que acabou colocando-o em um coma. Quando sua situação se tornou crítica, ele foi movido para os Laboratórios S.T.A.R., onde sua condição foi estabilizada. Cisco e Caitlin então passaram a tomar conta dele.[18] Durante esse tempo, Iris West começou a visitá-lo no complexo, e Cisco passou a considerá-la alguém que "fala muito". Ele e Caitlin, em algum momento, também conheceram Felicity Smoak.[19]

Visita a Starling City

Um pouco tempo depois, logo após a explosão do acelerador de partículas, Cisco e Caitlin foram encarregados de esvaziar um armazém dos Laboratórios S.T.A.R. em Starling City. Enquanto faziam a contagem do inventário, os dois começaram a conversar sobre a explosão quando ouviram um barulho. Eles foram investigar, mas encontraram apenas um guarda. Cisco lhe garantiu de que estavam quase terminando, mas o homem só continuou a encará-los. Antes que o homem pudesse responder, sangue jorrou de sua boca e ele caiu no chão, revelando que o Exterminador havia o matado. O vilão começou a persegui-los pelo armazém, e Cisco usou uma arma criada por Arthur Light para atacá-lo.

Cisco e Caitlin conversando com Felicity.

Algum tempo depois, enquanto reportavam sobre o ataque, os dois se encontraram com Felicity e John Diggle. Felicity perguntou sobre a condição de Barry, e Caitlin lhe disse que ainda era o mesmo. Cisco deixou escapar que Iris o visitava frequentemente. Felicity notou isso e perguntou quem era a garota, ao que Cisco ficou em dúvidas sobre como explicar sua relação, fazendo com que Felicity afirmasse que, mesmo em coma, Barry já tinha seguido em frente. Algum tempo depois, Felicity se encontrou com Cisco e Caitlin novamente para pedir por ajuda para criar a cura do Mirakuru.[19]

Trabalhando com o Flash

Dias iniciais

Cisco decidiu colocar "Poker Face" para tocar depois de ler que aquela era a música favorita de Barry. Para sua surpresa, ele despertou de seu coma. Cisco, após chamar o dr. "Wells", explicou o que aconteceu e revelou que ele tinha ficado em um coma por nove meses, e também apresentou ele e Caitlin. Após descobrir que tinha super-velocidade, Cisco criou uma roupa especial para Barry e a equipe foi a um campo aberto para monitorá-lo. Depois dos testes, eles voltaram aos Laboratórios S.T.A.R., onde conversaram sobre a possibilidade de existir mais pessoas como ele, mas "Wells" refutou suas teorias. Mais tarde, após um encontro com Clyde Mardon e seus poderes de manipulação do clima, Barry retornou e discutiu com "Wells" por ter mentido. Cisco comentou que poder de controlar o clima era algo legal, mas Barry garantiu que não era.

Cisco, Barry e Caitlin conversando sobre meta-humanos.

Algum tempo depois, Barry retornou mais uma vez e se desculpou com Cisco e Caitlin. Ele então sugeriu que trabalhassem juntos para capturar os meta-humanos que usava seus poderes para o mal. Cisco concordou imediatamente, mas Caitlin, relutantemente, mudou de ideia eventualmente. Cisco revelou um traje especial que havia criado para os bombeiros, acreditando que a roupa serviria para o propósito que Barry queria realizar. Quando Barry foi confrontar Clyde, Cisco e Caitlin o auxiliaram através dos comunicadores.[18]

Cisco levou Barry até um prédio em chamas para salvar as pessoas lá dentro. Enquanto fazia isso, Caitlin apareceu, fazendo com que Cisco desligasse os computadores rapidamente. Ela percebeu o que estavam fazendo, e depois que Barry salvou as pessoas e retornou aos Laboratórios S.T.A.R., Cisco explicou que ele era os "olhos e ouvidos" enquanto Barry era "os pés". Ele perguntou a Barry sobre seus sinais vitais acelerados durante a fuga, embora ele afirmasse estar perfeitamente bem.

Depois de desmaiar devido ao uso de sua super velocidade, Barry retornou aos Laboratórios S.T.A.R., onde eles o monitoravam. Caitlin ficou brava com Barry, Cisco modificou uma esteira para atender às necessidades de Barry. Eles o fizeram aumentar gradualmente sua velocidade enquanto monitoravam seus sinais vitais, antes de notarem seus níveis de glicose, fazendo com que ele desmaiasse. Quando acordou, explicaram que ele estava com hipoglicemia aguda e não estava comendo o suficiente para acompanhar seu metabolismo acelerado. Cisco havia determinado que ele precisava comer o equivalente a 850 tacos (embora imaginasse que seria diferente para tacos de queijo e guacamole). Então, Joe West apareceu e Cisco ouviu eles discutirem.

Mais tarde, depois de um encontro com outro meta-humano, Danton Black, e seus clones, Cisco ficou irritado ao descobrir que Barry tinha feito manchas de sangue no traje que ele havia feito. Barry explicou que aquele era o sangue de Danton. Cisco o apelidou de "Capitão Clone", mas ninguém gostou do nome. Eles coletaram um pouco mais de sangue e Caitlin foi capaz de desencadear o processo de replicação nas células de Danton, criando um clone totalmente novo. Eles foram capazes de adivinhar que estava agindo como uma espécie de "receptor", daí por que não os estava atacando imediatamente. Sugerindo que Barry fosse atrás de Danton, Cisco presenteou Barry com uma barra de proteína de alto teor calórico para manter seu metabolismo sob controle. Quando ele estava em campo, a equipe dava suporte como de costume para Barry. Após a morte de Danton, eles assistiram no noticiário e Cisco expressou que "Multiplex", como ele o renomeou, não poderia machucar mais ninguém. Barry assegurou que os três estavam sempre com ele, e que realmente todos eles tinham sido atingidos por um raio, não apenas Barry, pelo menos no sentido metafórico.[20]

Algum tempo depois, Cisco alertou Barry sobre uma fuga. No dia seguinte, depois que a família Darbinyan foi morta por um meta-humano, a equipe dos Laboratórios S.T.A.R. começou a pesquisar o que poderia ter matado a todos. Joe notou que precisariam encontrar algum lugar para apreender os meta-humanos, já que Iron Heights não daria conta, e Cisco sugeriu o acelerador de partículas. Cisco e "Wells" foram à câmara do acelerador, onde ficou nervoso, já que não iria para lá desde a noite da explosão. Eles voltaram, com Cisco ansioso para deixar a área. Os dois ajudaram Barry depois que ele foi atrás do meta-humano gasoso. Barry logo inalou alguns dos gases tóxicos do homem e foi forçado a correr de volta para os Laboratórios S.T.A.R., onde extraíram o gás para amostragem. Quando Barry acordou, eles discutiram a possibilidade de encontrar a identidade do meta-humano, após o que Cisco o apelidou de "o Névoa". Cisco e "Wells" passaram a identificar o gás, observando que, embora fosse cianeto de hidrogênio, tinha vestígios de um sedativo (especificamente aquele usado em prisioneiros do corredor da morte antes da execução).

Eles identificaram o meta-humano, Kyle Nimbus, e seu próximo alvo: Joe West. Enquanto Barry corria para Iron Heights, onde Joe estava, Cisco se ofereceu para ajudar Barry, embora ele afirmasse saber aquele lugar desde os 11 anos. Barry acabou derrotando o Névoa, capturando-o, e eles o colocaram em sua prisão improvisada no acelerador de partículas. Caitlin estava cética de que a prisão aguentaria, embora Cisco tivesse certeza de que sim, pois tinha um supercondutor 100.000 vezes a força do campo magnético da Terra. Quando o Dr. "Wells" saiu, Cisco tentou se desculpar pela noite da morte de Ronnie, no entanto, Caitlin admitiu que estava bem, pois estava ainda mais orgulhosa de Ronnie. Os dois foram ao cinema.[17]

Cisco, Caitlin e Felicity confrontando Capitão Frio.

Cisco jogou tênis de mesa com Barry, que testava sua capacidade de multitarefa, na qual Cisco perdeu. Logo depois, eles foram alertados de um assalto a banco por Leonard Snart. Mais tarde, quando Felicity visitou a equipe, ele descobriu que Barry sabia quem era o Arqueiro. Mais tarde, Cisco foi criticado por "Wells", que estava furioso. Cisco construiu havia construído a arma fria, uma arma poderosa o suficiente para prejudicar Barry apesar de sua velocidade, que havia sido roubada. Ele revelou que construiu a arma com medo de que Barry se tornasse um psicopata como os outros meta-humanos. Cisco conseguiu encontrar uma maneira de rastrear Snart usando triangulação, embora Felicity tenha intervindo quando conseguiu localizá-lo em menos de um minuto, ao contrário de Cisco, que alegou que levaria meia hora. Quando Barry decidiu derrubar Snart também desligando suas comunicações, Cisco junto com Caitlin foi informado por Felicity que eles deveriam ajudar Barry, apesar de suas ordens. Cisco, Caitlin e Felicity mais tarde chegaram encontraram os dois e, usando um aspirador de pó, alegando a Snart que era o protótipo da arma fria, para ameaçá-lo a ir embora. De volta aos Laboratórios S.T.A.R., "Wells" disse à Cisco para nunca mais criar tal arma.[21]

Cisco e Caitlin foram a um bar com Barry, Iris e Eddie Thawne, onde descobriram que Barry não podia ficar bêbado por conta de seu hiper-metabolismo. Ao receberem um alerta sobre um bombardeio, todos foram embora, mas Cisco e Caitlin ficaram no bar conversando com Barry enquanto ele salvava uma pessoa. No dia seguinte, Barry informou que o exército havia tomado conta do caso. Cisco invadiu os arquivos e descobriu que a responsável pelo bombardeio foi Bette Sans Souci, antiga soldado do exército. O Flash encontrou Bette e a confrontou, mas seu traje foi destruído. Ao voltar, Cisco ficou zangado pela destruição do traje e foi informado que Bette era uma meta-humana.

Eventualmente, Bette foi encontrada e levada aos Laboratórios S.T.A.R., onde explicou sua história. Cisco deu em cima dela, mas notou que o momento não era adequado. Caitlin notou que tinha um rastreador preso em Bette. Cisco viu as câmeras e notou que o general Wade Eiling e seus soldados estavam invadindo o complexo. Eles conseguiram tirar Bette dos Laboratórios S.T.A.R. e foram a um campo aberto, onde testaram Bette. Cisco a apelidou de "Plastique" e ficou animado por ter conseguido encontrar um apelido perfeito na primeira tentativa. Ele esteve presente quando informaram Bette de que não conseguiriam tirar seus poderes. Mais tarde, Bette foi confrontar Wade, mas foi baleada e acabou morrendo. Seu corpo começou a se tornar instável, e Cisco aconselhou Barry a tirá-la da cidade.[22]

Cisco mostrando para Barry um boneco de treino.

Cisco e Caitlin conversaram sobre a quantidade de insetos que Barry engolia enquanto corria, e ao chegarem no córtex encontraram-o caído no chão. Depois de cuidar dele, Barry revelou que tinha ido atrás de um meta-humano que se transforma em aço. Cisco e Caitlin ficaram bravos por Barry não ter chamado eles ao encontrar o novo meta. Mais tarde, ele retornou ao complexo e contou que o meta-humano que procuravam se chamava Tony Woodward, um garoto que fazia bullying com Barry quando criança. Cisco o apelidou de "Viga" e mostrou um boneco de treino que havia construído baseado em Tony, explicando que Barry poderia derrotá-lo se encontrasse a velocidade certa. Porém, enquanto ajudava Barry no treino, ele acabou tendo seu braço deslocado. Cisco contou para Barry sobre a possível localização do esconderijo de Tony.

Barry foi confrontar Viga por conta própria, mesmo sem terem encontrado uma forma de derrotá-lo, e acabou sendo espancado brutalmente. Cisco e Caitlin foram à Keystone e encontraram-o ensanguentado no chão. Ao levarem-o aos Laboratórios S.T.A.R., a dupla de cientistas ouviu "Wells" criticar o jovem velocista por sua atitude imprudente. Cisco revelou que, para derrotar Woodward, Barry precisava correr a Mach 1,1, o que era superior à velocidade do som. Cisco e Caitlin testaram as variáveis de como Barry poderia derrotar o Viga, mas o resultado dava sempre o mesmo; a morte de Barry. Algum tempo depois, ele ligou e pediu para encontrar Iris, que tinha sido sequestrado por Tony. Enquanto Barry lutava contra Woodward, Cisco e Caitlin analisaram seus vitais. Quando ele havia corrido alguns quarteirões de distância, a dupla notou que Barry pretendia derrubá-lo quebrando a velocidade do som. Isso funcionou e Cisco apelidou o golpe de "soco super-sônico".[7]

Cisco usou um dispositivo para identificar uma pessoa morta por eletricidade. Barry foi confrontar o meta, mas, ao voltar, descobriu que seus poderes tinham sido removidos pelo indivíduo. Mais tarde, o homem, Farooq Gibran, invadiu os Laboratórios S.T.A.R. buscando por "Wells". Enquanto Barry conversava com o meta, Cisco, Caitlin e "Wells" ouviram sua história. Ele foi atacado pelo meta-humano e Cisco fechou a porta, alertando a seus companheiros de que estavam com pouco tempo. Barry recuperou seus poderes e derrotou Farooq, mas encontraram Tony morto no chão. Cisco teorizou que alguém tinha o libertado, ao que "Wells" afirmou que tinha sido ele e explicou que precisava distrair o invasor enquanto recuperavam os poderes de Barry,[23]

Flash vs Arqueiro

Algumas semanas depois, a equipe se reuniu para conversar sobre um surto de raiva em um banco naquela tarde. Mais tarde, Cisco e Caitlin interromperam um encontro do Flash com Iris para informá-lo de que o dinheiro roubado tinha sido localizado. Barry retornou com Felicity, que entregou um bumerangue. Cisco se animou e decidiu testá-lo. Eventualmente, eles identificaram o meta que roubou o banco como Roy Bivolo e informaram sua localização a Barry, que se recusou em esperar pelo Arqueiro e resolveu confrontá-lo por conta própria.

Cisco e Diggle conversando sobre quem ganharia em uma luta.

Durante o duelo, Barry foi afetado pelos poderes de Bivolo e começou a perder o controle de sua raiva. Com a situação acontecendo, e acreditando que alguém com os poderes semelhantes aos de Barry representava um perigo para a cidade, Cisco comentou que uma arma fria seria útil naquele momento. Ao descobrir que Oliver Queen era o Arqueiro, Cisco comentou sobre sua lista de suspeitos com Diggle, revelando que Oliver fazia parte dela. Quando o Flash começou a lutar contra o Arqueiro, Cisco e Diggle debateram sobre quem venceria o combate. Barry foi exposto a luzes que fizeram suas emoções voltarem ao normal. Depois da luta e da apreensão de Bivolo, Oliver pediu para que mantivesse sua identidade em segredo.[15]

A pedido de Felicity, Cisco e Caitlin foram à Star City para ajudar a Equipe Arqueiro investigar a morte de Sara Lance/Canário. Ao chegarem na Flecha-Caverna, os dois se animaram pela base de operações do Arqueiro. Depois que Barry ajudou Oliver a derrotar Digger Harkness/Capitão Bumerangue, Cisco e Caitlin aprimoraram o traje de Oliver antes de voltarem à Central City.[24]

Conhecendo o Flash Reverso

Com o Natal se aproximando, Barry foi aos Laboratórios S.T.A.R. e entregou presentes para Cisco, Caitlin e "Wells". Joe informou que o velocista que matou a mãe de Barry havia retornado, o que motivou todos a prendê-lo. Acreditando que o indivíduo iria atrás de táquions para se tornar mais rápido, Cisco e Caitlin foram encarregados de trabalhar com "Wells" para construir uma armadilha e capturá-lo. Cisco conversou com Caitlin sobre o campo de força que pretendia construir, mas ele notou que sua amiga não prestou atenção em sua fala e perguntou o que tinha acontecido. Ela revelou que Ronnie estava vivo, mas Cisco explicou que ele tinha morrido. Apesar disso, Caitlin ainda continuou acreditando na sobrevivência de seu noivo e pediu por sua ajuda para encontrá-lo.

Usando um dispositivo para mediar energia nuclear, Cisco e Caitlin foram até um local desconhecido, onde ele sugeriu chamarem Barry ou "Wells". Caitlin vetou essa opção até que pudessem ter certeza de quem era o homem que procuravam. Para sua surpresa, eles encontraram Ronnie vivo, que pediu para parar de procurá-lo. Ele então usou seus poderes de pirocinese para desaparecer entre o fogo.

Graças a Tina McGee, os Laboratórios S.T.A.R. foram capazes de obter o protótipo táquion e o colocaram na armadilha. O que faltava era aguardar pela chegada do velocista maligno. Cisco encontrou Caitlin chorando no acelerador, e tentou tranquilizá-la garantindo de que iriam encontrar Ronnie. Caitlin, porém, afirmou que não queria achá-lo caso tivesse que prendê-lo no pipeline. Algumas horas depois, o plano funcionou e o velocista foi apanhado. Enquanto "Wells" conversava com o velocista, Cisco e Caitlin notaram que havia algo errado. O velocista passou pelo campo e começou a espancar "Wells". Joe ordenou que abaixasse o campo, o que Cisco fez, embora hesitasse brevemente. O velocista escapou e o Flash o perseguiu, mas foi derrotado. Quando estava prestes a ser atacado, Ronnie apareceu e atacou o velocista maligno, salvando a vida de Barry.

Mais tarde, Cisco e Caitlin compareceram à festa de Natal na casa West. Lá, Cisco comentou com Joe sobre os raios de Barry e os do Flash Reverso, sugerindo que havia duas pessoas com super-velocidade no dia da morte da mãe de Barry.[25]

Cisco e a equipe dos Laboratórios S.T.A.R. começaram a treinar Barry para que ele pudesse se tornar mais rápido que o outro velocista. Quando Snart retornou à Central City, Cisco e "Wells" atualizaram os escudos do DPCC para prevenir que os policiais fossem congelados pela arma fria do vilão. Ele então mostrou a atualização para todos os policias no departamento. Ao descobrir que Snart tinha um novo parceiro, Mick Rory, Cisco o apelidou de "Onda Térmica" e explicou como sua arma funcionava, fazendo eles perceberem que as armas poderiam se neutralizar caso seus raios se cruzassem. Capitão Frio e Onda Térmica sequestraram Caitlin e ordenaram que o Flash fosse confrontá-los. Eventualmente, a dupla de criminosos foram derrotados e aprisionados. Enquanto guardava as armas, Cisco foi parabenizado pelo capitão da polícia, David Singh.[26]

Cisco e Caitlin tentaram ajudar Barry a derrotar uma gangue de motoqueiros, mas não conseguiam chegar a um acordo. "Wells" apareceu e foi capaz de ajudá-lo bloquear o caminho dos motoqueiros, permitindo que a polícia os alcançassem. Depois disso, Barry voltou aos Laboratórios S.T.A.R. e a equipe tirou um foto juntos. Quando a casa de "Wells" foi vandalizada, Cisco e Caitlin foram até lá, mas demoraram para chegar. Barry perguntou o motivo da demora, e eles explicaram que nunca tinham ido lá. No complexo, eles acreditaram que o responsável pelo vandalismo tinha sido Hartley Rathaway.

Cisco, Caitlin e Barry ouvindo "Wells".

Seu palpite provou-se correto e Hartley começou a atacar a cidade, e acabou sendo confrontado pelo Flash. Derrotado, ele foi levado ao Laboratórios S.T.A.R., onde Cisco e Rathaway começaram a discutir. Preso no pipeline, Cisco detectou algo metálico na cabeça de Hartley e pediu para que o retirasse, mas ele disse que não podia pois havia perdido sua audição na noite da explosão. Os dois continuaram com a discussão, dessa vez em espanhol, até serem interrompidos por Caitlin e "Wells". Em seguida, "Wells" revelou que Hartley tinha lhe avisado sobre uma possível falha no acelerador, mas ele não o deu ouvidos e o demitiu. Ao descobrirem isso, Cisco e Caitlin ficaram decepcionados.

Enquanto analisava a luva sônica de Hartley, Cisco notou que ele poderia ter destruído o prédio se quisesse, mas não o fez. Ele percebeu que Rathaway queria ser capturado e correu para averiguar as câmeras do pipeline, descobrindo que o homem tinha fugido de sua cela. Cisco usou os comunicadores para alertar "Wells" e correu até o pipeline, mas, ao chegar lá, foi pego em uma explosão e desmaiou. Algum tempo depois, ele despertou e ouviu "Wells" dizer que iria sair para recuperar a confiança de seus companheiros. Eventualmente, Barry derrotou Hartley e Cisco foi embora para descansar. Cisco visitou Hartley no pipeline, se vangloriando pelo homem estar preso. Porém, Hartley revelou que ele iria soltá-lo. Cisco perguntou porque faria aquilo, e Rathaway revelou que sabia onde Ronnie estava e como poderia salvá-lo.[13]

Procurando Ronnie

Depois que Barry salvou algumas pessoas, Cisco convidou a equipe para beberem juntos, mas eles recusaram pois tinham outros planos. Caitlin mostrou que havia encontrado o tablet de Cisco, que estava lendo sobre o projeto N.U.C.L.E.A.R.. Ele se explicou e disse que iria tentar encontrar Ronnie. Mais tarde, a equipe se reuniu e descobriu que Shawna Baez havia libertado seu namorado, Clay Parker, da prisão. Cisco visitou Hartley no pipeline novamente, onde conversaram sobre Martin Stein, que estava nos laboratórios na noite da explosão. Hartley exigiu que fosse solto, mas Cisco se recusou e foi embora.

