FANDOM


"10 de Dezembro de 2019. Nessa data, você atenderá ao chamado e cometerá seu maior sacrifício. Logo, este mundo lutará pelo destino de todos os universos conhecidos."
Mar Novu alertando Barry Allen e Iris West-Allen sobre a Crise[fonte]

A Crise nas Terras Infinitas,[1] também conhecida como a Crise de Todo Mundo,[2] a Crise Mundial,[3] ou simplesmente como Crise, foi um evento apocalíptico maciço que abrangeu a destruição de toda Terra no multiverso, causada pela antimatéria do Anti-Monitor, e deixando apenas os escolhidos Paragons como os últimos sobreviventes.

Durante o evento, Oliver Queen tornou-se o Espectro e, com a ajuda dos Paragons, reformou um novo multiverso e novos universos, emergindo também a Terra-1, Terra-38 e uma Terra desconhecida (lar de Jefferson Pierce/Raio Negro) para formar a Terra-Prime. Com a derrota do Anti-Monitor, que está encolhendo por toda eternidade, uma nova equipe foi formada para lidar com futuros inimigos que possam ameaçar a humanidade.

Na linha do tempo original, a Crise ocorreu na noite de 25 de Abril de 2024, onde o Flash e o Flash Reverso voltaram para a data de 18 de Março de 2000 e criaram a linha do tempo atual, resultando na criação de um loop temporal, permitindo que a Crise ocorra em toda a linha do tempo, com exceção da linha temporal do Ponto de Ignição.

Por conta de uma alteração na linha do tempo, no qual o Time Flash destruiu a adaga de Cicada em 2019, isto fez com que a Crisse ocorresse de 10 de Dezembro de 2019 até Janeiro de 2020. Porém, a Crise em si também foi alterada, já que a luta entre o Flash e seu arqui-inimigo não ocorreu na linha do tempo atual.[4]

História

Plano de Mar Novu

Em 7980 A.C., no planeta Maltus, Mar Novu esteve testando viagem no tempo para testemunhar o nascimento do universo, mas, acidentalmente, foi parar no universo de antimatéria e revelou a existência do multiverso para sua sósia de antimatéria, Mobius. Ele descobriu que a Crise deveria ocorrer em 2024. Como preparação, ele construiu as Torres Quânticas em diversas Terras para defendê-las do ataque. Ele então começou a testar diferentes Terras do multiverso ao colocar o Livro do Destino nas mãos de algum indivíduo no universo que estivera testando, permitindo-os criar seu próprio Túnel do Tempo.[5]

Linha do tempo original

Pré-Crise

Em algum momento no século 22, um velocista chamado Eobard Thawne/Flash Reverso começou a estudar a vida de seu arqui-inimigo, Barry Allen/Flash, e, após diversas tentativas, descobriu seu nome verdadeiro, assim como seus parentes: Nora Allen, Henry Allen, Iris West-Allen e sua filha, Nora West-Allen (na qual chamava-se Dawn nesta linha temporal). Com esta informação, Eobard decidiu que a melhor forma de derrotar o Flash seria assassiná-lo quando criança. Porém, antes disto, ele queria ter um último encontro com seu arqui-inimigo.

A Crise

De algum modo, o Anti-Monitor foi libertado e a Crise se iniciou, fazendo com que Novu recrutasse os heróis para ajudá-lo a salvar o multiverso. Durante, Thawne conseguiu a ajuda dos demônios das sombras do Anti-Monitor. Em 25 de Abril de 2024, Eobard conseguiu chamar a atenção do Flash e seus aliados: Arqueiro Verde, Mulher-Gavião e o Átomo. Eles começaram a lutar nas ruas de Central City, causando a maior destruição que a cidade já viu. A luta (e possivelmente a antimatéria) fez com que os céus ficassem com a cor carmesim profunda.[6]

