Para outras versões do personagem, veja Harrison Wells.

"Quando eu perdi a Maya, eu queria dizer pra ela 'Escuta, a culpa foi minha', mas ela não está aqui. Foi então que assisti o meu... erro queimar o multiverso. Eu queria dizer pra todas essas as pessoas que eu sentia muito, mas elas morreram, e acabou. E isso não acabou pra você! Me escuta, você pode achar um caminho pra sair dessa. O que você precisa fazer é confiar em si mesmo."
—Nash Wells para Barry Allen[fonte]

Dr. Harrison Nash Wells foi um geologista e um caçador de mitos, e também uma versão alternativa de Harrison Wells originário de uma Terra não identificada. Nash esteve caçando por Mar Novu, acreditando que o indivíduo cósmico espalhava mentiras sobre uma crise iminente apenas para causar medo nas pessoas, com a intenção de Nash sendo parar tão chamado "reino de terror" de Novu. Ele localizou-o na Terra-1, onde encontrou um portal escondido que o levaria até sua dimensão e, inicialmente, teve um conflito com o Time Flash. Sem seu conhecimento, o Anti-Monitor havia o enganado e feito com que ele libertasse-o, amaldiçoando Nash Wells como o Pária e o forçando a testemunhar a destruição das infinitas Terras durante a Crise.

Antes de Nash ser morto por uma onda de antimatéria, ele teletransportou os Paragons ao Ponto de Fuga. Eventualmente, com a ajuda do Espectro, os Paragons lutaram contra o Anti-Monitor e foram capazes de criar um novo multiverso. Morando na Terra-Prime, J'onn J'onzz restaurou as memórias originais de Nash. Sabendo de seus erros e procurando por redenção, Nash ajudou os heróis a derrotarem o Anti-Monitor de uma vez por todas.

Depois que Cisco Ramon saiu do Time Flash para explorar seu novo universo, Nash entrou para a equipe no lugar de Ramon. Eventualmente, seu corpo foi possuído por Eobard Thawne, mas foi libertado graças a ajuda de Cisco, Cecille Horton e Barry Allen. Nash também descobriu que sua mente se tornou a casa de todas as sósias de Harrison Wells do multiverso original.

Nash se sacrificou para ativar a Força de Aceleração artificial, sendo emergido com a mesma afim de restaurar permanentemente os poderes de Barry.

Biografia

Pré-Crise

Vida pregressa

Em algum momento antes de 2019 e depois de 2012, Nash começou a viajar pelo multiverso com um único objetivo: encontrar e matar o ser cósmico Mar Novu, também conhecido como O Monitor, por acreditar que seus avisos sobre uma crise iminente são nada além de histórias falsas com intenção de espalhar o medo.[1][2][3][4] Durante suas viagens, ele tornou-se ciente e/ou conheceu o Conselho de Wells. Porém, ele os consideravam como "idiotas".[5]

Em algum momento, Nash usou um Divisor neural para prevenir que Estrelas-do-mar psíquicas invadissem a Terra-26.[6]

Em algum momento, Nash visitou um universo onde seus visitantes desenvolveram dissonância neural caso permanecessem muito tempo.[7]

Conhecendo Maya

"O prêmio é tudo."
—O lema de Nash Wells e Maya[fonte]

A foto de Nash e Maya.

Em 2012, Nash conheceu Maya na Terra-719 enquanto procurava por um diamante. Depois de mostrar a ele o verdadeiro tesouro do diamante, ela pediu seu chapéu como recompensa. Depois que Maya revelou que era órfã, Nash ofereceu-lhe um emprego para segui-lo por todo o multiverso como uma aventureira. Em algum momento, eles visitaram Corto Maltese na Terra-13.[6]

Em algum momento, Nash tirou uma foto ao lado de Maya, fotografia a qual guarda em sua pochete.[8]

Morte de Maya

Em meados 2019, Nash foi à Terra-13 com Maya, onde eles encontraram uma escotilha fora de um penhasco com uma célula de memória dentro. Depois de agarrar o tesouro com sucesso, Maya perdeu o equilíbrio e, depois de soltar o grampo de segurança, caiu para a morte. A morte dela traumatizou Nash e ele não pôde enfrentar, fazendo-o se culpar por sua morte.[6]

Rastreando o Monitor

Chegada à Terra-1

Nash Wells questionando Cisco.

Em 2019, Nash viajou à Terra-1 na procura de Eternium. Ele invadiu a McCulloch Tecnologias para procurar pelo minério, mas foi flagrado pelas câmeras de segurança. Ele não conseguiu encontrar o que procurava, e acabou saindo de mãos vazias. Nash continuou a procurar pelo eternium quando foi emboscado por Cisco Ramon e Iris West-Allen. Ele desceu por uma tirolesa e empurrou Cisco para a parede, começando a enforcar o homem enquanto ele tentava se apresentar. Nash demandou saber o porque deles estarem seguindo ele, e retirou um rubi de sua pochete, questionando-os se aquele era o motivo da perseguição. Ao detectar eternium ao redor de Iris, ele começou se aproximar. Quando Nash ficou muito próximo dela, Iris o eletrocutou. Nocauteado, Nash foi levado ao escritório do The Central City Citizen.

Eventualmente, Nash acordou no sofá em que estava deitado enquanto percebia que Iris e Cisco estavam mexendo em suas coisas. Os dois tentaram se apresentar novamente, explicando que eram amigos do Conselho de Wells, o que não deixou Nash impressionado. Ele usou seu sensor em Iris novamente, dizendo que ele havia deixado que ela o eletrocutasse, e encontrou pequenos traços de eternium nela. Nash explicou que procurava por partículas de eternium, algo que rastreou em Iris, mas percebeu que eram mais forte no esgoto da cidade. Cisco sarcasticamente questionou se "Indiana" tinha que devolver o eternium a um certo deus, mas Nash simplesmente disse a eles que não existem deuses, apenas falsos, e deduziu que Cisco e Iris não iriam ajudá-lo, e então ele decidiu partir.

Nash encontra eternium no bueiro de Central City.

Cisco tentou fazer amizade com Nash dizendo que isso sempre acontece com eles e um novo Wells: eles geralmente tiveram um começo difícil, especialmente entre ele e Cisco, mas eventualmente se unem e os Wells abraçam seu lado sensível. Então, Cisco sugeriu que ele largasse seu ato de durão e pulasse para a parte final de sua dança usual. Nash rejeitou isso e rapidamente jogou uma bomba de fumaça, desaparecendo. Após o confronto, ele voltou ao beco e localizou algumas partículas de Eternium em um bueiro.[5]

Ajudando o Time Flash

Nash se apresentando para Barry Allen.

