Ryan Choi
Ryan Choi.png
Informação
Ocupações Professor de física na Universidade de Ivy Town
Cientista
Paragon da Humanidade
Estado atual Vivo
Família Amanda (esposa)
Simone (filha)
Universo de origem Terra-1 (pré-Crise)
Terra-Prime (pós-Crise)
Intérprete Osric Chau
Fonte
"Trilhões de outras vidas, um número infinito, vão ser perdidas se você continuar com isso. Não vale a pena. [...] Uma nova amiga me disse que sou especial. Eu não acreditava até agora."
—Ryan Choi para Mar Novu[fonte]

Dr. Ryan Choi é um cientista e um professor de física na Universidade de Ivy Town. Ele é o esposo de Amanda e o pai de Simone. Foi revelado que Ryan é o Paragon da Humanidade, um dos sete seres puros de vontade que poderiam derrotar o Anti-Monitor durante uma certa Crise.

Biografia

Pré-Crise

Vida pregressa

Enquanto crescia, Ryan Choi estudou ciências e eventualmente se tornou um professor de física e cientista.

Em algum momento de sua vida, Ryan se casou com Amanda, e juntos tiveram uma filha chamada Simone, que nasceu em Junho de 2019.[1]

Futuro apagado

Em algum momento entre 2018 e 2024, Ryan Choi criou o 16º traje de Flash para Barry Allen, roupa que também podia ser colocada dentro de um anel.[2][3] Como Nora West-Allen voltou ao passado e alterou a linha do tempo, resultando em sua remoção da linha temporal, esse futuro foi desfeito.[4]

Crise nas Terras Infinitas

Recrutado para a ação

Ryan conversando com Iris.

Em 10 de Dezembro de 2019, seis meses depois do nascimento de Simone, Ryan esteve em Ivy Town conversando com sua esposa através do telefone a respeito do céu vermelho no lado de fora quando Iris West-Allen, Ray Palmer (a quem Ryan era um grande fã) e Ralph Dibny se aproximaram dele para pedir sua ajuda. Os três explicaram que estavam lá porque Ryan era o "Paragon da Humanidade", um dos sete heróis que poderia salvar o multiverso de sua destruição pelas mãos do Anti-Monitor, e precisavam de sua ajuda. Ryan não acreditou neles e decidiu ir embora para sua esposa e filha. Eventualmente, Iris conseguiu convencê-lo a ajudar.

Ryan com os outros Paragons observando Lex Luthor.

Ao chegar na Waverider, Ryan conheceu os outros heróis que iriam ajudar a salvar o multiverso. Nesse instante, a Precursora, que havia desaparecido misteriosamente sem deixar nenhum vestígio, ressurgiu. O Pária também apareceu, fazendo os heróis perceber que o retorno da Precursora era uma armadilha do Anti-Monitor. Controlando-a, Mobius matou Mar Novu e destruiu a Terra-1, a única Terra restante de todo o multiverso, com uma onda de antimatéria. Sabendo o que deveria ser feito, o Pária enviou os 7 Paragons ao Ponto de Fuga, onde o Anti-Monitor não poderia alcançá-los, enquanto a Waverider era destruído e os heróis presentes mortos pela antimatéria. No Ponto de Fuga, Ryan e os outros Paragons testemunharam o Superman desaparecer e ser substituído por Lex Luthor, que usou o Livro do Destino para se tornar o Paragon da Verdade ao invés do Homem de Aço.[1]

Recriando o multiverso

Ryan trabalhando com Lex.

Por semanas seguintes, os Paragons ficaram presos no Ponto de Fuga, já que eram as únicas pessoas vivas. Durante as semanas, Barry Allen/Flash desapareceu na Força de Aceleração. Eles tentaram inventar ideias e planos para fugirem de lá, embora fosse impossível. Como cientista, Ryan se uniu com Lex para tentar usar os matérias que encontrassem para construir um teletransportador. Quando terminado, porém, a máquina não funcionou.

