Arrowverso Wiki
Advertisement
Para outros usos de "Coringa", veja Coringa (desambiguação).

"Batman trouxe à tona toda a loucura em Gotham. Se não fosse por ele, não teríamos o Coringa!"
Jacob Kane[fonte]

Jack Napier[1] (morto em 2015),[2] melhor conhecido como o Coringa, foi um criminoso psicopata de Gotham City que aterrorizou a cidade por anos. Ele também foi o responsável por múltiplos ataques, incluindo o acidente da família Kane e a morte do Robin.[3] Ele foi também considerado o arqui-inimigo do vigilante Batman.

Eventualmente, após passar anos assassinando pessoas inocentes, Batman acabou matando o Coringa. No entanto, nem todos sabiam disso e, ao invés, continuavam a acreditar que o vilão permanecia preso no Asilo Arkham.[2]

Biografia[]

Pré-Crise[]

Vida pregressa[]

Em algum momento, Jack Napier se tornou um vilão conhecido como o "Coringa".[1] Ele acabou se tornando o arqui-inimigo do Batman, o protetor de Gotham City que muitos consideravam ser uma lenda.[4]

Acidente da família Kane[]

Em 26 de janeiro de 2003,[5] o Coringa roubou um ônibus escolar que continha 34 crianças.[1]

Coringa perseguindo o carro da família Kane

Coringa perseguindo o carro da família Kane.

Enquanto dirigia pela estrada fugindo do Batman, o Coringa acabou colidindo com o carro da família Kane, deixando o veículo deles pendurado na ponte. Antes de retomar a perseguição pelo criminoso, o Batman usou seus ganchos para prender o carro dos Kane. Em seguida, o vigilante derrotou o Coringa e salvou as crianças sequestradas.[4]

Após ser preso, o Coringa foi julgado por Angus Stanton e sentenciado ao Asilo Arkham. Durante o julgamento, ele teve sua identidade verdadeira exposta.[1]

Pós-Crise[]

Atividades criminais[]

A vida criminosa do Coringa na Terra-Prime permaneceu o mesmo. Em algum momento, ele contratou uma mulher chamada Kiki Roulette para criar várias armas que tinha em mente, como uma flor ácida e sua campainha elétrica.[6]

O Coringa teve uma luta contra o Batman, onde usou sua flor ácida contra o vigilante. Após o embate, o Batman roubou a flor ácida e o manteve guardada em sua Batcaverna.[7]

Acidente da família Kane[]

Em 26 de janeiro de 2003,[5] o Coringa roubou um ônibus escolar ao atirar contra a cabeça do motorista. Uma criança, Marquis, tentou impedi-lo, mas o Coringa riu e explicou seu plano: levá-los a um parque de diversões abandonado e transformá-los em novos Coringas com uma bomba de ácido. Ele então usou sua campainha elétrica na cabeça de Marquis, que acabou enviando uma onda de choque ao seu cérebro, causando danos psicológicos no garoto.[3][8]

O Batman então começou a perseguir o Coringa, que fugiu de cena com o ônibus. Durante a fuga, o Coringa acabou colidindo com o carro da família Kane. O Batman apreendeu o Coringa e levou sua campainha elétrica para a Batcaverna.[3]

Matando o Robin[]

Com a ajuda de Kiki Roulette, o Coringa matou o Robin (parceiro de combate ao crime do Batman) usando um pé de cabra. Ele também começou a trabalhar com uma cúmplice chamada Arlequina.[3]

Em algum momento, Jack Napier invadiu a casa de um homem que tinha a pintura com a localização da ilha de Coryana. Napier o matou e usou seus intestinos para cobrir a pintura com seu "trabalho".[9]

Morte[]

"Eu quebrei o código do Batman."
"Você acha que é a única? Não é estranho o Coringa não aparecer nos últimos cinco anos? Ele não tá em Arkham.
"
Kate Kane e Luke Fox[fonte]

Em 2015, o Coringa foi morto pelo Batman. Apesar disso, muitas pessoas ainda acreditam que o vilão esteja preso no Asilo Arkham.[2]

Legado[]

O acidente de carro da família Kane inspirou Jacob Kane a criar a Segurança Corvos.[10] A morte de Napier, como descrito por Luke Fox, causou um grande impacto no Batman, que quebrou seu código moral ao matar seu arqui-inimigo. Por causa disso, o vigilante desapareceu e nunca mais retornou.[2]

Enquanto conversavam sobre vilões, Alice disse para Roman Sionis que o Coringa foi um grande vilão. Ela então usou sua flor ácida contra Roman, fazendo sua máscara negra derreter em seu rosto.[11]

Quando o Coringa eletrocutou Marquis Jet na testa com sua campainha elétrica, o jovem cresceu e se tornou um sociopata[8] que idolatrava Jack Napier por "se divertir" em sua vida.[12] Marquis então passou a usar sua oficina como esconderijo[3] e seguiu o plano do Coringa de explodir Gotham com bombas, mas foi impedido pela Batwoman.[13]

Habilidades[]

  • Atirador especialista: Napier foi preciso o suficiente para atirar na cabeça de um motorista de ônibus com sua arma[3].
  • Criação de dispositivos: Napier era proficiente no uso de vários dispositivos que ele criava para usar em suas façanhas como Coringa, incluindo uma flor falsa que pulveriza ácido e uma campainha elétrica

Equipamento[]

Equipamento anterior[]

  • Flor ácida: Em ao menos uma ocasião, Jack Napier usou uma flor contendo ácido em uma luta contra o Batman. O vigilante guardou o objeto em sua Batcaverna.[3]
  • Campainha: Jack usava este objeto quando roubou um ônibus escolar cheio de crianças.[8]
  • Arma: Jack usou uma arma para atirar contra o motorista de um ônibus escolar.[3]
  • Objetos de sua oficina: Servindo como seu esconderijo, Jack Napier mantinha alguns de seus itens que usava como Coringa em sua oficina.
    • Arma BANG!: Jack usava uma arma que disparava uma bandeira escrita "BANG!".[6]
    • Pé de cabra: Napier usou esse objeto para matar o Robin com Kiki Roulette.[6]
    • Gás do riso: Napier usava um gás que infectava suas vítimas com risadas megalomaníacas, fazendo-as rirem sem parar.[6]
    • Cartas de baralho afiadas: Napier tinha cartas de baralho afiadas.[6]
    • Arma de luva de boxe: Napier tinha uma arma de luva de boxe. Mais tarde, foi armazenado em sua oficina.[6]

Aparições[]

Batwoman[]

1ª Temporada

2ª Temporada

3ª Temporada


Por de trás das câmeras[]

  • Nas histórias em quadrinhos da DC Comics o Coringa é um louco perigoso que se veste como um palhaço e comete crimes violentos, e também é o arqui-inimigo do Batman. Sua primeira aparição ocorreu em Batman #1 (junho de 1940).
  • O nome "Jack Napier" foi usado pelo Coringa em outras mídias, muitas vezes sendo ela seu nome verdadeiro ou simplesmente um codinome, incluindo no filme Batman e em Batman: A Série Animada.
    • As pinturas de Jack Napier são uma referência ao seu vandalismo em artes no filme de 1989.
  • O Coringa roubando um ônibus escolar em "Piloto" é uma referência aos eventos do filme Batman: O Cavaleiro das Trevas, onde o personagem roubou um ônibus após assaltar um banco.

Referências[]

Advertisement