Kelly Olsen
Kelly Olsen.png
Informação
Ocupações Pré-Crise
Psicóloga
Funcionária na Obsidiana do Norte
Pós-Crise
Psicóloga
Funcionária na Obsidiana do Norte
Membro dos Superamigos (em segredo)
Estado atual Viva
Família Marcus Olsen (pai; morto)
Sem nome (mãe)
James Olsen (irmão)
Vi (tia)
Sem nome (primo)
Sem nome (noiva; morta)
Universo de origem Terra-38 (pré-Crise)
Terra-Prime (pós-Crise)
Intérprete Azie Tesfai
Fonte
"É uma metáfora pra traumas. Se você sacudir, ela se mexe, mas ainda mantêm a sua forma. Mas se você mexer fundo demais, ela nunca vai ser a mesma."
—Kelly Olsen[fonte]

Dra. Kelly Olsen (nascida em 1983[1][2]) é uma psicóloga brilhante especializada em trauma e ex-soldado do Exército dos EUA. Kelly é a irmã de James Olsen, a noiva de uma mulher sem nome falecida, e a namorada de Alex Danvers. Depois de se mudar para National City, ela foi contratada pela Obsidiana do Norte e ajudou-os a desenvolver um sistema de realidade virtual para ajudar humanos com seus traumas.[3]

Biografia

Pré-Crise

Vida pregressa

Filha do soldado Marcus Olsen e de sua esposa sem nome, Kelly Olsen nasceu em 1983. Ela é a irmã mais velha de seu irmão mais novo, James. Quando tinha quatro anos de idade, Kelly quase morreu de sufocação depois de comer mirtilo. Por conta disso, ela descobriu que era altamente alérgica a eles.[4]

Fotos de Kelly e James quando criança.

Enquanto cresciam, Kelly e James foram muito próximos, apesar dela se preocupar constantemente com seu irmão devido aos seus atos impulsivos e sujeito ao perigo. Kelly acabou tomando conta de James durante 15 vezes nas quais ele acabou em um hospital.[5]

Quando Kelly tinha oito anos de idade, seu pai foi morto durante uma operação em 1991.[2] Antes de seu funeral começar, seu irmão lhe disse que ele estaria lá para apoia-la. Porém, Kelly não foi capaz de encontrar James, e ficou chamando seu nome enquanto procurava por ele. Sem seu conhecimento, dois garotos haviam trancado James dentro de um armário. Kelly ficou sozinha no funeral, e isso a incomodou por muitos anos, acreditando que seu irmão a teria abandonada depois de prometer que iria ajudá-la superar isso.[1]

Depois da morte de seu pai, Kelly, James e sua mãe se mudaram para a casa de sua tia Vi em Calvintown, onde passaram grande parte de sua juventude e adolescência.[6]

Em algum momento, Kelly e sua família se mudaram para Metrópolis.[7]

História de amor com sua Sargento

Quando adulta, Kelly decidiu seguir os passos de seu pai. Ela então ingressou para o Exército dos Estados Unidos.[5]

Em algum momento, Kelly foi colocada em um posto de controle nos arredores de Bashur com um oficial comandante que ela considerava "um idiota". Uma noite, um homem tentou cruzar o posto de controle com sua esposa grávida para chegar à única parteira da região, mas o policial o impediu porque ele não tinha os documentos certos. Kelly protestou furiosamente que eles precisavam deixar o casal atravessar, já que era a coisa certa a fazer, mas o homem não fez absolutamente nada. A sargento de Kelly então interveio e convenceu o oficial de que seria mais seguro para sua unidade não arriscar a esposa e o filho do homem. Neste momento, Kelly percebeu que embora não pudesse mudar as pessoas, ela ainda podia apelar para o que importava.[8]

Após isso, Kelly se apaixonou por sua Sargento e as duas começaram um relacionamento, sendo forçadas a escondê-lo dos outros soldados. Seu romance progrediu muito, e eventualmente as duas se tornaram noivas uma das outras. Infelizmente, a mulher morreu enquanto fazia uma patrulha, deixando Kelly entristecida e incapaz de superar essa perda por meses. Depois de retornar para casa, Kelly recebeu uma carta póstuma de sua noiva encorajando-a a seguir em frente, pois ela certamente encontraria outra pessoa que a fizesse sorrir. Com isso, Kelly finalmente começou a se livrar da tragédia.[9]

Algum momento depois de 2015, Kelly conheceu Kara Danvers, amiga de James, não sabendo de sua identidade como Supergirl. Durante suas conversas, Kara geralmente contava histórias sobre sua irmã adotiva, Alex Danvers, para Kelly.[5] Em 2017, Kelly serviu no Afeganistão, onde ela conheceu e se tornou amiga de Pete Andrews, um soldado designado para a mesma unidade que ela.[10]

Mais tarde, ao concluir seu serviço, Kelly se tornou uma psicóloga especializada em traumas,[5][11] embora muitos tenham sugerido que ela fosse psiquiatra enquanto crescia.[9]

Visitando National City

Kelly chega ao Hospital de National City.

Depois que seu irmão foi baleado, Kelly pegou um voo à National City para agir como a "parente mais próximo" de James, que estava hospitalizado e em coma. Ao chegar no hospital, ela pediu ao Dr. Kaplan para ver James imediatamente, mas não antes de se apresentar para Alex Danvers, a quem reconheceu como a irmã adotiva de Kara e disse que sabia sobre sua (falsa) associação com o FBI. Ela pediu pra que os amigos de James tivessem acesso a ele, dizendo que eles eram família também.

