Arrowverso Wiki
Advertisement

"Eu vou começar minha vida imortal novamente. Só que, dessa vez, não vou aceitar sussurrar no ouvido de homens poderosos. Dessa vez eu vou ter o poder. Eu serei Deus."
—Vandal Savage para Kendra Saunders[fonte]

Vandal Savage (nascido como Hath-Set; 1700 A.C. - 2021), também conhecido como Curtis Knox em 1958 e Sasha Mahnovski em 1975, foi um antigo sacerdote egípcio aos serviços de Ramessés II que se tornou obcecado por poder. Ele também estava apaixonado pela sacerdotista Chay-Ara, que por sua vez só tinha olhos ao príncipe Khufu. Ao descobrir isso, Hath Set foi consumido por ciúmes e raiva.

Depois que Hath-Set tentou assassinar os amantes, o trio foi exposto a um elemento durante uma chuva de meteoro, que, em realidade, era produto da tecnologia futurística do planeta Thanagar. Como resultado, Chay-Ara e Khufu reencarnavam toda vez que morriam, enquanto Hath-Set desenvolveu poderes de imortalidade e caçava ambos para matá-los e absorver sua força vital.

Em algum momento, Hath-Set assumiu o nome "Vandal Savage" e iniciou sua missão de matar as encarnações de seus inimigos, conseguindo fazer isso 206 vezes com o passar de 4000 anos. Em 2016, Savage surgiu em Central City para ir atrás de Kendra Saunders, a reencarnação do século 21 de Chay-Ara. No entanto, ele entrou em conflito com o Flash e Arqueiro Verde. Eventualmente, ele foi derrotado pelos heróis.

Com o passar dos anos, Vandal passou a desejar em moldar o mundo à sua forma. Até o ano de 2166, ele cumpriu seu objetivo e conquistou a Terra, matando bilhões de pessoas que ficavam em seu caminho. Ele também se tornou um inimigo de Rip Hunter, e como vingança matou sua família. Savage foi desafiado por Rip e sua equipe, que viajavam pelo tempo a fim de impedi-lo de tomar controle do mundo.

Durante seu plano de reiniciar a linha do tempo, o meteorito que tinha em posse tornou Savage vulnerável, transformando-o em um mortal. Então, ele foi morto pelas Lendas em três épocas diferentes; incendiado por Mick Rory em 1958, pescoço quebrado por Sara Lance em 1975 e esfaqueado por Kendra e eletrocutado por Rip em 2021.

Biografia[]

Pré-Crise[]

Egito antigo[]

"Meu ódio durará para sempre. Minha hostilidade jamais morrerá. Seguirá vocês desta vida para a próxima, e para próxima, e para a próxima."
—Vandal Savage recitando sua profecia[fonte]

Hath-Set nasceu no Reino Médio do Egito em algum momento antes de 1700 a.C. e tornou-se sacerdote e conselheiro do faraó Ramsés II. No entanto, Hath-Set secretamente desprezava o faraó e desejava seu poder. Como sacerdote, era trabalho de Hath-Set fazer oferendas ao deus egípcio Hórus, junto com a Sacerdotisa Chay-Ara, e poupar a terra de sua ira das rochas celestes (meteoros). Hath-Set se apaixonou por Chay-Ara, mas ela estava apaixonada pelo filho do faraó, o príncipe Khufu.

Savage confrontando Rip no Egito antigo

Savage confrontando "Gareeb" (Rip Hunter) no Egito antigo.

Um dia, Hath-Set foi atacado por um assassino que ele apelidou de "Gareeb", que conseguiu dominá-lo e segurar uma faca em sua garganta, mas hesitou e Hath-Set o derrubou. Hath-Set foi capaz de parar Gareeb tempo suficiente para que os guardas o prendessem. Ele aprisionou o assassino em uma cela e o deixou com fome por semanas, mas Gareeb se recusou a dizer qualquer coisa. Hath-Set confrontou seu prisioneiro exigindo respostas, mas Gareeb apenas defendeu suas ações, dizendo que estava salvando o futuro. Hath-Set respondeu que os meteoritos destruiriam o reino e Gareeb junto com ele. Logo depois, Gareeb conseguiu escapar. Os detalhes de como confundiriam a mente de Hath-Set por séculos. No entanto, Hath-Set nunca esqueceu o rosto do homem e passaria a história deste assassino para seus cultos um dia que o consideravam um demônio para a história de Hath-Set.[1]

Hath-Set depois de esfaquear Chay-Ara e Khufu

Hath-Set depois de esfaquear Chay-Ara e Khufu.

Um dia, depois de abordar Ramsés II sobre os meteoros e os perigos que eles representavam, Hath-Set testemunhou Chay-Ara e Khufu se beijando e ficou consumido de raiva por ambos. No dia seguinte, Hath-Set entrou nos aposentos de Chay-Ara, onde ele a viu e Khufu juntos e os atacou. Ele esfaqueou fatalmente Khufu antes de esfaquear Chay-Ara. Enquanto ambos morriam, outra tempestade de meteoros caiu do céu e começou a devastar o reino. Hath-Set orou aos deuses para que Khufu e Chay-Ara sofressem, enquanto Chay-Ara orou pela proteção de Hórus. Suas orações foram cumpridas, pois os meteoros possuíam uma radiação especial, que afetou os três, dando-lhes suas próprias formas de imortalidade.

