Arrowverso Wiki
Advertisement

"A partir de agora, fazemos as próprias escolhas. Sem manipulações ou mentiras também. Sem matar inocentes em nome de uma linha do tempo. Sabem por que as Lendas de verdade mudaram essas coisas na história? Porque seguiram o coração, não a CPU deles."
—Sara Lance[fonte]

Sara Lance (destruída em 1914) foi uma clone robô da verdadeira Sara Lance criada por Gideon e a antiga líder das Lendas robôs. Inicialmente programada para impedir que as verdadeiras Lendas estragassem a linha do tempo, Sara eventualmente descobriu a verdade sua origem. Ela decidiu que não iriam mais seguir ordens de Gideon, mas acabou sendo reiniciada por Ava Sharpe e colocada em seu "modo assassina".

Chegando em 1914, Sara e Nate Heywood confrontaram os verdadeiros Sara e Nate Heywood e lutaram contra eles. Porém, a Gideon deles ordenou que arrancassem seus CPUs. Sara acabou fazendo isso e caiu no chão.

Biografia[]

Criação[]

Depois que Bishop fugiu da Waverider,[1] Gideon usou sua tecnologia para criar sua própria versão das Lendas, incluindo membros robóticos. Eles foram programados para acreditar que eram as verdadeiras Lendas, enquanto as outras Lendas eram suas "versões robóticas" que estavam estragando a linha do tempo.[2]

Sara e as Lendas encontraram as Lendas em 1943 e os atacaram. Porém, a equipe conseguiu escapar quando Bishop se sacrificou para ajudá-los. Durante a missão, Astra e Zari foram mortas.[3]

Descobrindo a verdade[]

Voltando para a Waverier, Sara perguntou a Gideon onde estava as Lendas, mas a I.A. a informou que a equipe havia se escondido. Enquanto aguardavam, Sara e Nate estudaram as mudanças que a equipe causou em 1943. Sara começou a se questionar do porque eles ajudaram um monte de pessoas. Ela então pediu para uma rota à 1986, onde uma aberração havia sido encontrada.

Pousando naquela época, Sara instruiu a equipe o que tinham que fazer. Quando Astra e Zari revelaram que estavam vivas, Sara ficou curiosa sobre como isso aconteceu. Suspeitando de Ava, Sara a seguiu até o laboratório e a agradeceu pelo trabalho que fez com sua equipe. Gideon interrompeu e a informou que encontrou a localização da aberração. Enquanto saia, Sara encontrou um objeto com o nome "Zari", mas Ava o tirou rapidamente de suas mãos e disse que não era nada para se preocupar.

Sara robô ameaçando o general

Sara robô ameaçando o general.

Enquanto aguardavam por atualizações, a equipe viu um comboio transportar o general Kalashnik. Gideon os informou que as Lendas mudaram a linha do tempo, conseguindo prevenir que as pessoas fossem mortas pela explosão de Chernobyl. Sara e a equipe interfiram no transporte e lutaram contra os soldados, conseguindo derrotá-los facilmente.

Enquanto discutia com o general em sua sala, Sara descobriu que haviam matado seus soldados, enquanto acreditava que havia apenas os nocauteado. Olhando para a televisão, Sara notou que as pessoas estavam fugindo da cidade, significando que iriam sobreviver a explosão. Eles decidiram filmar o general para que ele pedisse para as pessoas ficarem em suas casas. Sara acabou sendo baleada por Behrad e Ava exigiu que voltasse para a nave.

Embora garantisse que estivesse bem, Ava afirmou que ela precisaria de uma cirurgia. Sara fingiu que a anestesia havia tido efeito, e ficou acordada durante a operação toda. Quando Sharpe saiu da sala, Sara invadiu o cofre dela e pegou os objetos que havia visto anteriormente. Sara os levou até Zari, e as duas começaram a questionar as ações de Ava e Gideon, acreditando que as alterações das Lendas não eram erros. Gideon convocou uma reunião e exigiu que Sara matasse Irina Petrov.

Sara se preparou para a missão, afirmando para Zari que tinham que fazer as coisas parecerem normais. Depois que o áudio foi desativado para o restante da equipe, Sara conversou com Zari sobre seu "projeto". Ela se aproximou de Petrov em um parque e começou a conversar com ela, enrolando para matá-la. Quando estava prestes a injetar veneno em Irina, Zari a impediu e revelou que eram androides. Sara descobriu que os planos que Irina iria entregar para outras pessoas era para salvar mais vidas. Encontrando-se com Petrov em um beco, Sara conseguiu convencê-la entregar os planos.

