Arrowverso Wiki
Advertisement

"Meu irmão feriu muita gente boa e inocente. Minha família tem uma dívida, não só com Metrópolis, mas com todos. Eu pretendo pagá-la. Ao renomear a minha empresa L-Corp, inauguramos uma nova era de cooperação com a humanidade, e juntos vamos traçar um futuro brilhante."
Lena Luthor[fonte]

L-Corp, conhecida anteriormente como Luthor Corp, foi uma empresa localizada em National City e, anteriormente, Metrópolis. Ela foi fundada por Lionel Luthor e administrada pela família Luthor.

Após a crise, essa empresa foi destruída e substituída por uma nova versão da Luthor Corp.

História

A Luthor Corp foi fundada por Lionel Luthor em Metrópolis. Em algum momento após sua morte, a empresa foi passada para seu filho, Lex Luthor. Sua esposa, Lillian, se tornou parte do conselho durante o tempo de Lex como CEO, e frequentemente agia como a cúmplice das atividades criminosas de Lex.[1]

Cerimônia de renomeação da Luthor Corp

Cerimônia de renomeação da Luthor Corp.

Em outubro de 2016, após o aprisionamento de Lex, sua meia-irmã Lena Luthor tomou posse da Luthor Corp e moveu sua sede principal para National City. Ela renomeou a empresa para L-Corp, na esperança de conseguir construir um nome melhor para si mesma depois que Lex sujou a reputação do sobrenome Luthor com suas atividades criminosas. Lena então realizou uma cerimônia de renomeação, que foi atacada por John Corben.[2]

Depois que a empresa foi renomeada, Lena liderou a L-Corp em um de seus primeiros empreendimentos; o desenvolvimento de um dispositivo capaz de detectar alienígenas, que ela pretendia liberar ao público como preparação para o Ato de Anistia Alienígena. Durante uma entrevista com Kara Danvers, uma repórter da CatCo Mídia Internacional, Lena lhe mostrou uma versão protótipo, explicando que o dispositivo ainda estava em desenvolvimento.[3]

Em algum momento durante ou entre a primavera de 2017, Lena comprou as Indústrias Spheerical e a converteu na divisão de nanotecnologia da L-Corp.[4]

Depois que Lena comprou a CatCo Mídia Internacional, ela contratou Samantha Arias como a CEO em treinamento da L-Corp enquanto aprendia mais sobre o conglomerado de mídia.[5] Logo após isso, Samantha foi transferida para o cargo de CFO, apesar de ainda manter a posição de CEO quando Lena não estivesse disponível.[6]

Sob a liderança de Samantha, a L-Corp finalizou uma fusão com a JOB. Morgan Edge tentou minar o acordo entrando com uma ação antitruste na Comissão Federal de Trocas, mas Samantha conseguiu evitar isso.[6]

Depois que Morgan Edge infectou múltiplas crianças em uma piscina pública, a L-Corp desenvolveu um antídoto sintético, que conseguiu salvar todos os infectados.[7]

No verão de 2018, a L-Corp vendeu inúmeros indutores de imagens para ajudar os alienígenas, que estavam sendo caçados por grupos anti-alienígenas.[8]

Futuro apagado

No século 25, a L-Corp desenvolveu uma cura para envenenamento de chumbo, permitindo que os daxamitas (incluindo Mon-El) pudessem viver na Terra.[9]

Funcionários conhecidos

  • Samantha Arias (CEO da divisão de Metrópolis, antiga CEO em treinamento e CFO)
  • Lena Luthor (proprietária e CEO)
  • Lex Luthor (proprietário e CEO)
  • Lillian Luthor (membro do conselho)
  • Kevin Oh (programador chefe dos indutores de imagens)
  • Jess (recepcionista)

Funcionários anteriores

Aparições

Supergirl

2ª Temporada

3ª Temporada

4ª Temporada

5ª Temporada


Galeria

Por de trás das câmeras

  • Nas histórias em quadrinhos da DC Comics, a empresa de Lex Luthor é conhecida como LexCorp, embora ela também já tenha sido chamada de "Luthor Corp" em algumas ocasiões.

Referências

Advertisement