"Essa luta acabou me lembrando de tudo que eu posso perder. Mas, o motivo de eu me sentir seguro e largar a minha capa por um tempo é você mesmo. O mundo não precisa do Superman se tem a Supergirl."
—Clark Kent para Kara Danvers[fonte]

Clark Kent (nascido em 1979[1] como Kal-El) é o filho do falecido Jor-El e da falecida Lara Van-El, o primo paterno de Kara Zor-El, o melhor amigo de James Olsen, o esposo de Lois Lane, o pai de Jonathan Kent e de Jordan Kent, e também o membro fundador de uma equipe. Depois de ser lançado à Terra do planeta Krypton ao lado de sua prima mais velha, Kara, que ficou presa na Zona Fantasma e chegou na Terra 24 anos depois com a mesma aparência com qual saiu de seu planeta natal, ele foi encontrado por Jonathan e Martha Kent um casal amigável de humanos que criou-o como seu próprio filho na pequena cidade de Smallville, Kansas, imbuindo-o de fortes valores morais e levando-o a decidir lutar pela verdade, justiça e o jeito americano. Em sua identidade secreta, Clark trabalhou como um repórter no Planeta Diário na cidade de Metrópolis, enquanto secretamente opera como um dos maiores protetores do planeta; o super-herói conhecido mundialmente como Superman (também chamado de Super-Homem), estilizado como o "Homem de Aço", o "Homem do Amanhã" e o "Último Filho de Krypton".

Morando agora na Terra-Prime, Clark foi demitido do Planeta Diário depois que a companhia foi comprada por Morgan Edge e retornou para Smallville com sua família após a morte de sua mãe, Martha, onde se tornou o treinador assistente na Smallville High School e descobriu que Jordan havia herdado seus super poderes Kryptonianos.

Índice

Biografia

Pré-Crise

Vida pregressa

"Há 24 anos, meu planeta, Krypton, corria um grave perigo. Meu primo, Kal-El, foi enviado a um planeta chamado Terra por própria segurança e proteção. Talvez você conheça a história dele."
Kara Zor-El[fonte]

Kal-El com seus pais momentos antes de ser lançado para longe de Krypton.

Filho dos cientistas Jor-El e Lara Van-El, Kal-El nasceu em 1979 no planeta Krypton e na prestigiosa Casa de El. Logo depois de seu nascimento, Krypton estava beira da destruição, pois seu núcleo estava prestes a explodir, e então a Casa de El resolveu salvar seus filhos da catástrofe enviando-os para longe do planeta. Kal-El foi enviado para a Terra junto com sua prima mais velha, Kara Zor-El.[1] Depois de chegar à Terra em segurança, o bebê alienígena foi encontrado dentro de sua cápsula pelo "Papai" e "Mamãe" Kent, um adorável casal de fazendeiros humanos, na pequena cidade de Smallville, Kansas,[2][3] decidindo criá-lo como seu próprio filho chamado "Clark Kent".

A educação de Clark e as lições de seus pais adotivos o imbuíram de fortes valores morais. Assim, ele resolveu usar os poderes extraordinários que ganhou na Terra com seu sol amarelo para fazer o bem, lutando contra o mal e protegendo os inocentes.[1] Clark começou a lutar contra o crime logo em sua juventude, resolvendo mistérios com a ajuda de sua amiga Chloe.[4]

Apesar de as vezes se sentir como um "estranho visitante de outro planeta",[3] Clark permaneceu orgulhoso de sua herança dupla, levando seu legado humano e Kryptoniano de forma séria. Ao passar dos anos, ele manteve um santuário secreto, conhecido como a Fortaleza da Solidão, no Polo Norte, afim de preservar a memória de seu planeta natal e proporcionar a si mesmo um descanso de suas aventuras.[5][6]

Em algum momento de sua vida, Clark conheceu Jeremiah e Eliza Danvers, um casal de cientistas que ajudaram-o a entender seus poderes.[1]

Anos iniciais do Superman

Depois que começou a operar como o Superman, Clark permitiu que Jimmy Olsen tirasse a primeira fotografia do herói.

Quando adulto, Clark se mudou para a cidade de Metrópolis. Logo depois que chegou na cidade, ele salvou um avião de colidir-se com o chão[1] e se tornou o super-herói conhecido como Superman, embora também fosse chamado de Super-Homem por diversas pessoas. Em sua identidade secreta,[5] Clark começou a trabalhar como um repórter no Planeta Diário. Enquanto trabalhava para o Planeta Diário, Clark conheceu Lois Lane, com quem ele se apaixonou à primeira vista, Cat Grant, que tinha sentimentos românticos por ele, Perry White, seu chefe,[2] e Jimmy Olsen, um jovem fotógrafo que o Superman havia salvado anteriormente, se tornando o melhor amigo do fotógrafo.[7] Clark revelou sua identidade como Superman para Jimmy, e também lhe entregou um relógio especial que ele poderia utilizar para chamá-lo em caso de emergências.[8] Clark também permitiu que Jimmy tirasse a primeira foto do Superman, o que garantiu um Prêmio Pulitzer para ele.[1]

Em algum momento, Clark conduziu uma entrevista na prisão com Winslow Schott, Sr., um terrorista condenado conhecido como Homem Brinquedo. Clark questionou sua fixação por brinquedos, ao que Winslow respondeu que os brinquedos têm o poder de transportar brevemente seu dono para tempos mais felizes, que podem ser usados como arma de vingança. Ele então começou a rir incontrolavelmente, deixando Clark perturbado ao sair.[9]

Clark já fez e enfrentou diversos inimigos como o Super-Homem. Aquele que ele considera como seu maior e mais temido inimigo é o General Zod.

Durante sua carreira de herói, Clark já enfrentou inumerosos inimigos como o General Zod, um chefe militar Kryptoniano e também a quem considera como seu pior inimigo,[10] o poderoso Darkseid,[11] e Ben Krull/Reactron, um de seus inimigos mais persistentes já, que nenhum dos dois foram capazes de derrotar um ao outro, resultando em diversos encontros ao passar dos anos. Apesar do impasse, Clark quase foi morto por Reactron uma vez.[8]

O Superman também já teve algumas aventuras intergaláticas, incluindo uma jornada para Warworld[10] e também um encontro com um Devorador de Sol bebê, uma raça de criaturas poderosas que se alimentam da energia de estrelas pequenas. Clark decidiu manter o Devorador de Sol como um mascote em sua Fortaleza da Solidão.[12]

Em seus anos iniciais como o Superman, Clark fez diversos erros que irritou os habitantes de Metrópolis. Porém, com o passar do tempo, ele se tornou um herói amado pelos cidadãos de sua cidade e também do mundo.[5] Apesar de seus feitos heroicos, muitas pessoas são, publicamente ou secretamente, apavoradas pelo Superman, não por seus poderes, mas sim pelo que ele poderá fazer caso ele perca sua paciência algum dia.[13]

Sob motivos desconhecidos, o Superman já trabalhou ao lado de Bruce Wayne, um vigilante mascarado com "milhões de tralhas [e] muitas paranoias", que tem o hábito de apavorar as pessoas que ele tenta proteger e é considerado um "louco" por muitas pessoas. Eventualmente, apesar disso, Bruce se tornou um dos amigos mais próximos de Clark,[14][15] a ponto de revelarem suas identidades secretas uns aos outros e serem conhecidos como os "Melhores do Mundo".[16]

Lex Luthor , o antigo melhor amigo do Superman que acabou se tornando seu arqui-inimigo.

O Superman também se tornou amigo de Lex Luthor, um brilhante cientista industrialista e o CEO da Luthor Corp. Inicialmente, os dois decidiram trabalhar juntos para lidar com as ameaças de invasões alienígenas à Terra, mas os métodos de Lex são muito mais cruéis que os do Super-Homem. Apesar do Superman tentar confiar em seu amigo, até mesmo defendendo ele de acusações e lhe dando diversas chances mesmo depois dele cometer atos horrendos,[17] eventualmente ele percebeu a verdadeira natureza de Lex, resultando na separação dos dois e o encerramento de sua parceria. Logo depois disso, Lex começou a acreditar que o Superman era o motivo dos ataques alienígenas no planeta, já que sua presença atraiam-os para a Terra, e declarou guerra com o seu antigo melhor amigo, se tornando um dos grandes inimigos do Super-Homem.[2][14] Em um desses duelos, o Superman frustou uma tentativa de Lex de acionar uma falha geológica na Califórnia com uma "máquina de terremoto",[2] enquanto outro acidente envolveu Lex criando e vendendo armaduras na qual batizou-as de Lexotrajes, que ele usava para manter-se no mesmo nível que o Kryptoniano em combates.[4]

O Super-Homem já teve, ao menos, um encontro com J'onn J'onzz/Caçador de Marte, o que o fez chamá-lo de o "ser mais poderoso na Terra".

Em algum momento de sua vida, o Superman já se encontrou com J'onn J'onzz/Caçador de Marte. Não se sabe se esse encontro acabou ou não em uma luta, mas foi o suficiente para ele chamar J'onn de "o ser mais poderoso da Terra". Ele também estava ciente de que o Marciano Verde estava se passando por Hank Henshaw e comandando o D.O.E..[18][19] Mais tarde, Clark ajudou o D.O.E. a encobrir um asteroide alienígena composto por um minério Kryptoniano na cor verde, a qual J'onn decidiu chamá-la de "Kryptonita". J'onn, como Hank Henshaw, decidiu manter a Kryptonita guardada no D.O.E. como um plano de contigência contra outros Kryptonianos. Ao descobrir sobre isso, Clark se enfureceu, fazendo com que os dois heróis entrassem em uma discussão e se desentendessem, resultando no fim de sua parceria. Apesar disto, Clark ainda manteve a identidade secreta de J'onn em segredo.[2] Segundo J'onn, Clark foi a outra pessoa da Terra, além dele mesmo, a saber sobre sua identidade por muitos anos.[18]

Ao passar dos anos, Clark começou um relacionamento romântico com Lois Lane.[2]

Descobrindo Kara

"Quando eu cheguei, eu ainda era uma menina de 13 anos. Mas nesse meio tempo, meu primo Kal-El cresceu e se apresentou ao seu mundo como... o Superman. O homem mais poderoso do universo."
Kara Zor-El[fonte]

Superman encontrando Kara.

24 anos depois da destruição de Krypton, assim como sua chegada na Terra, uma cápsula Kryptoniana caiu no planeta. Eventualmente, o Superman localizou a espaço-nave e encontrou sua prima mais velha, Kara Zor-El, assustada e sozinha dentro dele. Como Kara estava presa em êxtase dentro da Zona Fantasma por 24 anos, sua aparência física ainda se parecia com o de uma garota de 13 anos. Acreditando que Kara deveria aprender a como ser humana e precisava de pessoas que poderiam estar com ela o tempo todo, assim como sua família adotiva fez com ele, Clark deixou sua prima aos cuidados dos Danvers, sabendo que eles iriam ajudar Kara a entender seus poderes assim como eles haviam o ajudado.[1]

Com o passar dos anos, Clark continuou em contato com Kara e a convidou diversas vezes para visitar a Fortaleza da Solidão, algo que ela recusou, acreditando que isto a faria se lembrar de Krypton.[6]

Enviando James para National City

12 anos depois, Clark pediu para que James, sabendo que ele gostaria de expandir seus horizontes, fosse à National City para manter um olho em Kara e entregasse seu cobertor (na qual foi enrolado quando bebê quando chegou à Terra) para que ela pudesse usar como uma capa, pois sabia que, eventualmente, sua prima iria se tornar uma heroína.[1] Depois que a Supergirl surgiu em National City, foi dito que Clark, junto de Lois, estava tentando incansavelmente para ter uma exclusiva com a nova super-heroína.[5]

Superman protegendo a Supergirl de Reactron.

Alguns dias depois, James usou seu relógio para chamar o Superman. Quando ele chegou em National City, ele acabou descobrindo que um de seus inimigos estava atrás da Supergirl. O Superman encontrou-a enfrentando Reactron, e estava quase sendo morta pelo mesmo. Clark interferiu no confronto e entrou no meio de um ataque de Reactron, fazendo o disparo atingir seu peito e protegendo Kara, que estava caída no chão. Depois que o homem fugiu, o Superman teve que sair de lá para lidar com um desastre natural. Contudo, no dia seguinte, Clark se desculpou com Kara através de uma conversa online, dizendo que estava orgulhoso do que ela estava fazendo.[8]

Quando o Homem Brinquedo fugiu da prisão e foi até National City, Clark enviou uma cópia da entrevista que havia feito com o terrorista quando ele estava preso.[9]

Algum tempo depois, Clark enviou uma mensagem para Kara e perguntou se ela precisava de ajuda, algo que ela recusou e disse que iria avisá-lo quando precisasse. Clark disse que iria ajudá-la quando precisasse dele, e que o "sangue une a todos nós". Kara disse que ele não aprendeu isso em Kansas, e ele disse que havia aprendido com ela.[20]

Maxima, a rainha do planeta Almerac, visitou a Terra para convencer o Superman a casar-se com ela, já que ela acreditava que o herói era o único competente para ser seu parceiro. Contudo, o Superman a rejeitou, o que irritou Maxima e a fez entrar em fúria contra Metrópolis. O Superman foi forçado a derrotá-la e prendê-la em uma base do D.O.E..[21]

Miríade

O Superman em National City para ajudar a Supergirl a combater Miríade.

Algum tempo depois, o Superman saiu do planeta para lidar com uma ameaça intergalática. Quando retornou à Terra, ele acabou descobrindo, presumivelmente através de Kelex, que Kara procurava por ele para ajudá-la a lidar com Miríade, que havia sido ativado por Non e Indigo em National City e controlava a mente de todos os habitantes de lá. Ele mandou uma mensagem para Kara dizendo que estava a caminho para auxilia-la. Contudo, ao chegar em National City, sua mente também foi vítima da programação de controle mental de Miríade. Maxwell Lord teorizou que isso foi devido ao fato que o Superman passou grande parte de sua vida na Terra, tornando sua mente mais humana do que Kryptoniana.[21] Depois que a Supergirl conseguiu libertar todos de National City do controle de Miríade, o Superman acabou desmaiando e foi levado ao D.O.E. para se recuperar. Ele então retornou para Metrópolis e mandou uma mensagem parabenizando Kara e agradecendo por ter o libertado.[22]

Prendendo Lex Luthor

Depois de anos e diversos encontros brutais que resultaram em inúmeras casualidades, no início de 2015, o Superman foi capaz de derrotar Lex Luthor quando o super-herói expôs os crimes de seu antigo melhor amigo ao público depois que ele transformou o sol amarelo da Terra em um sol vermelho, na tentativa de matar o Homem de Aço.[23] Lex foi preso por 32 sentenças consecutivas de prisão perpétua na Penitenciária da Ilha de Stryker. Como resultado, o Superman passou a desconfiar de toda a família Luthor, incluindo a mãe de Lex, Lillian,[14] e sua irmã adotiva, Lena.[2]

Visitando National City

Supergirl e Superman depois de seu primeiro trabalho em equipe.

Quando Clark estava conversando com seu chefe a respeito de um artigo que havia escrito, ele ouviu que a espaço-nave Venture estava com problemas e estava caindo logo depois de seu lançamento. O Superman então foi ao resgate e, no acidente, encontrou a Supergirl. Os primos se cumprimentaram e juntos conseguiram salvar a nave, impedindo que uma catástrofe acontecesse. Quando pousaram a nave ao chão, Kara disse que estava feliz por ter trabalhado junto com seu primo pela primeira vez. Quando alguns civis chegaram, os Supers decidiram cumprimentá-los, e Kara disse para eles que costumava trocar as fraldas do Superman alguns anos atrás, algo que o herói disse não ser necessário revelar. Depois disso, eles foram para o quartel-general do D.O.E., onde Clark cumprimentou os amigos e colegas de trabalhos de Kara. Lhe foi mostrado um alienígena em coma que J'onn e Kara encontraram a algum tempo, mas Clark não conseguiu reconhecê-lo de Krypton. Apesar de seu problema com J'onn, Clark decidiu permanecer em National City e ajudar na investigação da espaço-nave. Ele foi até a CatCo com Kara, onde se reencontrou com Cat e James.

Supergirl e Superman conversando com John Corben.