Depois de plantar um escuta no sapato de Cisco depois que o conheceu pela primeira vez, Nash ouviu uma de suas conversas e descobriu que Barry Allen era o Flash e que a inteligência de Cisco era mais superior do que ele havia esperado. Enquanto Barry e Cisco conversavam no Laboratórios S.T.A.R. sobre como iriam salvar a vida de Ramsey Rosso, Nash chegou e se apresentou para Barry, dizendo que sabia sobre sua identidade secreta devido ao escuta. Ele disse que poderia ajudá-los a salvar Ramsey caso eles construíssem um Cripto-circuito anti-vibracional. Barry questionou o objetivo de Nash com aquilo, e ele disse que era para uma escavação térmica. Barry e Cisco desconfiaram de Nash, então decidiram conversar em particular sobre se deviam ou não confiar nele. Nash ainda estava ouvindo a conversa com o escuta e informou que ele podia ouvir tudo o que eles diziam. Depois de uma breve briga, Barry disse a Nash que eles não confiam nele, mas perguntou o que ele estava oferecendo em troca de sua ajuda. Nash disse que estava oferecendo algo que salvaria a vida de Ramsey.

Nash levou ambos para a McCulloch Tecnologias, onde ele disse que eles tinham um soro bio-regenerativo que era capaz de curar o tecido orgânico, não importando o dano. Ele explicou que tudo o que precisavam fazer era injetá-lo nas células saudáveis de Ramsey, então essas células saudáveis se replicariam e então substituiriam as células prejudiciais. Mas, eles não deveriam esperar até que a condição de Ramsey piorasse, ou então seria inútil. Barry e Cisco questionaram como a McCulloch Tecnologias desenvolveram isso, apenas para Nash revelar que eles o roubaram da invasão dos Dominadores. Enquanto Barry desabilitavam as câmeras de segurança, Cisco questionou se essa cura poderia ser usada na antimatéria, ao que Nash respondeu que obviamente seria.

Depois que Barry voltou, os três começaram sua invasão. Nash pediu a Barry que os apressasse para a cura, mas o primeiro revelou que havia amortecedores de poderes meta-humanos por toda a instalação. Quando Barry e Cisco foram presos pelos guardas de segurança, Nash usou um dispositivo que os fizeram desmaiar por um tempo. Quando eles chegaram, Barry e Nash foram investigar um barulho vindo de fora enquanto Cisco hackeava a geladeira onde a cura estava. Quando eles voltaram, a cura não estava na geladeira quando deveria estar, porque Cisco havia roubado. Com os guardas se aproximando deles, Nash usou um dispositivo para teletransportá-los para os Laboratórios S.T.A.R.. Como ele ainda estava a colaborar com Barry e Cisco, Nash exigiu que eles fizessem para ele o dispositivo que solicitou.

Nash encontra o portal para o reino de Mar Novu

Ao receber o dispositivo de Cisco, Nash sentiu que era um acabamento de baixa qualidade, acreditando que já viu outros dispositivos melhores em qualquer uma das outras Terras em que já esteve. Farto da atitude de Nash, Cisco o agarrou, ao que Nash pediu que ele nunca mais fizesse isso, e exigiu que Nash fosse embora. Antes de partir, ele se despediu de Nevasca. Ele voltou aos esgotos e conectou o circuito criptográfico em seu rastreador e o ativou. Ele projetou um holograma de Mar Novu caminhando até o fim do túnel antes de desaparecer. Nash sorriu, finalmente encontrando a entrada de seu reino, e começou sua escavação para a entrada.[9]

Preso no subterrâneo

Nash conhecendo Joe West.

Enquanto ele estava trabalhando, ele foi seguido por Joe West. Nash alegou que deixou Joe segui-lo, embora o último não acreditasse nele. Joe disse a ele que vinha observando Nash de perto desde que Barry lhe contou sobre Nash. Nash descartou suas habilidades de detetive quando gritou como avistou seu veículo da polícia no topo, o que deixou Joe impressionado. Joe então exigiu saber por que ele estava cavando buracos embaixo de Central City, mas Nash se recusou a explicar e tentou atacá-lo, apenas para acidentalmente acionar sua luva no processo e causar um desmoronamento.

Os dois se recuperaram rapidamente e Nash riu das tentativas de Joe de pedir ajuda quando o túnel de esgoto em que estavam já era uma zona morta muito antes de o muro cair. Nash então tentou tirá-los da confusão em que estavam, mas Joe assegurou-lhe que, como ele era o capitão do Departamento de Polícia de Central City, eles viriam procurá-lo se ele não aparecesse em algumas horas. Ignorando Joe, Nash tentou atirar para sair, apenas para o laser ricochetear nas rochas e atingir uma linha de gás que iniciou um incêndio por um breve período. Nash ficou furioso e acusou Joe de não lhe dizer que a frequência vibracional da Terra-1 é calibrada em nível molecular. Nash então deduziu que o fogo minou 87% do oxigênio da sala, o que os deixou com apenas 42 minutos para respirar.

Nash concordando que o Time Flash o ajudasse.

Nash continuou a trabalhar para explodi-los, mas Joe sugeriu enfaticamente que não o fizesse, porque isso poderia matá-los. Quando Joe sugeriu esperar novamente, Nash exigiu saber por que ele tinha tanta fé. Isso fez com que Joe se quebrasse e revelasse o destino de Barry de morrer em uma Crise que se aproxima, conforme dito ao Time Flash pelo Monitor, e ele tem que ser fiel para não fazer o sacrifício de Barry ser em vão. Nash ficou chocado com o fato de a equipe ter encontrado o Monitor e tentado alcançar o agora enlutado Joe para identificar se o ser que ele descreveu realmente era Mar Novu. Quando ele estava prestes a ativar sua luva, Ralph Dibny chegou para resgatar Joe e Nash. Enquanto ambos eram examinados por Nevasca no Laboratórios S.T.A.R., Ralph perguntou o que Nash estava fazendo lá, embora ele ainda se recusasse a explicar suas intenções e começou a ir embora. No entanto, depois que Joe insistiu que eles poderiam ajudá-lo se ele simplesmente lhes contasse, Nash cedeu e os instruiu a encontrá-lo nos túneis na manhã seguinte. Quando Ralph perguntou por que eles deveriam fazer isso, Nash afirmou que sabia como salvar a vida de Barry, para surpresa dos outros.[10]

Trabalhando com Allegra Garcia

Nash explicando como pode salvar a vida de Barry.