Em algum momento da batalha, enquanto o Arqueiro Verde gritava ao fundo, o Flash gravou uma mensagem para sua filha assisti-lo no futuro, sabendo que ele possuía pouco tempo sobrando.[7]

A batalha fez com que caminhões vazassem seu conteúdo nas ruas, causando também um apagão que espalhou-se através de 20 quarteirões da cidade. O Átomo abandonou a batalha para auxiliar o Departamento de Polícia de Central City a evacuar os prédios próximos. Os velocistas continuaram seu confronto, e os raios emitidos de seu corpo fizeram com que óleo vazasse. Cercado por fumaça, os velocistas conversaram, e depois saíram correndo e deixaram o Arqueiro Verde, Átomo e a Mulher-Gavião para trás. Ambos continuaram seu confronto através de uma avenida, desaparecendo em um clarão de luz.[6]

The Flash vs. the Reverse-Flash in the year 2000

Os velocistas se enfrentando.

Durante a explosão, o Flash Reverso viajou a 18 de Março de 2000 para matar seu inimigo como criança (como havia planejado).[8] Porém, o Flash o seguiu. Os dois se enfrentaram na casa Allen ao redor de Nora Allen. Eventualmente, o Flash do futuro provou-se ser o melhor na batalha.[9] Quando o Barry de 11 anos apareceu, Nora avisou-o para se afastar, enquanto era cercada por raios amarelos e vermelhos, podendo ver por um breve momento o rosto do Flash Reverso.[10]

Durante a luta, o Flash avistou sua versão de 2015 durante sua primeira viagem ao passado, alertando-o para não interferir. Quando o Flash Reverso avançou para matar sua versão de 11 anos, o Flash do futuro interviu e transportou sua versão jovem para 20 quarteirões de distância. Irritado, o Flash Reverso pensou em outro modo de alcançar seu objetivo: assassinar Nora e culpar Henry Allen pelo crime, na esperança de que isto iria traumatizar Barry e fazer com que Allen não se tornasse o herói que é. Thawne pegou uma faca e esfaqueou Nora no coração, fugindo do local e retornando para seu tempo na esperança de que o Flash não existisse.[11]

Pós-Crise

Artigo de Iris West-Allen

O nome de Iris escrito no artigo.

Originalmente, um jornal do Central City Citizen foi publicado, escrito por sua fundadora, Iris West-Allen,[6] matéria na qual Eobard utilizaria para observar se o futuro permanecia intacto.[12]

Após o Ponto de Ignição, Savitar matou Iris e o loop temporal continuou a existir, fazendo com que Julie Greer escrevesse o artigo que Iris originalmente escreveu.[13] Mas graças aos esforços do Time Flash, Savitar foi apagado da existência e o nome de Iris foi creditada como autora do artigo novamente.[14]

De acordo com o jornal Citizen de 2049, na qual Nora West-Allen apresentou a Barry, o Flash permanecia desaparecido 25 anos após a Crise. Roger Hayden/Pirata Psíquico disse, durante a Crise, que mundos viveram e morreram, dando a entender que a Crise foi mais do que apenas uma luta do Flash e Flash Reverso.[15]

Linha do tempo apagada

No jornal que registrou a Crise, quando o evento atingiu a Terra-1, a batalha para salvar o universo ocorreu em Central City e incluiu heróis como o Flash, Arqueiro Verde, Canário Branco, Supergirl, Batwoman e inúmeros "heróis lendários" para enfrentar o Flash Reverso à meia-noite.