Depois disso, Kara e Clark foram para a Luthor Corp para conversar com Lena Luthor, que havia recebido um convite para o lançamento da Venture mas optou por não ir em um último momento. Ao chegarem, Lena explicou que não pôde ir devido a uma reunião de emergência da renomeação da companhia de sua família, e que não estava envolvida com o acidente da espaço-nave. Apesar disto, Lena disse que os dois jornalistas não acreditavam nela devido a seu sobrenome ser "Luthor". Enquanto ela estava distraída, Kara e Clark usaram usa visão de raio-X para analisar a sala, mas não encontraram nada escondido. Para provar que estava falando a verdade, Lena entregou um pendrive com informações sobre o oscilador destruído, que uma de suas subsidiárias havia feito. Clark então recebeu uma ligação de Lois, que disse para que ele mandasse um "oi" para Kara. No mesmo dia, o helicóptero de Lena foi atacado por drones, mas a Supergirl e o Superman salvaram-a ao destruírem os drones. Porém, John Corben, o assassino contratado por Lex para matar Lena, disse que havia outros drones espalhados pela cidade e que eles iam atacar inocentes. Enquanto a Supergirl protegia o helicóptero, o Superman foi atrás dos outros drones. Eles levaram um dos drones para o D.O.E. e descobriram que Corben estava por de trás do ataque. J'onn tentou conversar com Clark, mas ele se recusou a ouvi-lo, dizendo que ele não tinha nada para conversar com ele já que a organização guardava Kryptonita. Apesar de saber que J'onn não usaria a Kryptonita contra ele ou Kara, J'onn poderia receber uma ordem superior.

Clark pedindo para Kara contar mais histórias sobre Krypton.

Durante o discurso de Lena na cerimônia de renomeação da companhia, John Corben atacou a comemoração ao explodir bombas posicionadas atrás do palco onde Lena estava. A explosão desestabilizou um prédio, fazendo com que a Supergirl e o Superman segurassem-o para que não caísse. Kara saiu para consertar o prédio, deixando Clark segurando o prédio. Depois que Kara conseguiu equilibrar o prédio, Clark largou-o e sorriu, feliz por sua prima ter conseguido. No dia seguinte eles visitaram a renomeada "L-Corp", onde Lena agradeceu Clark por suas palavras gentis sobre ela em um artigo do Planeta Diário. Ele também se desculpou por ter desconfiado dela apenas por ter o sobrenome Luthor. Mais tarde, no D.O.E., Clark disse para Kara que havia decidido ficar em National City por mais um tempo, afim de passar mais tempo com ela, e pediu para que ela contasse mais histórias sobre Krypton. Depois disso, a Supergirl e o Superman saíram para impedir um assalto a mão armada.[2]

Superman carregando a Supergirl.

Com o passar dos dias, o Superman e a Supergirl impediram diversos acidentes e crimes juntos através de National City. Depois disso eles voltaram ao D.O.E., onde descobriram que o alienígena em coma estava absorvendo a energia elétrica para reparar suas células. Clark também descobriu que J'onn estava usando Kryptonita para mantê-lo sobre controle, e disse para o Marciano que o alienígena em coma é um "sobrevivente, e não um prisioneiro", algo que J'onn garantiu ser apenas por precaução. Quando Clark tentou recomendar que eles fizessem alguma coisa, J'onn o cortou, dizendo que tinham tudo sobre o controle. O Superman concordou, e então saiu da sala. No apartamento de Kara, Clark disse para sua prima que estaria voltando para Metrópolis, mas ouviram um noticiário de que um homem estava prestes a pular de uma ponte. Os Supers então foram para uma última missão juntos e foram até a ponte, para tentar impedir que o homem saltasse. Contudo, o homem era John Corbem agora transformado em um ciborgue de Kryptonita chamado "Metallo". Os Supers começaram a lutar e, durante isso, a Supergirl acabou sendo atingida por um dos raios de Metallo. Clark levou-a de volta ao D.O.E., onde confrontou J'onn sobre a Kryptonita, e descobriu que Kryptonitas haviam sido roubadas da organização quatro meses atrás. Os dois entraram em uma discussão, mas foram interrompidos por uma transmissão do Projeto Cadmus, que estava em todas as telas de National City, declarando guerra contra os alienígenas.

Supergirl e Superman nas ruínas do Parque Krypton.

Clark e J'onn foram até a Fortaleza da Solidão para encontrarem informações do metal que era parte do corpo do ciborgue, para que assim Winn pudesse construir dispositivos anti-kryptonita feitos com o mesmo metal. Lá, eles retomaram seu argumento. J'onn revelou que fala kryptoniano e diz a Clark que ambos não têm casa e a importância de preservar as histórias um do outro. Clark diz que não odeia J'onn, apenas que não pode confiar nele enquanto ele guardar kryptonita. Clark fez Kelex escanear sua mão em busca de materiais residuais de sua luta com Metallo. Kelex descobre promécio residual. No D.O.E., Winn encontrou Metallo em uma rua de National City. O Superman e a Supergirl rastrearam-o, mas o ciborgue disse que havia outro Metallo aterrorizando Metrópolis. Ao ouvirem isso, os super primos voaram para a cidade vizinha e ao chegarem eles viram a completa destruição que o outro Metallo havia feito no Parque Krypton. Clark disse que ele deveria ter estado lá para proteger os civis e impedir que o outro Metallo fizesse isso.

Clark, conversando com Perry White, de volta à Metrópolis.

Kara e Clark foram chamados de volta ao D.O.E. pois os trajes anti-kryptonita estavam prontos. O Superman vestiu-o e voltou à Metrópolis para chamar a atenção do outro Metallo, identificado como o Dr. Gilcrist. Durante o combate, o Caçador de Marte apareceu para ajudá-lo e, enquanto a Supergirl e Alex Danvers enfrentavam Corben em National City, eles conseguem superar Gilcrist e vencê-lo, com J'onn arrancando o "coração de Kryptonita" do ciborgue, restaurando a parceria entre os dois heróis. Mais tarde, o D.O.E. entregou todo seu estoque de Kryptonita em uma caixa de chumbo para o Superman. Clark se despediu de Kara e retornou à Metrópolis, onde mandou uma mensagem de texto para Kara dizendo que estava com saudades. Logo após isso, ele recebeu uma ligação de Perry White, que o repreendeu por ter se ausentado do trabalho por tanto tempo.[24]

Invasão Daxamita

Superman sendo envenenado pela Kryptonita Prateada.

Quando descobriu que algumas naves Daxamitas começaram a invadir National City, Clark foi até a cidade para ajudar Kara. Ele foi confrontar Rhea pessoalmente, mas acabou sendo infectado pela kryptonita prateada.[10] Kara tentou entrar em contato com ele, mas não conseguia encontrá-lo em Metrópolis ou na Fortaleza, e acreditou que o Superman já estava a caminho para ajudá-la. Quando Alex e Maggie Sawyer estavam prestes a disparar na espaço-nave de Rhea, o Superman usou sua visão de calor para destruir o canhão, mas as duas mulheres acreditaram que era uma arma dos Daxamitas, e não o Superman. Quando a Supergirl chegou na nave para confrontar Rhea e convencê-la a parar o ataque, o Superman a atacou,[25] pois, devido a kryptonita prateada, Clark estava preso em uma alucinação e acreditou que sua prima era, na verdade, o General Zod e que ele estava invadindo National City, e não os Daxamitas.

Superman, sobre a influência da Kryptonita Prateada, enfrentando a Supergirl.

Clark, sob a influência da kryptonita prateada, acreditou que Kara era na verdade Zod e começou a atacá-lo com a intenção de detê-lo de uma vez por todas. Ele estava cego e surdo para todas as palavras de Kara quando eles começaram a lutar. Durante sua batalha, eles tomaram as ruas de National City. Alex e Maggie assistiram a luta e se questionaram do porque os Supers primos estariam brigando. Eventualmente, Kara, depois de alguns esforços contra seu primo, foi capaz de nocautear Clark, no entanto, a tensão da luta a fez desmaiar de exaustão. Depois disso, Alex se aproximou e os levou para a Fortaleza da Solidão para curar e se recuperar da batalha.

Supergirl, Superman e Alex na Fortaleza da Solidão.

Quando Clark foi libertado da influência da Kryptonita Prateada, ele se desculpou com Kara e explicou o que aconteceu. Além disso, ele também a elogiou por ter batalhado com ele e que ela era mais forte do que ele, já que estava usando toda a sua força. Eles usaram o computador da Fortaleza para buscar uma fraqueza dos Daxamitas, e encontraram um antigo método que eles realizavam: o Julgamento por Combate. Os três voltaram ao D.O.E., onde descobriram que Winn e os outros agentes conseguiram vencer os Daxamitas que estavam nas ruas. Clark então conheceu Mon-El, o alienígena em coma, que tentou garantir para o herói de que ele não era como os outros de sua espécie atacando a cidade. Clark disse para Mon-El que se Kara esá namorando com ele, então ele deve ser alguém legal. Eles contaram para todos que encontraram um meio de deter Rhea e revelaram sobre o Julgamento por Combate. Clark e os outros assistiram Kara desafiar Rhea para o Combate. Contudo, Mon-El tentou impedir que Kara lutasse contra Rhea e sugeriu que o Superman fizesse isso, mas Clark dispensou, dizendo que se ela é forte o bastante para derrotá-lo, ela conseguirá derrotar Rhea.

Supergirl e Superman treinando.

Clark e Kara perceberam que o desafio estava sendo divulgado para o público, e eles foram até Cat Grant para tentar diminuir a divulgação para evitar que pessoas inocentes fossem assisti-lo e sejam pegas durante o combate. Eles foram então contatados por Lena e Lillian Luthor sobre uma nova arma e foram à L-Corp para se encontrar com elas. O primos descobriram que a arma era um dispositivo que Lex estava construindo para infundir kryptonita na atmosfera para tornar o planeta inabitável para os kryptonianos. Lena foi capaz de modificá-lo para liberar chumbo, e tornar a Terra tóxica para os Daxamitas. No entanto, Clark e Kara sabiam que isso significava que Mon-El seria forçado a deixar a Terra ou morreria. Com o estresse do desafio e a possibilidade de perder Mon-El, Kara pediu a Clark para treinar com ela para ajudá-la a se preparar. Ele achava que Kara estava bem, embora pudesse sentir que algo ainda a incomodava. Ela disse a ele que estava começando a ter tudo o que poderia querer com seu trabalho, amigos, ser uma super-heroína e Mon-El e se ela vencesse Rhea, manteria tudo isso, mas não tinha certeza se conseguiria. Clark disse a ela que era possível porque ela havia merecido tudo isso. Ele disse a Kara que toda vez que ele lutou, ele estava lutando por Lois, e ela deveria lutar para manter o que ela considerava precioso com ela. Ele então disse a ela que era hora.

Clark confortando Kara antes de voltar para Metrópolis.

Quando Rhea estava lutando contra Kara, ela enviou suas tropas Daxamitas para atacar a cidade, assim violando as regras. O Superman foi enfrentar o máximo de Daxamitas que ele pôde. Eventualmente J'onn também começou a lutar contra os Daxamitas junto de Mon-El e Miss Marte, e também alguns Marcianos Brancos aliados. Kara foi forçada a ativar o dispositivo e liberar o chumbo na atmosfera, fazendo as tropas Daxamitas fugir e matar Rhea durante isso, enquanto Clark assistia a eles fugirem enquanto pairava sobre a cidade. Depois que Kara se despediu de Mon-El e enviou-o para o espaço em sua cápsula, Clark conversou com sua prima antes de voltar à Metrópolis, dizendo para ela que se tivesse que fazer uma decisão entre a Terra e Lois, ele não saberá o que fazer. Ele então disse que ela é mais forte do que ele jamais foi. Eles se abraçaram e Clark voltou para Metrópolis.[10]

Matando Zod

Em algum momento em 2018, o Superman teve outro encontro com o General Zod. Contudo, dessa vez, ele não poupou a vida de seu adversário e foi forçado a matá-lo durante o combate. O motivo disso ainda é desconhecido.[26]

Salvando Madagascar

Durante a transformação da Terra nas mãos das Filhas de Juru, o Super-Homem salvou o epicentro, Madagascar, dos eventos cataclísmicos que foi provocado pelas bruxas Kryptonianas. Seus feitos heroicos foram seguidos de uma reportagem ao vivo.[27]

Visitando Argo City

Depois da batalha contra as Destruidoras de Mundos, Clark decidiu tirar umas férias da Terra e foi visitar Argo City, deixando a Supergirl como a protetora do planeta enquanto ele estivesse fora.[28] Ele também levou Lois Lane quando foi à Argo, afim de compartilhar as experiências e se "conectar com a cultura Kryptoniana" com a mulher que amava. Eles foram para as Montanhas Jewel e participaram de diversos debates do Alto Conselho.[3] Durante esse tempo que passaram em Argo, Lois ficou grávida.[29]

Túnel do Tempo

De volta à Terra e visitando a Terra-1

Clark e Lois se beijando no Rancho Kent.

Em seu primeiro dia depois que voltou para a Terra, Clark foi para o Rancho Kent, levando Lois e Kara consigo para que pudessem fazer alguns reparos no celeiro de sua família adotiva. Lá, Lois tentou convencê-lo novamente em deixá-la escrever um artigo sobre sua passagem em Argo City, mas Clark disse que o público iria querer saber o porque de Lois Lane ter saído do planeta com o Superman, algo que ela disse que iria inventar alguma coisa para encobrir. Ela explicou que ser a primeira mulher humana a visitar os restos de Krypton é algo que "precisa ser escrito". Depois de convencê-lo, Lois foi para o celeiro martelar alguns pregos.

Clark conhecendo Barry Allen e Oliver Queen.

Depois que ficaram sozinhos, Clark e Kara conversaram sobre como o Presidente Baker a demitiu do D.O.E. por ela ter se recusado a revelar sua identidade secreta depois da situação com os Filhos da Liberdade. Ele disse que estava sendo egoísta por deixar sua prima cuidar do planeta sozinha, mas Kara disse para que ele não se preocupasse, já que visitar Argo e passar um tempo com Lois era importante para ele. Depois de ouvir isso, Clark tentou dizer para Kara sobre a gravidez de Lois, mas foram interrompidos quando ouviram-a gritar do celero. Ao chegarem lá, Kara apresentou seu primo para Barry Allen e Oliver Queen, que explicaram que suas vidas foram trocadas e que ninguém os reconheciam, dizendo que precisavam de ajuda da Supergirl.

Superman se unindo com a sua prima e os heróis da Terra-1 para enfrentar A.M.A.Z.O..

Clark ofereceu sua fazendo para que os dois ficassem lá por um tempo e pensassem no que iriam fazer. Contudo, algumas horas depois, Vibro apareceu para dizer que A.M.A.Z.O. estava espalhando o caos por Central City, e que precisavam dos dois de volta. Kara perguntou se Clark gostaria de participar, algo que Lois disse que se ele não fosse, ela iria. Cisco questionou-o quem ele era, e Clark disse que era "um amigo", abrindo sua camiseta e revelando o símbolo da Casa de El de seu traje. O Superman, Supergirl, Arqueiro Verde e o Flash passaram por uma brecha e retornaram à Terra-1, onde começaram a atacar Amazo repetidamente, afim de impedir que ele os escanasse e roubasse seus poderes. O Superman socou o robô até o chão, mas ele retornou à superfície instantes depois, conseguindo escanear os quatro heróis e fugindo de lá com a velocidade do Flash.

Supergirl, Superman e o Flash contendo A.M.A.Z.O..

Barry então teve um plano, que envolvia o A.M.A.Z.O. perseguir Oliver de volta até onde eles estavam. O robô, agora com conexão com a Força de Aceleração, perseguiu Oliver e, eventualmente, foi interceptado por um soco da Supergirl. Os três super-heróis então começaram a contê-lo, impedindo que ele se movesse para que Barry lançasse uma flecha de Kryptonita contendo um vírus criado por Cisco e Caitlin Snow, na qual iria limpar o CPU e fazer o robô explodir. Depois que o A.M.A.Z.O. foi desfeito e trancafiado em um cofre dos Laboratórios S.T.A.R., Clark disse que estaria voltando para Metrópolis para que não deixasse a Terra (e Lois) indefesos com a sua ausência. Ele então se despediu, mas Sherloque Wells pediu para que ele entregasse um cheque de pensão para uma de sua ex-esposas, que também era da Terra-38.[3]

Consertando a realidade da Terra-1

Barry e Oliver, transformado em uma dupla de criminosos chamada de "Gemêos do Gatilho", visitam a Fortaleza da Solidão para pedir a ajuda do Superman.

Algumas horas depois, enquanto estava fazendo um churrasco com Lois na Fortaleza da Solidão, Clark foi novamente visitado por Oliver, Barry e Cisco. Oliver e Barry explicaram que haviam sido transformados em criminosos sem super poderes, conhecidos como os Gemêos do Gatilho. Inicialmente, Clark acreditou que Cisco era sua prima, mas eles explicaram que ele era um chefe da máfia e Kara estava sendo mantida prisioneira no Laboratórios S.T.A.R.. Barry e Oliver explicaram que o doutor John Deegan havia usado o Livro do Destino para alterar a realidade, assim transformando os heróis em vilões, e dando-se a aparência e poderes do Superman, governando o mundo como um ditador. Clark explicou que já viu artefatos semelhantes há algum tempo e sabe como lidar com eles, já que são ativados com o poder da mente, e tudo que eles tem que fazer é chegar até o livro. Ao ouvir isso, Cisco revelou que se esse objeto é tão importante, o "Superman" mantêm ele em um cofre dentro do Laboratórios S.T.A.R.. Clark e Lois se olharam, e ambos disseram que ele tinha que partir. Superman, Barry, Oliver e Cisco passaram por uma brecha e impediram que Deegan matasse Kara e Alex Danvers, que havia ajudado a Kryptoniana a escapar.

