Arrowverso Wiki
Advertisement

"Eu vou dar um jeito nisso, Grace. Todo meta vai morrer."
Orlin Dwyer[fonte]

A Cruzada dos Cicadas foi uma série de assassinatos contra meta-humanos cometidos pelos Cicadas Orlin Dwyer e Grace Gibbons, de 2049. Essa cruzada foi orquestrado por Eobard Thawne, que manipulou Nora West-Allen e a convenceu a voltar para o passado e ajudar seu pai, Barry Allen, a destruir os satélites do Esclarecimento.

Originalmente, Dwyer embarcou nessa jornada para vingar sua sobrinha que havia entrado em coma após o Esclarecimento. Uma versão de Grace de 2049 voltou no tempo para continuar os esforços de seu falecido tio, mas acabou sendo derrotada pela Equipe Flash e apagada da existência.

Antecedentes[]

Aprisionamento em 2049[]

Procurando por uma forma para derrotar o Cicada, Barry Allen e sua filha do futuro, Nora West-Allen, viajaram no tempo para coletar alguns itens necessários para seu plano. No entanto, um desses objetos acabou se quebrando, e eles precisaram voltar a 2015 para pedir ajuda de Eobard Thawne. Surpreso, Thawne perguntou o motivo, mas Barry se recusou a respondê-lo. No entanto, Nora revelou que era para derrotarem o Cicada.[1]

Adaga presa a Thawne

Eobard Thawne preso a adaga.

Em algum momento no futuro, Thawne foi capturado pelo DPCC e preso na Penitenciária Iron Heights,[2] onde seus poderes eram bloqueados pela adaga[3] do Cicada David Hersch.[4] Sabendo que o Cicada era o único inimigo que a Equipe Flash não conseguiu capturar, e se lembrando do que aprendeu em 2015, Eobard manipulou Nora para fazê-la voltar no tempo e ajudar Barry a destruir o satélite de Clifford DeVoe, fazendo com que a linha do tempo fosse alterada, criando um Cicada mais fácil para a Equipe Flash derrotar, possibilitando a destruição da adaga.[2][5]

Esclarecimento[]

Durante a noite de 22 de maio de 2018, Clifford DeVoe lançou seu satélite ao espaço para dar início ao Esclarecimento. Quando seu plano falhou, o satélite começou a cair em direção à Central City. Com a ajuda da XS, o Flash conseguiu destruir o satélite.[6]

Orlin Dwyer jurando vingança

Orlin Dwyer jurando vingança.

Assim que os destroços começaram a cair através da cidade, Orlin Dwyer tentou escapar com sua sobrinha, Grace Gibbons. No entanto, um pedaço do satélite caiu bem na frente dos dois, lançando-os para trás. Orlin percebeu que um fragmento perfurou seu peito, enquanto Grace havia perdido a consciência. Imediatamente, Dwyer a levou até o hospital. Após ambos receberem os tratamentos adequados, Orlin foi informado que Grace estava em um coma. Orlin jurou matar todos os meta-humanos pela segurança de sua sobrinha.[7]

Cruzada[]

Massacre dos meta-humanos[]

Enquanto assistia a um noticiário no quarto de Grace, Orlin descobriu que um meta-humano, Gridlock, estava destruindo a cidade.[7] Assim que o vilão foi derrotado pelo Flash, Cicada emboscou o caminhão em que o meta estava sendo transportado e matou os guardas.[8] Os dois lutaram, mas Cicada conseguiu derrotar Gridlock e matá-lo.

Flash após sua primeira luta contra Cicada

Cicada encarando o Flash após seu primeiro confronto.

Após isso, o Cicada matou Vanessa Jansen depois que ela foi derrotada pelo Flash e sua equipe, revelando sua existência aos heróis. Assim que a XS levou Jansen ao hospital, o Cicada arremessou sua adaga para o chão e absorveu os poderes do Flash, Vibro e Homem-Elástico. Os três heróis tentaram enfrentá-lo, mas não foram páreos para ele. Vibro tentou tirar a adaga do chão, mas o Cicada a usou para cortar sua mão. O Cicada derrubou o Flash no chão e se preparou para matá-lo, mas parou no último minuto quando a XS retornou e o chamou de "pai". Ele então decidiu ir embora.[9]

Perseguição ao Vibro[]

Decidindo descobrir a identidade do Cicada, a Equipe Flash contratou o detetive multiversal Harrison Sherloque Wells, que, baseando-se em "pistas", deduziu que o nome verdadeiro do vilão era David Hersch. O Flash e XS foram atrás de Hersch e o prenderam, mas foi revelado mais tarde que aquele não era o verdadeiro Cicada.

Cicada com Joe

Cicada ameaçando Joe.

Simultaneamente, Orlin investigou o Vibro e deduziu que o detetive Joe West tinha uma ligação com o vigilante após vê-los juntos em algumas fotos. À noite, o Cicada invadiu a casa do detetive para descobrir a localização do herói. Joe tentou negar seu envolvimento com o Vibro, mas o Cicada apontou que ambos haviam sido avistados juntos em cenas do crime. Cicada ameaçou matá-lo se não chamasse o Vibro, mas Joe continuou negando em fazer isso. O Cicada, então, usou sua adaga para eletrificá-lo.