Hath-Set recebeu a imortalidade através da regeneração celular, enquanto Khufu e Chay-Ara se tornaram imortais através da reencarnação, um fato que Hath-Set não sabia há algum tempo. No entanto, objetos na área geral da colisão do meteoro também foram afetados, incluindo o Amon Dagger e o bracelete de Chay-Ara, e absorveram o mesmo poder e continuam sendo os únicos objetos que podem matar Hath-Set, thpigh apenas se usado por Chay-Ara como seu legítimo proprietário e mais ninguém. Em algum momento, Hath-Set abandonou seu nome e adotou a nova identidade "Vandal Savage".[2]

Vivendo pelo tempo[]

Em algum momento nas próximas duas décadas, Savage descobriu que Chay-Ara havia reencarnado, mas não manteve nenhuma lembrança de sua vida anterior. Para a alegria de Savage, esta versão de Chay-Ara se apaixonou por ele e eles viveram felizes juntos por anos, sem que ela soubesse que ele era o homem que a matou.

Em algum momento, no entanto, Savage descobriu que Khufu também reencarnou e encontrou Chay-Ara, ajudando-a a lembrar quem ela realmente era. Depois disso, Chay-Ara deixou Savage e voltou para o lado de Khufu. Enfurecido, Savage assassinou os dois. Após suas mortes, Savage descobriu que sua força vital foi transferida para ele, mantendo sua juventude. Depois de perceber que, após a morte, Khufu e Chay-Ara reencarnariam em novas vidas em um ciclo sem fim, Savage começou a caçá-los para manter sua imortalidade.[3]

Com o passar dos anos, Savage se tornou um associado de Júlio César e conheceu Tácito. Alguns anos depois, ele conheceu Genghis Khan, a quem serviu como conselheiro.[4] Vandal também conheceu Robin de Locksley, quem o ensinou a como resistir a dor. Em troca, Vandal o ensinou arquearia.[2]

Em 1831, Savage encontrou as encarnações de Khufu e Chay-Ara, Hannibal Hawkes e uma mulher sem nome. Ele os confrontou e assassinou Hannibal, mas sua esposa conseguiu escapar. Savage também roubou seu bracelete.[5]

Por motivos desconhecidos, Savage viajou à China em 1887. Enquanto lá, ele inundou o Rio Amarelo enquanto tentava matar as encarnações de Chay-Ara e Khufu. Apesar de ter conseguido os matar, Savage também assassinou mais de 1 milhão de civis. devido a inundação do rio.[4]

Na Londres vitoriana, Savage aprendeu com Jack, o Estripador como destrinchar um corpo.[1] Alguns anos depois, Vandal conheceu Houdini e o ensinou magia.[4]

Em 1914, Vandal conheceu e manipulou Gavrilo Princip, fazendo-o matar Francisco Ferdinando e dar início à Primeira Guerra Mundial.[2] Em 1925, Savage caçou Joe e Edith Boardman, as encarnações de Chay-Ara e Khufu daquela época. Vandal os encontrou em um motel na Carolina do Norte e os assassinou no quarto em que dormiam.[6]

Em 1950, Savage se tornou amigo de Joseph Stalin. Em troca de seu conhecimento tático, Stalin o ensinou como torturar uma pessoa.[7]

Conhecendo as Lendas[]

Encontrando Kendra Saunders[]

Antes de 1958, Vandal deixou a União Soviética e se mudou para Harmony Falls; Oregon, nos Estados Unidos, onde assumiu a identidade de "Curtis Knox". Ele também se tornou um funcionário em um hospício local, sendo o líder do andar H, um lugar secreto onde ele se focava em experimentos perigosos. Ele também se casou com uma mulher chamada Gail.

Em uma noite, Savage sentiu um meteoro, que era composto pelos mesmos componentes que lhe concederam sua vida imortal, o chamar. Ele foi até o local da queda, onde encontrou diversos adolescentes. Com a ajuda do xerife Bud Ellinson, Savage os sequestrou e os levou ao andar H. Enquanto tentava recriar a forma que ganhou sua imortalidade, Savage injetou doses concentradas de metal Nth nos jovens, mas isso apenas os transformou em criaturas semelhantes a gaviões.

Uma semana depois, Savage sentiu a presença da atual reencarnação de Chay-Ara, Kendra Saunders, quando ela e seu "esposo" Ray Palmer se mudaram na vizinhança. Savage e Gail os visitaram com um presente de boas-vindas. Savage então convidou o casal para uma festa que realizaria naquela noite. Em sua casa, ele começou a flertar com Kendra, tentando descobrir quanto ela sabia sobre eles. No entanto, ele teve que ir embora quando um de seus monstros no hospício atacou e matou uma pessoa.

Savage conversando com Kendra em 1958

Savage conversando com Kendra em 1958.

