Arrowverso Wiki
Advertisement
Para a nova versão, veja Fortaleza da Solidão (Terra-Prime).


"O seu primo tem uma base, é uma fortaleza, eu acho, no Ártico. Não sabemos muito sobre isso, mas sabemos que é um lugar onde ele consegue se comunicar com seus ancestrais kryptonianos."
Alex Danvers para Kara Danvers[fonte]

A Fortaleza da Solidão foi o santuário de Clark Kent localizado no Ártico, que continha informações sobre o planeta Krypton e permitia que ele se comunicasse com as inteligências artificiais de seus ancestrais.

Kara Danvers começou a usar a Fortaleza depois de se tornar a Supergirl. Quando Clark e Lois Lane se mudaram temporariamente para a Cidade de Argo, a Fortaleza da Solidão se tornou o quartel-general ocasional da Supergirl.

Descrição

A Fortaleza da Solidão é um santuário escondido em algum lugar no Ártico. O lugar aparenta ser completamente construído por gelo ou cristal.

A Fortaleza é acessível apenas através de uma chave especial, construída a partir de um material condensado de uma estrela anã, que só pode ser levantada por seres com uma super-força elevada, já que tal chave possui aproximadamente 500 mil quilogramas (aproximadamente 550 toneladas).[1] Apesar disto, a fortaleza pode ser acessada através de outros meios, como teletransporte.

Dentro, o lugar abriga diversos itens que o Superman colecionou em suas aventuras, assim como estátuas de seus pais. A Fortaleza também possui um computador interativo que serve como acesso à sua base de dados.[2]

A instalação é protegida por Kelex, que reconhece Kal-El e Kara Zor-El, assim como certo amigos deles, como James Olsen e J'onn J'onzz, como amigáveis, mas possui uma programação defensiva contra estranhos como Hank Henshaw.[3]

História

Em algum momento, Clark Kent convidou sua prima, Kara Danvers, para visitar a Fortaleza da Solidão múltiplas vezes, porém Kara sempre recusava o convite com medo de que isto faria relembrá-la de Krypton.[2]

Alex Danvers mencionou para Kara que o Superman usa a Fortaleza da Solidão como uma base, onde ele também pode se comunicar com seus ancestrais kryptonianos.[4]

Kara e James na Fortaleza da Solidão.

Kara e James Olsen visitaram a Fortaleza da Solidão para procurar por informações sobre Indigo. Kelex os ajudou a procurar pelo que precisavam.[2]

Mais tarde, Kara visitou a Fortaleza para procurar por Kal-El e também para buscar informações sobre Miríade. Kelex não foi capaz de ajudar Kara, mas depois que ela mencionou que a Casa de El corria perigo, a fortaleza ativou um holograma da mãe de Kara, Alura Zor-El, que explicou a programação de Miríade a ela.[5]

O Superman e J'onn J'onzz visitaram a Fortaleza para procurar por informações de Metallo.[6]

Depois que o Projeto Cadmus capturou a Supergirl e extraiu uma amostra de seu sangue, Hank Henshaw foi enviado à Fortaleza para adquirir informações sobre "Medusa". Inicialmente, Henshaw foi considerado como um intruso, mas ele foi capaz de burlar a programação depois de usar o sangue de Kara. Ele então roubou informações a respeito do "Projeto Medusa".[3] Mais tarde, quando Kara apareceu na fortaleza para aprender mais sobre o vírus Medusa, Kelex considerou Kara como uma intrusa e a atacou, forçando a Supergirl a destruí-lo.[7]

Kara enganou o Senhor Mxyzptlk e levou-o até a Fortaleza a fim de enganá-lo com uma falsa autodestruição e fazê-lo digitar o código de aborto que por acaso era seu nome ao contrário para forçá-lo a voltar para sua dimensão.[8]

Mon-El e Kara decidiram conversar com Rhea na Fortaleza, onde tentaram pedir que ela retirasse a recompensa sobre a cabeça da Supergirl. Ela recusou-se e atacou a heroína com adagas de kryptonita, quase matando a Garota de Aço. Mon-El interrompeu e decidiu partir com sua mãe para salvar a vida de Kara.[9]

Quando Clark e Lois Lane estavam fazendo um churrasco na Fortaleza, os dois foram interrompidos pela chegada de Barry Allen, Oliver Queen e Cisco Ramon, que queriam pedir a ajuda do Superman para derrotar um farsante que se passava por ele na Terra-1. Depois que a situação se resolveu, Clark pediu Lois em casamento na Fortaleza.[10]

Nia Nal treinou seus poderes na Fortaleza com Querl Dox.[11]

Supergirl e Lena na Fortaleza da Solidão.

Kara e Lena Luthor visitaram a Fortaleza para procurar por algo que as ajudariam derrotar Rama Khan. Depois que o vilão invadiu a Fortaleza e foi derrotado pela Supergirl, Lena roubou Miríade e prendeu Kara em um gelo com kryptonita, depois de fazer as defesas da Fortaleza se voltarem contra a heroína.[12] Kara foi encontrada e salva por Alex e Brainy.[13]

Durante a Crise nas Terras Infinitas, a fortaleza foi destruída depois que uma onda de antimatéria erradicou a Terra-38 da existência.[14]

Entidades holográficas conhecidas

Visitantes


Aparições

Supergirl


Flash

2ª Temporada

Galeria

Curiosidades

  • Apesar da Fortaleza da Solidão pertencer ao Superman, parece haver informações suficientes sobre a descendência da Supergirl nos arquivos de memória holográfica
    • Isso pode ser devido ao fato de que a Fortaleza é uma base de dados completo sobre os kryptonianos, além do fato de Kara ser parte da família do Superman, já que ela é sua prima.

Por de trás das câmeras

  • Nas histórias em quadrinhos da DC Comics, a Fortaleza da Solidão foi o santuário do Superman e também sua base de operações. Ela apareceu pela primeira vez nos quadrinhos em Superman #17 (julho de 1942), sendo criado por Jerry Siegel e John Sikela.

Referências

Advertisement