Arrowverso Wiki
Advertisement

"Eu só estou aqui, nessa posição, porque eu era o único que sabia tudo de você. Os seus feitos, a sua história. Agora está ficando claro que, na verdade, eu não sei nada sobre você."
—Mitch Anderson para Superman[fonte]

Mitchell "Mitch" Anderson[1] (morto em 2022) foi um antigo tenente-general do exército dos EUA. Ele se tornou o novo diretor do Departamento de Defesa depois que Sam Lane se aposentou. Depois que dois membros de seu grupo, Superman da América, foram mortos por um sósia bizarro do Superman, Andersou se tornou obcecado em encontrá-lo.

Sua obsessão acabou deteriorando a relação do Superman com o exército dos EUA. Quando a sósia bizarra foi encontrada, Mitch roubou armas do Projeto 7734 e atacou Superman, seu sósia e Tal-Rho. Ele então fugiu e se encontrou com Ally Allston, entregando-lhe o pingente que todos estavam atrás.

Mitch roubou o pingente de Ally e foi parar no Mundo Inverso, onde passou a ser procurado pela Ally daquela dimensão. Eventualmente, ele percebeu que Ally era a verdadeira vilã, e não Superman e "Bizarro". Ele acabou sendo morto por Jonathan-El em combate, tendo seu peito amassado.

Biografia[]

Vida pregressa[]

Em algum momento, Mitch Anderson se alistou ao exército dos Estados Unidos, e eventualmente chegou ao cargo de tenente.

Algum tempo depois, lhe foi oferecido o cargo de general do Departamento de Defesa,[2] já que seu antigo líder, Sam Lane, estava se retirando para poder passar mais tempo com sua família.[3] Anderson aceitou o cargo.[2]

Após se tornar o general do Departamento de Defesa, Anderson decidiu criar o grupo Superman da América, composto por indivíduos com poderes que o departamento havia recolhido nos últimos anos. Mitch então recrutou Tag Harris e outros dois indivíduos para ingressarem a equipe.[4]

Conflitos com o Superman[]

Ao descobrir que o Superman havia salvo um submarino nuclear norte-coreano, Anderson usou um ELT para chamar o herói ao Departamento de Defesa. Quando ele chegou, Anderson expressou sua infelicidade com a atitude, dizendo a ele que a América deveria vir primeiro e ter sido levado a solo americano. No entanto, o herói explicou que havia dado sua aliança ao mundo, e também que não se envolvia em assuntos geo-políticos. Mais tarde, depois de um terremoto atingir Smallville, Anderson foi confrontado por Superman, que descobriu que um grupo de indivíduos com poderes usava seu símbolo.[2]

Depois que o Superman, devido a suas dores de cabeça, desmaiou ao enfrentar Phillip Karnowsky, ele foi levado ao Departamento de Defesa. Anderson o encontrou e pediu que, como o herói não iria fazer parte de sua equipe, não interferisse nas missões. Ele explicou que Karnowsky roubou kryptonita-X das Minas Shuster. Enquanto saia, Superman informou que Tag, um dos membros de sua equipe, tinha apenas 18 anos, ao que Anderson comentou que ele era muito rápido.[5]

Superman se encontrando com Mitch Anderson

Superman se encontrando com Mitch Anderson.

Algum tempo depois, Anderson descobriu que uma criatura havia escapado das minas Shuster. Quando o Superman apareceu em sua sala, ele pediu para deixá-lo ajudá-lo. O herói então entregou um pendrive, contendo as informações necessárias para rastrear a energia que a criatura irradiava. Ele perguntou como conseguiu aquilo, ao que Mitch logo notou que foi o "cara da armadura" que lhe ajudou. Eventualmente, a criatura foi encontrado na Bolívia, o que causou estranheza em Anderson. Tag perguntou se deveriam chamar o Superman, ao que o tenente-general respondeu que o herói não seria capaz de enfrentá-lo.[4]