Mais tarde, Alex entrou no quarto de James e perguntou como ele estava. Kelly respondeu que ele ainda estava desacordado, mas isso era um bom sinal, já que ele estava se recuperando do ferimento. Alex então agradeceu por Kelly ter dado acesso ao quarto, o que ela disse ter sido um prazer já que ela sabia que seu irmão é do tipo que "escolhe sua própria família" Enquanto conversavam, James começou a ter uma convulsão e depois do Dr. Kaplan conseguir salvá-lo, ele informou Kelly que a única opção de seu irmão era uma cirurgia que poderia paralisá-lo. Alex levou Kelly para fora e disse que havia uma outra opção: uma droga que Lena Luthor estava criando usando o Harun-Ell e que poderia curar James completamente. Depois de saber que essa droga poderia ter um efeito colateral, Kelly disse que não confiava em Lena, já que foi a família dela quem fez coisas horríveis com seu irmão.

As duas mulheres discutiram, e Alex disse que só queria fazer o que era melhor para James, o que Kelly respondeu furiosamente que queria fazer o mesmo. Mais tarde, Alex levou gelatina para Kelly como sua "oferta de paz", o que ela aceitou e disse que não precisava se desculpar. Kelly então explicou que a gelatina serve como uma metáfora para traumas. Ao ouvir isso, Alex adivinhou que Kelly era uma psicóloga e já havia trabalhado com os militares. Elas são interrompidos pela chegada de Kara, que alegremente abraçou Kelly, e J'onn, que perguntou onde era o quarto de James.

Kelly ao lado de James.

Depois que a energia do hospital caiu (ato feito por Manchester Black), Alex contou sobre a droga experimental de Lena mais uma vez. Percebendo que Kelly não iria concordar novamente, Alex pediu para que ela não confiasse em Lena, mas sim nela. Convencida, Kelly permitiu que eles usassem o Harun-El em James. Eve Teschmacher, que estava ouvindo a conversa, tinha uma amostra do Harun-El com ela, e então Lena o colocou em James, o que salvou sua vida. Quando seu irmão acordou, ela o cumprimentou alegremente antes de passar o telefone para ele, dizendo que era sua mãe.[5]

No dia seguinte, depois que James obteve um atestado de saúde limpo pelos médicos e estava prestes a sair do hospital, Kelly o abordou e percebeu que ele ainda estava abalado (também devido aos poderes de audição aprimorados que ele ganhou com a droga), então ela insistiu que ele deveria descansar um pouco mais, porém o homem rejeitou a oferta dela afirmando que ele estava bem e deveria cobrir a história da revogação oficial do Ato de Anistia Alienígena.

Kelly visita James na CatCo.

Kelly então foi ao escritório de James na CatCo, onde levou uma lista de referências com os melhores especialistas relacionado com estresse pós-traumático. James insistiu que estava bem, mas Kelly percebeu que os monitores de sua sala estavam desligados, teorizando que era por seu medo de ver Lex Luthor novamente, já que ele tentou matá-lo oito vezes. Ela também notou que seu irmão estava irritado, nervoso e suado, o que eram respostas psicológicas relacionada a gatilhos. James se irritou e gritou com ela, e em seguida se desculpou e disse que estava ocupado e que ela deveria ir embora.

Mais tarde, à noite, depois do ataque da falsa Supergirl na Casa Branca, James foi até o quarto de hotel de Kelly e pediu para que ela ficasse em National City por mais um tempo, admitindo que ele precisava de sua ajuda para se recuperar de seu trauma. Kelly então disse que ficaria e os dois se abraçaram.[11]

Se tornando próxima de Alex

No dia seguinte, Kelly acompanhou seu irmão em sua visita na clinica do Dr. Park, que era seu colega e o melhor terapeuta de traumas de National City. Kelly disse que ela sabia o quão era difícil o que ele estava enfrentando, e afirmou que ela estava orgulhosa dele, assim como seu pai também estaria. James agradeceu e entrou na clínica. Em seguida, Kelly recebeu um telefonema de Alex.

Kelly se encontra com Alex.

Mais tarde, Kelly se encontrou com Alex em uma lanchonete. Alex pediu conselhos sobre o que ela poderia fazer para alcançar sua oficial comandante, já que ambas concordavam em haver algo errado com o Departamento de Interesse Alienígena, embora a Coronel continuasse a insistir em seguir as regras apesar disso. Kelly contou sobre sua experiência em Bashur, e sugeriu a Alex que ela descobrisse sobre algo com que a Coronel se importasse. Alex disse que estava feliz por Kelly ter decidido ficar em National City, o que a fez sorrir.

Naquela noite, Kelly recebeu uma mensagem de James e o encontrou na CatCo. Ele revelou que algumas horas antes ele tinha tido um ataque e suspeitou que isso era relacionado ao seu estresse pós-traumático, mas ele então tinha começado a ouvir e ver as coisas com mais clareza. Ele então mostrou um pedaço de metal que ele entortou com suas próprias mãos. James então sugeriu que encontrassem Lena, já que ela poderia saber o que estava acontecendo com ele.[8]

Algum tempo depois, Lena tentou extrair o Harun-El do corpo de James, mas não foi capaz. Querl Dox sugeriu que eles usassem um palácio mental como uma medida drástica para aliviar o estresse pós-traumático de James. No entanto, ao fazê-lo, ele reviveu o funeral de seu pai, levando Brainy a declarar que essa era a verdadeira razão de seu estresse pós-traumático. James e Kelly afirmaram que era impossível porque James não estava na cerimônia porque ele se trancou no banheiro de uma lanchonete, no entanto, Brainy sugeriu que ele poderia ter alterado sua própria memória, já que a mente faz de tudo para se proteger para traumas.

Kelly conversando com Alex.

Isso fez com que Kelly se afastasse dizendo que precisava de uma pausa, apenas para ser seguida e confrontada por Alex, a quem ela se abriu revelando o que aconteceu no dia do funeral de seu pai e porque essa memória foi particularmente dolorosa para ela. Alex disse a ela que elas eram parecidas, já que ambos são ótimos em cuidar dos outros, mas não em cuidar de si mesmos; então ela a ofereceu para descansar, pois ela poderia ficar ao lado de James em sua casa, entretanto, Kelly afirmou que ela poderia realmente fazer isso, e sinceramente agradeceu a ela.

