Arrowverso Wiki
Advertisement
Para os outros personagens com o mesmo primeiro nome, veja Dinah.

"Venha para a academia, a diversão nunca acaba."
—Dinah Lance para Laurel Lance[fonte]

Professora Dinah Lance é uma professora de história grega e medieval na Universidade de Central City. Ela é a mãe da falecida Laurel Lance e Sara Lance, e também a ex-esposa de Quentin Lance.

Após a aparente morte de Sara no naufrágio do Queen's Gambit, Dinah abandonou sua família. Entretanto, ela retornou à Starling City em 2013 para fazer as pazes com sua família e compartilhar sua teoria de que Sara estava viva. Quando Dinah foi sequestrada pela Liga dos Assassinos, ela descobriu que Sara estava realmente viva, para sua grande alegria.

Biografia[]

Pré-Crise[]

Vida pregressa[]

Quando jovem, Dinah conheceu Quentin Lance e se apaixonou por ele. No início de seus 20 anos, os dois decidiram se mudar para um apartamento juntos. Durante seu relacionamento, Quentin pediu Dinah em casamento inúmeras vezes, mas ela sempre recusava os pedidos pois acreditava que não era o "momento certo", alegando que não precisavam de anéis para demonstrar seu amor. Em algum momento, ela se tornou uma professora em Starling City.[1]

Eventualmente, Dinah e Quentin se casaram. Em 15 de novembro de 1985, o casal deu à luz a sua primeira filha, Dinah Laurel Lance.[2] Em 25 de dezembro de 1987, eles tiveram outra filha, Sara Lance.[3] Dinah era muito próxima de suas filhas durante sua criação, e gostava de vê-las brincar juntas.[4] Devido a sua natureza "selvagem", Dinah tinha uma ligação mais próxima com Sara.[5]

Quando Laurel começou a namorar com Oliver Queen, Dinah desenvolveu um afeto por ele, diferente de Quentin.

Em 2007, Dinah esteve corrigindo algumas provas quando Quentin sugeriu para Laurel, que iria para a faculdade de direito em breve, se tornar uma professora igual sua mãe. Dinah comentou sarcasticamente que seu trabalho era divertido.[1] Alguns dias depois, Dinah foi até o quarto de Sara e encontrou sua filha colocando algumas roupas, incluindo seu chapéu do Starling City Rockets, dentro de uma bolsa. Percebendo o que Sara iria fazer, Dinah tentou impedi-la de ir, implorando para que não machucasse o coração de Laurel. Apesar de sua insistência, Sara explicou que estava apaixonada por Oliver e iria seguir seu coração. Quando Sara foi embora, Dinah não tentou impedi-la.[6]

Perdendo Sara[]

Quando soube da aparente morte de Sara no naufrágio do Queen's Gambit, Dinah ficou horrorizada. Ela se culpava pela morte de sua filha e por não ter a impedido de entrar na embarcação. Enquanto Laurel esteve na universidade, o casamento de Dinah e Quentin começou a se deteriorar. Em uma tentativa de lidar com o luto, Quentin ficava trabalhando sem parar, ignorando os pedidos de Dinah para acompanhá-la na terapia. Eventualmente, os dois decidiram se divorciar.[7]

Dinah então se mudou para Central City, onde se tornou uma professora de história grega e medieval na Universidade de Central City.[8] Ela não manteve contato com Quentin ou Laurel pois não conseguiria encará-los por seu papel na morte de Sara. Apesar disso, Dinah sentia e acreditava (corretamente) que Sara estava viva. Ela então passando anos usando sua inteligência e contatos para encontrar algo que comprovasse sua teoria.[6]

Reconciliação com sua família[]

Dinah reencontrando Laurel

Dinah reencontrando Laurel.

