FANDOM


Lex Luthor
Lex Luthor
Informação
Ocupações Terrorista
CEO da Luthor Corp (anteriormente)
Estado atual Vivo (ressuscitado)
Família Lionel Luthor (pai, falecido)
Lillian Luthor (mãe)
Lena Luthor (meia-irmã paterna)
Universo de origem Terra-38
Intérprete Jon Cryer
Aidan Fink (jovem)
Fonte

Alexander Joseph "Lex" Luthor[1] (nascido em 1984[2][3] – morto em 2019[4], ressuscitado também no mesmo ano[5]) é um bilionário industrial, inventor e cientista, bem como uma das pessoas mais inteligentes do mundo e o ex-melhor amigo que virou arquinimigo do Superman, que ele vê como um obstáculo para seus planos megalomaníacos e como uma ameaça para a própria existência da humanidade. Uma figura pública carismática e bem conhecida, ainda controversa, Lex é o ex-CEO da Luthor Corp, que foi sucedida por sua meia-irmã Lena após seu encarceramento por 32 sentenças de vida consecutivas. Ele escapou de sua prisão e continuou sua guerra contra os Kryptonianos. Seus planos falharam após Kara expor e derrotá-lo. Lex é morto por Lena, mas como cartada final, Lex revela a identidade de Kara como Supergirl à sua irmã. Depois, Mar Novu aparece em frente de seu corpo e o ressuscita logo em seguida, para que Luthor o ajudasse na crise.

Biografia

Pré-Crise

Vida anteriormente

Problemas com Superman

Anos depois, de algum modo, Lex tornou-se o melhor amigo do super-herói Kryptoniano conhecido como Superman, trabalhando juntos para impedir invasões alienígenas à Terra. Porém, os métodos de Lex eram diferentes de Superman, colocando-os em um conflito.[3] Embora Superman tentasse confiar em seu amigo, defendendo-o de acusações e dando-o diversas chances para mudar, Lex provou-se ser diferente do que Superman pensava, fazendo com que a amizade se desfaze-se. Após isto, Lex começou a acreditar de que Superman era a causa dos terrorismos alienígenas por conta de sua presença na Terra, com esta afirmação, Lex declarou guerra contra o seu antigo melhor amigo.[6][7] A obsessão de Lex em derrotar Superman destruiu seu relacionamento com Mercy, já que ela ficava frustada pelo seu foco em Superman ao invés de olhar ao seu redor, referindo-se a ameaças alienígenas.[8]

Após começar a atacar Superman, Lena ficou preocupada e tentou ajudá-lo, porém foi ignorada,[9] fazendo com que o relacionamento de irmão e irmã que antigamente tinham, se acabasse. Em muito de seus planos, Lex cometeu diversos crimes em Metrópolis, e causando um terremoto na Califórnia com sua "máquia de terremotos", fazendo com que o Kryptoniano o impedisse.[7] Outro acidente envolvendo Lex foi em criar armaduras chamadas de Lexosuits, trajes que não deixou Superman feliz.[10] Lex usava este traje para poder enfrentar pessoalmente o Kryptoniano.[3]

Através dos anos, Lex construiu diversos armazéns secretos ao redor do mundo, guardando armas que coletava para derrotar Superman para sempre.[3] Lex também converteu sua mansão em um bunker para o proteger de qualquer ameaça. Lex confiou a localização da mansão para Lena.[11]

Para impedir que Superman se aproximasse dele, Lex se envenenou com Kryptonita.[12]Além disto, ele também havia sequestrado James Olsen, e como resultado, deixou-o com dezesseis cicatrizes.[1]