Algum tempo depois, o Superman apareceu para pedir pelo pingente que recebeu de Tag, mas Mitch se recusou a entregá-lo.[6] Após ser reprimido pela General Hardcastle, Anderson foi ao funeral dos membros mortos do Superman da América, onde uma das mães culpou-o pela morte de sua filha, o que acabou deixando-o com mais raiva do Superman. Quando o herói revelou que tinha capturado seu sósia bizarro e pediu pelo pingente para destruí-lo, Anderson se recusou em entregá-lo novamente, exigindo saber o que ele planejava. Quando Superman saiu, Anderson pediu a Erin Wu para localizá-lo. Eventualmente, Anderson percebeu que o Superman nunca iria confiar nele. Mais tarde, ele emboscou o herói e o atacou no Departamento de Defesa, sendo capaz de derrubá-lo. Questionado para onde iriam levá-lo, Anderson afirmou que o Superman seria aprisionado com seu irmão.[7]

Atacando Superman e Tal-Rho[]

Anderson visitou Tal-Rho e Superman, mas ele continuou negando em revelar a localização de seu sósia bizarro. No entanto, o herói pediu para que investigasse uma mulher chamada Ally Allston, alertando-o de que ela era o verdadeiro perigo. Mais tarde, Anderson voltou e torturou Tal-Rho com Kryptonita, fazendo com que o Superman revelasse que seu sósia estava na Fortaleza da Solidão. Porém, quando seus soldados chegaram lá, Anderson notou que o Superman havia mentido para ele, mas seus homens acabaram encontrando os restos da armadura usada pelo Bizarro. Distraído, Superman e Tal-Rho encenaram uma luta que permitiu que eles escapassem da custódia do Departamento de Defesa.

Anderson ameaçando Superman

Anderson ameaçando Superman.

Depois que os satélites encontraram-os no deserto, Anderson passou a acreditar que Superman, Tal-Rho e Bizarro estavam trabalhando juntos. Ele roubou armas de kryptonita e inaladores de Kryptonita-X do Projeto 7734, assim como o pingente de Bizarro, e foi atrás deles. Anderson os atacou na fortaleza de Tal-Rho, usando os inaladores de Kryptonita-X para se dar super-poderes. Anderson foi capaz de ferir Tal-Rho, o que obrigou a inteligência artificial de Lara Lor-Van soltar Bizarro, que começou a enfrentar Mitch. Anderson tentou usar kryptonita contra ele, mas o minério apenas o tornou mais forte. Ele deduziu que a kryptonita-X poderia enfraquecê-lo, e esmagou diversos frascos no rosto de Bizarro, enfraquecendo-o suficiente para permitir que Anderson o atacasse e quebrasse seu pescoço.

Após o confronto, Anderson fugiu e roubou múltiplos inaladores de kryptonita-X. Mais tarde, ele se encontrou com Ally e lhe entregou o pignente.[1]

Mundo Inverso[]

Ally explicou para Mitch sobre o que era o Mundo Inverso. Ela o drogou, permitindo-o conversar com sua sósia daquela dimensão. Com os dois pingentes em posse, Ally, Mitch e outros seguidores da Sociedade Inversa foram à minas Shuster e abriram um portal ao Mundo Inverso. No entanto, a maioria dos seguidores de Ally se desintegraram quando tentaram atravessá-lo. O Superman apareceu e salvou os seguidores restantes. Mitch usou um inalador de Kryptonita-X e tomou os pingentes de Ally, usando-os para chegar ao Mundo Inverso.[8]

Ao chegar no Mundo Inverso, Mitch foi confrontado por Ally Allston, Lana Lang, Jonathan-El e seu próprio sósia. Anderson-Inverso se aproximou de Mitch, e o pingente começou a fundi-los. No entanto, seu sósia foi morto por Jon-El, a pedido de Ally. Lana tentou tomar o pingente dele, mas Mitch a derrubou e fugiu. Ele começou a procurar por Lois Lane e foi até Chrissy Beppo, sendo instruído por ela a ir em um endereço. Lá, Lois apareceu e os apressou para irem embora.