Cisco investigando uma sombra.

Apesar disso, Cisco concordou em deixar Hartley sair desde que ele usasse algemas inibidora de poderes. No lado de fora do complexo, Cisco reclamou por não estar vendo nada, ao que Hartley comentou que "Wells" ficaria decepcionado por sua falta de habilidade em observação. Cisco notou uma sujeira na parede e Rathaway explicou que aquilo era uma "sombra da bomba", afirmando que aquela sombra pertencia a Stein. Acreditando que seu antigo colega de trabalho estava mentindo, Cisco tentou levá-lo novamente ao pipeline, mas foi atacado por ele. Os dois lutaram brevemente e Hartley saiu-se sobre melhor. Quando ele tentou fugir, Cisco usou um dispositivo que emitia um som agudo, que fez o homem cair no chão. Ao parar, Hartley pediu para que tirasse as algemas caso quisesse encontrar Ronnie.

Cisco tirou as algemas e os dois foram ao DPCC, onde, usando o computador de Barry, procuraram pelas câmeras de segurança na noite da explosão do acelerador de partículas. Analisando as filmagens, Cisco percebeu que a matéria escura havia fundido os corpos de Ronnie e Stein. Distraído, Hartley usou a mesma tática de Cisco para atacá-lo. Enquanto no chão, Rathaway fugiu. No dia seguinte, Cisco revelou para a equipe que tinha soltado Hartley. Ele explicou porque havia feito aquilo, dizendo se sentia culpado pela morte de Ronnie e que poderia ter o salvo. Caitlin o tranquilizou, garantindo que não era culpa de ninguém.[27]

Cisco e Joe investigando a casa dos Allen.

No CC Jitters, Cisco conversou com Barry e Caitlin sobre seus encontros com Linda Park. Ao receber um telefonema de Joe, ele se desculpou e foi embora. Os dois se encontraram para investigar a antiga casa onde a mãe de Barry, Nora, havia sido assassinada. Cisco sugeriu que chamassem "Wells" e Caitlin para ajudá-los, mas Joe insistiu que mantivessem aquilo entre eles por enquanto. Usando um dispositivo, eles foram capazes de encontrar marcas de sangue que pertencia a um dos velocistas na noite da morte de Nora. No DPCC, Cisco encontrou os tipos sanguíneos, mas nenhum resultado de quem pertencia ao sangue. Joe pediu para que comparasse-os com o sangue de "Wells", deixando Cisco perplexo ao saber que o detetive considerava seu chefe um suspeito. Ele afirmou que havia cansado de ser um policial e foi embora.

Cisco voltou aos Laboratórios S.T.A.R. e encontrou Ronnie, mas logo percebeu que aquele não era seu antigo colega de equipe. Ele se reuniu com sua equipe, que começaram a discutir sobre como iriam separá-los antes de sua explosão iminente. Cisco ajudou "Wells" a construir um dispositivo para ajudar a separar Ronnie e Stein. Sozinho, ele ligou para Joe e informou que, apesar de não ter encontrado vestígios do sangue de "Wells", encontrou o sangue de Barry do futuro.[28]

O dispositivo funcionou e Ronnie e Stein foram separados. Quando todos voltaram nos Laboratórios S.T.A.R., Cisco abraçou Ronnie alegremente. A equipe se reuniu para conversar sobre a possibilidade de viagem no tempo, mas não entendiam sobre o assunto. Cisco assistiu Caitlin remover agulhas do corpo de Barry depois que ele foi atacado pelo general Wade. No dia seguinte, ele se despediu de Ronnie e Stein, que estavam indo embora. Em seguida, Cisco foi ao Jitters com Caitlin, que desabafou com ele.[29]

Descobrindo a identidade de Wells

Cisco descobrindo que "Harrison Wells" é Eobard Thawne/Flash Reverso.

Linha do tempo original: Depois de algum tempo, o repórter Mason Bridge começou a acreditar que "Wells" estava escondendo algo, e contou para Iris sobre suas suspeitas de que o cientista estava envolvido com o desaparecimento de Simon Stagg alguns meses atrás. Essa informação chegou à Equipe Flash, mas Barry e Caitlin rapidamente refutaram as acusações de Bridge. Apesar disso, depois de construir um dispositivo capaz de ajudá-los a derrotar Mark Mardon, Cisco decidiu explorar as acusações após perceber que não tinha como o "Homem de Amarelo" escapar do campo de energia em dezembro. Ele percebeu que o "Homem de Amarelo" que tinham visto era, na verdade, apenas uma imagem holográfica e que o encontro entre o velocista com "Wells" havia sido filmado antes do encontro realmente acontecer. Logo após chegar nessa conclusão "Wells" apareceu e confrontou Cisco, revelando sua identidade como Eobard Thawne e o Flash Reverso.

Eobard matando Cisco para proteger seu segredo.

Cisco, em lágrimas e completamente aterrorizado, o perguntou do motivo do assassinato de Nora no ano 2000. Eobard explicou que seu objetivo não era matar Nora, mas sim o jovem Barry, mas como seu plano tinha sido estragado pela versão futura do Flash, ele teve que mudar de tática. O vilão continuou, afirmando que ficou preso no passado nos últimos 15 anos. Cisco o questionou do porque ajudar Barry se tornar mais rápido, ao que Thawne explicou que aquilo era nada mais do que "um meio para o fim". Ele revelou que tinha criado uma miragem de velocidade, permitindo que a equipe visse o Flash Reverso e "Harrison Wells" na mesma sala. Como Cisco havia descoberto seu segredo, Thawne revelou que sua única opção era matá-lo. Enquanto implorava por sua vida e afirmava que seria capaz de ajudá-lo a voltar ao seu próprio tempo, Thawne discordou, dizendo que ele era inteligente, mas não tão inteligente. Enquanto Cisco observava em lágrimas Thawne vibrar sua mão, o velocista revelou que via Cisco como um filho substituto antes de passar sua mão pelo coração de Cisco, matando-o.

Momentos depois da morte de Cisco, Barry viajou no tempo acidentalmente enquanto tentava prevenir que um tsunami criado por Mardon destruísse Central City. Com isso, ele acabou prevenindo as circunstâncias que levaram ao assassinato de Cisco.[12] Como Barry viajou no tempo acidentalmente pela primeira vez, esses eventos nunca ocorreram e, em vez disso, foram substituídos pelos eventos abaixo.

Linha do tempo atual: Assim como originalmente, Mason Bridge começou a suspeitar de "Wells", mas, desta vez, ele não contou sua teoria para Iris. Por conta disto, a Equipe Flash nunca recebeu tais informações e Cisco não investigou o fracasso do campo de força, prevenindo sua morte nas mãos do Flash Reverso. Depois que Barry capturou Mardon mais cedo que esperado, Cisco foi forçado a ir para a festa de aniversário de seu irmão, acompanhado por Caitlin. Lá, Cisco percebeu que mesmo após anos, Dante não havia mudado e continuava sendo considerado como o melhor filho por seus pais. Frustrado pelo que se passou, Cisco foi a um bar, onde conheceu Lisa Snart. Ele acabou sendo enganado sob o falso pretexto de ir para casa com um encontro, mas ao chegar, ele encontrou o Capitão Frio.

Cisco com Snart.

Leonard exigiu que Cisco construísse as armas fria e de calor, algo que ele se recusou a fazer. Porém, ao ver que os criminosos haviam sequestrado seu irmão, Cisco foi forçado a mudar de ideia. Cisco cumpriu as ordens e construiu as armas, porém, Leonard, que conhecia sua arma de peça-a-peça, notou que ele havia mexido com o gatilho. Ele também exigiu que construísse uma arma para sua irmã, Lisa, na cor de ouro. Apesar de fazer isso, ele ainda foi mantido em cativeiro pelos criminosos. Dante revelou que havia mentido para Melinda Torres, que gostava de Cisco, para a surpresa dele. Dante revelou suas inseguranças e como Cisco havia perseguido seu sonho, enquanto ele não o fez. Os irmãos Ramon atacaram Mick, mas foram impedidos por Snart e Lisa. Leonard demandou que Cisco revelasse a identidade do Flash, mas ele se recusou a fazer isso. Snart usou sua arma nos dedos de Dante, e ameaçou fazer o mesmo com o resto do corpo se não revelasse a identidade. Eventualmente, Cisco cedeu e revelou que Barry Allen era o Flash.

Como prometido, Snart deixou que eles fossem embora. Cisco retornou aos Laboratórios S.T.A.R., sentindo-se que havia traído a equipe. Em lágrimas, ele explicou as circunstâncias de seu retorno, e contou que havia revelado a identidade de Barry como Flash ao Capitão Frio. Porém, Barry lhe tranquilizou, explicando que foi culpa dele de quem o colocou naquela situação. Cisco se preparou para ir embora, acreditando que não era digno de estar na equipe. "Wells" explicou que Cisco foi forçado em tomar uma escolha mais difícil, e que a equipe toda o amava. O cientista também expressou que o via como um filho que nunca teve.[9]

Barry acabou suspeitando de que "Wells" estava envolvido no "desaparecimento" repentino de Mason Bridge. Sabendo que o jornalista já suspeitava do cientista na linha do tempo original, Barry foi capaz de formar uma conexão entre "Harrison Wells" e o Flash Reverso. Com essa revelação, Barry passou a desconfiar de Cisco e Caitlin, acreditando que eles poderiam estar envolvidos na história. Cisco notou a mudança em Barry e contou para Joe, que sabia da desconfiança de Barry. Para manter sua investigação em segredo, o detetive explicou que Barry estava daquela forma devido a atividades criminosas recentes de meta-humanos. Mais tarde, os dois decidiram revelar sua teoria para Cisco e Caitlin. Embora Caitlin rapidamente negou as acusações, Cisco revelou que estava tendo "sonhos" de "Wells" o matando.[30]

Cisco e a equipe vendo o corpo do verdadeiro Harrison Wells.

Decidindo investigar sobre a vida de "Wells", Cisco e Joe viajaram à Starling City. No DPSC, Laurel Lance/Canário Negro pediu para que ele modificasse um dispositivo que sua irmã usava como a Canário. Com a ajuda do detetive Quentin Lance, Cisco e Joe investigaram o local do acidente onde Tess Morgan havia morrido. Durante a investigação, ele notou uma atividade anormal e decidiu cavar a terra, onde, para seu desgosto, encontrou um corpo podre. Antes de ir embora, Cisco, como prometido, entregou um dispositivo que ele apelidou de "Grito da Canário" para Laurel, e explicou as atualizações que havia feito na tecnologia. Ele e Joe moveram o corpo para o DPCC, e com a ajuda de Caitlin e Barry, eles trabalharam juntos para identificar a identidade cadáver. Para a surpresa e horror da equipe, eles descobriram que aquele corpo pertencia ao verdadeiro Harrison Wells, fazendo-os se questionarem quem era o homem que estiveram trabalhando por tanto tempo.

Nos Laboratórios S.T.A.R., Cisco analisou a planta 3D do complexo, onde acabou notando uma sala que não deveria existir. Ao se aproximar com Barry e Caitlin, Cisco detectou uma grande leitura de partículas de táquions. Barry tocou em uma parede, que se abriu. O trio entrou e descobriram uma sala secreta, onde também notaram o traje de Flash Reverso em um manequim. Um jornal se ativou, revelando que o Flash iria desaparecer em uma crise em 2024.[31] Gideon acabou sendo ativada, o que assustou Cisco. Depois que Gideon explicou que ela sabia quem era Barry, eles perceberam que precisavam desativar o núcleo de memória de Gideon para impedi-la de contar a "Wells" sobre o encontro. Cisco inicialmente se ofereceu, mas recusou depois que Gideon revelou a localização de seu núcleo de memória. Barry então pediu a Gideon para não contar a "Wells" sobre o encontro e ficou surpreso quando ela aceitou o comando, revelando que Barry a criaria no futuro. Com "Wells" se aproximando, Barry tirou Caitlin e Cisco do cofre do tempo.

Acreditando que precisava explorar seu "sonho" para poder prender "Wells", Cisco percebeu que seus "sonhos" eram fragmentos da linha do tempo original. Com a ajuda de Caitlin, os dois construíram óculos especiais para ajudar Cisco a sonhar melhor. Ao finalizar o dispositivo, Cisco se encontrou com Barry, Joe e Caitlin e se preparou para entrar no sonho onde era morto por seu chefe. Enquanto sonhava, Cisco descrevia o que estava acontecendo; ele revelou a identidade de "Wells" como Eobard Thawne, fazendo Joe notar a semelhança com Eddie, e sobre a morte de Nora. Enquanto Eobard se preparava para matar Cisco no sonho, ele começou a convulsionar no mundo real, fazendo com que a Equipe Flash tentasse encontrar desesperadamente uma maneira de acordá-lo. Assim que Eobard matou Cisco no sonho, a Equipe Flash o levou Cisco com segurança ao mundo real.

Agora sabendo como atrair Eobard, a Equipe Flash decidiu recriar exatamente as mesmas circunstâncias do sonho para fazê-lo confessar o assassinato de Nora, mas com proteção extra para Cisco. Para fazer isso, Cisco reverteu a armadilha de velocista que eles inventaram em dezembro para impedir que um velocista entrasse em vez de impedi-los de sair, antes de testá-la com sucesso em Barry.

Equipe Flash descobrindo que foram enganados por Thawne.

Com o plano pronto, Cisco esperou que Eobard voltasse aos Laboratórios S.T.A.R. antes de descobrir o holograma de Flash Reverso para colocar os eventos de seu sonho em movimento. Enquanto Joe e Barry se escondiam na parte de trás do bunker, Cisco foi confrontado por Eobard, que afirmou que Cisco era inteligente. Enquanto Cisco tentava eliminar uma confissão do assassinato de Nora, Eobard se esquivou e simplesmente disse que Nora estava morta há séculos, o que não era uma confissão real. Quando Eobard levantou a mão em preparação para matar Cisco, ele ativou a armadilha de velocista, mas Eobard conseguiu entrar, para grande choque de todos. Enquanto Eobard avançava sobre Cisco, Joe, sem pensar, atirou várias balas em Eobard. Só então, no entanto, Cisco notou que o cadáver de Eobard se transformou em Hannibal Bates. O verdadeiro Eobard, vivo e longe dos Laboratórios S.T.A.R., falou pelos alto-falantes, revelando que Bates o havia personificado o tempo todo e reintroduzindo a capacidade de Bates de se transformar em qualquer pessoa que ele tocasse. Cisco ouviu Eobard explicar como ele usou Bates para seu próprio propósito, enfurecendo Barry. Recebendo um alerta em seu telefone, Cisco disse a Barry que Eobard estava no cofre do tempo enquanto Barry fugia em perseguição.[32]

Depois que Eobard sequestrou Eddie, a Equipe Flash começou a encontrar uma forma de encontrá-los, mas não obtiveram resultado. Cisco começou a inspecionar a cadeira de rodas de Eobard, pois acreditava que o velocista a usava por algum outro motivo além de evitar suspeitas de ser o Flash Reverso. Mais tarde, Cisco encontrou uma fonte de energia abaixo da cadeira, deduzindo que aquele era o motivo de Thawne estar sempre mais rápido que Barry. Quando o acelerador de partículas foi ativado, todos perceberam que Thawne se escondeu nos Laboratórios S.T.A.R. o tempo todo, e por isso ninguém conseguia encontrá-lo. Quando desceram, o Flash Reverso saiu correndo e Barry foi atrás dele. Cisco e Joe assistiram Shawna sair de sua cela, e foram nocauteados pela meta.

Depois que Baez voltou para sua cela, Joe notou uma voz de dentro do oleoduto. Enquanto Eddie se recuperava, ele revelou que Eobard havia revelado sua identidade, assim como no "sonho" de Cisco e disse que os dois eram família. Ele explicou que Eobard estava trabalhando em um tubo metálico futurista e que era a "chave" para recuperar tudo o que perdeu, embora ele não soubesse muito mais. Depois que Caitlin permitiu que Eddie voltasse para casa e descansasse, Cisco recebeu outro alerta, revelando a "chave" sobre a qual Eddie estava falando: um dispositivo conectado diretamente ao acelerador de partículas. Depois que Barry perguntou a Cisco se ele poderia desarmar o dispositivo, Cisco explicou que, como o dispositivo era do futuro, ele não poderia adulterá-lo sem correr o risco de destruir o prédio. Cisco especulou que o dispositivo estaria totalmente operacional em 36 horas.

A Equipe Flash decidiu mover os metas no pipeline para Lian Yu, e então Barry pediu a ajuda de Snart e Lisa. Cisco ajudou a preparar os caminhões de transporte, mas Snart traiu a Equipe Flash e libertou todos os metas. Ao voltar para os Laboratórios S.T.A.R., a equipe notou que o acelerador estava ativado e pronto para ser usado, e também observaram Eobard caminhar para dentro da propriedade. Cisco e os outros assistiram o Flash, com a ajuda de Oliver Queen e o Nuclear, enfrentar seu adversário. Eles conseguiram ganhar e prenderam-o no pipeline.[33]

Aprisionado, Eobard explicou seu plano; ele pretendia voltar ao futuro com a ajuda de Barry, enquanto ele voltava no tempo para salvar sua mãe. Stein, porém, explicou que salvar Nora poderia trazer consequências não previstas na linha do tempo, tais como Barry nunca ter conhecido Cisco e Caitlin. Apesar disso, ele decidiu continuar com o plano e pediu para Cisco criar uma máquina do tempo. Cisco conversou com Eobard sobre como construir a Esfera do Tempo, assim como seus problemas na linha do tempo original. Thawne revelou que Cisco era capaz de ver os fragmentos da linha do tempo original porque ele conseguia ver através das vibrações do universo, confirmando o que ele já suspeitava; Cisco havia sido afetado pela explosão do acelerador de partículas. Cisco negou as afirmações, mas Eobard garantiu que um "grande e honrável destino" o aguardava. Mais tarde, Cisco esteve presente no casamento de Caitlin e Ronnie.

Equipe Flash vendo a formação da Singularidade.

Antes de Barry voltar no tempo, Cisco o lembrou que haveria três dele em 2000 - o atual ele, o futuro ele e o mais jovem - e disse-lhe para esperar até que o jovem se fosse. Cisco e Joe supervisionaram Eobard se preparando para sair na Esfera do Tempo, mas antes que ele pudesse ir, Flash retornou e destruiu a cápsula, prendendo o Flash Reverso no presente e eles começaram a lutar. Quando Eobard estava prestes a matar Barry, Eddie atirou em si mesmo no coração, fazendo com que Eobard começasse a desaparecer. Cisco percebeu que se Eddie morresse, Eobard nunca nasceria e ele estava sendo apagado da existência. Cisco assistiu Eddie morrer nos braços de Iris enquanto Eobard desaparecia no nada. No entanto, como advertiu o professor Stein, a viagem no tempo de Barry formou uma singularidade que começou a consumir a cidade. Flash decolou no portal para detê-lo e correu ao redor do anel interno, impedindo-o de abrir ainda mais.[34]

Batalha contra o Pensador

Libertando Barry

Vibro, Kid Flash e Joe confrontando Samuroid.

Vibro, Kid Flash e Joe perseguiram Shawna pela cidade. Eventualmente, eles foram capazes de derrotá-la. Nos Laboratórios S.T.A.R., Iris pediu para que levassem seu trabalho a sério. Naquela noite, um samurai sobrevoou por Central City. Vibro, Kid Flash e Joe foram confrontar o indivíduo, que exigiu que o Flash aparecesse. Depois que Joe revelou que o Velocista Escarlate não iria aparecer, o Vibro zombou da katana que o samurai portava, acreditando que ele não seria capaz de fazer nada com aquilo já que ele e Wally tinham poderes meta-humanos. Porém, o indivíduo usou sua espada para emitir uma onda de energia, que derrubou o trio no chão. Ele, mais uma vez, exigiu que o Flash fosse entregue, senão a cidade seria destruída, e em seguida saiu voando.

Nos Laboratórios S.T.A.R., a equipe se reuniu para conversar sobre o samurai. Percebendo que não tinham outra solução, Cisco sugeriu tirarem Barry da Força de Aceleração. Ele revelou que tinha uma forma de salvá-lo sem causar uma tempestade de raios em Central City, tendo trabalhado no dispositivo nos últimos meses. Embora Joe acreditasse que o plano fosse uma boa sugestão, Iris começou a duvidar dele e preferiu inventar um plano para derrotar o samurai.