Kelly ajudando James a superar seu trauma.

Mais tarde, depois que James entrou novamente em seu palácio mental, encontrando-se preso em sua memória traumática, Brainy pediu a Kelly para entrar na mente de seu irmão a fim de ajudá-lo, mas, embora Alex disse a ela que seria demais para ela, Kelly acabou decidindo fazer isso. Ao entrar no subconsciente de James, ela finalmente descobriu o que realmente aconteceu com ele no dia do funeral de seu pai, e conseguiu ajudá-lo a superar a memória e desbloquear sua nova habilidade de voar. Após a entrevista de Kara com a Sonhadora e o ataque subsequente de Ben Lockwood na CatCo com os Filhos da Liberdade, Kelly foi informada disso quando um agente do D.O.E. ligou para Alex, e ela ficou no laboratório de Lena enquanto James e Brainy foram lá para ajudar.[1]

No dia seguinte, enquanto Kelly e Alex estavam correndo juntas em um parque, Alex recebeu um telefonema da agência de adoção informando que uma menina de 17 anos em trabalho de parto a havia escolhido para ser a mãe adotiva do filho que ela estava tendo. Kelly ofereceu apoio a Alex, pela ansiedade que ela sentia por ter que fazer a escolha mais importante de sua vida em menos de 12 horas, convencendo-a de que mesmo assim, estava prestes a receber um presente.

Kelly e Alex em Portsmouth.

Kelly acompanhou Alex até Portsmouth, onde as duas ficaram em um quarto de hotel. Kelly tranquilizou Alex sobre suas dúvidas e preocupações, bem como sobre o medo de não ser uma boa mãe como Eliza era para ela. Kelly consolou Alex dizendo que ela se importava demais com os outros para não ser uma boa mãe. No entanto, momentos depois, a agência ligou para Alex para informá-la que a família da garota a fizeram mudar de ideia e ela decidiu ficar com o bebê. Depois que eles voltaram para o apartamento de Alex, Kelly consolou Alex contando a ela sobre o que tinha acontecido com sua noiva, afirmando que isso a ensinou que não importa quão profundos sejam, eventualmente as cicatrizes sempre desapareceriam.[9]

Depois, Kelly passou a noite no apartamento de Alex e elas assistiram a um filme juntas. Então Alex adormeceu brevemente e teve um flashback sobre um episódio de sua adolescência com Kara em Midvale. Depois que ela acordou e contou isso para Kelly, ela tranquilizou Alex dizendo que a adoção fracassada poderia ter desencadeado algumas memórias relacionadas a sua irmã porque Kara também havia sido adotada. Mais tarde, Lena ligou para Alex para informá-la do que havia descoberto em Kaznia. Alex se desculpou e foi para a sede do D.O.E..[12]

Relacionamento com Alex

Primeiro beijo de Alex e Kelly.

Depois que os planos de Lex foram frustrados, os Filhos da Liberdade derrotados e a lei marcial retirada, Kelly e Alex caminharam juntas nas ruas para irem à "noite do jogo" com seus amigos no escritório da agência de detetives de J'onn J'onzz. Kelly disse a Alex que no breve tempo que passaram juntas, elas passaram por muitas coisas e que ela não quer acabar com a proximidade com ela, pois parecia a coisa mais natural e ao mesmo tempo uma revolução. Antes que ela conseguisse terminar a frase, Alex a beijou, fazendo-a entender que ela também gostava dela e queria ser sua namorada. Naquele momento, Brainy e Nia passaram e as cumprimentaram, antes que Alex e Kelly se beijassem novamente. Os casais mais tarde se juntaram à "noite do jogo", onde Kelly percebeu que a razão de Brainy agora ser realmente bom no jogo era que ele estava contando cartas.[13]

Kelly em um café da manhã com Alex, Kara e J'onn.

Meses depois, Kelly se mudou permanentemente para National City e começou a trabalhar na Obsidiana do Norte, uma companhia baseada em realidades virtuais, que usavam seus recursos para curar pessoas afetadas por paranoias, estresse pós-traumático ou demência. Em seu primeiro dia de trabalho, Kelly teve um café da manhã com Alex, J'onn e Kara no Noonan's. Lá, o grupo começou a conversar sobre como a tecnologia alienava as pessoas, mas também fazia o bem para elas. Mais tarde, Kelly se encontrou com Andrea Rojas, a CEO da Obsidiana, que lhe mostrou a ala médica.

No dia seguinte, James foi visitar Kelly e pediu por conselhos sobre como ele deveria lidar com a compra da CatCo por Andrea. Kelly disse que seu irmão havia demonstrado que ele pode ser um herói simplesmente com uma câmera, e agora era hora de se perguntar "o que James Olsen realmente quer". Mais tarde naquela noite, Kelly e Alex participaram da festa em homenagem a Kara por ter ganhado um Pulitzer, e elas compartilharam uma dança.

Depois que os Superamigos derrotaram Midnight, Kelly e Alex foram ao bar do Al acompanhados por Nia e Brainy.[3]

Na manhã seguinte, Kelly tomou café da manhã com Alex e elogiou suas habilidades culinárias. Sua namorada tentou entregar uma fatia de torta de mirtilo, mas Kelly rapidamente a impediu de entregar, e revelou que era alérgica a eles.

Kelly tenta usar tecnologia da Obsidiana do Norte para ajudar a curar J'onn.

Naquele mesmo dia, Kelly usou a programação de RV da Obsidiana para tentar curar J'onn da dor do Fa'ra'too'rik (a punição por um irmão atacar o outro) que estava depois que Malefic J'onzz tentou atacá-lo. Porém, tal procedimento apenas piorou a condição de J'onn. Depois de encontrar fraturas na mente de J'onn, Kelly se ofereceu para entrar em sua consciência e ajudá-lo a se curar. Depois que o Marciano descobriu que sua mente havia sido apagada por alguém, Kelly o ajudou a reconstruir, fazendo-o se lembrar da traição de seu irmão durante a Guerra Civil entre os Marcianos Verdes e Marcianos Brancos.

