FANDOM


Mercy Graves
Mercy Graves
Informação
Ocupações Criminosa
Membro do Projeto Cadmus (anteriormente)
Chefe de segurança da Luthor Corp (anteriormente)
Aliada do Agente Liberdade
Estado atual Morta
Família Otis Graves (irmão; morto)
Universo de origem Terra Trinta e Oito
Intérprete Rhona Mitra
Fonte

Mercy Graves foi uma criminosa, ex-agente de Cadmus, ex-chefe de segurança de Lex Luthor na Luthor Corp e irmã de Otis Graves. Após a prisão de Lex, Mercy foi trabalhar para a mãe de Lex, Lillian Luthor, em Cadmus. Depois que Lillian foi presa e Cadmus fechou, Mercy e seu irmão Otis começaram a trabalhar para o Agente Liberdade.

Biografia

Início da vida

Em 1996, Mercy e sua família foram de férias para um destino desconhecido e ela de alguma forma feriu perigosamente seu irmão. Tanto na verdade, que os paramédicos foram chamados em uma tentativa de ressuscitá-lo.

Trabalhar na Luthor Corp

Em algum momento, Mercy tornou-se uma conhecida da família Luthor e começou a trabalhar como chefe de segurança de Lex Luthor na Luthor Corp. Seu relacionamento cresceu com o tempo e eventualmente ela se tornou a confidente mais próxima de Lex e convidada frequente. Mercy também cresceu perto da irmã mais nova de Lex, Lena, tornando-se uma figura de irmã mais velha da Luthor mais jovem, ensinando-a a agir, vestir-se e a alcançar a maior arma. No entanto, Mercy acabou ficando frustrada com o hiper-foco de Lex em Superman, em vez de olhar para a foto maior, sentindo que a inteligência não era suficiente e que os humanos precisavam encontrar uma maneira de igualar as habilidades sobre-humanas que os alienígenas possuíam, deixou a Luthor Corp.

Quando Lex foi preso, Mercy virou testemunha dos Estados contra ele e forneceu provas que ajudaram a colocá-lo na prisão.

Projeto Cadmus

Após o encarceramento de Lex, Mercy e seu irmão, Otis, começaram a trabalhar para a mãe de Lex, Lillian Luthor, no Projeto Cadmus. No entanto, Lillian também foi presa mais tarde pela Supergirl, o que causou o fechamento de Cadmus.

Trabalhando com o Agente Liberdade

Depois de ouvir falar de Ben Lockwood e seus amigos perseguindo e matando imigrantes alienígenas, Mercy se encontrou com ele e os dois falaram em seu carro. Ela disse a ele que, embora seu trabalho fosse bom, foi desleixado, já que ela conseguiu localizar as impressões digitais dele no local. Ela então deu-lhe uma armadura e propôs que trabalhassem juntos para se livrarem de alienígenas. Ela explicou que o plano deles era expor a presidente Marsdin como uma alienígena e se apresentou e Otis. Ela então mostrou a ele um arquivo de uma mulher chamada Fiona Byrne que foi seu primeiro alvo alienígena devido a ela ser uma ativista dos direitos dos alienígenas. Os três começaram a trabalhar juntos e Ben assumiu o nome "Agente Liberdade".

Mercy and Otis

Mercy e Otis conversam com o Agente Liberdade.

Sob as ordens do Agente Liberdade, os dois usaram o Dr. Rohan Vose do lado de fora de seu laboratório e começaram a usar lasers para cortar seus espinhos que saíam de seus braços para obter acesso ao laboratório. Depois que Otis pegou um, ele pegou o outro por motivos lúdicos e Mercy o criticou por não ser profissional. Assim que a entrada do laboratório se abriu, Supergirl bateu uma janela, mas foi ensurdecida por um dispositivo usado por Otis e teve suas pernas algemadas por Mercy. Otis então atirou através de uma janela no final do corredor e os dois entraram no laboratório. No entanto, Supergirl conseguiu escapar dos punhos como Mercy encontrou o pacote que eles estavam procurando. Enquanto os dois se preparavam para sair, Supergirl voou de volta, mas ficou para trás para proteger o Dr. Vose de uma bomba lançada por Otis enquanto o irmão e a irmã faziam sua fuga. Os dois viajaram de volta para o covil do Agente Liberdade e quando Otis começou a brincar com nunchucks, um deles acertou em alguma coisa e Mercy ameaçou-o para não fazê-lo novamente. Quando o Agente Liberdade entrou, Mercy disse a ele que sua missão foi bem sucedida, mas quando Otis disse a ele que Supergirl apareceu, ela o chutou. O Agente Liberdade então pediu o EMP e, quando mostrado, ele disse aos irmãos que se preparassem para a guerra.

Mais tarde, na reunião da presidente Marsdin para os alienígenas, Mercy e Otis foram instruídos a atacá-la e depois de roubar uniformes de dois agentes do D.E.O., eles lançaram o EMP que desligou todas as luzes em que a reunião estava sendo realizada. Uma vez dentro, Mercy destruiu um agente com uma arma e tentou matar Alex Danvers mas foi infeliz a cada tiro. Ela então jogou a arma e as duas começaram a lutar. Mercy rapidamente desarmou Alex e até mesmo conseguiu socorrê-la, lançando uma bomba quando ela desceu e fugiu. O irmão tentou fugir em motocicletas, mas foi seguido pela Supergirl. Sabendo que ela não poderia perdê-la, Mercy recorreu a atirar Otis no ombro, o que o levou a voar de seu veículo e foi lançado em queda, forçando Supergirl a parar e resgatá-lo. Ao fazê-lo, Mercy conseguiu escapar. Mais tarde, de volta ao covil do Agente Liberdade, ele e Mercy assistiram ao noticiário da revelação de que a presidente Marsdin é uma alienígena. O Agente Liberdade, em seguida, elogiou seu trabalho e ela explicou o quanto ela amava seu país. Ele então se moveu-se até uma mulher que ele havia feito de refém e a matado, explicando que ele era um agente da liberdade.