Uma semana depois, Savage descobriu que a adaga Amon havia sido roubada. Com isso, ele percebeu que Kendra se lembrava de tudo e planejava matá-lo. Naquela noite, Savage testou o soro Nth em Jefferson Jackson depois que ele foi capturado. Ao voltar para seu escritório, ele encontrou Kendra lá. Embora ela afirmasse que pretendia continuar com os "assuntos" inacabados anteriormente, Savage sabia que ela estava lá para matá-lo. Enquanto a beijava, Savage roubou a adaga de sua bolsa e a ameaçou com ela, mas foi atacado e nocauteado por Ray.[8]

Em 1963, Savage esteve presente no dia em que o presidente John F. Kennedy foi assassinado.[2]

Matando Carter Hall[]

Em 1975, Savage assumiu a identidade de "Sasha Mahnovski". Ele vivia em uma mansão com uma longa e valiosa coleção de facas e adagas.

Querendo recuperar um meteorito Thanagariano da posse de uma organização terrorista, Savage viajou até a Noruega. No entanto, a organização se recusou a entregar o meteorito sem seu dinheiro. Ele então roubou um protótipo nuclear dos militares e o colocou à venda no mercado escuro. Isso chamou atenção de muitos compradores, incluindo Damien Darhk, da C.O.L.M.É.I.A..

Savage e Darhk encontrando as Lendas

Savage e Darhk encontrando as Lendas.

Durante o leilão pela ogiva, Savage sentiu que as encarnações de Chay-Ara e Khufu estavam por perto. Ele então vendeu o dispositivo para Martin Stein, quem nem Savage ou Darhk conheciam. Quando o professor questionou o funcionamento do dispositivo, Savage percebeu que Stein não era quem dizia ser. Ele então anunciou um desconto para quem conseguisse matar o professor e seus acompanhantes. Seus homens então foram atacados por Sara Lance, Leonard Snart e Mick Rory. O Nuclear e uma versão mais jovem de Ray também apareceram logo em seguida.

Enquanto a luta continuava, Vandal foi confrontado por Carter Hall e Kendra Saunders, as encarnações de Chay-Ara e Khufu do século 21, embora esta Kendra seja uma versão mais nova do que a qual encontrou em 1958. Savage ativou a ogiva para distraí-los e poder fugir.

Depois da luta, os homens de Savage conseguiram obter uma parte do exoesqueleto de Ray. Savage deduziu que os atacantes eram do futuro, e exigiu que seus funcionários descobrissem as funções da armadura em 24 horas. Naquela noite, Savage descobriu que Snart, Mick e Ray haviam se infiltrado em sua mansão. Depois que Snart e Ray foram presos em uma armadilha, Savage encontrou Mick e apontou uma arma em sua cabeça. Ameaçando a vida de Rory, Vandal exigiu que Snart chamasse o restante de sua equipe para enfrentá-lo.

Carter é esfaqueado por Savage

Vandal esfaqueia Carter Hall.

Cansado de esperar, Savage estava prestes a matar Mick quando Nuclear apareceu. Depois de ser atingido, Vandal reconheceu o herói como Jefferson Jackson, de 1958. Uma luta entre Savage, seus homens e a equipe de heróis então começou na mansão. Quando tentou fugir, Savage foi confrontado por Kendra e Carter. O Gavião Negro conseguiu esfaquear Savage, no entanto, Vandal o retirou e esfaqueou Carter no coração. Enquanto o herói morria, Savage o relembrou que como a adaga pertencia a Kendra, era ela quem deveria usá-la para matá-lo. Quando Carter morreu, Vandal absorveu sua força vital. Kendra o atacou, mas Savage a esfaqueou também. Antes que pudesse continuar, o Átomo o atacou e as Lendas escaparam com Kendra ainda viva.[9]

Vandal levou o corpo de Carter à África para realizar um ritual que concederia seus seguidores uma vida prolongada, mas acabou sendo interrompido pela chegada de Sara e Rip. Vandal questionou Rip do porque o odiava tanto. Ao procurar por seu casaco, ele encontrou uma foto de sua esposa e filho. Savage então deduziu que ele devia ter os matado no futuro.

Depois de beber o sangue de Carter, o ritual foi interrompido pela chegada do restante das Lendas. Rip cortou a garganta de Savage como vingança pela morte de Miranda e Jonas, sua esposa e filho. Em seus últimos momentos, Savage jurou a Rip que um dia ele iria reinar e que iria esperar eles nascerem e viverem para que, um dia, ele mesmo possa matá-los. Quando Vandal se recuperou de seus ferimentos, Rip e as Lendas já haviam fugido.[1]

Aliança com os Mestres do Tempo[]

Quando recuperou sua consciência, Savage percebeu que Rip era um viajante do tempo. Algum tempo depois, os Mestres do Tempo revelaram a ele que em 2175 os Thanagarianos, uma espécie guerreira alienígena, iriam invadir a Terra e destruir grande parte dos recursos do planeta. No entanto, eles também informaram que Savage seria o herói que iria salvar a todos.