Zari robô atacando Sara

Zari robô atacando Sara.

Voltando para a Waverider, Zari mostrou os arquivos que Ava tinha sobre as Lendas verdadeiras. Após descobrir que Gideon era a responsável por tudo, elas decidiram desligá-la. Sara então forçou Ava revelar a verdade para a equipe. Porém, embora revelasse a verdade para todos, incluindo que eles eram os vilões, Sara notou que Gideon ainda estava ativada. Zari apareceu e disse que havia sido reprogramada por Gideon. Sara tentou convencê-los de que não eram os mocinhos, mas não conseguiu. Gideon disse que ela havia sido reprovada em seu teste. Zari injetou algo em Sara, fazendo-a desmaiar.

No laboratório, Sara foi reprogramada para seu "modo assassino" e seu papel como líder foi entregue a Nate. Naquela tarde, ela se encontrou com Irina novamente e a matou sem piedade.[2]

Enfrentando as Lendas[]

Chegando em 1914, Sara e as Lendas saíram da Waverider. Eles foram confrontados por viajantes do tempo, então a equipe começou a matá-los impiedosamente. Quando as Lendas verdadeiras se revelaram, Sara e as Lendas robôs os atacaram, mas conseguiram fugir. Naquela tarde, Sara encontrou Eobard Thawne e o matou.

Lendas confrontando Canário Branco e Gládio robô

Sara e Nate confrontando as Lendas verdadeiras.

Depois que as Lendas começaram a causar pequenas aberrações por 1914, como entregar um óculos de realidade virtual a um homem, Sara e Nate recolheram os itens e apagaram as memórias das pessoas. Mais tarde, à noite, Sara e Nate confrontaram Sara Lance em um bar. Antes que pudessem enfrentá-la, a Gideon deles se passou por sua versão maligna e os instruiu a retirarem suas CPUs, prometendo uma atualização. Sara e Nate fizeram isso, caindo imóveis no chão.[4]

Personalidade[]

Embora seja um robô programado para seguir ordens, Sara, apesar de sua atitude fria, questionava muito as ordens que recebia. Ela suspeitava que Ava havia feito algo com Zari e Astra, já que ambas haviam morrido durante uma missão. Além disso, Sara também tinha uma compaixão dentro de si; ela sentia pena das pessoas inocentes que estavam destinadas a morrer em Chernobil e hesitou em matar Irina Petrov.

No entanto, ao ser reprogramada, Sara foi colocada em um "modo assassino". Ela se tornou cruel e não tinha medo de matar ninguém, como matou Eobard Thawne sem pensar duas vezes. Como parte da reprogramação, ela também se tornou fiel a Gideon, e não duvidou dela ao remover seu CPU, como pedido pela verdadeira Gideon.

Habilidades[]

  • Combate corpo-a-corpo: Sendo um clone da verdadeira Sara Lance, Sara provou ser uma lutadora corporal extremamente habilidosa, sendo capaz de derrotar diversos soldados ucranianos.
  • Mira precisa: Sara foi capaz de matar dois viajantes do tempo disparando duas shurikens, acertando-os exatamente no meio de suas cabeças.
  • Liderança: Sara era capaz de liderar sua equipe e fazê-los seguir suas ordens.

Fraquezas[]

  • Gideon: Como uma robô que segue ordens de sua criadora, Sara também está vulnerável à própria Gideon. A verdadeira Gideon a fez remover seu CPU, o que também causou sua morte.
  • Reprogramações: Como uma robô, Sara era vulnerável a reprogramações feitas internamente.

Equipamento[]

Equipamento anterior[]

  • Traje: Sara usava uma cópia do traje de Canário Branco da verdadeira Sara Lance.
  • Shurikens: Sara carregava um par de shurikens, que os usava em combate.

Aparições[]

Lendas do Amanhã[]

7ª Temporada[]

Curiosidades[]

  • Embora usasse uma cópia do traje de Canário Branco, Sara nunca foi chamada de Canário Branco.
  • Desde que foi reprogramada, Sara não disse uma única palavra. É possível que sua programação de fala tenha sido removida.

Referências[]

Advertisement