Pós-Crise

Em um futuro apagado, após sua morte, Oliver Queen seria enterrado próximo a seu pai e sua meia-irmã paterna.[16]

Linha do tempo atual

Pré-Crise

Testando os heróis do multiverso

Em 2018, Novu testou a Terra-90 e, assim como diversas outras, falhou. Após isto, ele viajou à Terra-1 para testá-la ao permitir que John Deegan utilizasse o Livro do Destino.[17] Ele ficou impressionado que os heróis desta Terra foram capazes de roubar o Livro do Destino, algo que nunca ocorreu antes.[5] Ele começou a respeitar a Terra-1 ainda mais quando Oliver Queen foi confrontá-lo, em seu reino e sem nenhum traço de medo, demandando que ele alterasse os destinos de Barry Allen e Kara Danvers. Impressionado com os heróis da Terra-1, particularmente com Oliver, Novu lhe concedeu os meios para salvá-los,[18] mas em troca Oliver teria de ajudá-lo com a Crise quando o momento chegasse.[16]

Em 2019, o Time Flash, com a ajuda de Nora West-Allen, de 2049 e a manipulação de Eobard Thawne, foi capaz de destruir a adaga de Cicada. Suas ações resultou em diversas alterações na linha temporal, incluindo a mudança da Crise de 2024 a 2019.[4] Isto fez com que Novu começasse a agir imediatamente para prevenir a Crise, fazendo com que recrutasse Oliver mais cedo do que esperado. Neste meio-tempo, Novu observou o futuro e descobriu que Oliver morreria no evento.[16] Ele também destruiu o pendrive presente no Cofre do Tempo, para prevenir que o Time Flash descobrisse que a Crise ocorreria mais cedo do que esperado, optando por dizê-los pessoalmente.[19]

Novu também recuperou o cadáver de Lex Luthor,[20] ressuscitando-o para que seu intelecto fosse utilizado na Crise, mas prendendo-o em seu reino para prevenir que ele causasse algum mal.[21]

Missões de Oliver

Primeiramente, Novu enviou Oliver à Terra-2 para obter partículas de uma Estrela anã. Mesmo enfrentando problemas em sua missão, como o Arqueiro Negro querendo utilizá-la para destruir o Glades, Oliver foi capaz de cumpri-lá. Porém, por conta de sua intervenção nos eventos na linha temporal do universo, esta Terra foi destruída por uma onda de antimatéria.[22]

Desagradado, mas ainda tolerando a tendência de Oliver de deixar seus sentimentos superá-lo, Novu levou Queen, John Diggle e Laurel Lance a Hong Kong para encontrar o Dr. Robert Wong. Embora Wong tenha sido recuperado, Oliver desafiou Novu por enviá-lo a A.R.G.U.S., mas como Lyla Michaels era aliada de Novu, o Monitor simplesmente entrou em contato com ela e ela lhe deu Wong imediatamente.[23]

Não preocupado com a decisão de Oliver de desafiá-lo e destruí-lo, acreditando na falsa crença de que ele estava causando a Crise, Novu simplesmente integrou os planos de Oliver nos seus e recompensou a determinação de Oliver,[24] ele trouxe seus filhos, e Connor Hawke, de 2040 para o presente.[25] Já que Laurel não deveria ter sobrevivido a destruição da Terra-2, Novu decidiu testá-la em seguida.[24] Ele lhe ofereceu um meio de restaurar seu universo caso traísse Oliver.[26] Porém, ela recusou a oferta, no qual era o plano inicial de Novu.[27] Para recompensá-la, Novu colocou ela e Oliver em uma realidade alternativa, onde Lance poderia se despedir de Quentin Lance. Esta realidade também serviu para que Oliver soubesse que seu destino não pode ser alterado.[24]

Após ambos completarem suas tarefas, Novu levou-os a Lian Yu.[24] Seu objetivo na ilha era para criar um dispositivo. Porém, esta arma apenas respondia ao DNA de Lyla. Ao tocá-lo, ela teve uma visão e percebeu que tinha de ir.[28]

Preparando o Time Flash

Ao mesmo tempo, Novu foi ao Laboratório S.T.A.R. para informar Barry e Iris que Barry teria de se sacrificar sua vida em 10 de Dezembro de 2019.[19] Sabendo sobre sua iminente morte, Barry decidiu preparar seu time para proteger Central City sem ele.[29]