Em troca de uma máquina do tempo e imunidade total de processo do conselho por suas inúmeras violações do código de tempo, ele obedeceria suas ordens, enquanto se beneficiava. Savage concordou e começou a viajar entre diferentes períodos de tempo para encontrar o período de tempo mais adequado para conquistar, e começou a adquirir tecnologias futuras e manipular eventos futuros para preparar o mundo para sua própria eventual conquista. Uma de suas tarefas era garantir a morte de Miranda e Jonas, que Savage cumpriu alegremente.[10]

Tentando criar o Nuclear[]

Nos próximos 11 anos, Savage começou a concentrar seus esforços na criação de sua própria versão do Nuclear e desertou para a União Soviética para utilizar seus recursos, mas foi incapaz de equilibrar a equação do Nuclear e muitas cobaias morreram como resultado. Após anos de fracasso, Savage finalmente contratou a física russa Dra. Valentina Vostok, que chegou mais perto de resolver a equação, mas ainda não tinha as habilidades para alcançar a etapa final, que Nuclear é feito de duas pessoas fundidas em um corpo.[11]

Savage e Valentina conversando com Martin Stein

Savage conversando com Martin Stein.

Depois que Valentina capturou o professor Stein, Ray e Mick, Savage visitou o gulag onde eles estavam detidos e tentou torturar Stein para obter respostas, mas não conseguiu. Savage também compartilhou histórias de seu velho amigo Joseph Stalin e as habilidades de tortura que Stalin lhe mostrou. Depois de torturar Stein não produziu resultados, Savage começou a torturar Ray e Mick, eletrocutando-os e, eventualmente, usando um martelo sobre eles na frente de Stein. Depois de vê-los com dor por tanto tempo, Stein finalmente decidiu ajudar Savage e deu seu lado da equação.

Savage mais tarde voltou para a prisão quando Rip Hunter e sua equipe a atacaram, procurando por Stein. Ao encontrar Kendra, em vez de matá-la, ele ofereceu a ela um lugar ao seu lado, prometendo prolongar sua vida, o que ela recusou com raiva. Antes que Savage pudesse machucá-la, Rip encontrou Savage novamente e exigiu seu medalhão de volta. Savage disse a Rip que ele havia memorizado os rostos de Miranda e Jonas, e lembrou que ele os mataria, no entanto, quando Rip saiu, ele desencadeou uma explosão que matou Savage temporariamente mais uma vez.[7]

Enfrentando o Flash e Arqueiro Verde[]

Em 2015, Savage surgiu em Central City atrás de Kendra Saunders (uma versão mais nova do que aquela que enfrentou anteriormente). Ele atacou ela e Cisco Ramon no CC Jitters. No entanto, Cisco chamou o Flash, que apareceu para enfrentar Savage. Vandal arremessou uma faca em Cisco, mas o velocista o pegou. Esta distração permitiu que Savage pudesse escapar.

Team Arrow and Flash face off against Vandal Savage

Vandal confrontando a Equipe Arqueiro e o Flash.

Algumas horas depois, Savage foi à Star City e atacou a Equipe Arqueiro, a quem a Equipe Flash havia pedido ajuda. Ele arremessou uma faca em todas as pessoas presentes, mas Barry conseguiu pegá-las. Savage então arremessou outra faca, que atingiu e derrubou Barry. Ele então lutou contra Oliver Queen em combate corpo-a-corpo e conseguiu derrubá-lo. Thea Queen então disparou flechas nele. Savage desviou de quase todas, mas foi atingido no peito por três flechas e caiu da sacada.

Percebendo que não conseguiria vencer, Savage voltou à Central City para localizar o Cajado de Hórus. Ao encontrar o objeto, ele foi confrontado pelo Flash e Arqueiro Verde. Usando o cajado, Savage foi capaz de derrotá-los e destruir a igreja, embora os heróis tivessem conseguido escapar. Malcolm Merlyn foi capaz de marcar um encontro entre ele, Flash e Arqueiro Verde. Savage exigiu que entregassem Kendra e Carter Hall, caso contrário ele iria destruir Central City e Star City.[4]

Linha do tempo original: Durante a troca, Savage se preparou para matar Kendra quando o Arqueiro Verde o atacou. Savage incapacitou o herói e matou Carter, e em seguida esfaqueou Kendra com uma adaga. Depois de absorver a força vital de ambos, Savage se tornou mais forte. O Flash tentou usar o Cajado de Hórus contra ele, mas não funcionou. Savage recuperou o cajado e o usou para destruir toda Central City. O Flash voltou no tempo para poder impedir que isso acontecesse.

Savage se defendendo do Flash e Arqueiro Verde

Savage se defendendo do Flash e Arqueiro Verde.

Linha do tempo atual: Durante a troca, Savage se preparou para matar Kendra quando o Arqueiro Verde libertou ela e Carter. Ele então foi derrubado por Kendra, que, diferente da linha do tempo original, havia desbloqueado seus poderes. A Canário Negro, Speedy e Espartano surgiram, mas Savage os derrubou. O Flash então roubou o cajado de suas mãos e começou a usá-lo contra ele. O Arqueiro Verde ajudou o Flash, e juntos eles transformaram Savage em cinzas.[2]

Como Savage não havia sido morto por uma encarnação de Chay-Ara, ele se regenerou a partir de suas cinzas.

Conflito com as Lendas[]

Confrontado no futuro[]

No ano de 2147, Savage morava no Conglomerado Kasnia, onde serviu como conselheiro de Tor Degaton e foi tutor de seu filho, Per Degaton. O verdadeiro objetivo de Savage, no entanto, era usar a tecnologia avançada de Kasnia para estabelecer a base de seu futuro império. Ele também procurou usar sua arma secreta, o "vírus do Armagedom" para reduzir o tamanho da população mundial e prepará-la para sua própria conquista pessoal com muito menos ameaças para enfrentar.