Naquela mesma noite, Alex foi atacada por Malefic em seu apartamento, mas ela foi capaz de usar seu relógio para emitir um socorro para Kara, James e Kelly. Ao chegar, Kelly resgatou sua namorada do prédio em chamas enquanto a Supergirl enfrentava o marciano. Na tentativa de escapar, Malefic assumiu a forma de Kelly na esperança de confundir Alex, felizmente ela foi capaz de perceber que aquela não era sua namorada e atirou nele. O Marciano jogou Kelly do prédio de onde estavam, mas ela foi salva pela Supergirl.

Kelly entregando uma lista de alergias para Alex.

Mais tarde, como J'onn sugeriu usar sua máquina de RV para cavar mais fundo em sua mente para investigar sobre seu irmão, Kelly explicou que o uso excessivo da máquina poderia redefinir sua mente (sendo secretamente ouvido por Malefic). Naquela noite, Alex e Kelly pegaram alguns biscoitos para relaxar após a experiência e ela deu a Alex a lista de suas alergias, fazendo com que este admitisse que estava realmente assustada porque elas ainda não se conheciam tão bem, apesar do quanto eles se sentiam conectadas. Kelly garantiu que ela está segura com ela e as duas se beijaram.[4]

Sendo perseguida por Malefic

Poucos dias depois, enquanto caminhava na rua com sua namorada, Kara e James, Kelly conheceu uma mulher chamada Jenny em um quiosque, e após alguns momentos, ela começou a contar toda a sua história e o problema que ela tinha com sua irmã, ao que Kelly sugeriu que ela estabelecesse limites, levando o resto do grupo a pedir que ela fosse mais cuidadosa com estranhos, já que ela foi atacada por um transmorfo. No entanto Kelly insistiu para que Alex e os outros não se preocupassem tanto e foi trabalhar.

Kelly sendo controlada por Malefic.

No trabalho, Kelly foi visitada pelo próprio Malefic sob o disfarce de seu ex-camarada "Pete Andrews" que, fingindo estar sofrendo de estresse pós-traumático após ser cercado por atiradores durante uma missão em Kandahar, pediu-lhe ajuda para consertar sua mente com a tecnologia da Obsidiana. Apesar de, inicialmente, negar, Kelly acabou concordando em ajudá-lo. Naquela mesma noite, ela o levou para seu estúdio e conectou sua mente com as lentes de contato de RV. Durante o procedimento, Kelly foi capaz de identificá-lo como Malefic (que havia recuperado seus poderes) e o Marciano a atacou, usando sua mente para controlá-la e forçá-la a cometer suicídio. Felizmente, J'onn chegou a tempo e interviu, usando o Fa'ra'too'rik para enfraquecer seu irmão.

Kelly rapidamente percebeu que devido a uma interferência nas lentes da Obsidiana enquanto era controlada mentalmente por Malefic, ela ganhou o poder de sentir o Marciano mesmo quando ele havia mudado de forma. No entanto, o marciano conseguiu escapar mais uma vez. Depois do ataque a Kelly, e acreditando que ele poderia ir atrás dela novamente, Alex, Kara e James decidiram enviar Kelly para um local seguro, pois ela agora era um alvo para ele devido ao referido poder. Ela deixou National City para um local desconhecido naquela mesma noite.[10]

Devido a sua conexão mental com Malefic, Kelly começou a ter visões sobre quem o Marciano controlava e do que ele estava fazendo. Em menos de um dia, James e Kelly chegaram em Calvintown, a cidade onde cresceram juntos.

Kelly e James chegam em Calvintown.

Assim que chegaram, ficaram surpresos ao ver a cidade em tamanha desordem, com o grande aumento da população de desabrigados, acompanhada por uma nova prisão. Assim que chegaram à casa da tia, duas crianças fugiram e pareciam estar fazendo o dever de casa enquanto estavam agachadas. James e Kelly encontraram um deles, Simon Kirby, em uma loja de conveniência local quando ele foi pego furtando. Kelly o acobertou e James o convidou para jantar. Enquanto fazia pizza, Kelly teve uma dor de cabeça devido às suas visões e saiu, enquanto James e Simon falavam sobre como sua mãe estava na prisão por pequenos furtos. Depois de investigar o que aconteceu com a cidade e falar ao telefone com um advogado de National City, James prometeu tirar a mãe de Simon da prisão e concordou em cobrir os custos, mas Simon ficou chateado quando descobriu que James não estava hospedado na cidade.

Kelly e James chegam no confronto contra Malefic.

Mais tarde, Kelly teve outra visão. Ela e James decidiram voltar para National City e ajudar a Supergirl em sua luta contra Malefic, que estava controlando Alex e outras pessoas que estavam em uma plateia. Depois de chegarem, Kelly e James, trajado como Guardião, colocaram um campo de força entre eles e a plateia hipnotizada enquanto a Supergirl e J'onn salvavam Alex, que estava com uma bomba ligada a ela, contendo a explosão. Percebendo que estava prestes a ser derrotado, Malefic tentou escapar, mas foi impedido por Brainiac-5 e o projetor da Zona Fantasma, que usou o dispositivo para (aparentemente) mandá-lo de volta para a Zona Fantasma.

James se despedindo de seus amigos e irmã.

Naquela mesma noite, Kelly, Alex, Kara, James, Nia e Brainy foram ao bar do Al para comemorar sua vitória. James então anunciou aos seus amigos que planejava voltar para Calvintown e ajudar seus cidadãos depois de descobrir coisas séries a respeito de sua antiga cidade (como o aumento da taxa de crime racional, que mantinha pessoas nas prisões, enchia os bolsos dos responsáveis). Ele também anunciou que havia comprado o jornal da cidade e contratado Simon como o fotógrafo da empresa. Eles então brindaram à despedida de James.[6]

Se preocupando com Alex

Kelly pedindo sugestão de presentes para Kara.

