Arrowverso Wiki
Advertisement

"O tempo dos vigilantes está chegando ao fim. Porque como alguém pode idolatrar quem se esconde nas sombras e não mostra o rosto? Quem se recusa a pagar pelas falhas e erros? Isso não é um herói, é um covarde."
—Samanda Watson para Oliver Queen[fonte]

Samanda Watson é uma agente do FBI enviada à Star City para liderar as investigações das alegações de que Oliver Queen era o Arqueiro Verde. Quando Oliver pediu ajuda de Samanda para enfrentar Ricardo Diaz, Samanda ofereceu os recursos da organização em troca dele admitir ser o Arqueiro Verde e ser encarcerado na Prisão de Segurança Máxima de Slabside. Apesar de seus esforços, Diaz conseguiu escapar, mas Oliver cumpriu sua parte do acordo.

Samanda e o FBI decidiram ficar em Star City até que Diaz fosse capturado. Depois que Oliver foi preso, Felicity Smoak pediu ajuda de Samanda para encontrá-lo. Embora hesitante, ela concordou. No entanto, os planos que elas tiveram para capturar Diaz falharam, o que resultou na transferência de Watson para Washington.

Biografia[]

Investigando Oliver Queen[]

Depois que o Canal 52 vazou uma foto de Oliver Queen como o Arqueiro Verde, Samanda foi enviada à Star City para investigá-lo. Ela cumprimentou Oliver e o Vice-prefeito Quentin Lance em seu escritório na prefeitura, anunciando seu objetivo na cidade. Mais tarde, Samanda aguardou pela chegada de Oliver no interrogatório, mas ele não compareceu. Samanda questionou a ausência de Oliver, e também comentou sobre a morte misteriosa da mãe do filho dele, já que nenhum corpo foi encontrado. À noite, Oliver compareceu ao interrogatório, mas foi anunciado na televisão que a foto dele como Arqueiro Verde havia sido alterada. Samanda riu da ironia e o parabenizou por ser inocentado, mas garantiu que não iria parar com sua investigação.[1]

Uma semana depois, Samanda visitou o escritório de Oliver novamente. Ela conversou sobre a apreensão de Alex Faust na noite anterior, relatando que nenhuma flecha havia sido encontrada no local apesar do criminoso ter sido preso pelo Arqueiro Verde. De seu escritório, Samanda assistiu Oliver argumentar contra a lei anti-vigilante.[2]

Durante uma investigação policial, Samanda questionou o que John Diggle, o guarda-costas do prefeito, fazia lá. Ela então pediu para que a seguisse para ser interrogado. Mais tarde, Watson convocou Felicity Smoak para seu escritório. A agente disse que Felicity era o álibi de Oliver nas noites em que o Arqueiro Verde estava operando, mas antes que pudesse interrogá-la, ela teve que ir embora. Alguns dias depois, Samanda encurralou a tenente Dinah Drake e a acusou de ser a Canário Negro.[3]

De alguma forma, Samanda descobriu que Rene Ramirez era o Cão Raivoso. Ela então o confrontou com essa informação e ameaçou afastá-lo de sua filha, a não ser que ele testemunhasse contra Oliver.[4]

Samanda conversando com Oliver

Samanda conversando com Oliver.

Durante o Dia de Ação de Graças, Watson prendeu Oliver pelos crimes que o Arqueiro Verde cometeu. Oliver foi levado sob custódia na frente de seu filho, e Oliver prometeu que, assim que fosse libertado, a processaria por acusação maliciosa. Watson não se importou porque acreditava ter todas as evidências de que precisava para prendê-lo para sempre. Ela tentou convencê-lo a assinar uma confissão, mas ele recusou e exigiu ver o filho. Mais tarde, ela compareceu ao julgamento de Oliver, que foi adiado temporariamente. Depois que Oliver anunciou que o Projeto de Lei Anti-Vigilante havia sido aprovado, Watson o confrontou e disse que estava voltando para Washington, mas voltaria para o julgamento dele.[5]

Ajudando a Equipe Arqueiro[]

Algum tempo depois, Oliver, estando sem mais nenhuma opção em sua guerra contra Ricardo Diaz, recorreu ajuda de Samanda para capturar o criminoso. Ao ouvi-lo, Samanda questionou se Oliver estava tentando capturar Diaz como o prefeito ou "outra pessoa". Para poder ajudá-lo, Watson pediu para que Oliver fosse mais "direto". Oliver então admitiu que era o Arqueiro Verde, para a satisfação de Samanda. Ela concordou em ajudá-lo com duas condições,[6] com uma delas sendo que ele fosse preso.