Para conseguir isso, Vandal manipulou e corrompeu a mente de Per, tornando-o implacável e frio, e para um dia suceder seu pai matando-o e ditando seus próprios desejos através de Per. No entanto, Vandal sempre procurou tomar o poder de Per quando chegasse a hora certa, mas Per realmente acreditava que Vandal o considerava um filho. Em algum momento durante sua estadia em Kasnia, Savage teve uma filha chamada Cassandra com uma mulher sem nome.[12]

Vandal Savage ameaçando Sara Lance

Savage ameaçando Sara.

Depois de uma reunião com Tor onde Savage falhou mais uma vez em convencê-lo a usar o vírus, Per foi sequestrado por Rip e sua equipe. Savage se encontrou com Tor para discutir isso e ofereceu sua ajuda, pois já havia enfrentado os sequestradores antes. Savage liderou um esquadrão de soldados de Robôs A.T.O.M.O. nas ordens de Tor para desativar a Waverider, mas logo foram confrontados pelas Lendas. Durante a luta, Savage prendeu Canário Branco e ameaçou matá-la, mas se ofereceu trocá-la por Rip, mas Rip apareceu e ofereceu o mesmo acordo, mas em troca da vida de Per. Per implorou a seu pai que não cedesse e os eliminasse agora, com o que Savage concordou, mas Tor consentiu com os termos de Rip, e depois que Per foi libertado, Canário Branco e a equipe também, escapando ilesos.

Pouco depois, Savage foi visitado por Per, a quem Savage contou uma história da mitologia grega de um príncipe que foi exilado por seu pai com medo de uma profecia que predizia o príncipe assassinando-o se tornasse realidade, apenas para o filho sobreviver e retornar anos depois para cumprir a profecia. Savage então entregou a Per uma faca e o convenceu de que seu pai cometeria o mesmo erro e o convenceu a matá-lo. Como resultado da morte de Tor, Per foi eleito o novo presidente, mas por ser menor de idade, ele elegeu Savage para ser seu sucessor. Para sua primeira ação como líder substituto, Savage ordenou a liberação do vírus Armagedom e matou bilhões, incluindo sua esposa.[13]

Linha do tempo original: Em 2152, quando Per tinha 19 anos, ele finalmente sucedeu seu pai como líder de Kasnia e, por insistência de Vandal, desencadeou o vírus Armagedom que matou bilhões de pessoas, incluindo a esposa de Savage, e deixou o mundo em primeiro lugar para a conquista. Em algum momento depois disso, Savage traiu Per e o assassinou para tomar seu poder e se tornar o líder de Kasnia. Savage faria de Kasnia o ponto de apoio de seu futuro império. No entanto, como as ações de Rip mudaram esses eventos e desencadearam o vírus Armagedom 5 anos antes, a maioria desses eventos aconteceu em 2147.[13]

Linha do tempo alterada: Enquanto Per Degaton estava no auge de seu poder, Savage o matou para tomá-lo para si mesmo. Isso também fez Savage parecer um herói para aqueles, incluindo Cassandra, que acreditavam que liberar o vírus era ideia apenas de Per Degaton.[12][13]

Capturado[]

Até o ano de 2166, o plano de Savage de dominação global havia funcionado e bilhões de pessoas morreram. Ele se tornou um ditador e tinha uma legião de soldados ao seu comando. Em algum momento, ele encontrou a próxima encarnação de Khufu, Scythian Torvil. Como ele não tinha lembranças sobre suas vidas passadas, Savage o manipulou, transformando-o em um de seus soldados.

Enquanto liderava uma tropa ao lado de Cassandra e Scythian, Savage foi atacado pelas Lendas. A equipe quase conseguiu capturá-lo, mas ele fugiu e se escondeu. Savage então enviou o robô Leviatã para matá-los. Mais tarde, enquanto estava escondido em uma de seus bunkers, Cassandra apareceu. Ela o informou que havia sido capturada mas tinha conseguido escapar. No entanto, Savage notou que ela não estava usando seu bracelete, que havia pertencido a Chay-Ara, e rapidamente percebeu que ela estava mentindo. A base então foi atacada pelas Lendas. Durante o confronto, Savage foi nocauteado pela Mulher-Gavião.[12]

Savage conversando com Sara

Savage conversando com Sara Lance.

Savage foi levado à Waverider e preso em uma cela. Ele conversou com Rip e mencionou que se questionava como ele havia conseguido fugir tantos anos atrás. Hunter dispensou o comentário e o informou que iria levá-lo aos Mestres do Tempo para ser julgado. Quando Sara foi vê-lo, Savage a provocou ao dizer que Rip apenas pensava em si mesmo, e também perguntou se a mulher havia conversado com sua irmã recentemente.

Ele mais tarde conversou com Ray e disse que Scythian iria tirar Kendra dele. Naquele momento, Stein apareceu e pediu por uma forma de curar Jefferson. Savage tentou manipulá-lo para fazê-lo se voltar contra a equipe, mas seu plano não funcionou. Quando Ray voltou, Savage percebeu que Kendra havia o deixado. Ray entrou na cela e socou Vandal, mas ele rapidamente retomou o controle da luta e o derrubou, conseguindo escapar.