Com a situação aparentemente resolvida, Kelly se concentrou em celebrar seu aniversário de namoro com Alex. Ela foi até a CatCo para perguntar a Kara uma sugestão de presente, o que ela respondeu que seria um capacete Schadel XG-1000 na cor preta. Kelly agradeceu pela a ajuda e disse que estava feliz por tê-la em sua vida com Alex, fazendo Kara dizer que o sentimento era reciproco.

À tarde, Kelly levou jantar para Alex no quartel-general do D.O.E., já que ela estaria trabalhando até tarde. As duas começaram a conversar sobre seus respectivos dias, e Kelly disse que havia reservado uma mesa em um restaurante com vista à água para seu jantar de aniversário de namoro, apesar de também dizer que havia levado lentes de contato da Obsidiana para poder ajudar no lançamento do novo produto da empresa.

No dia do seu aniversário de namoro, Alex se atrasou para o compromisso. Com a demora de sua namorada, Kelly usou as lentes de contato para ajudar no lançamento do "Sonho Coletivo" da Obsidiana, mas acabou sendo acordada da realidade virtual quando um tsunami, causado por Rip Roar, se aproximou da cidade. Eventualmente, a catástrofe foi impedido pela Sonhadora. Abalada, na tarde seguinte, Kelly teve um colapso nervoso no banheiro da Obsidiana do Norte e foi encontrada por Nia, ao que ela se abriu a respeito de seu sentimento de pavor ao ver Alex em campo, já que sua noiva também morreu no cumprimento do dever. Ouvindo isso, Nia a confortou, dizendo que ela estava lá para ela se ela precisasse.

Naquela noite, Kelly e Alex comemoram seu aniversário de namoro com um jantar tranquilo e champanhe em seu apartamento.[14]

Kelly confessando seus medos para Alex.

Alguns dias depois, Alex esteve envolvida em uma explosão no D.O.E. e sofreu uma leve concussão. Kelly permaneceu ao lado de sua namorada enquanto ela estava desacordada. Quando Alex acordou e tentou voltar ao trabalho, Kelly a impediu, dizendo que não poderia voltar já que ela não estava completamente bem. Mais tarde, enquanto estavam jogando cartas, Kelly confessou que temia da possibilidade de perder Alex da mesma forma que havia perdido sua antiga nova, devido ao seu trabalho em campo, mas sua conversa foi interrompida por Brainy, que havia encontrado o esconderijo do Leviatã. Naquela noite, Alex disse a Kelly que ela queria ajudá-la curar seus traumas da mesma forma que ela a ajudou. As duas então se beijaram.[15]

Crise nas Terras Infinitas

Kelly com o escudo de Guardião durante a Crise nas Terras Infinitas.

Quando a Crise nas Terras Infinitas começou em 10 de Dezembro de 2019, Kelly tomou parte da evacuação da Terra-38. Ela ajudou os habitantes de National City a irem até as naves alienígenas que iriam levá-los até a Terra-1, já que a Terra-38 estava sendo destruída por uma onda de antimatéria. Kelly ajudou a Sonhadora, Alex e Lena a guiar as pessoas. Quando alguns destroços de prédio começaram a cair, Kelly usou o escudo do Guardião (que James havia deixado para ela) para salvar uma mulher, explicando para Alex que seu irmão havia deixado para ela antes de partir. Junto com os outros três bilhões de habitantes de seu universo, Kelly foi para a Terra-1.[16]

Apesar de conseguir escapar da destruição da Terra-38, Kelly, assim como todos os seres do multiverso (com exceção dos sete Paragons) foi morta quando uma onda de antimatéria atingiu a Terra-1.[17] Felizmente, graças aos esforços dos Paragons e do Espectro, Kelly foi restaurada à vida quando eles criaram um novo universo.[18]

Pós-Crise

Testando o sistema de de RV da Obsidiana

Depois de ser ressuscitada, Kelly teve suas memórias pré-Crise restauradas por J'onn. Alguns dias depois, ela compareceu a uma reunião na Obsidiana do Norte, onde Andrea Rojas apresentou todos a "Gemma Cooper".[19]

Kelly nos testes das lentes de realidade virtual da Obsidiana.

Algum tempo depois disso, Kelly testou a nova simulação de realidade virtual das lentes da Obsidiana em Richard Bates. Quando o homem foi incapaz de encerrar a simulação, Kelly foi forçada a interromper o teste por conta própria. Depois que Richard acordou, ele declarou que o sistema de segurança havia falhado e que ele precisava ser melhorado, deixando Kelly surpresa já que isso nunca havia acontecido anteriormente. Depois disso, Margot Morrison levou o homem para alguns outros testes.[20]

Alguns dias depois, após o término de Nia e Brainy, Kelly, ao lado de Kara e Alex, fez parte de um jantar para animar Nia, apesar da mulher dizer que estava bem. Naquela mesma noite, depois que os Superamigos derrotaram o Toyman, Kelly, Alex, Kara, Nia Winn Schott e William Dey fizeram uma "noite de jogos" para celebrar o breve retorno de Winn do futuro.[21]

No dia seguinte, Kelly ajudou Andrea com um experimento na Obsidiana, onde as duas tentaram aperfeiçoar suas lentes Premium. Porém, o teste saiu errado e Rojas começou a ter uma reação alérgica a lagosta depois de comê-la na realidade virtual. Kelly explicou que isso foi devido a um problema com um algoritmo, e Andrea disse que ela deveria encontrar um modo de consertá-lo.[22]

Alex salva Kelly do ataque de Amy.