Três anos depois, em fevereiro de 2013, Dinah retornou à Starling City e tentou ligar para Laurel, mas sua filha não a atendeu. Naquela noite, Dinah apareceu na porta do apartamento dela. Ela se desculpou por suas decisões no passado, e disse que Sara poderia estar viva.[9]

Na manhã seguinte, Dinah e Laurel se encontraram com Quentin no Big Belly Burger. Depois de uma conversa fiada, Dinah disse que Sara poderia estar viva. Com o encorajamento de Laurel, Dinah revelou que havias ilhas desertas ao redor de Lian Yu, onde Oliver foi encontrado, e que Sara poderia ter ido parar em uma delas. Ela também mostrou a foto de uma mulher usando o boné dos Starling Rockets, algo que Sara havia colocado em sua bolsa antes de ir para o Queen's Gambit. No entanto, Quentin se recusou a continuar ouvindo suas teorias e foi embora.[10]

No dia seguinte, Quentin foi visitar Dinah no apartamento de Laurel, mas acabaram discutindo sobre Sara e seu divórcio. Dinah o relembrou que ele havia se soterrado no trabalho, assumindo caso após caso mesmo que ela tentasse ajudá-lo. Quentin, por outro lado, apontou que, diferente dela, ele havia abandonado Laurel. Abalada, Dinah admitiu que abandonar Laurel foi o maior erro que cometeu, mas disse que foi Quentin quem a abandonou primeiro. Em seguida, ela foi embora.[7]

Algum tempo depois, Dinah se encontrou com Quentin no Departamento de Polícia de Starling City.[10]

Dinah e Quentin entraram em contato com diversos governos estrangeiros enquanto procuravam por Sara. No entanto, Laurel pediu para encontrá-los na CNRI. Lá, ela os apresentou a Jenn, a garota da foto que Dinah tinha. A mulher explicou que havia tirado aquela foto em uma vila chamada Zhengjiu. Abalada pela revelação, Dinah saiu as pressas do prédio.

Dinah falando sobre Sara

Dinah falando sobre Sara.

Dinah voltou para o apartamento de Laurel. Quentin tentou convencê-la a desistir das buscas, mas Dinah se recusou. Laurel perguntou para sua mãe como ela sabia que Sara havia levado o boné dos Starling Rockets. Antes de respondê-la, Dinah hesitou brevemente, mas resolveu dizer a verdade. Dinah revelou que sabia que Sara queria navegar com Oliver no Queen's Gambit, mas que não a impediu de ir. Ela então começou a chorar enquanto Quentin a consolava.

Naquela noite, Dinah decidiu voltar para casa. Antes de ir embora, Laurel disse que ela poderia ligar quando quisesse. Emocionada, Dinah prometeu que faria isso. As duas se abraçaram e disseram que se amavam.[6]

Reencontrando Sara[]

Um ano depois, Dinah conversou com Laurel pelo telefone sobre seu novo trabalho como assistente da promotoria.[11]

Dinah e Quentin com Sara

Dinah e Quentin com Sara.

Quando Laurel teve uma overdose, Dinah voltou para Starling City e a visitou no hospital junto de Quentin e Oliver. Naquela noite, Dinah foi sequestrada por Nyssa al Ghul, membro da Liga dos Assassinos. Mais tarde, ela foi encontrada por Quentin. Para sua surpresa e alegria, Dinah descobriu que Sara estava realmente viva, já que ela havia acompanhado seu pai para resgatá-la. Sara disse que precisava ir, apressando seus pais a irem embora. Dinah tentou impedi-la, mas Quentin a puxou para longe. Quando Nyssa tentou matar Dinah e Quentin, o Arqueiro a impediu. Quando a luta teve um fim, Dinah abraçou Sara. A família voltou para o apartamento de Laurel, mas ela não esteve muito animada pelo retorno de sua irmã. Laurel acabou discutindo com Sara, que foi embora.[1]

Para celebrar o retorno de Sara, foi feito uma festa na Mansão Queen. Moira Queen parabenizou Dinah por Sara ter voltado, dizendo que reconhecia a dor que uma mãe sentia com a perda de um filho. Na noite seguinte, a família se reuniu para um jantar no apartamento de Laurel. Quentin sugeriu que Dinah voltasse para Starling City, mas ela disse que estava contente em Central City. Ele continuou insistindo, fazendo com que Dinah revelasse que ela estava namorando com outra pessoa. Sara e Oliver parabenizaram-a pela nova relação, mas Laurel se retirou da mesa logo em seguida.[8]

Antes de ir embora, Dinah visitou Quentin no DPSC e se desculpou por não ter revelado sobre seu novo relacionamento mais cedo. Quentin também se desculpou por suas intenções no jantar. Dinah garantiu que embora não estivessem juntos, ela sempre iria se importar com ele e suas filhas.[12]

Dinah e Laurel visitam o túmulo de Sara

Dinah e Laurel visitam o túmulo de Sara.