Naquela noite, Cisco visitou o bar onde Caitlin trabalhava como bartender e pediu por sua ajuda para salvar Barry, o que ela aceitou imediatamente. No dia seguinte, ele convocou Joe e Wally para o campo onde treinaram os poderes de Barry pela primeira vez, afirmando que já tiveram sorte lá uma vez. Depois de explicar o que havia feito, ele ligou a bazuca da Força de Aceleração e um portal foi aberto. Caitlin exclamou que encontrou algo, com Cisco alegremente afirmando que era Barry, porém ele não saiu de lá e o portal se fechou, para sua grande tristeza.

Ao voltar nos Laboratórios S.T.A.R., Iris criticou Cisco por trair sua ordem, mas foram interrompidos por Joe. A Equipe Flash foi ao DPCC, onde encontraram Barry, que estava agindo de uma forma estranha. No complexo, Caitlin teorizou que ele estava com demência por conta de passar meses na Força de Aceleração, mas não poderia chegar a uma conclusão até que acordasse. Cisco acordou Barry com a música "Poker Face", mas ele continuou falando as mesmas coisas sem sentindo de quando foi encontrado no departamento de polícia. Ele começou a correr pelo Laboratório S.T.A.R. e acabou sendo derrubado por Caitlin, que usou uma arma fria. Cisco passou a tentar decifrar os códigos de Barry, mas nunca chegava a algum lugar. Depois de uma fala por Caitlin, ele decifrou uma das mensagens para "essa casa tá arrasando", o que decepcionou ele e Iris. Depois que Iris se entregou ao Samuroid, Barry voltou ao normal e usou o novo traje criado por Cisco para salvá-la e destruir o robô.[35]

Cisco em um encontro com Cigana.

Depois que um homem foi morto dentro de um elevador, Cisco descobriu que foi um hacker que causou aquilo. Quando Cigana apareceu, ele explicou que teria que fazer algumas coisas antes de seu encontro. Mais tarde, o hacker matou uma outra pessoa, fazendo a Equipe Flash perceber que o homem que procurava tinha uma lista de mortes. Caitlin notou que estavam atrás de um meta-humano capaz de infectar tecnologia. Ao ler uma de suas revistas, eles descobriram que Ramsey Deacon era o homem que procuravam. Cigana perguntou se ele estava pronta para o encontro, mas ele disse que teria que adiá-lo pois não descobriram nada. Embora ela afirmasse que estava tudo bem, Caitlin explicou que ela estava decepcionada. Depois que Kilg%re foi derrotado, Cisco fez um encontro com Cigana.[10]

Ao receberem um alerta de brecha, a Equipe Flash encontrou Harry na sala das brechas, e ouviram o cientista dizer a Wally que Jesse estava terminando com ele. Depois que Becky Sharpe usou seus poderes de manipulação de sorte para roubar alguns bancos, Cisco e Harry começaram a trabalhar em uma forma de descobrir como os novos metas ganharam seus poderes. Com a ajuda de Barry, eles descobriram que quando tiraram-o da Força de Aceleração, a matéria escura emitido pelo portal acabou criando um ônibus de meta-humanos. Cisco descobriu que Harry estava agindo daquela forma por ter sido expulsou da equipe de Jesse. Quando o campo quântico de Becky começou a aumentar, a cidade inteira passou a ter uma onda de má sorte, o que também ativou o acelerador de partículas. Cisco e Harry começaram a trabalhar na desativação do acelerador, mas Wells pediu para deixarem-o ser ativado. Ao fazerem isso, os poderes de Becky foram desativados, o que permitiu que o Flash a algemasse. Depois que a situação foi resolvida, Cisco pediu para que Harry ficasse com a Equipe Flash.[36]

Cisco conhecendo Breacher.

Enquanto beijava Cigana em seu quarto, Cisco perguntou por seu nome, mas ela se recusou em respondê-lo. Depois que ela saiu para ir ao banheiro, uma brecha se abriu e um homem pulou para fora do portal. Ele começou a atacar Cisco, e pegou-o por seu pescoço. Cigana retornou e pediu para que seu pai parasse de atacá-lo. Após isso, Cisco o levou aos Laboratórios S.T.A.R. e impediu que Breacher atacasse Barry e Joe. Harry o convenceu a tentar conquistá-lo. Ele levou Breacher e Cigana ao Jitters, mas sua tentativa de se aproximar do homem não deu muito certo. Breacher começou a fazer uma contagem regressiva para caçá-lo. Embora não tivesse levado aquilo a sério no começo, Cisco se levantou e saiu correndo. Ele voltou aos Laboratórios S.T.A.R., onde explicou que não poderia usar seus poderes para fugir. Harry sugeriu que ele montasse uma armadilha para prendê-lo.

Vibro protegendo Ralph.

Naquela noite, Cisco usou um holograma para enganar Breacher e o prendeu em um campo de força. Porém, o caçador usou uma faca para perfurar o campo e conseguiu se libertar, fazendo com que Cisco fugisse. Mais tarde, Breacher foi atacar Ralph Dibny (que tinha poderes elásticos) depois de confundi-lo com uma espécie de alienígenas que atacou seu universo. Depois de derrubar o Flash, Vibro abriu uma brecha e impediu que Breacher o atacasse, afirmando que ele não era quem pensava e sim um inocente. Ele então abaixou as mãos. Depois que a caça chegou ao fim, Cisco se despediu de Cigana e Breacher na sala das brechas. Ele também descobriu, para sua surpresa, que o nome verdadeiro de sua namorada era Cynthia.[37]

Com o casamento de Barry se aproximando, Cisco e os outros membros homens da Equipe Flash resolveram fazer uma despedida de solteiro a ele. Na casa West, eles começaram a ver fotos e vídeos de Barry quando criança, mas Ralph apareceu e levou eles a um clube de strip. Cisco então entregou um líquido que criou, que iria permiti-lo ficar bêbado. Depois de se envolverem em uma briga, Cisco, Barry, Joe e Ralph foram presos, mas Harry pagou pela fiança do grupo. Ao voltar para o complexo, eles encontraram Nevasca.[38]

Conhecendo DeVoe

Depois que Harrison sugeriu chamar seus amigos para ajudá-los a procurar por DeVoe, Cisco se alegrou ao descobrir que Harry havia feito amizade com outras pessoas. Porém, no momento da conferência, ele descobriu que os amigos que Wells se referiu eram seus sósias de outras Terras, a quem apelidou de "Conselho de Wells". Mais tarde, Cisco entregou o protótipo de traje para Ralph, que demonstrou insatisfação pela roupa ser apenas uma lona capaz de se adaptar a seus poderes elásticos. Ele então conversou com Harry, que estava estressado com o Conselho de Wells. Cisco acreditava que o cientista não se referia apenas ao grupo de sósias, mas também a si mesmo, e o aconselhou que ele não conseguiria fazer amigos se não começasse a gostar de si mesmo. Em outra reunião com o conselho, eles chegaram a uma conclusão de como encontrariam DeVoe. Eventualmente, o conselho encontrou o homem que procuravam: Clifford DeVoe. Barry e Joe foram à casa de Clifford, enquanto Cisco e Caitlin se preparavam para atacá-lo caso necessário.[39]

Para a surpresa de todos, DeVoe não representava nenhuma ameaça, dado que ele era um homem paraplégico vivendo com sua esposa, Marlize. Cisco e Harry pesquisaram a vida do professor, mas não encontraram nada que poderia incriminá-lo. Apesar disso, Barry continuou acreditando que ele era uma ameaça e pediu para Cisco vibrar uma caneca que ele roubou do homem. Ele fez isso, mas viu apenas DeVoe comendo uma refeição ao lado de sua esposa. Barry descobriu que havia uma câmera na cabeça do Samuroid e revelou a informação para a Equipe Flash, mas Cisco revelou que o dispositivo não estava ativado. A perseguição de Barry com DeVoe continuou a um ponto tão alto que ele chegou a invadir a casa de Clifford.

Eventualmente, Barry foi confrontar DeVoe na universidade onde trabalhava, e o homem acabou revelando seus planos a ele. Barry repassou o que descobriu para a Equipe Flash, que se desculpou por terem duvidado dele. Sabendo que os poderes de DeVoe era de pensamento ilimitado, Cisco o apelidou de "o Pensador". Wally apareceu e todos o cumprimentaram alegremente.[40]

Crise na Terra-X

Enquanto se preparava para o casamento de Barry e Iris, Cisco e Harry criaram um soro que seria capaz de separar Jax e Stein, que queria se aposentar para passar um tempo com sua família. Mais tarde, ele esteve presente no jantar de ensaio. No momento da cerimônia, ela acabou sendo interrompida pela invasão de nazistas. Cisco lutou ao lado de outros heróis presentes, e ajudou Oliver a enfrentar um arqueiro nazista. No entanto, ele acabou sendo atingido por um pedaço de madeira e foi nocauteado.[41]

Depois que os nazistas invadiram os Laboratórios S.T.A.R., eles prenderam os heróis no pipeline, incluindo Cisco. Eventualmente, ele despertou e ouviu Harry arremessar uma bola pela parede das celas. Ele reclamou do barulho, e os dois começaram a discutir.[42] Algum tempo depois, os membros restantes das Lendas (que não compareceram ao casamento) invadiram o complexo e salvaram os heróis do pipeline. Cisco e os outros se reuniram no laboratório de velocidade, onde começaram a atacar o Metallo da Terra-X em conjunto, chegando a destruí-lo.

Cisco pilotando a Waverider.

Ao receber a notícia sobre a morte de Stein, Cisco lamentou a morte do professor ao lado de Caitlin. Quando os nazistas começaram a invadir Central City, Cisco pilotou a Waverider e começou a perseguir Wellenreiter pelos céus da cidade, mas seus ataques não faziam efeito pois a outra nave estava com seus escudos ativados. Quando Nevasca, Vixen e Zari Tomaz desativaram os escudos, Vibro abriu uma brecha para tirá-las de lá, permitindo que Harry destruísse a nave com as armas da Waverider. Logo depois que os nazistas foram derrotados, Cisco abriu uma brecha para que Ray Terrill e Leo Snart retornassem à Terra-X, mas Leo decidiu ficar por mais um tempo na Terra-1. Ao lado de outros heróis, Cisco compareceu ao funeral de Martin Stein.[43]

Aprisionamento de Barry

Cisco, Harry e Ralph decoraram os Laboratórios S.T.A.R. com uma decoração de Natal enquanto conversavam com Caitlin, que se sentiu excluída depois que seus amigos mencionaram uma piada interna que tinham com Nevasca. Mais tarde, Harry informou que Caitlin foi sequestrada por Amunet Black, enquanto Iris apareceu momentos depois dizendo que Barry tinha sido capturado pelo Pensador. Cisco tentou vibrar a localização de Barry, mas foi arremessado para trás. Iris tentou encontrar os dois, mas os satélites dos Laboratórios S.T.A.R começaram a entrar em circuito. Cisco e Ralph começaram a discutir, mas eles se desculparam mais tarde. Iris então deu a ordem para usar o satélite e encontrar Caitlin, acreditando que ela estava em uma posição mais vulnerável que Barry. Quando Caitlin foi encontrada, Vibro e Ralph foram resgatá-la. Eventualmente, Barry escapou de Pensador e retornou. A equipe então comemorou o Natal na casa West com Dominic Lanse.[44]

Quando Barry foi acusado pelo assassinato de DeVoe, Cisco hackeou sua tornozeleira para permiti-lo ir aos Laboratórios S.T.A.R., e também apagou o vídeo no qual o velocista afirmava não ter matado alguém no dia em que saiu da Força de Aceleração. Mais tarde, os membros da equipe compareceram ao julgamento de Barry. Apesar do julgamento, a equipe teve que continuar com seu trabalho e eles começaram a investigar sobre um incidente que se passou no banco da cidade. Depois que o meta foi encontrado, Vibro e Harry foram interceptá-lo, mas seu sinal os levou a um caminhão de descarte de resíduo nuclear. Logo após que Neil Borman foi derrotado, Cisco e os outros membros descobriram que Barry havia sido condenado a prisão perpétua.[45]

Vibro e Caitlin capturados por Trapaceiro e Prank.

Algum tempo depois, Cisco, Iris e Caitlin acompanharam, através da TV, Ralph impedir uma explosão em um mercado. Mais tarde, Axel Walker fugiu de Iron Heights com o auxílio de Zoey Clark. Eles assistiram Axel ameaçar destruir a cidade através de uma transmissão, e então Cisco abriu uma brecha para levar Ralph até o vilão. Quando Ralph foi ferido por um ácido, Vibro atacou Walker e salvou seu companheiro de equipe, levando-o de volta aos Laboratórios S.T.A.R. para ser examinado. Naquele dia, Trapaceiro e Prank revelaram que haviam feito reféns, e como Ralph, com medo de morrer, se recusou em ir resgatá-los, Vibro e Nevasca foram cumprir seu dever. Porém, ao chegar lá, eles caíram em uma armadilha e foram presos, restringidos por algemas inibidoras de poderes. Eventualmente, Ralph, com seu novo traje, apareceu e salvou ambos. No Jitters, enquanto curtia um tempo livre com Ralph, uma garota misteriosa pagou por suas bebidas.[46]

Ao descobrirem que Cecile havia desenvolvido poderes telepáticos, a equipe a analisou. Ciscou pensou em múltiplas coisas ao mesmo tempo, o que ela foi capaz de dizê-los em voz alta. Harry então criticou a todos por não terem encontrado uma forma de tirar Barry da prisão. Depois que um prédio das Indústrias Kord foi encolhido e roubado, Cisco analisou as câmeras de segurança. Quando Barry pediu para a equipe ajudar David Ratchet, que foi aprisionado injustamente, eles decidiram ajudá-lo. Joe foi capaz de localizar Sylbert Rundine, o responsável pelo roubo do prédio, e Cisco, Ralph e Joe foram atrás dele. Porém, ao chegarem lá, o trio foi atacado por Rundine, e ele usou seus poderes em Cisco e Ralph, fazendo-os encolher.

Harry transformou a bazuca da Força de Aceleração em uma "bazuca aumentadora", mas suas células começaram a explodir. Harry começou a se culpar por tudo acontecendo, como sua inteligência não sendo o bastante para enfrentar o Pensador ou libertar Barry, mas Cisco o tranquilizou. Quando Rundine foi localizado novamente, a equipe conseguiu fazê-lo transformar Cisco e Ralph em seu tamanho normal.[47]

Vibro e Nevasca se encontrando com Barry na prisão.

Cecile informou a equipe que Gregory Wolfe traficava meta-humanos para Amunet, e que Barry seria vendido também. Ao descobrirem que Ralph podia usar seus poderes para se transformar, Cisco e Caitlin ajudaram-o a treinar para se transformar em Wolfe, para que pudesse desfazer a venda de metas. O plano funcionou inicialmente, mas ele perdeu o controle de seus poderes e começou a se transformar de volta a sua forma normal na frente de Amunet. À noite, Vibro e Nevasca foram à prisão, onde encontraram Barry próximo aos corpos dos metas do ônibus, indicando que DeVoe havia passado por lá. Barry informou que o Pensador roubou o corpo de Hazard. Nevasca congelou sua tornozeleira, mas ele decidiu ficar. Vibro e Nevasca então foram embora por uma brecha. Mais tarde, Ralph usou seus poderes para se transformar em DeVoe, permitindo que Barry fosse libertado da prisão. Em uma comemoração na casa West, a equipe percebeu que o Pensador estava atrás apenas dos metas do ônibus, o que incluía Ralph.[48]

Metas do ônibus restantes

Para seu desagrado, Cisco passou a acompanhar Ralph para protegê-lo. Ele vibrou um CD e descobriu a próximo meta do ônibus: Izzy Bowin. Vibro acompanhou Flash e o Homem-Elástico até Izzy, onde foram confrontados por DeVoe. Apesar de terem perdido o duelo, Izzy derrubou o Pensador e escapou com os heróis. Sabendo que seus poderes poderiam ser usados contra o vilão, Barry passou a treiná-la, mas ele passou dos limites e Bowin acabou indo embora. Harry então apresentou um dispositivo chamado inibidor cerebral para usá-lo contra DeVoe. Cisco vibrou a maleta do violino de Izzy e descobriu que ela estava confrontando DeVoe, que notou a presença dele na vibração e o expulsou, fazendo-o voar pelos Laboratórios S.T.A.R.. Apesar de seus melhores esforços, Clifford foi capaz de roubar o corpo de Izzy e foi embora.[49]

Barry e Vibro vendo uma bomba nuclear.

Depois de descobrirem que o esconderijo de DeVoe ficava em uma dimensão compacta, Cisco e Barry treinaram para que ele pudesse correr até uma brecha antes que ela se fechasse. Naquela tarde, um grupo de bandidos atacaram um comboio da A.R.G.U.S., que transportava uma bomba nuclear. Vibro, Nevasca, Flash e Jesse Quick foram até lá e derrotaram todos os criminosos, mas a bomba acabou sendo ativada. Os dois velocistas entraram em um modo chamado "Flashtime", o que desacelerou o tempo e deu a eles uma chance de pensar em um plano. Barry levou Cisco ao Flashtime, e após ver a bomba ativada, ele explicou seus estágios antes da detonação. Ele tentou abrir uma brecha para levar a bomba à uma Terra morta, porém seus poderes não funcionavam. Antes de ser tirado do Flashtime, Cisco recomendou que Barry fosse até Harry. Eventualmente, Barry conseguiu desativar a bomba.[50]

Cisco e Harry discutiram sobre como salvar os metas do ônibus restantes, mas não chegaram a nenhuma conclusão. Quando Wells sugeriu construir um chapéu de pensamento, Cisco foi altamente contra a ideia, pois ele estaria colocando sua vida em risco. Quando Eric Frye usou seus poderes para roubar um banco e perdeu suas habilidades logo em seguida, Cisco e Joe o interrogaram na cena do crime. Eles descobriram que outro meta-humano, Matthew Kim, tirou os poderes de Frye. Quando Iris e Joe foram confrontar Matthew, ele acabou transferindo os poderes velocistas de Barry a Iris. Descobrindo que Kim era o meta do ônibus que procuravam, Cisco o apelidou de "Ponto de Dissolução". À noite, Harry pediu ajuda para construir o chapéu de pensamento, mas Cisco se recusou. Caitlin apareceu e sugeriu que encontrasse uma forma de construir o dispositivo sem usar a matéria escura.

Quando Iris precisou ir a campo, Cisco entregou uma máscara reserva de Jesse Quick a ela, para que pudesse proteger sua identidade. Porém, como sua primeira atividade como velocista, ela acabou ficando em perigo e presa sob destroços do prédio, forçando que Cisco abrisse uma brecha para salvá-la. Após isso, Cisco concordou em ajudar a finalizar o chapéu de treinamento, contanto que ele não usasse antimatéria. Ele então transformou a jaqueta de Iris em um traje e a entregou a ela quando Iris precisou sair em campo novamente. Depois que Iris derrotou Jaco Birch, Matthew restaurou os poderes velocistas de Barry. Mais tarde, Harry informou a Cisco que conseguiu encontrar os últimos metas do ônibus: Janet Petty e Edwin Gauss.[51]

Enquanto conversavam sobre como procurar por Janet e Edwin, Breacher apareceu e pediu por ajuda. Ele explicou para Cisco e Caitlin que seus poderes desapareceram, e Cisco concordou em ajudá-lo a descobrir o que aconteceu. Enquanto testavam seus poderes falhos, Josh prometeu dar a ele e Cigana mais tempo para passarem juntos. No entanto, Caitlin informou Cisco de que Breacher estava perdendo seus poderes devido a sua idade, e sugeriu que ele revelasse a verdade ao meta. Porém, temendo por sua vida e também seu relacionamento com Cynthia, ele decidiu continuar mentindo.

Vibro salvando Breacher.

Cisco tentou dizer a verdade, mas ao ver o rosto do homem quando começou a frase, ele entregou um frasco de remédios a ele, explicando que aquilo era "estamina" para ajudá-lo a recuperar seus poderes. Ao encontrar o frasco, Cisco o vibrou e descobriu que Breacher foi confrontar Crucifer. Vibro apareceu por uma brecha e o levou de volta aos Laboratórios S.T.A.R.. No complexo, ele revelou a verdade e se desculpou por ter mentido, explicando que havia feito aquilo pois amava Cigana. Josh disse que o odiava e foi embora por um portal. Caitlin apareceu e o motivou, afirmando que havia feito a coisa certa. Depois que Nula foi derrotada, Josh retornou e perdoou Cisco, revelando que havia se aposentado. Ele então pediu para que ele o substituísse na Agência de Coletores.[52]

Harry criou o cetro sônico, uma arma que poderia derrotar DeVoe. Depois que encontraram Gauss, que poderia ir para sua própria dimensão compacta, a equipe foi procurá-lo. Ele acabou sendo preso no pipeline e Edwin começou a se tornar próximo de Ralph. Quando Harry, estressado, começou a procurar o chapéu de pensamento, Cisco disse que não pegou o dispositivo. Porém, o cientista o prendeu na parede e começou a exigir que entregasse o dispositivo, mas Joe apareceu, revelando que foi ele quem pegou o chapéu. Tendo Gauss a seu lado, Vibro, Flash e Nevasca foram confrontar DeVoe em seu próprio esconderijo.