Superman consertando a realidade.

O Superman lutou brutalmente contra o impostor por toda Central City, mas como Deegan não se importava com a segurança dos civis, ele foi capaz de enganar seu oponente ao fazê-lo salvar um piloto de helicóptero. Deegan arremessou-o para dentro de um prédio, fazendo-o perceber que, nessa Terra, ele era um vilão, já que Clark ouviu uma pessoa chamá-lo de "Bizarro". Quando Deegan esta prestes a finalizá-lo, a Supergirl usou sua visão de calor para arremessar o Doutor para longe, entregando o Livro do Destino para o Superman para que ele pudesse restaurar a realidade. Clark conseguiu restaurar Barry, Oliver e Kara para como eram antes, mas antes que pudesse de transformar o resto da cidade, Deegan ameaçou matar o Flash caso Kara não impedisse seu primo. O Arqueiro Verde apareceu com uma flecha de kryptonita, mas Barry disse para que ele não fizesse isso, já que isto era um dos testes do Monitor. Irritado que Oliver não disparou, Deegan arremessou Barry e roubou o livro de Clark, voando de lá.

Quando Deegan começou a alterar a realidade pela terceira vez, a Supergirl e o Flash decidiram correr ao redor da Terra para desacelerar o tempo e assim dar alguns minutos para que os outros pudessem derrotá-lo. Porém, Clark revelou para eles que quando leu o Livro do Destino, ele viu que ambos heróis iriam morrer caso tentassem fazer isso. Kara e Barry mantiveram o plano em mente e saíram de lá para botá-lo em ação, enquanto Oliver iria até o Monitor para prevenir as mortes dos dois. O Superman procurou por Deegan, encontrando-o no meio de uma multidão.

Os heróis saem vitoriosos depois de sua batalha contra Deegan e o A.M.A.Z.O..

Usando o Livro do Desitno, o Doutor fez surgir um novo A.M.A.Z.O. para enfrentar o Superman. Porém, quando ele havia sido nocauteado, Lois, carregada com um Martelo Solar saiu de uma brecha ao lado do Caçador de Marte e de Brainiac-5, o que surpreendeu Clark por ver sua namorada em ação no campo de batalha. Enquanto Brainy lidava com o robô e J'onn protegia os civis, Superman e Lois atacaram Deegan. Lois usou o martelo para criar uma luz e cegar o doutor, o que fez ele soltar um feixe de luz do Livro do Destino e fazer com que Lois saísse voando. Nesse exato momento, a Supergirl e o Flash conseguiram desacelerar o tempo, e o Arqueiro Verde aproveitou a oportunidade para destruir o Livro do Destino, transformando a realidade de volta ao normal e fazendo com que o corpo de Deegan se transformasse. Quando o tempo começou a acelerar, o Superman alcançou Lois, pegando-a bem a tempo. Instantes depois, o corpo do A.M.A.Z.O. caiu na frente deles.[29]

Pedido de casamento

"Eu queria que essa noite fosse especial."
"Por que?"
"Eu quero que todas as noites sejam especiais. Quer dizer, com você. Mas também especiais... pra sempre, com você. Eu sou tão ruim nisso.
"
—Clark Kent e Lois Lane[fonte]

Clark e Lois revelando para Kara que estão esperando um bebê.

Quando voltaram para Smallville na Terra-38, Kara elogiou Clark pelo trabalho que ele havia feito enquanto ela estava ausente, com ele simplesment dizendo que queria garantir que tudo estava certo para a "Mamãe". Clark disse para Kara que ela não precisava do D.O.E. para ser uma heroína, e que sua conexão com Alex irá permitir que as irmãs sempre cuidem uma da outra. Ele a lembrou mais uma vez que ela é mais forte do que ele jamais foi, e que por isso tinha certeza de que estava tranquilo com a decisão que estava tomando. Kara questionou-o que ele quis dizer, e Lois apareceu, dizendo para Clark ser direto, fazendo Kara perceber de que Lois estava grávida e eles teriam um bebê. Depois de parabenizá-los, Clark revelou que estaria se mudando para Argo até que a criança nascesse, e talvez ficariam lá por mais um tempo. Apesar de saber que irá sentir a falta deles, Kara se alegrou ao ouvir seu primo dizer que "o mundo não precisa do Superman se tem a Supergirl", e disse que se sentiria seguro em deixar a proteção do planeta nas mãos de sua prima por um tempo.

Superman pedindo Lois em casamento.

De volta à Fortaleza da Solidão, enquanto passava a tarde com Lois, Clark deixou queimar uma carne de churrasco que estava fazendo, o que Lois notou e alertou-o sobre isso. Clark se desculpou, dizendo que queria que a noite fosse perfeita. Depois que Lois o questionou do motivo, Clark disse que todas as noites fossem perfeitas para sempre, o que fez Lois sorrir e relembrou-o para ser direto. Com um simples fechar de seus punhos, Clark transformou uma pedra de carvão em um diamante e colocou-o em um anel, se ajoelhou e começou a pedir a mão de Lois, que aceitou casar-se com ele imediatamente e começou a beijá-lo antes mesmo dele terminar sua frase.[29]

Nove meses depois que chegaram em Argo City, Lois deu a luz para seu filho, Jonathan Kent.[30]

Crise nas Terras Infinitas

Evacuação da Terra-38

Em Argo, Lois e Clark testemunharam o início da Crise quando os céus da cidade se tornaram vermelhos.

Depois do início da Crise nas Terras Infinitas, Clark e Lois, que estavam aproveitando eu tempo em família com seu filho em Argo, receberam uma mensagem holográfica de Kara, alertando-os da iminent destruição da cidade pela antimatéria. Porém, a mensagem foi cortada e logo os céus se tornaram vermelhos. Com a ajuda de Alura Zor-El, Clark e Lois colocaram seu filho em uma cápsula para enviá-lo à Terra antes que a antimatéria os atingissem. Antes que fossem mortos pela antimatéria, a Precursora apareceu e salvou Lois e Clark, mas o restante de Argo, incluindo Alura, foram mortos pela antimatéria. Mais tarde, os dois foram levados ao D.O.E. pela Precursora, junto de Oliver, Mia Smoak, Kate Kane e a mulher que os salvou.

Clark conversando com Kara sobre pensar que poderia viver uma vida normal com sua família.

Lá, Clark se reencontrou com Kara, explicando que não foi capaz de salvar sua mãe. Alguns momentos depois, eles foram informados sobre a ameaça do Anti-Monitor para todo o multiverso. Depois da reunião, Clark e Lois disseram para Kara que haviam enviado Jonathan para a Terra, mas que não conseguem encontrar sua cápsula, mas Brainy garantiu que iria encontrá-lo rapidamente. Logo depois disso, uma torre quântica surgiu no meio de National City, que atrasava a antimatéria de atingir o planeta. Quando a Supergirl foi tentar destruir, acreditando que a torre era uma ameaça, a Precursora ressurgiu com o Flash, Canário Branco e o Átomo. Eles descobriram que um exército do Anti-Monitor tentaria destruir a torre, e cabia aos heróis protegê-la e impedir que a antimatéria consumisse aquele universo. Nesse momento, Brainy encontrou a cápsula de Jonathan na Terra-16, no ano de 2046. O Superman disse que iria buscá-lo, mas Oliver convenceu-o a ficar em National City, fazendo com que Lois, Sara e Brainy fossem em seu lugar. Depois, Clark conversou com Kara, se abrindo com sua prima e dizendo que se sentia estúpido por pensar que podia se aposentar de ser um super-herói e viver uma vida feliz com sua esposa e filha. Kara, contudo, disse que estava tudo bem e que eles iriam salvar as pessoas, dizendo que Krypton não é um lugar, mas sim um espírito.

Superman e Supergirl usando suas visões de calor para carregar os painéis solares da torre quântica.

Depois disso, os heróis foram até a torre quântica para protegê-la. Contudo, eles sentiram outro tremor, sendo isto um terremoto em escala mundial. Para salvar a vida dos inocentes, os Supers e o Flash tiveram que sair de lá para garantir que ninguém morresse com os desastres naturais que aconteciam. Eles então retornaram para ajudar seus aliados a defender a torre. Quando ela começou a colapsar, o Superman e a Supergirl usaram suas visão de calor para carregar os painéis solares da torre, mas isto não impediu a onda, apenas a atrasou. Os heróis começaram a lutar contra os demônios das sombras novamente, mas eles estavam em menor número e começaram a perder a batalha. O Monitor apareceu no campo e começou a teletransportar os heróis de volta à Terra-1, incluindo Clark.

Superman vendo a morte de Oliver.

Clark e os outros heróis foram levados para Star City na Terra-1, especificamente no bunker da Equipe Arqueiro. Ao chegarem lá, eles viram o corpo de Oliver, que estava completamente ferido, ser teletransportado para cima de uma maca. Eles descobriram que Oliver havia ficado para trás para que a evacuação continuasse, dando tempo para que mais naves conseguissem atravessar o portal que os levariam para a Terra-1. O Monitor explicou para a Supergirl e Superman que a Terra-38 foi destruída e não existe mais, e que apenas 3 bilhões de habitantes conseguiram chegar à Terra-1. Instantes depois, Clark se reencontrou com Lois e seu filho. Clark e sua família assistiram a morte de Oliver, e ouviram Pária dizer que ele havia libertado o Anti-Monitor, e que agora tudo estava condenado.[30]

Procurando pelo Paragon da Verdade

Clark, Lois e Jonathan durante a explicação do Monitor.

Depois disso, os heróis foram levados para a Waverider da Terra-74, onde o Monitor lhes informou que existiam sete seres conhecidos como Paragons, descritos como "seres de pura vontade que poderão derrotar o Anti-Monitor". Ele revelou que Kara e Sara são as Paragons da Esperança e Destino, respectivamente, e que outros dois são o "Morcego do Futuro" (o Paragon da Coragem) e um "Kryptoniano que sofreu mais do que qualquer um" (com esse sendo o Paragon da Verdade). Clark se voluntariou para procurar pelo "Kryptoniano misterioso" ao lado de Lois, que deixaria Jonathan sob os cuidados do Mick Rory da Terra-74.

Clark conhecendo seu sósia da Terra-167.

A primeira parada do casal foi na Terra-75, onde iriam verificar se o Superman desse universo era o Paragon da Verdade. Contudo, ao chegarem lá, eles receberam uma mensagem de Iris West-Allen, que lhes disseram que Lex Luthor estava vivo e havia roubado o Livro do Destino, e que estava viajando pelo o multiverso na busca dos Super-Homens para matá-lo. O casal percebeu que Luthor já havia estado nesse universo, pois viram um noticiário onde foi reportado sobre a morte do Superman dessa Terra. Ao lado de Iris, Lois e Clark foram até Smallville na Terra-167, onde conheceram o Clark Kent desse universo. Mas antes que pudessem informá-lo do perigo, Lex os teletransportou de volta à Waverider usando o Livro do Destino.

Clark conhecendo seu sósia da Terra-96.

Por último, o trio chegou até a Terra-96. Ao chegarem no Planeta Diário deste universo, Lois elogiou o lugar, dizendo que aquilo era muito legal. Eles então conheceram Clark Kent, o editor-chefe do Planeta Diário e disseram para ele que Lex Luthor estava atrás dele. Em uma sala particular, o trio revelou o que estava acontecendo e descobriram que o homem havia perdido todos os seus amigos e sua família, fazendo-os perceber que aquele era o Paragon da Verdade que procuravam. Clark da Terra-96 vestiu o seu traje, e o Clark da Terra-38 fez a mesma coisa, dizendo que iriam impedir Luthor.

Superman da Terra-38 vs Superman da Terra-96.

Naquele momento, Lex apareceu. Dizendo que estava cansado de matar Supermen, o homem disse que agora iria fazer o Superman matar o Superman. Luthor começou a controlar o Superman da Terra-96, fazendo-o batalhar contra o Superman da Terra-38. Os dois lutaram pelos céus de Metrópolis, enquanto Clark tentava convencer seu sósia a parar e sair do estado de controle mental e que estava. Quando os dois voltaram para o Planeta Diário, o Superman da Terra-96 estava prestes a usar sua visão de calor para matar Lois, mas Clark entrou na frente. Depois disso, Lois e Iris conseguiram tirar o Superman da Terra-96 do controle mental de Luthor, depois que as duas nocautearam-o e roubaram o Livro do Destino.

Clark, Lois, Iris e o Clark da Terra-96 retornaram para a Waverider, onde sua sósia conheceu seu filho. Depois disso, Kara e Kate retornaram da Terra-99, onde disseram que o Bruce Wayne daquele universo não era o Paragon que procuravam, já que ele havia tentado matar Kara. Kara confrontou o Monitor, dizendo que ele estava errado. Kara percebeu que Ray estava "bombado", mas Clark impediu que ela falasse alguma coisa a mais e explicou quem ele é sem revelar suas identidades secretas, pois Lex estava aprisionado atrás deles. Ray Palmer finalizou seu localizador de Paragons, onde descobriram que Kate Kane era, na verdade, a Paragon da Coragem.[31]

Levando as pessoas para a Terra-1
"Onde quer que estejam, eles vão derrotar você."
"Na forma que for necessária."
"Até o último suspiro.
"
Iris West-Allen, Raio Negro e Superman para o Anti-Monitor[fonte]

Superman na reunião na Waverider depois de descobrir a identidade dos últimos Paragons.

Em 10 de Dezembro de 2019, com a ajuda de Cisco, os heróis foram capazes de descobrir a identidade dos outros Paragons. Barry Allen é o Paragon do Amor, J'onn J'onzz o Paragon da Honra e o cientista Ryan Choi é o Paragon da Humanidade. Como estavam ficando sem tempo, eles se dividiram: o Homem-Elástico, Ray e Iris iriam até Ivy Town para conversarem com Ryan e John Diggle, John Constantine e Mia iriam até a Terra-666 em uma última tentativa para ressuscitar Oliver. Enquanto isso, o Superman, sua sósia da Terra-96 e o Caçador de Marte iriam, através do multiverso, resgatar o máximo de pessoas possíveis e levá-las para a Terra-1, que seria o último universo a ser destruído pela antimatéria, e J'onn iria manter uma conexão psíquica com os outros heróis enquanto Lois ficaria na espaço-nave para coordenar as missões, já que Jonathan ainda estava sobre os cuidados do Mick Rory da Terra-74.

Superman momentos antes de ser morto pela onda de antimatéria.

Apesar de seus melhores esforços, todas as Terras do multiverso foram eventualmente destruídas. Quando voltaram para a Waverider, a Precursora, que estava desaparecida, também retornou. Eventualmente eles perceberam que ela estava sendo controlada pelo Anti-Monitor e começou a atacar todos os heróis, conseguindo derrotá-los com um único movimento de sua mão. Incapacitados, uma onda de antimatéria destruiu a Terra-1, deixando apenas as pessoas abordo da Waverider como os últimos sobreviventes. O Monitor confrontou seu arqui-inimigo, mas acabou sendo morto durante o processo. Pária teletransportou os Paragons para o Ponto de Fuga, um lugar fora do espaço e tempo e que o Anti-Monitor não conseguiria pegá-los. Sabendo que suas mortes estavam iminente, Superman e os outros heróis - Iris, Ralph, Diggle e o Raio Negro - se posicionaram contra o Anti-Monitor. Antes que fosse consumido pela antimatéria, Clark balançou sua cabeça para Iris, assegurando-a de que tudo ficaria bem. Logo depois disso, ele, assim como todos da Waverider e do multiverso, foi morto pela onda de antimatéria.[32]

Contudo, graças aos esforços dos Paragons e do Espectro, Clark foi restaurado de volta à vida em um novo universo.[33]

Pós-Crise

Como resultado da união de seu universo com a Terra-1 e a Terra-RN, a linha do tempo foi levemente alterada, incluindo alguns momentos da vida de Clark. Agora, Clark e Lois tem dois filhos ao invés de um. Além disso, Lex Luthor nunca foi preso pelo Super-Homem e nem seus crimes expostos pelo herói, e o seu antigo melhor amigo é conhecido e respeitado mundialmente.[33]

Vida pregressa

A cápsula de Kal-El pousa em Smallville.