Após treinar Nevasca,[30] Barry focou-se em Cisco Ramon, que decidiu ser a melhor escolha para liderar o time após partir. De início Cisco recusou-se aceitar a morte de Barry, mas eventualmente soube como lidar com isto.[31]

Depois disso, Barry decidiu promover Ralph Dibny ao seu sucessor como protetor oficial de Central City após sua morte, o que ele fez após uma missão para obter mais informações sobre o desaparecimento de Sue Dearbon.[32]

Teste de J'onn J'onzz

Após testemunhar J'onn J'onzz lutar, mas sabendo que o Caçador era perseguido por seu passado,[21] Novu foi à Terra-38 e libertou o irmão de J'onn, Malefic, da Zona Fantasma.[20] Após múltiplos confrontos de Malefic com os Superamigos, J'onn fez as pazes com seu irmão.[33]

Novu retornou à Terra-38 após J'onn completar seu teste, dizendo-o que o Caçador estava pronto para a Crise.[21]

Erro de Harrison Nash Wells
Nash após libertar o Anti-Monitor

Nash se submetendo ao Anti-Monitor, assim iniciando a Crise.

Em 9 de Dezembro, em Central City e após ser atacado por um Irmão de Sangue,[34] Harrison Nash Wells esteve próximo ao portal que, acreditava que, o levaria até o reino do Monitor. Às 23:58, Nash esteve pronto para abrir o portal quando uma voz, semelhante a Novu, notou o desejo de Nash em saber a verdade e ofereceu-o revelar em troca de sua ajuda. A voz disse para Nash parar de tentar matá-lo e iniciar uma nova vida. Quando Nash pediu para mostrá-lo, a voz lhe disse que ele já possuía "o conhecimento" (provavelmente para resolver o código). Após solucionar o código, a pedra abriu-se e, em um clarão de luz, puxou Nash para dentro da rocha.[21][28][34][35] Porém, ao fazer isto, Nash libertou o Anti-Monitor por acidente e, assim, tornou-se o Pária.[36]

A Crise

Evacuação da Terra-38
Céus vermelhos em Lian Yu

O céu vermelho acima de Lian Yu.

A Crise chegou

O Time Flash testemunhando o início da Crise em Central City.

Quando a Crise começou em 10 de Dezembro de 2019,[34] os céus acima de Lian Yu, Central City, e possivelmente todo o planeta, começou a tornar-se vermelho. Ao comando de Mar Novu, a Precursora chegou à Lian Yu para recrutar Oliver e Mia.[28]

Após reunir os maiores heróis da Terra-1, Lyla levou-os até a Terra-38, logo após Argo City ser destruída por uma onda de antimatéria. Os heróis dos universos trabalharam juntos para evacuar a população do universo o mais rápido possível. Enquanto a batalha dos heróis contra o exército dos demônios das sombras provou-se inútil, pois mais continuaram ressurgindo, o Monitor chegou ao universo para anunciar que o confronto havia sido perdido e que eles teriam de fugir. Novu levou todos os heróis à Terra-1, mas Oliver Queen o imobilizou temporariamente com uma flecha de antimatéria, enfrentando os demônios das sombras. Mesmo sozinho, e sem flechas, Oliver enfrentou-os por tempo suficiente para permitir que 3 bilhões de habitantes da Terra-38 fossem levados à Terra-1, mas acabara sofrendo ferimentos mortais no confronto. Novu levou-o a Terra-1, onde Oliver disse suas últimas palavras para seus companheiros e filha antes de morrer, assim cumprindo a profecia do destino de Oliver na Crise,[16] porém não da mesma maneira que havia descoberto.[36] Enquanto a onda de antimatéria do Anti-Monitor continuara a avançar no multiverso, o caos massivo causou instabilidade aos Pilares da Magia, fazendo com que indivíduos mágicos como John Constantine não pudessem utilizar suas habilidades.