Quando a equipe chegou aos túneis na manhã seguinte, com Nash esperando lá, ele disse a eles que o que ele faz é acabar com os mitos. Iris, querendo ir direto ao ponto, exigiu que ele contasse a eles o que ele quis dizer com salvar Barry da morte. Ele alegou que o Monitor era um falso deus que espalhava medos pelo multiverso e que pretendia parar seu reinado de terror. Para fazer isso, ele disse à equipe que ele deve passar pelas paredes rochosas que ele afirmou conter uma porta de entrada para o reino de Novu. No entanto, Nash revelou logo depois que eles não tinham meios de romper as defesas do eternium que o Monitor havia colocado na parede, já que a intangibilidade de Barry não funcionava, e Ralph que recomendou usar uma britadeira na parede só faria com que o eternium desencadeasse uma explosão molecular catastrófica que poderia exterminar toda a vida na Terra-1. Ele então revelou que a única maneira de passar era iluminando a parede usando um artefato que poderia emitir raios ultravioleta para revelar o eternium e identificar quais seções ele não poderia atingir.

Mais tarde, no escritório do The Central City Citizen, Nash procurou pelo artefato que detectou anteriormente, que estava emitindo raios ultravioleta. Ele então conheceu Allegra Garcia, que o reconheceu como "Harrison Wells", mas ele a corrigiu dizendo que era Nash Wells. Ele então percebeu que o artefato que procurava era, de fato, Allegra, fazendo-o perceber que ela era uma meta-humana que podia eimtir raios ultravioleta. Nash fez um acordo com Allegra, na qual ele iria dizer tudo sobre sósias e o multiverso, e potencialmente o fim de toda vida, em troca que ela usasse seus poderes no eternium colocados pelo Monitor na parede do esgoto.

Nash trabalhando com Allegra Garcia.

Nos esgotos, enquanto conversava com Allegra sobre o multiverso e como se o público soubesse disso, haveria pânico em massa, Nash revelou que Barry Allen era o Flash, o que surpreendeu Allegra por ser ele o marido de sua chefe, ao que ela se irritou por sua chefe ter escondido esse segredo dela. Nash voltou ao assunto e falou sobre matar Novu e acabar com seu chamado reinado de terror de uma vez por todas. Quando Allegra se recusou a usar seus poderes para ajudar Nash a matar uma pessoa, ela o atacou e Nash decidiu não ir atrás dela. Nash sabia que ela voltaria porque se perderia sem ele, então esperou que ela voltasse. Quando ela finalmente o fez, ele perguntou por que ela estava tão assustada com o uso excessivo de seus poderes. No entanto, Nash decidiu teorizar a razão e deduziu que ela estava com medo de usar seus poderes e se tornar alguém que ela odeia. Allegra revelou que a pessoa era sua prima Esperanza Garcia, que tem os mesmos poderes que ela, embora os usasse para matar as pessoas. Nash a encorajou dizendo que usar seus poderes não a fazia se parecer com sua prima. Allegra teve sucesso e deu a Nash tempo suficiente para tirar uma foto de onde atacar.

Mais tarde, no escritório do The Central City Citizen, Nash deu uma bebida para Allegra, que estava cansada depois de usar seus poderes. Enquanto Nash se preparava para voltar a trabalhar na parede do reino de Novu, Allegra perguntou por que ele era tão bom com ela. Nash revelou a ela que ele era bom porque ela o lembrava de alguém. Ela questionou se era sua sósia, ao qual Nash simplesmente disse "algo assim". Nash então agradeceu a ajuda dela e começou a sair. Antes de partir, ele deu uma última olhada em Allegra descansando e sorriu para ela com ternura em seus olhos.[11]

Crise nas Terras Infinitas

Se tornando o Pária

Nash conversando com "o Monitor".

Em 9 de dezembro, Nash foi capaz de perfurar sobre a parede de eternium e se preparou para resolver o código que iria abriria a porta e o levaria até a dimensão de Novu, satisfeito que sua perseguição pelo ser cósmico através do multiverso enfim havia chegado ao fim.[12] Quando Nash estava próximo de abrir o portal, uma voz chamou por ele, acreditando que o indivíduo procurava pela verdade. Nash se afastou e deduziu que aquele era Mar Novu chamando por ele. A voz prometeu que ele iria saber de tudo caso mostrasse sua aliança por ele. Nash se recusou a barganhar com Deuses falsos, o que irritou a voz, causando um pequeno terremoto e demandando que ele se ajoelhasse perante sua presença.

Ficando frustrado com os truques, Nash exigiu ter acesso ao seu reino, mas a voz continuou a exigir sua lealdade. Nash permaneceu teimoso e disse à voz que depois de tudo que ele passou rastreando-o até a Terra-1, seus jogos mentais insignificantes não iriam detê-lo. Depois que as luzes se apagaram, Nash foi atacado por um dos "Irmãos de Sangue" do Hemoglobina. Ele conseguiu usar um aparelho que emitia um ultrassom que obrigava os infectados a irem embora. No entanto, o dispositivo parou de funcionar, fazendo com que outros infectados o atacassem.

Nash acreditando que "Novu" o salvou.

Nash estava prestes a ser infectado por eles quando o acelerador de partículas explodiu, espalhando os raios ultraviolta de Allegra, que transformaram seus adversários de volta a eles mesmos. Apesar de ter sido Allegra e o Time Flash que salvaram-o, Nash acreditou que havia sido Novu quem fez o ato de misericórdia. Às 23:58, Nash recontou sobre como viajou pelo multiverso por anos à procura do Monitor, afim de matá-lo, mas se surpreendeu quando o ser cósmico o salvou dos Irmãos de Sangue. A voz pediu para que ele se "submetesse" e começasse sua "nova vida". Ele pediu a voz para mostrá-lo, mas a voz disse que o "conhecimento está dentro de você".

Nash se submete ao Anti-Monitor e se torna o Pária.

Quando os símbolos na porta a frente de Nash começaram a brilhar, ele começou a tocá-los em uma ordem específica, fazendo com que o portal se abrisse. Uma luz brilhante e cegante saiu dela, e sugou Nash para dentro. Depois que o homem foi levado, a porta acabou se fechando.[1][2][3][4] Como consequência por ter aberto o portal, Nash acabou libertando Mobius/Anti-Monitor de seu confinamento e deu início à Crise nas Terras Infinitas. O ser cósmico fez com que Nash perdesse as memórias de sua antiga vida, transformando-o em um outro ser, um Pária, a fim de se arrepender.[13][14]

Testemunhando a morte de Oliver Queen

Pária e Novu testemunhando a morte prematura de Oliver Queen na Crise.