Kal-El nasceu no planeta Krypton. Contudo, logo depois de seu nascimento, o núcleo do planeta começou a se tornar instável, e uma explosão que iria destruir o planeta e todos nele estava iminente. Para salvá-lo desse destino, os pais de Kal-El colocaram-o em uma cápsula e o enviaram para a Terra. A cápsula acabou caindo em Smallville, Kansas, onde ele foi encontrado por Jonathan e Martha Kent, e o casal decidiu adotar o bebê como se fosse seu próprio filho, chamando-o de "Clark Kent". Devido a natureza alienígena de Clark, ele possuía poderes únicos e habilidades que poderiam dificultar sua criação. Enquanto crescia, Clark acabou ganhando uma paixão por Smallville, dizendo que queria morar lá para sempre.[34]

Quando Clark estava na 9ª série, ele queria fazer um teste para o time de beisebol, mas Jonathan não deixou. Apesar de pedir várias vezes, Jonathan ainda disse não. Apesar das reservas de Jonathan, Clark ainda apareceu em campo, mas um dos principais motivos pelos quais ele queria tentar não estava lá. Ele ainda teria arrependimentos anos depois.[35]

Quando começou a estudar na Smallville High, Clark conheceu e teve um relacionamento com Lana Lang. Um dia, quando ele, Lana e Pete estavam voltando de um concerto de uma banda, Pete acabou adormecendo enquanto dirigia. Clark usou seus poderes para tirar ele, Lana e Pete de dentro do veículo, fazendo com que todos ficassem em segurança. Algum tempo depois, o namoro entre ele e Lana chegou ao fim.

Jonathan, o pai adotivo de Clark, acabou morrendo devido a um ataque cardíaco. No dia de seu funeral, Clark fugiu do enterro quando estava prestes a jogar uma rosa em seu caixão.[34]

Clark quebrando um arma.

Um ano depois da morte de Jonathan, alguns dias antes do Festival da Colheita em Smallville, Clark foi comprar algumas roupas novas com Martha. Quando vestiu uma camiseta azul, ele comentou que a cor faz seus olhos se destacarem. Sua mãe questionou-o se ele queria vestir aquela opção, mencionando que Lana estaria no evento acompanhada por Kyle Cushing. Clark tirou a roupa, dizendo que deveria ficar com a flanela. Com sua super audição, ele ouviu alguns ladrões assaltando uma loja de eletrodomésticos e usou sua super velocidade para ir até o beco onde eles se encontravam. Usando uma máscara, Clark confrontou os bandidos e convenceu-os a retornar os objetos roubados depois de demonstrar seus super poderes.

Clark segurando um cristal.

Apesar de sua ação generosa, isso não foi muito bem recebido por sua mãe adotiva. Ao voltarem para a fazenda, Martha o repreendeu e que não podia sair por aí como um "vigilante mascarado". Quando ela citou que há regras, Clark disse que aquelas eram as regras de seu pai, e como ele não estava mais vivo ele não teria que segui-las mais, dizendo que tinham que seguir em frente com suas vidas. Clark então disse que seu pai acreditava que ele havia sido enviado à Terra por um motivo, o que sua mãe também concordou, mencionando que ambos sabiam. Ele disse que o motivo não era "ser o filho de Martha Kent". Algum tempo depois da discussão, Martha foi até o quarto de Clark. Lá, ela reconheceu que Smallville não era o melhor lugar para ele naquele momento e lhe entregou um cristal que Jonathan havia encontrado.

Sabendo que queria ser mais do que Clark Kent, ele decidiu se mudar de Smallville. Sua mãe o acompanhou até a estação de trem, e antes de partir, os dois compartilharam um último olhar.[36]

Anos inicias como Superman

Clark fazendo sua estreia como o Super-Homem.

Eventualmente, Clark decidiu se mudar para a cidade de Metrópolis, onde havia começou usar seus poderes para ajudar as pessoas que precisavam de um herói. Clark fez sua primeira aparição como um super-herói ao salvar um carro que havia caído de uma ponte, e que estava prestes a esmagar um garoto que estava por perto. Depois de colocar o veículo no chão, Clark retornou o boné do jovem para ele, que havia saído de sua cabeça quando Clark passou voando por perto dele. O garoto agradeceu e elogiou o traje que ele usava, algo que Clark respondeu dizendo que foi sua mãe quem o fez.[34]

Enquanto tentava controlar seus poderes, ele geralmente visitava a Fortaleza da Solidão para procurar por auxílio da inteligência artificial de seu pai, Jor-El.[37] Uma vez, Clark já ouviu alguém gritando durante o sexo graças a sua super audição, algo que ele considerou ser muito constrangedor para si.[35]

Em suas atividades como Superman, Clark já teve encontros com um homem chamado Thaddeus Killgrave, indivíduo que passou a odiar o Homem de Aço depois de suas batalhas. Eventualmente, o super-herói foi capaz de derrotá-lo e prendê-lo.[38]

Conhecendo Lois Lane

Clark Kent conhecendo Lois Lane.

Algum tempo depois, Clark conseguiu arrumar um emprego em um jornal chamado Planeta Diário. Em seu primeiro dia, seu chefe, Perry White, o apresentou para Lois Lane, a melhor repórter da empresa, e decidiu colocar ambos como parceiros. Ao vê-la pela primeira vez, Clark acabou se apaixonando por Lane. Ela então começou a mostrar a empresa para Clark, fazendo-o algumas perguntas. Lois questionou-o se ele gostava de beisebol, algo que Clark respondeu positivamente. Ao dizer seu nome para ela, Lois disse que nunca havia conhecido um "Clark" antes, e ele respondeu que nunca havia conhecido uma "Lois" antes. Porém, ele acabou se corrigindo, dizendo que ele tinha uma professora com o mesmo nome quando criança.

Eventualmente, os dois começaram a namorar. Depois que o relacionamento acabou se tornando sério, Clark revelou sua verdadeira identidade para ela. Ele a levou para a fazenda de sua família em Smallville, onde ele demonstrou seus poderes.[34]

Conforme seu relacionamento progredia, Clark começou a usar seus poderes para vigiar Lois. Quando ela descobriu isso e ficou furiosa, ao ponto de quase terminarem sua relação, Clark ficou usando seu salário para comprar flores para sua namorada por duas semanas. Eventualmente, Lois o perdoou e Clark prometeu que não iria fazer aquilo novamente.[35]

Superman e Lois se beijando.

Anos depois, o Superman pediu a mão de Lois em casamento na Fortaleza da Solidão. Quando ela aceitou, Clark a levou até o céu, onde os dois se beijaram diante de um por do sol. Depois disso, os dois se casaram na fazenda da família de Clark em Smallville.

Algum tempo depois disso do casamento, Clark também acabou revelando sua identidade para o general Sam Lane, pai de Lois.[34]

Encontrando Bruce Wayne

Em algum momento de sua vida, Clark conheceu Bruce Wayne, um vigilante da cidade de Gotham City. Os dois acabaram desenvolvendo algum tipo de amizade, já que Clark confiou em Bruce para deixar um pequeno pedaço de Kryptonita para ele.[39]

Se tornando um pai

Clark e Lois revelando para Martha que esperavam gêmeos.

Algum tempo depois, Clark e Lois descobriram que iriam ser pais de garotos gêmeos. Ao saberem disso, os dois deram a notícia para Martha em Smallville, entregando-a uma foto do exame de Lois para ela. Nesse meio-tempo, o casal já estava morando junto em um apartamento em Metrópolis. Algum tempo depois, Jonathan e Jordan Kent nasceram. Jonathan é um garoto feliz e atlético, enquanto Jordan têm explosões destrutivas e acessos de raiva. Inicialmente, o casal estava em conflito sobre como lidar com as personalidades diferentes de seus filhos, mas eles acabaram encontrando um jeito de ajudar a ambos.

Um dia em seu apartamento, quando os gêmeos já estavam adolescentes, a família ouviu Jordan destruindo seu quarto. Quando Clark e Jonathan chegaram lá, eles encontraram Lois o acalmando. Eventualmente, Clark e Lois descobriram que as explosões de raiva de Jordan eram devido ao seu transtorno de ansiedade social.[34]

Batalha contra o Anti-Monitor e novo time

Superman e outros heróis percebendo que há alguma coisa errada.

Depois da criação da Terra-Prime, Clark teve suas antigas memórias restauradas por J'onn. Ele então foi até Star City para se juntar à batalha final contra o Anti-Monitor ao lado do Cão Raivoso, Sonhadora, Espartano, Flash, Canário Branco, Caçador de Marte, Batwoman, Alex e sua prima. Durante a batalha, o Super-Homem e os outros heróis enfrentaram os demônios das sombras. Porém, eles perceberam que havia alguma coisa errada quando os demônios das sombras pararam de atacá-los. Eventualmente, o Anti-Monitor se revelou e demandou que os heróis se rendessem. Todos atacaram com o melhor que tinham, mas seus ataques não fizeram efeito algum quando o vilão ergueu um campo de força ao seu redor. Irritado, ele aumentou seu tamanho e, apesar dos esforços dos Supers e do Caçador de Marte, Mobius permaneceu intocável. Depois de um tempo, o ser cósmico se irritou e agarrou o Superman e começou a esmagá-lo usando sua mão. Logo quando a Supergirl iria salvá-lo, o Átomo chegou e encolheu o Superman, permitindo que ele escapasse da mão gigante de Mobius. Sua prima usou uma bomba especial para desestabilizar a forma física do Anti-Monitor e fazê-lo encolher por toda eternidade. Depois da derrota do vilão, Ray Palmer restaurou Clark ao seu tamanho normal.

Os sete heróis sentados ao redor de uma mesa redonda.

Algumas horas depois, o Superman estava em uma patrulha, Lois ligou para ele, dizendo que ele precisava voltar para Metrópolis para lidar com um assunto envolvendo seus filhos. Clark ficou confuso por Lois dizer "filhos" no plural, já que ele não tinha lembrança de ter dois filhos, mas apenas um. Apesar disso, ele voltou até Metrópolis. Algum tempo depois, no dia seguinte, o Super-Homem, ao lado da Supergirl, Flash, Canário Branco, Batwoman, Caçador de Marte e do Raio Negro participaram de um memorial construído em homenagem a Oliver Queen em um prédio abandonado dos Laboratórios S.T.A.R.. Depois, Barry sugeriu que eles usassem o lugar como uma base de operações para que pudessem se juntar caso outra ameaça surgisse, já que ninguém sabia a existência daquele prédio. Barry decidiu criar um pacto entre os sete heróis, para que trabalhassem juntos agora que vivem no mesmo universo juntos, e que são mais fortes do que separados. Clark elogiou a ideia de Barry, e o Flash revelou que ainda não tinha acabado. Ele retirou uma lona gigante, revelando uma mesa redonda com cadeiras ao seu redor, com cada um assento possuindo o símbolo que representava os heróis presentes. Também havia um 8º lugar, reservado e deixado em memória para Oliver. Os sete heróis se sentaram e sorriram um para o outro, testemunhando o nascimento de uma nova equipe.[33]

Se mudando de volta para Smallville

Morte de Martha Kent

O Superman em uma usina nuclear.

Enquanto patrulhava os céus noturnos como o Superman, o super-herói acabou ouvindo um pedido de ajuda do dispositivo do General Lane. Com sua super audição, o Superman percebeu que ele estava prestes a lidar com um incidente nuclear. Ele desceu até a usina, onde encontrou o lugar completamente em chamas. Com sua super audição, Clark ouviu as pessoas disserem que seu sopro congelante não iria adiantar na situação. Com sua visão de raio-X, ele acabou encontrando uma rachadura no chão e usou sua visão de calor para consertá-lo. Em seguida, ele voou para um lago e acabou congelando uma parte dele. Quando a água estava sólida como gelo, o Superman levantou o iceberg improvisado e o levou até a usina, o que acabou resfriando o reator. Depois de salvar o dia mais uma vez, o Superman foi para o lado de fora da usina, onde foi recebido por aplausos e agradecimentos. O super-herói conversou com o General Lane sobre como ninguém havia percebido a situação, algo que Clark não soube responder. Os dois conversaram sobre passatempos em família e, em seguida, o Superman ergueu voo.

Depois de salvar o dia, Clark voou para casa. Ao chegar, Lois o atualizou das coisas que ele teria que fazer. Sua primeira parada foi no quarto de Jonathan, que o encontrou conversando em uma vídeo chamada com uma garota. Jon disse que havia conseguido um teste, o que deixou Clark animado. Ele se desculpou por ter atrapalhado a conversa e saiu do quarto. Ao ir até o quarto de Jordan, ele encontrou seu filho jogando um vídeo-game com o Superman. Acreditando que seu filho estava jogando com o Homem de Aço, Clark disse que ele faria um bom Superman. Contudo, Jordan o corrigiu, dizendo que estava usando outro personagem e que o Superman é "chato". Ele então se desculpou por ter perdido a sessão de terapia, inventando uma desculpa que não conseguiu pegar um voo. Depois de seu filho cortá-lo, Clark começou a contar uma história sobre seu primeiro dia de aula para Jordan, mas ele também cortou a história, dizendo que já havia ouvido ela.

Clark e Lois no Planeta Diário.

Depois de sair do quarto de seu outro filho, Clark recebeu uma ligação de sua mãe. Durante a ligação, Martha sentiu uma dor e Clark perguntou se estava tudo bem, mas ela afirmou que sim, dizendo que precisava descansar. No dia seguinte, Clark desejou boa sorte para o primeiro dia de aula de seus filhos. Quando os gêmeos saíram, Clark disse estar preocupado com Jordan. Os dois começaram a conversar sobre a possibilidade de seus filhos poderem herdar os poderes do Superman, enquanto Lois quer que ele saibam sobre a verdade de seu pai, enquanto Clark não. A discussão continuou até a chegada de ambos no Planeta Diário. Ao chegarem, eles descobriram que alguns funcionários estavam sendo demitidos, e Clark foi um deles. Apesar de ter sido demitido, Clark permaneceu calmo, dizendo que ainda tinha um outro trabalho, se referindo a suas atividades como Superman.[34]

Clark encontrando Martha.

Clark recebeu outra ligação de Martha, mas dessa vez era não era sua mãe quem estava na outra linha, mas sim a Doutora Frye. Percebendo que havia acontecido alguma coisa, Clark voou rapidamente para Smallville. Ao chegar na antiga casa de seus pais, Clark acabou dando de cara com a mulher, que se surpreendeu por vê-lo lá. A doutora disse que sua mãe havia tido um derrame, e que ela não conseguiu resistir. Clark subiu até o quarto de sua mãe, encontrando-a deitada na cama. Em lágrimas, Clark segurou a mão de sua mãe adotiva uma última vez antes de desabar em choro.

Clark e Lois bebendo com Lana e Kyle.

Algum tempo depois, um funeral para Martha foi feito. No final, a família Kent e o General Lane acompanhou Clark enquanto ele se aproximava do caixão de sua falecida mãe, jogando uma flor branca sobre ele. Depois do funeral, todos voltaram para a fazenda da falecida. Enquanto observava os convidados pela cozinha da janela, Lois se aproximou para confortá-lo. Ele acabou indo conversar com os convidados, onde um dos homens acabou contando uma história antiga de Clark e seu pai. Com sua super audição, Clark percebeu que Lana Lang Cushing estava chegando com sua família. Quando Lana se aproximou, ela deu suas condolências ao abraçá-lo. Clark, Lois, Lana e Kyle Cushing acabaram entrando para dentro de casa para passarem tempo juntos. Durante a conversa, Lois e Kyle acabaram em um argumento a respeito de Morgan Edge. Lana pediu para que Lois e Clark visitassem-a no Banco de Smallville no dia seguinte.

Clark e Lois encontrando Jordan e Jonathan.

Depois que Lana e Kyle saíram, Clark e Lois conversaram sobre o que o casal Cushing acabou deixando escapar. Clark disse as últimas palavras de sua mãe para ele foram "volte para casa", e expressou sua dúvida para sua esposa sobre o que Kyle havia dito. Lois o tranquilizou, dizendo que ele estava fazendo o que precisava ser feito. Enquanto conversavam, os dois escutaram um barulho alto. Eles saíram para o lado de fora e encontraram Sarah Cushing correndo de dentro do celeiro, gritando por ajuda enquanto dizia que os gêmeos Kent estavam machucados. Clark correu para lá dentro e usou sua visão de raio-X para encontrar seus filhos, descobrindo que eles estavam debaixo de diversos canos metálicos. Clark usou sua super força para tirar um cano, encontrando-os vivos e bem. Ao encontrá-los, Jonathan disse que havia sido ideia de Jordan.

Em seguida, um médico foi até a fazenda para verificar se eles estavam bem. Depois que os paramédicos saíram, Clark e Lois conversaram mais uma vez sobre eles revelarem a verdade sobre o Super-Homem para Jordan e Jonathan, algo que Lois continuava a ser a favor, mas Clark contra. Depois da conversa, Clark usou sua super audição para avisar Lois que seu pai estava voltando. Dentro da casa, o general Lane revelou filmagens do indivíduo que havia atacado a usina nuclear alguns dias atrás, e Clark percebeu que ele se movia muito rápido para notá-lo. Não só isso, mas Clark percebeu que o indivíduo era um Kryptoniano que estava atrás dele. Quando Sam Lane pediu para que Clark fosse atrás dele, Lois foi contra, dizendo que a família precisava mais dele. Clark concordou e o general saiu da casa.