Depois que Alex se demitiu de seu posicionamento como Diretora do D.O.E., Kelly levou uma lancheira para seu primeiro dia de trabalho na Torre. Após deixá-lo, Kelly teve que voltar para a Obsidiana.

Na noite seguinte, durante o ataque de Amy Sapphire no lançamento das lentes de realidade virtual da Obsidiana do Norte, Kelly salvou alguns de seus colegas de trabalho da ira da mulher. Ela também tentou conversar com Amy e tranquilizá-la, mas isso não funcionou. Kelly foi atacada por Sapphire, mas foi felizmente salva por Alex.[23]

Questionando as lentes da Obsidiana

Kelly entregando lentes de contato para Alex.

Depois que o irmão de Al Crane, Trevor, desapareceu misteriosamente e seu único vestígio foi um convite para um "escape room" em uma Las Vegas virtual, Alex pediu para que Kelly lhe emprestasse uma lente de contato para poder investigar no mundo virtual. Kelly aceitou, e explicou para sua namorada como as lentes funcionam, garantindo-a que estaria ao seu lado o tempo todo. Depois que Alex entrou em Vegas virtual, Kelly começou a conduzi-la através de um link de comunicação e informou-a que ela deveria fazer perguntas aos outros participantes da simulação para continuar sua investigação.

Depois que Alex entrou no Palácio de Fuga, Kelly a informou que o lugar foi projetado para recriar os medos mais ocultos dos participantes. No entanto, um par de homens se afogando em tanques disse a Alex que eles não conseguiram encerrar a simulação, o que levou Kelly em choque a dizer a Alex que havia reportado esse erro meses atrás. Ela disse para Alex salvá-los rapidamente ou eles teriam danos cerebrais pois começariam a acreditar que a simulação era verdadeira.

Depois que Alex salvou e interrogou os dois, ela descobriu que eles vieram com Trevor, mas ele passou para o outro nível com um cara chamado Richard que teve a ideia de participar da sala de fuga. Kelly ligou para J'onn e o informou sobre isso. Então, depois que o marciano interrogou a esposa de Richard, Jennifer, Kelly foi informada que ela teve um caso virtual com Trevor, e Richard provavelmente o interpolou por causa disso. Kelly então informou Alex sobre o que J'onn havia descoberto.

Kelly e Alex conversando sobre a realidade virtual da Obsidiana.

Kelly levou Alex para dentro do programa de Richard, mas perdeu a conexão com ela. Depois que sua namorada acordou, Kelly perguntou a ela o que aconteceu e foi informada que ela conseguiu derrotar Richard no mundo virtual. As duas então partiram para encontrar o corpo físico de Trevor, afim de acordá-lo da realidade virtual. Naquela noite, no bar do Al, Alex e Kelly tiveram uma conversa sobre moralidade no mundo real. Kelly explicou como ela acreditava que a tecnologia poderia ajudar as pessoas e que a irritou que alguém se aproveitou dela dessa forma. Trevor apareceu e agradeceu a ambas por terem salvado sua vida.[20]

Kelly cumprimentando Kara e J'onn.

Depois que Alex descobriu que Jeremiah Danvers havia morrido devido a um ataque cardíaco, ela começou a demonstrar um comportamento diferente. No dia seguinte, Kelly cumprimentou Kara e J'onn e os convidaram para entrar em seu apartamento, demonstrando suas condolências para Kara devido ao falecimento de seu pai adotivo. Kelly e J'onn ouviram Alex e Kara discutir sobre Jeremiah, já que Alex não queria ir ao funeral de Jeremiah em Midvale porque seu pai estava morto para ela por muitos anos. Depois que Kara saiu, Kelly disse para ela que pessoas reagem de maneira diferente quando estão de luto, e disse que iria tentar conversar com sua namorada, o que Kara lhe desejou boa sorte. Sozinhas, Kelly disse para Alex não começar a beber tão cedo na manhã. Ela disse que entendia pelo que estava passando, já que ela mesma já perdeu muitas pessoas em sua vida, mas Alex pediu para que ficasse sozinha, algo que Kelly concordou.

Kelly informando Andrea de que o erro no sistema da realidade virtual não foi consertado.

De volta ao seu escritório na Obsidiana, enquanto se preocupava com o estado de sua namorada, Kelly foi visitada por William. Ela disse para o jornalista entrar e poder distraí-la, e Dey então a perguntou do motivo de Lex Luthor ter lançado 32 satélites ao redor da Terra durante as últimas semanas enquanto estava na turnê de divulgação das lentes da Obsidiana. Kelly disse que o lançamento dos satélites não tinha nada relacionado com as lentes de realidade virtual, e também falou ao jornalista que ela não confiava em Lex. Depois de ligar Lex com o erro de sistema usado por Richard Bates, Kelly foi até Andrea e a informou de que o erro não havia sido consertado, apesar de tê-lo reportado. Porém, Rojas disse que aquilo foi causado por hackers ao invés de ter sido um erro da Obsidiana.

Kelly foi até a CatCo, onde informou William sobre a resposta de Andrea. Ela também disse que Lex havia se tornado um membro do conselho da Obsidiana do Norte, e é possível que isso estaria acobertando os erros do sistema. Então, para descobrir se Lex estava prendendo pessoas dentro da realidade virtual de propósito, Kelly e William decidiram ligar para todos os usuários que teriam ficado lá por mais de dois dias. No entanto, depois de todas as ligações não encontrarem nada, William percebeu como Kelly parecia estressada e sugeriu que ela fosse verificar como estava Alex.

Kelly consegue acordar Alex.