Pouco depois que os heróis de Novu se reuniram e lutaram para salvar a Terra-38 de uma onda de antimatéria e Oliver Queen se sacrificou para salvar bilhões de residentes da Terra-38, Pária teletransportou-se para a Flecha Caverna, onde testemunhou Oliver à beira da morte. Depois de ser reconhecido como Nash por Barry, o Pária explicou que ele costumava ser Nash, mas passou por uma transformação para se arrepender por libertar o Anti-Monitor. Depois de assistir Oliver morrer antes dos heróis reunidos, Novu revelou que a morte de Oliver não foi o fim que ele previu para ele. Pária observou que os eventos estavam acontecendo de forma diferente do que originalmente antes de proclamar que tudo que todos sabiam e tudo que existia estava condenado.[13]

Enfrentando as consequências

Pária foi enviado à Terra-D, Terra-F, Terra-N52 e Terra-76 pelo Anti-Monitor para assistir aos mundos serem consumidos pela antimatéria. Pária tentou salvar pelo menos uma pessoa desse desastre, mas todos a quem tentavam salvar acabavam sendo consumidos pela antimatéria quando esta destruía seu mundo. A angústia de Pária só cresceu mais ainda quando ele percebeu que tudo aquilo era sua culpa. Os heróis abordo da Waverider tentaram encontrar o Pária, mas encontraram apenas Outkast, sua sósia do universo antimatéria.[15]

Recrutando o Raio Negro

Pária recruta o Raio Negro.

Pária mais tarde reapareceu nos esgotos de Central City, o lugar onde recebeu sua nova personalidade e poderes, e onde também se reencontrou com a Equipe Flash. Eles questionaram o que havia acontecido, e ele explicou que foi ele quem causou a Crise ao libertar o Anti-Monitor de sua prisão. Como a Equipe Flash precisava entrar no covil do vilão, Cisco Ramon, com seus poderes de Vibro restaurados recentemente pelo Monitor, vibrou as antigas memórias de Pária para poderem entrar. Ao chegarem, eles encontraram um canhão de antimatéria sendo carregado pelo Flash da Terra-90.[14] Pária desapareceu e foi até uma Terra desconhecida, que já estava sendo destruído pela antimatéria, e resgatou o super-herói conhecido como Jefferson Pierce/Raio Negro,[16] levando-o consigo até a Terra-1. Pária convenceu Jefferson a ajudá-los a destruir o canhão de antimatéria. Em seguida, Pária foi forçado a permanecer e assistir ao sacrifício de Barry Allen da Terra-90, que abriu mão de sua vida para destruir a fonte de energia das ondas de antimatéria.[14]

Salvando os Paragons

"Eu sei o que preciso fazer."
"Pra onde você mandou eles?"
"Pra um lugar onde você não pode ir.
"
—Pária e o Anti-Monitor[fonte]

Iris West-Allen, Pária e o Superman se opondo contra o Anti-Monitor.

Depois do sacrifício do Flash da Terra-90, Pária retornou à Waverider, onde sua presença foi notada por todos. Quando eles estavam prestes a iniciar sua busca pela Precursora, a mesma se teletransportou até a nave, mas não se lembrava de onde estava. Como Pária havia sido amaldiçoado para testemunhar destruição e morte, todos começaram a suspeitar de que a Precursora estava sendo controlada pelo Anti-Monitor. Sua teoria acabou se provando verdadeira, e a mulher usou seus poderes para incapacitar os heróis. Ela então começou a enfrentar Mar Novu, que estava fraco conforme os universos eram destruídos. Antes de sua morte, Novu alertou a Pária que ele era a última esperança de salvar a todos, e que ele saberia o que fazer quando a hora chegasse. Quando uma onda de antimatéria destruiu a Terra-1 e a onda começou a se dirigir até a Waverider, Pária percebeu o que deveria fazer e usou seus poderes para teletransportar os Paragons ao Ponto de Fuga. Ele permaneceu ao lado do Superman e Iris-West Allen, se opondo contra o Anti-Monitor. Instantes depois, o Pária, assim como todos os heróis presentes na nave, foi morto pela onda de antimatéria.[14]

Pós-Crise

Em Janeiro de 2020, Nash foi encontrado nos esgotos de Central City por uma dupla de trabalhadores. Ele foi levado ao Laboratórios S.T.A.R., onde foi examinado por Caitlin Snow, que estava confusa a como Nash havia acabado naquela situação. J'onn J'onzz chegou, e depois de um breve momento, usou seus poderes para restaurar as memórias pré-Crise de Nash, fazendo-o se culpar pelo fato de que foi ele o responsável por ter iniciado a Crise. Quando sua luva detectou que a antimatéria ainda estava presente no universo e que o Anti-Monitor ainda não havia sido derrotado, ele foi à Star City para alertar o Time Arqueiro, Time Flash, as Lendas e os Paragons.

Nash, Ray Palmer e Ryan Choi encontraram um meio de derrotar o Anti-Monitor. Eles teorizaram que uma bomba encolhedora poderia reduzir seu tamanho por toda eternidade, fazendo-o encolher para sempre, já que, como o vilão era composto de antimatéria, eles não podiam simplesmente explodi-lo ou lançá-lo ao sol, como recomendado por Mick Rory. Enquanto os heróis enfrentavam o Anti-Monitor, Nash ajudou a criar o mecanismo da bomba. Quando apenas a montagem da bomba foi deixada, Nash, Ray e Ryan chamaram o Flash para montar a bomba apressadamente, que então retornou ao campo de batalha com Ray. A Supergirl jogou a bomba no Anti-Monitor, enviando-o ao microverso pela eternidade.[17]

Em algum momento depois disos, Nash descobriu que estava preso na Terra-Prime e não poderia escapar.[8]

Entrando para o Time Flash

Ainda no Laboratórios S.T.A.R., Nash se ofereceu para ajudar o Time Citizen em sua investigação contra o Buraco Negro, mas Cisco recusou-se em deixá-lo ajudar. Cisco revelou que ainda estava bravo com Nash por seu papel na Crise, e que ele foi responsável pelas mortes de diversos Wells do multiverso, até mesmo de Jesse. Apesar de sua raiva, Cisco conseguiu perdoá-lo, e ofereceu sua vaga no Time Flash enquanto ele sairia temporariamente da equipe para explorar seu novo universo. Antes de sair, Cisco havia dito que esperava que Nash encontrasse o que ele estivesse procurando. Depois que Ramon saiu, Nash olhou uma foto dele ao lado de Maya.[8]

Nash vendo Harry Wells da Terra-2.