Clark revelando seus poderes para Jordan e Jonathan.

No dia seguinte, Clark e Lois visitaram Lana no banco da cidade. Depois de recontar uma história sobre uma aventura que teve com ele, Lana acabou revelando sobre um acordo de Martha, que ela havia feito antes de sua morte, onde Lang acabou dando duas opções para o casal. Clark e Lois voltaram para a fazenda para pensar sobre o futuro da fazenda, enquanto Kent se relembrava de alguns momentos em sua infância. Lois percebeu que Jordan e Jonathan estavam se aproximando do carro. Quando os dois saíram, eles foram confrontados por seus filhos, que haviam encontrado uma "espaço-nave" abaixo do celeiro. Jordan e Jonathan acabaram confrontando Clark sobre as mentiras, e ele esclareceu sobre a nave que eles encontraram. Quando seus filhos ainda estavam em dúvida quando Clark admitiu ser o Superman, ele retirou seus óculos e levantou seu carro. Apesar disso, Jordan continuou decepcionado pelas mentiras que sua família lhe contou. Quando ele começou a gritar com Lois, Clark se intrometeu, dizendo para ele descontar sua raiva nele, e que foi ele quem não queria que eles soubessem sobre a verdade.

Superman caindo do espaço.

Depois da discussão, Clark ficou refletindo sobre o que Jordan havia lhe dito. Quando Lois se aproximou, ele a perguntou se ele era um pai ruim. Ele então ouviu que outra usina nucelar estava sendo atacado. Lois garantiu que eles ficariam bem e permitiu que Clark fosse até lá. Ao chegar, o Super-Homem começou a conversar com o indivíduo e tentou usar sua visão de raio-X para tentar encontrá-lo, porém não foi capaz devido ao chumbo na instalação, teorizando que o homem tenha escolhido atacar instalações nucleares devido a isto, assim proibindo que o Homem de Aço pudesse vê-lo. Kal-El descobriu que o indivíduo o conhece, e que no mundo dele os dois tem uma história. O Superman conseguiu encontrá-lo e voou em sua direção, mas o indivíduo, que estava em um exoesqueleto, conseguiu pegá-lo pelo pescoço, dizendo que ele não é tão rápido quanto esperava e o arremessou para o lado de fora da instalação. Os dois continuaram a lutar, e o Superman começou a persegui-lo ao redor do mundo. Eventualmente, sua batalha acabou levando-os até o espaço, onde o indivíduo misterioso acabou saindo-se sobre melhor e ele conseguiu enfiar um pedaço de Kryptonita no peito do Homem de Aço.

Clark e Lois conversando sobre os poderes de Jordan.

Enquanto caia inconsciente, o Superman ouviu Lois chamar por ele. Ele acabou acordando e retirou o pedaço de Kryptonita cravado em seu peito, pairando sobre uma estrada e acenando para um homem dentro de um carro. Depois disso, ele ergueu voo e foi atrás de seus filhos, que estavam em uma festa. Ao chegar, ele encontrou o corpo de bombeiros apagando um incêndio. Em seguida, Jonathan foi até seu pai e disse que Jordan não estava bem. Ao voltar para casa, Jordan disse que seus poderes se manifestaram, e foi ele quem salvou seu irmão, nas duas ocasiões diferentes naquele dia. Clark acabou concordando com Lois, dizendo que eles deviam ter contado sobre o segredo há tempos. Além disso, ele acabou acreditando que as últimas palavras de sua mãe foram para que eles voltassem para Smallville, onde eles poderiam ter uma vida "normal", dizendo para sua esposa que seria uma grande mudança. Apesar de esperar ouvir o contrário, Lois acabou concordando com ele. No lado de fora, Clark conversou com Jordan sobre como descobriu seus poderes pela primeira vez, dizendo que estaria no lado de seu filho a todos os momentos a partir de agora. Eles então se abraçaram.

Na manhã do dia seguinte, Clark e Lois disseram para Lana que eles ficariam com a fazenda pois iriam morar lá. Depois que Lana e Sarah partiram, Clark e Lois perguntaram para seus filhos o que eles achariam de ficar em Smallville permanentemente, mas que iriam discutir mais sobre isso no jantar em família. Depois disso, a família Kent foi ao celeiro para consertarem um trator.[34]

Levando Jordan para a Fortaleza da Solidão

Clark abraçando Lois.

Clark e sua família decidiram se mudar permanentemente à Smallville, onde poderiam passar mais tempo juntos e também poderia ensinar Jordan a controlar seus poderes sem nenhuma interferência. Eles retornaram uma última vez à Metrópolis para empacotarem seus pertences e levá-los para seu novo lar. Ao chegarem, Clark ajudou seus filhos a retirar as coisas do caminhão. Ele então voou ao telhado para consertá-lo, deixando com que seus filhos ajudassem-o segurando a caixa de ferramentas. Ele desceu e pegou a chave inglesa e agradeceu pela ajuda antes de se levitar para o alto novamente. No fim da tarde, Clark abraçou Lois enquanto assistiam seus filhos fazerem atividades individuais.

Clark e Lois contando para Jordan que ele não iria para a escola.

Mais tarde, Clark e Lois decidiram que, por enquanto, Jordan não acompanharia seu irmão na escola até que soubesse lidar com seus poderes. À noite, quando Jonathan mencionou que o manual de jogadas da equipe de futebol da Smallville High não havia chegado, Clark perguntou a seu filho se gostaria de que ele ligasse para o treinador, algo que ele recusou. Ao ouvir Jordan reclamar sobre seus horários, Clark e Lois decidiram contar o que iria acontecer de agora em seguida. Quando Jordan começou a demonstrar sua infelicidade com a notícia, Clark disse que estariam fazendo isso pelo seu bem, já que queriam evitar um acidente. Seu filho perguntou se não poderia ter um dispositivo que sua mãe usa para chamá-lo, mas Clark disse que é só para emergências. Quando seus filhos saíram da mesa, Clark disse para Lois que não sabe o que Jordan precisa, algo que ela disse que seu filho só precisa de seu pai presente. Eles então começaram a conversar sobre o indivíduo com quem o Superman lutou anteriormente, com Clark demonstrando sua preocupação de que o homem saiba sua verdadeira identidade.

Clark e Jordan ouvindo a história de Krytponópolis.

Na manhã seguinte, Clark confiscou o celular de Jordan, dizendo que aquele seria um dia sem o aparelho. Enquanto Lois e Jonathan se afastavam para ir até o carro, Clark disse para seu filho dizer que Jordan estava doente, e por isso não poderia ir para a escola. Em seguida, ele saiu voando com Jordan até o Ártico, onde mostraria a Fortaleza da Solidão. Ao chegarem, Clark explicou sobre como perdido estava durante sua vida na Terra, e que a Fortaleza havia o ajudado a se encontrar. Ele mostrou um cristal de pedra solar, que funcionava como um computador contendo a história de Krypton. Seu filho questionou-o se ele havia levado ele até lá para ler sobre o planeta natal de seu pai, mas Clark explicou que ele iria "experienciar". Em seguida, um holograma se abriu e uma voz começou a contar a história sobre a segunda maior cidade do planeta: Kryptonópolis. Conforme a voz continuava a contar a história da cidade, Jordan questionou Clark como ele soube o que fazer quando chegou à Terra pela primeira vez. Ele explicou que foi Jor-El, ou ao menos sua inteligência artificial. Quando a IA de seu pai biológico questionou a presença de Jordan na Fortaleza, Clark explicou que Jordan está manifestando seus poderes kryptonianos.

Quando voltaram, Clark disse para Jordan contar sobre sua experiência para seu irmão. Quando Lois chegou, ele disse que acredita que finalmente ele está se tornando próximo de seu filho. Lois disse que Lana convidou a família para um churrasco no dia seguinte. Ao descobrir que sua esposa iria na prefeitura para ouvir uma reunião de Morgan, Clark não se surpreendeu. Apesar de Lois dizer que era apenas por "alguns minutos", ele não acreditou. Ele detectou a aproximação de Sam, com Clark comentando que seu sogro estava afim de conversar sobre "coisas do trabalho".

Clark ouvindo Sam falar.

Depois de conversarem, Clark acompanhou o general até para fora. Sam começou a elogiar a fazenda e perguntou para o Superman se ele queria ter uma vida simples. Ele se desviou da pergunta, pedindo para que fosse avisado quando a nave fosse encontrada. Sam, contudo, o interrompeu, questionando-o diretamente do motivo de ter se mudado para Smallville. Eventualmente, o general foi capaz de concluir que Clark havia contado quem ele era de verdade. Ele comentou sobre como a dificuldade de aceitar a verdade afetou Lois com o passar dos anos, apesar dele não saber. Ele se defendeu, dizendo que era para unir sua família, mas Sam disse que isso iria apenas dividi-la. Quando Sam recebeu um telefonema, Clark usou sua super-audição para ouvir a conversa, descobrindo que o indivíduo misterioso estava na Mangólia. Clark voou para lá imediatamente.

Superman enfrentando "o Estranho".

Ao chegar, o Superman conseguiu rastrear a nave. O herói encontrou seu adversário em uma floresta, e gritou para que ele parasse. O Superman pediu o que o indivíduo quer, algo que o homem respondeu com uma resposta simples: a morte do Super-Homem. Surpreso, ele questionou o que havia feito para merecer tanto ódio. O suspeito explicou que não é apenas ele que o odeia, mas que o Superman destruiu seu planeta. Os dois começaram a lutar novamente. Conforme a batalha progredia e o Superman se saia sobre melhor, ele percebeu que havia bombas na nave do homem. O indivíduo deu uma escolha para o herói: ou ele conseguiria capturá-lo ou pessoas inocentes seriam feridas. A escolha de Clark foi óbvia, e o Superman saiu voando procurando pela nave.

Superman segurando a nave.

O Homem de Aço conseguiu localizar a nave, que estava prestes a colidir com um prédio. O herói entrou na frente da aeronave e a parou no ar, segurando-a pela parte da frente, instantes antes de colidir com o edifício. Quando a bomba começou a apitar prestes a explodir, o Superman levou a espaço-nave até o espaço. O Superman soltou a nave e ela acabou explodindo. A onda de choque da explosão acabou nocauteando e arremessando o Último Filho de Krypton de volta ao planeta, caindo no mesmo lugar onde estava seu adversário. Ao se recuperar do ataque, ele percebeu que o indivíduo havia escapado novamente quando foi impedir a explosão da nave.

Ao voltar para casa, Clark explicou para Lois o que aconteceu, teorizando que o indivíduo era um alienígena e que ele havia destruído seu planeta. Ele então revelou que Sam soube que contou a verdade para seus gêmeos, comentando que o general havia praticamente dito que haviam cometido o "maior erro de suas vidas", algo que Lois disse saber estarem no caminho certo. Eles então começaram a conversar sobre Morgan Edge comprar cidades pequenas e o artigo que Lois planejava publicar no Planeta Diário para expô-lo, embora Clark acreditasse que Edge não iria permitir a publicação da matéria já que o homem é proprietário da companhia.

Clark ouvindo o resultado do teste de Jordan.

Antes de ir para a Fortaleza para fazer testes com Jordan, Jonathan comentou para que eles se divertissem sendo "Superman e Superboy". Na Fortaleza, Clark conversou com a IA de Jor-El, que mostrava que os testes não haviam mostrado nenhum resultado. A inteligência artificial explicou que, devido ao DNA humano de seu filho, Jordan não seria capaz de reproduzir completamente os poderes kryptonianos que ele possuí, o que deixou Clark visivelmente chateado. Ele desativou a IA e percebeu que seu filho estava ouvindo tudo. Clark tentou explicar, mas o garoto saiu da caverna.

Os dois voltaram para casa, e Jordan disse que não iria para o churrasco dos Cushing por estar chateado com a situação recente. Embora Clark tentasse se manter calmo e positivo, dizendo que é um processo e que eles voltariam para fazer mais testes e acompanhar seu progresso, ele comentou para Lois que ele deveria ficar. Foi aí que Jonathan apareceu e começou a discutir com Jordan, dizendo para seus pais que ele estava sendo provocado na escola por seu irmão ter beijado Sarah na festa da fogueira. Lois se intrometeu, dizendo que eles iriam ao churrasco como uma família querendo ou não. Clark concordou, dizendo para eles fazerem o que sua mãe mandou.

Clark conversando com Lana.

Eles então foram até a casa dos Cushing, onde foram recebidos por Lana na porta de entrada. Clark disse que iriam ficar lá por uma hora, e Lois concordou, dizendo que aquele era o horário máximo. Enquanto pegava comida, Clark foi parado por Lana, que disse a ele que está com o "peso do mundo em seus ombros". Ela percebeu que a família dele estava um tanto quanto perdido em relação a Smallville, e ela o acalmou dizendo que iria levar um tempo para que eles se acostumassem, já que Clark havia crescido lá, e que cabia a ele fazê-los sentir-se em casa. No lado de dentro, Lois disse para Clark que sua matéria sobre Morgan havia sido editada por ele. Clark percebeu que Sam e outros soldados no Departamento de Defesa estavam em perigo e precisou sair do churrasco mais cedo.

Superman segurando o capacete da armadura.

O Superman encontrou o indivíduo conversando particularmente com Sam, e o Homem de Aço arrancou seu adversário da sala à força. Os dois se enfrentaram novamente, e dessa vez o herói saiu vitorioso. Quando arrancou o capacete da armadura, o herói percebeu que não havia ninguém dentro dela. Depois que a situação foi resolvida, o Superman conversou com Sam, que entregou algo que o individuo havia lhe dado, dizendo que o homem estava lá atrás de kryptonita. Clark se surpreendeu e demandou saber se ele tinha um arsenal do minério, algo que ele afirmou que sim. Enfurecido, Clark demandou saber quanto. Sam defendeu suas ações, dizendo que era para protegê-lo. O Superman pediu para que ele encontrasse o indivíduo para que pudesse resolver a situação.

Ao voltar para casa, Clark conversou com Lois sobre o indivíduo, a quem sua esposa apelidou-o de "o Estranho". Ele mudou de assunto, e perguntou o que ela iria fazer a respeito de seu assunto com o Planeta Diário, algo que nem ela soube responder.

No dia seguinte, Clark entregou um dispositivo para seus filhos, para que pudessem usá-lo e chamá-lo caso houvesse alguma emergência. Quando Jordan perguntou se poderia ir para a escola, ele deixou. Quando questionado onde Lois estava, Clark explicou que ela tinha um assunto a resolver.[37]

Se aproximando de seus filhos

Família Kent em uma guerra de tinta.

Quando esteve com sua família decidindo qual cor pintar a parede de sua nova casa, Clark sugeriu um tom marrom, o que Jonathan disse parecer com cocô. Lois concordou, dizendo que a cor estava fora de opção. Em seguida, uma guerra de tintas começou. O braço de Clark foi pintado por seu filho, e quando ele partiu para atacá-lo novamente, Clark prendeu seus braços contra as costas. A diversão acabou quando, com sua super audição, Clark detectou que havia pessoas em perigo, e usou sua super velocidade para sair de Smallville.

Superman segurando uma estrada.

O Superman chegou à Ponte Pingtang, em Guizhou, na China, onde um terremoto aconteceu e fez com que os motoristas perdessem o controle de seus veículos. Os cabos que seguravam a estrutura se soltaram, fazendo com que a ponte se tornasse instável. Ao chegar, o Superman desviou-se de um deses cabos e mergulhou até o fundo. Quando um carro caiu, o herói o levantou e colocou-o de volta no lugar. Quando uma parte da estrada começou a cair, o Superman foi capaz de segurá-lo. Enquanto o segurava, ele percebeu um pescador abaixo e acenou para ele, percebendo que sua mão ainda estava suja de tinta por conta da brincadeira com sua família.

Ao voltar, Clark teve um café da manhã com sua família. Quando seus filhos perguntaram qual foi a coisa mais constrangedora que já ouviu, ele disse que iria contar quando eles fossem mais velhos. Clark explicou que cada poderes tem seus fardos e responsabilidades, incluindo regras para protegê-los, dizendo que não poderiam chamar a atenção para a família. Clark disse que quer que seus filhos tenham uma vida normal, mas ambos não estavam super contentes com isso.

Clark sendo confrontado por Jordan.

Na fazenda, Clark levantou o trator de sua família e percebeu que ele estava vazando óleo. Depois disso, ele abaixou o veículo e começou a concentrar sua super audição, afim de encontrar seus filhos. Quando conseguiu encontrá-los, Clark percebeu que Jordan estava com problemas enquanto Jonathan tentava acalmá-lo. Temendo que algo pudesse acontecer, Clark foi até a Smallville High School. Ao chegar, ele disse que as coisas não mudaram desde a última vez que estava lá. Apesar de dizer que estava lá apenas para "ver" como seus filhos estavam lidando com a nova escola, Jordan logo percebeu que ele estava espionando eles.