Encontrando os sete Paragons

Incapaz de igualar os exércitos ou o poder bruto do Anti-Monitor, Novu e a Precursora reuniram os heróis restantes no Waverider da Terra-74 como base de operações, junto com o Mick Rory desta Terra, enquanto as Lendas da Terra-1 permaneciam na linha de frente. Novu informou aos heróis sobre a existência dos sete Paragons; sete heróis especiais, onde cada um exemplificando uma característica heroica específica acima de todas as outras. Ele revelou Sara Lance como a "Paragon do Destino" e Kara Danvers como a "Paragon da Coragem", na Terra-18, Sara, Barry, Mia e Constantine levaram o corpo de Oliver ao Poço de Lázaro em uma última tentativa de ressuscitá-lo, mas a antimatéria através do multiverso não foi capaz de restaurar sua alma. Os heróis descobriram os restantes dos Paragons, com Ryan Choi sendo o "Paragon da Coragem", Barry Allen o "Paragon do Amor", Kate Kane como a "Paragon da Coragem", J'onn J'onzz como o "Paragon da Honra" e Clark Kent como o "Paragon da Coragem". Sem o conhecimento dos heróis, a Precursora esteve ligada com o Anti-Monitor e, secretamente, trabalhando para ele.

Tentando localizar a base de operações do Anti-Monitor, Cisco Ramon, Caitlin Snow, Barry, e com a ajuda de Pária, eles descobriram um local secreto nos esgotos de Central City, onde continha uma esteira, a fonte de energia da antimatéria. Barry percebeu que sua sósia da Terra-90 esteve a carregando com sua velocidade, sendo forçado a fazer isto. Após removê-lo da esteira, o Barry-90 alertou que o multiverso seria destruído por completo caso parasse de correr. Para destruir o canhão, Pária trouxe Jefferson Pierce/Raio Negro à Terra-1, para que utilizasse seus poderes para conter o processo.

Depois que foi revelado que, para parar permanentemente a onda de antimatéria, um velocista teria que correr na direção oposta da esteira e morrer no processo. Barry-90 transferiu a velocidade de Barry-1 para si mesmo e fez a ação, parando a onda e evitando o sacrifício predito de Barry-1, embora ao custo de sua própria vida. Enquanto isso, Constantine, Mia e Diggle visitam Lúcifer na Terra-666 para obter sua ajuda para entrar no Purgatório e recuperar a alma de Oliver. Antes que eles possam sair, Jim Corrigan aparece para que ele possa passar o poder do Espectro a Oliver. Oliver aceita, e a equipe de Constantine é enviada de volta a Waverider sem ele. Enquanto os heróis se reagrupam, o Anti-Monitor envia a Precursora com lavagem cerebral para matar o Monitor, para que ela possa absorver seu poder e acabar com a destruição do multiverso. Antes que os heróis restantes e a Terra-1 sejam destruídos, Pária envia os Paragons ao Ponto de Fuga para mantê-los seguros, onde testemunham Lex Luthor substituir Superman-96 por ele mesmo, usando uma página roubada do Livro do Destino.[37]

Batalha no início dos tempos

Nos meses desde que o multiverso foi destruído, os Paragons lutaram para sobreviver. Depois que Corrigan o ensina a usar o poder do Espectro, Oliver se dirige ao Ponto de Fuga para resgatar os Paragons e fortalecer os poderes de Barry. Com sua velocidade aumentada, Barry deixa Kara, Choi e Lex em Maltus, mas é atacado pelo Anti-Monitor e acaba perdendo todos os outros na Força de Aceleração. Apesar de uma esperada traição de Lex, Kara e Choi convencem Novu a não seguir seus planos. Uma vez que Barry recupera todos, eles chegam no início dos tempos, apenas para descobrir que o Anti-Monitor sempre aprenderá sobre a existência do multiverso, não importa o que aconteça, pois sempre haverá um Novu no multiverso que não pode abandonar suas ambições. Os Paragons lutam contra o Anti-Monitor e seus demônios das sombras até Oliver usar o poder do Espectro para restaurar o multiverso, com os Paragons fornecendo assistência adicional na página do Livro do Destino de Lex. Como resultado, no entanto, Oliver morre pela segunda e última vez nos braços de Barry e Sara.[38]