No Dia dos Namorados, Nash foi chamado para ir ao CC Jitters por Nevasca, que agradeceu por aconselhá-la sobre como entrar em contato com Allegra. Nevasca levantou suas suspeitas sobre por que Nash está guiando Allegra tanto, citando que isso é quase "paternal". Depois que ela saiu, Nash viu o Harrison Wells da Terra-2.[18]

Enquanto estava no depósito do Laboratórios S.T.A.R., Nash encontrou Iris West-Allen da dimensão espelhada, embora não soubesse disso naquele momento, acreditando que aquela era a verdadeira Iris West. Quando ela perguntou a ele por que ele estava nos arquivos, Nash disse a ela que Cisco havia pedido a ele para fazer uma verificação de inventário. Quando Nash perguntou a "Iris" por que ela estava nos arquivos, ela disse que havia perdido o diário de Nora West-Allen. Depois que "Iris" saiu, Nash revelou que não estava verificando o inventário, mas que na verdade tinha o diário de Harrison "Harry" Wells.[19]

Possuído por Eobard Thawned

Sherloque alertando Nash sobre Thawne.

Nash começou a ser assombrado pelo fato de ter causado a morte aparente de todos os Harrison Wells anteriores que ajudaram o Time Flash. Nash começou a ver alucinações de Harry e Sherloque, provocando-o sobre como guardar segredos e seu passado. Conforme as alucinações pioravam, "Sherloque" confrontou Nash e ameaçadoramente avisou que "ele" estava chegando.[20]

Quando Cisco voltou, Nash perguntou a ele sobre as visões, mas Cisco se recusou a ajudá-lo pois estava focado em procurar por Frida Novikov. Mais tarde, ele foi possuído por Eobard Thawne, e quando Cisco foi ajudar Nash, Thawne tentou matá-lo, apenas para perceber que ele não tinha seus poderes. Eles estavam lutando e Eobard prestes a matá-lo, mas Cecile Horton conseguiu atingir Thawne com um taser.[21]

Nash possuído por Eobard Thawne.

Na mente de Harrison Nash Wells, Thawne o atormentava sobre o que aconteceu com Maya e tentava convencê-lo de que sua morte havia sido causado por ele. Cisco e Barry Allen, com a ajuda de Cecile, entraram na mente de Nash para libertá-lo da possessão. Cisco mostrou seu apoio a ele, lembrando sua dor após a morte de Cynthia enquanto Barry impedia Eobard de avançar. Depois que Nash foi libertado, ele e Cisco falaram sobre a situação e Cisco o motivou a se tornar amigo de Allegra, contando como ele se tornou amigo de Harry, mesmo que este não gostaria de ser seu amigo, embora inicialmente. Depois disso, Nash viu Harry, que disse a ele que Ramon era sábio.[6]

Ameaça de Eva McCulloch e Buraco Negro

Barry contou para Nash e Cecile que acreditava que sua esposa era uma impostora. Nash estava presente quando "Iris" foi testada por Barry com o Filtro prismático. Quando ela passou, mas Barry não, Nash e Cecile prenderam-o no pipeline.[22]

Nash ouviu Barry dizer ao Time Flash sobre o desaparecimento de Iris, Kamilla Hwang e David Singh, assim como o retorno de Eva McCulloch da Dimensão Espelhada. Quando Allegra se voluntariou para procurar pistas afim de ajudar a equipe, Nash se ofereceu para ajudá-la, mas Allegra recusou e o dispensou. Quando uma versão do Deus da Velocidade atacou ela e Barry, Nash não exitou em disparar no velocista com uma arma, o que o fez fugir. Para poder conseguir a ajuda de Hartley Sawyer para que pudessem conseguir derrotar essa versão do vilão, Nash ajudou o Time Flash a estabilizar Roderick Smith. Em seguida, Nash ouviu Barry de novo enquanto Barry fazia um discurso inspirador dizendo aos outros que eles, como uma equipe, recuperariam seus entes queridos perdidos.[23]

Com Allegra e Cecile, Nash foi ao apartamento de Caitlin Snow para ajudar ela a se preparar para a chegada de sua mãe, que iria ajudá-la em sua reabilitação do ferimento causado por sua luta contra Sunshine. Nash tentou se aproximar de Allegra mais uma vez, mas, como sempre, ela o dispensou. Cecile aconselhou-o a não deixar aquilo desmotivar ele, e que continuasse tentando.

Mais tarde, Nash compareceu a uma reunião da Equipe Flash, onde eles concordaram em proteger Joseph Carver. No departamento de polícia, onde aguardavam pela chegada da A.R.G.U.S., a equipe se encontrou com "David Singh", que ofereceu trocar Iris por Carver. Nash, cansado de Barry chegar a considerar a oferta, empurrou "David" e usou uma de suas bombas para teletransportá-los ao Laboratórios S.T.A.R.. Depois de ouvir Harry Wells expressar sua surpresa pela hesitação de Barry, Nash se lamentou em como Barry estava mudando e deixando seus atos heroicos de lado e de como Barry queria ter o matado para se livrar de Thawne. Ele relembrou Barry que Iris não iria aprovar que ele trocasse sua vida pela de outro.

A Equipe Flash se preparando para lutar contra o Buraco Negro.

Enquanto estava na McCulloch Technologies esperando o transporte de Carver, Nash deu a Allegra uma pedra vermelha e disse a ela para usá-la em uma emergência. Uma emergência veio quando o Time Flash lutou contra o time de Eva McCulloch depois que eles ultrapassaram os guardas de segurança da McCulloch Tech. A batalha não foi bem para os heróis e eles se viram cercados pelas ex-assassinas do Buraco Negro; no entanto, antes que um tiro mortal pudesse ser disparado, Eva disse a sua equipe que Carver estava morto, encerrando a batalha.

Quando Nash explicou a Allegra o que a pedra vermelha fez a Ultravioleta, a atitude dela em relação a ele começou a mudar lentamente. Quando Joe West voltou da proteção a testemunhas, Nash o abraçou alegremente.[7]

Sacrifício

Nash carregando a Força de Aceleração artificial.

