Arrowverso Wiki
Advertisement

"Medo não é uma mentira. Medo aleija, aniquila o espírito. É a única arma que importa. Medo me torna mais forte que você. Ninguém está a salvo disto."
—Gayle Marsh para a Supergirl[fonte]

Gayle Marsh, apelidada de Psi pelas autoridades, é uma meta-humana criminosa com vastos poderes psíquicos. Ela tentou roubar alguns bancos de National City, mas foi impedida pela Supergirl. Algum tempo depois, Gayle se aliou a Supergirl em sua batalha contra Régia.

Biografia

Pré-Crise

Vida pregressa

Gayle Marsh nasceu e cresceu em Skokie, Illinois, onde viveu uma vida normal e pacífica. No entanto, ela acabou "surtando" um dia e começou a roubar bancos de cidades pequenas no Centro Oeste dos Estados Unidos. Ela foi apelidada de "Psi" pelas autoridades.[1]

Conhecendo a Supergirl

Gayle se mudou para National City em 2017 para continuar com sua onda de assaltos. Em um de seus roubos, ela foi confrontada pela Supergirl. Gayle tentou convidá-la para se unir a ela, mas a Supergirl recusou a oferta. Psi usou seus poderes para fazê-la reviver um de seus momentos mais traumatizantes e fugiu quando a heroína foi imobilizada. Algum tempo depois, Psi foi confrontada novamente pela Supergirl. Ela sentiu que havia outra pessoa presente e usou seus poderes para atacá-lo. Gayle imobilizou seu adversário e também a Supergirl.

Supergirl encarando Psi

Supergirl encarando Psi.

À tarde, Gayle deu início a outro assalto. Após imobilizar alguns policiais, ela atacou um trabalhador de construção para fazê-lo soltar uma bola de demolição em algumas viaturas. A Supergirl apareceu para confrontá-la novamente, desta vez com um bloqueador psiquíco. No entanto, Psi foi capaz de enfrentá-la e derrotá-la apesar do aparelho. A Supergirl retornou algum tempo depois. Gayle começou a atacá-la, mas a Supergirl não se abalou. Chocada, Gayle perguntou como ela não tinha mais medo, e a Supergirl respondeu com "mente sobre matéria". A Supergirl a nocauteou, e Gayle foi presa pelo D.O.E..[1]

Enfrentando Régia

Em janeiro de 2018, a Supergirl recrutou Gayle para uma missão no espaço. Ela foi levada para a sede do D.O.E., onde chamou a atenção de todos os presentes. Quando questionada sobre sua intenção de ajudá-la, Gayle respondeu dizendo que não queria que Régia fosse atrás dela quando conseguisse escapar. Ela, a Supergirl, Leslie Willis/Curto-Circuito e Imra Ardeen/Moça de Saturno foram para o cruzador da Legião juntas.

Gayle e Leslie se provocando

Gayle e Leslie se provocando.

Enquanto viajavam para Forte Rozz, que orbitava um sol azul que deixava a Supergirl sem seus poderes, Gayle e Leslie se provocaram. Ao chegarem, Gayle pediu para que removessem seu inibidor psíquico, argumentando dizendo que estaria indefesa se continuasse com aquilo. Apesar de hesitante, a Supergirl removeu o dispositivo. Elas entraram no Forte Rozz, mas foram atacadas por Tormock. Durante a luta, Gayle tentou atacá-la com seus poderes, mas não funcionou. Tormock atingiu a cabeça de Gayle e a derrubou. Quando Imra foi vê-la, Gayle a atacou acidentalmente.

Após capturar Tormock e voltar para a nave, a Supergirl colocou os inibidores psíquicos de volta em Gayle. Ela tentou se defender dizendo que aquilo havia sido um acidente, mas a heroína não acreditou em suas palavras. Gayle então demonstrou sua frustração dizendo que havia sido levada ao espaço "para nada". Depois que o cruzador foi tirado de órbita, a Supergirl e Leslie decidiram sair para encontrar Jindah Kol Rozz, e exigiu que Gayle ficasse na nave para ajudar Imra restabelecer a comunicação com o D.O.E..