Aprisionamento

Depois de diversos encontros brutais, resultando em inúmeras falhas, em meados 2015, Lex e Superman tiveram seu último encontro. Lex conseguiu transformar as radiações do sol amarelo da Terra para uma vermelha, fazendo com que o Kryptoniano perdesse seus poderes e como consequência, causando destruição em escala global. Ele capturou Lena em sue escritório em Metrópolis, observando o resultado de seu trabalho através de diversos monitores em sua sala. Dizendo que ele não precisava fazer isto, Lex recitou uma sentença de Epicuro, dizendo que ele estava fazendo isto pela raça humana, e levando-a até a janela para observar o sofrimento dos cidadãos, dizendo que eles já estavam "comemorando". Lena o disse que ele mataria milhões de pessoas, por conta do mundo não poder viver sob um sol vermelho, com Lex respondendo que nem Superman sobreviveria. Ele explicou que os seres humanos ficaram "amolecidos, gordos e estúpidos", dizendo que eles deveriam colocar fé em si mesmos ao invés de procurar pelo "invencível" do Superman, dizendo que após matá-lo, as pessoas acordariam e perceberiam o que ele realmente era, um falso deus. Após ver Lex disparar um míssil no helicóptero do Departamento de Polícia de Metrópolis, Lena disse que ao menos Superman era bom, fazendo com que, irritadamente, Lex gritasse com ela, dizendo que ele era o Homem do Amanhã, e não ele. Lena perguntou se tudo isto era sobre seu ego, Lex respondeu dizendo que era pela ciência, já que ele queria descobrir se Kryptonianos podem sangrar. Então, uma equipe de agentes invadem a sala de Lex, com o mesmo se entregando calmamente e dizendo à sua irmã que um dia todos iriam agradecer pelo que ele havia feito.[12] Após algum momento, ele foi capaz de escapar deles e foi recapturado na Mansão Luthor pelo Superman. Com a extensa lista de crimes públicos, Lex foi preso por 32 anos.[7] Traindo-o, Mercy foi essencial nas testemunhas contra ele.[13]

Após Lena se tornar dona da Luthor Corp, com ideias de renomear para L-Corp, Lex contratou o assassino John Corben para matá-la em National City. Porém, seus planos foram impedidos pela Supergirl e Superman. Corben foi quase morto, mas foi transformado em um poderoso cyborg movido a Kryptonita e apelidado de Metallo pelo Projeto Cadmus, chefiados por Lillian.[7]

Planos com Kaznia

Enquanto esteve preso, Lex passou os próximos anos planejando sua fuga, corrompendo o diretor, guardas e prisioneiros. Como um sinal de tédio, ele começou a desenhar na parede de sua cela. Em meados 2019, ele foi informado pelo Ministro de Defesa de Kaznia sobre a existência de uma cópia da Supergirl, após deixar um holograma de si mesmo em sua cela, Lex saiu da prisão por setenta e duas horas para ir à Kaznia. Chegando lá, ele encontrou a cópia em uma cabana no meio da floresta, onde havia salvo um jovem garoto de ladrões. Aproveitando a única memória da cópia, o nome "Alex", Lex disse que ele era tal "Alex" e convenceu-a em deixar o governo Kazniano em transformá-la em uma arma. Após Eve perceber que um soldado havia a se sentir "desconfortável", Lex ordenou que este fosse executado. Ele se tornou próximo da cópia, questionando-a se ela queria aprender a controlar sua força, ela aceitou, e então os dois começaram sua sessão de treinamento e ele começou a ensiná-la, prometendo que ele explicaria tudo sobre sua origem e que enviaria livros e outros materiais para que ela estudasse, já que suas setenta e duas horas de liberdade estavam começando à terminar. Enquanto estava indo embora, ele questionou Eve de como a existência desta cópia poderia ser possível, no qual ela respondeu e revelou sobre seus experimentos do Harun-El com Lena. Lex a elogiou e ordenou-a de que ela adquirisse os resultados desta pesquisa. Ele explicou seu plano sobre iniciar uma guerra entre os Estados Unidos e Kaznia, para que ele pudesse se tornar um herói aos olhos públicos, ordenando Otis para manipular sua irmã e criar os Filhos da Liberdade e colocar Ben Lockwood como seu líder.