No entanto, ao chegarem no esconderijo do Pensador, eles descobriram que haviam caído em uma armadilha, e o vilão e Marlize haviam invadido os Laboratórios S.T.A.R.. Eventualmente, eles foram capazes de retornar ao complexo. Ao ver Ralph em perigo, Cisco, cujos poderes estavam com problemas naquele momento, se esforçou para criar uma brecha ao laboratório de velocidade. Lá, seus ouvidos começaram a sangrar e DeVoe, agora no corpo de Ralph, usou seus poderes para derrubar ele e fazer Nevasca "derreter". Depois do conflito, a equipe lamentou a perda de Ralph e dos outros metas do ônibus que tinham no pipeline. Caitlin pediu para ser analisada, e ao fazer isso, todos descobriram que Nevasca tinha desaparecido.[53]

Cisco usando o chapéu de pensamento.

Em uma conversa com Harry, Cisco sugeriu construir um chapéu de pensamento extra para que pudesse usá-lo e ajudá-lo a pensar em um plano. Ao descobrirem que DeVoe planejava ir atrás de Fallout, Vibro e Flash foram à Terra-X para pedir ajuda de Leo para transportar o meta a outro lugar. Em seguida, Cisco percebeu que o segundo chapéu de pensamento estava pronto e se preparou para usá-lo. No entanto, embora o dispositivo tivesse funcionado inicialmente, ele começou a dar curto-circuito. Mais tarde, Cisco preparou Fallout para a transferência. No entanto, Laurel Lance/Canário-X atacou e sequestrou Fallout, Caitlin e Joe. Cisco quis usar o chapéu de pensamento para encontrar seus amigos, mas Harry destruiu o dispositivo. Ele descobriu que Wells usou matéria escura no dispositivo original, e ficou furioso por isso. Depois que Canário-X foi derrotada, Cisco esteve presente na despedida de Leo. Cisco se encontrou com Harry e lhe garantiu que inteligência não era o único ponto positivo dele. Ele sugeriu contar a verdade para a equipe, de que Harry estava perdendo sua inteligência.[54]

Término com Cigana
"Adeus, Cynthia."
"Adeus, Cisco.
"
—As últimas palavras de Cisco e Cynthia para uns aos outros[fonte]

Cisco ouviu um cubo de mensagem de Cigana, que lhe pedia por uma resposta sobre a oferta dada por Breacher. No laboratório de velocidade, a equipe, após descobrir que Nevasca ainda existia dentro de Caitlin, trabalhou em uma forma para trazê-la, mas não funcionou. Cisco esteve presente quando Harry revelou a verdade para todos, e explicou que seu estado poderia ser desfeito. Quando DeVoe invadiu um laboratório, Cisco, Barry, Iris e Joe foram até lá para investigar, descobrindo que o vilão havia roubado um painel solar, para a confusão de todos.

Vibro, Flash e Cigana sendo confrontados por DeVoe.

Como Cisco não poderia vibrar nada envolvendo DeVoe, foi sugerido que chamasse Cigana para ajudá-lo, o que não o agradou, já que ele estava a ignorando para não dar uma resposta sobre a vaga deixada por Breacher, porém ele a chamou do mesmo jeito. Ao vibrarem juntos, eles descobriram que o próximo alvo de DeVoe seria um contêiner de número 16. No entanto, o vilão revelou que já havia pego o que procurava, e que o objeto estava no contêiner de número 18. Vibro e Cigana tentaram atacá-los, mas foram derrotados. Os dois então começaram a discutir.

Nos Laboratórios S.T.A.R., Cisco conversou com Barry sobre sua discussão com Cigana, a qual ele ouviu, e a oferta de Breacher. Ele tentou consertar a situação, mas falhou. Quando DeVoe atacou múltiplas instalações tecnológicas, Cisco e Cigana tentaram vibrar sua localização, mas foram arremessados para outro canto da sala. Em uma conversa, Cisco revelou que não queria aceitar o emprego de Breacher, o que Cynthia ficou aliviada. Como eles não conseguiam se ver frequentemente, e quando se viam eles tinham logo que voltar para suas Terras, Cisco perguntou se sua namorada estava satisfeita com aquilo; ao que ela afirmou. Porém, em lágrimas, Cisco disse que não gostava daquilo.

Barry informou que descobriu o plano de DeVoe e foi capaz de encontrá-lo. Vibro, Flash e Cigana foram capazes de enfrentá-lo e derrubá-lo, mas o vilão se recuperou e derrubou todos, incluindo Caitlin, que estava lá para fazê-lo devolver Nevasca. Todos foram imobilizados e DeVoe começou a enforcar Cigana usando seus poderes telepáticos, mas ele não a matou graças a Marlize, que o convenceu a não fazer aquilo. Vibro correu ao lado de Cigana, desacordada, perguntando o que havia acontecido.

Cisco e Cynthia se despedindo.

Nos Laboratórios S.T.A.R., a equipe descobriu que DeVoe já tinha tudo o que precisava para seu plano. Harry e Cecile apareceram, revelando que haviam entendido o plano do vilão: tirar a inteligência de todos da Terra, plano que ele chamou de o "Esclarecimento". Como não poderiam continuar com sua relação, os dois decidiram terminá-la. Após isso, Cisco e Cynthia foram até a sede da Agência dos Coletores na Terra-19, onde deram seu último adeus. Os dois se beijaram uma última vez, e em seguida Cisco atravessou uma brecha para retornar à Terra-1.

Voltando ao seu universo, Cisco compareceu ao chá de bebê de Cecile, onde se isolou enquanto bebia. Barry apareceu e os dois começaram a conversar. Barry afirmou que eles haviam feito a coisa certa, ao que Cisco respondeu perguntando-o porque se sentia machucado.[55]

Derrotando o Pensador

Enquanto aguardavam o próximo passo de DeVoe, Harry sugeriu que pedissem sugestões ao Conselho de Wells. No entanto, o sósia que consultaram se recusou a ajudá-los, o que aborreceu Cisco. Ele sugeriu formar um novo conselho de sósias para consultar. Cisco ajudou a localizar Amunet Black, que pretendiam pedir ajuda para destruir o satélite de DeVoe. Cumprindo sua promessa, Cisco criou um novo conselho: Conselho de Harrisons, composto por membros expulsos do Conselho de Wells original. Eles decidiram ajudá-lo a descobrir o porque DeVoe não iniciou seu plano, porém, seus métodos não os ajudaram da forma que pensavam. Cisco se encontrou com Harry, que se desculpou por não ter sido capaz de ajudá-los. Surpreso por aquilo, Cisco notou que embora ele estivesse perdendo sua inteligência, Harry estava se tornando próximo de seus sentimentos.[56]

Vibro e Caitlin salvando os reféns da A.R.G.U.S..

Graças a Harry, a equipe descobriu que DeVoe tinha sido abandonado por Marlize, e por isso não havia iniciado seu plano. Graças a Diggle, eles descobriram que DeVoe tinha invadido a instalação secreta da A.R.G.U.S. onde Fallout estava, percebendo que o vilão pretendia usá-lo como a bateria de seus satélites. Cisco calculou que haviam 12 horas para o Esclarecimento começar. Percebendo que DeVoe tinha feito reféns, Cisco e Caitlin sugeriram que usassem o Flashtime para sua missão. Depois que diversos treinamentos falharam, Cisco e Barry acabaram discutindo, já que ele queria protegê-los, mas se perdoaram. Apesar disso, o trio decidiu prosseguir com o plano. Usando o Flashtime, Vibro e Caitlin salvaram os reféns antes da instalação explodir. Depois de salvarem os cientistas e soldados, Cisco vibrou uma memória de Caitlin a seu pedido. Ao voltar nos Laboratórios S.T.A.R., Cisco, Barry e Caitlin descobriram que DeVoe iria usar um satélite da empresa para substituir ao qual o Flash tinha destruído mais cedo.[57]

Depois que Clifford iniciou o Esclarecimento, Marlize decidiu ajudar a Equipe Flash a deter seu ex-esposo. Eles colocaram Barry na mente de DeVoe para que pudesse encontrar seu lado do bem. Cisco encontrou Harry prestes a usar o chapéu de pensamento, que iria esgotar sua inteligência restante. Cisco tentou impedi-lo, mas Harry queria fazer algo pela equipe uma última vez. Depois de ligar o dispositivo, ele revelou que Barry poderia encontrar o DeVoe do bem no primeiro lugar onde se apaixonaram. Harry então o abraçou. Cisco retirou o capacete de Wells e disse que não iria perder mais nenhum amigo. Enquanto na mente de DeVoe, Barry encontrou Ralph, que estava vivo.

Quando DeVoe atacou os Laboratórios S.T.A.R., Marlize teletransportou a equipe para a dimensão compacta do Pensador. Porém, o Pensador os encontrou e começou a atacá-los. Barry retornou com Ralph, que conseguiu recuperar o controle de seu corpo e matou DeVoe. Marlize então foi capaz de desfazer o Esclarecimento. No entanto, como último plano, o satélite dos Laboratórios S.T.A.R. começou a cair na Terra, fazendo com que Barry fosse destruí-lo. Conforme destroços caíam do céu, Vibro abriu uma brecha diante de um destroço em chamas, salvando a vida de algumas pessoas inocentes. Ele e o Homem-Elástico viram o Flash destruir o satélite, e em seguida voltaram para os Laboratórios S.T.A.R..

Antes de partir, Marlize entregou uma cura para restaurar o cérebro de Harry. O dispositivo funcionou, mas não restaurou a inteligência de Harry, porém ele não se importou e ficou feliz por ter voltado. O cientista decidiu retornar para a Terra-2 permanentemente e se despediu da equipe com um abraço. Mais tarde, Cisco e os outros compareceram à celebração do nascimento de Jenna West na casa West. A comemoração acabou sendo interrompida pela chegada de Nora West-Allen, que se apresentou como a filha do futuro de Barry e revelando que havia cometido um erro.[58]

Enfrentando Cicada

Depois que Nora West-Allen, a filha de Barry e Iris do futuro, apareceu nos dias atuais, a Equipe Flash a levou aos Laboratórios S.T.A.R. para analisá-la. Notando que agia de uma maneira diferente, perguntaram a Cisco quantas taças ele havia bebido na casa West, ao que ele comentou que aquela era sua primeira oportunidade que tinha de superar o término com Cigana. Quando Gridlock fugiu após confrontar o Flash, Cisco comentou sobre o nome do vilão, notando que havia nomes legais no futuro. Após Gridlock fugir de um outro ataque novamente, Cisco analisou a cena e explicou a Caitlin e Ralph que o meta ficava forte conforme se movia.

Eles localizaram Gridlock em um avião, mas Cisco não poderia levá-los para dentro da aeronave pois não conseguia vê-lo. Quando o Flash, XS e Kid Flash saíram correndo dos Laboratórios S.T.A.R., Cisco se equipou como Vibro. No topo de um prédio, ele abriu uma brecha que permitiu os velocistas alcançarem a aeronave, que estava caindo. Os velocistas salvaram o avião e Cisco e Caitlin construíram um dispositivo que iria permitir Nora voltar ao futuro, mas Barry decidiu deixá-la ficar no presente. Mais tarde, Ralph revelou a Caitlin e Cisco que a certidão de óbito de Thomas Snow, pai de Caitlin, era falsa.[59]

Cisco, Caitlin e Ralph lendo O Livro do Ralph.

Na casa West, Nora revelou que os táquions negativos em seu corpo foram implantados por ela mesma, o que aborreceu Cisco. Eles também descobriram que Barry nunca voltou depois da Crise. Em sua oficina, Cisco tentou encaixar o traje de Barry em um anel. Caitlin apareceu e começou a questioná-lo sobre Cigana, ao que ele admitiu sentir saudades dela. Ralph apareceu e se ofereceu ajudá-lo superar sua ex-namorada. No escritório de Dibny, ele apresentou O Livro do Ralph a Cisco e seus 27 passos de como superar um antigo relacionamento. Embora achasse a ideia ridícula, Cisco concordou em usá-lo para ver se aquilo funcionava. Nos Laboratórios S.T.A.R., Cisco não prestou atenção na reunião da Equipe Flash, mas retornou à Terra e explicou os poderes de Vanessa Jensen, a quem apelidou de Bloco.

Como parte do plano de superação, um alfaiate mudou as roupas de Cisco. Após a mudança de visual, Cisco decidiu prosseguir à certidão de óbito. Ralph pediu para que ele vibrasse a certidão de óbito falsa, mas Cisco acreditou que o melhor seria chamar Joe. Os dois começaram a discutir, mas Caitlin gritou com eles e pediu para pararem, ela então saiu. Ele a encontrou no Jitters e perguntou por que ela estava daquela forma. Caitlin explicou que para seu pai fingir sua morte, ele não queria ficar perto dela. Cisco então percebeu que era tarde demais para mudar as coisas com Cigana, mas disse a sua amiga que ela ainda podia mudar com seu pai.

Vibro sendo confrontado por Cicada.

Eventualmente, Bloco foi localizada e o Flash e XS foram confrontá-la. Porém, Barry acabou sendo preso em um dos blocos da meta, e então Cisco e Ralph decidiram ir ajudá-los. No momento em que chegaram, XS já havia colocado as algemas inibidoras em Bloco e Barry tinha sido solto. No entanto, segundos depois, Vanessa foi atacada e esfaqueada por uma adaga. Um homem se revelou e absorveu os poderes de Vibro, Flash e Homem-Elástico com a adaga. Enquanto os outros lutavam, Cisco tentou levantar a adaga, mas o homem a chamou até ele, o que acabou cortando as mãos de Cisco. Ele foi atacado e derrubado pelo vilão.

Nos Laboratórios S.T.A.R, Caitlin analisou Cisco, sugerindo que ele tomasse cuidado por conta dos ferimentos profundos. Ele tentou vibrar a certidão, mas parou assim que suas mãos começaram a sangrar. Iris revelou que o mesmo homem que atacou eles também havia matado Gridlock. Nora revelou que ele se chamava Cicada.[60]

Caçado por Cicada

Nora explicou que múltiplos heróis no futuro (como Supergirl, Lendas, a Liga e o Arqueiro Verde) tentaram capturar o Cicada, mas nenhum deles conseguiu. Como ela havia intrometido na linha do tempo, a linha do tempo foi alterada e as vítimas de Cicada estavam diferentes. Nora sugeriu contatarem um Harrison Wells para ajudá-los, o que Cisco achou não ser uma boa ideia. Ao ligarem para o sósia, ele explicou que não poderia ajudá-los, mas contratou um mestre detetive. Usando um extrapolador, Harrison Sherloque Wells apareceu.

Após observá-lo fazer um chá por 20 minutos, Cisco tentou expulsá-lo, mas Sherloque o analisou e descobriu rapidamente sobre seu término com uma mulher, o que fez Cisco se levantar e ir embora. Mais tarde, Cisco ouviu Flash e XS irem atrás do indivíduo que Sherloque identificou como Cicada. Acreditando que o vilão tinha sido preso, a Equipe Flash começou a celebrar, mas Barry revelou que Hersch não era o Cicada. Eles descobriram que Sherloque havia inventado a descrição do vilão, fazendo Cisco comentar que ele era um "detetive preguiçoso". Ele então exigiu por um reembolso, mas o sósia informou que já havia gastado tudo, para sua surpresa. No pipeline, Cisco encontrou Barry, Iris e Nora lamentando pela "morte" de Sherloque, e explicou que aquilo era mentira e pediu a Barry que procurasse pelo sósia no complexo. Ele voltou minutos depois com o detetive, que estava se preparando para fugir.

Cisco, XS e Barry após uma luta contra Cicada.

Quando receberam um alerta de perigo, Vibro usou seus poderes para abrir uma brecha à casa West, mas antes que pudesse fazer algo, Cicada pulou nele e os dois atravessaram pelo portal. Eles caíram em uma floresta e Cisco começou a fugir do vilão. Ele tentou abrir uma brecha, mas suas mãos começaram a sangrar. Vibro acabou sendo esfaqueado pela adaga e foi levado até Cicada, que começou a atacá-lo. Eventualmente, o Flash e XS apareceram. Nora entregou um dispositivo a Cisco, que o arremessou em Cicada. Antes que o dispositivo explodisse, Cisco usou um extrapolador para fugir do raio de explosão, fazendo o vilão acreditar que o Vibro havia sido morto. Depois que o Cicada foi embora, Cisco retornou e abraçou Barry, que estava preocupado, e agradeceu Nora por salvá-lo.

Nos Laboratórios S.T.A.R., Cisco teve suas mãos enfaixadas e começou a conversar com Sherloque, que decidiu ficar na Terra-1 até derrotarem Cicada.[61]

Procurando Thomas Snow

Cisco ouviu Sherloque explicar como poderiam encontrar a fonte do poder da adaga de Cicada. Caitlin revelou que havia chegado a um "beco sem fim" a respeito da procura de Thomas, e Cisco então sugeriu que usasse seus poderes para poder ajudá-la. Após fazer isso, Cisco se enfraqueceu e quase caiu, mas foi capaz de se levantar. Ele explicou o que viu e decidiram ir à Universidade Hudson. Quando esteve sozinho, ele olhou para suas mãos, que estavam doloridas.

Na universidade, Cisco vibrou o quadro da sala onde estavam e escreveu uma equação na lousa. Caitlin o decifrou como o nome "Khione". Ela teorizou que seu pai sabia sobre a Nevasca e por isso havia ido embora. Acreditando que aquilo não era o caso, Cisco vibrou o desenho e revelou o próximo lugar para ir. Sozinho novamente, Cisco olhou para suas mãos e notou que elas estavam sangrando, mas não contou isso aos seus amigos. Ao chegarem no laboratório abandonado, Ralph e Sherloque começaram a discutir a respeito do envolvimento de Carla Tannhauser no desaparecimento de Thomas. Cansado de ouvi-los, ele decidiu vibrar a caixa, mas, ao fazer isso, seu nariz começou a sangrar e ele caiu no chão desacordado.

Cisco e Caitlin nos Laboratórios S.T.A.R..

Ele foi levado aos Laboratórios S.T.A.R. e analisado por Caitlin. Quando acordou, ela explicou que estilhaços da adaga ainda estavam em suas mãos, embora ele garantisse de que estava bem. Ela notou que ele deveria estar sentido dor o dia inteiro, já que o uso prolongado iria machucá-lo e exigiu saber o porque escondeu a verdade. Cisco explicou que queria ajudá-la e que os poderes eram a única forma de fazê-lo ser útil para a equipe, o que Caitlin refutou e o animou dizendo que ele era tudo mesmo sem usar seus poderes.

Quando Barry foi sequestrado pelo Boneco de Pano, Cisco o localizou no topo de um prédio. Sherloque revelou que ele quebrou o extrapolador, o que aborreceu Cisco. Depois que ele foi resgatado, Cisco elogiou Iris, que havia pulado de um prédio para salvá-lo. Sherloque e Ralph sugeriram que Thomas estava se escondendo em uma instalação secreta da Tannhauser. Após isso, Cisco hackeou os satélites de DeVoe na atmosfera, conseguindo recuperar os "olhos e ouvidos" de sua equipe.[62]

Cisco explicou como os satélites funcionavam e todos chegaram na conclusão de que a adaga, que estava carregada de matéria escura, havia sido criado pelo núcleo Com Cisco, Barry e Caitlin sendo os únicos deixados para trás, o trio decidiu ir atrás de Thomas. Usando um extrapolador, eles foram a uma instalação secreta das Indústrias Tannhauser no Ártico. Caitlin admitiu que estava com medo do que encontraria, mas ele garantiu que eles iriam ajudá-la. Cisco e Barry então viram Caitlin se reunir com Thomas, para sua alegria. Thomas explicou que ele tinha acesso às câmeras dos Laboratórios S.T.A.R., e Cisco notou que ele tinha uma câmara criogênica, embora o cientista afirmasse que ele nunca a usou.

O grupo voltou aos Laboratórios S.T.A.R. e Caitlin e Thomas decidiram sair para passar um tempo juntos. Barry perguntou como ele estava, e Cisco contou que sentia algo de errado com a história do cientista, mas ele apenas disse para ficar feliz por sua amiga. Depois que ele teve um colapso e revelou sua pele azulada, Cisco assistiu Caitlin cuidar dele. Eles descobriram que a Nevasca foi obra dos testes criogênicos que Thomas havia feito em sua filha. Ele perguntou onde estava "sua Nevasca", mas Snow afirmou que nunca teve. Quando Barry e Caitlin decidiram curá-lo com um dispositivo do Departamento de Defesa, Cisco foi contra isso, mas mudou de ideia depois que Caitlin afirmou que não iria perder seu pai novamente.