Ao voltar para a fazenda, Clark foi confrontado por seus filhos devido a sua espionagem, apesar dele continuar a dizer que estava fazendo aquilo para seus próprios bens, que estavam decepcionados com seu pai por conta da mentira.

À noite, em um jantar com Lois, os dois conversaram sobre os problemas que enfrentam; onde sua esposa continuava a investigar Edge, mas ninguém quer ser entrevistado, e Clark com seu dilema com seus filhos.

No dia seguinte, Clark prometeu que não iria mais espionar seus filhos. Quando Jonathan pediu para um aumento em sua mesada, Clark negou.

Clark conversando com Jonathan e Jordan na lanchonete.

Mais tarde, Clark foi até uma lanchonete para almoçar com seus filhos. Ao chegar, ele encontrou Lana saindo do estabelecimento com Sarah. Quando tentou cumprimentá-la, Lana o dispensou. Clark deixou isso passar e se sentou com Jordan e Jonathan, perguntando o que havia acontecido, descobrindo que mãe e filha tinham acabado de ter uma discussão. Ele explicou que Lois estaria trabalhando até tarde e perguntou para seus filhos o que aconteceu na escola, descobrindo que o treino de futebol tinha sido incrível. Ele então decidiu pedir algumas comidas para comemorar a ocasião.

Quando Lois voltou de seu trabalho, Clark a encontrou na varanda de sua casa e foi até lá carregando duas taças de vinho, percebendo que sua esposa tinha tido um dia difícil no trabalho. Quando Lois disse que alguém tentou explodir seu carro, Clark disse para isso não lhe deixar abalar. Ela sugeriu deixar sua matéria de lado, mas Clark disse para seguir seu instinto, e que iria apoiá-la em qualquer decisão que tomasse.

Clark vendo Jordan usar seus poderes no treino de futebol.

No dia seguinte, Clark se encontrou com Lana saindo do banco da cidade. A mulher se desculpou por sua atitude grosseira no dia anterior, mas ele disse que não precisava fazer isso. Quando ela perguntou se poderia caminhar e conversar, Clark disse que tinha esquecido suas chaves no carro, mas percebeu que estavam em Smallville e que não iria acontecer nada. Os dois continuaram a conversar sobre seus filhos, onde Clark desejou que sua mãe ainda estivesse entre eles. Quando Lana mencionou que Jordan é uma "estrela de futebol", ele tentou corrigi-la, mas Clark percebeu o olhar de Lana. Ele foi até o campo da Smallville High, onde encontrou seu filho usando seus poderes em campo.

Ao voltar para casa, Clark confrontou Jordan quanto ao uso irresponsável de seus poderes. Durante o argumento, ele desejou que seu pai voltasse a não ser presente igual antes. Furioso, embora mantendo-se sobre controle, Clark o mandou subir para seu quarto. No lado de fora, Clark foi confortado por Lois, que disse que seu filho não quis dizer aquilo e que suas palavras foram da boca para fora. Depois de conversarem sobre a atitude de seu filho, e de Clark começar a duvidar de suas habilidades paternais, algo que Lois o tranquilizou sobre, sua esposa pediu a caminhonete emprestada para ir até New Carthage e encontrar-se com Sharon Powell. Quando pediu para trazer o veículo intacto, Lois disse que iria tentar. Na cozinha, Clark conversou com Jonathan sobre Jordan, que conseguiu convencê-lo a deixar seu filho mais novo praticar futebol, já que estava feliz e fazendo novos amigos.

Superman congelando o Subjekt-11.

Clark percebeu que Lois havia usado o dispositivo para chamar o Superman. Sabendo que sua esposa estava em perigo, o Homem de Aço foi até New Carthage, destruindo a porta do quarto de hotel onde ela estava e empurrando um homem para o outro cômodo. Quando começou a enfrentá-lo, porém, o Superman percebeu que seu adversário era mais durável do que pensou, já que seus golpes não surgiam efeito nele. O indivíduo conseguiu dominá-lo e, temporariamente, nocauteá-lo. Quando recuperou sua consciência, o Superman congelou o homem e o socou, levantando-o para o ar e socando-o novamente, arremessando para fora do quarto. Ele percebeu que o homem havia fugido. Lois chamou por ele, aconselhando levar Sharon para o hospital. O Super-Homem a segurou e usou sua super velocidade para levá-la ao auxílio médico mais próximo.

No dia seguinte, Clark se encontrou com Jordan e contou sobre um pouco de seu passado, dizendo que seu pai não lhe deixava entrar para a equipe de beisebol de sua escola. Ele então resolveu permitir que seu filho permanecesse na equipe, contanto que ele controlasse seus poderes. Para poder vigiá-lo, e também passar mais tempo com ambos filhos, Clark pediu o emprego de treinador assistente na equipe.[35]

Ao lado do treinador Gaines, Clark compareceu ao primeiro jogo da Smallville High. Quando Jordan estava prestes a entrar em campo, ele o aconselhou dizendo que era só fazer o que fazia nos treinamentos, apesar de seu filho dizer que o jogo é algo completamente diferente. Quando ele conseguiu realizar um touchdown, Clark comemorou a vitória da sua equipe.

Clark discutindo com Sam.

Enquanto comemorava com os jogadores no vestiário, Clark usou sua super audição e ouviu Sam discutindo com Lois. Ele voou até lá e interrompeu o argumento, dizendo que sua prioridade era treinar seus filhos e passar tempo com sua família, apesar de entender que haviam indivíduos loucos atrás do Superman todos os dias, o que isso não o impedirá de fazer o que quer. Sam mencionou que Metrópolis estava vulnerável a ataques agora que o Superman não estava mais por lá, e que iriam transportar Thaddeus para outro lugar. Clark disse que iria ajudá-lo caso fosse preciso, e que não iria desperdiçar tempo com sua família para "mostrar boa fé", reafirmando para o general que não trabalhava para ele e/ou o governo. O homem então disse que iria passar algumas semanas na fazenda, o que não alegrou a Clark e Lois.

Clark conversando com Jonathan sobre Jordan.

No dia seguinte, Clark treinou Jordan e Jonathan. Quando Jon havia pegado a bola de futebol primeiro que seu irmão e estava prestes a comemorar vitória, Clark usou sua super velocidade para retirá-la das mãos de seu filho, aconselhando-o a não comemorar antes da hora. Quando jogou a bola para Jordan pegá-la, seu filho conseguiu deixá-la cair, algo que Clark notou e disse que esse era o motivo para ele estar na defesa. Ele perguntou se seu filho estava bem, que desabafou sobre estar se sentindo um pouco excluído com Jordan jogando e ele estando de reserva. Clark o tranquilizou, dizendo que ele iria jogar eventualmente. Depois disso, Lois pediu para que ele fosse até uma reunião na prefeitura e expusesse Edge, já que seu contrato com o Planeta Diário a proibia de fazer isso, o que ele concordou em fazer.

Na reunião da equipe na Smallville High, Clark, com sua super audição, ouviu algo explodir em algum lugar. Ao se virar, ele percebeu que Jonathan não estava presente. Ele foi até o banheiro, onde Sam chamou pelo Superman quando a Intergangue atacou o transporte de Killgrave. Nesse instante, Jonathan apareceu dizendo que havia algo errado. Ao chegar, ele encontrou Tag Harris sem o gesso em seu braço, que disse que aquilo estava lhe incomodando e o tirou. Clark ouviu Sam chamar pelo Superman mas uma vez, e disse para seu filho que iriam conversar mais tarde.

Ao chegar no lugar, o Superman encontrou um pequeno dispositivo no chão. Ao pegá-lo, a voz de Killgrave soou de dentro dele, dizendo que iriam se encontrar em breve. Depois disso, ele voou por Metrópolis na procura de seu adversário, dizendo para Sam que iria avisá-lo caso encontrasse algo.

Por procurar Killgrave por horas, Clark acabou perdendo a reunião na prefeitura e não foi capaz de expôr Morgan como pedido por Lois. Ao voltar para casa à noite, ele se desculpou com sua esposa por ter perdido a audiência, notando que ela estava brava por estar travando a mandíbula. Apesar de tentar se desculpar, Lois disse que não precisava se desculpar. Ele se chocou quando sua esposa disse estar se sentindo por última na lista de prioridades dele.

Superman derretendo a arma sônica de Killgrave.

No Departamento de Defesa, o Superman se encontrou com o general Lane, dizendo que havia ido lá apenas por cortesia. Quando Sam disse para ele "fazer seu trabalho", o herói o corrigiu, dizendo que via suas atividades como uma responsabilidade e pediu para se focarem na procura de Killgrave. Depois de muita procura, Killgrave foi localizado na Praça Glenmorgan, ao norte de Metrópolis. Ao chegar lá, o Superman foi atacado por Thaddeus e uma arma sônica, que fez o herói ficar de joelhos e gritar de dor conforme um som agoniante era feito em seu ouvido. Enquanto o homem se gabava por encontrá-lo, o Superman ouviu seus filhos pedindo por ajuda. O herói conseguiu se levantar e derrubar a arma sônica das mãos de Killgrave, derretendo-a com sua visão de calor. Ele então pediu para que enviasse reforços.

Superman carregando Tag.

Com a situação de Killgrave resolvida, o Superman partiu voo até a localização de seus filhos. Ao chegar, ele encontrou-os em uma floresta, com Jordan nocauteado e Jonathan ao seu lado. Ele percebeu que Tag estava vibrando loucamente e indo em direção deles. O Superman conseguiu pegá-lo a tempo e levá-lo para o céu, dizendo que o ar rarefeito iria acalmá-lo. Quando o garoto desmaiou, Clark voltou para o chão com ele e o levou para o Departamento de Defesa.

Ao voltar para casa, Clark explicou para seus filhos que Tag estava com os médicos no Departamento de Defesa e ouviu Sam explicar como o garoto havia conseguido seus poderes. Ele interrompeu a conversa e perguntou aos gêmeos porque não o chamou no momento em que perceberam que havia algo errado. Quando eles não responderam, Clark e Lois notaram que Sam teve alguma coisa haver com isso. Em seguida, Clark entrou em outra discussão com Sam, onde disse que seus filhos teriam sua atenção e que seu trabalho é ser o pai deles. Ele ouviu Lois confrontar seu pai sobre suas atitudes.

Clark em um jantar com Lois.

Na noite do dia seguinte, percebendo o quanto estava se distanciando de Lois, Clark resolveu fazer uma surpresa para sua esposa e organizou um jantar romântico com ela no celeiro da fazenda e decorou o local para ajudá-los a entrar no clima. Quando ela chegou, Clark disse que como havia perdido os jantares, ele decidiu "entrar em dia". Durante o jantar, Clark disse que ela iria ganhar uma massagem mais tarde, o que ela disse estar sendo mimada. Ele disse que ela merece ser mimada, e que seu tempo com Lois é o que o ajuda a se manter inteiro não importa o que está enfrentando, e que ela é o primeiro e último pensamento dele todos os dias. O jantar foi interrompido com uma ligação de Sam e um problema em Malawai, o que não era prioridade ainda. Lois permitiu que ele fosse, e Clark prometeu que seria rápido. Ele então usou sua super velocidade para ir até lá.[38]

Festival da Colheita

O primeiro Festival da Colheita de Smallville desde o falecimento de sua mãe se aproximava, e Clark queria passar cada minuto de seu tempo aproveitando o evento. Com isso, o Superman passou uma semana inteira ajudando as pessoas ao redor do mundo afim de ter a "agenda livre" para aproveitar a comemoração.

Clark falando sobre o Festival da Colheita.

Depois de suas ações, Clark e sua família colheram alguns milhos para vendê-los na colheita, onde explicou para seus filhos o que significava o festival e se animou conforme contava os detalhes para Jordan e Jonathan. Como Eliza, namorada de Jonathan, estava vindo para a cidade a tempo do evento, Clark disse que ela iria amar as comidas vegetarianas. Ele então apressou sua família para terminarem suas tarefas.

Clark limpando um quarto para Lois.

Mais tarde, Clark começou a limpar uma parte da casa para que Lois pudesse trabalhar. Depois de escolher um canto da casa, ele começou a limpá-la, retirando os antigos pertences de sua mãe que estavam lá para doá-los no Festival da Colheita. Quando Lois apareceu, ele explicou o que queria fazer. Ela então começou a ajudar e pegou uma caixa, ao ver sua esposa segurando o objeto, Clark a impediu, dizendo que ele queria manter o objeto. Clark ouviu Lois conversar com Chrissy no telefone, que a avisou que Sharon e seu filho desaparecido, Derek Powell, estavam esperando por ela no Gazette. Quando sua esposa saiu, Clark continuou a arrumar as coisas para o escritório de Lois, onde começou a se relembrar de alguns momentos com sua mãe. Com sua super audição, Clark ouviu um incêndio acontecendo no Centro Comunitário de Smallville e voou até lá para ajudar. Ao chegar, ele usou sua visão de raio-X para encontrar dois bombeiros dentro do fogo. Clark entrou no galpão e usou seu sopro congelante para apagar as chamas, salvando a vida dos dois homens.

Depois do incidente, Clark contou para Lois o que aconteceu, revelando que todas as doações que receberam para o Festival haviam sido destruídas, se lamentando por não ter chegado mais cedo para poder ajudar. Quando sua esposa perguntou o que as pessoas iriam fazer, Clark respondeu que não sabia, dizendo que grande parte delas já haviam entregue o que podiam. Ele então contou que ele avistou Sharon no meio da confusão, mencionando que ela procurava por alguém, talvez seu filho desaparecido, o que intrigou Lois. Quando seus filhos voltaram da escola, Jordan revelou que Eliza havia terminado com Jonathan.

Clark ouvindo Jonathan discutir com ele.

À noite, Jordan pediu para que pudesse ir mais cedo ao Festival para se encontrar com Sarah. Clark entendeu imediatamente de que se tratava de um encontro romântico, e ele permitiu que fosse. Em seguida, Jonathan entrou fazendo comentários irônicos sobre. Clark se desculpou pelo término através do telefone, e ficou surpreso quando seu filho sugeriu voltar para Metrópolis. Ele tentou tranquilizar a situação dizendo que havia passado pela mesma coisa, algo que Jonathan ironizou. Jonathan mencionou que poderia viver com o irmão mais velho de um amigo, algo que Clark vetou imediatamente. Depois disso, seu filho saiu furiosamente da cozinha.

Superman confrontando Leslie e Derek.

Clark compareceu ao festival ao lado de Lois, onde o casal comeu aperitivos. Eles então conversaram sobre Jonathan, onde ele revelou que seu filho discutiu com ele a respeito de se mudar para Metrópolis. Quando avistaram-o ao lado de Jordan, Clark usou seu super sentido para perceber que Jonathan estava fedendo a bebida alcoólica. Depois de mandarem seus filhos para casa, Clark ouviu outra conversa de Lois com Chrissy, que disse que Derek e Leslie Larr estavam em um prédio com uma máquina bizarra. Não precisando saber mais nada, ele usou sua super velocidade para sair de lá. Ao chegar na localização dos dois indivíduos, o Superman questionou que máquina era aquela, e com o que ela estava sendo carregada.

Superman vendo Derek se matar.

Derek saiu voando do lugar e o Superman foi atrás dele. Conforme perseguia seu alvo, Powell incendiava as coisas que via pela frente, com o Homem de Aço apagando os incêndios com seu super assopro. Eventualmente, o herói foi capaz de alcançá-lo voando sobre um milharal, onde o indivíduo disse que havia sido ressuscitado por Leslie, e também chamou-o por seu nome Kryptoniano, mencionando que ele "não estava mais sozinho". Em seguida, os dois foram derrubados do céu por uma explosão. Ao se levantar, o Superman disse que poderia ajudá-lo, o que o homem disse que não podia. Ele então cometeu suicídio, se explodindo de dentro para fora. O Último Filho de Krypton não foi capaz de fazer nada a não ser assistir.

Depois da situação com Derek, Clark voltou para casa e conversou com Jonathan sobre sua decisão de sair de Smallville, pedindo para que ele desse uma outra tentativa para a cidade, e caso não desse certo ele poderia ir embora, assim como havia feito quando mais jovem. Ele então entregou uma caixa de presente para seu filho, a mesma que Lois havia pegado anteriormente. Depois que seus filhos foram para seus quartos, Clark conversou com sua esposa a respeito de Derek e o que estava acontecendo na cidade.

Clark e Lois sentados no banco.

No dia seguinte, o casal foi até Lana para entregar algumas outras doações. Ao chegar, eles se surpreenderam ao descobrir que Morgan Edge havia entregue um cheque para substituir as coisas destruídas pelo incêndio. Em seguida, Clark compareceu a uma cerimônia de um banco nomeado em homenagem a sua mãe, onde ela se sentava todos os dias e era avistada por todos conversando com outras pessoas. Ele perguntou a Lois se ela sabia sobre o que iria acontecer, o que ela não respondeu e apenas mexeu seus ombros. Sozinho com sua esposa no banco, Clark conversou com ela sobre sua decisão egoísta de partir de Smallville quando era mais novo, comentando a ironia de seus filhos quererem fazer a mesma coisa atualmente.[36]

Futuro apagado

Em um futuro apagado, Clark teve um confronto com Eobard Thawne/Flash Reverso, mas não foi rápido o bastante para detê-lo. Os detalhes exatos desse encontro, assim como o motivo da luta entre os dois, são desconhecidos.[40][41]

Personalidade

Clark em sua forma civil.