Após recuperar suas armas, Savage libertou Scythian. Durante uma luta contra as Lendas, Vandal foi capaz de derrotar quase toda a equipe. Quando estava prestes a matar Kendra, Scythian se virou contra ele e o atacou. Vandal derrotou Scythian e o esfaqueou, mas Kendra se recuperou e o nocauteou.

Depois de ser nocauteado, Rip levou Vandal ao Ponto de Fuga para enfrentar o julgamento dos Mestres do Tempo. Rip então mostrou provas que Savage era o responsável por manipular a linha do tempo, no entanto, os Mestres do Tempo anunciaram que Savage deveria ser devolvido para 2166. Vandal visitou Rip em sua cela, onde o provocou sobre a morte de sua família. Antes de partir, Savage afirmou que matar Jonas e Miranda era um compromisso que ele não queria perder.[3]

Savage apontando uma arma para Jonas

Savage apontando uma arma para Jonas.

Savage roubou uma jumpship e levou Kendra e Scythian como seus prisioneiros. Ao chegar em Londres de 2166, Kendra suplicou para que deixasse a família de Rip em paz. No entanto, Savage afirmou que, em um "sentido cósmico", eles já haviam sido mortos. Vandal então caminhou até Miranda e Jonas e os matou com um arma. A morte de ambos foi o que motivou o Rip Hunter de 2166 a caçar e matar Savage, repetindo o ciclo.[10]

Derrota e morte[]

Depois de matar a família de Rip, Savage foi contatado por um sobrevivente dos Mestres do Tempo, que o informou sobre a morte de Zaman Druce e que não poderiam mais ajudá-lo. Kendra começou a rir, mas Savage a relembrou de que ainda tinham uma nava do tempo. Após colher o sangue de Kendra e Scythian, Savage explicou que pretendia usá-lo nos meteoritos em três épocas diferentes (1958, 1975 e 2021) para causar um paradoxo temporal e fazer o tempo voltar até 17000, onde pretendia governar o mundo.

Ele voltou no tempo à 1944 para recuperar seu antigo meteoro e levá-lo à 2021. Kendra, porém, acabou escapando, mas Savage conseguiu recapturá-la. Ele então matou um pelotão nazista que transportava o meteorito. Ele acabou sendo confrontado pelas Lendas. Durante a luta, Savage escapou com Kendra, embora os heróis tivessem conseguido resgatar Scythian.

Rip mata Vandal

Vandal Savage é esfaqueado por Rip Hunter.

Savage voltou até 1958 e 1975, onde entregou os sangues de Kendra e Scythian a suas versões passadas e explicou como usá-lo. Ao voltar para 2021, enquanto suas versões do passado realizavam a mesma coisa, Savage começou o ritual. No entanto, ele foi atacado por Rip e Scythian, que libertaram Kendra. Savage acabou sendo esfaqueado por Kendra e eletrocutado por Rip, provocando-o sobre seus fracassos. Em suas últimas palavras, Savage afirmou que apesar de sua morte, Rip ainda falhou em salvar sua família.

Enquanto isso, os outros membros das Lendas matavam suas versões do passado; Onda Térmica e Átomo o mataram em 1958, enquanto a Canário Branco e Nuclear o mataram em 1975. Com a morte de suas três variantes em diferentes épocas, Savage estava morto permanentemente.[14]

Vivendo no Inferno[]

Após sua morte, a alma de Savage foi parar no Inferno, onde foi encarregado de torturar as almas que iam parar lá. Através dos anos, ele começou a se acalmar e parou de desejar vingança ou poder. Eventualmente, Savage até mesmo se esqueceu do motivo pelo qual lutou contra as Lendas.

Um dia, Savage foi torturar uma nova alma que havia chegado. Para sua surpresa, ele descobriu que tal alma era de ninguém menos que Ray Palmer, membro das Lendas e um antigo rival. Inicialmente, Savage planejava torturá-lo, mas os dois começaram a conversar. A conversa tornou-se profunda e os dois acabaram virando amigos, dando um fim a sua rivalidade com as Lendas.

Ray e Vandal Savage no Inferno

Vandal Savage com Ray Palmer no Inferno.

Depois disso, os dois começaram a jogar uma partida de Jenga gigante. Em algum momento, o brinquedo acabou caindo, o que fez Ray gritar. Quando estavam prestes a começar outra rodada, John Constantine e Nora Darhk entraram na sala para resgatar a alma de Ray e derrotar Neron. Ray então os apresentou a Savage, quem os cumprimentou alegremente e os convidou para jogar uma partida de Jenga.

Ao ouvir Constantine elogiar Ray, Vandal afirmou que ele era um cara bem legal. Ele explicou como os dois haviam se entendido e perguntou a Ray o motivo de terem brigado. Depois de uma explicação complicada dada por Ray, Savage resumiu que era sobre uma garota. Antes que o trio voltasse para a Terra, Savage se despediu deles e pediu para Ray dar um "oi" para as Lendas por ele. Depois que os três foram embora, Savage disse que amava aquela equipe.[15]

Pós-Crise[]

A vida de Vandal Savage na Terra-Prime permaneceu, essencialmente, o mesmo.