O Cicada prosseguiu torturando Joe, mas o detetive continuou resistindo. Dwyer lamentou por ter que fazer aquilo com um pai de família e avançou para atacá-lo mais uma vez, mas parou quando ouviu o choro de um bebê. Ele então andou em direção de Cecile Horton, mas o Vibro apareceu por uma brecha. Antes que o portal se fechasse, Cicada agarrou o vigilante e pulou pelo portal com ele.

Os dois foram parar no meio de uma floresta. O Vibro conseguiu escapar, mas foi perseguido pelo Cicada. Por causa da adaga, ele não conseguia abrir brechas para ir mais longe. Assim que encontrou o herói distraído, Cicada arremessou sua adaga nas costas dele, esfaqueando-o. Ele chamou a adaga de volta para suas mãos e atacou Vibro. O Flash apareceu, mas teve sua velocidade absorvida pela adaga. Sem seus poderes, o Cicada atacou violentamente o velocista ao ponto de fazê-lo se ajoelhar. Ele se preparou para matá-lo, mas a XS apareceu e arremessou um raio, fazendo com que Dwyer fosse arremessado para longe.

O Vibro jogou uma bomba em Cicada, que rebateu com a adaga, fazendo com que a bomba retornasse ao herói. Antes da bomba explodir, o Cicada criou um escudo ao redor de si mesmo para se proteger da explosão. Ao ver que o Vibro havia "morrido", o Cicada foi embora.[10]

Tecnologia meta[]

Quando Spencer Young começou a usar seu celular para criar notícias que hipnotizavam as pessoas. Após a derrotarem, a Equipe Flash descobriu a existência de meta tecnologia.[11]

Cisco e Caitlin Snow analisaram o ferimento de Cisco e descobriram que a adaga do Cicada foi criada a partir do núcleo do satélite dos Laboratórios S.T.A.R.. Iris West-Allen, Nora e Sherloque foram atrás do núcleo enquanto Cecile e Ralph procuravam por um nome que poderia levá-los a identidade do Cicada. Iris, Nora e Sherloque encontraram o núcleo no fundo do oceano, e depois de fazerem pressão contra um funcionário, Cecile e Ralph conseguiram uma lista de nomes de pessoas atendidas na noite do Esclarecimento. Apesar de não encontrarem alguém com semelhança ao Cicada, eles descobriram que uma criança, Grace Gibbons, estava em coma. A Equipe Flash então acreditou que haviam encontrado a filha do vilão.

Ao mesmo tempo, Orlin esteve sofrendo de dores e visitou a Dra. Vanessa Ambres. A médica recomendou que não se esforçasse muito, pois poderia acabar morrendo. No entanto, Dwyer decidiu ignorá-la.[12]

Hackeando as câmeras do hospital onde Grace Gibbons esteve internada, a Equipe Flash descobriu a identidade do Cicada: Orlin Dwyer.[7]

Hack temporal[]

Após descobrirem a identidade do Cicada, a Equipe Flash passou a vigiá-lo. Nora recomendou que construíssem uma arma capaz de anular os poderes da adaga, mas a Equipe Flash apontou que não tinham os recursos para construí-la. Ela então sugeriu voltarem no passado para coletar os objetos necessário. Inicialmente, Barry esteve hesitante em permitir que Nora fosse com ele ao passado, mas Iris o fez mudar de ideia.

Flash confrontando o Cicada

Flash confrontando o Cicada.

Eventualmente, Barry e Nora conseguiram os itens necessários e os energizaram com a matéria escura da explosão do acelerador de partículas. Barry escondeu o objeto na parede do hospital e retornou a 2018 com Nora. Ao confrontar o Cicada, o Flash tentou convencê-lo a desistir de sua vingança pela segurança de Grace, mas ele negou. O Cicada tentou atacar o Flash com a adaga, mas a arma voou em direção do dispositivo construído pela Equipe Flash, tendo seus poderes bloqueados pelo aparelho.

Assim que Barry recuperou seus poderes, ele atacou o Cicada, enquanto o Vibro lançou a adaga para o espaço. No entanto, o Cicada conseguiu recuperar a adaga e a usou para bloquear os poderes dos heróis, se preparando para matar o Flash. Nesse instante, Caitlin conseguiu recuperar seu lado Nevasca e atacou o Cicada, que fugiu de cena.[1]

Ataque a Nora West-Allen[]


Esta seção está incompleta. Você pode ajudar a expandi-la adicionando algumas informações.

Sequestro da Equipe Flash[]


Esta seção está incompleta. Você pode ajudar a expandi-la adicionando algumas informações.

Ataque aos Laboratórios S.T.A.R.[]


Esta seção está incompleta. Você pode ajudar a expandi-la adicionando algumas informações.