Semanas depois, ele voltou à Kaznia para continuar seu treinamento com a cópia, além de ensiná-la a língua Inglesa durante um jogo de xadrez. Lex disse à cópia que ele considerava-a semelhante à sua irmã, que, no entanto, havia o desapontado e o abandonado; ele elogiou a apreciação da cópia pelo livro O Grande Gatbsy (um dos livros que ele havia enviado), dizendo de que como o capitalismo havia tornado os homens fracos. Em seguida, após os Filhos da Liberdade liberarem Kryptonita na atmosfera terrestre,[14] Lex colocou a cópia em um confinamento especial para protegê-la. Em seu confinamento, Lex continuou a ensiná-la, dizendo que ela era a última Filha de Krypton, e que sua tarefa era iniciar um período de paz na Terra e unir todas as pessoas, além de lutar com os campeões do governo corrupto: Superman e Supergirl. Ele também disse que Supergirl é sua irmã e que ela havia roubado seu lugar ao mundo.

Um mês depois, ele levou a cópia à National City sob o disfarce de "Linda Lee", para poder mostrá-la de como é as vidas das pessoas que Supergirl protege. Lex também leva "Linda" para o apartamento de Kara Danvers (revelando de que ele sabe sobre sua identidade secreta), para que ela aprendesse sobre seu modo de pensar e desenvolvesse desgosto pela vida de luxuria que sua contraparte leva. Enquanto esteve lá, Lex e "Linda" quase foram pegos por Alex, mas a cópia consegue enganá-la se passando por Kara. Algumas horas depois, ele foi informado por Eve de que a cópia possuí uma "consiência", e de que isto poderia trazer problemas ao seu projeto, já que ela havia encontrado a cópia conversando com Lena na CatCo. Para que seu ódio pelos Americanos aumentasse, Lex ordenou que ela e Otis atacassem a casa do jovem garoto que ela havia salvado. Porém, após descobrir sobre isto, ela ignorou os avisos de Lex e foi até a plataforma que havia atacado a casa do rapaz. Após pará-la, Lex discute com a cópia, dizendo que por um momento de fraqueza, ela quase havia colocado todo seu trabalho em risco. A cópia o enfrentou dizendo sobre as coisas que ela não havia dito à ela, com Lex simplesmente respondendo que ela havia "falhado e desapontado" ele.[1]

Câncer

Meses depois, Lex foi informado de que a cópia estava doente por conta de uma doença desconhecida, e, apesar dos conselhos de Eve em não fazer, ele decidiu entrar em uma câmera radioativa para que adquirisse um câncer imparável,[1] dizendo a todos de que ele havia adquirido esta doença após injetar Kryptonita em si mesmo. Ele teve um derrame, e então contatou sua irmã, Lena, para ajudá-lo. Sabendo que Lena estava trabalhando na cura do câncer usando o Harun-El, Lex puxou algumas cordas para fazê-la trabalhar junto do D.O.E. para que usasse seus recursos, embora a negação da Coronel Lauren Haley sobre isto. Ele então envia Otis, que todos acreditavam em estar moto, para que atirasse em James Olsen e usasse seu signal watch para chamar Supergirl.[12]

Curado e fuga

Após Lena sair, Lex cortou a energia do hospital em que James estava, forçando Lena a injetar o Harun-El para salvá-lo. Porém, Lena percebeu o que ele estava fazendo e foi confrontá-lo. Enquanto tomava uma xícara de chá, ele admitiu que ele foi o responsável pelo tiro dado em James para que isso incentivasse Lena a testar o Harun-El em alguém. Irritada, Lena disse que ela nunca lhe entregaria a cura à Lex, porém não surpreso, Lex respondeu dizendo que alguém já havia o entregado a cura. Neste momento, o agente do FBI que estava na sala transformou-se em Otis Graves, que estava disfarçado usado um indutor de imagem, e amarrou Lena na cadeira de Lex. Ele revelou que não tinha intenções de matá-la, e pediu para que Oits apagasse-a enquanto Eve Teschmacher, uma agente dupla, ficaria com a tarefa de "cuidar dela". Enquanto saía da mansão, ele matou diversos agentes federais usando os sistemas de defesa do local. Enquanto voava em um helicóptero, ele foi interceptado pela Supergirl (que estava nervosa ao encontrar a pessoa que é uma ameaça a Clark e ao mundo), com Lex declarando estar feliz por finalmente conhecê-la pessoalmente.[12]