Cisco explicando a Barry e Caitlin o que descobriu.

Enquanto aguardava, Cisco decidiu investigar mais. Ele usou um extrapolador para voltar ao Ártico, onde vibrou a câmara criogênica presente na instalação secreta. Em sua visão, ele viu Thomas criando enxerto de pele. Ele voltou aos Laboratórios S.T.A.R. e contou a Barry e Caitlin o que descobriu, confessando que aquele não era Thomas, mas sim sua personalidade criogênica. O cientista explicou o motivo dos enxertos, mas Cisco ainda estava convencido de que aquilo era mentira. Caitlin ordenou que ele fosse embora, o que ele obedeceu. Nos corredores, Cisco pediu para que Barry visse a situação como um investigador e não um pai.

As acusações de Cisco provaram-se corretas, e a personalidade criogênica de Thomas atacou Cisco, Barry e Caitlin e fugiu com um soro, que poderia matar seu lado humano. Ele foi encontrado no Departamento de Defesa e todos se prepararam para ir, incluindo Cisco. No entanto, quando chegaram lá, todos começaram a congelar de frio, menos Caitlin. Quando o Geada se preparou para injetar o soro em si, Caitlin foi capaz de recuperar Nevasca e o atacou. Nos Laboratórios S.T.A.R., Cisco, Barry e Caitlin conversaram sobre os eventos recentes.[63]

Descobrindo a identidade de Cicada

Cisco tentou explicar o que era o Dia de Ações de Graças a Sherloque, mas ele acreditava que aquilo era um feriado ridículo. Ele, Iris e Caitlin informaram Barry e Nora sobre um problema em uma usina de eletricidade no centro da cidade. Depois que os velocistas lidaram com a situação, onde Barry morreu e foi ressuscitado por sua filha, eles conversaram sobre o problema nos Laboratórios S.T.A.R. sobre a causa da tempestade repentina, fazendo-os acreditar que aquilo era obra do Mago do Tempo. Cisco e Caitlin tentaram convidar Sherloque para comemorar o feriado com a Equipe Flash, mas ele afirmou que nenhum deles tinha nada para ser grato explicou furiosamente os motivos.

Cisco acabou sendo "contaminado" pelo pessimismo de Sherloque a respeito do feriado. Ele esteve presente quando a Equipe Flash analisou os arquivos de Joslyn Jackam/Bruxa do Tempo, que estava atrás do Mago do Tempo. Depois que Joss foi derrotada, Nevasca fez com que Cisco e Sherloque mudassem de opinião a respeito do Dia de Ações de Graças. Eles então compareceram a celebração no loft do casal West-Allen. Após a celebração, a Equipe Flash voltou aos Laboratórios S.T.A.R., onde descobriram a identidade de Cicada: Orlin Dwyer.[64]

Cisco ouviu Sherloque e Ralph contarem a história de Orlin, incluindo a adoção de sua sobrinha que entrou em coma após o Esclarecimento (sendo este a motivação para odiar meta-humanos). Nora sugeriu construírem um dispositivo para neutralizar a adaga, recomendando que voltassem no tempo para coletar os itens necessários. Cisco e Caitlin se reuniram para decidir quais datas Barry deveria voltar no tempo. Quando o finalizaram, Sherloque pediu por ajuda para decifrar o código no diário de Nora, mas Cisco sugeriu que ele o devolvesse para a mulher. A equipe se reuniu no córtex e aguardaram pelo retorno de Barry e Nora, que voltaram segundos depois. Vibro acompanhou os heróis ao ataque em Orlin, se vangloriando pelo vilão não ter conseguido o matar. Quando o dispositivo funcionou e adaga teve seus poderes bloqueados, ele abriu uma brecha e a jogou no espaço. Porém, Orlin convocou o objeto e derrotou os heróis, que foram salvos por Nevasca, que era imune a capacidade da adaga já que ela não era uma meta derivada da matéria escura.[16]

Túnel do Tempo

Quando John Deegan usou o Livro do Destino, ele alterou a realidade, fazendo todos acreditarem que Barry era Oliver Queen e vice-versa.

Cisco auxiliou "Barry" (Oliver) em um assalto nos Laboratórios Ivo. Em seguida, a Equipe Flash o analisou nos Laboratórios S.T.A.R., chegando na conclusão de que ele estava agindo de forma estranha. Mais tarde, "Barry" retornou com "Oliver" (Barry), com ambos clamando que suas identidades tinham sido trocadas. Apesar de analisar os heróis, eles não detectaram nenhuma anomalia. Eles decidiram prendê-los no pipeline até que pudessem identificar o que estava acontecendo. Enquanto analisava o clima estranho, Cisco teorizou que aquilo poderia estar conectado com as afirmações de Barry e Oliver. Ele então teve uma visão de um ser desconhecido. Quando o robô A.M.A.Z.O. fugiu e a Equipe Flash decidiu chamar Barry e Oliver, Sherloque revelou que Iris deixou eles fugirem à Terra-38. Cisco foi até aquele universo e cumprimentou Barry, Oliver e Kara, que decidiram retornar à Terra-1 para lidar com o androide. Kara perguntou a seu primo, Clark Kent/Superman, se ele gostaria de ir junto. Cisco perguntou quem ele era, e Clark simplesmente respondeu "um amigo", puxando sua blusa para revelar seu traje. Quando o androide foi derrotado, Cisco vibrou seu sonho para Barry e Oliver, mas acabou sendo confrontado pelo ser.[65]

Cisco e Arqueiro Verde (Barry) na fuga do Asilo Arkham.

Quando a tempestade saiu de Central City, Cisco e Caitlin foram à Star City. Eles explicaram sua teoria de que a tempestade vermelha havia seguido Barry e Oliver, mas descobriram que eles não haviam contado a Felicity sobre a troca de corpos dos dois heróis. Os dois conversaram com Diggle e Curtis, se defendendo de que não sabiam que estavam escondendo aquilo. Quando Felicity descobriu que Iris havia notado que tinha algo de estranho com Barry, Cisco comentou que ela teve uma "intuição de pessoa apaixonada". Depois de descobrirem que um Flash alternativo estava tentando entrar na Terra-1, Cisco, Diggle e Caitlin explicaram a Kara, Barry e Oliver sobre a situação. Quando os prisioneiros do Asilo Arkham começaram a fugir, Cisco foi protegido pelo Arqueiro Verde. No entanto, eles foram derrubados pelos criminosos e salvos por Kate Kane/Batwoman. Depois que conseguiram o Livro do Destino de Deegan, todos voltaram até A.R.G.U.S..[66]

Depois que Novu devolveu o Livro do Destino a Deegan, ele reescreveu a realidade novamente, desta vez acrescentando mais alterações. Ele transformou Cisco em um criminoso que usava seus poderes para assaltar bancos, tendo Jimmy (sósia de James Olsen) como seu guarda-costa. Enquanto em um bar, Barry e Oliver (também transformados em criminosos, mas sem poderes) aparaceram e pediram por sua ajuda, mas ele recusou. A dupla retornou naquele mesmo dia, e Barry, para conseguir sua ajuda, prometeu treiná-lo para roubar outros universos. Cisco abriu uma brecha até a Fortaleza da Solidão, na Terra-38, onde Barry e Oliver pediram ajuda ao Superman. Cisco levou-os novamente à Terra-1, salvando Kara e Alex Danvers (sósia de Alex da Terra-38) de Deegan, quem havia se transformado no Superman. Ele abriu uma outra brecha e foi embora.[67]

Depois que o Superman usou o Livro do Destino para restaurar a realidade da Terra-1, tudo voltou ao normal.

Criando a cura meta-humana
"O Barry, a Iris e a Nora tem uma família, até você e a Caitlin tem a sua família estranha. Mas, e a minha família? Quero uma esposa pra envelhecer comigo. Eu quero ter filhos, mas eu não quero que eles fiquem se perguntando se o papai tá em apuros ou se por acaso ele vai voltar pra casa à noite."
"Cisco, você não tem que escolher entre ter poderes e ter uma família."
"Alguns de nós tem que escolher. Eu não sou o Flash. Eu não quero ser o Flash. Eu quero ser eu. A cura é o único caminho... ou era.
"
—Cisco Ramon e Nevasca conversando sobre a cura meta-humana[fonte]

Cisco vendo Caitlin remover os fragmentos da adaga.

Cisco esteve presente na reunião onde a Equipe Flash conversou sobre Orlin. Caitlin perguntou se ele estava pronto para retirar os fragmentos, o que Cisco comemorou alegremente. Ele então pediu para Sherloque não perturbá-lo em seu "dia de folga". Naquela tarde, Cisco teve os fragmentos tirados de sua mão por Caitlin, que também se transformou em Nevasca para ajudar na cicatrização da ferida. Ele comentou que esteve feliz por apenas ter sido o Cisco por alguns dias, sem precisar usar seus poderes. Quando Barry, após confrontar a Fantasma de Prata, começou a vibrar sem parar, ele decidiu prendê-lo no pipeline até que a situação se resolvesse.

Mais tarde, Cisco analisou os fragmentos retirados e o tecido de sua mão, notando que os fragmentos estavam removendo seus poderes. Ele então sugeriu que criassem uma cura para os meta-humanos, o que Caitlin não recebeu de bom agrado. Ele continuou com os experimentos, mas Nevasca o sabotou. Ele explicou seus motivos de criar a cura e foi embora. Depois que a Fantasma de Prata foi derrotada, Cisco retomou seu trabalho na cura. Caitlin decidiu ajudá-lo e o levou ao Ártico, onde sugeriu que usassem o antigo laboratório de seu pai para criar a cura. Os dois então decidiram estabelecer algumas regras antes de criarem a cura.[68]

Cisco conversando com Kamilla.

Ao voltar para os Laboratórios S.T.A.R. para pegar um objeto necessário, Cisco questionou Sherloque como ele conseguiu transferir uma máquina da Terra-221 até a Terra-1. Ralph pediu por ajuda com um caso, o que ele concordou. Eles se encontraram com um informante em um bar, que informou a dupla que "Cicada" iria ao estabelecimento toda quinta-feira. Cisco o vibrou, mas descobriu que ele estava se referindo a uma banda de rock chamada Sickada, o que irritou Cisco, mas ele decidiu ficar no bar depois que Ralph disse que iria pagar por uma bebida para se desculpar. Ao descobrir que Ralph havia o levado lá apenas para a noite dos solteiros, Cisco se levantou. Enquanto aguardava por Ralph, Cisco começou a conversar com uma bartender, Kamilla, sobre os rumos de suas vidas. Algum tempo depois, Cisco recebeu uma mensagem de Kamilla. Ele e Ralph foram atrás de irmãos metas, o que ajudou no progresso da cura.[69]

Eventualmente, a cura meta-humana ficou pronta, o que alegrou Cisco. No entanto, ele descobriu que precisaria de 1 mês para que ela ficasse completamente pronta. Ele informou a Equipe Flash sobre isso, e Sherloque sugeriu que Barry ficasse algumas horas na Força de Aceleração para a cura ficar pronta mais rápida. Com Barry fora, Ralph aconselhou Cisco antes de seu encontro com Kamilla. Porém, isso não funcionou. Essa linha do tempo foi apagada depois que Nora voltou no tempo e salvou a vida de Nevasca, que havia sido morta por Cicada. Conforme múltiplas linhas do tempo eram formadas, o encontro de Cisco com Kamilla não funcionava. Em uma dessas linhas do tempo, o Vibro ajudou XS no confronto contra Cicada, mas ele foi morto. Eventualmente, ele começou a ter visões de seus encontros com Kamilla nas linhas do tempo anteriores. Com a ajuda de toda a Equipe Flash, eles conseguiram derrotar Cicada sem nenhuma baixa. Cisco então foi ao seu encontro com Kamilla.[70]

Cisco e Caitlin conversando com Barry sobre a cura.

Depois que a cura ficou pronta, Cisco, Barry e Nora decidiram testá-la com o Tubarão-Rei. Eles se encontraram com Lyla e a Dra. Tanya Lamden, que informou ao trio que o meta usava uma coroa telepática que lhe permitiria se comunicar com outros. Porém, o Tubarão-Rei fugiu. Nos Laboratórios S.T.A.R., Cisco e Tanya trabalharam juntos para aumentar a potência da coroa. O Tubarão-Rei foi encontrado e o Vibro, Flash e XS foram até ele, mas o meta atacou os heróis e estava prestes a devorar Cisco, que foi salvo depois que Barry injetou a cura forçadamente em Shay. Cisco acabou discutindo com Barry sobre seu uso com a cura, que não perguntou a Lamden se ele gostaria de aceitar a cura. Enquanto conversava com Barry, a mente de Cisco foi controlada por Grodd, fazendo-o atacá-lo. Eventualmente, a Equipe Flash descobriu o plano de Grodd; usar a coroa telepática para controlar a cidade. Depois que o gorila foi derrotado com a ajuda do Tubarão-Rei, Barry se desculpou por ter usado a cura de forma imprudente.[71]

Derrotando Cicada e tomando a cura

Equipe Flash confrontando Cicada.

Cisco e os outros decidiram que Barry deveria convencer Orlin a tomar a cura meta-humana, porém, em seu primeiro encontro, o vilão o atacou e foi embora. Após descobrir que Grace estava se tornando uma meta-humana, Orlin concordou em tomar a cura com a condição de que ela fosse a próxima. Barry o levou aos Laboratórios S.T.A.R., onde a equipe encarou-o. Quando a cirurgia começou, porém, outro Cicada surgiu no complexo, surpreendendo a todos. Cisco e a Equipe Flash se prepararam para enfrentá-lo, mas foram facilmente derrotados pelo vilão, que havia adquirido novos poderes.[72]

Após o ataque do novo Cicada, a equipe descobriu que Grace havia desaparecido. Naquela tarde, eles encontraram uma esfera do tempo abandonada na Floresta Collins, notando que o novo Cicada que enfrentavam era alguém do futuro. Cisco se encontrou com Kamilla, mas foram interrompidos por Ralph. Ao vibrar uma máquina, eles encontraram a próxima vítima de Cicada; Vickie Bolen, a responsável pela morte dos pais de Grace. Cisco ficou surpreso por Iris ter contratado Kamilla como fotógrafa. Ele explicou para Ralph que se sentia normal quando estava com ela. Descobrindo que a Cicada do futuro era ninguém menos que uma versão futura de Grace, a meta-humana matou seu tio na frente de Barry. A equipe se reuniu no complexo e conversaram sobre seus poderes, mas foram interrompidos quando Sherloque revelou o segredo que Nora escondia; ela estava trabalhando com Eobard Thawne.[73]

Após a revelação do segredo de Nora, a Equipe Flash ficou surpresa e passaram a desconfiar da garota, o que fez Barry prendê-la no pipeline, cuja decisão havia sido tomada unicamente por Barry, para a grande decepção de Iris. Eles então decidiram ler seu diário para descobrir mais informações. Ao lê-lo, eles descobriram que Nora havia aceitado a tutela de Thawne depois que sua melhor amiga, Lia Nelson, foi morta por um novo velocista; Deus da Velocidade. Iris então soltou Nora para deixá-la contar o restante da história. No entanto, apesar de seus motivos, Barry decidiu enviá-la de volta ao futuro.[74] Após isso, Cisco foi conversar com Breacher sobre como encontrar a nova Cicada.[75]

Cisco entregando o celular de Spencer a Nora.

Ao descobrir que Nora voltou aos dias atuais, Cisco reprogramou os satélites dos Laboratórios S.T.A.R. para encontrar seus raios. Ele então discutiu com Sherloque a respeito de seu relacionamento com Kamilla. Eventualmente, Nora foi encontrada nos arquivos S.T.A.R. e Cisco informou Barry. Enquanto iam até lá, Cisco e Sherloque foram atacados pelo Boneco de Pano. Ao acordar, Cisco percebeu que o Boneco de Pano, Bruxa do Tempo, Bandida Abelha e Nora haviam feito uma aliança e zoou da situação, notando que aquilo se assemelhava a algo que aconteceu anos atrás. Enquanto hackeava o celular de Spencer Young, Cisco conversou com Sherloque novamente sobre seu relacionamento com Kamilla, com o detetive notando que Cisco não queria mais ser o Vibro. Após hackeá-lo, Cisco e Sherloque se soltaram e fugiram. De volta no complexo, eles descobriram que a Cicada roubou os protótipos fracassados da cura, teorizando que ela pretendia soltá-lo em Central City para matar todos os meta-humanos. Porém, eles também tinham a arma que poderia destruir sua adaga; a arma de espelhos.[76]

Vibro com o atomizador.

Para testar a arma de espelhos, Cisco atirou contra o núcleo do satélite, que originou a adaga de Cicada. Para o espanto de todos, o núcleo desapareceu. Depois de outro ataque de Grace, que também atacou Sherloque e a sósia da Terra-1 de Renee Adler, Cisco informou que a vilã estava com quase tudo pronto para lançar a cura. Cisco foi capaz de encontrar a única peça restante; o hiper-condutor, que estava em posse de Sebastian Ollins. Porém, ao ir lá, o Flash informou que Cicada já tinha roubado a peça. Eles decidiram usar a conexão de Nora com Grace para poder encontrá-la, descobrindo que ela estava no DPCC para matar os metas presentes. Depois que Cicada foi derrubada, Cisco se focou em desativar o atomizador que continha o protótipo da cura. Porém, ele não poderia enviá-lo para outra Terra pois a bomba poderia explodir. Com a manopla de Nora, ele foi capaz de desativar a bomba e jogou a adaga na direção de Flash, que estava com a arma de espelhos.[11]

Cisco revela seus poderes a Kamilla.

No entanto, Ralph pulou na frente do disparo da arma, fazendo com que seu corpo mudasse. Nos Laboratórios S.T.A.R., Cisco se culpou pelo que estava acontecendo com seu parceiro, admitindo que tinha que ter estudado mais sobre a arma. Ele recebeu uma mensagem de Kamilla sobre seu encontro, ao que Caitlin comentou que ele tinha que revelar a verdade sobre seus poderes, o que Cisco concordou. Sherloque revelou que a adaga era a única coisa mantendo Thawne preso, e destruí-la no passado iria permitir que ele escapasse de Iron Heights. Cisco queria ajudar, mas Caitlin insistiu que ele fosse ver Kamilla. Ele se encontrou com ela no Jitters e os dois começaram a conversar sobre suas fotografias. Cisco logo a interrompeu e revelou sua identidade como Vibro, assim como seus poderes. Ela aceitou bem a revelação, para sua felicidade.

Nos Laboratórios S.T.A.R., Sherloque sugeriu que Cisco usasse suas vibrações para acordar Ralph. Ele fez aquilo sem hesitar e Ralph voltou a sua forma original, embora sua capacidade de fala tivesse sido afetada. Segundos depois, a Cicada foi encontrada na Floresta Collins. Quando a vilã foi teletransportada e presa em um campo de energia nos Laboratórios S.T.A.R., Flash, XS e Nevasca convenciam a jovem Grace a tomar a cura. Cisco informou que o campo de força não iria aguentar por muito tempo conforme a Cicada atacava o campo. Depois que a jovem Grace tomou a cura, e a adaga foi destruída, a Equipe Flash precisava lidar com o Flash Reverso. Quando Barry e Nora retornaram do futuro enquanto eram perseguidos pelo velocista, Vibro e os outros lutaram contra ele. Apesar de terem se saído sobre melhor, Nora começou a ser apagada da existência, o que distraiu Barry e permitiu que Thawne fugisse.

Cisco tomando a cura meta-humana.

Depois que Nora foi apagada da existência, Cisco e os outros membros da Equipe Flash deram seus pêsames a Barry e Iris. Eles então se despediram de Sherloque, que estava indo embora. Conversando com Caitlin, Cisco refletiu sobre o que Thawne havia dito anos atrás, e decidiu que, para o melhor de si mesmo, tomar a cura meta-humana e desistir de seus poderes, admitindo que Cisco precisava de seu próprio tempo naquele momento. Antes de fazer aquilo, Caitlin disse que ela e Nevasca sentiriam saudades de Vibro, o que Cisco respondeu o mesmo. Após tomar a cura, sua amiga perguntou como se sentia, ao que Cisco admitiu "com medo, mas esperançoso". Ele então revelou que havia deixado um presente de despedida a ela; um novo traje para Nevasca.[77]

Conflito com Hemoglobina

Se ajustando a vida normal

Apesar de não operar mais como Vibro, Cisco continuou nos Laboratórios S.T.A.R. e trabalhando com a Equipe Flash como um engenheiro. Nos últimos meses, eles lidaram com múltiplos clones Godspeeds que viam do futuro para atormentá-los. Kamilla também passou a acompanhar seu namorado no complexo.

Cisco e Barry vendo a granada estelar.