Algum tempo depois do retorno de Barry, Oliver Queen, que havia morrido no início do evento, foi até os Paragons como o Espectro, um ser que tinha conexão com todo o multiverso. Depois de desbloquear o verdadeiro potencial do Flash, eles tiveram um plano de voltar no tempo através da Força de Aceleração e impedirem Mar Novu de realizar seu experimento que deu origem ao Anti-Monitor em primeiro lugar.

Ryan, Supergirl e Lex em Maltus.

Infelizmente, enquanto os Paragons eram levados pelo Velocista Escarlate através da Força de Aceleração, o Anti-Monitor os atacou, fazendo com que Barry separasse os Paragons. Ryan, Lex e a Supergirl foram os únicos a chegarem em Maltus para impedir Mar Novu. Lex revelou que havia lhe concedido poderes ao usar o Livro do Destino, e nocauteou a Supergirl e Ryan para poder usar a ingenuidade de Novu a seu benefício. Quando acordaram, Ryan e a Supergirl foram até Novu. Enquanto a Garota de Aço enfrentava Lex, Ryan foi até Novu e Xneen, a esposa do Monitor a quem Lex nocauteou. Ele explicou as consequências de seu experimento e o que aconteceria com o multiverso caso ele continuasse com isso, conseguindo convencer o homem a desistir de sua ideia. Depois de separar a briga, Ryan, Supergirl e Lex foram pegos pelo Flash.

Os Paragons acendendo a chama.

Reunido com os Paragons no início dos tempos, Ryan ficou chocado ao saber que o universo de antimatéria ainda existia, apesar de ele ter impedido Mar Novu de prosseguir com sua viagem. Mobius explicou que outro Mar Novu do multiverso simplesmente veio em seu lugar. O Espectro disse aos Paragons que acenderia acender a faísca de um multiverso, mas eles teriam que abanar as chamas; ele deixou Lex descobrir como, já que nem mesmo o próprio Espectro sabia como apesar de sua consciência cósmica. Ryan ajudou os Paragons a lutar contra os demônios das sombras enquanto o Espectro lutava contra Mobius. A luta resultante causou uma bolha de matéria, que era o novo universo. A Supergirl percebeu que poderia usar a página que Lex roubou do Livro do Destino para terminar o novo mundo, concentrando-se no que encarnavam como Paragons. Suas vontades combinadas acabaram com o universo, explodindo Mobius e ferindo fatalmente o Espectro.[5]

Pós-Crise

Ryan foi recolocado na Terra-Prime junto com sua esposa e filha, onde seu tempo como um Paragon foi apenas um mero "sonho".

Ele esteve cuidando de Simone quando foi atacado por um demônio da sombra em sua própria casa. Ele quase foi morto, mas Sara Lance/Canário Branco o salvou. Mais tarde, ele, Ray e Nash Wells construíram uma bomba para banir o Anti-Monitor para o Microverso.[6]

Em Janeiro de 2020, "Iris West-Allen" visitou Ryan para saber mais sobre a tecnologia que Amunet Black havia roubado.[7]

Personalidade

Inicialmente, Ryan tinha muitas dúvidas de si mesmo, ele não queria acreditar que era um modelo de nada, porém, depois de passar um mês preso com os outros paragons e receber algumas conversas estimulantes, ele começou a acreditar em si mesmo. Ele começa a se abrir e confiar em seus novos amigos.

Ryan está aberto para experimentar coisas novas. Ele estava animado com a oportunidade de andar em um planeta alienígena e ficou animado quando Barry Allen mostrou sua velocidade.

Habilidades

Aparições

Flash

5ª Temporada

  • "Nora(mencionado)

6ª Temporada

Arqueiro

8ª Temporada

Lendas do Amanhã

5ª Temporada

Galeria

Imagens promocionais

Crise nas Infinitas Terras

Curiosidades

  • É possível que Ryan tenha sido o fundador das Empresas Choi, apesar de não ter sido confirmado oficialmente.
  • Ryan é o único humano civil a ser um Paragon, enquanto todos eram guerreiros treinados e/ou indivíduos super-poderosos de alguma forma.
    • Isso pode significar que Ryan foi escolhido porque ele era a melhor representação do "homem comum" de todo o multiverso.

Por de trás das cenas

Referências

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.