Personalidade[]

Savage podia projetar uma fachada de civilidade e até amizade, mas ele era frio, implacável, brutal e obcecado em ser imortal, mesmo que isso significasse matar Chay-Ara e Khufu pelo resto de sua vida em cada uma das diferentes vidas deles, independentemente de quantas pessoas foram pegas no fogo cruzado, como mostrado quando ele usou o Cajado de Hórus para vaporizar Central City e todos nela (até que Barry mudou a linha do tempo para que isso nunca acontecesse). Savage não teve restrições em evitar matar pessoas inocentes, era totalmente amoral e capaz de destruir duas cidades inteiras simplesmente para expulsar Chay-Ara e Khufu do esconderijo. Certa vez, em uma tentativa de matá-los, Savage inundou a planície do norte da China, também matando dois milhões de vidas.

Como ele havia matado Khufu e Chay-Ara 206 vezes no passado, Savage se tornou bastante arrogante no presente, pensando que eles não eram mais um desafio para ele e acreditava poderia derrotar o Flash e Arqueiro Verde por conta própria. Embora ele tenha quase provado que estava certo, já que ele matou todos eles em uma linha do tempo alternativa, sua subestimação de suas capacidades é o que levou à sua própria queda, já que seu corpo foi reduzido a uma pilha de cinzas pelo Arqueiro Verde e Flash usando o Cajado de Hórus.

Savage também era muito vingativo, pois desprezava Rip Hunter por tentar assassiná-lo no Egito e esperou 4000 anos para se vingar assassinando sua esposa e filho. Ele também tinha um profundo amor por Chay-Ara, apesar do carinho não ser correspondido, e vê-la com Khufu fez Vandal ficar tão consumido pela raiva. No entanto, Savage ainda expressou seu amor por ela em cada vida e diz que sempre a amará, mas viu os dois como almas torturadas aprisionadas por um círculo de morte e nunca poderiam ficar juntos. Em certas ocasiões, ele expressou algum arrependimento por ter que matá-la e em um ponto até ofereceu sua vida prolongada ao seu lado. Quando a primeira reencarnação de Chay-Ara se apaixonou por ele, Savage notou que ele estava alegre e eles estavam felizes juntos apenas para terminar quando a reencarnação de Khufu a tirou dele, para sua raiva e amargura que o levaram aparentemente a acreditar que ele nunca poderia tê-la, mesmo expressando um pouco de simpatia por Ray por seus sentimentos por Kendra.

O objetivo final de Savage, que ele perseguiu por toda a vida, era a subjugação completa de todo o planeta. Para conseguir isso, Vandal trabalhou com os senhores da guerra mais nefastos ao longo da história. O resultado final dessas manipulações foi promover o desenvolvimento de tecnologias de armas e avanços científicos para preparar o mundo para seu próprio domínio. Ele também foi muito egoísta, afirmando que se vê como uma força da natureza e um servo da vontade que possibilita o destino, tentando torná-lo um lugar melhor a qualquer custo, independentemente de quantas guerras sejam necessárias.

Após sua morte, Savage mostrou uma personalidade muito mais gentil. Ele decidiu fazer amizade com Ray Palmer no Inferno em vez de torturá-lo, e também pediu a John Constantine, Nora Darhk e Ray para dizer oi para as Lendas por ele, e até se referiu a eles como "caras legais".

Poderes e habilidades[]

Poderes[]

  • Imortalidade: A exposição de Vandal Savage ao meteorito thanagariano concedeu-lhe a imortalidade e, como resultado, ele parecia ser um homem em seu auge, apesar de ter tecnicamente 4000 anos. Sua imortalidade também lhe concedeu imunidade a quaisquer doenças e enfermidades terrenas.
    • Regeneração: Um efeito colateral de sua imortalidade foi que ele é capaz de se regenerar e curar feridas que seriam consideradas fatais para humanos comuns. Ele uma vez se regenerou depois de ser desintegrado em uma pilha de cinzas. Aparentemente, quanto maiores os ferimentos de Savage, mais tempo levará para se recuperar do dano, mas ele pode se recuperar de qualquer coisa, pois pode se regenerar a partir de uma única célula, como afirma Rip Hunter.
  • Condição física aprimorada: Depois de séculos absorvendo a força vital das reencarnações de Chay-Ara e Khufu, Savage estava em sua condição física e vitalidade. Alguns de seus atributos físicos foram aprimorados para níveis sobre-humanos. Seus reflexos eram excepcionais a ponto de ele poder pegar duas flechas disparadas contra ele pelo Arqueiro Verde depois de lançar imediatamente várias facas e desviar de tiros à queima-roupa. Ele foi rápido o suficiente para derrubar três homens sem que eles pudessem reagir usando apenas uma faca. Ele poderia suportar ser atingido por flechas enquanto mostrava pouco desconforto e até mesmo uma explosão de fogo nuclear do Nuclear sem ferimentos visíveis.
  • Sentidos aprimorados: A exposição de Savage ao meteorito o tornou capaz de detectar a presença das reencarnações de Chay-Ara e Khufu sempre que estão por perto, ele também foi capaz de dizer se eles despertaram ou não seus poderes e memórias anteriores. Sua percepção visual também foi aparentemente aprimorada a ponto de ferir Barry Allen, que estava se movendo em alta velocidade com um arremesso de faca bem cronometrado.
  • Magia: Savage era capaz de usar magia, permitindo-o recitar diferentes rituais e feitiços. Usando o sangue de Carter Hall, Vandal foi capaz de conceder ao seu culto de seguidores uma vida útil mais longa do que normalmente é possível. Vandal também conhecia um ritual oculto que teria destruído e recriado a linha do tempo.