Nash continuou a ajudar o Time Flash ao tentar encontrar uma fonte de energia que poderiam usar para carregar a Força de Aceleração artificial. Usando a inteligência de seus sósias, Nash percebeu que eles poderiam energizar a Força de Aceleração artificial com partículas multiversal transformadas em energia sináptica que estavam armazenadas dentro dele. Porém, ao fazer isso, Nash iria morrer, já que ele teria que ser receptor orgânico para essas partículas. Nash não queria morrer, então ele tentou encontrar outro modo de energizar a Força de Aceleração artificial. Nash então teve um plano, que envolvia usar Allegra e seus poderes para retirar tais partículas dentro dele, colocando-as na Esfera de Fusão. O plano começou a funcionar, mas Allegra não foi capaz de manter o controle sobre as partículas na esfera, e elas acabaram indo parar na mente de Barry. Eventualmente, Chester P. Runk e Allegra descobriram que Nash sabia que o plano não iria funcionar pois não envolvia um receptor orgânico. Nash revelou que ele seria o receptor, mas estava com medo de morrer.

Nash se sacrificando.

Chester criou um dispositivo que permitiria que Allegra colocasse as partículas multiversal dentro de Nash novamente. Ela foi capaz de retirá-los de Barry e colocá-las de volta a Nash. Após uma breve celebração, o Time Flash começou a pensar em um plano para impedir que um jato explodisse sobre Central City. Percebendo que estavam ficando sem tempo, Nash colocou suas mãos na esfera de fusão, que começou a absorver as partículas. Barry tentou impedi-lo, mas Nash disse que aquele era o único modo de carregar a Força de Aceleração artificial, e que já havia tomado sua decisão. Cada Wells que já teve um relacionamento próximo de Barry (como H.R., Harry e Sherloque) usaram o corpo de Nash para se despedir dele. Quando Nash foi desintegrado, Barry recuperou sua velocidade e a usou para parar o jato.[24]

Legado

Depois que Barry Allen impediu o jato, ele disse para Chester e Allegra que o sacrifício de Nash não foi em vão, e que ele usaria seus poderes para salvar Iris e o restante dos aliados do Time Flash. Allegra notou que como Nash, e todos os Harrison Wells do multiverso, foi colocado dentro da Força de Aceleração artificial, eles estariam correndo com Barry quando ele estivesse correndo.[24]

Personalidade

Harrison Nash Wells em suas roupas civis.

"Você é egoísta e não acredita em nada, nem em ninguém."
Joe West para Nash Wells[fonte]

Nash é uma pessoa agressiva, um indivíduo argumentativo sempre perdido em seu objetivo em vez de relacionamentos pessoais, ele também é um ateu convicto, não acreditando no sobrenatural, mas tendo uma mente mais científica como sua sósia da Terra-1 e Harry Wells. Ele também exibe uma personalidade muito aventureira. Como Harry no início, Nash não parece ter uma opinião muito alta de alguns de seus colegas multiversais, considerando um grupo composto por seus sósias mais inteligentes como idiotas.

No entanto, ao mesmo tempo, as intenções de Nash eram, em última análise, nobres e de parar a Crise nas Terras Infinitas, embora ele tenha se mostrado muito perdido em seu forte desejo de pará-la que ele foi incapaz de calcular a possibilidade de o Anti-Monitor manipular ele para realmente causar a crise.

Depois que Nash enfrentou a verdade de que ele causou indiretamente a morte de Maya, sua personalidade mudou. Ele se tornou menos agressivo e mais parecido com Harry Wells.

Harrison Nash Wells como Pária.

"Nash?"
"Eu já fui, não mais. Agora, sou um homem que só cumpre a sua penitência."
"Penitência pelo que?"
"Eu libertei o Anti-Monitor de sua prisão pra acabar virando... um Pária. Condenado a assistir as consequências.
"
Barry Allen, Pária e Clark Kent sobre a nova vida de Nash[fonte]
Depois de liberar o Anti-Monitor do confinamento e consequentemente se transformar em Pária, a personalidade de Nash foi completamente alterada, com a maioria de suas memórias perdidas e sentindo profunda culpa e vergonha por seu erro. Não carregando mais a personalidade arrogante e aventureira, apesar de ter sido condenado a testemunhar a Crise, Nash fez tudo que podia para salvar o multiverso, eventualmente dando sua vida para salvar os Paragons do Anti-Monitor e aceitando seu destino com dignidade e apenas provocando o Anti-Monitor de sua derrota iminente. Essa culpa continua até mesmo depois que o multiverso foi restaurado e ele ressuscitou, desculpando-se sinceramente por seus erros e reconhecendo sua responsabilidade.

Poderes e habilidades

Poderes

"Então, à primeira vista, as ondas cerebrais do Nash parecem normais. Sem anomalias ou inconsistências. Mas, quando olhamos pra elas em 3D, parece que há ondas cerebrais múltiplas bem misturadas uma com as outras."
"Quando o universo entrou em colapso com a Crise, todos os Wells devem ter sido canalizados pro único sósia sobrevivente.
"
Caitlin Snow e Barry Allen[fonte]
  • Conexão com todos os Harrison Wells: Quando o multiverso foi restaurado logo após o fim da Crise, as ondas cerebrais de todos os Harrison Wells do multiverso original foram colocados na mente de Nash (até mesmo os Wells que morreram muito tempo antes do evento, como o H.R. Wells).[24] Isso foi descoberto por Caitlin Snow depois de ver uma varredura tridimensional das ondas cerebrais de Nash. Devido a isso, Nash vê ilusões de diferentes Harrison Wells e eles lhe dão lembretes e sugestões. Porém, inicialmente, Nash acreditou que eles eram fantasmas, que estavam assombrando-o por ter sido um motivo indireto da destruição do multiverso. Depois que Nash foi possuído por Eobard Thawne, ele entendeu a razão de ver as ilusões e disse estar se acostumando com isto.[6] Desde então, ele tornou-se capaz de falar com seus inúmeros sósias de forma consciente, capaz de combinar suas respectivas inteligências e consciências para trabalharem juntos na resolução de problemas.