Lex pula do helicóptero e usa seu traje para escapar, mas ele começa a ser perseguido pela Supergirl através dos céus de Metrópolis. Supergirl o golpeia, fazendo-o cair no telhado do Planeta Diário, onde Lex teve um breve confronto com a Garota de Aço, revelando de que ele havia adquirido poderes graças ao Harun-El. Ele usou estes poderes para levitar o globo do Planeta Diário, usando-o para esmagar Supergirl. Algumas horas depois, ele chegou em Kaznia para ajudar a cópia de Supergirl, fazendo uma transfusão de sangue para fazer com que sua saúde voltasse ao normal. Após despertar, Lex se desculpa por ter a abandonado, entregando-a um traje e chamando-a de seu legado: sua Filha Vermelha.[1]

Morte

Após a batalha contra Supergirl, Lex consegue sobreviver e se teleporta para o local onde ele e Lena iam quando crianças. Lá, ele foi emboscado por Lena, que extraiu o Harun-El de seu sistema e removeu seus super-poderes. Ele elogiou sua meia-irmão por tê-lo encontrado, ela em seguida aponta uma arma em sua direção, mas diz que sua irmã não seria capaz de machucá-lo. Apesar disto, Lena atira no peito de Lex.

Lex morre

Lex morre.

Prestes à morrer, Lex aceita seu destino e revela o quanto está orgulhoso de Lena, admirando sua habilidade e que havia a subestimado sua vida toda. Como sua última oportunidade, Lex revelou filmagens que confirma que Kara Danvers é a Supergirl, e que todos na vida de sua meia-irmã estavam a enganando. Antes de morrer, Lex declarou que, diferente dela, ele não era um tolo.[5]

Ressurreição

Em seguida, o corpo de Lex foi visitado por Mar Novu, que decidiu utilizá-lo para completar seus objetivos, e colocou energia interdimensional em seu corpo.[5] Novu ressuscitou Lex para poder utilizar sua mente durante a Crise. Lex foi deixado no reino o Monitor com um jogo intergalático de xadrez para se destrair, na qual ele ganhava. Eventualmente, Novu retornou e Lex o cumprimentou, notando que esta dimensão precisava de uma redecoração. Lhe foi oferecido a oportunidade de Lex ser o herói que sempre quis ser, apesar dele clamar já ser um herói. Ele concordou, mas primeiro teriam de conversar sobre suai irmã.[4][5]

Crise de 2019

Matando os Supermen do multiverso

Para ser adicionado...

"Tornando-se" um Paragon

Em 10 de Dezembro de 2019, após o detector de Paragon ter sido construído, os heróis se separaram para poder concluir suas missões, com Lois coordenando-os na Waverider; as únicas pessoas que permaneceram na nave foram Kate e Kara.

Determinada em utilizar o Livro do Destino e restaurar seu universo, Kara foi à cela de Lex para interrogá-lo, mas Kate o agrediu para que revelasse como utilizar o artefato. Lex disse que Danvers deveria concentrar-se em algo específico - como ele se concentrou em seu ódio pelo Superman - se não ela ficaria louca, igual à Deegan. Sabendo disto, Kara e Kate colocaram-o de volta em sua cela e deixaram a sala.

Paragons

Os Paragons no Ponto de Fuga.