Quando outro Godspeed não era nada além de um "modem" emitindo um som, Cisco reclamou e saiu com Kamilla. Naquele dia, os dois compareceram a um churrasco na casa West. Depois que um buraco negro se abriu em um lixão e quase engoliu Iris, Cisco foi até lá e conversou com Barry sobre a situação. De volta nos Laboratórios S.T.A.R., Cisco, Barry e Caitlin conversaram sobre o ocorrido, mas foram interrompidos por Ralph. Mais tarde, Iris revelou o possível envolvido na criação dos buracos negros: Chester P. Runk. Cisco construiu um dispositivo que iria destruir o buraco negro, mas Iris contou que Chester morreria caso fizesse aquilo. Barry não queria matar Chester, mas Cisco notou que não tinham muitas opções. Eles decidiram mantê-lo no SAM 2.0. enquanto o Flash fechava o buraco negro. Eles conseguiram realizar isto e salvaram Chester.[78]

Cisco levou Nevasca e Ralph para uma exposição de artes, que continha fotografias de Kamilla. Depois que Ralph foi atacado por uma meta-humana com poderes ultravioleta, Allegra Garcia, Cisco o examinou, como Caitlin não estava presente para fazê-lo. Ele encontrou Nevasca no lounge e a criticou por não ter prestado atenção em Chester, que quase se transformou em um buraco negro. Ao ouvir que ela se sentia culpada por ofender as fotografias de Kamilla, Cisco sugeriu que ela se desculpasse. Nevasca, para se desculpar, acabou comprando todos os quadros de Kamilla e os pendurou na ala médica dos Laboratórios S.T.A.R.. Cisco pendurou o desenho que Nevasca havia feito de Khione, comentando que agora a coleção estava completa.[79]

Cisco sendo enforcado por Nash Wells.

Cisco ficou em silêncio enquanto ouvia Barry e Iris informar a ele, Nevasca e Ralph de que a Crise estava próxima. Quando Iris o informou de que havia um novo Harrison Wells na Terra-1, eles foram encontrá-lo. Ao encontrarem-o, Cisco se cumprimentou, mas o sósia o empurrou à parede e começou a enforcá-lo, fazendo Cisco comentar que aquele Wells era mais um "nervosinho". Quando ele se aproximou de Iris, ela o derrubou com uma arma de choque. Levando-o à Central City Citizen, o Wells despertou e se apresentou como Harrison Nash Wells, que estava na busca por eternium e desmascarar falsos deuses. Cisco tentou ser amigável com ele, mas Nash usou uma bomba de fumaça para escapar. Naquela noite, Cisco e a Equipe Flash compareceu à festa de aniversário de Nevasca nos Laboratórios S.T.A.R.. Durante a festa, em uma conversa a sós, Barry revelou a Cisco, Ralph e Nevasca que ele iria morrer na Crise.[80]

Cisco roubando um soro.

Cisco não ficou contente com a notícia da morte de seu melhor amigo, especialmente a parte que não poderia salvá-lo. Naquele dia, Barry conversou com ele e comentou que poderia salvar uma vida. Cisco ficou alegre, acreditando que Barry estava se referindo a ele, mas o velocista o corrigiu, afirmando que iriam salvar Ramsey Rosso. Ele comentou que aquilo seria impossível, já que seu câncer estava muito desenvolvido, mas Barry o motivou a tentar. Nash apareceu e comentou que poderia ajudá-los, mas Cisco disse que não confiava nele. Eles então foram à McCulloch Technologies para roubar um soro que faria o tecido e células saudáveis se multiplicar. Quando Barry e Nash se distraíram, Cisco abriu o cofre no qual o soro estava e o roubou. Quando Barry apareceu, ele fingiu surpresa de que o soro não estava lá. Ao voltar nos Laboratórios S.T.A.R., Nash exigiu que Cisco e Barry cumprissem sua parte do acordo.

Cisco então começou a trabalhar no cripto-circuito. Barry apareceu e os dois começaram a conversar sobre a possibilidade de Nash ter mentido para eles. Barry notou um freezer e perguntou o que era aquilo, ao que Cisco respondeu ser coisas de Nevasca. Ele notou a atitude estranha de seu amigo e decidiu abrir o freezer, encontrando, para sua surpresa, o soro da McCulloch Technologies. Cisco fechou o freezer e afirmou que se ele quisesse aquilo, teria que derrotá-lo. Os dois entraram em uma discussão, e então Cisco entregou o soro e foi embora.

Naquela noite, Cisco entregou o cripto-circuito a Nash, que começou a criticar o dispositivo pela sua aparência. Estressado, Cisco apenas pediu para ele ir embora, o que o sósia obedeceu. Nevasca perguntou como foi a aula com o "professor velocista", ao que Cisco comentou na possibilidade de sua amizade com Barry ter implodido. Ela disse que não poderia salvar alguém que não gostaria de ser salvo, e sugeriu que ele não agisse daquela maneira antes de fazer algo que se arrependa. Em seguida, Cisco e Nevasca informaram a Barry sobre uma invasão no hospital da cidade. Por fim, foi Ramsey quem invadiu o hospital, e também matou múltiplas pessoas para roubar seu sangue. Nos Laboratórios S.T.A.R., Cisco e Barry se desculparam um com o outro.[81]

Morte de Cigana

Quando Barry e Iris decidiram ficar de férias por alguns dias, Cisco criou um algoritmo chamado B.A.R.I. para ajudá-lo enquanto seu melhor amigo estivesse fora. Naquela noite, Cisco conversou com Kamilla antes de se deitar em sua cama. Porém, ele se levantou no meio da noite e caminhou em direção de um espelho, prestes a cortar seu cabelo com uma tesoura. Cisco acordou e gritou em desespero, o que acordou Kamilla. Sua namorada explicou que ele vinha tendo sonambulismo por múltiplas noites. Ao se deitar novamente, Breacher saiu por um portal e se sentou na cabeceira da cama. Cisco perguntou o que houve, ao que Josh respondeu dizendo que Cynthia havia morrido, para o grande choque e abalo de Cisco.

Cisco e Josh conversando sobre Cigana.

Todos foram aos Laboratórios S.T.A.R., onde Cisco ainda não acreditava que Cigana tinha sido morta. Josh explicou que ela foi morta por um homem chamado Eco, teorizando que sua filha havia descoberto sua identidade e foi morta por conta disto. Ele também informou de que seu assassino ainda estava na Terra-1, e precisava da ajuda do Vibro para pegá-lo. Kamilla explicou que Cisco não tinha mais seus poderes Ele pegou o tablet contendo B.A.R.I. e perguntou o que deveriam fazer. O algoritmo sugeriu que fossem à cena do crime. Kamilla se voluntariou para acompanhá-lo, mas Cisco, acreditando que seria perigoso, tentou dissuadi-la a não fazer aquilo, mas ela insistiu em ir.

Na cena do crime, Cisco tentou dizer algo para Kamilla, mas foi interrompido depois que sua namorada notou a presença de Agentes Coletores da Terra-19 lá, que também buscavam o assassino de Cigana. Um dos agentes explicou o que haviam descoberto, e também mostrou o corpo vaporizado de Cynthia. Ao se aproximar, Cisco começou a chorar. Ele conversou com Kamilla sobre o ocorrido, e ele tentou dizê-la o que iria dizer mais cedo, mas foram interrompidos pelo agente novamente, que revelou que iriam trancar a cena. Apesar disto, eles decidiram continuar com a investigação.

Nos Laboratórios S.T.A.R., Cisco foi capaz de transmitir a consciência dele e de Josh na memória da morte de Cynthia através do objeto que a matou. Eles conseguiram ver a identidade do assassino; o próprio Cisco. Ao voltar no mundo real, Breacher começou a atacá-lo imediatamente enquanto Cisco clamava ser inocente. Kamilla apareceu carregando a arma do crime, o que motivou Josh a continuar a matá-lo. Ele perguntou que horas havia notado seu sonambulismo, ao que ela respondeu que foi às quatro da manhã, próximo da morte do horário da morte de Cigana. Cisco então começou a acreditar que ele mesmo foi o responsável pelo ocorrido. Josh, em respeito ao homem que ele uma vez foi, lhe deu uma hora para se preparar para sua morte.

Cisco sendo confrontado pelos coletores.

Cisco conversou com Kamilla a respeito da revelação, chegando na conclusão de que ele mesmo era o culpado. Sua namorada garantiu que ele era inocente e ele perguntou como sabia daquilo, ao que ela afirmou que confiava nele. Kamilla perguntou porque ele não acreditava em si mesmo, e Cisco revelou que sua incapacidade de salvar Barry era o que lhe deixava daquela forma, acreditando que não poderia salvar ninguém quando nem mesmo poderia salvar seu melhor amigo. Ele notou que seu dispositivo de ruídos brancos era o que fazia ele passar pelos sintomas da psicose da brecha, chegando na conclusão de que foi um sósia seu de outro universo o responsável por culpá-lo. Quando os coletores apareceram para levá-lo, Cisco usou um holograma para prender os coletores em sua oficina e saiu para confrontar Eco.

Ciso confrontando Eco.

Com a rede QT desativada, Cisco foi confrontar Eco na cena da morte de Cigana. Ao encontrar seu sósia, Eco ironizou a situação e se vangloriou por estar indo embora enquanto ele iria apodrecer na prisão. Cisco apontou uma arma em sua direção e os dois continuaram a conversar. O vilão revelou que usou sua aparência para confundir Cigana. Os dois começaram a lutar e Eco saiu-se sobre melhor, conseguindo a arma que estava em posse de Cisco. Porém, a arma não o matou, mas prendeu seu sósia em um campo de força. Agentes coletores apareceram para prendê-lo.

Após o confronto, Cisco perguntou porque Cigana levou-o até a Terra-1, ao que Josh afirmou que ela sabia que Cisco iria conseguir levar Eco à justiça. Breacher convidou Cisco e Kamilla ao memorial de Cigana. Depois que ele foi embora, o casal deram seu "eu te amo" um ao outro.

Quando Barry e Iris retornaram, Cisco cumprimentou o casal West-Allen. Ele disse ao seu melhor amigo que havia se livrado de B.A.R.I.. Barry ficou feliz em ouvir isso, dizendo que sabia que tinha tomado a decisão certa de escolhê-lo como líder da equipe. Embora admitisse que Cynthia não foi a mulher certa para ele, Cisco disse que ela o fez aprender a ser o homem que precisava para quando a pessoa certa aparecesse, e afirmou que seria grato por ela.[2]

Salvando Barry

Quando Ralph foi atacado por Ramsey, Cisco e os outros se apressaram para cuidar dele. Depois que Barry, usando seus poderes para vibrar uma agulha para dentro do corpo de Dibny, deu um pouco de seu sangue para ajudá-lo a se curar, Cisco e Nevasca se prepararam para transferi-lo a uma instalação da A.R.G.U.S. para se recuperar. Quando o sinal de Barry começou a se elevar, Cisco e Nevasca foram ao apartamento do casal West-Allen, encontrando-o caído no chão. Nevasca revelou que ele estava sendo dominado.

Os dois levaram-o aos Laboratórios S.T.A.R., onde começaram a cuidar dele. Quando Nevasca começou a ter um ataque de pânico, Cisco a tranquilizou. Eventualmente, Barry se recuperou e Cisco e Nevasca o cumprimentaram alegremente, ouvindo em seguida enquanto ele explicava qual foi a sensação de ter sido dominado. No entanto, Iria notou que seu esposo estava agindo de forma estranha e contou isso a Cisco. Ele se aproximou de Barry, que virou-se e revelou estar dominado por Ramsey. Ele saiu correndo e derrubou todos no chão.[82]

Cisco conversando com Iris sobre Barry.

Depois que Barry se tornou do mal, Cisco ativou o Protocolo Babel ao redor dos Laboratórios S.T.A.R. para protegê-los do Flash, com o engenheiro explicando que implantou-o ao redor do complexo para protegê-los do próprio velocista. Cisco revelou uma arma protótipo que criou, que dispararia raios de fótons que poderia curar Barry. Iris não se animou com o plano, já que a arma poderia matar Barry ao invés de salvá-lo. Enquanto terminava de construir a arma, Cisco e Iris ouviram Barry chamar por ela no rádio analógico da polícia. Cisco tentou convencê-la a não ir, mas ela o ignorou e foi da mesma forma, recitando o que havia dito em seu casamento: "na saúde e na doença".

Quando Iris voltou, Cisco se desculpou por sua conversa não ter dado certo, revelando que havia hackeado os comunicadores do extrapolador. Os dois conversaram sobre o que deveriam fazer, com Cisco acreditando que Barry havia partido enquanto Iris acreditava do contrário. Ele revelou que iria usar a arma de fótons no Hemoglobina e Flash quando tivesse a oportunidade.

Ramsey foi encontrado e Cisco o atacou com a arma, mas o Flash apareceu e o derrubou, quebrando o dispositivo. Quando o Hemoglobina estava prestes a infectá-lo, ele o largou e afirmou que tinha outros planos a ele. O vilão revelou seu plano de usar o acelerador para espalhar sua "cura", mas Cisco garantiu que sua derrota estava próxima. Ramsey se agachou e disse que "sabia que tinha escolhido o cara certo".

Cisco voltou ao complexo e conversou com Iris sobre o plano de Hemoglobina, mas foram interrompidos quando Allegra e Nevasca apareceram com Joe, que estava ferido. Ele conversou com Iris sobre suas dúvidas, mas ele se relembrou das palavras que o Hemoglobina havia lhe dito. Combinado com o fato de que o vilão teve a oportunidade de infectá-lo mas não o fez, Cisco teorizou que Iris estivesse certa e que Barry podia ser salvo. Cisco deixou Hemoglobina e seus Irmãos de Sangue entrarem e contou a Allegra o que ela teria que fazer. Cisco e Iris foram ao acelerador, onde foram confrontados por Ramsey e Barry. Depois que ambos foram derrotados, Allegra usou seus poderes para contra-atacar a infecção de Ramsey, o que curou a todos os infectados da cidade.

Cisco e a equipe testemunhando o início da Crise.

Depois que Barry foi curado, ele desativou o Protocolo Babel ao redor dos Laboratórios S.T.A.R. e o ouviu lutar contra o Hemoglobina nas ruas da cidade. Ele e Iris sugeriram prendê-lo no SAM. Eventualmente, o Flash derrotou o vilão e o prendeu na máquina. Depois de ganharem mais uma luta, a Equipe Flash se reuniu para conversar sobre o Hemoglobina. Faltando poucos minutos para a Crise começar, todos foram ao lounge e começaram a conversar sobre suas aventuras passadas. Quando o relógio bateu meia-noite e 9 de dezembro de 2019 chegou, os céus noturno da cidade se tornaram vermelhos. A Equipe Flash se levantou conforme se preparavam para a luta de suas vidas.[83]

Crise nas Infinitas Terras

Quando a Crise nas Terras Infinitas começou, Cisco, Ralph e Nevasca foram chamados como reforços à Waverider. Ao chegar lá, eles cumprimentaram os múltiplos heróis presentes, e ficou surpreso ao ver um sósia do Superman semelhante a Ray Palmer. Ele ajudou Ray a consertar o detector de Paragons e detectaram os últimos escolhidos restantes. Ao detectar a fonte de antimatéria no subterrâneo na Terra-1, Cisco pediu para que Nevasca o encontrasse no compartimento de carga. Enquanto andava pelo corredor, Mar Novu apareceu e o informou de que Vibro tinha um papel a desempenhar na Crise. Cisco tentou explicar que desistiu de seus poderes, mas o ser cósmico restaurou-os usando seus próprios poderes.

Vibro e Nevasca foram ao esgotos de Central City enquanto Flash procurava por possíveis armadilhas. Nash apareceu e explicou sua maldição como Pária, com Cisco notando que ninguém o consultava para conversara sobre trajes ou nomes para alter-ego. Cisco vibrou as memórias de Nash e descobriu a resposta para desbloquear a porta misteriosa. Ao digitar a sequência correta, a porta se abriu e revelou o Nexo, o ponto centralizado entre o multiverso e o universo antimatéria

Vibro e a Equipe Flash encontrando o Flash da Terra-90.

Eventualmente, Barry retornou. O quarteto entrou no Nexo e se depararam com uma "mancha vermelha viva" que se movia a uma grande velocidade. Usando seus poderes, Barry logo percebeu que aquele era o Flash da Terra-90, que havia desaparecido durante os eventos de Túnel do Tempo. Vibro abriu uma brecha e retirou o velocista do canhão de antimatéria, apenas para o velocista veterano revelar que o canhão iria destruir as Terras do multiverso de uma só vez. Eles também perceberam que o Pária desapareceu.

Nash retornou com Jefferson Pierce/Raio Negro, que, após descobrir que seu universo tinha sido destruído, concordou em ajudá-los. Ele usou seus poderes para drenar a energia liberada pelo canhão enquanto a Equipe Flash discutiam sobre o que fazer em seguida. Barry percebeu que ele poderia destruir o canhão se corresse no lado oposto, mas isso também resultaria em sua morte. Ele então notou que iria morrer naquele momento. Porém, após se despedir de Caitlin e Cisco, o Flash da Terra-90 absorveu um pouco da velocidade de Barry e pediu para Cisco levá-lo de volta à esteira. Não querendo que seu melhor amigo morresse, Cisco cumpriu o pedido, e o Flash veterano começou a correr no lado oposto. Quando o Nexo estava prestes a colapsar, todos fugiram de volta para a Waverider, deixando o Flash sozinho para destruir a esteira e salvar a única Terra do multiverso restante.

Apesar disso, a Terra-1 foi destruída por uma onda de antimatéria conjurada pelo Anti-Monitor. Eventualmente, a onda também destruiu a Waverider e todos os heróis presentes, consequentemente matando-os.[84] No entanto, graças aos Paragons e o Espectro, Cisco foi ressuscitado em um novo universo um mês depois.[85]

Pós-Crise

Após a Crise, Cisco perdeu seus poderes de Vibro. Mesmo sendo um novo universo, a história dele permaneceu essencialmente o mesmo que o da Terra-1.

Explorando seu novo universo

Cisco conversou com Nevasca sobre as mudanças pós-crise, reclamando de que a linha do tempo havia sido reescrita para acolher os outros universos que foram mesclados para formar a Terra-Prime. Depois de soltar Nash, Cisco conversou com o aventureiro sobre o cripto-circuito. Quando Barry e Diggle foram à Lian Yu, ele perdeu contato com ambos. Kamilla apareceu e revelou que o Buraco Negro havia atacado Iris. Cisco acabou entrando em uma discussão com Nash sobre sua imprudência de ter começado a Crise, afirmando que eles estavam "presos com o que matou o multiverso".

Em sua oficina, Cisco assistiu a um cubo enviado por Harry, que explicou animadamente que sua inteligência estava voltando antes da Terra-2 ser destruída. Quando Caitlin apareceu, ele disse que se sentia culpado pelas mortes de Harry e Jesse, afirmando que, se ainda tivesse seus poderes de Vibro, ele poderia tê-los avisado sobre a onda de antimatéria. Caitlin recomendou que ele saísse de Central City para se tranquilizar. Cisco decidiu sair da cidade para explorar a Terra-Prime, e ofereceu seu lugar na equipe a Nash como uma "oferta de paz".[86]

Cisco foi capaz de catalogar múltiplos vilões que agora existiam na Terra-Prime, além de descobrir que Atlantis se localizava naquele universo no mundo pós-crise.[87]

Criando a Força de Aceleração artificial

Eventualmente, Cisco retornou à Central City e cumprimentou os membros da Equipe Flash alegremente. Ao chegar nos Laboratórios S.T.A.R., ele confundiu uma festa de boas-vindas à Wally como sua festa, mas logo percebeu o que estava acontecendo. Depois de um ataque meta-humano no Jitters, Cisco revelou que aquilo havia sido obra de Frida Novikov/Tartaruga 2. Ele acabou discutindo com Nash, que queria sua ajuda para encontrar pessoas de outras Terras enquanto ele trabalhava para encontrar uma forma de derrotar a Tartaruga 2.

Cisco e Barry questionando Thawne.