Ao voltar para o apartamento de sua namorada, Kelly percebeu que Alex estava em um estado de coma e presa dentro da realidade virtual. Depois de falhar em acordá-la, Kelly usou outro par de lente para entrar na simulação de Alex. Ao chegar, Kelly não conseguiu convencer Alex de que sua vida como Supergirl em National City era falsa. Kelly saiu da simulação e informou Andrea do ocorrido, e sua chefe sugeriu que ela deveria chocar Alex com algo inexplicável mas negável. Kelly decidiu criar uma versão mais jovem de Alex e colocá-la dentro da realidade virtual. Depois de dar certo e Alex acordar, Kelly a tranquilizou de que estava de volta ao mundo real e que tudo ia ficar bem, ao que Alex a abraçou dizendo que a amava e se desculpando pela maneira como ela agiu pela manhã. Além disso, sua namorada informou Kelly que viu várias outras pessoas presas dentro da realidade virtual como ela, o que levou Kelly a responder que investigaria o caso.

Depois disso, Kelly e Alex foram ao enterro de Jeremiah em Midvale.[24]

Kelly com Alex e Kara depois do funeral de Jeremiah.

Poucos dias depois do funeral, Kelly e Alex estavam comendo bolinhos no apartamento de Kara, e ela consolou sua namorada por não se sentir bem de que tudo estava tão normal, apesar de Jeremiah estar morto. Depois que William as visitou trazendo vários doces britânicos e receitas, ela o ouviu enquanto ele explicava que ele pode ter uma pista sobre as pessoas desaparecidas que usaram as lentes da Obsidiana, já que um contato dele encontrou o nome de uma pulseira médica em um armazém aparentemente vazio. Então Kelly mostrou a lista de nomes e Alex conseguiu identificar Bonnie Walker, uma mulher que ela conheceu enquanto estava presa na realidade virtual.

Mais tarde, na Torre, Kelly discutiu com os outros uma maneira de rastrear aqueles indivíduos desaparecidos e estava lá quando, sob a sugestão de Brainy, o grupo decidiu inverter o poder de Miríade para permitir que J'onn os detectasse usando sua telepatia.[25]

Kelly tentando convencer Andrea de que é uma péssima ideia fazer o evento.

Kelly e William assistiram à apresentação de Andrea no Festival da União da Obsidiana, comentando entre si o quanto foi uma má ideia depois que um funcionário da Obsidiana sequestrou centenas de cidadãos e os prendeu em uma realidade virtual. Após a conferência, Kelly tentou alertar Andrea sobre o quão imprudente essa decisão pode ser, mas Rojas insistiu que eles têm tudo sob controle devido à falha ter sido corrigida, alertando-a para não perder tempo a menos que ela tivesse provas concretas do contrário.

Naquele mesmo dia, William pediu a ajuda de Kelly para investigar os funcionários da Obsidiana e descobrir a identidade do funcionário 873, que interagia frequentemente com Margot Morrison, a responsável pelos sequestros. Eles descobriram que tal funcionário era Eve Teschmacher. Como Kelly tinha suas memórias de outro universo, ela sabia quem Eve era e sua ligação com Lex Luthor. Depois de mostrarem o arquivo de Eve para Andrea, Kelly e William descobriram que, de acordo com suas pesquisas, a ficha criminal da mulher estava limpa e ela era uma cidadã modelo, sugerindo que parassem as investigações ou saíssem de sua empresa.

Kelly sugerindo que Alex adotasse um alter ego.

Naquela noite, depois que Alex voltou ao apartamento delas, Kelly perguntou a ela como tinha sido seu encontro com Pete Andrews, no entanto ela respondeu que Leviatã os emboscou e o homem foi forçado a se esconder por causa disso. Depois que Alex confessou que se sentiu exposta agora que não trabalhava para o DOE, Kelly revelou o que descobriu sobre Eve e que Andrea ameaçou demiti-la se ela continuasse investigando, afirmando que pretendia ser mais cuidadosa e melhorar em se esconder. Ela então sugeriu que Alex fizesse o mesmo e criasse seu próprio alter ego mascarado, uma vez que ela já havia começado a ser vigilante.[26]

Depois que Alex, J'onn, Sonhadora e M'gann M'orzz enfrentaram Rama Khan, Sela e Tezumak por National City para dar tempo a Kara e Lena irem até um laboratório da Luthor Corp e construírem um novo traje anti-kryptonita para a Supergirl, Kelly ligou para sua namorada e perguntou se ela estava bem. Ela também informou que William havia desaparecido na noite anterior depois que foi seguir uma pista a respeito de Eve Teschmacher.

Kelly elogiando o traje de Alex.

Mais tarde, Kelly e Alex se infiltraram na Obsidiana do Norte para verificar o arquivo de Eve e encontraram uma possível localização dela. Enquanto Kelly comentou e aprovou sobre como Alex ficava bem em seu novo traje de vigilante, ao que sua namorada respondeu que foi ela quem a inspirou a usar aquele traje. As duas mulheres conseguiram completar sua tarefa e encontraram um arquivo criptografado sobre o esconderijo de Eve, que Lena decifrou e permitiu que Supergirl a encontrasse. Mais tarde, Kelly bloqueou o interruptor de eliminação que Gamemnae tinha no banco de dados da Obsidiana Platina, para que Supergirl não pudesse ser morta virtualmente enquanto estivesse no sistema, forçando Gamemnae a precisar de um assassino físico.[27]

Kelly chegou à Torre com os Superamigos. Lá, eles bolam um plano para impedir o Lex. Mais tarde, Kelly vai para CatCo e encontra Andrea Rojas arrasada. Ela perguntou o que aconteceu e Andrea revelou que seu pai a culpou pelo desastre da Obsidiana, então Kelly a consolou. Kelly provavelmente também foi afetada pelos satélites de Lex, mas voltou ao normal depois que foram destruídos por J'onn e M'gann. Os problemas da CatCo são resolvidos quando o pai de Andrea "comprou as ações" da empresa.[28]

Ausência de Kara

Kelly agora está desempregada, mas ao invés de entrar em desespero,[29] ela está ajudando seus amigos a se manterem firmes emocionalmente. Alex também contou para Kelly que Kara é a Supergirl, algo que ela aceitou bem.