Um ano depois, Dinah visitou sua família no Natal. Durante um almoço com Laurel, Dinah perguntou onde Sara estava. Quando sua filha não quis dizê-la, Dinah continuou a pressionando. Laurel então revelou que Sara havia morrido, para o grande abalo de Dinah, e pediu para que não falasse a Quentin. Naquela noite, Dinah e Laurel visitaram o túmulo de Sara. Laurel prometeu que iria encontrar o assassino dela a qualquer custo.[4]

Um ano depois, Dinah foi informada que Sara estava viva novamente, para sua grande alegria. Alguns dias depois, Sara foi visitá-la em Central City.[13]

Algumas semanas depois, Laurel visitou Dinah em Central City.[14]

Morte de Laurel[]

Dinah e Quentin no funeral de Laurel

Dinah e Quentin no funeral de Laurel.

Dinah retornou para Star City mais uma vez em 2014 depois que Laurel foi morta por Damien Darhk. No funeral de sua filha, Dinah disse para Quentin que Laurel iria voltar assim como Sara. No entanto, Quentin, que também torcia por isso mas Oliver o fez mudar de ideia, disse que não acreditava nisso. Durante o funeral, Oliver revelou para todos que Laurel era a Canário Negro. Essa informação chocou Dinah, que não sabia sobre isso.[15]

Crise nas Terras Infinitas[]

Durante a Crise nas Terras Infinitas, Dinah, assim como todos os seres do multiverso (com exceção dos sete Paragons), foi morta quando uma onda de antimatéria destruiu a Terra-1 em 10 de dezembro de 2019.[16] No entanto, graças aos esforços dos Paragons e do Espectro, Dinah foi ressuscitada em um novo universo um mês depois.[17]

Pós-Crise[]

Em 2021, Dinah entregou seu anel de casamento a Sara para que ela pudesse pedir Ava Sharpe em casamento.[18]

Personalidade[]


Esta seção está incompleta. Você pode ajudar a expandi-la adicionando algumas informações.

Habilidades[]

  • Intelecto: Dinah é uma pessoa muito inteligente, sendo uma conceituada professora universitária de História Grega e Medieval. Em seus esforços para encontrar sua filha, Dinah analisou e acumulou evidências de resgates em outras ilhas e procurou nas ilhas ao redor de Lian Yu, descobrindo uma possível foto de Sara em Zhengjiu.
    • Geógrafa: Dinah estudou as ilhas da costa da China ao procurar Sara, mostrando conhecimento em geografia.
    • Lingüista: Dinah é proficiente em linguística, demonstrando algum conhecimento de mandarim.
  • Instintos maternos: Dinah demonstra ter fortes instintos maternais quando se trata de suas filhas. Durante todos os seis anos em que Sara esteve “morta”, ela ainda manteve a sensação de que sua filha estava viva em algum lugar. Quando Sara realmente morreu, Dinah perdeu esses sentimentos, percebendo que Sara havia morrido sem precisar ser avisada.

Aparições[]

Arqueiro[]

1ª Temporada

2ª Temporada

3ª Temporada

4ª Temporada

6ª Temporada

8ª Temporada


Flash[]

2ª Temporada[]

Lendas do Amanhã[]

1ª Temporada[]

6ª Temporada[]

Curiosidades[]

Por de trás das câmeras[]

  • Nas histórias em quadrinhos da DC Comics, Dinah Drake-Lance foi a primeira pessoa a assumir o manto de Canário Negro. Ela foi parte da Sociedade da Justiça da América e é mãe de sua sucessora, Dinah Laurel Lance. Sua primeira aparição ocorreu em Flash Comics #86 (1947).
    • No Arrowverso, o personagem foi dividida em dois indivíduos: Dinah Lance (a mãe civil de Laurel e Sara Lance, a primeira Canário Negro e a Canário Branco, respectivamente) e Dinah Drake (a segunda Canário Negro).
  • O trabalho de Dinah como professora de história pode ser uma referência ao papel de Alex Kingston como River Song em Doctor Who.
  • Até antes da quinta temporada, Dinah havia aparecido em todas as temporadas de Arqueiro.

Referências[]

Advertisement