Enquanto usava uma peruca vermelha para não ser reconhecida, Mercy entrou em um elevador com um homem que estava carregando um laptop com ele e quando as portas se fecharam, ela estrangulou e matou-o com sua bolsa e pegou seu laptop. Ela então retornou ao Agente Liberdade, que estava assistindo a reportagem sobre a Supergirl parar um motim fora da Casa Branca, e exclamou que conseguir o laptop da vítima era fácil. Ela então mostrou a ele que ela obteve um frasco de kryptonita e explicou que eles não a matariam e que era apenas uma medida de segurança. Mercy mais tarde usou o laptop em uma tentativa de desativar permanentemente qualquer indutor de imagem que um alienígena em National City estava usando. No entanto, Lena Luthor conseguiu usar seu computador em seu escritório para instalar um firewall e parar Mercy. Enfurecida, ela destruiu o laptop.

Mais tarde, Mercy viajou para a L-Corp, a fim de destruir o indutor de imagem para sempre. Ela usou ondas sonoras super-sônicas para incapacitar todos no saguão do prédio, incluindo a equipe de segurança, e assumiu o prédio inteiro. Ela então falou com Lena através de um dos televisores e expressou sua decepção por permitir que ela entrasse tão facilmente. Lena entrou em um dos elevadores com Kara Danvers e Eve Teschmacher, Mercy falou com ela novamente e elogiou-a pelo modo como ela havia estabelecido sua companhia.

Enquanto as três evitavam os homens de Mercy, ela entrou no laboratório de Lena e pegou um dos braços do Lexotraje e saiu do esconderijo quando Lena e Kara entraram na sala. Ela pediu a Lena para se juntar a ela porque eles tinham as mesmas visões, os humanos precisavam se concentrar em ser tão poderosos quanto alienígenas. No entanto, Lena rapidamente negou a oferta e depois de tentar convencê-la, ela agarrou o outro braço do Lexotraje e atirou em Mercy. Ela então fez Kara sair do quarto e ela e Mercy começaram a lutar. Após tentativas fracassadas de atirar, Mercy chegou perto de Lena e chutou-a contra uma parede, mas ela rapidamente se levantou e os dois apontaram as armas do traje um para o outro, mas antes que qualquer um pudesse fazer qualquer coisa, Supergirl apareceu e imobilizou Mercy contra uma parede para pará-la. As celas do D.E.O. dela e Otis foram posteriormente verificadas por Jensen e ela tentou convencê-lo de que o D.E.O. era o vilão e que a Terra não pertencia a alienígenas. Esse discurso funcionou quando Jensen mais tarde tirou Mercy e Otis de suas celas e retornou para o covil do Agente Liberdade com eles. Mercy então usou um dispositivo usado anteriormente por Supergirl para derrotar os Daxamitas e encheu-o com Kryptonita, liberando Kryptonita no ar.

Depois que eles soltaram a kryptonita, os três foram recebidos pelo Agente Liberdade, que se desmascarou na frente de Jensen. Acreditando que Jensen tinha enchido seu purpúreo, Mercy agarrou-o e segurou uma faca em sua garganta, pronta para cortá-lo, no entanto, ela foi impedida pelo Agente Liberdade, que a convenceu de que Jensen poderia colocá-los no D.E.O..

Personalidade

Em contraste com seu irmão, que é brincalhão com seus crimes e trabalho, Mercy é muito legal, calmo e colecionado como mostrado ao torturar Rohan Vose. Quando Otis estava tirando os espinhos de Vose de seus braços, ele riu e exclamou que estava se divertindo enquanto Mercy o criticava por agir como uma criança. Durante sua conversão com o Agente Liberdade, ela mostrou seu lado patriótico, assim como suas crenças sobre a supremacia humana.

Habilidades

  • Inteligência de alto nível: Mercy demonstrou ser muito inteligente e capaz de usar um computador ou laptop para hackear qualquer coisa, até mesmo ser capaz de montar todo um sistema de segurança em uma empresa.
    • Especialista em computação/hacker master: Depois de roubar um laptop de um funcionário da L-Corp, Mercy foi capaz de usá-lo para invadir o mainframe e rapidamente desativar qualquer indutor de imagem em National City que um alienígena estava usando. Ela também foi capaz de projetar todo o mainframe de segurança da Luthor Corp.
  • Pico de condição física humana: Como um ex-chefe de segurança e agente Cadmus, Mercy está em condição física superior depois de ter passado por treinamento extensivo.
  • Especialista Combatente/Artista Marcial: Como Chefe formal de Segurança da Luthor Corp, Mercy é especialista em combate desarmado e artista marcial. Mercy provou ser hábil o suficiente para enfrentar Alex Danvers, um combatente altamente qualificado em seu próprio direito.
    • Atiradora de precisão especialista: Como Chefe de Segurança há muito tempo, Mercy é especialista em armas de fogo e foi capaz de disparar e matar um agente de uma distância maior. Ela também foi capaz de atirar seu irmão no ombro, enquanto ambos estavam em motocicletas.

Equipamento

  • Peruca vermelha: Mercy usou brevemente uma peruca vermelha quando tentava permanecer disfarçada e ao recuperar um laptop de um funcionário da L-Corp.

Aparições

Supergirl

4ª Temporada

Por trás das cenas

  • Nos quadrinhos da DC, Mercy Graves é a mulher da mão direita e assistente de Lex Luthor e o ajudou na maioria de seus crimes.
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.