Poderes anteriores

Habilidades

  • Auge da condição física humana: Nash está em uma forma física considerável para um homem de sua idade; ele possui extrema agilidade, reflexos rápidos, durabilidade notável e é forte o suficiente para lutar contra os Irmãos de Sangue.[3] Nash tem durabilidade e resiliência louváveis, pois demonstrou ser capaz de recuperar a saúde plena depois de ser gravemente ferido em mais de uma ocasião.
  • Intelecto de nível genial/Tático Mestre /Detetive especialista: Nash parece ser extremamente inteligente, até mesmo descartando os membros do Conselho de Wells como "idiotas", apesar de seus membros consistirem em algumas das mentes mais brilhantes de todo o multiverso. Ele também é observador o suficiente para enganar facilmente Iris e Cisco Ramon[5] e descobrir que Joe o estava seguindo, motivo pelo qual o policial altamente inteligente o elogiaria, além de deduzir rapidamente por que Allegra não gostava de usar seus poderes meta-humanos.[5][10][11] Ele também é um tático talentoso com proficiência em planos de contingência, plantando um escuta despercebido em Cisco a fim de antecipar a possibilidade de que ele precisaria de sua ajuda mais tarde, o que lhe permitiu, mais tarde, garantir sua cooperação alavancando seu conhecimento de um cura potencial para a doença de Ramsey Rosso e ser capaz de criar planos rapidamente para entrar e escapar da McCulloch Technologies duas vezes, apesar de ser notado.[9] De seu tempo viajando por muitos universos, Nash também acumulou uma vasta quantidade de conhecimento sobre o multiverso e os doppelgängers, o suficiente para contar a Allegra em troca de sua cooperação, deixando-a impressionada com seu conhecimento.[11]
    • Mestre cientista: Um cientista excepcional, com ele afirmando ter realizado muitos milagres científicos, Nash mostrou-se familiarizado com o elemento multiversal extremamente raro chamado eternium, sabendo contornar suas defesas, além de ser capaz de deduzir rapidamente as propriedades biográficas do soro regenerativo criado pela McCulloch Technologies e calculá-lo seria capaz de curar câncer no sangue, algo que nem mesmo o brilhante cientista Cisco tinha conhecimento.[9][11][12] Ele também foi capaz de perceber rapidamente, ao falhar em explodir as rochas com um lançador de fogo, que a frequência vibracional da Terra-1 é calibrada em um nível molecular.[10] Um excelente geólogo especializado em escavação térmica, Nash mostrou ser capaz de analisar rapidamente e corretamente os resultados de suas pesquisas, como calcular perfeitamente que as partículas de Eternium que ele detectou perto de Iris West-Allen não estavam na verdade dentro dela, mas no túnel[5] além de perceber rapidamente que seu aparelho detectou Allegra Garcia com poder de emitir raios ultravioleta.[11] Suas habilidades científicas também devem contribuir para sua habilidade de viajar pelo multiverso. Mesmo como Pária, Nash reteve parte de seu conhecimento científico, pois deduziu rapidamente que Barry Allen não poderia penetrar a barreira de antimatéria que continha o Flash da Terra-90 porque era feito de matéria positiva.[14] Nash também ajudou na construção da microtecnologia usada por Ray Palmer e Ryan Choi para derrotar o Anti-Monitor.[17] Ele desenvolveu um método para estabilizar as moléculas de Roderick Smith e, embora tenha falhado, ele e Cisco usaram o som carregado do sangue do quinto Godspeed para atingir seu objetivo.[23]
    • Mestre engenheiro: Nash foi um excelente engenheiro, possuindo e usando magistralmente, dependendo da situação, dispositivos como bombas de fumaça capazes de teletransportar pessoas e um dispositivo de rastreamento na forma de uma luva capaz de rastrear os raios ultravioleta e partículas de Eternium como bem como antimatéria[5][9][11] que Nash afirma ser infalível. Embora suas habilidades na construção de máquinas não sejam iguais às da Cisco, ele parece estar confiante de que suas habilidades em outros campos da engenharia excediam as da Cisco, descrevendo-a como "inferior".[9] Mesmo como Pária, ele reteve o suficiente de seu conhecimento de engenharia para entender rapidamente as funções do canhão de antimatéria.[14] Mais tarde, Nash ajudou Ray e Ryan a construir a microbomba que foi usada para derrotar o Anti-Monitor, com ele corrigindo a tentativa de Ray de usar titânio, pois seria muito pesado e usando promécio empobrecido em seu lugar.[17]
    • Matemático especialista: Nash calculou com precisão que o fogo havia minado a maior parte do oxigênio do túnel e que ele e Joe tinham apenas 42 minutos para respirar.[10]
    • Mestre da manipulação: Nash é consideravelmente adepto da manipulação de outros para completar seus objetivos, já que foi capaz de manipular sem esforço todo o Time Flash para ajudá-lo a se opor a Mar Novu, alegando que isso salvaria a vida de Barry Allen e calmamente convenceria Allegra a ajudá-lo.[11] Contudo, o Anti-Monitor ultrapassou em muito sua capacidade de manipulação.
    • Rastreamento: Nash é um rastreador extremamente habilidoso, pois foi capaz de rastrear com sucesso as trilhas de Mar Novu por vários mundos antes de finalmente encontrar a porta de entrada para seu reino na Terra-1.[9]
  • Furtividade/Fuga: Nash pode seguir seus alvos por longos períodos sem ser notado e rapidamente desaparecer de vista, mesmo em plena luz do dia, ele também é hábil no uso de pirotecnia para criar várias explosões sutis e cortinas de fumaça para mascarar sua fuga, como visto em seu confronto com Iris e Cisco.[5]
  • Combate corpo-a-corpo: Nash é um lutador altamente treinado, capaz de imobilizar rapidamente Cisco Ramon e despachar dois guardas após tê-los atordoado com um dispositivo.[9] Ele foi capaz até mesmo de dominar um irmão de sangue com uma pá e lutar contra dezenas deles por tempo suficiente para ser salvo por Allegra.[3] Ele também conseguiu lutar contra a combatente altamente treinada e assassina Ultravioleta ao lado de Allegra.[7]
    • Atirador: Nash usou um canhão de pulso para atirar em Godspeed e conseguiu acertá-lo na primeira tentativa.[23]

Fraquezas

Fraquezas anteriores

  • Mobius: Controlado pelo Anti-Monitor, Nash foi amaldiçoado a testemunhar e aparecer durante as destruições dos universos do multiverso durante a Crise nas Terras Infinitas como uma penitência por libertar o vilão de seu aprisionamento.[14]
  • Perda de memória: Quando Nash se tornou o Pária, ele perdeu grande parte de suas memórias antes de sua transformação. Porém, Cisco foi capaz de usar seus poderes recém-restaurados para acessar as memórias de Nash.[14]
  • Táquions negativos: Quando possuído por Eobard Thawne, Nash foi exposto a uma grande quantidade de táquions negativos, o que tornava seus pensamentos negativos e, por sua vez, tornava Thawne mais forte. Quando Thawne foi expulso do corpo de Nash, ele não foi mais afetado pelos táquions negativos.