Em sua forma civil, Clark age com um comportamento muito manso e desajeitado com uma atitude antiquada e amena, porque ele tem que constantemente fingir ser um desastrado, ele notou que às vezes esses momentos desastrados eram reais. Clark desenvolveu uma maneira tímida para que ninguém começasse a suspeitar que ele e o seu alter-ego tinham alguma relação. Até mesmo o inteligente Lex Luthor é enganado pela personalidade de Clark, dizendo que é "ridículo" pensar que alguém como Clark poderia ser o Super-Homem, dizendo que "ele não enxerga sem os óculos".[31] No entanto, pelo menos um pouco de sua falta de jeito como "Clark Kent", não é um ato de sua parte - já que ele ocasionalmente esbarra em outros (genuinamente) por acidente.[2]

Clark vê seu trabalho de jornalista como uma extensão das responsabilidades do Superman, tendo como objetivo trazer a verdade para as pessoas e lutar pelos injustiçados. Ele acredita que todos tem o direito de saber sobre o que está acontecendo no mundo, independente de quem esteja envolvido. Outra motivação para Clark é o seu amor pelas artes e o mistério. Houve momentos em que traços da personalidade real de Clark são exibidos; um exemplo foi quando Lena o acusou de suspeitar que ela estava por trás de uma explosão porque ela era uma Luthor, o que Clark confirma sem a menor hesitação.

Clark como Superman.

James descreveu o Superman para Kara como "tudo o que você gostaria que fosse, e mais". Clark, em sua forma de Superman, é gentil, cuidadoso, valente, carismático, generoso, tem um senso de justiça e honra e boas maneiras. Ele também é conhecido como o maior super-herói da Terra, e reconhecido até mesmo em outros planetas. Com mais de uma década de experiência enfrentando ameaças humanas e alienígenas, o Superman possuí um código moral e tenta não matar seus inimigos. Apesar de ser um alienígena na Terra, ele dá valor para sua humanidade e luta em nome da verdade, justiça e o estilo americano, enquanto também preserva sua herança Kryptoniana, aprendendo tudo o que pode sobre a cultura através de arquivos na Fortaleza da Solidão. Por princípio, ele não bebe álcool pouco antes de voar, apesar de ser imune à intoxicação, mostrando uma forte aversão ao álcool.

Clark, tanto quanto como Superman e em sua forma civil, é muito protetor quando o assunto é sobre Kara Danvers, sua prima, pedindo até mesmo para que James cuidasse dela enquanto ele estivesse ocupado. Ele também está disposto a ajudá-la quando ela bem precisa, quando a salvou de ser morta por Reactron e chegou em National City para auxilia-la contra Miríade, apesar de se desculpar por se intrometer em algumas batalhas de sua prima. Quando ela foi ferida por John Corben, que havia sido transformado no ciborgue Metallo com a Kryptonita roubada do D.O.E., o Super-Homem confrontou J'onn J'onzz por ter colocado a vida da Supergirl em risco. Segundo James, Clark não trabalha com o governo devido a seus experimentos secretos com alienígenas, o que também o fez desconfiar do próprio governo. Isto também fez com que ele e J'onn, a quem tinha uma boa relação de amigos, se desentendessem depois que o Caçador de Marte resolveu guardar Kryptonita no D.O.E. por contingência, pois Clark acreditava que o minério poderia cair nas mãos erradas e ser usada contra ele e sua prima.

Ao contrário da maioria dos kryptonianos, Clark é educado, humilde, modesto e respeitoso, evidenciado pelo fato de que ele mantêm sua identidade civil em segredo do público e não abusa de seus poderes. Como ele não tem os traços arrogantes e farisaicos que muitos de seu povo possuíam, o que acabou levando à sua quase extinção, ele também não tem antipatia pelos Daxamitas, apesar do fato de eles estarem invadindo National City, evidenciado pelo fato de como ele tratou Mon-El - que estava namorando sua prima - calorosamente. Embora Clark valorize sua humanidade, ele também aceita o fato de que ele é um Kryptoniano e nunca será humano, algo que Kara foi (inicialmente) incapaz de aceitar.

Antigamente, o Super-Homem e o Lex Luthor eram melhores amigos e trabalharam juntos para invadir diversas invasões alienígenas à Terra. Porém, com o passar do tempo, Clark começou a perceber que os métodos de Lex são mais cruéis do que os seus, o que entrava em conflito com o seu desejo de salvar vidas inocentes. O Superman defendeu Lex de diversas acusações, e ele também deu diversas chances para ele. Contudo, com o passar do tempo, Clark percebeu a verdadeira natureza de Lex e isto fez com que eles se desentendessem. Apesar do fim de sua parceria, Clark não queria expor e prender Lex, estando até mesmo relutante de enfrentá-lo até mesmo depois que seu antigo melhor amigo declarou guerra contra ele. Por acreditar que a presença do Superman atraia os alienígenas, Lex cometeu crimes indescritíveis e até mesmo chegou a causar um terremoto na Califórnia. Qualquer sentimento de companheirismo que Clark tinha por Lex desapareceu, devido a ele estar furioso que Lex colocaria vidas inocentes em perigo com o propósito explícito de derrubá-lo. A inimizade deles acabou escalando a ponto de Clark e Lex considerarem o outro como seu maior inimigo, embora, ao contrário de Lex, Clark priorizasse salvar vidas inocentes em vez de derrubar Lex, apesar disso, ele estava determinado a impedir Lex, embora Clark não matou Lex depois que ele finalmente o derrotou, ele ainda não hesitou em expor seus crimes ao público para encarcerar Lex para que ele não pudesse fazer mais mal. Como resultado das ações de Lex, Clark tem dificuldade em confiar na maioria dos membros da família Luthor; no entanto, sua desconfiança é baseada na lógica, não no preconceito.

Apesar do orgulho de Clark, ele não deixa de se desculpar ou admitir quando está errado, como quando se desculpou com Lena por sua desconfiança inicial em relação a ela, quando ele acreditou que ela estava sabotando o Venture; devido à sua má experiência com Lex, quando Clark percebeu que deveria ter dado a Lena o benefício da dúvida, não apenas por causa de seu sobrenome.

Poderes e habilidades

Poderes

  • Fisiologia Kryptoniana: Normalmente, assim como todos os Kryptonianos, as capacidades de Clark não são maiores que as de um humano normal. Contudo, quando carregado com a energia solar de um sol amarelo, ele se tornará capaz de realizar vários atos inumanos. Embora genérico para sua raça, ter crescido essencialmente toda a sua vida com esses poderes permitiu-lhe armazenar energia em maiores quantidades e metabolizá-la em seu corpo com maior eficiência; isso, combinado com uma vida inteira de experiência e prática com essas habilidades, permite que ele as use com muito maior controle e níveis igualmente maiores de poder bruto em comparação com outros kryptonianos. No geral, Clark é um ser extremamente poderoso. Sua prima, Kara Danvers, o refere como o "homem mais poderoso do universo", tornando Clark um dos seres mais poderosos do multiverso. De acordo com Lex Luthor, ele é "basicamente um Deus".[31]
    • Absorção de energia solar: Apesar dos poderes de Clark dependerem da energia espectral de um sol amarelo, a energia armazenada em seu corpo permite que ele use seus poderes sem precisar estar exposto ao sol diretamente. No entanto, como seu corpo está quase constantemente exposto a essa energia e capaz de absorvê-la passivamente, isso basicamente mantém suas reservas totalmente carregadas quase constantemente. A exposição direta à luz solar também irá acelerar sua recuperação de quaisquer lesões que ele consiga sustentar.
      • Fator de cura acelerado: O metabolismo de Clark, carregado pela energia solar, acelera sua cura e permite que ele queime calorias em um ritmo rápido, tornando-o resistente ao ganho de peso. Ao ser atingido por um feixe de Kryptonita Verde e uma série de socos por um ciborgue, após alguns minutos ele se curou instantaneamente.
        • Auto-sustento: Devido aos efeitos do sol amarelo, o físico de Clark foi grandemente ou completamente removido, já que ele não precisa dormir e/ou dormir a não ser que queira. Isso se estende a ele ser capaz de sobreviver em ambientes mais hostis, como o espaço sideral e subaquático; capaz de resistir às condições.
        • Adaptação atmosférica: Apesar de Clark (geralmente) precisar de oxigênio para respirar, seu físico permite que ele sobreviva ao inalar formas mais agressivas do mesmo.
        • Imunidade à contaminações: Clark possuí imunidade para quaisquer formas de doença e contaminações da Terra. No entanto, apesar de não poder ser embriagado ou intoxicado por drogas ou álcool da Terra, ele não bebe e tem uma forte aversão ao álcool.[24]
      • Voo: Clark é capaz de manipular seu campo gravitacional para poder gerar um impulso e lançar-se no ar em uma vasta velocidade sônica, mais rápido do que pode viajar a pé. Ele é capaz de levitar e voar além da atmosfera da Terra, podendo chegar quase perto da órbita do planeta.
        • Levitação: Clark pode levitar usando sua habilidade de voo.
      • Superman usando sua visão de calor.

        Visão de calor: Ao concentrar todas as reservas de energia solar que possui em seu corpo, Clark pode emitir feixes de energia azul de intensidade variável de seus olhos. Devido ao seu controle sobre tais, ele demonstrou ser capaz de queimar pedras e soldar metais, causando pequenas explosões e incêndios e repelindo fisicamente ou potencialmente danificando inimigos com durabilidade semelhante, tornando-o útil em combate. No entanto, ele o utilizou pessoalmente para usos mais mundanos; como aquecer bebidas e cozinhar alimentos. Quando John Deegan copiou essa habilidade de Clark, ele foi capaz de dominar a visão de calor da Supergirl em segundos.
      • Devido a sua fisiologia, as balas ricocheteiam quando entram em contato com a pele de Clark.

        Invulnerabilidade: Com suas células super carregadas com energia solar, a durabilidade corporal de Clark é consideravelmente mais forte do que até mesmo os metais mais densos da Terra, como o aço. Isto fez com que ele herdasse o apelido de "Homem de Aço", visto que ele é aparentemente invencível a ferimentos, bem como corajoso na batalha. Devido ao seu tempo de vida ao sol, a durabilidade de Clark é mais forte que a de sua prima, Kara, assim como de quaisquer outros Kryptonianos que apareceram na Terra. Apesar disto, seu ímpeto similar de força e durabilidade permite que eles potencialmente machuquem Clark em combate. Clark é vulnerável a grande parte, se não todas, as armas humanas, tais como armas de fogo, bazucas, explosões e outras coisas.
      • Longevidade: Como um Kryptoniano, a duração da vida de Clark é, consideravelmente, mais longa que ao de um humano normal, e ele também envelhece muito mais devagar. Apesar de ser, fisicamente, mais velho que Kara por 10 anos, Clark ainda mantêm uma aparência física de um homem em seu auge.
      • Super sensos: Devido a sua fisiologia, os sensos de Clark foram aprimorados quando exposto a energia de um sol amarelo.
        • Audição sobre-humana: Clark tem ouvidos super-sensíveis que podem perfeitamente captar sons a quilômetros de distância e até mesmo através de estruturas.
      • Respiração congelante: Clark é capaz de exalar rajadas de ar poderosas de sua boca, que são semelhantes aos ventos fortes. Ele também pode fazer com que a temperatura de sua respiração caia, podendo congelar quase tudo.
      • Velocidade sobre-humana: Semelhante à sua super-força, a energia solar dentro das células de Clark permite que ele se impulsione em velocidades supersônicas, bem como acelere seus movimentos e reações a velocidades suficientes para pegar uma bala em alta velocidade com as mãos nuas e perceber o mundo em câmera lenta. Porém, apesar da incrível velocidade de Clark, ele não é tão rápido quanto velocistas tais como o Flash e o Flash Reverso. Isso foi demonstrado quando Eobard Thawne mencionou que, em algum momento no futuro, ele enfrentou e correu contra Clark, dizendo que "Ele é rápido... Mas eu sou mais".[41]
        • Percepção acelerada: Enquanto usa sua super velocidade, Clark vê as coisas mais lento do que o comum; permitindo que ele se mova com precisão em momentos muito rápidos.
      • Força sobre-humana: A maior demonstração das habilidades de Clark está em sua super-força - sua superpotência principal, com seus músculos fortalecidos pelo sol amarelo da Terra juntamente com a energia bruta que esse condicionamento faz surgir em sua fisiologia, a força total de Clark é virtualmente incalculável. Clark foi visto pela primeira vez equilibrando o ônibus espacial Venture, embora com a ajuda da Supergirl. Mais tarde, ele suportou o peso de um prédio caindo enquanto Kara estabilizava a fundação. Os músculos de Clark são tais que ele pode desafiar e dominar até soldados Kryptonianos experientes, como Zod, que ele foi capaz de matar em sua última luta. Com um único aperto de punho, ele foi capaz de colocar um pedaço de carvão sob pressão suficiente para transformá-lo em um diamante imediatamente antes de propor casamento a sua namorada, Lois Lane.
        • Super pulo: Clark é capaz de pular vários metros do chão em um único salto, sem precisar voar. Ele é conhecido por ser capaz de "pular prédios altos em um único salto" e, geralmente, quando tem que voar, ele pula para cima antes de se atirar para o céu.
        • Geração de ondas de choque: Quando Clark usa sua super força para bater as palmas de suas mãos juntas, o ataque irá criar uma poderosa onda de choque e arremessará seus inimigos para trás. Essa habilidade também destrói vidro e empurra objetos para longe dele, assim como desorienta qualquer pessoa próxima dele.[29]
      • Resistência sobre-humana: Clark pode correr, lutar ou voar por longos períodos de tempo sem se cansar.
        • Reflexos sobre-humanos: Os reflexos de Clark são tão rápidos que ele pode responder a ataques em questões de segundos. Essa habilidade pode até mesmo ser comparada com as de um velocista.
      • Imunidade à telepatia: Clark é imune a grandes formas de poderes telepáticos, até mesmo de seres poderosos como J'onn J'onzz.
      • Visão de raio-X: Clark consegue enxergar através de objetos sólidos, com exceção de chumbo.

Habilidades

  • Intelecto de gênio/Estrategista/Líder: Clark possui níveis excepcionais de gênio intelectual, até o ponto de estar em níveis computacionais; sua mente funciona agudamente e com velocidade extrema, superando em muito a da maioria, senão de todos, os humanos excepcionalmente inteligentes da Terra-Prime. Clark é um dos indivíduos mais inteligentes da Terra-Prime e de todo o multiverso. A demonstração mais proeminente de sua inteligência foi em sua longa guerra de anos com o notoriamente inteligente Lex Luthor, cujo intelecto era quase incomparável mesmo entre a altamente prolífica família Luthor, na qual ele foi capaz de não apenas enfrentar com sucesso seu ex melhor amigo, frustrando muitos dos crimes indescritíveis e ataques sofisticados de Lex, mas ele foi até mesmo capaz de prevalecer sobre Lex, expondo seus crimes ao público, provando que Clark possui inteligência suficiente e habilidade estratégica para ser capaz não apenas de enfrentar Lex, um infame mestre estrategista em seu próprio direito com muitos recursos para usar contra ele, mas também o superou, mesmo que não fosse sem extremo esforço. Além disso, Clark foi capaz de manter sua identidade como Superman em segredo de outras pessoas, fazendo até mesmo Lex acreditar que era uma ideia ridícula de que Clark é o Superman, dizendo que "ele não enxerga sem os óculos". Ele é extremamente astuto e intuitivo, capaz de analisar rapidamente a situação diante de si para entender a verdadeira natureza diante dele, e teve intuição suficiente para finalmente descobrir a verdadeira natureza de Lex, que havia escapado ao mundo inteiro, embora tivesse demorado vários anos antes de finalmente perceber isso, ele também é capaz de calcular com precisão o nível de poder necessário para derrotar seus inimigos sem matar ninguém ou destruir nada. Clark pode inspirar outras pessoas a serem o melhor que podem ser e, às vezes, inspirar criminosos a fazer a coisa certa sem recorrer à violência.
    • Investigação: Como um dos melhores, se não o melhor, repórter do Planeta Diário, Clark provou ser um investigador excepcional, seguindo cada rumor e pista para poder descobrir a verdade por trás de qualquer história. Ele também usa seus talentos como investigador como super-herói, conseguindo desvendar diversos mistérios ao lado de Chloe, e foi até mesmo habilidoso o suficiente para expor os crimes de Lex Luthor para o público.
    • Engenharia: Clark demonstrou ter familiarização com a tecnologia Kryptoniana.
    • Bilíngue: Clark é capaz de falar Kryptonês e outras línguas.
  • Combate corpo-a-corpo/Artes marciais: Clark provou ser um combatente de corpo-a-corpo e um artista marcial altamente habilidoso, já que suas habilidades de combate são grandes o suficiente para ser capaz não apenas de lutar no mesmo nível contra outros especialistas fisicamente poderosos de combate corpo a corpo e artes marciais, mas também de derrotá-los sozinho, já que ele foi capaz de derrubar e prender Maxima, uma combatente corpo-a-corpo altamente qualificada por seus próprios méritos, que foi capaz de conter e vencer a Supergirl mesmo depois de ela ter se tornado uma combatente corpo-a-corpo mais proficiente, e até mesmo saiu-se sobre melhor contra Zod, um general kryptoniano altamente qualificado em ambas as altercações, eventualmente matando-o em sua batalha final. Suas habilidades de combate ainda podem ser usadas de forma eficaz enquanto ele estava em um estado enfraquecido ou tendo alucinações profundas que o deixavam sem foco e muito mais brutal, pois embora enfraquecido pela Kryptonita Verde, Clark ainda era capaz de lutar contra um ciborgue superpotente e derrotá-lo, permitindo-lhe escapar junto com Kara; mesmo sofrendo visões por ter sido afetado com Kryptonita Prateada e não estar focado devido à sua raiva do general Zod, ele conseguiu se igualar a Kara por um período prolongado de tempo, sendo apenas superado por pouco (já que não estava no auge de suas habilidades de combate) e conseguindo exauri-la também. Clark também é um dos combatentes mais mortíferos de todo o multiverso, e em uma luta de verdade, sem se conter, ele é capaz de possivelmente matar seu adversário, embora ele sempre se contêm quando está lutando contra alguém super poderoso.
  • Vontade indomável/Alta tolerância à dor: Clark tem um espírito forte e livre de corrupção e tentação, tendo sido criado por um fazendeiro bondoso do Kansas e sua esposa, ele foi ensinado a proteger a vida e ajudar os outros. Ele é altamente otimista e nunca desiste, até mesmo quando as coisas estão ruins. Ele provou possuir uma grande intolerância a dor, até mesmo quando enfraquecido pela Kryptonita Verde ele foi capaz de continuar lutando contra Metallo.
  • Intimidação: Como o Super-Homem, Clark tem uma presença intimidadora, fazendo com que criminosos humanos e alienígenas temam ele, até mesmo seres poderosos como J'onn J'onzz possuem um certo medo de Clark.