Roubando a arma de espelhos[]

A Cicada II invadiu o laboratório de Thomas Snow para roubar algo. Antes de ir embora, ela o matou.[13]

Após retornar a 2019, Nora percebeu que não poderia confiar em seus pais. Ela então reuniu uma equipe de vilões, Jovens Vilões, para que ajudassem-a roubar a arma de espelhos da McCulloch Tecnologias, sabendo que aquela era a única coisa capaz de destruir a adaga. Barry e a Equipe Flash tentaram impedi-la, sem saber de seu verdadeiro plano. Depois que Nora foi traída por Joss Jackam e Brie Larvan, a Equipe Flash apareceu para ajudá-la. Barry se desculpou por ter a levado de volta para 2049, reconhecendo que havia errado. Os dois se reconciliaram e derrotaram os Jovens Vilões.

Nora, com a arma de espelhos em mãos, informou Barry e Iris sobre seu plano. Barry percebeu que Nora não havia dito nada antes pois o plano era de Thawne, e que ele não confiaria nela. Nora concordou, e disse que poderiam desistir da ideia se não quisessem seguir com ela. Para a surpresa de Nora e Iris, Barry concordou em seguir adiante. Caitlin informou a Equipe Flash que a Cicada II havia roubado os protótipos da cura. A Equipe Flash, então, percebeu que ela planejava matar os meta-humanos da cidade usando aquilo.[14]

Ataque ao DPCC[]

Caitlin explicou para a Equipe Flash que a Cicada II podia usar o crio-atomizador para matar milhares meta-humanos usando os protótipos da cura que ela roubou anteriormente. A equipe decidiu distribuir a cura para salvar os meta-humanos, e Joe sugeriu fazer isso no DPCC. Depois de alguns esforços, Joe e Cecile convenceram David Singh a seguir com o plano. À noite, a Cicada II roubou um Conversor de Túnel Quântico, agora faltando apenas um único item para construir sua bomba: um hiper-condutor.

No dia seguinte, a Equipe Flash encontrou o único hiper-condutor em Central City. O Flash foi até lá para pegar o dispositivo primeiro, mas descobriu que a Cicada II já havia roubado o aparelho. No DPCC, Joe trabalhou com os policiais para organizar a distribuição da cura enquanto Caitlin fazia mais. Nora convenceu seus pais a deixarem-a entrar na mente de Grace para encontrá-la.

Cicada ativando a bomba

Cicada ativando a bomba.

A Cicada II invadiu o DPCC e usou a adaga para absorver os poderes dos meta-humanos presentes, planejando usá-los como bateria para a bomba. Ela foi atacada pela Nevasca e o Flash, que conseguiram nocauteá-la. Nevasca criou uma barreira de gelo para que Cisco conseguisse desativar a bomba. O Homem-Elástico provocou a vilã dizendo que ela não era nada sem a adaga, mas a Cicada II não se abalou por isso. Ela então se levantou e atacou a Equipe Flash.

A Cicada II derrotou a Equipe Flash e avançou em direção de Cisco, que conseguiu desativar a bomba a tempo. O Flash se levantou e atacou a vilã, derrubando-a no chão, e recebeu a arma de espelhos. Cisco arremessou a adaga em sua direção de Barry enquanto ele disparava contra ela, mas Ralph gritou para que não fizesse aquilo.[3]

Emboscando a Cicada II[]

Ao retornarem para os Laboratórios S.T.A.R., Sherloque revelou para a equipe que a adaga do Cicada era a única coisa mantendo Thawne preso em 2049, e destruí-la iria resultar em sua liberdade. Nora se culpou por aquilo estar acontecendo, embora sua mãe lhe garantisse que estava tudo bem. Apesar das circunstâncias, Barry ainda estava decidido em destruir a adaga. Conversando com Nora, Barry disse que ela deveria seguir com a vida, mesmo tendo tomado decisões erradas no passado.

Cicada tentando escapar da armadilha

Cicada II tentando escapar da armadilha.

Após encontrar a Cicada II, Joe usou um extrapolador para enviá-la aos Laboratórios S.T.A.R., onde ficou presa em uma armadilha. Enquanto isso, Nora se conectou com a mente da Grace criança. Enquanto Nora tentava convencer a Grace criança a tomar a cura, a Cicada II tentava escapar da armadilha. Eventualmente, Nora conseguiu convencer a Grace criança a acordar e tomar a cura.

A Cicada II escapou e voltou para a cabana, imobilizando o Flash, XS e Nevasca. Sherloque informou a equipe que a cura não havia funcionado, e para salvar Grace precisariam destruir a adaga. A Cicada II se preparou para matar Nora, mas Barry conseguiu usar a arma de espelhos e atirou na adaga, que desapareceu. Logo em seguida, a Cicada II começou a ser apagada da existência.[5]

Consequências[]

Batalha em 2049[]

Imediatamente após a destruição da adaga, Thawne conseguiu escapar de Iron Heights. Ele foi então confrontado pela Equipe Flash.[5]

Crise nas Terras Infinitas[]

Por motivos desconhecidos, a destruição da adaga acabou alterando a data da Crise, que foi de 2024 para 2019.[5]

Referências[]

Advertisement