Equipamento

Pré-Crise

Equipamento anterior

  • Luva: Nash usou uma luva em seu pulso, que ele usava para vários fins.[5][10]
  • Tirolesa: Nash usou uma tirolesa presa a um gancho ao se preparar para atacar Cisco.[5]
  • Pochete: Uma sacola de equipamentos que ele usava sobre um dos ombros e uma alça que enrolava no peito.[5]
  • Rubi: Durante suas viagens pelo multiverso, Nash de alguma forma adquiriu uma pedra vermelha inestimável que dava alucinações de pesadelos horríveis a todas as suas vítimas.[5]
  • Bombas de fumaça: Nash usou diversas bombas de fumaça para conseguir escapar de algum lugar através de teletransporte.[5][9]
  • Detonador: Quando Nash e Joe ficaram presos em uma caverna, Nash tentou explodir as pedras usando seu detonador. Porém, como a Terra-1 estava vibrando em uma sequência diferente que seu universo, isto apenas resultou em um fogo e reduziu o oxigênio.[10]

Pós-Crise

  • Pochete de Harrison Nash Wells: Nash carregava uma pochete que continha diversos equipamentos, incluindo uma foto dele com Maya.[6]
  • Luva: Nash usou uma luva em seu punho que ele usa para vários meios.
  • Cripto-circuito: Depois da Crise, Nash pediu para que Cisco criasse um cripto-circuito para que ele pudesse fazer alguns testes e prevenir que alguém abrisse o portal para o nexo novamente.[8]
  • Divisor neural: Quando Nash foi possuído pelo Eobard Thawne, ele enganou Cisco e conseguiu fazê-lo colocar o divisor neural na luva de Nash. Isso causou uma pequena explosão, permitindo que Thawne conseguisse escapar.[6]
  • Tirolesa: Nash usou uma tirolesa para derrubar Ultravioleta durante uma luta contra o time de Eva McCulloch.[7]

Equipamento anterior

  • Rubi: Nash deu a Allegra Garcia uma pedra vermelha de valor inestimável que faz com que suas vítimas revivam sua pior memória. Depois de uma briga com o time de Eva McCulloch, ele deixou Allegra ficar com ele.[7]

Aparições

Flash


Batwoman

1ª Temporada

Supergirl

5ª Temporada

Arqueiro

8ª Temporada

Raio Negro

3ª Temporada

Lendas do Amanhã

5ª Temporada

Quadrinhos

Crisis on Infinite Earths Giant

Galeria

Artes conceituais

Imagens promocionais

Crise nas Infinitas Terras

Curiosidades

  • Nash Wells é a quinta versão de Harrison Wells a ser parte do Time Flash. Antes dele foram Eobard Thwne (se passando pelo Harrison Wells da Terra-1), Harry Wells da Terra-2, H.R. Wells da Terra-19, e Harrison Sherloque Wells da Terra-221.
    • Ele é a única versão de Harrison Wells a entrar para o Time Flash cujo universo de origem é desconhecido.
  • Nash é a segunda versão de Harrison Wells a ser um pai, com o primeiro sendo Harry Wells. Contudo, ele é um pai adotivo e não biológico, como Harry foi.
  • Nash possuí algumas semelhanças com Harry Wells:
    • Ambos são habilidosos com dispositivos tecnológicos.
    • Ambos ficam irritados quando alguém tenta tocar neles.
    • Ambos se gabam de sua inteligência e desprezam seus doppelgängers.
    • Ambos, acidentalmente, já um vilão que tentou destruir o multiverso se tornar mais forte. Harry concedeu os poderes de Zoom com o acelerador de partículas, e Nash ajudou o Anti-Monitor ao libertá-lo de sua prisão.
    • Ambos são pais. Harry foi o pai biológico de Jesse, enquanto Nash foi o pai adotivo de Maya.
    • Ambos viram algum parente morrer e se culparam por sua morte. Harry viu sua esposa morrer, enquanto Nash viu sua filha adotiva morrer. Essas mortes os impactaram fortemente.
  • Nash é a segunda versão de Harrison Wells cujo corpo foi roubado por Eobard Thawne, com o primeiro sendo o Harrison Wells da Terra-1.
    • No entanto, existe uma grande diferença entre os incidentes. O corpo de Nash foi roubado por Thawne por posse, enquanto o corpo de Harrison Wells da Terra-1 foi roubado por Thawne sobrescrevendo o DNA de seu corpo original que matou a versão da Terra-1 no processo.
  • Nash é a segunda versão de Harrison Wells a ser comumente chamado por seu nome do meio, com o primeiro sendo Sherloque Wells.
  • Nash é a terceira versão de Harrison Wells que já ajudou um vilão, seja não intencionalmente ou intencionalmente. Nash libertou o Anti-Monitor não intencionalmente, Harry ajudou Zoom a roubar a velocidade de Barry intencionalmente, e H.R. revelou a localização de Iris West para Savitar não intencionalmente.
  • Nash é a segunda versão de Harrison Wells a fazer um sacrifício , com o primeiro sendo H.R., que trocou de lugar com Iris e foi morto por Savitar.

Por de trás das cenas

  • Na história original de Crise nas Infinitas Terras publicada pela DC Comics, o Pária foi Kell Mossa, um cientista que negligenciou sua família enquanto buscava os segredos do universo, observando-os através de um portal que ele havia feito de antimatéria. Infelizmente, a intromissão de Pária atraiu a atenção do Anti-Monitor, que usou o portal de Pária para desencadear uma onda de antimatéria descontrolada que destruiu o universo de Pária e deu início à crise. Pária foi salvo pelo Monitor, que o colocou para trabalhar rastreando os movimentos do Anti-Monitor. Pária tinha de alguma forma se tornado vinculado ao Anti-Monitor e foi teletransportado à força entre realidades, chegando aos mundos pouco antes do Anti-Monitor vir para destruí-los.
  • Devido ao papel de Nash no crossover Crise nas Infinitas Terras, ele apareceu em mais séries do que qualquer versão anterior de Harrison Wells, tendo aparecido em todas as séries do Arrowverso, com exceção de Raio Negro, em que ele foi visto como um feixe de luz. No entanto, Raio Negro não fazia parte do Arrowverso até o evento crossover mencionado acima.

Referências

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.