Algum tempo depois, Gayle viu que Régia havia chegado. Ela pediu a Imra para que tirasse o inibidor psíquico e deixasse-a ajudar a Supergirl, mas Imra recusou. Gayle continuou insistindo, e eventualmente Imra mudou de ideia e removeu o inibidor. Psi encontrou Régia, logo após ferir Leslie mortalmente, e usou seus poderes para fazê-la viver seu maior medo. A kryptoniana fugiu logo em seguida. Gayle observou, em silêncio, a Supergirl conversar com Leslie antes dela morrer.

Ao retornar para a Terra, a Supergirl agradeceu Gayle por salvá-la. Psi deu suas condolências pela morte de Leslie. Alguns guardas apareceram para levá-la de volta à sua cela. Enquanto era levada, a Supergirl pediu para que levassem-a para uma cela melhor.[2]

Crise nas Terras Infinitas

Gayle, assim como todos os seres do multiverso (com exceção dos sete Paragons), morreu quando uma onda de antimatéria destruiu a Terra-38 durante a Crise nas Terras Infinitas em 10 de dezembro de 2019.[3] No entanto, graças aos esforços dos Paragons e do Espectro, Gayle foi ressuscitada um mês depois em um novo universo.[4]

Pós-Crise

A história de Gayle na Terra-Prime permaneceu o mesmo.[5]

Personalidade


Esta seção está incompleta. Você pode ajudar a expandi-la adicionando algumas informações.

Poderes e habilidades

Poderes

"Ela tem mais poder do que qualquer telepata que eu tenha encontrado."
J'onn J'onzz[fonte]
  • Fisiologia meta-humana: Através de meios desconhecidos, o DNA de Gayle foi alterado, sobrecarregando suas células para acomodar seu corpo e permiti-la usar seus poderes.
    • Telecinese: Gayle consegue mover objetos e pessoas através de sua mente, sem precisar tocá-los.
    • Psi usando seus poderes

      Gayle Marsh usando seus poderes.

      Telepatia: Como notado por J'onn J'onzz, os poderes de Gayle são muito incomuns. Embora ela não seja capaz de ler a mente das pessoas, ela consegue afetar a percepção do indivíduo e fazê-los ver seus maiores medos. Ela foi poderosa o suficiente para derrotar J'onn em um duelo psíquico.
      • Disparos psíquicos: Os poderes de Gayle a permitem lançar disparos psíquicos de sua mente.
      • Indução ao medo: Gayle usa seus poderes para fazer seu alvo reviver seu maior medo, ou o momento mais aterrorizante pelo qual passou. Isso criará ilusões na mente da vítima e incapacitá-la até que o efeito passe completamente.
      • Detecção mental: Gayle consegue sentir outros telepatas, seja na sua mente ou nas de outras pessoas.

Fraquezas

  • Vontade indomável: É possível superar os efeitos dos poderes de Gayle caso a vítima tenha uma força de vontade forte o suficiente. Se a pessoa conseguir fazer isso, ela poderá se libertar de sua influência.
  • Ferida na cabeça: Como os poderes de Gayle são psíquicos, seu cérebro é extremamente vulnerável. Se ela for atingida na cabeça, seus poderes irão ser suprimidos temporariamente.
  • Inibidores psíquicos: Se Gayle estiver usando esse dispositivo, ela não conseguirá usar seus poderes.

Aparições

Supergirl

3ª Temporada

5ª Temporada

Por de trás das câmeras

  • Nas histórias em quadrinhos da DC Comics, Gayle Marsh já foi uma aliada e inimiga da Supergirl. Sua primeira aparição ocorreu em Supergirl #1 (julho de 1982).

Referências

Advertisement