FBI e a Equipe Arqueiro

Samanda, FBI e a Equipe Arqueiro.

Depois de terem fechado o acordo, Watson e alguns agentes do FBI ajudaram a Equipe Arqueiro a invadir o Departamento de Polícia de Star City, onde confrontaram e derrotaram os policiais corruptos de Diaz, permitindo-os limpar o departamento de polícia. Algum tempo depois, Diaz foi localizado graças a uma informação concedida por Anatoly Knyazev. Watson, o FBI e a Equipe Arqueiro iniciaram uma operação para capturá-lo, mas acabaram caindo em uma armadilha orquestrada pelo criminoso. Felizmente, eles conseguiram escapar da explosão da bomba.

Mais tarde, Diaz os contatou e exigiu que o prefeito Quentin expulsasse o FBI, ou então ele mataria Laurel Lance. Depois que Quentin aparentemente traiu Watson apenas para que ele pudesse ficar perto de Laurel, Oliver disse a ela que Lance tinha um marca-passo que poderia ser rastreado. Felicity hackeou a frequência do marca-passo e o rastreou até a casa segura de Diaz. Após uma luta entre as forças combinadas da Equipe Arqueiro e do FBI contra os homens de Diaz, eles resgataram Quentin e Laurel. Eles também recuperaram informações do pen drive pessoal de Diaz, que eram arquivos detalhados de toda a sua operação, incluindo aqueles em sua folha de pagamento, informações suficientes para libertar a cidade das garras de Diaz.

FBI prendendo Oliver

Samanda e o FBI prendendo Oliver.

Após a missão, Quentin foi levado ao hospital, onde passou por uma cirurgia. Enquanto aguardavam pela atualização do estado de Quentin, Watson foi prender Oliver por infringir a lei. Notando a surpresa da Equipe Arqueiro, Watson explicou os termos do acordo que havia feito com Oliver. Pouco antes levá-lo embora, todos e a recém-chegada Sara Lance receberam a notícia da Dra. Elisa Schwartz de que Quentin havia morrido. Watson disse a Oliver que isso não mudava nada, apesar de ela sentir pena de sua perda, e escoltou Oliver para fora. Após uma última visita de Felicity e William, Oliver e Watson participaram de uma coletiva de imprensa, onde Oliver disse ao mundo que ele era o Arqueiro Verde e estava indo para a cadeia.[7]

Perseguindo Ricardo Diaz[]

Cinco meses depois, Felicity visitou o escritório de Samanda e pediu sua ajuda para capturar Diaz.[8] Para tentar convencê-la, Felicity contou sobre como ela e William foram atacados por Diaz mesmo estando no programa de proteção a testemunhas, e revelou que o criminoso havia se aliado aos Caçadores de Longbow. Samanda se desculpou pelo ataque, mas apesar de suas palavras, negou se envolver, e ao invés disso pediu para que vivesse sua vida. Depois que Felicity foi embora, Samanda pediu para se reunir com seu superior.

Samanda discutindo com seu superior

Samanda discutindo com seu superior.

Durante a reunião com seu superior, Samanda o informou que Diaz havia se aliado a um grupo criminoso. No entanto, o homem recusou em desperdiçar os recursos do FBI para tentar apreendê-lo, pois acreditava que Diaz não representava uma ameaça depois que toda sua operação foi desmantelada. Watson não desistiu e continuou a tentar fazê-lo mudar de ideia, e revelou que Diaz e os Caçadores de Longbow haviam invadido o C.D.C. (Centros de Controle e Prevenção de Doenças). Entretanto, o homem ignorou a acusação, afirmando que ninguém sem nenhum tipo de permissão conseguiria colocar os pés dentro da instalação. Relembrando-a de que ele ainda era seu superior, o homem pediu para que Watson deixasse Diaz de lado e focasse em suas outras tarefas.