Quando Silas estava hesitando em construir um portal para a Zona Fantasma, Kelly conversou com ele e conseguiu convencê-lo a ajudar.[30] Depois que o portal não conseguiu trazer Kara de volta da Zona Fantasma, Alex teve um colapso nervoso. Kelly prometeu a sua namorada que estaria ao seu lado até que ela se sentisse melhor.

Kelly ajudando na transferência de alma de M'gann.

Mais tarde, na Torre, Kelly defendeu M'gann M'orzz e J'onn de um Fantasma que tentou atacá-los. Durante isso, sua mão acabou sendo congelada e, consequentemente, queimada. Enquanto tratava de seu ferimento no apartamento de Alex, sua namorada pediu para que ela se mudasse com ela permanentemente.[29]

Linha do tempo alternativa

Em uma linha do tempo alternativa criada pelo Sr. Mxyzptlk para mostrar a Kara o que aconteceria caso ela e Lena nunca tivessem se tornado amigas, National City foi completamente dominada e é governada com "punho de aço" por uma Lena insana, transformada em Metallo por Lillian. Kelly fazia parte da resistência contra o governo ao lado de Alex, J'onn, Nia, Winn Schott e Mon-El. Quando Kara e Mxy chegaram, Kelly começou a enfrentar Brainy ao lado de Alex e Nia, enquanto J'onn lutava contra Régia e Winn, Mon-El, Mxy e Kara se infiltravam no D.O.E.. Depois que Mxy e Kara conseguiram um chapéu com poder da Quinta Dimensão, eles voltaram para sua linha do tempo verdadeira.[31]

Personalidade

Kelly é uma namorada carinhosa e uma irmã amorosa. Ela valoriza as outras pessoas e se preocupa com aqueles que ama. No entanto, ela pode ser um pouco rancorosa, por exemplo, ela nunca se esqueceu de que seu irmão não estava no funeral de seu pai. Todos acreditavam que ele estava preso em um banheiro de refeitório, mas isso não era verdade.

Poderes e habilidades

Poderes

  • Conexão telepática com Malefic J'onzz: Malefic J'onzz tentou controlar a mente de Kelly enquanto ela usava as lentes de contato da Obsidiana do Norte, o que fez com que ela adquirisse o poder de sentir e ver quem Malefic é até mesmo quando o marciano usa suas habilidades de transformação.[10] Os poderes também a permitem que ela consiga ver quem Malefic está controlando e o que ele está fazendo.[6]

Habilidades

  • Pico da condição física humana: Como uma antiga militar, é presumido que Kelly está no topo da condição física. Ela provou ser extremamente ágil, como quando ela protegeu alguns cidadãos de alguns destroços durante a evacuação da Terra-38.[16] Ela também é muito atlética, pratica corrida regularmente e consegue acompanhar o ritmo da namorada[9] e bem como vários outros cursos e atividades esportivas.[32]
  • Intelecto de alto nível/Psicologia: Kelly é muito curiosa e perspicaz com todos, ela é capaz de entender as emoções dos outros e prever seu comportamento, sabendo exatamente como tratar as pessoas e aconselhá-las.[8][11] Seu conhecimento é tão notável que até Brainy elogiou e, depois que ela entrou na mente de James, ela foi capaz de usar suas habilidades para ajudá-lo a superar seu trauma.[1] Ela também foi capaz de ajudar J'onn a recuperar a maior parte de sua memória apagada,[4] e seu carisma muitas vezes a leva a fazer com que os outros se abram espontaneamente com ela sobre seus problemas, mesmo depois de acabarem de conhecê-la.[10]
    • Medicina: Tendo trabalhado como uma doutora oficial para o Exército dos EUA em Bashur, Kelly possui uma quantidade substancial de conhecimento médico.[8]
    • Investigação: Kelly provou ser uma investigadora bastante capaz, pois foi capaz de ajudar William Dey a investigar o desaparecimento de alguns usuários da Obsidiana.[24]
    • Especialista/Hacker de computadores: Kelly é um especialista em computadores, programadora e hacker altamente qualificada. Ela demonstrou um grande conhecimento sobre RV e como funciona,[20] conseguindo entrar no banco de dados da Obsidiana Platina e modificá-lo sem que Gamemnae percebesse.[27]

Equipamento

Pré-Crise

  • Escudo de Guardião: Um escudo embutido que se expande e retrai automaticamente e sob o comando de uma manopla. James o usou como Guardião e o deixou para Kelly antes de partir para Calvintown.[16]

Pós-Crise

Equipamento de uma linha temporal alternativa

  • Escudo de Guardião: Em uma linha do tempo alternativa, Kelly usou o escudo de seu irmão enquanto fazia parte dos Superamigos.[31]

Aparições

Supergirl

3ª Temporada

4ª Temporada

5ª Temporada

6ª Temporada


Lendas do Amanhã

5ª Temporada

Galeria

Imagens promocionais

Supergirl

5ª Temporada
6ª Temporada

Curiosidades

  • Kelly gosta de filmes preto e branco.[12]
  • Ela é fã do filme Duro de Matar, e considera Hans Gruber como o "maior vilão de todos os tempos".[3]
  • Kelly é alérgica a avelãs, abelhas, gatos e, especialmente, mirtilos.[4]
  • Duas de suas comidas favoritas são bacon e creme chantilly.[4]
  • Aparentemente, ela é uma péssima cozinheira.[6]
  • A cor favorita de Kelly é roxo.[14]

Por de trás das câmeras

  • Kelly é uma personagem criada exclusivamente para a série Supergirl. Nos quadrinhos da DC Comics, Jimmy Olsen é um filho único em diversas encarnações (como nas Eras de Ouro e Prata). Porém, em DC Renascimento, Jimmy tem uma irmã chamada Janie Olsen, que é provavelmente inspirada em Kelly.

Referências

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.