Habilidades[]


Esta seção está incompleta. Você pode ajudar a expandi-la adicionando algumas informações.

Fraquezas[]

  • Chay-Ara e Khufu: De acordo com Rip Hunter, Savage pode ser morto pelas reencarnações de Chay-Ara e Khufu, já que a força vital do trio estava conectada. No entanto, eles só podem fazer isso quando estiverem usando ferramentas embutidas com o meteoro Thanagariano. Adicionalmente, eles também deviam portar um objeto que possuíam em sua primeiras vidas.
  • Depleção de radiação: Como Khufu e Chay-Ara também absorveram a mesma radiação, Savage precisa matar periodicamente o casal reencarnado e absorver suas forças vitais para manter seu status imortal, ou então seus poderes irão sumir gradualmente. No entanto, essa fraqueza era apenas um perigo limitado para ele, pois Savage foi restaurado à vida depois de não matá-los em 2015 - embora aparentemente com a ajuda de Malcolm Merlyn - e parecia viver por mais de um século sem precisar 'recarregar', como Chay-Ara nunca mais reencarnou a partir deste ponto desde que ela se juntou às Lendas.
  • Radiação de meteorito Thanagariano: Objetos expostos à radiação do meteorito na noite em que Savage ganhou seus poderes podem ferir gravemente e matá-lo permanentemente se empunhados pela Mulher-Gavião ou o Gavião Negro. A própria radiação do meteorito que deu a Savage sua imortalidade também poderia deixá-lo vulnerável. Quando estiver dentro da área geral do meteoro enquanto sua radiação estiver exposta, interromperia a energia já dentro dele, tornando-o mortal e tão vulnerável à morte quanto qualquer um. Estar nas proximidades do meteorito enquanto ativado é a única maneira de alguém além de Mulher-Gavião e Gavião Negro poder matá-lo.

Equipamento[]

  • Facas e adagas: Savage portava 32 facas e adagas dentro de seu casaco. Graças ao seu grande domínio e conhecimento sobre elas, Savage, com o decorrer dos anos, criou uma grande coleção delas. Sua adaga favorita é a Adaga Amon, que ele usou para matar Chay-Ara e Khufu em suas primeiras vidas.

Equipamento anterior[]

  • Cajado de Hórus: O cajado, que disparava energia azul, foi feito com Metal Nth e Savage o usava em combate. O cajado foi destruído durante uma luta contra o Flash e Arqueiro Verde.
  • Adaga Amon: Adaga,
Esta seção está incompleta. Você pode ajudar a expandi-la adicionando algumas informações.

Aparições[]

Flash[]

2ª Temporada[]

Arqueiro[]

4ª Temporada[]

7ª Temporada[]

Lendas do Amanhã[]

1ª Temporada

2ª Temporada

3ª Temporada

4ª Temporada

5ª Temporada

7ª Temporada


Quadrinhos[]

EARTH-PRIME[]

Galeria[]

Imagens promocionais[]

Heroes Join Forces[]

Curiosidades[]

  • Vandal Savage foi o vilão mais velho do Arrowverso, tendo 3,866 anos no momento de sua morte. Esta conquista pode se superada por Mobius/Anti-Monitor, que existia desde o início dos tempos.
  • Por ter matado as encarnações de Kendra e Carter 207 vezes com o passar de 4,000 anos, é possível que Vandal tenha os matado quando ambos estavam no início de seus 20 anos.
  • Vandal é considerado um dos vilões mais perigosos do Arrowverso. A notoriedade de Vandal faz com que ele fosse temido até pela Liga dos Assassinos.
  • Junto de Ra's al Ghul e Dante, Vandal foi um dos poucos indivíduos que conseguiu derrotar Oliver Queen em combate.
  • Savage foi o primeiro vilão do Arrowverso a conseguir conquistar o mundo, algo que nenhum outro antagonista conseguiu realizar.

Por de trás das câmeras[]

  • Nas histórias em quadrinhos da DC Comics, Vandal Savage foi um homem das cavernas que ganhou intelecto superior e imortalidade após ter sido exposto a um meteorito radioativo. Ele também foi um inimigo da Sociedade da Justiça da América. Sua primeira aparição ocorreu em Lanterna Verde #10 (dezembro de 1943).
    • Esta adaptação de Vandal Savage também possui elementos de outro personagem da DC; Hath-Set, que foi o nêmesis do Gavião Negro da Mulher-Gavião.
  • Savage foi o antagonista principal do evento crossover Heroes Join Forces e da primeira temporada de Lendas do Amanhã.

Referências[]

Advertisement