Fraquezas

  • Kryptonita: Assim como todos os Kryptonianos, até mesmo com seus grandes poderes, Clark se torna vulnerável quando exposto a Kryptonita, um minério radioativo de Krypton, seu planeta natal. Dependendo da natureza de tal minério, ela causará um efeito diferente em sua fisiologia.
    • Kryptonita Verde: A Kryptonita Verde não apenas fere o físico de Clark, mas também enfraquece seus atributos físicos, tornando-o equivalente a um ser humano normal. Se exposto a muito tempo à Kryptonita Verde, ele eventualmente poderá morrer. Contudo, presumivelmente devido a sua exposição à radiação do sol amarelo, Clark demonstrou ter uma certa resistência contra a Kryptonita Verde. Quando ele foi diretamente exposto a ela por John Corben, apesar de ser enfraquecido, ele ainda manteve um pouco de sua super-força e foi capaz de atacar o ciborgue; diferente de sua prima, Kara, que está sempre impotente quando é exposta à kryptonita verde.
    • Kryptonita Vermelha: Se exposto à Kryptonita Vermelha, a mente de Clark será destruída gradualmente e ele será transformado em uma versão corrupta de si mesmo. Deixado sem moralidade, compaixão, racionalidade ou quaisquer cuidados que sejam, Clark se tornará malévolo e sujeito à hostilidade e agressão, tornando-o um perigo para todos ao seu redor.
    • Kryptonita Prateada: Se exposto à Kryptonita Prateada, ela fará com que Clark tenha uma alucinação profunda de seu maior medo, e nada do mundo exterior poderá tirá-lo desse estado até que o minério deixe seu sistema. Quando Rhea envenenou Clark com este minério, ele se convenceu de que a Supergirl era o General Zod. Enquanto Kara, na vida real, tentava convencer Clark a parar de lutar, na alucinação ele via que Zod estava zombando dele.
    • Harun-El/Kryptonita Preta: É venenoso apenas ao toque, mas não é tão perigoso em circunstâncias específicas. No entanto, se usado para fazer um soro apropriado, ele poderia dar super poderes semelhantes a Kryptonianos para humanos, duplicar um Kryptoniano ou mesmo evoluí-los.
  • Energia extrema: Quantidades extremas de energia, tais como as do traje de Reactron, poderá ser o suficiente para matar Clark.[8]
  • Esgotamento de energia solar: Se Clark usar seus poderes ao máximo por um longo período de tempo sua energia solar será drasticamente reduzida, chegando até ao ponto onde ele perderá seus poderes por um dia e se tornará semelhante a um humano comum. Isso o tornará tão fraco quanto um humano, permitindo que Clark seja ferido e morto tão facilmente.
  • Chumbo: Até mesmo com sua visão de raio-X, Clark não pode ver através de chumbo.
  • Altas frequências: Apesar de sua força, o ouvido de Clark possuí suas desvantagens. Já que sua audição é mais sensível que a de um humano, ruídos de alta frequência (gritos sônicos, etc) podem desorientá-lo e causar dor em seus ouvidos, deixando-o vulnerável durante uma luta. Portanto, inimigos com poderes baseados em som, como a Banshee Prateada, podem ser poderosos o suficiente para fazer os ouvidos de Clark sangrarem.
  • Tecnologia de amortecimento de som: O D.O.E. projetou frequências para bloquear a super audição de Clark, e fazê-lo sentir dor quando tentar usar esta habilidade em lugares protegidos por essa tecnologia.
  • Miríade: Devido por ter crescido na Terra desde sua infância, os padrões de pensamento de Clark são mais humanos do que algum Kryptoniano que viveu sua vida em Krypton. Isto o torna suscetível para a função de controle mental de Miríade, diferente de Kara e Non.

Equipamento

Pré-Crise

  • O gesto icônico de Clark de rasgar sua camisa para revelar a insígnia "S" em seu peito enquanto muda para seu traje de Superman.

    Traje de Superman: Clark utiliza um traje protetor enquanto opera como o super-herói Superman, para esconder sua identidade secreta de seus adversários enquanto combate ao crime. O traje é azul e composto por um cinto vermelho e por uma capa e botas vermelhas, carregando o símbolo da Casa de El nas cores vermelha e amarela em seu peito.[2] Originalmente, seu traje era composto por uma legging que se assemelhava a uma calça, e também usava uma cueca vermelha por cima de seu traje.[4] É desconhecido sobre quais materiais foram usados para criar seu traje, porém ele é duradouro assim como um Kryptoniano. Graças a sua velocidade, Clark é capaz vestir seu traje em questões de segundos, geralmente mantendo-o por debaixo de sua roupa civil.[2]
  • Óculos: Clark usa um par de óculos de aro de chifre em sua identidade civil, provavelmente feito com chumbo como o de Kara, a fim de controlar sua visão de raio-X.
  • Itens da Fortaleza da Solidão: Com o passar de suas aventuras, Clark recuperou diversos artefatos, não exclusivamente, de Krypton, na qual ele manteve guardado em sua Fortaleza da Solidão. Muitos deles são considerados perigosos e Clark os mantêm trancados,[25] enquanto outros ele usou para seus feitos heroicos para fornecer ajuda a ele ou a seus aliados.[29] Até agora, estes itens são:
    • Projetor da Zona Fantasma: Um dispositivo originalmente usado por Kryptonianos para mandar seus prisioneiros para uma prisão na Zona Fantasma, o Forte Rozz, mas também pode ser usado como um dispositivo para teletransporte.[25]
    • Robôs: O Superman possuí diversos robôs conhecidos como Kelex, que cuidam da Fortaleza enquanto ele não está presente e concedem informações para visitantes[6][21] se eles não foram considerados como intrusos.[14]
    • Martelo solar: Um martelo misterioso que, quando ativado e/ou entra em contato com a superfície, emite uma luz de energia branca.[29]
    • Bigorna Cósmica: Querl Dox mencionou que o item é mantido na Fortaleza.[42]
    • Anel da Legião: De algum modo, Clark conseguiu um anel da Legião em algum momento antes de 2016 e o manteve em um pedestal na Fortaleza depois disto.[6]

Pós-Crise

  • O novo traje de Superman.

    Traje de Superman: Assim como em sua vida pré-Crise, Clark usa um traje protetor enquanto opera como o super-herói conhecido como Superman, para esconder sua identidade secreta de seus adversários enquanto combate ao crime. O traje é azul e composto por um cinto vermelho e por uma capa e botas vermelhas, carregando o símbolo da Casa de El nas cores vermelha e amarela em seu peito. É desconhecido sobre quais materiais foram usados para criar seu traje, porém ele é duradouro assim como um Kryptoniano. Graças a sua velocidade, Clark é capaz vestir seu traje em questões de segundos, geralmente mantendo-o por debaixo de sua roupa civil.[33]
  • Itens da Fortaleza da Solidão: Com o passar de suas aventuras, Clark recuperou diversos artefatos, não exclusivamente, de Krypton, na qual ele manteve guardado em sua Fortaleza da Solidão. Muitos deles são considerados perigosos e Clark os mantêm trancados,[43][44] enquanto outros ele usou para seus feitos heroicos para fornecer ajuda a ele ou a seus aliados.

Aparições

Supergirl

1ª Temporada

2ª Temporada

3ª Temporada

4ª Temporada

5ª Temporada

Lendas do Amanhã

2ª Temporada

5ª Temporada

Flash

3ª Temporada

4ª Temporada

5ª Temporada

6ª Temporada


Arqueiro

7ª Temporada

8ª Temporada

Batwoman

1ª Temporada

Raio Negro

3ª Temporada

Superman & Lois

1ª Temporada

Quadrinhos

Adventures of Supergirl

Crisis on Infinite Earth Giant

Livros

Galeria

Imagens promocionais

Supergirl

2ª Temporada

Túnel do Tempo

Crise nas Infinitas Terras

Superman & Lois

1ª Temporada

Curiosidades

  • De acordo com Kara, Clark ama mistérios, e seus autores favoritos do gênero são Agatha Christie, Jim Thompson e Dashiel Hammett. Ele diz que crescer ao redor dos livros foi um dos motivos para qual ele virou um repórter.[45]
  • Kara ficou presa na Zona Fantasma por 24 anos depois da destruição de Krypton e antes de chegar na Terra, onde esteve vivendo por 12 anos quando a série começou. Isto faria com que Clark tivesse 36 anos no início da série, indicando que ele esteve atuando publicamente como o Super-Homem por ao menos 12 anos.[1]
    • Sus anos de experiência o tornam um dos super-heróis mais experientes do multiverso (com a exceção de J'onn J'onzz), ofuscando heróis que são conhecidos por seus níveis de experiência, como Sara Lance e Oliver Queen.
      • Contudo, em Batwoman, seu recorde é desafiado por Bruce Wayne, que esteve publicamente operando como o Batman por 12 anos na Terra-1, assim como o Superman, apesar de fazer-se entender que Wayne esteve operando por mais tempo.
      • Em Raio Negro, Jefferson Pierce atuou como um vigilante de 1998 até sua aposentadoria em 2009,[46] retornado para suas atividades em 2018.
  • De acordo com James e Kara, Clark já trabalhou ao lado de um vigilante mascarado com "milhões de tralhas [e], muitas paranoias". Isto é uma possível referência ao Batman, um super-herói vigilante conhecido por auxiliar o Superman em alguma de suas missões.[14]
  • Como mencionado em "Midvale", o Superman usou uma cueca vermelha por cima de sua roupa até 2007. Isto é uma referência ao seu traje clássico dos quadrinhos.
    • Isso também é uma referência a Smallville, onde, em seu episódio final, mostrou Clark usando uma cueca vermelha sobre seu traje de Superman. Apesar disto, nos quadrinhos, que continua a história da série depois que ela foi encerrada, Clark removeu essa peça de seu traje.
  • É insinuado que, em algum momento do futuro, Clark já enfrentou Eobard Thawne/Flash Reverso. No episódio "Surge o Flash", ele diz que Tony Woodward é um "Homem de Aço", um termo geralmente associado ao Superman. Em "Crise na Terra-X, Parte 3", Eobard menciona explicitamente para Kara que ele já lutou contra Clark.
  • Sendo conhecido por grande parte das pessoas como "Clark", as únicas pessoas a chamá-lo por seu nome Kryptoniano, "Kal", são Kara e sua tia, Alura.

Por de trás das cenas

  • Na DC Comics, Kal-El é o super-herói conhecido como Superman, um dos maiores heróis do planeta Terra e um dos grandes símbolos da companhia. Criado por Jerry Siegel e Joe Shuster, Kal-El apareceu pela primeira vez em Action Comics #1 (Junho de 1938), onde inicialmente foi chamado de Kal-L. Seu universo nativo no Arrowverso, a Terra-38, é uma homenagem para o ano em que o personagem foi criado.
  • Supergirl marca a terceira aparição live-action televisiva do personagem. Ele apareceu anteriormente em Adventures of Superman, I Love Lucy, Superboy/As Aventuras do Superboy, It's A Bird, It's A Plane, It's Superman, Lois & Clark: As Novas Aventuras do Superman e Smallville.
  • Até sua primeira aparição física na segunda temporada, apesar de ser fisicamente visto apenas 5 vezes durante a primeira temporada, Clark foi mencionado em todos os episódios até agora. Adicionalmente, Kara conversou online com ele quatro vezes, sugerindo que, mesmo com Kara escondendo seus poderes por 12 anos antes do início da série, eles ainda mantinham contato um com o outro.
    • As aparições do Superman durante a primeira temporada de Supergirl foram criados por CGI e dublês de corpos junto com posições de câmeras para esconder seu rosto, já que nenhum ator havia sido escolhido para interpretá-lo.

Referências

  1. 1,0 1,1 1,2 1,3 1,4 1,5 1,6 1,7 1,8 "Piloto"
  2. 2,00 2,01 2,02 2,03 2,04 2,05 2,06 2,07 2,08 2,09 2,10 "As Aventuras da Supergirl"
  3. 3,0 3,1 3,2 3,3 "Túnel do Tempo, Parte 1"
  4. 4,0 4,1 4,2 "Midvale"
  5. 5,0 5,1 5,2 5,3 "Mais Fortes Juntos"
  6. 6,0 6,1 6,2 6,3 "Solidão"
  7. "Os Fiéis"
  8. 8,0 8,1 8,2 8,3 "Lutar ou Fugir"
  9. 9,0 9,1 Supergirl: The Secret Files of Kara Danvers
  10. 10,0 10,1 10,2 10,3 "Mesmo Assim, Ela Persistiu"
  11. The Flash: Supergirl's Sacrifice
  12. "Stand and Deliver"
  13. "Combate á Fúria"
  14. 14,0 14,1 14,2 14,3 14,4 "O Lugar Mais Sombrio"
  15. "Cidade de Crianças Perdidas"
  16. "Túnel do Tempo, Parte 2"
  17. "Luthors"
  18. 18,0 18,1 "Humana por um Dia"
  19. "Caçador de Homens"
  20. "O Sangue nos Conecta"
  21. 21,0 21,1 21,2 "Miríade"
  22. "Melhores Anjos"
  23. "Ó Irmão, Por Onde Andas?"
  24. 24,0 24,1 "Os Últimos Filhos de Krypton"
  25. 25,0 25,1 25,2 "Resista"
  26. "Pelo Bem"
  27. "Batalhas Perdidas e Vencidas"
  28. "Aliens Americanos"
  29. 29,0 29,1 29,2 29,3 29,4 29,5 "Túnel do Tempo, Parte 3"
  30. 30,0 30,1 "Crise nas Infinitas Terras: Parte Um"
  31. 31,0 31,1 31,2 "Crise nas Infinitas Terras: Parte Dois"
  32. "Crise nas Infinitas Terras: Parte Três"
  33. 33,0 33,1 33,2 33,3 "Crise nas Infinitas Terras: Parte Cinco"
  34. 34,0 34,1 34,2 34,3 34,4 34,5 34,6 34,7 "Pilot"
  35. 35,0 35,1 35,2 35,3 "The Perks of Not Being a Wallflower"
  36. 36,0 36,1 "The Best of Smallville"
  37. 37,0 37,1 "Heritage"
  38. 38,0 38,1 "Haywire"
  39. "Ai, Rato!"
  40. "Surge o Flash"
  41. 41,0 41,1 "Crise na Terra-X, Parte 3"
  42. "Tá Rindo do Quê?"
  43. "Deus Lex Machina"
  44. "O Elo Perdido"
  45. "Our Backs to the Walls"
  46. "Maratona"
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.