Novo universo e Batalha em Star City

Acordando no universo recém-recriado, os Paragons descobrem que eles são os únicos que se lembram da Crise e que a Terra-38 e a Terra de Jefferson foram fundidas com a Terra-1 em um universo composto mais tarde designado como Terra-Prime; entre outras mudanças no multiverso. Enquanto J'onn usa seus poderes para que seus aliados se recordassem, Sara tenta encontrar Oliver, embora sem sucesso. Mais tarde naquela noite, os Paragons são atacados por demônios das sombras. Ao encontrar um Nash restaurado e com remorso, ele descobre que o Anti-Monitor ainda está vivo e conspirando para renovar sua destruição do multiverso. Para detê-lo de uma vez por todas, Nash, Ray, Barry e Choi trabalham para desenvolver uma bomba capaz de encolher o Anti-Monitor por toda a eternidade, enquanto os outros heróis o distraem. Uma vez terminado, Kara o usa no Anti-Monitor e o envia para o microverso. Algum tempo depois, Barry, Kara, Sara, Kate, Clark, J'onn e Jefferson realizam um serviço memorial por Oliver antes de concordar em se unir como uma liga de heróis para proteger seu novo mundo na memória de Oliver.[39]

Mudanças feitas pela Crise

Para as alterações causadas pela Crise, veja Lista de alterações feitas pela Crise.

Participantes conhecidos


Atual linha do tempo

Pré-Crise

A lista abaixo incluí indivíduos envolvidos antes da Batalha no Início dos Tempos.


Pós-Crise

A lista abaixo incluí indivíduos envolvidos durante a Batalha em Star City.

Aparições

Flash

1ª Temporada

2ª Temporada

3ª Temporada

5ª Temporada

6ª Temporada


Arqueiro

7ª Temporada

8ª Temporada

Supergirl

4ª Temporada

5ª Temporada

Batwoman

1ª Temporada

Raio Negro

3ª Temporada

Lendas do Amanhã

5ª Temporada

Curiosidades

  • É documentado que Eobard Thawne não foi capaz de retornar ao seu futuro após matar Nora Allen, passando os próximos 15 anos no século 21. Porém, o destino do Flash do futuro, que seguiu-o de 2024, é incerto após salvar sua versão mais nova de Thawne.
    • É incerto se ele foi apagado da linha do tempo ou ainda permanece vivo, mas é conhecido que ele não retornou à 2024.
    • Uma das possibilidades é que, após salvar sua versão de 11 anos, o Flash retornou a 2024 e parou a onda de antimatéria ao correr rápido o bastante, mas morrendo no processo, como visto em uma das visões de Barry em "O Clarão de um Relâmpago" e ao Flash da Terra-90 em "Crise nas Infinitas Terras: Parte Três".
      • Isto é apoiado pelo fato que após a data da Crise ser movida a 2019, Barry não pode mais viajar no tempo para além desta data devido a onda de antimatéria,[29] enquanto, anteriormente, ele e outros velocistas podiam viajar para além de 2024. Se o Flash se sacrificou na linha do tempo original para impedir a Crise em 2024, todas as Terras podem não ter sido destruídas e, por isto, viajar para além da data da Crise era possível.
  • Os únicos indivíduos que não foram afetados pelas mudanças e na criação do novo multiverso, assim como possuem suas antigas memórias, são os Paragons (Barry Allen, Kara Danvers, J'onn J'onzz, Kate Kane, Lex Luthor e Ryan Choi) e outros seres, como Jennifer Pierce e Lena Luthor, e diversos outros órfãos de diferentes Terras que sobreviveram a destruição do antigo multiverso.

Por de trás das cenas

Referências

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.