Cisco explicou para Caitlin que se sentia perdido, sensação que sentia antes de sair em sua viagem. Mais tarde, Cisco visitou Nash e pediu desculpas por sua atitude e se ofereceu para caçar "fantasmas" com ele. Porém, ele percebeu que aquele não era o Nash. Ele foi atacado pelo sósia, logo notando que aquele era Thawne. Eobard tentou matá-lo vibrando sua mão através do peito de Cisco, o que não funcionou, já que Nash não era um velocista. Os dois começaram a lutar e Thawne saiu-se sobre melhor, mas acabou sendo derrubado por Cecile, que usou uma arma de choque nele. No pipeline, Cisco ouviu Thawne provocar ele e Barry. Ele perguntou ao seu melhor amigo com o que ele quis dizer sobre "a Força de Aceleração estar morta". Barry explicou o que aconteceu e sugeriu que construíssem uma Força de Aceleração artificial.[87]

Cisco pesquisou como poderiam criar a Força de Aceleração artificial, mas seus resultados não deram em nada. Ele e Caitlin criaram um Medidor de velocidade para monitorar a velocidade restante armazenada no corpo de Barry. Eles descobriram que Thawne estava no corpo de Nash por ele ter a aparência e DNA semelhante ao Wells original da Terra-1. A Equipe Flash então decidiu "exorcizar" Thawne para fora de Nash. Com a ajuda de Cecile, Cisco e Barry entraram na mente de Harrison Nash Wells, onde descobriram que Nash se culpava pela morte de Maya, a filha adotiva de Nash e a sósia de Allegra Garcia. Cisco ajudou Nash a confrontar a memória de sua perda, sendo capazes de expulsar Thawne do corpo de Wells. Cisco reprogramou os satélites dos Laboratórios S.T.A.R. para rastrear os táquions negativos de Eobard, mas não encontraram nada. Ele teorizou que o velocista deveria estar procurando por um outro corpo para possuir. Em seguida, Cisco conversou com Nash.[88]

Quando Ralph pediu por ajuda para investigar o caso de Sue Dearbon, Cisco concordou em ajudá-lo. Em uma festa de gala, Cisco começou a hackear o mainframe do local quando foi interrompido por "January Galore", que conseguiu surpreender Cisco com seu conhecimento sobre computadores. Depois que a conexão com as câmeras caíram, os dois foram aos servidores, onde descobriram que January era a própria Sue.[89]

Depois de construírem a máquina da Força de Aceleração artificial, Cisco a ligou, mas ela não funcionou. Mais tarde, eles foram visitar Caitlin em seu apartamento, e a encontraram em perigo. Eles começaram a cuidar dela e conseguiram tirá-la de seu "coma de gelo". Caitlin sugeriu chamar sua mãe para ajudá-la.[90]

Algum tempo depois, Barry revelou que "Iris", "Kamilla" e "Singh" não eram quem eles pensavam, mas sim reflexos da Dimensão Espelhada e criados por Eva McCulloch. Depois que um Godspeed atacou Barry, Cisco explicou que ele usou as vibrações para absorver a velocidade dele. Barry sugeriu que pedissem ajuda de Hartley Rathaway, mas ele odiava o Flash depois que ele deixou um de seus capangas, Roderick Smith, em coma. Hartley concordou em ajudá-los desde que arrumassem Roderick. Cisco continuou trabalhando no portal, mas ele não chegava a lugar algum. Cecile o motivou a continuar, garantindo a ele que Kamilla era forte o bastante. Depois que o Godspeed foi derrotado pelo Flash e o Flautista, a Equipe Flash conseguiu estabilizar a situação de Roderick, que era o namorado de Hartley. Cisco decidiu sair para ir à Atlantis novamente, onde encontraria o dispositivo que poderia estabilizar o portal para a dimensão espelhada.[91]

Equipe Flash confrontando Barry.

Depois que Nash Wells se sacrificou para dar energia à máquina da Força de Aceleração, Cisco e os outros membros da Equipe Flash fizeram um funeral para ele. Quando Barry havia encontrado uma maneira de abrir o portal para a dimensão espelhada, Cisco percebeu que, após alguns testes, ele havia adquirido um novo poder; a habilidade de pensamento rápido, garantido a ele graças à Força de Aceleração artificial. Quando Cisco perguntou a Barry como fariam para conseguir partículas de fótons de Eva, ele revelou que havia pedido ajuda a Nevasca, que já se sentia melhor. Depois que Barry deixou Nevasca ser atingida, e também de expor Eva como uma reflexo na televisão ao vivo, Cisco começou a questionar a habilidade de pensamento rápido dele. Ao avisá-lo de que havia um problema com a Força de Aceleração artificial, Cisco descobriu que Barry planejava salvar apenas Iris, deixando Kamilla e Singh presos na dimensão espelhada. Cisco, Nevasca e Allegra tentaram impedi-lo de prosseguir com o plano, mas foram facilmente derrotados pelo velocista.[92]

Se tornando o Mecha-Vibro

Quando acordou, Cisco notou que Barry estava de volta ao normal e que Iris havia sido libertada da dimensão espelhada, mas precisava de atendimento médico. Joe perguntou o que estava acontecendo, e Cisco informou a Equipe Flash que Eva estava se tornando mais poderosa. Após descobrirem que Eva estava sequestrando pessoas e substituindo-as por reflexos, Cisco protegeu os Laboratórios S.T.A.R.. Quando viram Wells, Cisco e os outros ficaram chocados, e ainda mais surpresos ao descobrirem que aquele era o Harrison Wells original. Depois que Wells explicou como estava vivo, Sue e Ralph apareceram pedindo ajuda, já que o rosto de Ralph tinha sido derretido. Cisco o colocou em uma unidade de contenção biônica móvel.

Quando Barry informou a Equipe Flash de que Iris era a chave para restaurar a Força de Aceleração, todos pensaram em um plano para ajudá-lo. Cisco e os outros membros da equipe estiveram presentes enquanto a Força de Aceleração era restaurada, e celebraram quando Barry recuperou sua velocidade.

Cisco, Flash e Nevasca enfrentando o exército de Eva.

Depois que o Flash recuperou seus poderes, a equipe se voltou para lidar com a Monarca dos Espelhos, que continuava com seu plano de "salvar a Terra". Cisco criou um novo traje que replicava seus poderes de Vibro para ajudar Barry a lutar contra Eva. No campo de batalha, Cisco e Nevasca lutaram contra os clones de Eva enquanto Barry e Iris convenciam a verdadeira Eva a fazer a coisa certa. Depois que os clones foram destruídos e Eva decidiu retornar à dimensão espelhada pacificamente, Cisco e Allegra se despediram de Wells, e em seguida a Equipe Flash celebrou sua vitória.[93]

Depois do ataque de Eva, Cisco e o restante da Equipe Flash ajudou a limpar Central City. Ao descobrir que Abra Kadabra havia retornado, Cisco acompanhou Barry para confrontá-lo. Ao encontrarem o vilão, o homem revelou uma nova informação da vida de Cisco no futuro; eventualmente, ele iria assumir o nome "Mecha-Vibro" durante suas atividades como vigilante. Embora Kadabra tivesse escapado no primeiro confronto, eles foram capazes de rastreá-lo novamente e apreendê-lo. Eles então entregaram-o para a A.R.G.U.S..

Nevasca, que estava a sentir dores de cabeça constantes, pediu para Cisco examiná-la. Após alguns testes, ele não encontrou nada de errado e em seguida ele e Chester analisaram a tecnologia de Kadabra que Cisco havia pego de um dos guardas da A.R.G.U.S.. Depois que Kadabra escapou, a Equipe Flash descobriu que ele havia criado uma bomba de antimatéria e planejava destruir a cidade. Conforme tentavam descobrir o motivo de Kadabra querer destruir Central City, Cisco e Chester revelaram que haviam encontrado um restaurador de memória marciano na tecnologia do vilão, e teorizaram que aquilo tinha relação com as memórias pré-Crise de Kadabra. Depois que Barry convenceu Kadabra a desistir de seu plano, Cisco e o resto da Equipe Flash assistiram horrorizados quando Kadabra foi morto por uma criatura super forte. A equipe então prometeu parar a criatura que matou Kadabra antes que ela matasse novamente. Mais tarde, Cisco estava jogando videogame com Chester quando Caitlin o visitou. Depois que Caitlin disse a ele que não estava mais tendo dores de cabeça, ela revelou que ela e Nevasca estavam agora separadas, para surpresa de Cisco.[5]

Forças da Natureza

Mecha-Vibro, Flash e Nevasca confrontando Psych.

Cisco revelou a Barry e Iris de que Caitlin e Nevasca estavam separadas. Depois que Barry foi atacado por um novo inimigo, Cisco decidiu apelidá-lo de "Psych". Mais tarde, Cisco começou a alterar a matriz Nuclear para fazer Caitlin e Nevasca voltarem a ser uma única pessoa. Enquanto conversava com Nevasca, Caitlin apareceu e revelou que Nevasca havia sabotado o dispositivo. Antes que pudessem resolver a situação, os satélites do complexo detectaram a assinatura de Psych. Mecha-Vibro e Nevasca acompanharam o Flash no confronto. Apesar de terem usados bloqueadores mentais na luta, Psych foi capaz de fazê-los ver seus piores medos.[94] Cisco se viu anos à frente no futuro, trabalhando sozinho nos Laboratórios S.T.A.R. enquanto todos os seus amigos haviam seguido em frente com suas vidas.[6]

Depois de serem derrotados, o trio retornou aos Laboratórios S.T.A.R.. Quando questionado onde Nevasca estava, Cisco lhe disse que ela gostaria de ficar sozinha por um tempo, explicando que ela tinha ficado horrorizada pelo medo que Psych a mostrou. Eles então começaram a formar um plano para derrotá-lo. Quando Barry foi atrás de Psych novamente, ele acabou sendo preso em um pesadelo, mas Cisco conseguiu ajudá-lo e Barry venceu Psych. Quando ele entrou em um coma, Cisco ficou surpreso ao ver que a Força de Aceleração havia acordado, revelando que Fuerza e Psych eram semelhantes a ela.[94]

Cisco e Chester em 1998.

Quando Cisco e Chester foram à Masonville, uma onda de energia verde acabou os atingindo, fazendo-os voltar no tempo até 1998. Eles decidiram trocar de roupas para poder se enturmar mais facilmente com aquele período de tempo. Ao rastrearem a força que os teletransportou ao passado em um colégio na cidade, a dupla suspeitou que o garoto da água era o responsável, mas descobriram que aquele não era o caso. Cisco acabou sendo colocado em uma "bolha temporal", que o prevenia de lembrar coisas do futuro. Chester, que era imune à bolha temporal por estar com um sensor, foi capaz de tirar Cisco do loop fazendo-o se lembrar do futuro.

Porém, o sensor acabou sendo quebrado. Eles leram um jornal e descobriram que estavam em 4 de dezembro de 1998. Eles perceberam que se o loop atacasse novamente, eles não se lembrariam de quem eram e ficariam presos lá para sempre. Depois de consertarem o sensor, Cisco e Chester voltaram ao colégio, onde foram confrontados por Deon Owens, a Força da Natureza que procuravam. Depois de conversarem com ele, Chester o fez perceber de que não poderia mudar um ponto fixo no tempo, mesmo com seus poderes. Deon reconheceu isso e decidiu bagunçar o futuro. Ele então libertou todos do loop. Ao voltar para os Laboratórios S.T.A.R., Cisco apelidou as novas Forças da Natureza como a Força da Força, Força da Sabedoria e a Força Imóvel.[3]

Ao descobrirem que Nevasca estava sendo procurada por Kristen Kramer, Cisco e os outros acreditavam que aquilo era ridículo, já que Nevasca havia se tornado uma heroína e estava a fazer muito bem pela cidade. Ele então compareceu ao julgamento de Nevasca, que foi sentenciada à tomar a cura meta-humana. Cisco, Caitlin e Allegra fizeram um plano para salvá-la. Cisco invadiu as câmeras do DPCC enquanto Caitlin tornava a cura não funcional. Em outro julgamento, Nevasca se declarou culpada e foi sentenciada à prisão perpétua. Cisco e os outros se despediram dela e a assistiram ser levada pelos policiais.[95]

Cisco conversando com o Wells Atemporal.

Cisco e Kamilla tiveram um encontro no Jitters, onde ela revelou que havia recebido uma proposta para trabalhar em São Francisco. Cisco então lhe entregou um presente. Nos Laboratórios S.T.A.R., Barry sugeriu viajar no tempo e prevenir o surgimento das novas Forças, mas Cisco e Chester teorizaram que esse plano não iria funcionar, e poderia trazer consequências desastrosas à linha do tempo. Apesar disso, Barry voltou até 2000 e pediu ajuda de Wells. Enquanto os cientistas trabalhavam no protótipo táquion, que seria usado para destruir as Forças sem fazer Barry perder sua velocidade, Deon Owens apareceu e tentou destruir o protótipo antes de desaparecer, mas Chester o salvou. Cisco explicou que entendia o desejo de Deon de manter seus poderes, mas no final, Cisco decidiu ficar ao lado de seu melhor amigo. No final das contas, Barry destruiu o protótipo táquion e decidiu não destruir as Forças. Depois de conversar com Wells antes dele voltar ao ano 2000, Cisco se encontrou com Kamilla novamente, revelando a sua namorada que eles iriam embora de Central City juntos.[96]

Cisco e Chester começaram a trabalhar em uma forma de encontrar Deon. Mais tarde, Barry decidiu treinar Alexa, que iria ajudá-los na luta contra a Força de Aceleração e Deon. Porém, durante o treinamento, Alexa acabou perdendo o controle de Fuerza e atacou Cisco, machucando-o. Cisco e Kamilla conversam sobre para onde se mudarão quando deixarem Central City. Kamila estava em busca de trabalho, mas Cisco ainda não começou. Eles também não disseram ao grupo que iriam embora. Depois, Cisco admitiu a Kamila sobre seu medo. Porém, ela garantiu que o trabalho certo chegaria até ele. Mais tarde, Cisco recebeu um e-mail da A.R.G.U.S..[97]

Eventualmente, a Força de Aceleração é derrotada e ela faz as pazes com as outras Forças. Então todos decidem morar juntos dentro da própria Força de Aceleração como uma família.[98]

Seguindo em frente

Depois de lidarem com as Forças da Natureza, Cisco e Kamilla revelam à equipe que eles estariam deixando Central City. Cisco explicou que havia recebido um convite para ser o novo diretor da divisão de Ciências e Tecnologia da A.R.G.U.S. em Star City. Porém, para a surpresa de ambos, Barry e Caitlin reagiram à notícia de maneira positiva e deram seus parabéns a ambos. Em seguida, ele e Chester conversaram e Cisco entregou seu cargo de engenheiro a ele. Ao ir à sua oficina, ele descobriu que Barry já havia empacotado suas coisas. Caitlin apareceu e os dois começaram a conversar, mas ela pediu apenas pelas identificações dele.

Depois de uma mulher assaltar um banco usando seus poderes meta-humanos, Cisco a apelidou de Pirata do Arco-íris 2.0 devido a seus poderes semelhantes aos de Roy Bivolo. Eles encontram a meta deixando uma loja de diamantes, onde ele tentou utilizar um de seus dispositivos nela, mas ele quebrou. Enquanto o Flash salvava um manobrista, Cisco foi afetado pelos poderes da Pirata do Arco-íris 2.0 e ficou excepcionalmente feliz. Ao voltar para sua base de operações, Cisco começou a cantarolar, e Barry e Caitlin decidiram deixar Chester cuidando dele.

Eventualmente, Caitlin e Barry rastreiam a nova Pirata do Arco-íris e ele vai confrontá-la. Porém, Cisco começou a brincar com o traje de Barry, exibindo vídeos de gatos nas lentes dele e fazendo com que o velocista acabasse batendo em uma van. Quando o Flash confronta a meta, ele também é afetado por seus poderes. Ao voltar nos Laboratórios S.T.A.R., Barry passou a agir igual a Cisco, e então ele começou a dançar break. Chester apareceu e usou um dispositivo para fazê-los voltar ao normal. Cisco acabou discutindo com Barry e Caitlin e saiu. Quando os dois perguntaram o que estava acontecendo, ele explicou que sentia como se eles não se importassem por estar indo embora. Barry e Caitlin explicam que aquilo não era o caso, e que estavam agindo daquela maneira para que seu último dia juntos não fosse apenas tristeza. Cisco então revelou o medo que Psych lhe fez ver.

Barry então descobriu o plano de Carrie. Depois de encontrá-la, Allegra levo o Mecha-Vibro e o Flash ao dirigível onde a meta estava. Os dois heróis conversaram com ela, com o Flash revelando que não iria levá-la para Iron Heights, mas sim propor que ela trabalhasse no bônus financeiro da cidade. A estrutura do dirigível acabou sendo queimada, o que facilitava sua explosão. O Flash tirou Allegra e Carrie, mas Cisco ficou para trás. Ele utilizou partes de seu traje para tentar colocar a estrutura de volta conseguiu fazer isso.

Cisco nos Laboratórios S.T.A.R. uma última vez.

Depois que sua última missão foi finalizada, Cisco voltou aos Laboratórios S.T.A.R. e entregou alguns arquivos importantes para Chester, e deu um abraço de despedida nele. Sozinho no córtex, Cisco começou a se lembrar de suas aventuras que teve com a Equipe Flash nos últimos sete anos. Ele se aproximou do primeiro traje de Barry e colocou sua mão no emblema vermelho no peito do uniforme, e em seguida saiu pela porta.

No apartamento West-Allen, Cisco entregou camisetas para Barry, Caitlin e Joe como presentes de despedida. Eles então se juntaram para cantar "Poker Face".[6]

Guerra Godspeed

Depois que John Diggle visitou Central City e descobriu sobre a Guerra Godspeed,[99] ele informou a Cisco sobre o que estava acontecendo em sua antiga cidade. Ele então decidiu voltar para ajudar a Equipe Flash.

Equipe Flash conversando sobre os clones Godspeeds.

Mecha-Vibro chegou em uma catedral e usou seu traje para prender os múltiplos clones Godspeeds que cercavam Barry, Jay, Nora e Bart Allen em uma armadilha de entropia sintética. Embora a armadilha garantisse-os alguns minutos, Cisco alertou aos velocistas para que fizessem algo logo, já que a armadilha não iria durar muito tempo. Todos voltaram aos Laboratórios S.T.A.R., onde Cisco cumprimentou alegremente a Equipe Flash e Jay. Quando Jay sugeriu usarem as armadilhas de Cisco, ele explicou que conforme os Godspeeds se tornavam mais fortes, mais facilmente eles conseguiriam escapar. Barry pediu para Cisco e Nevasca protegerem Central City enquanto ele estivesse na mente de August Heart.[100]

Como pedido por Barry, Mecha-Vibro e Nevasca enfrentaram os múltiplos clones Godspeed espalhados pela cidade. Enquanto lutavam, Cisco reclamou de não ter uma pausa para respirar. Os dois heróis acabaram sendo superados em número pelos velocistas, e então Cisco usou a armadilha de entropia sintética para protegê-los. No entanto, os clones acabaram desaparecendo.

Cisco sendo o ministro da paz nas renovações de Barry e Iris.

Depois que August foi derrotado com a ajuda de Eobard Thawne, que recebeu seu corpo de volta graças a Força de Aceleração, todos compareceram à renovação de votos de casamento de Barry e Iris na casa West. Lá, Cisco foi o ministro da paz depois que ele fez uma pesquisa de última hora. Apesar da intenção de tornar o evento simples, Bart cantou "1949" para seus pais. Depois que os votos foram renovados, Cisco deu a ordem para o casal se beijar.[101]

Personalidade

"Cisco Ramon, sempre quebrando a tensão com uma piada."
Nora West-Allen[fonte]

Cisco em sua identidade civil.

Cisco é um jovem gentil, atencioso, inteligente e descontraído, que muitas vezes à primeira vista parece incapaz de levar as coisas a sério. No entanto, ele muitas vezes provou ser surpreendentemente focado quando se trata de ajudar Barry a lutar contra o crime. É evidente que Cisco é um nerd em muitas das formas convencionais. Ele tem um claro amor por quadrinhos, ficção científica e cultura pop, e está muito animado para ver tais conceitos tornados reais para ele, como testemunhar superpoderes de diversos meta-humanos, em particular, Barry e sua supervelocidade. Seu amor por personagens de quadrinhos levou Cisco a muitas vezes criar nomes para a variada Galeria de Vilões de Barry (como o Capitão Frio). Cisco tem muito orgulho de sua tecnologia a ponto de ser extremamente protetor com ela, como ficar com raiva quando Barry lhe disse que seu traje foi destruído. Cisco também é um planejador muito cuidadoso, pois inventou uma arma especificamente destinada a derrotar Barry no caso dele se tornar do mal.

Cisco amava muito seu irmão, Dante, apesar de seu ciúme e aborrecimento devido ao fato de sua família o favorecer. Ele estava disposto a revelar a identidade do Flash para Leonard Snart em troca de mantê-lo vivo. Depois de ver Zoom matar Ruptura, ele percebeu o quanto seu irmão significava para ele e decidiu começar um relacionamento melhor com ele. Cisco ficou arrasado quando Dante foi morto em um acidente de carro. Ele ficou mais magoado porque Barry se recusava a voltar no tempo para salvar seu irmão.

Como resultado, Cisco agiu com frieza em relação a Barry. Cisco finalmente se recuperou desse estado de espírito depois que Iris explicou que todos cometem erros. Ele aparentemente retornou ao seu comportamento alegre, mas suas feridas foram reabertas quando Nevasca revelou que Dante potencialmente morreu como resultado do Ponto de Ignição, que foi feito por Barry. Cisco se recusou a reconhecer a possibilidade de que a morte de Dante teria acontecido independentemente das ações de Barry e ele deixou Barry saber que sua amizade pode nunca mais voltar a ser como costumava ser. No entanto, depois de salvar um dos Dominadores em 1951 e fazer com que a trégua entre a NSA e os Dominadores nunca acontecesse, Cisco percebeu que não podia ficar com raiva de Barry porque entendeu, depois de fazer isso sozinho, que alterar o passado de qualquer maneira pode ter consequências imprevistas. Cisco mais tarde ajudou a equipe a impedir que Barry se rendesse aos Dominadores e o perdoou, chamando-o de amigo novamente.