Mais tarde, Watson foi ao DPSCC para se encontrar com Felicity, Dinah e Rene. Lá, Felicity sugeriu que montassem uma armadilha para Diaz no C.D.C., mas sem o apoio do FBI. Embora fosse uma agente leal da organização, Samanda, relutantemente, concordou com o plano, mas insistiu que aquela seria a única vez que faria aquilo e que, no momento em que algo desse errado, toda a operação seria cancelada.

Samanda e Felicity no CDC

Samanda e Felicity durante a operação no C.D.C..

Naquela noite, Samanda entregou jaquetas do FBI para Felicity, Dinah e Rene e o quarteto deu início ao plano. Assim como o esperado, Diaz e os Caçadores de Longbow caíram na armadilha e invadiram o C.D.C.. Samanda correu para o andar onde estavam e tentou enfrentá-los, mas acabou falhando e os criminosos conseguiram escapar. De alguma forma, seu superior soube da operação ilegal que Watson participou e, como consequência de suas ações, transferiu Samanda para Washington, já que ela não tinha permissão para estar no C.D.C..

Enquanto arrumava suas coisas, Samanda convocou Felicity para seu escritório. Watson admitiu para ela que sempre teria fé na justiça, apesar do sistema ser falho, mas concordou que desobedecer seu chefe para ir atrás de Diaz foi a decisão certa a se tomar. Samanda reconheceu que Felicity era uma boa pessoa, e admitiu que ela não deveria viver sem sua família. Watson também lamentou que não conseguiram nada da operação, teorizando que as coisas poderiam ter sido diferentes.[9]

Crise nas Terras Infinitas[]

Samanda, assim como todos os seres do multiverso (com exceção dos sete Paragons), foi morta quando uma onda de antimatéria destruiu a Terra-1 em 10 de dezembro de 2019 durante a Crise nas Terras Infinitas.[10] No entanto, não se sabe se ela foi ressuscitada na Terra-Prime após o fim da Crise.

Personalidade[]


Esta seção está incompleta. Você pode ajudar a expandi-la adicionando algumas informações.

Habilidades[]

  • Intelecto de alto nível/Investigador especialista/Liderança: Como uma agente do FBI, Watson é muito inteligente e excelente investigadora, capaz de seguir todas as pistas para descobrir a verdade por trás de qualquer crime. Watson foi capaz de descobrir que John Diggle esteve se passando por Arqueiro Verde. Ela também descobriu, de alguma forma, que Oliver Queen era o vigilante conhecido como "Capuz/Arqueiro", e que Diggle estava fingindo ser o Arqueiro Verde para tirar as suspeitas de cima de Oliver. Ela também tem excelentes habilidades de liderança, tendo liderado um grupo de agentes do FBI enviados para ajudar a Equipe Arqueiro a lutar e derrotar Ricardo Diaz.
  • Especialista em combate corpo-a-corpo/Artista marcial: Como uma agente do FBI, Watson é uma lutadora corporal e artista marcial altamente qualificada, permitindo que ela se segurasse razoavelmente bem contra Red, um membro dos Caçadores de Longbow, e conseguiu acertar vários golpes eficazes e conseguiu desviá-la brevemente.
    • Atiradora especialista: Como agente do FBI, Watson recebeu treinamento no uso de armas de fogo é altamente habilidosa no uso delas.

Aparições[]

Arqueiro[]


Curiosidades[]

  • Samanda algumas semelhanças com Ana Lopez e Kristen Kramer.
    • As três foram parte de uma força policial de algum tipo.
    • As três estiveram determinadas a apreender um protagonista de suas séries (Oliver, Jennifer Pierce e Nevasca, respectivamente).

Por de trás das câmeras[]

  • Samanda Watson foi uma personagem original criada para Arqueiro e não foi baseada em nenhuma personagem existente nos quadrinhos da DC Comics.

Referências[]

Advertisement