Arrowverso Wiki
Advertisement

Jamillah Olsen (morta em 2020) foi uma repórter que cobriu a ocupação da A.S.A. em Freeland.

Biografia[]

Pré-Crise[]

Em 2019, Jamillah reportou a "quarentena" de Freeland e sua ocupação pela A.S.A. para a ClapBack News. Mais tarde, ela entrevistou o Reverendo Jeremiah Holt. Enquanto estava em um bar, Jamillah paquerou Anissa Pierce. Logo em seguida, as duas voltaram para seu apartamento e tiveram uma relação sexual. Após o ato, elas conversaram sobre a ex-namorada de Anissa, Grace.[1]


Esta seção está incompleta. Você pode ajudar a expandi-la adicionando algumas informações.

Depois de fazer uma reportagem ao vivo para Freeland em uma estação de rádio, Jamillah foi informada pela Pássaro Negro que eles poderiam transmitir sua mensagem para fora da cidade. Jamillah ficou animada e ofereceu seus materiais para isso.[2]

Crise nas Terras Infinitas[]

Jamillah participou de uma reunião da Resistência para discutir o motivo de ninguém ter aparecido para ajudá-los. Todos concordaram que a A.S.A. havia interceptado o sinal e alterado a matéria.

Mais tarde, Jamillah, assim como todos os seres do multiverso (com exceção dos sete Paragons), foi morta quando uma onda de antimatéria destruiu a Terra-RN durante a Crise nas Terras Infinitas em 10 de dezembro de 2019.[3] No entanto, graças aos esforços dos Paragons e do Espectro, ela foi ressuscitada em um novo universo um mês depois.[4]

Pós-Crise[]

Enquanto reportava a invasão dos markovianos em Freeland, Jamillah foi baleada e morta.[5]

Habilidades[]

  • Investigação/Jornalismo: Jamillah foi uma repórter talentosa. Mesmo sem um equipamento profissional, ela usou seu celular pessoal e um tripé para poder reportar a situação em Freeland.

Aparições[]

Raio Negro[]

4ª Temporada[]

Por de trás das câmeras[]

  • Embora Jamillah não exista nos quadrinhos da DC Comics, ela é uma homenagem a Jimmy Olsen. Ambos possuem nomes semelhantes e a mesma profissão como repórter, embora James fosse um fotojornalista.

Referências[]

Advertisement