Mitch morto por Jon-El

Mitch morto por Jon-El.

Escondidos abaixo da Fazenda El, Jordan-El perguntou onde estava seu pai. Mitch entendeu a palavra "pai", e após ver uma fotografia da família, ele começou a chorar ao perceber que havia se tornado um vilão. Mais tarde, o Superman e Jon-El apareceram na fazenda. Mitch nocauteou Jon-El e eles amarraram-o em uma cadeira. Mitch se desculpou com o Superman, explicando que agora percebia que nem ele e seu sósia eram os vilões, mas sim Ally. Ambas Ally, Lana e Tal-Rho apareceram para pegar os pingente. Mitch lutou contra Jon-El, que havia acordado. No entanto, ele acabou sendo morto pelo garoto quando teve seu peito amassado.[9]

Personalidade[]

Mitch é um indivíduo sério, que leva a segurança dos cidadãos dos Estados Unidos a outro patamar. No entanto, sua proteção extrema aos americanos também lhe torna alheio a realizar comentários desagradáveis sobre outros países; depois que o Superman salvou um submarino norte-coreano de afundar, ele sugeriu que o Homem de Aço tivesse o levado até solo americano. Ele também acredita que o herói "traiu" sua nação, pois não havia jurado lealdade unicamente aos Estados Unidos. Apesar de seus conflitos de ideias, ele respeita as atitudes heroicas de Superman.

Embora respeite Superman, Anderson não tem medo de confrontar o herói quando necessário. Depois que ele descobriu que seu emblema estava sendo usado por adolescentes e jovens adultos com poderes, Mitch explicou que aquele era o maior símbolo do planeta, reconhecível em qualquer lugar.

Poderes e habilidades[]

Poderes[]

Mitch Anderson usando visão de calor

Mitch Anderson usando visão de calor.

  • Aprimoramento por Kryptonita-X: Para poder lutar e capturar a versão bizarra de Superman, Anderson roubou várias armas do Projeto 7734, incluindo diversos inaladores de kryptonita-X. Depois de matar a versão bizarra do Superman, Anderson desapareceu e roubou mais frascos de KX e armas de kryptonita.[1]
    • Visão de calor: Anderson é capaz de disparar raios vermelhos de seus olhos. Aparentemente, ele demonstrou ter controle sobre essa habilidade.[1]
    • Super força: Ao usar um inalador de KX, a força de Anderson foi aprimorada. Ele foi capaz de enfrentar o Superman e seu irmão, Tal-Rho, em um combate, embora ambos estivessem enfraquecidos pela kryptonita que usou para atacá-los. Ele também conseguiu quebrar o pescoço da versão bizarra do Superman, que estava enfraquecido pela KX.[1]
    • Invulnerabilidade: Anderson levou golpes da versão bizarra de Superman sem apresentar nenhum ferimento.[1]
    • Voo: Mitch era capaz de voar.[1]

Habilidades[]

  • Treinamento militar: Como tenente-general do exército dos EUA, Anderson teve treinamento militar adequado.
    • Combate corpo-a-corpo: Devido ao seu treinamento militar, Anderson é um excelente lutador, embora não se saiba o grau de sua habilidade.
    • Atirador habilidoso: Anderson é capaz de usar armas de fogo com precisão.
  • Estrategista habilidoso: Enquanto lutava contra a versão bizarra do Superman, Anderson percebeu que o indivíduo tinha uma fraqueza para a Kryptonita-X e o derrotou bombardeando-o com a substância, deixando o Superman Bizarro fraco demais para revidar.

Aparições[]

Superman & Lois[]


Por de trás das câmeras[]

  • Nas histórias em quadrinhos da DC Comics, Mitch Anderson, também conhecido como Outburst, é um membro do Superman da América, e também a pessoa que (inadvertidamente) causou a morte do Superman. Sua primeira aparição foi em Liga da Justiça da América #69 (dezembro de 1992).

Referências[]

Advertisement