Arrowverso Wiki
Advertisement
Para outras versões da cidade, veja Gotham City (desambiguação).

Gotham City, conhecida simplesmente como Gotham e também chamada de Cidade de Gotham, é uma cidade nos Estados Unidos. Ela é o lar de grandes corporações, como as Empresas Wayne e as Empresas Hamilton, e também da vigilante Batwoman.

Gotham é conhecida por sua natureza hostil, crime, corrupção e pobreza. Apesar de ser uma grande metrópole, Gotham é considerada uma das cidades mais perigosas de todo o Estados Unidos.

História[]

Gotham City foi fundada em algum momento durante o século 19, enquanto seu departamento de polícia existe desde 1820.[1]

Bruce Wayne viveu em Gotham junto de seus pais, Thomas e Martha Wayne. No entanto, em uma noite, seus pais foram assassinados, e o jovem Bruce foi deixado como o único sobrevivente do ocorrido.[2] Algum tempo depois disso, Bruce se tornou um vigilante, apelidado pela mídia de o Batman.[1] Após anos operando como Batman, sua existência se tornou conhecida pelo público.

Por anos, Gotham foi aterrorizada pelo Coringa,[3] que tinha uma obsessão pelo Batman.[4] Outro vilão conhecido pelos Gothamitas foi o Espantalho,[1] um criminoso que usava um gás conhecido como toxina do medo.[5] Em algum momento, Gotham foi atacada por Ra's al Ghul e sua filha, Talia.[4]

Em 26 de janeiro de 2003,[2] o Coringa roubou um ônibus escolar e foi perseguido pelo Batman. Durante a perseguição, o ônibus acabou atingindo o carro onde as duas primas de Bruce, Beth e Kate Kane, assim como sua tia, Gabi Kane, estavam. Bruce tentou salvá-las, mas apesar de seus esforços, o veículo acabou caindo rio abaixo com Beth e Gabi ainda nele.[6]

Em algum momento, o Batman começou a trabalhar com um jovem parceiro chamado "Robin". No entanto, algum tempo depois, ele acabou sendo assassinado pelo Coringa e Kiki Roulette.[7] Em 2015, Lucius Fox, que era considerado um herói pelos Gothamitas, foi assassinado por um criminoso.[8] Nesse mesmo ano, após anos de encontros brutais, Bruce matou o Coringa. Ele então foi embora da cidade.[3]

Após o desaparecimento do Batman, os crimes em Gotham começaram a crescer. Por conta disso, a cidade era raramente visitada por alguém.[2] Em 2018, a cidade começou a sofrer ataques terroristas causados pela gangue do País das Maravilhas, liderados pela criminosa psicopata "Alice". No memso ano, Kate Kane decidiu assumir o legado de seu primo e se tornou a nova vigilante de Gotham City, Batwoman.[1] Com o passar do tempo, ela passou a ser adorada pelos Gothamitas, assim como o Batman uma vez foi.[2]

Em 2020, as atividades ilegais da A.S.A. em Freeland foram expostas pelo Raio Negro e sua equipe. A comissão congressional realizou uma cerimônia em Gotham para agradecer aos heróis e desfazer a organização.[9]

Eventualmente, a Bat Equipe expôs o verdadeiro assassino de Lucius Fox; Miguel Robles, um antigo policial do DPGC e membro dos Corvos que foi contratado por Tommy Elliot para roubar seu diário. Com essa informação divulgada, a Segurança Corvos começou a se reorganizar.[3] Em 2020, Alice, que esteve presa no Asilo Arkham, e Tommy causaram uma fuga em massa da prisão como parte de sua vingança contra a Batwoman.[4] O Comandante Jacob Kane culpou a Batwoman pelo ocorrido e declarou uma guerra contra a vigilante.[10]

Em algum momento, Kristen Kramer visitou Gotham City em múltiplas ocasiões.[11]

Depois que o jato de Kate explodiu, ela acabou desaparecendo. Ryan Wilder encontrou o Bat-Traje e decidiu usá-lo para matar Alice, mas acabou devolvendo-o para Luke Fox e Mary Hamilton por acreditar que não era digna de usá-lo.[12]

Protesto a favor da Batwoman

Protesto a favor da Batwoman.

Em 31 de janeiro de 2020,[13] os habitantes de Gotham notaram a ausência da Batwoman e culparam os Corvos por isso. As pessoas se reuniram no Gotham Plaza, protestando contra a organização e exigindo o retorno da vigilante. Alice planejou atacar o protesto usando morcegos infectados, mas Ryan vestiu o bat-traje e resolveu a situação. Após isso, Mary e Luke concordaram em deixar Ryan se tornar a nova Batwoman até o retorno de Kate.[14]

Alguns meses depois, o Máscara Negra e a Sociedade de Rostos Falsos causaram um apagão em Gotham. Ryan, com a ajuda da Bat Equipe, conseguiu impedi-los de causar o caos e restaurar a paz na cidade.[15]

Em 2021, Ryan e a Bat Equipe começaram a procurar pelos troféus perdidos do Batman.[16] Quando Renee Montoya enganou a Bat Equipe e libertou Pamela Isley,[17] a Hera Venenosa planejou inundar Gotham destruindo a represa da cidade. No entanto, seus planos foram interrompidos por Ryan. Após isso, Renee fugiu com Pamela para Coryana.[18]

Marquis Jet planejou destruir Gotham usando antigas bombas do Coringa, mas Ryan conseguiu usar a antiga campainha elétrica do vilão para restaurar a humanidade de seu meio-irmão.[19]