Quando Harry apresentou um plano para igualar a inteligência de DeVoe, Cisco recusou-o repetidamente, dizendo a Harry que ele só se mataria ou acabaria como DeVoe, apesar do fato de Harry estar tentando pará-lo, que já havia obtido poderes do metas de ônibus que ele assassinou, sem outra opção viável. Apesar disso, as preocupações de Cisco podem ser bem fundamentadas e justificadas às vezes, como quando Harry acabou causando a deterioração de seu próprio cérebro depois de usar o Chapéu de Pensamento com infusão de matéria escura, algo que Harry admitiu que Cisco o alertou.

Poderes e habilidades

Poderes

  • Aplicações do traje de Mecha-Vibro: Cisco criou um traje que replicava algumas capacidades de seus antigos poderes.
    • Disparos vibracionais: Através das luvas metálicas que criou, Cisco é capaz de gerar e disparar raios vibracionais de suas mãos.[93]
    • Armadilha de entropia sintética: Algum tempo depois, Cisco atualizou suas luvas e deu-lhes a capacidade de disparar armadilhas de entropia sintética que ele usou para prender temporariamente os clones de Godspeed.[100]

Poderes anteriores

  • Cisco manipulando energia interdimensional com seus antigos poderes.

    Fisiologia meta-humana: Depois que Cisco foi atingido pela energia da explosão do acelerador de partículas, seu DNA e fisiologia foram alteradas, permitindo que ele manipulasse a energia dimensional. Apesar de Cisco ter sido atingido pela explosão assim como outros meta-humano, Cisco não manifestou seus poderes até dois anos após o ocorrido. Ele acessou essa habilidade pela primeira vez depois de ser assassinado por Eobard Thawne e a linha do tempo foi alterada por Barry. Apesar de ter pouco treinamento de qualquer tipo em usá-los, seus poderes foram notados por Cigana como sendo muito potente, pois mesmo (subconscientemente) se segurando contra uma oponente muito mais experiente, Cisco teve uma pequena vantagem em um choque de energia. Inicialmente, ele precisava de um equipamento especial para acessar seus poderes à vontade. No início de 2018, o controle de Cisco sobre seus poderes melhorou o suficiente para que ele pudesse acessar sem esforço seus poderes sem o uso de nenhum equipamento. No entanto, ele mais tarde tomou a cura meta-humana que ele e Caitlin desenvolveram, livrando-se de seus poderes.[77] Durante a Crise nas Infinitas Terras, Cisco teve seus poderes restaurados por Mar Novu.[84] Porém, assim que a Crise chegou ao fim, Cisco perdeu seus poderes novamente.[86]
    • Manipulação de energia dimensional: Cisco tinha uma conexão psíquica com as energias naturais da realidade, permitindo que ele se conectasse com as vibrações do multiverso e as manipulasse para vários feitos.
      • Conhecimento dimensional: Conhecido como "vibração", Cisco podia perceber vários eventos ao longo do tempo e do espaço, permitindo-lhe ver o passado e o futuro, bem como dimensões paralelas, até mesmo na própria Força de Aceleração. Ele poderia até recuperar memórias de uma linha do tempo alternativa enquanto gradualmente começava a se lembrar dos eventos originais depois que Barry redefiniu a linha do tempo. Inicialmente, essa consciência aumentada apareceu apenas como sonhos. Mais tarde, ele conseguiu acessar esses eventos tocando em um indivíduo ou um de seus bens pessoais. Essas visões são tipicamente nebulosas e escuras, com uma qualidade ligeiramente distorcida. Alternativamente, ele parecia ser capaz de alterar a perspectiva de outras pessoas, pois de alguma forma conseguiu negar a própria consciência aumentada de Zoom, acertando Zoom com um dardo de amortecimento de velocidade. Ele também podia se comunicar com a pessoa que estava vibrando. Cisco finalmente afirmou que seus poderes avançaram ao ponto em que não apenas ele poderia vibrar as pessoas, mas também poderia vibrar como uma pessoa estava se sentindo. Ele também foi capaz de vibrar Mon-El e Iris nas mentes do Flash e da Supergirl. Mais tarde, ele foi capaz de co-vibrar com Cigana como resultado de se tornar mais poderoso.
      • Viagem interdimensional: Por conta de sua conexão natural com o multiverso, Cisco era capaz de abrir brechas (portais) a outras dimensões e universos. Como esta habilidade é algo mais avançado, Cisco precisaria se focar para realizá-la. Isso exigiu que Harrison Wells primeiro calibrasse os óculos de Cisco para travar as frequências eletromagnéticas corretas que estavam localizadas no plano dimensional. Em um nível menor, ele poderia fazer portais para teletransportar pessoas para locais diferentes no mesmo universo. Ele poderia até, com uma tensão perceptível em seu corpo, acessar as dimensões pessoais do bolso de outras pessoas. Com o treinamento de Barry, ele aprendeu a abrir portais no "Flashtime". No entanto, eles eram pequenos para uma pessoa passar.
      • Explosões vibracionais: Cisco foi capaz de gerar poderosas rajadas azuis de vibrações de suas mãos, capazes de impulsionar humanos adultos pelo ar. A princípio, ele só podia usá-lo em momentos de estresse extremo, como mostrado quando instintivamente derrubou a Sereia Negra e não conseguiu fazer uma segunda vez. No entanto, em 2016, ele conseguiu acessar essa habilidade à vontade enquanto a usava em Cigana.
      • Conexão mental: Conforme declarado à Cisco por Reverb e Cigana, os vibros são conectados por seus poderes e são capazes de observar uns aos outros se forem habilidosos o suficiente. Reverb usou isso para rastrear o progresso de Cisco com seus poderes da Terra-2, e Cigana usou para encontrá-lo e resgatá-lo de Savitar quando Nevasca estava prestes a matá-lo. Cisco ainda não dominou o uso de seus poderes o suficiente para fazer isso à vontade, embora seja possível que as visões de Cisco de Thawne o matando tenham sido resultado de ele subconscientemente usá-lo para se conectar a uma versão alternativa de si mesmo.

Habilidades

  • Intelecto de nível de gênio/cientista mestre/físico: Cisco é uma das pessoas mais inteligentes da Terra. Um exemplo disso é que ele foi capaz de projetar a segunda Flecha-Caverna. Seu intelecto o leva a desempenhar um papel crucial para a Equipe Flash. Cisco é um cientista capaz, pois conseguiu criar a cura do Mirakuru com a ajuda de Caitlin Snow. Cisco também adquiriu muito conhecimento sobre a Força de Aceleração, entendendo sua natureza e como colocar Barry Allen dentro e fora dela. Cisco chamou seu cérebro de "o Ryan Gosling dos intelectos geniais". Cisco estava qualificado para 7.685 empregos somente nos EUA.[97]
    • Bilíngue: Cisco é capaz de falar espanhol, sua língua materna de Porto Rico.
    • Especialista em computadores/hacker: Cisco é um hacker e especialista em computadores altamente habilidoso, embora suas habilidades não sejam equivalentes às de Felicity Smoak. Ele conseguiu invadir os registros externos das Indústrias Tannhauser.
    • Alfaiate especialista: Cisco mostrou ser um alfaiate altamente treinado, tendo criado múltiplos trajes para heróis.
    • Guitarrista: Cisco é um talentoso guitarrista acústico. Ele foi capaz de produzir uma linda melodia apesar de estar "um pouco enferrujado".[9]
    • Engenheiro mestre: Cisco é um engenheiro altamente qualificado, pois ajudou a construir o acelerador de partículas com Eobard Thawne e ajudou a Equipe Flash criando vários dispositivos e armas para eles. Três de suas criações notáveis são as armasdo Capitão Frio, Onda Térmica e Patinadora Dourada. Durante os seis meses em que Barry esteve na Força de Aceleração, Cisco projetou uma esfera quark contendo o DNA de Barry e modificou a bazuca da Força de Aceleração para libertar Barry e colocar a esfera em sua prisão.
  • Combatente corpo-a-corpo experiente: Embora normalmente fique nos bastidores, Cisco mostrou-se disposto a entrar em uma briga quando a situação se complica. Ele foi capaz de trocar golpes com Hartley Rathaway. No entanto, deve-se notar que Hartley estava algemado na época e, finalmente, Cisco encerrou a batalha com sua preparação tecnológica. Desde que se tornou Vibro e aprendeu a usar melhor seus poderes, Cisco começou a entrar em campo com mais frequência, conseguindo lutar contra Cigana e Cicada. Cisco foi capaz de se defender contra Thawne, que estava possuindo Nash, embora Thawne ganhou vantagem devido à condição física superior de Nash e à própria raiva de Thawne.

Fraquezas anteriores

  • Mãos machucadas: A capacidade de Cisco canalizar a energia dimensional e usar seus poderes é feita, principalmente, através de suas mãos. No entanto, ele é capaz de acessar suas visões sem usar suas mãos, como ele testemunhou a destruição da Terra-2 e do multiverso (o que foi evitado), embora estas visões fossem mais difíceis de decifrar. Outra prova disso ocorreu em um futuro apagado de 2024, onde Cisco, após um confronto contra Nevasca, acabou tendo suas mãos congeladas e despedaçadas, o que o fez perder acesso a seus poderes. Apesar disso, ele conseguiu sentir a chegada de Barry de 2017 em 2024.[102] Embora tivesse suas mãos machucadas, Cisco ainda era capaz de usar seus poderes. Quando ele teve sua mão cortada pela adaga de Cicada, ele continuou a usar seus poderes, mas o uso constante dele fazia seu nariz e mãos sangrarem.[62]
  • Alterações temporais: A conexão de Cisco com a realidade através de seus poderes também o colocava em desvantagem quando a linha do tempo era extremamente alterada. Mudanças no evento natural das coisas causava um problema em seu corpo, com o primeiro sinal sendo seu nariz sangrando. Quanto mais tempo as mudanças não eram resolvidas, mais Cisco piorava. Ele sofreria uma hemorragia cerebral antes de sofrer uma parada cardíaca. Seu corpo então se tornaria transparente e distorcido, à medida que a ruptura do tempo começaria a dilacerá-lo. Somente restaurar os eventos apropriados salvaria sua vida.[103]
  • Algemas inibidoras de poderes: Assim como outros meta-humanos, os poderes de Cisco eram anulados quando algemas inibidoras eram colocadas em seu pulso. A mesma coisa se aplica a celas que contêm tais inibidores, como o pipeline. Desde que Cisco se tornou humano, ele não possui mais essa fraqueza.

Equipamento

Pré-Crise

  • Óculos de Reverb: Após conhecer seu sósia da Terra-2, Cisco roubou os óculos de Reverb e o levou à Terra-1. Mais tarde, Harry Wells recalibrou os óculos com a frequência da Terra-1, permitindo que Cisco canalizasse a energia trans-dimensional e usasse seus poderes com mais facilidade, além de permiti-lo abrir uma brecha para outros universos.[1]
  • Luvas de Vibro: Cisco criou luvas especiais que ele usou para ajudá-lo a controlar seus disparos vibracionais e viagem interdimensional.[104]
  • Traje de Vibro: Algum tempo após Barry restaurar a linha do tempo, ele viu Cisco criando as luvas, ao que ele afirmou que as manoplas eram para seu "traje". Inicialmente, o traje de Cisco era composto por suas roupas civis, as luvas e os óculos de Vibro. Na visão de Cisco e Caitlin (como Nevasca) se enfrentando, foi visto que Cisco estava usando seu traje completo, indicando que, eventualmente, ele iria finalizá-lo.[105] O traje foi feito com um material semelhante a couro; sendo ele nas cores preto e amarelo, acompanhado por uma jaqueta vermelha.

Equipamento anterior

  • Os óculos de Vibro original de Cisco.

    Óculos de Vibro: Ao descobrir o que ativava as vibrações de Cisco, Harry Wells projetou óculos especiais que o permitia acessar suas vibrações mais facilmente no momento em que quisesse. Eles permitiam que as ondas cerebrais de Cisco tivessem visões de forma mais apropriadas, vistas como se fossem sonhos. Eles eram semelhantes aos óculos de Cisco da Terra-2, mas brilhavam em uma cor verde ao invés de azul. Ao calibrar os óculos com a frequência eletromagnética do plano no qual se encontravam, os poderes de Cisco eram aprimorados. Os óculos foram abandonados após descobrirem que ele era inútil em outras Terras, e foi substituídos pelos óculos do sósia de Cisco da Terra-2.

Equipamento de um futuro apagado

  • Próteses de Cisco Ramon: Quando Barry correu até 2024 para descobrir a identidade de Savitar, ele encontrou uma versão de Cisco que teve suas mãos despedaçadas e arrancadas por Nevasca. Por conta disso, ele passou a usar um par de mãos metálicas, e também perdeu seus poderes.[102] Como Savitar foi apagado da existência, esse futuro também deixou de existir.

Pós-Crise

  • Cisco como Mecha-Vibro.

    Traje de Mecha-Vibro: Após perder seus poderes, Cisco construiu um traje metálico para ajudar a Equipe Flash na batalha final contra Monarca dos Espelhos. O traje é composto por uma jaqueta preta, uma fonte de energia centralizada no peito e luvas de metal. No entanto, a fonte de energia parou de funcionar após um curto período de tempo.[93]
  • Óculos de Mecha-Vibro: Cisco usa um par de óculos enquanto opera como Mecha-Vibro. Eles foram, presumivelmente, usados por Cisco quando ele também operou como Vibro.[93]
  • Luvas de Mecha-Vibro: Cisco usa um par de luvas metálicas enquanto opera como Mecha-Vibro. As luvas são carregadas pela fonte de energia que ele usa no peito, e permite que ele use-as para recriar os disparos vibracionais de seu poder original.[93]

Aparições

Arqueiro

2ª Temporada

3ª Temporada

4ª Temporada

5ª Temporada

6ª Temporada

7ª Temporada

8ª Temporada


Flash

1ª Temporada

2ª Temporada

3ª Temporada

4ª Temporada

5ª Temporada

6ª Temporada

7ª Temporada

8ª Temporada


Vixen

1ª Temporada

2ª Temporada

Lendas do Amanhã

1ª Temporada

2ª Temporada

3ª Temporada


Supergirl

1ª Temporada

2ª Temporada

3ª Temporada

4ª Temporada

5ª Temporada


Chronicles of Cisco

  • "Episode 1"
  • "Episode 2(sonho)
  • "Episode 3(sonho)
  • "Episode 4"

Stretched Scene

  • "Stretched Scene #2" (mencionado)
  • "Stretched Scene #3" (mencionado)

Freedom Fighters: The Ray

1ª Temporada

2ª Temporada


Galeria

Artes conceituais

Flash

3ª Temporada

Imagens promocionais

Flash

3ª Temporada
4ª Temporada
6ª Temporada
7ª Temporada

Crossovers

Crise na Terra-X

Crise nas Infinitas Terras

Curiosidades

Por de trás das câmeras

  • Nas histórias em quadrinhos da DC Comics, Cisco Ramon é o super-herói conhecido como Vibro. Ele ganhou seus poderes depois de ser pego por um tubo de explosão durante a primeira invasão de Darkseid na Terra, e passou a ajudar a A.R.G.U.S. na captura de fugitivos de outras realidades. Sua primeira aparição nos quadrinhos foi em The New 52: FCBD Special Edition #1 (junho de 2012).
    • A primeira versão de Vibro foi um personagem chamado Paco Ramone, que apareceu pela primeira vez em Liga da Justiça da América #2 (outubro de 1984). O irmão de Paco era chamado de Reverb. No Arrowverso, o sósia de Cisco da Terra-2 se é um vilão chamado Reverb.
  • Essa é a primeira adaptação live-action de Vibro.

Referências

  1. 1,0 1,1 "Bem-Vindo à Terra-2"
  2. 2,0 2,1 2,2 "Beijo Beijo Brecha Brecha"
  3. 3,0 3,1 "Aquele com os Anos Noventa"
  4. "Uma Luz na Escuridão"
  5. 5,0 5,1 "Central City Forte"
  6. 6,0 6,1 6,2 "Adeus Vibrações"
  7. 7,0 7,1 "Surge o Flash"
  8. "Ponto de Ignição"
  9. 9,0 9,1 9,2 9,3 "O Retorno dos Ladrões"
  10. 10,0 10,1 "Sinais Confusos"
  11. 11,0 11,1 "A Garota com Raio Vermelho"
  12. 12,0 12,1 "Fórum do Tempo"
  13. 13,0 13,1 "O Som da Fúria"
  14. 14,0 14,1 "Causa e Efeito"
  15. 15,0 15,1 "Flash vs. Arqueiro"
  16. 16,0 16,1 "O Passado é um Prólogo"
  17. 17,0 17,1 "O Que Não Dá para Ultrapassar"
  18. 18,0 18,1 "Piloto"
  19. 19,0 19,1 "O Homem Embaixo do Capuz"
  20. "O Homem Mais Rápido do Mundo"
  21. "Ficando Rouge"
  22. "Plastique"
  23. "Queda de Energia"
  24. "Os Ousados e Os Corajosos"
  25. "O Homem de Uniforme Amarelo"
  26. "A Vingança dos Ladrões"
  27. "Louco Por Você"
  28. "O Homem Nuclear"
  29. "Chuva Radioativa"
  30. "Heróis"
  31. "Quem é Harrison Wells?"
  32. "A Armadilha"
  33. "Acerto de Contas"
  34. "Rápido o Bastante"
  35. "O Flash Renascido"
  36. "A Sorte é Uma Mulher"
  37. "Jornada Alongada"
  38. "Noite das Garotas"
  39. "Quando Harry Conheceu Harry..."
  40. "Logo Existo"
  41. "Crise na Terra-X, Parte 1"
  42. "Crise na Terra-X, Parte 3"
  43. "Crise na Terra-X, Parte 4"
  44. "Não Corra"
  45. "O Julgamento do Flash"
  46. "Surge o Cavaleiro Elástico"
  47. 47,0 47,1 "Querida, Encolhi o Time Flash"
  48. "Verdadeiras Cores"
  49. "Sujeita 9"
  50. "Entrando no Flashtime"
  51. "Corre, Iris, Corre"
  52. "Nula e Irritado"
  53. "Se Perder"
  54. "Criminosa em Fúria"
  55. "Portanto, Ela É"
  56. "Harry e os Harrisons"
  57. "Pensa Rápido"
  58. "Nós Somos o Flash"
  59. "Nora"
  60. "Bloqueado"
  61. "A Morte do Vibro"
  62. 62,0 62,1 "All Doll'd Up"
  63. "The Icicle Cometh"
  64. "Sejamos Gratos"
  65. "Túnel do Tempo, Parte 1"
  66. "Túnel do Tempo, Parte 2"
  67. "Túnel do Tempo, Parte 3"
  68. "Flash e Furiosos"
  69. "Memorabilia"
  70. "Causa e XS"
  71. "Tubarão-Rei vs. Gorila Grodd"
  72. "Failure is an Orphan"
  73. "Bomba Relógio"
  74. "Vai Com Deus"
  75. "Bando da Neve"
  76. "As Vilãs"
  77. 77,0 77,1 "Legado"
  78. "Salto no Vazio"
  79. "O Clarão de um Relâmpago"
  80. "O Morto que Corre"
  81. "O Sangue Vai Correr"
  82. "A Última Tentação de Barry Allen, Parte 1"
  83. "A Última Tentação de Barry Allen, Parte 2"
  84. 84,0 84,1 "Crise nas Infinitas Terras: Parte Três"
  85. "Crise nas Infinitas Terras: Parte Quatro"
  86. 86,0 86,1 "Maratona"
  87. 87,0 87,1 "Morte da Força de Aceleração"
  88. "O Exorcismo de Nash Wells"
  89. "Até Logo e Boa Noite"
  90. "Libertação"
  91. "Pague o Flautista"
  92. "A Velocidade do Pensamento"
  93. 93,0 93,1 93,2 93,3 93,4 "Mãe"
  94. 94,0 94,1 "Tenham Medo de Mim"
  95. "O Povo vs. Nevasca"
  96. "Wells Atemporal"
  97. 97,0 97,1 "Assuntos de Família, Parte 1"
  98. "Assuntos de Família, Parte 2"
  99. "P.O.W."
  100. 100,0 100,1 "O Coração da Questão, Parte 1"
  101. "O Coração da Questão, Parte 2"
  102. 102,0 102,1 "O Flash que Era e o Futuro"
  103. "O Retorno do Flash Reverso"
  104. "Paradoxo"
  105. "Sombra"
  106. "Flash Back"
  107. "Surge Grodd"
  108. "Fuga da Terra-2"
Advertisement