Arrowverso Wiki
Advertisement

Jacqueline Nimball é uma criminosa e antiga funcionária da Prisão de Segurança Máxima de Van Kull. Ela foi a aprendiz de Winslow Schott Sr./Homem Brinquedo que, após sua morte, tentou matar sua família como vingança. Ela acabou falhando e foi derrotada por Winn Schott.

Biografia[]

Aprendiz do Homem-Brinquedo[]

Em algum momento após começar a trabalhar na manutenção da Prisão de Segurança Máxima de Van Kull, Jacqueline conheceu Winslow Schott Sr./Homem-Brinquedo. Eles se tornaram tão próximos ao ponto de Winslow se abrir sobre sua família.

Ele também a ensinou alguns truques.[1]

Atacando Mary e Winn[]

Depois que Winslow morreu, Jacqueline decidiu se vingar de sua família por negligenciá-lo. Antes de seu enterro, ela plantou uma bomba dentro do caixão para tentar matar Winn Schott e Mary McGowan, mas acabou falhando. Mais tarde, ela tentou matar os Schotts enviando robôs à sede do D.O.E., mas fracassou novamente.

Quando Mary encontrou sua localização, Jacquline a prendeu em uma garra metálica. Ela explicou sua motivação e revelou que era aprendiz do Homem-Brinquedo. Antes que pudesse matá-la, os Superamigos apareceram para salvá-la. Jacqueline apontou uma arma para Winn, mas acabou sendo esmagada por sua própria garra metálica.[1]

Personalidade[]


Esta seção está incompleta. Você pode ajudar a expandi-la adicionando algumas informações.

Habilidades[]

  • Engenharia: Depois de ser treinada pelo próprio Homem-Brinquedo, Jacqueline se tornou uma engenheira extremamente habilidosa. Ela foi capaz de programar e controlar macacos voadores, e também construiu uma garra metálica. No entanto, suas invenções eram desleixadas e apresentavam falhas.[1]

Aparições[]

Supergirl[]

3ª Temporada[]

Por de trás das câmeras[]

  • Nas histórias em quadrinhos da DC Comics, Jack Nimball foi um criminoso que usurpou o manto de Homem-Brinquedo para tentar se tornar um vilão, mas acabou fracassando e foi morto pelo Homem-Brinquedo original. Sua primeira aparição ocorreu em Action Comics #432 (fevereiro de 1974).

Referências[]

Advertisement