Após isto, o Anti-Monitor possuiu a Precursora e matou o Monitor, também erradicando a Terra-1 e todo o multiverso com uma gigantesca onda de antimatéria. Aparentemente, Lex havia morrido junto com os outros heróis na Waverider. Porém, após o Pária teleportar os Paragons ao Ponto de Fuga, o Superman da Terra-96 começou a desaparecer, e Lex surgindo em seu lugar. Ele revelou que, antes de ser preso, havia roubado uma página do Livro do Destino e utilizou-o para substituir Clark como o Paragon da Verdade.[15]

Após diversas semanas no Ponto de Fuga, Lex e Ryan Choi tentaram criar um teleportador interdimensional para fugirem, mas a máquina falha. pós Barry retornar, Oliver aparece e alerta a todos para irem té Maltus e prevenir que Mar Novu entrasse no universo de antimatéria. Porém, eles são atacados pelo Anti-Monitor e apenas Lex, Kara e Ryan conseguem chegar ao local. Lex é confrontado por Kara, mas é capaz de derrotá-la ao revelar seus novos poderes que conseguiu ao utilizar o Livro do Destino. Ryan tenta impedi-lo, mas também é derrotado. Lex encontra Mar Novu e interrompe seu experimento. Ele explica como esta experiência iria resultar na criação do Anti-Monitor e a morte de diversos universos, mas Luthor disse que poderia ajudá-lo se ele o ajudasse a matar Superman e Supergirl após, eventualmente, ganhar seus poderes. Kara recupera sua memória e vai ao local, e os dois entram um confronto. Os outros Paragons conseguem sair da Força de Aceleração e vão à Aurora do Tempo, onde o Anti-Monitor os aguardava. Os Paragons enfrentaram um exército de demônios da sombra, enquanto Oliver se sacrificava para derrotar o Anti-Monitor e criar um novo universo.[16]

Pós-Crise

Recebendo o Prêmio Nobel

No novo universo criado após a morte de Oliver, Lex é um ser conhecido mundialmente, benevolente e um humano respeitável, e também o dono do D.O.E. Ele possuí um relacionamento familiar melhor com sua irmã, Lena, e defendeu a Supergirl do presidente inúmeras vezes.[17]

Legado

O aprisionamento de Lex faz parte da motivação de vingança contra alienígenas por Lillian. Ela está determinada em "proteger" seu filho de ameaças extraterrestres e acredita que seu filho, o "verdadeiro Superman", está por de trás das barras por tentar roubar os poderes que Superman havia roubado da humanidade. Durante sua cruzada anti-alienígena, Lillian também procurou por armas do armazém de Lex.

Por conta das ações de Lex, o nome da família Luthor foi manchada, ao ponto de que a maioria dos indivíduos terem dificuldades em acreditar em alguém com o sobrenome "Luthor". Lena, especialmente, batalha diariamente para restaurar o nome de sua família.[7]

Equipamento

  • Lexosuit: Lex criou um traje de batalha altamente tecnológico, apelidado de "Lexosuit", dando-o um incrível aumento de força, durabilidade, voo, disparos de energias e armamento avançando, além de outras capacidades. Ele usava esta armadura para batalhar contra Superman.
  • Relógio: Lex carrega um relógio especial, permitindo-o controlar remotamente suas invenções.

Aparições

Supergirl

2ª Temporada

3ª Temporada

4ª Temporada

5ª Temporada


Batwoman

1ª Temporada

Flash

6ª Temporada

Arqueiro

8ª Temporada

DC's Legends of Tomorrow

5ª Temporada

Referências

  1. 1,0 1,1 1,2 1,3 1,4 "The House of L"
  2. "American Dreamer"
  3. 3,0 3,1 3,2 3,3 "Luthors"
  4. 4,0 4,1 "The Wrath of Rama Khan"
  5. 5,0 5,1 5,2 5,3 "The Quest for Peace"
  6. "O Lugar Mais Sombrio"
  7. 7,0 7,1 7,2 7,3 7,4 "As Aventuras da Supergirl"
  8. "Fallout"
  9. "Bem-Vindo a Terra"
  10. "Midvale"
  11. "Abrigo da Tempestade"
  12. 12,0 12,1 12,2 12,3 "O Brother, Where Art Thou?"
  13. "Aliens Americanos"
  14. "Consequências"
  15. "Crisis on Infinite Earths: Part Three"
  16. "Crisis on Infinite Earths: Part Four"
  17. "Crisis on Infinite Earths: Part Five"
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.