Visão geral[]

Empresas[]

  • Empresas Wayne: Administrada anteriormente por Bruce Wayne, as Empresas Wayne é a corporação principal de Gotham City e uma das empresas mais bilionárias do planeta. Depois que Bruce saiu de Gotham em 2015, sua prima, Kate Kane, se tornou a CEO interina da corporação.[1] Quando Kate decidiu procurar Bruce, ela entregou as Empresas Wayne para Ryan Wilder.[15]
  • Empresas Hamilton: Uma empresa produtora de arma e a antiga financiadora da Segurança Corvos, administrada anteriormente pela falecida Catherine Hamilton-Kane.[1] Após sua morte, Mary Hamilton se tornou a nova CEO.[20]
  • Hewitt e Associados: Um escritório de advocacia.[1]

Crime e vigilantismo[]

Batman

Batman, o vigilante original de Gotham City.

Gotham City é conhecida por sua grande taxa de crime. Muitos apontam que o surgimento do Batman criou uma onda de criminosos "loucos e fantasiados" que aterrorizaram a cidade por anos, como o Coringa. Apesar das evidências de sua existência, o Batman ainda era considerado uma "lenda" por muitas pessoas.[3] O Batman também trabalhava com um jovem parceiro chamado "Robin".[12]

A situação acabou piorando depois que o Batman desapareceu misteriosamente em 2015.[21] Sem o Cavaleiro das Trevas para proteger os inocentes, os criminosos, praticamente, tomaram posse da cidade, fazendo com que os Gothamitas desejassem desesperadamente por um protetor.[2][1] Três anos depois, em 2018,[21] a Batwoman surgiu como a nova defensora de Gotham City.

Pontos turísticos[]

  • Parque Bennett: Um parque público localizado na área rica de Gotham City.[20]
  • Gotham Arena: Um estádio de futebol.[10]
  • Teatro Orpheum: Um teatro histórico.[1]
  • Museu de Antiguidades de Gotham: Museu que contêm os artefatos históricos de Gotham.[22]

Educação[]

  • Universidade de Gotham: Uma universidade prestigiosa onde Mary Hamilton estudou medicina.[1]
  • Academia Point Rock: Uma escola militar. Alguns de seus melhores alunos, após se formarem, se tornaram agentes da Segurança Corvos.[8]

Saúde[]

  • Asilo Arkham: Um hospital psiquiátrico para os "criminalmente insanos", Arkham é onde os criminosos psicóticos são presos, sendo considerados muito perigosos para serem colocados em uma prisão normal.[2]
  • Clínica secreta de Mary Hamilton: Administrada por Mary Hamilton, esta é uma clínica secreta e ilegal, cujo objetivo é ajudar os habitantes de Gotham que não conseguem pagar um hospital normal.[1]
  • Hospital de Gotham: O hospital principal da cidade onde os melhores neurologistas do país trabalham.[23]

Segurança[]

  • Departamento de Polícia de Gotham City (DPGC): O DPGC é o departamento de polícia de Gotham, encarregados da segurança dos habitantes da cidade.[1]
  • Segurança Corvos: Administrada anteriormente pelo comandante Jacob Kane, a Segurança Corvos foi uma organização particular. Os Corvos assumiram a proteção dos habitantes de Gotham após o desaparecimento do Batman, apesar de seu foco ser apenas para os civis ricos.[1] A organização acabou sendo desfeita permanentemente por Jacob.[24]
  • Penitenciária Blackgate: Uma prisão localizada fora da cidade.[2]

Indivíduos conhecidos[]

Habitantes atuais[]

  • George Adler, Jr.
  • Bryan Akins
  • Akins
  • Slam Bradley
  • Calderon
  • Rhonda Chafino
  • Seul Corova
  • Mia Cortez
  • Jonathan Crane
  • Evelyn Dent
  • W. Desrochers
  • Dana Dewitt
  • Myrtis Dinker
  • Kurt Donahue
  • Vesper Fairchild
  • Steven Forbes
  • Forbes
  • Luke Fox
  • Gina
  • Mary Hamilton
  • Harvey
  • Hewitt
  • Beth Kane
  • Willow Martin
  • Miley McGinn
  • Jordan Moore
  • Sophie Moore
  • Andi Ostergaard
  • Derrick Peters (em 2011)
  • Reagan
  • Bobby Reeves
  • Elle Scantlin
  • Horten Spence
  • Susan Stevens
  • Apollo Teslow
  • Parker Torres
  • Davis Wellington
  • Whittaker
  • Wilcox
  • Ryan Wilder
  • Jada Jet
  • Marquis Jet
  • Kimberly Wright


Habitantes anteriores[]


Presos[]


Visitantes conhecidos[]


Aparições[]

Lendas do Amanhã[]

5ª Temporada[]

Batwoman[]

1ª Temporada

2ª Temporada

3ª Temporada


Raio Negro[]

3ª Temporada[]

Flash[]

6ª Temporada

7ª Temporada

8ª Temporada


Supergirl[]

6ª Temporada[]

Por de trás das câmeras[]

  • Nas histórias em quadrinhos da DC Comics, Gotham City foi o lar do herói Batman. A cidade era localizada ao Nordeste dos Estados Unidos, próximo de Metrópolis. Sua primeira aparição ocorreu em Batman #4 (dezembro de 1940).

Referências[]

Advertisement